quinta-feira, junho 30, 2022

Saab RBS 70NG

‘The Economist’ desfaz narrativa do ‘colapso econômico russo’

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A noção de que um declínio do PIB não tão ruim quanto o esperado é “pessimista” mostra o quão empolgados a mídia e os governos ocidentais estavam com a possibilidade do fim econômico da Rússia

Por Drago Bosnic

Depois que os Estados Unidos e a União Europeia impuseram sanções à Rússia, o ataque econômico mais abrangente e sem precedentes da história recente, os economistas ocidentais e a mídia repetiram os mesmos pontos de discussão de suas elites políticas – a economia russa estava acabada. O rublo estava em queda livre, pelo menos metade das enormes reservas cambiais da Rússia foram congeladas, estimadas em cerca de US$ 300-350 bilhões em ativos agora efetivamente roubados pelo Ocidente, enquanto instituições financeiras e sistemas bancários ocidentais estavam começando a cortar a Rússia, dificultando comércio, mesmo com terceiros.

Os líderes ocidentais se gabavam de como fizeram tudo acontecer com o apertar de um botão e que a Rússia agora enfrentava a perspectiva de um colapso econômico. A Bolsa de Valores de Moscou parou de ser negociada e, no início de março, certamente parecia que a Rússia estava prestes a voltar aos problemáticos anos 1990. Autodenominados especialistas econômicos estavam fazendo previsões e prognósticos orgulhosos de quanto a economia russa se contrairia até o final do ano. O número inicial de 30% logo se transformou em 25, depois 22, depois 17 e no final 14%. Agora, esse número deve cair ainda mais.

Como é possível que a economia russa seja tão resiliente? O país não é apenas “um posto de gasolina com armas nucleares”? Sua economia não é do tamanho da Espanha? A Rússia não é um país sem cultura, sem dinheiro, sem leis, sem futuro, em estado de colapso perpétuo, habitado por uma população profundamente deprimida com o único desejo de sair, mas impedida pelo “mau Kremlin”? Esta é precisamente a imagem que a grande mídia vem tentando criar. O retrato maldoso de qualquer coisa remotamente conectada à Rússia tem sido a norma há algum tempo.

Isso vem impedindo o estabelecimento de relações normais entre a Rússia e o Ocidente há décadas, apesar dos esforços da Rússia, muitas vezes às suas próprias custas, como pudemos ver durante décadas de expansão da OTAN para o leste, possível apenas graças à vontade de Moscou de desmantelar não apenas sua própria aliança semelhante à OTAN com os países do Leste Europeu, mas também a URSS significativamente maior e mais poderosa. Tudo por nada, como é evidente agora, já que o Ocidente político expôs completamente sua verdadeira face ao tratar a Rússia ainda pior do que a URSS durante a Guerra Fria.

No entanto, ainda existem alguns meios de comunicação ocidentais decentes o suficiente para deixar ocasionais lascas de verdade através de toda a desordem russófoba irracional. Em seu lançamento de 7 de maio, a The Economist, uma publicação com sede em Londres ainda um tanto respeitável, afirmou que “a economia da Rússia está de volta aos seus pés”. No início de abril, o semanário apontou evidências preliminares de que a economia russa estava desafiando as previsões de colapso, apesar das sanções sem precedentes. Dados recentes apoiam ainda mais essa visão. Ajudado por controles de capital e altas taxas de juros, o rublo agora é mais valioso do que era antes da operação militar especial da Rússia. A Rússia também continuou com os pagamentos de seus títulos em moeda estrangeira.

“A economia real também é surpreendentemente resiliente. É verdade que os preços ao consumidor russo subiram mais de 10% desde o início do ano, pois a depreciação inicial do rublo tornou as importações mais caras e muitas empresas ocidentais desistiram, reduzindo a oferta. O número de empresas em atraso no pagamento de salários parece estar crescendo”, afirma o relatório.

“Mas as medidas ‘em tempo real’ da atividade econômica russa estão em grande parte se sustentando. O consumo total de eletricidade caiu apenas um pouquinho. Após uma pausa em março, os russos parecem estar gastando bastante livremente em cafés, bares e restaurantes, de acordo com um rastreador de gastos administrado pelo Sberbank, o maior banco da Rússia. Em 29 de abril, o banco central baixou sua taxa básica de juros de 17% para 14%, um sinal de que o pânico financeiro que começou em fevereiro diminuiu um pouco. A economia russa está, sem dúvida, encolhendo, mas as previsões de alguns economistas de um declínio do PIB de até 15% este ano estão começando a parecer pessimistas”, acrescenta o relatório.

A noção de que um declínio do PIB não tão ruim quanto o esperado é “pessimista” mostra o quão empolgados a mídia e os governos ocidentais estavam com a possibilidade do fim econômico da Rússia, que por sua vez deveria causar uma mudança de regime em Moscou, trazendo a escravização do país ao estilo dos anos 1990. O fato de que isso não se materializou parece bastante frustrante para o Ocidente político, mas ainda não é nada comparado à noção absolutamente enraivecida de que a economia da Rússia está se mantendo com relativa facilidade, enquanto as economias ocidentais estão sofrendo significativamente mais do que o esperado com o tiro pela culatra.

“Mesmo antes da invasão, a Rússia era uma economia bastante fechada, limitando a mordida das sanções. Mas a maior razão para a resiliência da economia está relacionada aos combustíveis fósseis. Desde a invasão, a Rússia exportou pelo menos US$ 65 bilhões em combustíveis fósseis por meio de carregamentos e oleodutos, sugere o Centro de Pesquisa em Energia e Ar Limpo, um centro de estudos na Finlândia. No primeiro trimestre de 2022, as receitas do governo com hidrocarbonetos aumentaram mais de 80% ano a ano. Em 4 de maio, a Comissão Europeia propôs a proibição das importações de todo o petróleo russo que entraria em vigor até o final do ano. Até lá, espere que a economia russa continue avançando”, conclui o relatório.

