segunda-feira, novembro 28, 2022

Saab RBS 70NG

Rheinmetall da Alemanha planeja enviar 50 tanques Leopard 1 para a Ucrânia

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A Rheinmetall, fabricante de equipamentos de defesa com sede na Alemanha, está se preparando para fornecer 50 tanques de batalha Leopard 1 usados para a Ucrânia, segundo o jornal Handelsblatt.

O CEO Armin Papperger disse ao jornal que os primeiros tanques podem ser entregues em seis semanas, com mais a seguir nos próximos três meses através de uma subsidiária – Rheinmetall Italia – se o movimento for aprovado pelo governo alemão.

O Leopard 1, que entrou em serviço pela primeira vez em 1965, é o antecessor do mais moderno Leopard 2 atualmente em campo pelas forças armadas da Alemanha.

Os tanques foram devolvidos à empresa pelos países que os usaram para atualizações.

Papperger diz acreditar que os soldados ucranianos podem ser treinados para usar os tanques em apenas alguns dias se tiverem treinamento militar anterior.

FONTE: BBC News

- Advertisement -

112 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

112 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
João Fernando
João Fernando
7 meses atrás

Então tem a venda????????

Zé bombinha
Zé bombinha
Reply to  João Fernando
7 meses atrás

Sim… “Velharias” de ex usuários como o exército italiano.. de onde deverá sair esses caso vá adiante tal coisa..subsidiária – Rheinmetall Italia .

gari
gari
Reply to  Zé bombinha
7 meses atrás

excelentes peças de reposição, pra quem vê urgência em trocar os CC porque vai ficar sem e etc…

Zé bombinha
Zé bombinha
7 meses atrás

A pouco tempo um comentarista da página sugeriu o Brasil enviar astros e os leopard…. Eu achei um tanto engraçado por ser BR e ser o leopard…. O amigo mesmo que estava zuando acertou em boa margem no caso do tanque 😶…

Last edited 7 meses atrás by Zé bombinha
Nick
Nick
Reply to  Zé bombinha
7 meses atrás

Acredito que estava sendo irônico…. 🙂

Mas falando sério Leo 1A5 deve estar no nível dos T-72 e o exército ucraniano vai precisar de blindados se eventualmente começar uma contra-ofensiva. Imaginem se cada país da OTAN ceder algumas velharias (mas operacionais) como o Leo 1, Abrahms M1A1, Aríete, LeClerc e se perigar algumas dezendas de Merkavas. Mas tudo como ajuda HUMANITÁRIA para o povo Ucraniano. O Brasil deve ter um estoque razoável de Astros II, que vão perder o prazo de validade, podiam mandar 2 baterias completas.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Nick
7 meses atrás

O Leo1A5 é inferior ao T-72 em blindagem e poder de fogo. O Leo2 foi desenvolvido para rivalizar com o T-72. O nível de blindagem é muito diferente.
Sobre o sistema Astros, o Brasil possui cerca de 78 lançadores Astros em várias versões. A Rússia possui 3.390 lançadores de foguetes.

Mas claro que se cada país enviar algumas coisas, vai ajudar bastante a Ucrânia.

Rodrigo Maçolla
Reply to  Luís Henrique
7 meses atrás

Pois é acho que seriam uteis para combate contra infantaria e outros veículos blindados menores e de transporte, combate direto contra o T-72 não vira

Sequim
Sequim
Reply to  Luís Henrique
7 meses atrás

Porque iríamos nos meter nisso e conseguir a proeza de irritar, ao mesmo tempo, Rússia e China? Alguém está vendo mais algum país da América Latina pensar em se meter nesse vespeiro?

Zé zinho
Zé zinho
Reply to  Sequim
7 meses atrás

O que temos a ver com a “América latina”??

Henrique
Henrique
Reply to  Luís Henrique
7 meses atrás

Meu amigo, pelo desempenho dos T72 e os 8s e 9s russos, não estou vendo muito diferença em desempenho não.
Bem utilizados esses Leo1 podem até ser mais efetivos que seus homólogos russos.

