sábado, junho 25, 2022

Saab RBS 70NG

Alemanha quer transferir blindados antiaéreos Gepard para a Ucrânia

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

De acordo com uma reportagem da Spiegel, a Alemanha pretende transferir sua arma antiaérea autopropulsada Gepard (SPAAG) para a Ucrânia.

O Spiegel acrescentou que um anúncio será feito hoje na Base Aérea de Ramstein sobre a transferência e treinamento de ucranianos para operar o obuseiro autopropulsado PzH 2000 155 mm que a Holanda está doando para a Ucrânia.

A KraussMaffei Wegmann, fabricante do Gepard, havia indicado em fevereiro que 50 unidades estão prontas para transferência após passarem por alguns reparos.

- Advertisement -

140 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
140 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Zabumba
Zabumba
1 mês atrás

É para quem bateu o pé que não iria pagar o gás e o petróleo em rublo… e depois abaixou as calças …é o tipo garoto mimado esse governo alemão …fala asneira para o público interno, logo o povo se rebela.

Marlos
Marlos
Reply to  Zabumba
1 mês atrás

Por falar em gás parece que a Rússia cortou fornecimento da Polônia, mas ainda não consegui confirmar.

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  Marlos
1 mês atrás

parece que sim

Miguel Carvalho
Miguel Carvalho
Reply to  Zabumba
1 mês atrás

Não baixaram as calças. Disseram que iriam pagar conforme ficou contratado.

A Polónia é que está com um problema entre mãos. Os russos cortaram mesmo o gás.

Presumo que as coisas não estejam a correr bem, para fazer algo assim.

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Miguel Carvalho
1 mês atrás

A Polônia se recusou a pagar pelo gás em rublos. Mas o contrato com a Rússia já iria vencer em quatro meses e os poloneses não pretendiam renová-lo, pois o país tem fontes de gás alternativas o suficiente para suprir a demanda do país.

Last edited 1 mês atrás by Bruno Vinícius
Miguel Carvalho
Miguel Carvalho
Reply to  Bruno Vinícius
1 mês atrás

Obrigado. Não estava a par.

gordo
gordo
Reply to  Bruno Vinícius
1 mês atrás

Alternativas existem, por sinal para toda a Europa, a questão é o preço. Se vier dos EUA falam em um custo seis vezes maior, e convenhamos que isso não é pouco, ainda mais se tratando de Países com inverno rigoroso. No mais, a questão dos gepard pode ser lida de varias formas, e uma delas é que a defesa aérea Ucraniana ainda tem alguns poucos meios operando e não esta bem apesar de ter logrado boas vitórias. Há quem comemore essa ocidentalização do exercito da Ucrânia, mas isso parece estar acontecendo graças a destruição ou inoperância dos meios que Ela… Read more »

Bruno Vinicius
Bruno Vinicius
Reply to  gordo
1 mês atrás

Até concordo que as perdas materiais da Ucrânia nessa guerra devem estar sendo consideráveis. Porém, alegar que a ocidentalização está ocorrendo principalmente por conta das perdas ucranianas é ignorar que não só o país está sob uma mobilização geral (e, portanto, precisa de equipamentos para armar os conscritos), mas também que o material sendo doado é, em sua maioria, mais moderno do que o operado pela Ucrânia atualmente, ou seja, a substituição está ocorrendo ao menos parcialmente por conta da modernização das FAs do país. Quanto aos Gepards, a lógica é a mesma. Ainda que os Ucranianos não tivessem perdido… Read more »

gordo
gordo
Reply to  Bruno Vinicius
1 mês atrás

É exatamente como falei, pode ser lido de varias formas e essa que você expõe é uma delas. Que equipamento adicional é bom não tenho duvidas, mas também estou longe de ter certezas sobre qual é a real situação da Ucrânia e da Rússia.

Mauro Cambuquira
Mauro Cambuquira
Reply to  Bruno Vinícius
1 mês atrás

Onde eles vão conseguir tanto gás assim tão rápido? Estranho…

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Mauro Cambuquira
1 mês atrás

Até outubro é para um gasoduto conectando a Polônia à Noruega e outro ligando a Polônia à Latvia entrarem em operação. A Noruega é um grande produtor de gás e a Latvia tem um grande terminal de LNG. Como os poloneses já tinham a intenção de não renovar o contrato no meio do ano, as preparações para a mudança já estavam bem avançadas (inclusive estoques de gás em 76%).

Guilherme Leite
Guilherme Leite
Reply to  Miguel Carvalho
1 mês atrás

Vamos ver a atitude dos poloneses, se eles manterem o posicionamento de apoio a Ucrânia, terão liberdade para fazerem muito mais do que já fazem.

Ou eles peidam rs

Capa Preta
Capa Preta
Reply to  Guilherme Leite
1 mês atrás

A Polônia e hoje o país mais “cabra macho” da Europa.

Paulo Drusnam
Paulo Drusnam
Reply to  Capa Preta
1 mês atrás

concordo plenamente, a Alemanha que se gaba de ter a maior economia da Europa não passa duma cabra afeminada

Alecs
Alecs
Reply to  Zabumba
1 mês atrás

Outro nick Tonho da Lua?