A alegação de que a Rússia está indo bem apenas por causa do aumento dos preços dos combustíveis fósseis serve como desculpa e uma suposta confirmação de que a Rússia ainda é supostamente “uma economia de segunda classe”. No entanto, essa noção ignora o fato de que os aumentos de preços são resultado de vários fatores, sendo um deles as sanções ocidentais que estão interrompendo as transações financeiras e as linhas de fornecimento. Ainda assim, é ingênuo esperar que os problemas resultantes do cerco econômico fracassado da Rússia possam ser resolvidos com o levantamento das sanções. A Rússia simplesmente não tem motivos para confiar no Ocidente. Mesmo no caso de as reservas cambiais roubadas da Rússia serem descongeladas, levaria anos ou mesmo décadas para restaurar a confiança nas instituições financeiras ocidentais.

FONTE: South Front

- Advertisement -

146 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
146 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos10
Marcos10
1 mês atrás

Agora já sabemos quem é o Xings! É o Drago Bosnic.

pangloss
pangloss
Reply to  Marcos10
1 mês atrás

Achei que Drago Bosnic seria um pseudônimo do Dmitri Peskov.

JuggerBR
JuggerBR
1 mês atrás

A fonte poderia ser o 247, Conversa Afiada ou o Jornal da Cidade Online… Todos com Zero credibilidade

Thiago
Thiago
Reply to  JuggerBR
1 mês atrás

Todos estão falando isso há um tempão.
A Rússia não será tão afetada porque tem onde colocar sua produção.
A Europa vai, no minimo, sofrer para sempre com energia cara e todos os malefícios que isso acarreta.
Carestia, falências, desemprego, queda do padrão de vida e etc.
Falar o quê?
Bem feito.
Foi atrás dos EUA e se estrepou.
E olha que o inverno ainda nem chegou.

César
Reply to  Thiago
1 mês atrás

¨Todos¨ quem, perfil do Kings?

Canarinho
Canarinho
Reply to  César
1 mês atrás

Cara que imbecilidade esse negocio, toda hora com esse papinho de Kings. Na boa esse cara deve ler esses comentarios e rir de voces. Na falta de argumento voces repetem o jargao, eh o Kings, sai dessa vida cara.

César
Reply to  Canarinho
1 mês atrás

Já sei! Pela sua revolta tu é outro nick do … desocupado do Xings!

Caerthal
Caerthal
Reply to  Canarinho
1 mês atrás

O debate está muito empobrecido. Essa educação Paulo Feire combinada com uma mídia Ocidental absolutamente preguiçosa gerou um bug na cabeça das massas.

Só tem a Realidade para dar uns toques aqui e ali…

Mafix
Mafix
Reply to  Thiago
1 mês atrás

A moeda esta sendo mantida de forma artificial pela gazprom (estatal russa de energia)

paulof
paulof
Reply to  Mafix
1 mês atrás

Sim, e os projetos que foram ou não saíram do papel ou saem com outra rentabilidade para empresa estrangeira como ocorreu com a Sinopec que congelou os seus (projetos) e agora espera uma nova rodada em novos termos.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Mafix
1 mês atrás

duvido muito que com um ataque coordenado a moeda fosse ser mantida pela Gazprom, iam descapitalizar a empresa muito rápido, ainda seguem pagando suas dívidas em moeda estrangeira.

Caerthal
Caerthal
Reply to  Mafix
1 mês atrás

O mais artificial tem sido as narrativas e previsões “consensuais”.

Marcos10
Marcos10
Reply to  Thiago
1 mês atrás

Na verdade o inverno na Europa terminou agora. Estão na Primavera e preparando-se para o Verão.

Caerthal
Caerthal
Reply to  Marcos10
1 mês atrás

O verão é uma época ótima, a Europa não precisará de energia para refrigeração nem para as indústrias. Eles estão tranquilos.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Thiago
1 mês atrás

Ja lesse os comentário dos bots, é só churumelas.

Andre
Andre
Reply to  Thiago
1 mês atrás

Então essa operação especial vai até dezembro?

Ou você acha que o inverno europeu começa em junho?

Esses putinzetes….

Thiago
Thiago
Reply to  Andre
1 mês atrás

A guerra na Ucrânia já era.
Os ucros perderam desde o primeiro dia.
Agora é ‘trabalhar’ a Europa e a U.E.

SteelWing
SteelWing
Reply to  JuggerBR
1 mês atrás

O The Economist que publicou quase a mesma coisa sobre a economia russa

IBZ
IBZ
Reply to  JuggerBR
1 mês atrás

Só se o 247 fosse blog Bolsonarista!

ORIVALDO
ORIVALDO
1 mês atrás

A chave para ganhar essa guerra são as geladeiras. Com 100 mil geladeiras ninguém para A Rússia

Thiago
Thiago
Reply to  ORIVALDO
1 mês atrás

‘Na fria’ que a Europa está entrando, melhor não falar de geladeiras.
Sabe como é: ‘Em casa de enforcado não se fala em corda’.

ORIVALDO
ORIVALDO
Reply to  Thiago
1 mês atrás

Fria são os prints que tenho do seu Nick principal dizendo que ganharia a Guerra em 3 dias

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Thiago
1 mês atrás

Eu acho que os Russos precisavam mesmo ser um pouco mais generosos, os Ucranianos estavam reclamando porque estavam apanhando com aço quente ai os Russos chegaram a conclusão que não seria problema bater com aço da geladeira da Ucrânia, Z bate U apanha agora com frescor.

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Nilton L Junior
1 mês atrás

E do jeito que morre ucraniano, geladeira para necrotério nunca será demais.

Andre
Andre
Reply to  Nilton L Junior
1 mês atrás

Esqueceu de incluir todo o aço quente doado aos pobres fazendeiros ucranianos. E o bom é que quando o aço russo esquente já ejeta a torre, facilitando ainda mais para os pobres fazendeiros.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  ORIVALDO
1 mês atrás

me dê 100 mil geladeiras e eu te dou o mundo! kkkkkkk

Thiago
Thiago
1 mês atrás

A Rússia só vai acelerar o que já estava fazendo antes.
Voltar sua economia para o Oriente que é o motor econômico do Mundo.
Vai sobrar para o Ocidente (Europa principalmente) que vai ter de se acostumar com o frio, inflação e desemprego.