Last edited 7 meses atrás by Henrique
Maurício Veiga
Maurício Veiga
Reply to  Luís Henrique
7 meses atrás

Em termos de blindagem tirando as “bochechas” da torre do T72 os dois veículos são similares e embora o CC Russo tenha um canhão mais poderoso o Leopard 1A5 possui o mesmo sistema de mira e pontaria do Leo2, a desvantagem do Leo1 não é tão grande assim…

Felipe M
Felipe M
Reply to  Luís Henrique
7 meses atrás

Errado. 38 lançadores no exercito e 6 com os fuzileiros navais da MB. 44 no total.

Felipe
Felipe
Reply to  Luís Henrique
5 meses atrás

Correção 38 lançadores Astros no exército e 6 na marinha.

Zé bombinha
Zé bombinha
Reply to  Nick
7 meses atrás

Astros pra lá nada😐…”deixa queto oque tá queto”… Não vamos ganhar nada.. agora se falarem vamos comprar…. A coisa talvez mude, mas acredito ser muito improvável,pra não falar impossível de até mesmo vender.

jomado
jomado
Reply to  Nick
7 meses atrás

Contra ofensiva…kkkkk melhor bodoque!

gari
gari
Reply to  Nick
7 meses atrás

Se pagarem, manda astros, super tucano, M60, Leo 1, Marruás e etc.. do contrário, fazem mais falta aqui

Gabriel BR
Gabriel BR
7 meses atrás

Vão ser destruidos

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  Gabriel BR
7 meses atrás

Sim, assim como os T72, T80U (com proteção ativa), T90, BTR 82, BMP, T64BV e etc..

Joe
Joe
Reply to  Heinz Guderian
7 meses atrás

Assim como todo aquele material russo espalhado pelas estradas ucranianas.

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  Joe
7 meses atrás

Caro Joe, eu incluí blindados russos na lista. Saudações.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Heinz Guderian
7 meses atrás

Z

Tutu
Reply to  Gabriel BR
7 meses atrás

Bora crescer

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  Gabriel BR
7 meses atrás

Kiev já caiu?
Zzzzzzzz

Teropode
Reply to  Heinz Guderian
7 meses atrás

Vai esperar o próximo inverno 🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣😭😭😭😭😭😭😭

Joe
Joe
Reply to  Heinz Guderian
7 meses atrás

Caiu não. O Exército russo anda zzzZZZzZZzzz… muito.

Alexandre
Alexandre
7 meses atrás

Pessoal ta mandando equipamento pra Ucrânia achando que lá é ferro velho…

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Alexandre
7 meses atrás

Avisa isso pra Rússia kkkk

Renato Vargas
Renato Vargas
7 meses atrás

Itália tem um monte desses nos estoques de reserva. Tem levar no martelinho de ouro primeiro…

DanielJr
DanielJr
Reply to  Renato Vargas
7 meses atrás

Do jeito que as coisas estão, nem precisa disso, não dá tempo e não há dinheiro. Basta passar um querosene no tubo do canhão, carga lenta na bateria, troca de óleo com bardahl e boa. Bora pra linha de frente.

pedro
pedro
7 meses atrás

Qual a utilidade disso naquele conflito? Simples, colocar dentro de garagens, escolas, hospitais, lojas e outras infra-estruturas civis e quando serem atacados e destruidos o dano a essa infra-estrutura será mostrada por um jornalista ocidental como “crime de guerra”. Pois valor militar naquela campanha é quase nulo.

A Ucrania é uma palestina assistida pelo ocidente!

Guilherme Leite
Guilherme Leite
Reply to  pedro
7 meses atrás

Nesse sentido de equipamento inferior não serve pra nada, a Rússia já deveria estar preparando o desfile da vitória em KIEV !

Um Leopard 1 contra um BTR80, contra infantaria da conta do serviço. Os Sherman não era superior ao Panther, mas era o que se tinha !

Seguindo sua linha de pensamento: Se mata, vc é pobre mesmo, vai viver pra que ? 🙂

Antonio Palhares
Antonio Palhares
7 meses atrás

Honestamente.
Como estes tanques entrarão na Ucrânia ?
Terão o fim dos S-300

Nilton L Junior
Nilton L Junior
7 meses atrás

Manda manda, mas manda logo pode ser que não da tempo de chegar, a burocracia da NATO/UE as vezes atrapalha né Zé Lelénsqui, como se dizia antigamente esta sendo feito de loque.

eliton
eliton
7 meses atrás

O oficialato deve estar ancioso pra saber o desempenho do Leopard contra oT-72.