PRAEFECTUS
PRAEFECTUS
Reply to  Zabumba
1 mês atrás

Por falar em transferência de sistemas antiaéreos, olha em que estado estão vários veículos antiaéreo do exército ucraniano encontrados pelos russos ao capturarem uma base militar dos ukres…

Alguns sistemas ainda se encontram funcionando.

https://youtu.be/DeJdLYpCY6w

Salvem o link do canal indonésio, vídeos novos a todo momento!

Grato

PRAEFECTUS
PRAEFECTUS
Reply to  PRAEFECTUS
1 mês atrás

Em tempo…

Para aqueles que pensam que a Ucrânia está vencendo a guerra olha aí a reportagem da AFP sobre o estado do moral das tropas Ukres …

Lembrando que a AFP faz parte do establishment globalista. Ou seja, para falarem isso é porque a coisa tá feia mesmo pros Ukres.

Acompanhe…

https://youtu.be/TmLRgPmO1tg

Vinicius 023
Vinicius 023
Reply to  PRAEFECTUS
1 mês atrás

Kings é vc? Escrita igual.

Vinicius 023
Vinicius 023
Reply to  PRAEFECTUS
1 mês atrás

Mais um fake do Tonho.

Kornet
Kornet
1 mês atrás

Seria interessante se tivesse uma lista dos países e armas que estão sendo enviadas .

glasquis 7
1 mês atrás

Putz!. Agora só falta a Bolívia querer transferir submarinos pra Ucrânia.

Do que servem esses Gepard contra os SU 27? Os Ucranianos conseguiriam dar manutenção apropriada?

Armamento leve, Manpads tipo Javelin, Stingenr ou até igla. Isso precisa a Ucrânia. Blindados como esse não passariam de alvos para os SU.

Uma guerra assimétrica, nestes momentos é vantajosa pra Ucrânia pois reduz as diferenças apresentadas pelas forças beligerantes Tentar equiparar a força ucraniana à força russa só aumentará o abismo de capacidades entre ambas.

ORIVALDO
ORIVALDO
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

E ele só serve contra aviões meu filho ?

glasquis 7
Reply to  ORIVALDO
1 mês atrás

É uma bateria antiaérea autopropulsada… Serve pra pássaros também mas não acho que esse seja o problema dos Ucranianos neste momento.

O problema está em que é um armamento novo, grande, pesado e que precisa de doutrina e treinamento pra operar. Os próprios blindados russos, operados por tropas russas, estão sofrendo na região.

O armamento enviado deve ser leve, furtivo de fácil transporte e operação e que não precise de muito treinamento. Tem que lembrar que na maioria das tropas ucranianas em combate são civis armados e nada mais.

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

O Brasil deve ficar de olho no uso e resultados deste equipamento para fins de avaliação de seus pontos fracos e fortes e aprender mais sobre seu uso

Luís Henrique
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Os Gepard podem derrubar helicopteros, drones e outras aeronaves voando baixo. Também podem ser usados contra blindados e infantaria.
Não precisa ser o equipamento mais moderno do mundo, qualquer ajuda é bem vinda.

glasquis 7
Reply to  Luís Henrique
1 mês atrás

Amigo, pra operar esse tipo de armamento se precisa de doutrina e treinamento. Algo que a Ucrânia não têm é tempo pra treinar e criar doutrina.

Os blindados nessa região sofrem muito pelo terreno e pela manutenção. Um helicóptero detecta um Guepard a quilômetros de distância. Já um soldado com um mandpads não e é rápido e fácil de treinar

Henrique
Henrique
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Do ponto de vista doutrinário qual seria a diferença de um Gepard para um Shilka?
Os ucranianos operam Shilka.
Uma vez dominada a questão técnica (a instrução não deve levar mais que algumas semanas para o pessoal já instruído no Shilka) não haverá problemas para empregá-lo.

glasquis 7
Reply to  Henrique
1 mês atrás

a instrução não deve levar mais que algumas semanas…”

Esse é o problema. A Ucrânia não tem algumas semanas. além do mais, as armas adequadas, já que são as que tem demonstrado mais efetividade, são as armas pessoais.

Nascimento
Nascimento
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Esse papo de criar ”dotrima” é papo de milico latino americano que gasta a maioria do orçamento com salário e quer dar uma desculpa pros atrasos dos seus programas de aquisição, jogando pra si mesmo um ”treinamento” superior aos demais países devido a demora não apenas na definição dos requisitos e estudos como também nas compras. Países sérios e em guerra como Síria, Iraque, Irã, Ucrânia, Vietnã e diversos outros conseguiram operar diversos meios terrestres rapidamente em conflitos de forma muito rápida e eficaz, óbvio que não foi perfeito, mas nada garante que um exército com doutrina perfeita sairia bem,… Read more »

glasquis 7
Reply to  Nascimento
1 mês atrás

Esse papo de criar ”dotrima” é papo de milico latino americano que gasta a maioria do orçamento com salário e quer dar uma desculpa pros atrasos dos seus programas de aquisição…”

Nem vale a pena gastar minhas digitais em responder.