Astolfo
Astolfo
Reply to  Thiago
1 mês atrás

Mais uma conta nova, Xings? Você realmente é muito criativo.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Astolfo
1 mês atrás

Astolfo, desde que o Antoniokings mudou de nick, seus “desafetos” fizeram a mesma coisa, vou postar uma pequena lista de alguns fakes que brotaram aqui depois da mudança né Nick do Antoniokings, vamos lá:
Pablo Maroka
Jorene
Aladaf
Eduardo Angelo Pasin
Up The Irons
NashArrow
Greyjoy
737-800RJ
Nomand
Joe
Jester
Lemes
PSTx27
Mcruel
Guess Hu
Zé lesqui
Silent Eagle
Varg
Bosdesniavranka
Putinik da Silva

Esses fakes são só uma pequena parte dos que acusam o Antoniokings mas fazem exatamente o mesmo…🤭

Luis
Luis
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

Fonte:

mae dina.jpg
Maurício.
Maurício.
Reply to  Luis
1 mês atrás

Fonte: Trilogia. 🤷🏻‍♂️

Pablo Maroka
Pablo Maroka
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

Calado antoniokids, vá para seu quarto sem internet agora!

pangloss
pangloss
Reply to  Thiago
1 mês atrás

A Rússia vai se prostituir por um valor cada vez mais irrisório.
O sugardaddy chinês não aguenta de tanta felicidade…

JOSE DE PADUA
Reply to  pangloss
1 mês atrás

Provavelmente sim, o cafetão chinês fica feliz com sua nova prostituta, assim como os EUA fica feliz com a Europa e agora a Ucrânia incrementando seu harem.

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  pangloss
1 mês atrás

Tô nem aí, contanto que os EUA se estrepem e o Mundo mude.
Está tudo indo no caminho certo.

pangloss
pangloss
Reply to  Luis Carlos
1 mês atrás

Sim, já pudemos perceber, repetida e eloquentemente, que “quanto pior, melhor” é a premissa que orienta seus comentários e de todos os seus amiguinhos imaginários que tantos nicks usam por aqui.

Uma dica: se você atenuar esse aspecto sociopata de suas mensagens, pode até obter alguma credibilidade, que eventualmente vai fazer com que algum incauto dê ouvidos a suas pregações.

Thiago
Thiago
Reply to  pangloss
1 mês atrás

Deixa de mimimi.

pangloss
pangloss
Reply to  Thiago
1 mês atrás

Tonho, você tem algum critério definidor do nick a ser usado a cada momento?
Sua mensagem inicial foi registrada sob o pseudônimo Thiago, depois o Luis Carlos entrou na conversa, e agora o Thiago reapareceu.
Você e suas múltiplas personalidades conseguiram pegar a chave do hospício?

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Thiago
1 mês atrás

Cantei essa pedra lá atrás e me taxaram de comuna. A perda do mercado russo vai trazer prejuízos significativos para o ocidente, em especial aqueles que desmantelaram suas usinas nucleares e agora ficarão no frio. China e Índia agradecem à politicagem do ocidente, pois ganharão o mercado russo.

Meus amigos vocês ainda não compreenderam que eu estou três evoluções à frente do homo sapiens sapiens?

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Thiago
1 mês atrás

Talvez não Thiago, pois comércio é comércio, e para ganhar dinheiro o pragmatismo das oportunidades fala mais alto, pelo menos é assim que acontece depois do entreveiro.

Rogerio Loureiro Dhierio
Rogerio Loureiro Dhierio
Reply to  Thiago
1 mês atrás

Xings. Vc é o novo Chico Anísio..

Luis
Luis
Reply to  Rogerio Loureiro Dhierio
1 mês atrás

É o Bozó da trilogia.

paulotd
paulotd
1 mês atrás

Finalmente uma matéria menos tendenciosa pro Ocidente, realista, com fontes sólidas como a The Economist e o Southfront Quem tem energia tem o poder, essa é a realidade do mundo que vivemos. A Arábia Saudita, um paiseco administrado por uma monarquia é dona da empresa mais valiosa do mundo. A Rússia tem reservas minerais não só de hidrocarbonetos mas de minérios e terras agrícolas. Euro e dólar são pedaços de papéis. Com 100 dólares dá para imprimir quase 1 milhão de dólares. É fácil rolar dívidas quando a máquina impressora tá ligada, todo mundo confia e gasta uma parcela de… Read more »

Last edited 1 mês atrás by paulotd
Slow
Slow
Reply to  paulotd
1 mês atrás

Finalmente alguma coisa que não foi um alto funcionário dos EUA que disse .. k k

George
George
Reply to  Slow
1 mês atrás

Ah. Agora que a fonte da notícia te agrada o site não é mais tão ruim?

JOSE DE PADUA
Reply to  paulotd
1 mês atrás

Li algo nesse sentido, que a Rússia determinou a venda de gás e petróleo apenas em rublo, justamente para fortalecer a moeda. Quando a Rússia anexou a Crimeia em 2014 o ocidente aplicou sanções econômicas contra a Rússia. Seria muita ingenuidade achar que 8 anos depois Putin iria cometer o mesmo erro. Ele não só sabia que haveria essas sanções como já havia preparado a economia para isso.

Atitador 33
Atitador 33
Reply to  paulotd
1 mês atrás

De fato Putin preparou a economia da Rússia para não sucumbir tão rápido as sanções ocidentais. Putin comprou ouro e foi muito perspicaz em exigir a compra do gaz em rublo para não desvalolizar demais sua moeda. Porém tato as sanções como a guerra tem apenas 80 dias, e se ambas se alongarem muito, tanto a Rússia como o ocidente vão se complicar muito, agora precisa ser muito tendencioso e acéfalo em achar que no longo, medio e até curto prazo a economia russa não vai se prejudicar, a China que é uma potência econômica nao descarta a economia ocidental,… Read more »

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  paulotd
1 mês atrás

tu errou aí, os EUA tá ganhando muito nessa guerra, aos custos das vidas dos Ucranianos e da industria Europeia.

Tiger 777
Tiger 777
Reply to  Carlos Campos
1 mês atrás

O EUA vai vender gás liquefeito a peso de ouro pros europeus.
A Europa perdeu a fonte barata de gás.
Os únicos vencedores são o Tio Sam.

Marlos
Marlos
Reply to  paulotd
1 mês atrás

Estáva pensando sobre isso mesmo, vão ter que pagar o gás mais caro e limitado pelo menos por um tempo até construção de terminais e navios, e falam que todo esse trabalho é para ter mais segurança energética, mas penso que ocorrerá o contrário pois pode estourar guerras no oriente médio, ou problemas com navios e tudo isso pode ocorrer no inverno que seria pior. Vamos ver como vai ser daqui pra frente acho que será péssimo tanto para Europa quanto pra russia.