DanielJr
DanielJr
Reply to  eliton
7 meses atrás

Tudo depende de táticas e mais um monte de variáveis, mas se for no super trunfo, várias pessoas aqui no BR que acham que o felino é o top de linha entre os usados serão decepcionados. Na realidade mostrará, e já está mostrando, que um monte de armas portáteis são tão ou mais úteis que uma frota de blindados dependendo do cenário. Países mais pobres simplesmente não conseguem fazer frente a um inimigo superior, e essas armas em alta quantidade causam danos o suficiente para desmotivar/derrotar o invasor. Por mais que o EB não tenha tantos recursos pra comprar e… Read more »

Heinz Guderian
Heinz Guderian
7 meses atrás

Nossa, realmente gostaria de ver os Leopard 1 em ação, mas espero que esse conflito acabe logo.

PACRF
PACRF
7 meses atrás

Engraçado, a imprensa noticia o tempo todo o envio de equipamentos bélicos para a Ucrânia, e a Rússia não impede ou não consegue impedir a entrada dos mesmos. Semana passada o Boris Johnson foi a Kiev, visitou o Zelensky, andou pelas ruas da cidade, sem ser molestado pelos Russos. A imprensa mundial noticiou essa visita. Se de fato a Rússia tem essa tal de “superioridade aérea”, por que não derrubou o avião do primeiro-ministro inglês? Foi por medo ou incapacidade?

Felipe
Reply to  PACRF
7 meses atrás

Porque não quis simplesmente. Acha que não teria destruído os prédios do governo se quisessem? Um Kalibr apenas resolveria.

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  PACRF
7 meses atrás

Mas você sabe se o “festeiro” foi de avião? Eu acho que ele foi de avião até a Polônia e de lá por terra para o encontro.

Boitatá
Boitatá
Reply to  PACRF
7 meses atrás

Eles só divulgam que houve a visita depois que o cara já está voando de volta pra casa.

Rayan
Rayan
Reply to  PACRF
7 meses atrás

Na verdade tem havido muitos ataques por mísseis de cruzeiro a depósitos de armas e munições, inclusive fornecidos pela OTAN.

Ontem em Dnipro destruíram a bateria do S-300 fornecida pela Eslováquia em ataque com Kalibr.

Muitos NLAW e AT-4 foram aprendidos.

Os Javelins estão se esgotando.

Guilherme Leite
Guilherme Leite
Reply to  Rayan
7 meses atrás

Engraçado, os vídeos atualizados tem mais Javelin que qualquer outra coisa kkkkkk.

O estoque americano dessas armas são coisas surreais viu, KMs e KMs de fileiras dessas armas em depósito, vi um documentário uma vez, parecia que eles estavam preparados para enfrentar o mundo inteiro kkkkk

Rayan
Rayan
Reply to  Guilherme Leite
7 meses atrás

Sim, porém o estoque consolidado ao longo de 8 anos está se esgotando pela utilização maciça e eficaz inclusive nessa guerra. Necessitam de mais provisoes, isso que eu falei. Tanto que o Biden aprovou fornecimento de mais armas em novo pacote.

Obviamente no arsenal americano existem centenas de milhares de Javelins.

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Rayan
7 meses atrás

A eslovaquia desmentiu que o S300 destruído seja deles. Possivelmente é um dos usados pela Ucrânia pois já estava no armazém ou seja é uma dia que os Ucranianos guardavam para evitar perdas. Eu amo essas declarações russas de que “muitos armamentos da OTAN foi apreendido” nos vídeos publicados pelos chechenos no tiktok mostram geralmente 12, 13 no máximo 17 onde mais da metade esta utilizado ou inoperante (danificado). Teve até um vídeo de outra guerra que usaram como propaganda dizendo que era uma grande depósito de armas Ucraniana onde havia milhares de armas doadas pela OTAN e foi destruído… Read more »

Rayan
Rayan
Reply to  Wellington Jr
7 meses atrás

Prezado Tivemos no início discussões ferrenhas e dos quais tenho certeza que, assim como eu, não me orgulho. Temos debatido com equilíbrio, respeito e serenidade. É o básico, não há propósito em se digladiar por causa de uma guerra na qual ambas as partes insuflam perdas do oponente e glorificam vitórias mitológicas. Ambos países são pautados por elites dominantes que há décadas são pautadas pela mentira e falta de transparência perante suas sociedades. Pode verificar que eu não mais publico qualquer versão oficial do Ministério da Defesa da Russia, justamente por não ser 100% crível. Da mesma forma, os relatórios… Read more »