Nascimento
Nascimento
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Falácia argumentativa. Desqualifica o argumento do adversário por meio de deboche mas não usa nada pra contrapor esse argumento e nem mesmo o refuta.  Só como exemplo: ”Os cursos do EB capacitam os militares para muitas funções aquém do necessário pra operação dos meios militares. No de Artilharia por exemplo eles habilitam o aluno a: operações de NÃO guerra, ADMINISTRATIVAS e da justiça militar prevista para sua Qualificação Militar, nas graduações de sargento não-aperfeiçoado por exemplo eles o treinam para: atuar como Instrutor e Monitor. Um aluno da arma de artilharia é obrigado também a ter instruções de tiro e… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Nascimento
Trathanius
Trathanius
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Já gastou 0t4r1o…

Guilherme Leite
Guilherme Leite
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Concordo em parte, a Ucrânia possui outros vasos de curto alcance, provavelmente incluíram o Gepard nesta doutrina, com a diferença de que este ficara ainda mais próximo da arma blindada ucraniana, acredito que é uma boa garantia contra drones e aviões com bombas burras, muito empregados nesta guerra !

glasquis 7
Reply to  Guilherme Leite
1 mês atrás

Seria sim mas, em outras condições de combate. Agora, o que a Ucrânia precisa é de armas leves.

Veja o quanto tem sofrido os russos com os seus blindados.

Este tipo de armamento não se adequa ao tipo de guerra que deverá ser seguido na Ucrânia.

José Luiz
José Luiz
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Não discorde de nada aqui, nem queira discutir questões técnicas reais, aqui só pode sonhar e torcer, nada mais; nada técnico ou realista é aceito aqui, por mais que seu comentário foi lógico, Gepard são velhos e fáceis de detectar, e requerem treinamento e manutenção pesada, que não é instantâneo; Manpads são ideais para a situação, só ver que várias Aeronaves foram abatidas com eles; mas não fale que tão mandando equipamentos ineficientes, que não terão utilidade, que necessita de treinamento, nem que a Ucrânia está tendo pesadas baixas, e perdeu muito equipamento, porque o tanto de coisa que receberam,… Read more »

Jose
Jose
Reply to  José Luiz
1 mês atrás

Amigo na cara NÃO na cara NÃO KKKKKKKK

Boitatá
Boitatá
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Que nada, os russos praticamente não usam armamento guiado de ataque ao solo a partir de aeronaves. O que eles tem de precisão são Kalibr, Iskander e Kinzal. O primeiro usam a partir de navios, o segundo de veículos lançadores do solo, mas são para alvos estáticos e mais valiosos e o terceiro é lançado de aviões, mas são ainda mais raros que os Iskanders.

Sukhoi voando baixo, helicópteros e mísseis de cruzeiro, Gepard abate.

glasquis 7
Reply to  Boitatá
1 mês atrás

Que nada, os russos praticamente não usam armamento guiado de ataque ao solo a partir de aeronaves. ..”

Por que não tem o que atacar. Se colocar Gepard de alvo, eles começarão a usar.

Além disso, a Ucrânia não tem quem opere esse tipo de armamento. É pesado demais pro terreno e grande como para se esconder. Além disso, as tropas ucranianas são, na sua maioria, civis sem treinamento. o que precisam é de armamento leve, fácil de usar e de transportar.

Luís Henrique
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Civis sem treinamento?

glasquis 7
Reply to  Luís Henrique
1 mês atrás

as tropas ucranianas são, na sua maioria, civis sem treinamento.”

Acaso a maioria das tropas ucranianas está formada por militares profissionais?

Luís Henrique
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Desde 2014 a Ucrânia está aumentando o tamanho de suas forças armadas. De cerca de 130 mil, aumentaram para cerca de 250 mil e mais 220 mil de reserva. Claro que agora com a guerra, estão recebendo voluntários, mas existe dezenas de milhares ou centenas de milhares de militares profissionais que podem utilizar meros 50 sistemas Gepard.
Pode pegar até os 32 Gepard do Brasil que militar profissional lá na Ucrânia não vai faltar.

Sicário
Sicário
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Que manutenção adequada? Os equipamentos estão sendo enviados para front. É necessário apenas abastecer e municiar. Lembra que é uma guerra total, e qualquer equipamento é bem vindo. Afinal, a ucrânia só está se segurando por conta dos equipamentos da OTAN.

glasquis 7
Reply to  Sicário
1 mês atrás

Lembra que é uma guerra total, e qualquer equipamento é bem vindo….”

Então manda uns submarinos.

737-800RJ
737-800RJ
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Não se engane: um Gepard bem camuflado na mata ainda consegue fazer estragos em aeronaves desavisadas voando baixo!

Boitatá
Boitatá
Reply to  737-800RJ
1 mês atrás

Lembrando ainda que os flares não te salvam dele

PACRF
PACRF
Reply to  Boitatá
1 mês atrás

É só lembrar daqueles dois helicópteros. Desesperados, gastaram todos os flares. Depois foram abatidos.

glasquis 7
Reply to  PACRF
1 mês atrás

Com manpads.

Flanker
Flanker
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

No caso daqueles 2 helis derrubados, do tópico de uns dias atrás, se fosse um Gepard também os teria abatido. Um MANPAD tem mais alcance e mais mobilidade, mas o canhão tem imunidade à contramedidas.

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  737-800RJ
1 mês atrás

Sem dúvidas, e como os Helis e os SU-25 voam muito baixo para evitar os Manpads, o guepard pode abater qualquer um deles com seus canhões de 30mm, quero ver soltar flares…
Sem contar que podem tbm destruir blindados leves.

Flanker
Flanker
Reply to  Heinz Guderian
1 mês atrás

Heinz, o Gepard tem canhões de 35 mm.