Last edited 1 mês atrás by Marlos
LUIZ
LUIZ
Reply to  Marlos
1 mês atrás

A Rússia tem vizinhos com população que ultrapassou bilhões de habitantes. Os trouxas europeus nem se ligam nisso. A Rússia tem a China e a Índia como clientes kkk.

paulof
paulof
1 mês atrás

Sobre as sanções, elas nunca foram tão fortes, mesmo o Iraque e Cuba resistiram, nem eram economias tão poderosas assim, o que veremos é como será o crescimento da Rússia daqui em diante, e qual será o papel do país no sistema de trocas mundiais e qual o custo para atrair capital externo para investir no país. Além das dificuldades para classe dirigente de ir para Ocidente, deleitar com belle vie.

Mafix
Mafix
1 mês atrás

Eu tenho uma duvida na questão do governo russo estar sangrando a empresa de energia deles : alguem ouviu falar que a empresa recebe em euros e converte em rublo para segurar artificialmente a moeda , quanto tempo sera que vai conseguir segurar ?

Fique na guerra a economia a gente ve depois….

paulotd
paulotd
Reply to  Mafix
1 mês atrás

A empresa não compra o gás em Euros, eles tranferem o Euro para uma conta no banco estatal Russo, aí compram Rublos a mercado. Desde pessoas físicas, outros bancos e empresas até o próprio BC Russo que emite títulos em Rublos. Após comprarem o Rublo eles podem adquirir o gás em Rublo. Isso valorizou a moeda.

Antes a importadora pagava em Euros diretamente pra Gazprom. Não comprava Rublos.

Bem que o Brasil poderia aprender e exigir que soja seja comprada da mesma maneira.. ia fortalecer nossa moeda.

Last edited 1 mês atrás by paulotd
Mafix
Mafix
Reply to  paulotd
1 mês atrás

A Gazprom recebe em Euro e converte em Rublo para ‘manter’ a moeda deles em um valor artificial, mas ai voce canais russos de pessoas que moram la e nota que o preço de tudo esta nas alturas falta de varios alimentos e outros bens de consumo diario ….

paulotd
paulotd
Reply to  Mafix
1 mês atrás

A Gazprombank só intermedia a compra de Rublos a mercado, outros bancos também estão atuando. Inclusive, como a Rússia está fora do swift, as remessas de euro devem estar sendo feitas a moda antiga: malotes milionários de dinheiro em espécie, o que encarece ainda mais o processo.

Severiano Osteich
Severiano Osteich
Reply to  paulotd
1 mês atrás

A Rússia não está fora do SWIFT. Alguns bancos russos estão. Informação tem que ser confiável, informe-se melhor.

JOSE DE PADUA
Reply to  Mafix
1 mês atrás

Se voce acessar a BBC da inglaterra vai ver a mesma coisa em relação a inflação. E ai, a Inglaterra não esta em guerra, qual o motivo da alta de preços então?

J.Leo
J.Leo
Reply to  Mafix
1 mês atrás

Inflação na zona do Euro atingiu em março 7,5%, a previsão para maio é de cerca de 8,5%, idem, idem nos EUA. Na Rússia, país em guerra e seus consequentes direcionamentos, a inflação prevista para maio é de 14%… Não há desabastecimento, eles continuam comprando do agro brasileiro.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  paulotd
1 mês atrás

pra que a gente ia fortalecer nossa moeda? precisamos é de mais energia barata, mais refinaria, usina nuclear, gás natural e assim remontar nossa indústria.

Dario
Dario
Reply to  Carlos Campos
1 mês atrás

Toda vez que ouço este papo de fortalecer “nossa” indústria via alguma forma de intervencionismo estatal fico achando que o interlocutor é dono de uma megaindústria dependente da política de compadrio.
Só que não.
Geralmente é um mero consumidor assalariado que perde poder de compra mas ouviu falar que isso é bom para ele de alguma forma obscurantista.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Dario
1 mês atrás

Fortalecer a nossa industria com matéria prima barata e sem intervencionismo estatal é ruim? Eu disse em energia barata, criando todo um leque de geração eficiente de energia, não jorrando dinheiro direto na indústria isso não é papel do governo, parece que você é meio limitado em interpretação

Dario
Dario
Reply to  Carlos Campos
1 mês atrás

Você escreveu “pra que a gente ia fortalecer nossa moeda(?)” uma medida decorrente de intervenção, quando deveria ser unicamente resultado de mecanismos de mercado, além de se referir claramente a ofertas de insumos dependentes de ações políticas.
Acho que seu problema é dislexia, não consegue entender o que você mesmo escreve.

Wellington Jr
Wellington Jr
1 mês atrás

Matéria é como todas as outras só que mostrando o ponto de vista dos russos. Ah mais usou uma análise do The Economist, filhão perdi as contas de publicações e análises pagas por governantes só para passar uma boa impressão, fora que assim como tem gente pró OTAN, tem os pro Rússia. Então análises e projeções são meras apostas de como vai ser o futuro, não são uma ciência exata. Os Russos frente as Sanções optou pela blindagem do Rublo e sangramento dos seus empresários. Tanto que há muito bilionário russo morrendo nesses últimos meses. Mas volto a dizer o… Read more »

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Wellington Jr
1 mês atrás

The Economist, a nova revista do Putin kkkkkkk

Caerthal
Caerthal
Reply to  Carlos Campos
1 mês atrás

Vale qualquer argumento.

mac
mac
Reply to  Wellington Jr
1 mês atrás

Wellington, tomo a liberdade de reproduzir aqui o que escrevi nos comentários desta matéria. Acompanho a Trilogia desde os tempos do F-X original e do ProSuper. Mesmo com as doidices de certos comentários, a página era boa. Mas tenho me assustado nos últimos tempos com a facilidade com que se tem reproduzido as sandices do “agitprop” moscovita por parte dos editores, menos profissional e mais ideóloga, quase uma mera linha de transmissão. Este é o comentário que fiz: “Na guerra, a primeira vítima é a verdade”. Uma perguntinha. Onde está o link do “The Economist” para justificar o título enganoso ‘The… Read more »

Last edited 1 mês atrás by mac
dfa
dfa
1 mês atrás

Artigo no mínimo “Questionável”…

Guerras “devoram” dinheiro e recursos, e Putin esperava uma operação rápida que não colocasse a economia Russa sobre pressão.