Rayan
Rayan
Reply to  Wellington Jr
7 meses atrás

Quanto à força aérea ucraniana ainda estar operando, ainda que em número reduzido, é fato que nem a Rússia desmente mais, propangandearam na primeira semana e se contradisseram, porém seu uso em campo de batalha está inoperante desde a terceira semana de conflito, pois as forças russas estabeleceram uma grande rede de vigilância por radares de baterias antiaereas e emprego de BUK novos,Pantsir e S-300V que permitiram conter a efetividade da força aérea ucraniana, majoritariamente destruída.

Ze das couve
Ze das couve
Reply to  Rayan
7 meses atrás

Bobagem. Chega carregamento de Javellin, NLAW, Panzerfaust, etc. todos os dias na Ucrânia. A fábrica do Javellin não para. Fora que o estoque do US Army é absurdamente grande. Agor apergunta como está a fábrica que produz Scander?

Rayan
Rayan
Reply to  Ze das couve
7 meses atrás

Bobagem mais uma vez sua intervenção tosca e despreparada, como já é notório nesse site. Armamentos antitanque são determinantes em combates urbanos onde o combatente pode usar estruturas fortificadas para emboscadas e no caso de áreas de vegetação média/alta. Porém é fundamental haver capacidade de penetração nas linhas inimigas e não é simplesmente por se ter um armamento antitanque avançado que a certeza de vitória ocorrerá. Mas ainda que as forças ucranianas sejam bem sucedidas, não é esse o fator que leva a uma vitória real no campo de batalha, mas capacidade logística, iniciativa operacional, conhecimento do terreno e efetivo… Read more »

Airton
Airton
7 meses atrás

Fiquei sabendo que aqui no Brasil o EB está para lançar uma proposta de modernização para refazer a funilaria e motor estendendo a vida útil assim por mais 250 anos

João Fernando
João Fernando
Reply to  Airton
7 meses atrás

Isso no mínimo

Felipe
7 meses atrás

Dessa vez quando aparecerem as fotos de tanques destruídos, não vai ter como falar que eram Russos hein?

RPiletti
RPiletti
7 meses atrás

BTR4 com 30mm esta deixando T-72 fora de combate…

Rayan
Rayan
Reply to  RPiletti
7 meses atrás

Qual fonte, meu caro? Assim , sem nada concreto, fica difícil.

Guilherme Leite
Guilherme Leite
Reply to  Rayan
7 meses atrás

Fonte: Vídeo feito em Mariupol de um BTR com 30mm pegando a traseira de 3 tanques (não sei precisar qual modelo), os tanques não conseguiram descobrir de onde vinham os impactos e fugiram do combate, acho que dois foram pro saco !

Rayan
Rayan
Reply to  Guilherme Leite
7 meses atrás

Ok, vou tentar achar.

paulotd
paulotd
Reply to  Guilherme Leite
7 meses atrás

Eu vi esse vídeo,mas não vi nenhum T-72 destruído por 30mm não.. Aliás acho que é impossível isso.

Eles foram avariados principalmente nas rodas e lagartas, e sim ficaram sem mobilidade. Mas as partes vitais intactas, uma manutenção simples resolve e o tanque tá de volta pra combate.

RPiletti
RPiletti
Reply to  Rayan
7 meses atrás

Tem no mínimo 2 vídeos onde o 30mm acerta a parte lateral/traseira dos T-72…

Rayan
Rayan
Reply to  RPiletti
7 meses atrás

Não vi. Porém a blindagem de um MBT é capaz de sustentar projéteis de 30 mm, havendo danos nas lagartas que afetam a mobilidade. Não estou duvidando, não vi o vídeo, só contextualizando, ressalto.

Rayan
Rayan
Reply to  RPiletti
7 meses atrás

Se puder indicar o link para eu poder ver,agradeço. Interessante para análise.

Heinz Guderian
Heinz Guderian
7 meses atrás

E tem algum blindado que não seja liquidado por ataque aéreo, de drone, helis ou jatos?
E de artilharia ?