Miguel Carvalho
Miguel Carvalho
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Manutenção? O material já tem destino, usar até ser destruído.

glasquis 7
Reply to  Miguel Carvalho
1 mês atrás

Vc sabe operar um Guepard?

Pergunto por que acho que os ucranianos não sabem. Acho que eles aprendem mais rápido a usar um mandpads, que é mais barato e fácil de operar, do que um Gepard.

Miguel Carvalho
Miguel Carvalho
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

O exercito ucraniano tem tido treino com material ocidental. Na Polónia e Roménia.

São pequenos grupos de oficiais, sargentos e alguns praças.

O tempo de treino não é muito, mas são soldados exprientes a quem apenas tem que se dar formação sobre o material.

glasquis 7
Reply to  Miguel Carvalho
1 mês atrás

O tempo de treino não é muito”

Não???

E vc saberia dizer em quanto tempo se forma um tripulante de guepard? Aliás, algo mais fácil ainda, quanto demora em formar um operador de artilharia antiaérea?

Entenda que, é uma questão de “qual armamento, em qual situação”. A guerra deles é assimétrica.

Miguel Carvalho
Miguel Carvalho
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Foi assimétrica enquanto deu. No Dombass tem que lutar em terreno aberto.

No poder aéreo postaram o abate de dois Hélia russos onde se pode ver bem o tipo de terreno.

E a Ucrânia já treinava com a OTAN desde 2014, eles não estão tão indefesos como se julga.

glasquis 7
Reply to  Miguel Carvalho
1 mês atrás

Foi assimétrica enquanto deu. No Dombass tem que lutar em terreno aberto.”

Entenda que a guerra que a Ucrânia deverá lutar não é em Donbass. A guerra será de resistência e nesse caso, deve ser nas cidades.

Levar a guerra pra campo aberto é entregar a vitória em bandeja para os russos.

glasquis 7
Reply to  Miguel Carvalho
1 mês atrás

No poder aéreo postaram o abate de dois Hélia russos onde se pode ver bem o tipo de terreno.”

E foram derrubados com o que?

As armas que tem se mostrado efetivas para os ucranianos são o armamento leve. Se entrar a usar armamento pesado, a Rússia leva uma enorme vantagem, aliás, é a guerra que aos russos esperavam lutar.

glasquis 7
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

E a Ucrânia já treinava com a OTAN desde 2014, eles não estão tão indefesos como se julga.”

Os civis não participaram desses treinamentos mas sim da guerra.

Veja quantos objetivos foram derrubados com artilharia antiaérea de tubos contra quantos tem sido derrubados por manpads.

PACRF
PACRF
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Acho que quem não sabe operar os equipamentos que possui são os russos, pois mesmo com uma abissal diferença a favor, tanto em quantidade, quanto em qualidade, não conseguiram uma vitória contundente até hoje. Vale lembrar a vexaminosa retirada dos arredores de Kiev, provavelmente com medo da “recepção” que teriam.

Capa Preta
Capa Preta
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Pela altitude que a aviação russa está tendo de voar para soltar suas bombas burras eles tem muita serventia sim.

Satyricon
Satyricon
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Glasquis, entendo seu ponto, mas discordo. O Gueppard provê algum alerta antecipado com seu radar (curto, é verdade), mas melhor que nada, principalmente contra drones, de difícil visualização, mesmo à noite.
Lembremos também que no Bundeswehr, que me lembre, eles operavam com os Stingers.

glasquis 7
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Pois é. Agora estão aparecendo os problemas desses Gepard.

Paulo Drusnam
Paulo Drusnam
1 mês atrás

Alemanha já foi potência no passado, e seus habitantes não eram essas “galinhas chocas medrosas” de hoje, o politicamente certo da Dilma Merkel acabou com o país

Casemiro
Casemiro
Reply to  Paulo Drusnam
1 mês atrás

E o gás russo (ou falta dele) vai acabar com o resto.

Flanker
Flanker
Reply to  Casemiro
1 mês atrás

Senta e espera, xings…

Mazzeo
Mazzeo
Reply to  Paulo Drusnam
1 mês atrás

Concordo em partes, mas muito dessa política “pacifista” vem do que a história nos deixou, o maldito Adolfo foi um câncer na história alemã.
Mas isso não invalida o Heer, nem o soldado alemão.
Eles não chegaram as portas de Moscou por serem bananas, nem voltaram correndo com a mão na cabeça em pânico, mesmo com o exército soviético muito superior.

Flanker
Flanker
Reply to  Mazzeo
1 mês atrás

Falando em Hitler, um pequeno off:

https://www.bbc.com/portuguese/internacional-37619064

Felipe Morais
Felipe Morais
1 mês atrás

Será interessante ver como o Guepard é empregado em um combate moderno. De duas uma. Ou valida o emprego de nossos guepards ou poderá dar um ponta pé na iniciativa do EB de modernizar nossa defesa antiaérea.

De toda forma, de antemão, creio que seja um emprego muito limitado, ao menos contra os caças russos. Talvez tenha algum tipo de efetividade contra drones de vigilância russos?

Enfim, vamos acompanhar…

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Felipe Morais
1 mês atrás

“(…) ou poderá dar um ponta pé na iniciativa do EB de modernizar nossa defesa antiaérea”
Ou a terceira opção: deixar como está e continuar empurrando com a barriga aquele grupo de estudos sobre a nova AA até…até a volta de Cristo.