E Propagandas a parte, a Rússia falhou miseravelmente seus objetivos iniciais.
Isto tornou-se agora uma guerra de atrito, em que a tecnologia combinada com estratégias e táticas ajudam no peso da balança.

Veremos durante quanto tempo a economia e forças russas aguentam está taxa de atrito e se o Ocidente consegue suster a Ucrânia tempo suficiente.

Acredito que até ao final do ano veremos quem sairá mais beneficiado deste conflito.

Last edited 1 mês atrás by dfa
André Luís
André Luís
1 mês atrás

The Economist, a revista da família Rothschild! A mesma família que nos quer impor um presidente (aquele q saiu na sua capa, recentemente).
Ora ora, então o colapso econômico russo é narrativa? Hmm.. e como vai o dólar? pois é….rs!

Luis Carlos
Luis Carlos
1 mês atrás

E uma notícia muito boa.
Aos poucos, a vida vai se normalizando em Mariupol.
Os serviços básicos estão voltando.
Até o Teatro dinamitado pelos ucros está começando a ser limpo e reconstruído.
Na foto abaixo, prédios com energia elétrica.

photo_2022-05-14_18-09-58.jpg
Allan Lemos
Allan Lemos
1 mês atrás

A fonte é suspeita, mas o pessoal aqui também só acredita no que lhe convém.

Mas enfim, se sanções econômicas funcionassem, Cuba já seria capitalista e a Coreia do Norte já teria aberto mão de suas armas nucleares. Elas funcionam mais como uma forma de causar pressão interna do que como meio efetivo de dissuasão que se tornam ainda mais inefetivas em regimes totalitários.

Está ai o recado para quem acha que o Brasil não deve fabricar armas nucleares por causa de sanções. Depois do baque inicial, a economia se vira.

Maurício.
Maurício.
1 mês atrás

South Front… Engraçado, a grande maioria detona essa fonte mas veneram a CNN, BBC, FOX, NYT, Newsweek…Por que será? 🤔🤭

Jagdverband#44
Jagdverband#44
1 mês atrás

The Economist é o mesmo que previu que o braziu iria decolar…

https://www.economist.com/leaders/2009/11/12/brazil-takes-off

Renato
Renato
1 mês atrás

E bom lembrarmos que por mais de uma vez, aviões russos vieram trazer armamentos para Venezuela e voltaram com carga máxima de Ouro, como pagamento. Isso foi pensado para conflitos, não sei se necessariamente contra a Ucrânia.

George
George
1 mês atrás

Parei de ler em “ cerca de US$ 300-350 bilhões em ativos agora efetivamente roubados pelo Ocidente”, sendo que na frase anterior o autor disse que foram congelados.

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  George
1 mês atrás

Então, continue lendo as últimas do dia.
Pesado bombardeio russo paralisou a ‘ofensiva’ ucraniana em Kharkov.
Sete tanques T-72 fornecidos pela Polônia foram destruídos.
A rodovia Soledar-Lisichiansk está sendo bombardeada pelos russos.
Agora, os ucros só chegam a esta cidade por estradas rurais.
Os EUA retiraram os sistemas digitais de controle de tiro dos M-777 fornecidos à Ucrânia.
Certamente por receio de caírem nas mãos dos russos que já capturaram uma dessas peças de artilharia.

Amanhã tem mais.

Luis
Luis
Reply to  Luis Carlos
1 mês atrás

Que tal começar o dia com esta?

Blogs russos começam a criticar ações do Exército Russo.

George
George
Reply to  Luis Carlos
1 mês atrás

Mentira. Os T-72 da Polônia nem entraram em atividade ainda.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  George
1 mês atrás

o mais correto seria apropriação indébita?

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
1 mês atrás

Vou repetir o que eu já disse outra vez…

Tese econômica não ortodoxa sempre funciona por período curto.

Quem é brasileiro e tem mais de 40 anos, está cansado de saber disto.

No fim o que deu certo foram o Plano Real e a Lei de Responsabilidade fiscal… saiu disto a casa cai e temos vários exemplos aqui no nosso país mesmo.

Dinheiro é igual em qualquer lugar do mundo e não aceita desaforo.

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
1 mês atrás

‘Tese econômica não ortodoxa sempre funciona por período curto.’

Verdade.
Os EUA inundaram o País com dólares impressos dia e noite para mitigar os efeitos da pandemia e agora estão afundando com um inflação recorde.
E ainda continuam imprimindo para dar dinheiro para a Ucrânia que não está adiantando muito.
Sem contar subsídios para diversos setores industriais, visto que sua indústria está perdendo muito espaço para os chineses.
Coloque ainda na conta o rombo do Medcare, dos auxílios estudantis, do deficit público e comercial.
Não é difícil prever que isso vai explodir.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Luis Carlos
1 mês atrás

Pois é….

A diferença é que nos EUA existe capacidade industrial e produtiva para rapidamente superar uma crise.

Na Rússia não.

Alessandro
Alessandro
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
1 mês atrás

Pois é, isso ae é uma análise superficial de curto prazo, quem tem só um pouquinho de noção de economia sabe que o tombo que a Rússia vai tomar será a médio/longo prazo.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
1 mês atrás

mas aí é que está, o nível de dívida da Rússia antes de guerra era de dar inveja pra muita gente, ou seja eles tem gordura pra queimar, quanto a moeda, resolveram o problema, criaram demanda pra ela, dinheiro é como qualquer coisa se tem demanda o preço se mantém ou soube, se imprimir demais o preço desaba, porém o problema da Rússia não tá em ter ou ter dinheiro, e sim sua cadeia de produção estar restrita, uma guerra de longa duração com a Ucrânia não é viável.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Carlos Campos
1 mês atrás

Pois é…

Ele fez o planejamento pelo caminho feliz…

Agora a casa ta caindo e n quer dar o braço a torcer.

Alessandro
Alessandro
1 mês atrás

Se o South front garante que a economia russa vai bem com todos os problemas que são bem maiores que os nossos, então podemos dormir tranquilo aqui no Brasil.

E quem apoia essa MERDA, mas critica a nossa economia, vou esfregar na cara esse artigo MIXURUCA.

Last edited 1 mês atrás by Alessandro
Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Alessandro
1 mês atrás

O buraco é bem mais embaixo no Brasil, não vem com essa querendo livrar a cara do teu mito.