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Heinz Guderian
7 meses atrás

Tem o T14 Armata… nunca foi perdido em combate..

Pq nunca combateu.

Nascimento
Nascimento
7 meses atrás

Depende da munição. Mas no geral não. Mesmo com nossa melhor munição flecha, não conseguimos penetrar no T-72 nem na lateral do chassi ou da torre, que dirá frontalmente. A única chance é atacar a parte traseira do T-72. O T-72 venezuelano com Kontact 5, sem chances, isso vai variar de acordo com as versões do T-72 que o exército russo opera. Esse CC (T-72), além de possuír uma blindagem muito superior ao do nosso Leopard 1A5, ele também possuem canhão com muito mais poder de fogo. Nosso tanque carece de blindagem. O T-72 surgiu em 1973 e desde então… Read more »

Last edited 7 meses atrás by Nascimento
gari
gari
Reply to  Nascimento
7 meses atrás

Cancelar o VELHA couraça pra adquirir um MMBT como o TAM com canhão de 105mm, melhor continuar as modernizações que sai mais barato.

Last edited 7 meses atrás by gari
Henrique
Henrique
7 meses atrás

Qualquer coisa que se mova e atire é útil para os ucranianos. O pessoal que fala mal disso parece que nunca leu um livro de história militar.

jomado
jomado
Reply to  Henrique
7 meses atrás

Ate bodoque,se o peao der uma treinada.kkkkkk

Matheus
7 meses atrás

Quem sabe o comando agora não acorda e já pensa em um substituto.
Apesar de que eles provavelmente estão focados em não brochar mais hahahahahahahaha

Maurício.
Maurício.
7 meses atrás

Esses dias eu sugeri o Brasil mandar os M-60 os leopard-1A1 e até os M-41 se não tivessem sido doados para o Uruguai, todo mundo envia tanque sucata para a Ucrânia.

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Maurício.
7 meses atrás

O problema do Brasil é que ele quer ser neutro ( por causa do BRICs que só serve para fornecer para os Russos e Chineses). Eu se fosse presidente já tinha ligado pro Biden e falado ” Fala veio da broxa, seguinte tenho umas velharias aqui e algumas coisas do meu arsenal novo ( salvaria a Avibras,Embraer e toda a indústria belica) bora fazer um trade de equipamentos? Te vendo de tudo que tenho disponível ( despacharia os leo1, Mi-35, astros, Super tucano) e de lambuja meteria uns MT300 que são baratinhos. Em troca bora assinar uns terminhos aqui uma… Read more »

Boitatá
Boitatá
7 meses atrás

Nem só de T-72 vive a Rússia

DanielJr
DanielJr
7 meses atrás

Eu também acredito que eles estão poupando seu equipamento mais avançado. Não há notícias de uso deles em campo, exceto dos mísseis de cruzeiro e a aparição de alguns jatos ou bombardeiros estratégicos eventualmente.

Rogério Loureiro Dhiério
Rogério Loureiro Dhiério
7 meses atrás

É de certa forma uma espécie de “Cala a Boca”, ou algo mais do tipo “Ai, viu, estamos ajudando sim”…..da OTAN para o Zelensky.

Já estão sendo enviados Caças, Sistemas Antiaéreos, veículos…tudo o possível.

dfa
dfa
7 meses atrás

Perfuração da blindagem frontal de um T72 com uma peça de 105mm é em teoria impossível, já atingir a lateral com uma munição 105mm M-426 a menos de 2 mil metros as probabilidades aumentam significativamente.
Bom adestramento da tripulação combinado com aplicação tática e estratégica correta dos meios farão toda a diferença.

Tutu
Reply to  dfa
7 meses atrás

O pessoal fala como se Rússia só tivesse T-72 para cima, esses leopards ainda dão um caldo pra cima dos IFVs e APCs russos, sem falar no apoio de fogo.

Coronel James Braddock
Coronel James Braddock
7 meses atrás

Temos mais a ganhar com a neutralidade (questão nuclear do SUBNUC) do que se expor nesta guerra…no máximo receber refugiados

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Coronel James Braddock
7 meses atrás

Acha que vamos conseguir algo mesmo no Subnucle? Com o andar da carruagem o Brasil vai acabar sendo alvo devido a puxar a sardinha para os russos. Tá sonhando chefia, o Brasil vai ficar anos e nada dos russos ajudar em algo definitivo, conhecemos a história dos russos e sua “parceria”. Somos o país mais burro de todos, compramos o casco francês e o projeto interno dos russos kkkkkkk advinha o que vai acontecer.