Nascimento
Nascimento
Reply to  Felipe Morais
1 mês atrás

Do jeito que é o EB é melhor torcer pro Gepard ir mal, pois se ir bem o EB vai dizer que o Gepard é uma AAe excelente e que atende a todas as necessidades, cancelando os programas media altura e pagando uma modernização no Gepard aos moldes da feita no M113 e Cascavel. Vai vendo.

Ai das unidades todas, modernizam só 12 pra ”mantê dotrima”.

Last edited 1 mês atrás by Nascimento
Miguel Carvalho
Miguel Carvalho
Reply to  Felipe Morais
1 mês atrás

Na batalha do Dombass, onde o terreno é aberto e plano, propicio a combates entre blindados, é de extrema importância ter cobertura aérea.

No poder aéreo, postaram um video do derrube de dois helis russos, onde se pode ver o tipo de terreno em causa.

Soldados com stingers e Manpads, mais uns Gepards e Chaparal, a coisa fica melhor para os Ucranianos.

Tem perdido muito terreno.

Jhenison Fernandez
Jhenison Fernandez
Reply to  Felipe Morais
1 mês atrás

Não só ele, como o Leopard 1A5.

Rodrigo LD
Rodrigo LD
1 mês atrás

É assim que se cria a dependência, que trará dividendos após o conflito. Nada é de graça nessa vida.

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Rodrigo LD
1 mês atrás

Custo que eles aceitaram, ninguém enfiou goela a baixo . Muito pelo contrário, eles solicitaram qualquer tipo de ajuda, bem sabendo que sozinhos e sem armamentos em quantidade não poderiam enfrentar o poder bélico russo.

Casemiro
Casemiro
1 mês atrás

Putz.
Mais tranqueira.
Os russos postaram um vídeo com mais de 100 blindados e caixas e mais caixas de munição em depósito tomado aos ucranianos.

Como dito: O que vem fácil, vai fácil.

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  Casemiro
1 mês atrás

Tem um navio roll-on/roll-off  espanhol com mais tranqueiras militares indo para a Ucrânia.Bem que os russos poderiam providenciar para que ele não chegue ao destino.E quanto mais bombardear as estações,ramais e pontes de trem melhor.

Eromaster
Eromaster
Reply to  Casemiro
1 mês atrás

Eu vi esse vídeo no Telegram, canal partizan1941. Eram centenas de blindados e muitas munições mesmo

Last edited 1 mês atrás by Eromaster
Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Eromaster
1 mês atrás

É o recorde…

Auto conversa com 3 nicks diferentes ahahahahaha

Eromaster
Eromaster
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
1 mês atrás

Para com essa mania de achar que todo mundo é King….

Flanker
Flanker
Reply to  Eromaster
1 mês atrás

Acusou o golpe? Se ru não dor aquele lazarento, é tão lixo quanto ele…tu, ele, o tal de Renato Machado e muitos outros. Todos putinetes.

Flanker
Flanker
Reply to  Flanker
1 mês atrás

Tu* for*

Casemiro
Casemiro
Reply to  Casemiro
1 mês atrás

A figurinha mais fácil nas mãos dos russos é o NLAW.
Tem muito.
O Javelin vem logo depois.
O Panzerfaust alemão ainda não são muitos capturados.

Flanker
Flanker
Reply to  Casemiro
1 mês atrás

E mesmo assim, Ka-52, Mi-8, Mi-17, Su-30, Su-34, Su-35, … continuam indo para o chão. Kkkkkkkkkkk
Não adianta te esconder atrás de outros nicks, xings….tua paspalhice é facilmente reconhecível.

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  Casemiro
1 mês atrás

Se os Chineses precisarem copiar o Javelin, é o fim da picada.
Creio que eles já tem meios equivalentes.

Flanker
Flanker
Reply to  Casemiro
1 mês atrás

“Usar um desse em um Bmp-1 que vale umas 4 vezes menos que o míssil, kkk. “

E os russos que estão lá dentro? Valem quanto? Para defensores das ideias do ditadorzinho, como tu, não devem valer nada mesmo.

Nick
Nick
1 mês atrás

Brasil tem alguns Leo 1 e alguns desses Gepard, poderia pedir uma compensação aos EUA/Alemanha para transferir os seus na forma de Leo 2 A4/5/6 ou M1 A2.

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Nick
1 mês atrás

O Brasil tá do lado da Rússia nessa guerra, basta ver que nossa diplomacia não nega as declarações de Moscou e o Presidente já deu claras posições em favor de Putin. O que o Brasil tá perdendo é a oportunidade de mercado em fornecer gás para a Europa ( a Petrobrás possui alguns navios de transporte de gás), perdendo a oportunidade de enviar produto nacional para ser testado em guerra e assim ter propaganda com avaliação real. Além de poder fazer uma barganha com os EUA. Mas esquece o Brasil já assinou o acordo com Moscou, em troca do apoio… Read more »

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Wellington Jr
1 mês atrás

Achei que o Brasil tinha se mantido neutro, porque sabe que depende muito de fertilizantes e outros insumos russos, e porque aquela guerra não tem nada a ver conosco…