Alessandro
Alessandro
Reply to  Inimigo do Estado
1 mês atrás

Sim, o buraco é bem mais embaixo e se chama, ARGENTINA.

Fica tranquilo que o “meu mito” vai perder segundo as pesquisas.

Last edited 1 mês atrás by Alessandro
Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Alessandro
1 mês atrás

Essa é a desculpa de todo diarista deste governo “mas e a Argentina?”. Acorde e veja o que acontece no seu país meu chapa, cadê seu nacionalismo que seu guru tanto aviltava em seus cursos fuleiros? Das maiores economias do globo somente nós e a Turquia estamos com os piores indicadores, a culpa é de todo mundo menos do bonitão do Planalto? Fala sério. E eu não acredito em pesquisa, Bolsonaro se reelege pois é estatística pura, retorno à média, depois do restabelecimento da reeleição nenhum presidente teve um único mandato. E isso não é bom, pois este governo já… Read more »

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Inimigo do Estado
1 mês atrás

Todas as m…. da Rússia, você compara com o Ocidente..

É o mesmo discurso sem sentido que você usa.

Alessandro
Alessandro
Reply to  Inimigo do Estado
1 mês atrás

Mas eu estou acordado, o Brasil está passando por um momento difícil e ninguém está feliz com a situação, o problema é essa AMNÉSIA seletiva dos críticos histéricos do governo, a economia está ruim no MUNDO TODO, alguns estão menos piores e outros mais, há vários artigos econômicos dizendo que apesar de tudo o Brasil foi um dos menos afetados da crise global, e que estamos saindo mais rápido dessa crise que muitos outros países, MAS, repito ainda temos problemas! O que eu acho engraçado é ver gente apoiar a Rússia com todos os problemas socioeconômicos MAIORES que os nossos,… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Alessandro
Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Alessandro
1 mês atrás

Eu não moro na Rússia, moro no Brasil (por pouco tempo graças a Deus), tenho todo o direito de sentar o sarrafo neste governo incompetente. Sobre os tais artigos tu só pode estar de sacanagem, deve ser artigos da jovem panos ou da EBC. Basta pegar os dados do banco mundial e ver que o Brasil só perde para a Argentina e Turquia nos péssimos indicadores da economia no g20, como inflação e desemprego.

Quer mudança vote até num macaco sem cérebro, menos em Bolsonaro ou Lula.

César
Reply to  Inimigo do Estado
1 mês atrás

¨por pouco tempo graças a Deus¨¨
Graças a Deus mesmo! Adiós!

Caerthal
Caerthal
Reply to  Inimigo do Estado
1 mês atrás

Você também tem todo o direito de ouvir coisas desagradáveis que destroem sua argumentação de neandertal.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Alessandro
1 mês atrás

Não fala isto não..

Vai que ele desiste de ir embora do Brasil.

DRBS
DRBS
Reply to  Inimigo do Estado
1 mês atrás

E o único presidentes que anos depois tentaram reeleição ganharam: Rodrigues Alves em 1918 (fora presidente de 1902 a 1906) e Getúlio Vargas reeleito em 1950 ( fora presidente de 2930 a 1945)….

Caerthal
Caerthal
Reply to  Inimigo do Estado
1 mês atrás

Apenas se informe melhor sobre as ações do GF e os resultados do Brasil e do mundo.

O país do “genocida” está com uma mortalidade por Covid de 3084/MM hab. Já os EUA dos virtuosos democratas alcança 3064/MM hab.

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Caerthal
1 mês atrás

Os EUA tem mais de 300 milhões de habitantes, e tem mortalidade menor que a do Brasil. Isso pega mal para o seu genocida de estimação.

Alaraujo6
Alaraujo6
1 mês atrás

Li toda do matéria interessado em sabe como o autor ia argumenta em explicar como a Rússia se manteria em pé com tantas sanções,no final acabo o nobre editor de coluna fazendo uma ginástica mental pra meramente culpa o Ocidente por todas mazelas russas!!!!! O Kings deve está prestando assessoria pra “The Economist” que diga de passagem uma das piores revista pra conselhos de investimentos!!!

Caerthal
Caerthal
Reply to  Alaraujo6
1 mês atrás

O Ocidente animou a Ucránia a buscar coisas inatingíveis ou inconvenientes, como ter de volta a Criméia de maioria russa e com enorme aparato militar russo. Acreditou que poderia calar as populações de origem russa ao leste do Rio Diepner, sem consequências.

Colheu recorde de corrupção e uma guerra civil intratável. Afinal, qual liderança mostrou lucidez nessa história toda?

Max
Max
1 mês atrás

Sangrar a verdade até a morte tem um problema, ninguém vai acreditar em você mais.

Sistema financeiro vive de credibilidade, como será resolvida a situação desses 300 bi, para que ocidente tenha crédito ?

Aqui no sul, semana que vem teremos massa de ar polar. Frio de renguear cusco. Daqui a 6 meses será a vez da europa com seus milhões de refugiados ucranianos. Lá o frio é de verdade.

Last edited 1 mês atrás by Max
Nilton L Junior
Nilton L Junior
1 mês atrás

A economia não é uma ciência exata, mas é possível projetar algumas perspectiva quando a análise lança mão dos dados disponíveis, enquanto a Russia continuar a vender sua principal comódites a economia Russa vai se sustentar, falam em sanções bla bla bla e até hoje os navios da marinha mercante Russo passam de boa do mar negro para o bosfóro sem nenhum inconveniente.

Max
Max
Reply to  Nilton L Junior
1 mês atrás

Sim, o Trump brigava com a Russia mas negociava com Putin. O Chaves e o Bush, se xingavam para a plateia, mas negociavam petróleo.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Nilton L Junior
1 mês atrás

economia na minha opinião é exata sim, mas quanto a Rússia, foi burrice, ele não tinha uma dívida grande, tem reservas de ouro e atrelou sua moeda ao petróleo, mesma coisa que os EUA fizeram na década de 70 .