Andre
Andre
7 meses atrás

E aquela ameaça do Putin de retaliar quem enviasse armas para a Ucrânia?

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Andre
7 meses atrás

Só late que nem cão velho e sem dente.

Rayan
Rayan
Reply to  Andre
7 meses atrás

Penso nisso volta e meia. O primeiro precedente de fraqueza já dá espaço para a oportunidade de escalada e adoção de abordagem mais desafiadora.

_RR_
_RR_
7 meses atrás

paulo, Nascimento, Em combates a distâncias inferiores a 1000 metros, é possível para qualquer canhão de 105mm de alta pressão penetrar qualquer carro de combate no hemisfério traseiro (da torre para trás), utilizando munição APFSDS de tungstênio. E se considerarmos distâncias inferiores a 500 metros ( que é onde ocorre a maior parte dos combates ), há sim o risco de um dano maior, e mesmo uma ERA pode não dar conta. Aliás, a proteção ERA visa principalmente conter a ameaça de lança rojões, canhões sem recuo e mísseis A/C, que se proliferam pela infantaria, e sua eficácia contra munições… Read more »

Oseias
Oseias
7 meses atrás

se os americanos prometerem nos dar M1A2 abrams em troca, podemos doar 220 leopards 1.

RDX
RDX
7 meses atrás

Falou em doar armamento brasileiro (eu defendo a doação de ASTROS antigos, ALAC, MSS 1.2AC, Guarani etc.) para a Ucrânia começa o drama. Depois reclamam quando somos ridicularizados por outros países (quem não lembra da expressão anão diplomático?). Enquanto isso Israel que usou um avião russo como escudo contra SAM sírios é um dos principais aliados do regime Putin. E a Turquia? Abateu um Su-24 russo na covardia, abastece os ucranianos com temível drone Bayraktar, comprou S400, é da OTAN mas sofre sanções dos EUA por comprar o S400 e teve escaramuças com os russos na Síria…e mesmo assim mantém… Read more »

Last edited 7 meses atrás by RDX
Rayan
Rayan
Reply to  RDX
7 meses atrás

Sim, boa analise, mas a mentalidade de torcedor cibernético impede muitos entenderem a realpolitik no mundo real..

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Rayan
7 meses atrás

Já falei o Brasil no BRICs é a camisinha da China e Rússia, não há vantagem em desenvolvimento do Brasil em si, o que desenvolvemos em indústria nacional desde que entramos no BRICS? Nada! Foi o inverso só perdemos indústrias. Exportamos minério barato e compramos chapas caras em dólar, vendemos soja e compramos fertilizante.
Até nossa gasolina é dolarizada por causa da falta de modernização no nosso parque de refino.
Somos dependentes do mercado externo, algo inaceitável para um país como o Brasill. Mas quem nasceu pra ser colônia nunca vai ser colonizador.

Rayan
Rayan
Reply to  Wellington Jr
7 meses atrás

Concordo plenamente com tudo que você desabafou. Temos no Brasil orgulho de sermos a potência agro, predominando nossa base econômica em atividade agroextrativista e de baixo valor agregado. Ser engenheiro ou físico no Brasil é se condenar a empregos precários Nossa base industrial atual equivale a 1947. Estudo do IEDI. Seu desabafo até nos faz refletir da idiotice de muitos perderem tempo e emoção com uma guerra deplorável longínqua, deixando de focar nas nossas mazelas. Isso expõe a falta de foco de nossa sociedade. Enquanto isso vemos países como a Coreia do Sul e Cingapura avançando e evoluindo, quando na… Read more »

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Rayan
7 meses atrás

Veja como o Brasil é burro , éramos uma potência exportadora de material bélico, temos projetos militares de grande potencial de mercado, porém batemos com a cara na porta porque sempre escolhemos ficar do lado errado da mesa ao invés de assumir realmente uma postura “negociamos com o mundo”, o Brasil deixa de evoluir em tudo porque ficamos sempre naquela ” o povo tem fome”, gastamos bilhões com assistencialismo, bilhões com programas de incentivo a curso superior, mas nunca saímos do buraco. Pois tentamos soluções fáceis para problemas complexo. Cingapura e Coreia do Sul os caras ensinam matemática aplicada para… Read more »

Jesuino
Jesuino
Reply to  Rayan
7 meses atrás

Argentina feliz em vender pickaps para a potência agro. Quem tem cabeça pensa, que não tem Ford.