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

Neutro? Coloca no Google “Moscou declara que Brasil não vai mais obedecer os EUA”. O Itamaraty não falou nada! Até onde eu saiba a capital do Brasil é Brasília e não Moscou. O Presidente Bolsonaro rasgou cedas e fez declarações favoráveis a Putin e suas ações chegando a afirmar que é direito dele ( Putin) agir em prol da segurança de seu país. Fertilizantes, fertilizantes, sempre a história de fertilizantes. Não é porque a gente compra 25% dos fertilizantes russos que temos de nos manter aliados a eles. Podemos fazer jogo duplo ( a falta que não faz um Getúlio)… Read more »

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Wellington Jr
1 mês atrás

É mesmo? Tira esses 25% de fertilizantes da nossa agricultura então.
Quer pagar 50 reais num couve em uma laranja? Porque eu não estou.
O Brasil tá certo. Não é uma guerra nossa, não é uma guerra que nos diz respeito, e a gente tá garantindo o nosso.

Last edited 1 mês atrás by Willber Rodrigues
Flanker
Flanker
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

Pelo jeito, tu não vai no supermercado. Tu sabe quanto estão custando os hortifrutigranjeiros? E a carne bovina? E o óleo de soja? E quanto está custando o diesel? E a gasolina?

Nascimento
Nascimento
Reply to  Wellington Jr
1 mês atrás

Nossa diplomacia condenou a invasão Russa na ONU, óbvio que o Brasil é contra essa operação russa, porém o Brasil não vai aplicar sanções contra a Rússia, isso não significa apoio diplomático nenhum, tanto é que Moscou e Washinton vieram pedindo apoio do Brasil seja diplomático ou em sanções. A Europa não aceitou nem o acordo UE-Mercosul devido ao choro do Macron e tu ai sonhando em vender gás? Iriam dizer que o nosso gás não é sustentável e que morrem indígenas e quilombolas na sua produção. Quem vai abocanhar esse mercado europeu é os EUA, que também dá as… Read more »

Erick Barros
Erick Barros
Reply to  Wellington Jr
1 mês atrás

Não só o Brasil como o resto do Mundo, exceto os países ricos do Norte.

Jose
Jose
Reply to  Wellington Jr
1 mês atrás

Você está confundindo o presidente com o presidiário, o presidiário sim tem proferido suas asneiras como lhe é típico.

Nascimento
Nascimento
Reply to  Nick
1 mês atrás

E em troca dos Gepards a gente ganha o que? Mais CC? Nada de AAe?

Flanker
Flanker
Reply to  Nascimento
1 mês atrás

Gepard não é carro de combate.

Nascimento
Nascimento
Reply to  Flanker
1 mês atrás

Não falei que era…

Falei que perderíamos AAes e CCs e ganharíamos apenas CCs.

Casemiro
Casemiro
1 mês atrás

E depois de tanto tempo, começaram os ataques russos às ferrovias ucranianas.
Diversos entroncamentos ferroviários no oeste do País foram destruídos, o que vai prejudicar bastante a remessa de armas e reforços para o leste.
A ponte de Odessa foi destruída, o que vai impossibilitar a remessa de material na região.
Parecem os preparativos para a ofensiva russa.

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  Casemiro
1 mês atrás

Era para ter sido feito há mais tempo.O problema também é que o Czar quer moleza não destruindo muita coisa para não ter de reconstruir.Esperto não?

Casemiro
Casemiro
Reply to  Renato de Mello Machado
1 mês atrás

O que era um erro, visto que os ucranianos logo vão começar a destruir para não entregar para os russos.
E como a Rússia tem o domínio dos ares, tem de fazer de destruir e manter vigilância para não deixar ser reconstruído.

Jagdverband#44
Jagdverband#44
1 mês atrás

sad but true

FNFx1e6XwAE685a.jpg
Eromaster
Eromaster
1 mês atrás

Alemanha deveria tentar usar diplomacia para acabar com conflito e não tentar inflamar mais ainda.
Parece que a Alemanha não aprendeu nada com a Segunda Guerra mundial e quer iniciar a Terceira Guerra Mundial.

Gerpad na mão dos Ucranianos e sem treinamento adequado, será alvo fácil para os Russos.

César
Reply to  Eromaster
1 mês atrás

¨¨Será alvo fácil apara os Russos¨¨
Estou ouvindo isso desde antes do começo dessa guerra mas na prática a história esta sendo bem outra!

Erick Barros
Erick Barros
Reply to  César
1 mês atrás

Dentro em breve as perdas ucranianas de tanques em blindados chegarão a 3000 umidades.
Isso aí vai entrar no rolo.

Canarinho
Canarinho
Reply to  César
1 mês atrás

Pelo visto vc nao tem acompanhado o desenrolar da guerra ne

César
Reply to  Canarinho
1 mês atrás

Não é que essa sua frase serve certinho pra vc mesmo!

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  César
1 mês atrás

Mais um nick..Hj ele ta criativo

Nascimento
Nascimento
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
1 mês atrás

Antonio Rei é o próximo… Ou Anthony Rei.

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Canarinho
1 mês atrás

Que guerra? Não é operação especial?

Erick Barros
Erick Barros
Reply to  Eromaster
1 mês atrás

Assisti um vídeo de um blindado russo com um sistema Kornet atirando e atingindo um blindado ucraniano mais a frente na estrada.
Simples e eficiente.