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Nilton L Junior
1 mês atrás

Economia pode inventar a tese que você quiser.. Mas a base é simples e universal A grosso modo vc tem que gastar menos do que ganha. Ganho para um estado é em arrecadação e para arrecadar a economia tem que estar girando. As sanções estão matando comércio e indústria. Exportações cada vez menores.. Isto gera desemprego e o cidadão comum russo, rapidamente vai sentir o problema. Outro dia você me perguntou pq os ucranianos, n destruiram o gasoduto que passa no seu território. Eles não destruíram, mas interromperam o fluxo semana passada. Mais um baque para a economia russa.. Os… Read more »

Submarino de Anão
Submarino de Anão
1 mês atrás

Bem uma lição tirada nisso é que a Europa e Estados Unidos gostam de bater em cachorro morto. Colocar sanção em Coreia do Norte, Síria, Cuba e irá, países que são pouco integrados ao mundo não afeta quase ninguém.

Colocar sanção em economia globalizada o tiro sai um pouco pela culatra. Imagina colocar sanção na China ou brasil. Os caras morrem de fome

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Submarino de Anão
1 mês atrás

Cuba é pobre de burrice, Coreia do Norte não tem nada para vender, Síria ainda vende petróleo, Irá ainda vende petróleo e se tronou expert em driblar as sanções, hj em dia até riem na cara dos EUA, levaram eles pra refazer o acordo nuclear e eles estão jogando duro,

Carlos Campos
Carlos Campos
1 mês atrás

Isso só mostra uma coisa, os maiores perdedores são os Europeus, deixaram os EUA empurrarem a Ucrânia para uma guerra, a inflação subiu no mundo todo, tendo até afetado as economias de moeda forte, produzir na Europa é ainda mais caro, coitada da indústria alemã, talvez se a Merkel ainda fosse Chanceler, as coisas fossem diferentes.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Carlos Campos
1 mês atrás

Os maiores perdedores na realidade estão sendo os ucrânianos que perderam suas casas e o principal, seus familiares, isso não tem dinheiro no mundo que resolva, o resto é resto, e quero que Rússia e OTAN/EUA se explodam (seus políticos e militares) são tudo farinha do mesmo saco, já a Ucrânia, bem, essa acreditou nos americanos, ingleses e russos para se desfazer de suas nukes, deu no que deu, e agora achava que teria o apoio militar da OTAN para barrar uma possível invasão russa, bem, deu no que deu…

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

Quem espera e depende dos outros sempre se f….

Maurício.
Maurício.
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
1 mês atrás

Uma das poucas vezes que eu concordo com você.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

O dia que você soltar o MBL, vc vai concordar mais.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
1 mês atrás

Você jura que eu sou do MBL só porque eu falo em bolsopetismo? Ah Rodrigo, você é mais inteligente do que isso, você sabe que o presidente está cercado de petistas, se blindou com o centrão para proteger o 01, criticava o que o p t fazia mas faz exatamente igual, até com o mensaleiro e presidiário Valdemar Costa Neto ele se aliou, você só é pró governo porque ele defende as armas para a população (única coisa de bom que o presidente tem) de resto, lá no fundo você também acha ele um completo inapto.

Alecs
Alecs
1 mês atrás

Fonte: South Front, isso já diz tudo!

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
1 mês atrás

Era tudo que o Pentágono e OTAN precisavam para esvaziar o sentimento pró rússia que virá por conta da dó, um artigo no The Economist. Então South Front, qualquer retrato de uma possível consequência do boicote econômico contra a rússia deve ser encarado como blefe, correto? Ou seja, o Lukashenko da Bierlonete está virando mona não é por causa do colapso econômico, é porque mudou de opinião de livre espontânea vontade. O South Front, que é um veículo controlado pelo exército imperial do Czar – todos nós sabemos disso – fala para a população russa. É um de muitos dedos… Read more »

Pablo Maroka
Pablo Maroka
Reply to  Reinaldo Deprera
1 mês atrás

Boa Reinaldão da massa!

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
1 mês atrás

Tenho más notícias para os russófilos: o Putin tem um cancêr terminal. Já estão preparando um Golpe de Estado, para depô-lo.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Tadeu Mendes
1 mês atrás

Tadeu além do chapéu de alumínio ainda consume substância alucinógena kkk superasse os bots, faz um esforço ai comentar postagem, não precisa pensar, basta escrever não entendi mas não concordo.

César
Reply to  Nilton L Junior
1 mês atrás

Já pensou se o seu amado Putin morre? Imagino a sua choradeira! Vai guardar luto um tempão, aí que tu não trabalha mesmo nunca mais!

Thiago
Thiago
Reply to  César
1 mês atrás

A tendência é piorar.
Sempre entra uma mais radical.
Vide Maduro, Kim e o Aiatolá Kamenei.
Sempre piora para os EUA.

Luis
Luis
Reply to  Tadeu Mendes
1 mês atrás

E pelas decisões que ele vem tomando ultimamente, tudo indica que o cérebro foi o primeiro que foi pro espaço.

Pablo Maroka
Pablo Maroka
Reply to  Tadeu Mendes
1 mês atrás

Aquela cara inchada dele não nega.

Fisionomia está bem diferente do habitual de cara Bison querendo destruir a humanidade.

Alfredo Araujo
Alfredo Araujo
1 mês atrás

graças à vontade de Moscou de desmantelar não apenas sua própria aliança semelhante à OTAN com os países do Leste Europeu, mas também a URSS”
.
Falar que a Rússia teve boa vontade em “desmantelar sua aliança com os países do Leste Europeu”, é a mesma coisa q falar que um estuprador mostrou boa vontade em se afastar de uma mulher abusada…
Matéria ridícula e tendenciosa. Vergonha alheia total !

Luis
Luis
Reply to  Alfredo Araujo
1 mês atrás

.

lobo em pele e coelho.jpg
Nicolas_SS
Nicolas_SS
1 mês atrás

Isso me lembrou dos jornais financiados por Stalin na década de 30 para elogiar a URSS!

A Rússia não fabrica chips, não fabrica aviões, não tem sistema de pagamento…será que precisa falar mais alguma coisa?