Rayan
Rayan
7 meses atrás

Uma afronta e piada fornecer um Leopard 1 tão obsoleto, facilmente destruído por qualquer RPG-7. Lamentável, chega a ser um menoscabo ao povo ucraniano em sua resistência.

A escassez de tanques e blindados pelo exército ucraniano é grave e crônica (muitas centenas destruídos e outras centenas inutilizados em 45 dias de guerra), mas propor “apoio militar” fornecendo esse tipo de equipamento obsoleto é ultrajante.

Nem o Leopard2A5 seria muito eficaz nesse conflito, que dirá um tanque que é ligeiramente inferior em desempenho e blindagem aos T-64 que a Ucrânia empregava, no caso o pífio Leopard 1.

Jhenison Fernandez
Jhenison Fernandez
7 meses atrás

Acho que uma DM63 fura a lateral de um T72 sim hein

Alexandre ziviani
Alexandre ziviani
7 meses atrás

O Brasil poderia ajudar a Ucrânia
ao enviar uma centena de Cascaveis com melhorias no telemetro,estabilização da Torre ,mira termal,umas câmeras externas,colocar grades ao redor dele,iria ajudar muito no apoio de fogo .

Pablo Maroka
Pablo Maroka
7 meses atrás

hahaha agora vai!

naval762
naval762
7 meses atrás

Sera que os ucranianos querem uns cascavéis, urutus, já que eles tão pegando tudo mesmo?

Rodrigo
Rodrigo
7 meses atrás

Os leopard I vão abrir os olhos de muita gente para mostrar o quão mal preparado estão as forças blindadas do Brasil, na verdade, o Brasil está despreparado para um conflito moderno, ponto. temos poucos ATGMs, não temos um grande arsenal de PGMs, poucas armas anti carro, blindados da década de 50 e 60( 500 guaranis não vão mudar o panorama), pelotões não estão equipados com visão noturna(ucranianos estão fazendo um grande estrago com inserções a noite), não temos mísseis balísticos táticos para atacar depósitos e outros alvos importantes, e muitos outros problemas que mostra o quão despreparado está o… Read more »

Felipe M
Felipe M
Reply to  Rodrigo
7 meses atrás

Só fazendo uma ressalva , 100 misseis taticos de cruzeiro foram contratados para os nossos astros. A FAB quer para usar no Gripen. Deve adquirir futuramente.

Antunes 1980
Antunes 1980
7 meses atrás

Podem ser extremamente úteis. Os próprios T-64 ucranianos estão dando trabalho contra os T-72, creio que os Leo1 podem ter um desempenho superior aos blindados ucranianos.

Digo
Digo
Reply to  Antunes 1980
7 meses atrás

Exceto que os T-64BV são bem superiores aos Leo1

RDX
RDX
Reply to  Digo
7 meses atrás

Muito superiores. O T-64BV possui canhão 125mm capaz de disparar o ATGM AT-8 e blindagem ERA adicional. O T-64 Bulat é uma versão avançada com computador de tiro do T-84, blindagem ERA Nozh e capaz de disparar o ATGM AT-11.

Jhenison Fernandez
Jhenison Fernandez
Reply to  Antunes 1980
7 meses atrás

Se um RPG-7 Fura, por que uma DM63 não o faria ?

RDX
RDX
Reply to  Jhenison Fernandez
7 meses atrás

A granada HEAT (com ogiva de estágio único) do RPG-7 (500 mm RHA) e a munição 105 mm DM-63 (450mm RHA) não penetram a torre dos atuais tanks russos equipados com blindagem ERA Kontakt-5 ou Relikt. A blindagem Relikt do T-90 oferece proteção inclusive contra munições em tandem.

Tutu
Reply to  RDX
7 meses atrás

Não precisa penetrar, esta cheio de vídeos de ucranianos atacando T-72 com RPG-7, é só destruir as lagartas, e imobilizar o veículo.