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Erick Barros
1 mês atrás

E eu vi um vídeo de um Stugna-P destruindo quatro MBTs russos em rápida sucessão. Simples e eficiente. O que isso diz sobre os rumos da guerra? Absolutamente nada.

https://twitter.com/RALee85/status/1518734494039113728?t=IIprI-7stsASdZE_vBlVHg&s=19

P.S. o sistema está em árabe pois era destinado à exportação, fica claro pelo terreno que não há como ser no OM.

Last edited 1 mês atrás by Bruno Vinícius
Erick Barros
Erick Barros
Reply to  Bruno Vinícius
1 mês atrás

Também vi.
No vídeo game no shopping

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Erick Barros
1 mês atrás

Ué, coloquei até o link para o vídeo. Se você não quer acreditar nos fatos, o problema não é meu.

Last edited 1 mês atrás by Bruno Vinícius
Flanker
Flanker
Reply to  Erick Barros
1 mês atrás

Em que mundo tu vive? Os russos terem mais vitórias e terem destruído mais equipamentos ucranianos é obrigação, visto a superioridade numérica dos russos! O que vocês enxergam e que os incomoda, mas vocês não admitem, é que as perdas russas são muito maiores do que putin e suas putinetes imaginavam. Por isso, vocês escrevem essas besteiras…e de forma coordenada. Quanto vocês ganham? Tem uma coordenação ou chefia para as ações de vocês? Ou vocês fazem de graça, mesmo?

Jagdverband#44
Jagdverband#44
Reply to  Bruno Vinícius
1 mês atrás

Excelente vídeo, assisti mais cedo.

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Eromaster
1 mês atrás

A Alemanha deveria tentar mais ??? Tá louco, O Zelensky alfineta os alemães toda vez que pode, foram os mais maleáveis com os russos, negaram até o derradeiro momento o envio de material bélico pesado para Ucrânia… só quando a pressão foi demais, a posição frouxa ficou insustentável perante os aliados. A diplomacia só pode funcionar se do outro lado há alguém que quer negociar concretamente. Não é o caso.

Guilherme Leite
Guilherme Leite
Reply to  Eromaster
1 mês atrás

O Pudim é fácil de negociar ne ?

Ceda os territórios, seja submisso e ele não mata ninguém 🙂

Wellington Góes
Wellington Góes
1 mês atrás

Lembro de que havia/há uma proposta de modernização dos nossos, para adaptar MANPADs… Aí se falou naquela época que seria um desperdício, coisa e tal…
Essa guerra está mostrando que, de fato, não seria algo ruim não.
Aliás, a própria Coreia do Sul tem um sistema muito similar ao Gepard…

Hcosta
Hcosta
Reply to  Wellington Góes
1 mês atrás

Com os radares, sistemas de comunicação e outros modernizados e mísseis AA, são na minha opinião, essenciais contra drones.
E poderão serem usados em combate urbano como os terminator Russos.

Luanderson Henrique
Luanderson Henrique
1 mês atrás

Isso esta semelhante a Guerra Civil Espanhola (guardando as devidas proporções), muitos países enviando armamento e inflamando o conflito.
Precedendo uma grande guerra onde todos são arrastados para ela.

Grifon Eagle
Grifon Eagle
1 mês atrás

Faltou falar da Rússia. Ops, esqueci, aqui é pró Ucrânia rsrsrs

Flanker
Flanker
Reply to  Grifon Eagle
1 mês atrás

Onde é pró-Ucrânia? Aqui tem publicações de vitórias e derrotas russas…vitórias e derrotas ucranianas. Ou, por acaso, tu queria que só publicassem notícias favoráveis à rússia??

Alois
Alois
1 mês atrás

Esses veículos junto com Manpads podem ajudar na defesa de curto alcance e ainda prover poder de fogo contra blindados leves e infantaria pois possuem grande volume de fogo.
O problema ucraniano é a falta de cobertura aéreo de médio/longa distância, mas aí serve para qualquer blindado, mesmo o mais moderno.
Não se pode desfazer do Gepard como equipamento de combate, apenas que como qualquer arma existe o ambiente ideal para utilização.

Jose
Jose
1 mês atrás

Alguém poderia comentar sem paixões ou torcidas qual o objetivo da Rússia continuar fornecendo gás para a Europa e como os europeus ainda compram o gás mesmo com a escalada do conflito, é claro que ambos necessitam um do outro mas não pode se resumir a isso, estamos falando de um conflito armado é no mínimo estranho, a Ucrânia está recebendo forte apoio bélico dos europeus além das sanções impostas, isso é guerra ou o que????até a infraestrutura a Rússia de certa forma tem poupado na Ucrânia o que facilita a resistência, poderiam ter destruído o sistema elétrico, o ferroviário… Read more »

Erick Barros
Erick Barros
Reply to  Jose
1 mês atrás

Se vc não sabe nada sobre isso, nem devemos perder tempo explicando.
Ou melhor, pergunte ao Presidente.
Se ele souber o que é ou onde fica a Ucrânia.

Jose
Jose
Reply to  Erick Barros
1 mês atrás

Obrigado pela resposta educada, na verdade eu tenho meu ponto de vista, era para avaliar como cada um está vendo essa situação, mesmo assim obrigado pela “forma educada” com que respondeu.

Last edited 1 mês atrás by Jose
José Luiz
José Luiz
Reply to  Jose
1 mês atrás

Não, não pode, aqui só é aceito comentários de torcidas, ou qualquer comentário que seja contra a Rússia, qualquer que seja, não é aceito análise técnica de nada, nem imparcialidade. Infelizmente ficou assim, qualquer coisa fora disso será negativado.

Jose
Jose
Reply to  José Luiz
1 mês atrás

Caro José Luiz, é pior ainda não basta ser torcedor irracional por um lado ou outro alguns que aqui comentam ainda tem a necessidade de externar a completa falta de educação e respeito pelo próximo, concordar ou não faz parte do debate, já o respeito pelo próximo depende de outros fatores que claramente alguns não tiveram a oportunidade de vivenciar em suas famílias.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Jose
1 mês atrás

Manter a Ucrânia sobre o seu domínio.
E não é por acaso que as áreas agora ocupadas sejam onde se encontram as reservas de carvão e depósitos de gás, em terra e no mar de Azov.
Controlam os recursos da Ucrânia e o preço do gás produzido na Europa. Provavelmente até não irão explorar essas reservas para manterem o preço alto.
Mas existirão outros motivos.
A minha teoria é para servir de exemplo para a Bielorrússia e para os próprios russos.

Jose
Jose
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Obrigado pela analise Hcosta.

paulof
paulof
1 mês atrás

Polônia ia sair da dependência russa em 4 meses, e a Holanda sai no fim do ano, com o corte de gás “ o ministro do Interior da Polônia disse que o país imporia sanções a 50 oligarcas e empresas depois de aprovar uma lei no início deste mês que permite às autoridades congelar ativos russos e proibir importações de carvão russo”, agora é saber o que os poloneses vão fazer com ramal já que passa pelo território para vender gás para outros países (leia-se Alemanha).  

Nemo
Nemo
Reply to  paulof
1 mês atrás

O gás para a Alemanha continuará passando tranquilamente pela Polônia. Bloqueio do gás lançaria a Alemanha e a Europa numa recessão histórica.

paulof
paulof
Reply to  Nemo
1 mês atrás

confia…mas sobre a Alemanha em termos de Petróleo importado, os russos podem estar com seus dias contados depois de cair mais da metade da sua antiga participação antes da invasão da Ucrânia.

paulof
paulof
1 mês atrás

Sobre pagamento em rublos e pré-pago que todos aceitam, bem, “A gigante petrolífera estatal russa Rosneft não conseguiu colocar 6,5 milhões de barris de várias misturas de petróleo russo em maio e junho, depois de exigir rublos e 100% de pré-pagamento dos compradores, informou a Reuters na segunda-feira, citando cinco traders com conhecimento da oferta. processo.  Não houve licitantes para os petróleos Urais, Siberian Light, Sokol e ESPO que a Rosneft estava tentando vender. Nem mesmo as refinarias estatais indianas fizeram uma oferta para comprar esse petróleo por causa dos termos “unilaterais” da licitação, disseram duas das fontes à Reuters”, na… Read more »

Zezão
Zezão
1 mês atrás

A Suiça proibiu a Alemanhã de fornecer à Ucrânia munição fabricada na Suíça. O veto diz respeito, entre outras coisas, à munição para os sistemas de defesa aérea autopropulsados “Gepard”, disse a Secretaria de Estado para Assuntos Econômicos da Suíça, citando a neutralidade do país.
Fonte: @nexta_tv

PETERSON MONTEIRO DA SILVA
PETERSON MONTEIRO DA SILVA
1 mês atrás

Segundo a os canais de notícias russos,apartir do dia 27 será cortado o abastecimento de gás a Polônia e a Bulgária… sendo que a Rússia é responsável por 90 porcento do gás búlgaro! A Polônia afirmou que está com 80 porcento dos estoques de gás cheio em seus reservatórios…os americanos prometeram suprir os bulgaros, claro com o preço bem mais elevado!!! Disse aqui que essa guerra tem outros interesses…

Guilherme Leite
Guilherme Leite
Reply to  PETERSON MONTEIRO DA SILVA
1 mês atrás

Li que os EUA forneceram nos mesmos valores aos Bulgaros e a outros países aliados, desde que esses mantenham o apoio solicitado pela Ucrânia. No mesmo sentido, sabemos que a guerra não durará para sempre, sendo certo que com a retomada da paz, os russos poderão voltar a comercializar o seu gás com o a europa novamente. Agora a Rússia vai ter que se desdobrar e muito para vender esse gás parado, pois apesar da China ser uma potencial compradora, está não depende em nada do gás russo e com certeza não pagará o mesmo valor que os bulgáros e… Read more »

Antunes 1980
Antunes 1980
1 mês atrás

A pergunta que não quer calar, por que o Brasil não adquiriu todos estes Gepard que estavam estocados?

Antônio
Antônio
1 mês atrás

Se for a versão que o Brasil usa, será um tiro no pé. Não serve nem para abater VANT.

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
1 mês atrás

achei que o Brasil tivesse comprado todos os Gepard e Leopard 1 da Alemanha, que não havia restado mais nada dos estoques…não lembro onde li algo assim.

Últimas Notícias

Svatovo, primeiro alvo do HIMARS?

A mídia ucraniana tem divulgado vídeos e imagens de uma suposta explosão nas proximidades da cidade ucraniana de Svatovo,...
- Advertisement -
- Advertisement -