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Nicolas_SS
1 mês atrás

Mas China e India sim. Fora que a Rússia é um dos maiores produtores de grãos do mundo e está preparada para atender essas bilhões de vidas indus e chinesas. Tudo isso a troco de óleo e grãos baratos, provavelmente, mas falta de clientes, não.

seuzénétiuôrqui
seuzénétiuôrqui
1 mês atrás

Vamos ao mundo real: A Ucrânia foi destroçada, a europa falirá com essa guerra, é questão de tempo, congressistas nos eua já começam a reclamar e barrar muitas sandices do biden e seu governo, a economia americana não está bem e todo mundo sabe disso, a inflação naquele país aumentou e muito, os eua/otan não vencerão a Rússia, mesmo numa guerra à longo prazo, a economia russa se mostra resiliente e até melhora; o rublo se valoriza, não haverá nenhum confronto direto entre eua/otan X Rússia pois os ocidentais, ao contrário dos russos não tem disposição para isso, ao contrário… Read more »

George
George
Reply to  seuzénétiuôrqui
1 mês atrás

Os EUA não faliram depois donPlano Marshal. Ao contrário, virou potência. A Alemanha não faliu depois que absorveu a destroçada Alemanha Oriental. Ao contrário, virou economia mais forte da Europa.

Last edited 1 mês atrás by George
Sequim
Sequim
1 mês atrás

Uns meses atrás eu disse, baseado em notícias da mídia independente, que as sanções econômicas contra a Rússia teriam baixa efetividade. Aí está a comprovação. Se tais sanções não estrangularam países como Venezuela, Irã e Coréia do Norte, muito menos o farão contra a Rússia.

paulof
paulof
Reply to  Sequim
1 mês atrás

Coréia do Norte era a região mais rica da península, hoje é uma fracção da economia do Coréia do Sul, essa diferença claro que tem haver um pouco pelas sanções, mas pela incompetência de quem governa, na verdade as sanções só diminuem a margem de errar dos regimes, mas como os ditos acima, assim como Cuba, são ineptos, a miséria vem a galope para suas populações.

Severiano Osteich
Severiano Osteich
1 mês atrás

Esse é um post para ser revisado mensalmente. As sanções financeiras vão derrubar a economia russa. Pergunte aos Cubanos, Iranianos, Sírios e
Norte Coreanos, países com programas amplos de sanções. Pena que eles não vão responder (porque não podem, oficialmente não podem), lhes faltam algumas liberdades.

Severiano Osteich
Severiano Osteich
1 mês atrás
Carlos
1 mês atrás

Não gostei do texto do The Economist nem das Forças Terrestres, Em Nenhuma parte do texto se faz referência à quantidade de combustíveis fosseis comprados pela Shell a 26 USD o barril, quando este era vendido a mais ou menos 100 USD no mercado de petróleo, nem é feito nenhuma referência à Índia que este ano já comprou o dobro do combustível comprado no ano anterior, isto porque comprou a menos de metade do valor de mercado. Utilizar dados russos, é utilizar dados falseados logo à partida pela propaganda russa. Fala-se muito da China como substituto para o consumo dos… Read more »

mac
mac
Reply to  Carlos
1 mês atrás

O texto não é do The Economist, é do South Front, de autoria de um “dragão” qualquer, enfim, título mentiroso e matéria tendenciosa.

Mensageiro
Mensageiro
1 mês atrás

O autor tenta apresentar uma visão diferente. Mas muito imparcial. Pra ele o ocidente é malvadao por natureza a Rússia não fez nada é santa kkkk.
A Rússia não tomou a Chechênia, a Ossétia do sul, a Crimeia, e nem ta tentando tomar a Ucrânia.
Confia!

naval762
naval762
1 mês atrás

Isso até o ouro da Venezuela acabar e depois?

Sagaz
Sagaz
1 mês atrás
mac
mac
1 mês atrás

Nossa; “South Front”? Sério? Isso desacredita o Forças Terrestres…

Marc
Marc
1 mês atrás

Vários fatores:
Sanções demoram para fazer efeito
Rublo sustentado artificialmente
Plantas de gás com equipamentos ocidentais devem parar nos próximos meses com faltas de pecas- turbinas Siemens/GE/Rolls-Royce
Gás russo deixou de ser uma alternativa para o mercado europeu. Para redirecionar para China vai demorar e os chineses vão pagar preços menores
Indústria automobilística russa praticamente parada
Muitas demissões de trabalhadores russos que estavam nas multinacionais que saíram da Rússia

A eliminação das sanções é um fator adicional na mesa de negociações

Uma guerra de 3 dias teria evitado essas rodadas de sanções mas estamos indo pra 3 meses…

IBZ
IBZ
1 mês atrás

A mídia ocidental é a voz das elites “com mega fone” disfarçada de voz do povo!

Marc
Marc
Reply to  IBZ
1 mês atrás

E a midia russa? Acho que e muito pior…

Hank Voight
1 mês atrás

Teria sido mais digno vir aqui reproduzir a matéria do The Economist do que um texto chapa branca de um site infame como o Southfront, o mesmo que publicou a fake news do “F-35I danificado por um S-200” anos atras.

mac
mac
1 mês atrás

“Na guerra, a primeira vítima é a verdade”.
Uma perguntinha. Onde está o link do “The Economist” para justificar o título enganoso ‘The Economist’ desfaz narrativa do ‘colapso econômico russo’?
A menos que “The Economist” seja a alcunha desse Drago Bosnic.
Pergunta que não quer calar: quem raios é esse cara para ter artigo citado? Porque se reproduzem aqui artigos do South Front, se o objetivo é ser um fórum sério de debate militar?
A editoria está indo de mal a pior…

Last edited 1 mês atrás by mac
Maurício.
Maurício.
Reply to  mac
1 mês atrás

“Porque se reproduzem aqui artigos do South Front, se o objetivo é ser um fórum sério de debate militar?”

Ué, aqui se reproduzem artigos da CNN, BBC, FOX, NYT, Newsweek e até de “altos funcionários do governo americano e britânico”, você acha essas fontes muito melhor que o Southfront?

mac
mac
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

Porque essas emissoras e agências de notícias exibem evidências do que escrevem, e não só as vozes que falam em suas cabeças como o South Front…

mac
mac
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

Porque não colocaram logo então: ‘South Front’ desfaz narrativa do ‘colapso econômico russo’?
Porque ninguém se daria ao trabalho de ler tal baboseira; mas colocando “The Economist”, até quem quem leia perceba que o artigo está cheio daquilo que o penico guarda, já foi, né…

Últimas Notícias

Apresentação sobre Estudos Estratégicos – Prof. Dr. Vitelio Brustolin

O Prof. Dr. Vitelio Brustolin, Professor de Direito Internacional, Organizações Internacionais e Estudos Estratégicos do INEST/UFF e pesquisador da...
- Advertisement -
- Advertisement -