Maurício Veiga
Maurício Veiga
Reply to  Tutu
7 meses atrás

Exatamente, todo e qualquer carro de combate (mbt) tem este Tendão de Aquiles!!!

Oráculo
Oráculo
7 meses atrás

A Ucrânia perdeu quase todos os seus MBTs.

Esses LEO 1 vão ajudar e muito.

Só não podem demorar tanto para entrar em combate.

40 dias pra entregar, mais um tempo para treinar os caras e depois levar até o front. Nisso vai quase 2 meses.

Até lá a guerra já foi ganha ou perdida.

Hilton
Hilton
7 meses atrás

Sendo o chato da vez, uma vez que ninguém mais utiliza o Leopard 1, somente o Brasil que ainda não fez um upgrade no mesmo, quem irá fornecer a munição? O Brasil? Pois pelo que eu me lembro o canhão do Leopard 1 não é padrão OTAN! Ou a Alemanha ou Itália ainda tem munição do Leopard 1?

Hilton
Hilton
Reply to  Hilton
7 meses atrás

Grato pela informação! Como leigo eu pensava que a munição padrão da OTAN fosse munição de 120mm.

Last edited 7 meses atrás by Hilton
Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
7 meses atrás

Se fossem tripulados e manutenidos por alemães..até teriam utilidade..

Até os ucranianos aprenderem a lidar com eles, o galo já cantou..

Henrique
Henrique
7 meses atrás

Dependendo da munição são efetivos sim. E a blindagem dos tanques russos está se mostrando ineficiente até para os 30mm pois uma única munição incendiária que perfure a blindagem lateral já se tornam um incinerador pois também não possuem proteção eficiente das munições alocadas internamente.
As maiores perdas russas estão nas tripulações de seus tanques, perdidas com a combustão extremamente rápida das munições internas. Alguns vídeos são chocantes…

RDX
RDX
7 meses atrás

As munições 105mm APFSDS-T DM-33 e DM-63 usadas pelos Leopard 1 do EB são capazes de penetrar 380 e 450 mm de blindagem, respectivamente. O wiki cita que a torre do T-72 com blindagem reativa kontakt-5 possui proteção superior a 690 mm…e o T- 90 com blindagem reativa Relikt superior a 900 mm. Portanto, tem gente delirando ao imaginar um confronto entre o Leopard 1 e os tanks russos. Basta dizer que o canhão 120 mm foi desenvolvido para enfrentar os T-72 da década de 80 equipados com blindagem reativa kontakt-1.

Maurício Veiga
Maurício Veiga
7 meses atrás

Tirando a parte frontal (bochechas) da torre e chassis o 105mm atravessa o T72 e seus derivados sem grandes dificuldades …

Fish
Fish
7 meses atrás

Excelente piada de mau gosto dos alemães, querem se livrar dessas sucatas a qualquer custo, não são eles que vão morrer dentro dessas jacas mesmo. Melhor os ucranianos ficarem com seus T-64 e T-72 que é indo e voltando melhor que os Leo 1.

Coronel James Braddock
Coronel James Braddock
7 meses atrás

interessante…as nossas forças armadas poderiam dar uma garimpada na Europa e comprar mais leopard 1 e 1A5

Control
7 meses atrás

Srs A efetividade de um conjunto canhão/projétil depende da natureza do projétil (se flecha – forma/massa/dureza; se explosiva – forma/massa/natureza do explosivo) e da velocidade do projétil é lançado e a distância que ele percorre antes de chegar ao alvo. Por outro lado, a efetividade de uma blindagem depende da natureza desta (material – metal, composta, ativa, etc.) da forma (plana, inclinada, etc.). São muitas variáveis que ainda ficam mais complicadas se for considerado que os veículos blindados possuem estruturas que apresentam áreas mais vulneráveis, com as laterais, topo e traseira sem contar a vulnerabilidade das lagartas. Todo este preâmbulo… Read more »

George
George
7 meses atrás

A OTAN vai vencer a Rússia sem dar um tiro.

Paulo Drusnam
Paulo Drusnam
7 meses atrás

Alemanha se .c.aga de medo da Russia, bando de galinhas chocas

Últimas Notícias

Imagens de uma guerra: míssil anticarro erra o alvo por pouco

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um ATGM russo passando sobre um carro de combate ucraniano. A...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -