segunda-feira, novembro 28, 2022

Saab RBS 70NG

Reino Unido pode treinar até 10 mil soldados ucranianos a cada 120 dias

Destaques

Guilherme Poggio
Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

O Reino Unido se ofereceu para lançar uma grande operação de treinamento para as forças ucranianas, com potencial para treinar até 10.000 soldados a cada 120 dias.

Isso não é uma novidade. Em 2015 o Reino Unido lançou a Operação Orbital, que treinou mais de 22.000 ucranianos de 2015 até a invasão em grande escala da Ucrânia. As habilidades ensinadas pelas forças britânicas às tropas ucranianas durante o programa de sete anos permitiram que as forças ucranianas lançassem uma defesa feroz contra a invasão da Rússia.

O novo programa treinaria forças fora do país.

De acordo com um comunicado:

“Durante uma visita a Kyiv hoje, o primeiro-ministro disse ao presidente Zelenskyy que o Reino Unido poderia liderar o programa histórico, que mudaria fundamentalmente a equação da guerra, garantindo que as Forças Armadas da Ucrânia tenham a resiliência necessária para serem vitoriosas em sua luta por paz duradoura.

A oferta ao presidente Zelenskyy veio enquanto a dupla discutia a situação na Ucrânia e como o povo ucraniano continua a inspirar o mundo com sua incrível resistência.

O programa liderado pelo Reino Unido treinaria as Forças Armadas da Ucrânia usando a experiência comprovada do Exército Britânico, permitindo-lhes acelerar sua implantação, reconstruir suas forças e aumentar sua resistência à medida que continuam a defender a soberania de sua nação contra invasores russos. Parceiros internacionais seriam convidados a sediar o programa, se a oferta for aceita pela Ucrânia.”

O primeiro-ministro Boris Johnson disse:

“Minha visita hoje, nas profundezas desta guerra, é enviar uma mensagem clara e simples ao povo ucraniano: o Reino Unido está com vocês e estaremos com vocês até que vocês finalmente vençam. Assim como os soldados ucranianos disparam mísseis do Reino Unido em defesa da soberania de sua nação, eles também o fazem em defesa das próprias liberdades que consideramos garantidas.

É por isso que ofereci ao presidente Zelenskyy um novo e importante programa de treinamento militar que poderia mudar a equação desta guerra – aproveitando a mais poderosa das forças, a determinação ucraniana de vencer. Dois meses depois da minha última visita, a garra, a determinação e a resiliência ucranianas estão mais fortes do que nunca, e sei que essa determinação inquebrantável sobreviverá por muito tempo às vãs ambições do presidente Putin.”

Entende-se que cada soldado passaria três semanas no curso de treinamento, aprendendo habilidades para a linha de frente, além de treinamento médico básico, segurança cibernética e táticas contra-explosivas.

Juntamente com a oferta de treinamento, os líderes também discutiram como o Reino Unido pode desempenhar um papel fundamental no fim do bloqueio de grãos, diz o governo do Reino Unido.

O governo acrescentou que o Reino Unido já prometeu mais de £ 1,3 bilhão em apoio econômico e humanitário à Ucrânia – incluindo mais de 5.000 mísseis antitanque NLAW, sistemas de foguetes de lançamento múltiplo de longo alcance e sistemas de artilharia, incluindo canhões autopropulsados ​​de 155 mm.

FONTE: UK Defence Journal

- Advertisement -

48 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

48 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Plinio Carvalho
Plinio Carvalho
5 meses atrás

É uma iniciativa boa, o problema é o tempo.
De acordo com autoridade ucranianas, morre 200 soldados ucranianos por dia e o dobro disso fica ferido, se calcularmos apenas os soldados mortos com essa taxa de 200 ao dia no período de 4 meses, teremos 24 mil soldados ucranianos mortos, ou seja, o numero de soldados treinados não cobre nem as mortes ucranianas em combates, se colocarmos tb os números de feridos no período de 4 meses, esse numero de 24 mil baixas aumenta muito mais.
Vamos aguarda e ver o que dar.

Last edited 5 meses atrás by Plinio Carvalho
Petrus
Petrus
Reply to  Plinio Carvalho
5 meses atrás

Entre mortos, feridos, desaparecidos e desertores já chegam a 1.000 por dia.

Nascimento
Nascimento
Reply to  Petrus
5 meses atrás

Não. Esses 200 é tudo, ferido, desaparecido, desertores, baixas e capturados. Tanto Rússia quanto Ucrânia contam suas perdas dessa forma.

Recruta zero
Recruta zero
Reply to  Plinio Carvalho
5 meses atrás

Só em munição os ucranianos devem estar gastando pelo menos meio bilhão por dia,por quanto tempo os europeus estarão dispostos a bancar esses gastos,sem falar em salários dos soldados e injeção direta de recursos no governo e economia .

Rodrigo Frizoni
Rodrigo Frizoni
Reply to  Plinio Carvalho
5 meses atrás

Na vdd vc errou, o governo ucraniano disse que morrem por volta de 100. E vale destacar que não só o Reino Unido vai treinar tropas. Se o Reino Unido pode treinar 10 mil em 4 meses, provavelmente os eua vai treinar por volta de 20 a 30 mil. A uma semana atrás a Ucrânia disse que está usando 700 mil soldados e que outros 300 mil iriam terminar o treinamento em julho.

Zabumba
Zabumba
5 meses atrás

Qual vai ser reflexo ?

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
5 meses atrás

Boris Jhonson continua com sua cruzada anti Rússia em uma causa perdida. A cada 120 dias muito mais que 10 mil soldados Ucranianos morrerão, mas claro, como não são ingleses não tem problemas. A derrota Russa não veio e não virá como querem muitos e o povo Ucraniano continua a sofrer. E as propagandas e narrativas irresponsáveis do ocidente já não fazem mais efeito.

Last edited 5 meses atrás by Fabio Jeffer
Maromba
Maromba
Reply to  Fabio Jeffer
5 meses atrás

Parece que já estão começando a raspar o tacho.

“O Ministro de Relações Exteriores da Ucrânia Dmytro Kuleba emitiu uma nota ao governo da Polônia pedindo que o país deporte para a Ucrânia todos os homens ucranianos entre 18 e 60 anos de idade. Para fins de mobiliza-los no front contra o exército russo.”

A2E392DC-93AB-4324-B0FE-3FD92F95F976.jpeg
Last edited 5 meses atrás by Maromba
LUIZ
LUIZ
Reply to  Maromba
5 meses atrás

A essa hora refugiados nessa faixa de idade já devem tá cruzando a fronteira pra outros países saindo da Polônia.

Heinz
Heinz
Reply to  Fabio Jeffer
5 meses atrás

A Ucrânia continua a sofrer porque simplesmente a Rússia os atacou, com a desculpa de “desnazificar e desmilitarizar” a Ucrânia, mas todos nós sabemos que isso se trata apenas do imperialismo russo em ação.
Foi assim na Chechênia, Georgia, e agora Ucrânia.
A Finlândia que abra o olho, nunca confie nos russos.

Guilherme Leite
Guilherme Leite
Reply to  Fabio Jeffer
5 meses atrás

Isso me lembra muito um famoso discurso inglês na câmara dos comuns!

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Fabio Jeffer
5 meses atrás

E quanto ao genocídio de Bucha?! Por quê deixaram de falar sob a tragédia?!Alguém sabe?

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
5 meses atrás

“Shit, here we go again” KALIBR, 2022.

images (34).jpeg
Mgtow
Mgtow
Reply to  Inimigo do Estado
5 meses atrás

Kkkkkk
Kalibr neles

Alan Santos
Alan Santos
Reply to  Inimigo do Estado
5 meses atrás

Guerra do Iraque foi usado mais de 90.000 Tomahawk, agora mande teu baixinho usar um desses contra a OTAN .

Heinz
Heinz
5 meses atrás

Medvedev é o cachorro adestrado do Putin, ele possui delírios de grandeza, e acha que a Rússia vai retomar todos os territórios que um dia foram russos ou obedeciam as ordens de Moscou.

Mgtow
Mgtow
5 meses atrás

É isso aí.
Apague o fogo com gasolina.
Depois a Rússia toma uma medida avassaladora aí ficam de mimimi russofobico.
Lembrando que a Rússia relutou até o último momento em partir para uma ação militar
Foram os demônios anglo-saxões que incentivou tudo isso

Mensageiro
Mensageiro
Reply to  Mgtow
5 meses atrás

Depois a Europa da misseis pra acertar a Rússia e capacidade nuclear para a Ucrânia. Pronto acabou a guerra

Nemo
Nemo
Reply to  Mensageiro
5 meses atrás

Mensageiro, ninguém dá capacidade nuclear para ninguém. Além disso, a Europa não tem capacidade nuclear ni sentido que vc cólica, quem tem : UK França e Bélgica (que não usa).

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Mensageiro
5 meses atrás

Sério que você acredita nisso?! Que alguém do clubinho nuclear( eua, Inglaterra e França) irá pôr um missil nuclear ou até algumas “simples’ bombas B-61para a Ucrânia ameaçar a Rússia?! Só se for para dar um tiro no próprio pé…

Fizessem isso, certamente Bélgica, Holanda, Itália, Alemanha ou Romênia iriam receber retaliações fortes caso os “ukries” usassem um artefato desses em solo russo.

Afinal esses são os países europeus não-oficialmente nucleares que guardam tais armas na europa.

Seria jogar merda no ventilador !

Hcosta
Hcosta
Reply to  Mgtow
5 meses atrás

Algo que foi dito por muitos, até comunistas, na invasão da Polónia em 39…
Foram forçados a atacar.

Podiam ser mais originais e mudar o discurso…

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Hcosta
5 meses atrás

E não foram? Hitler pediu por gentileza aos poloneses que devolvessem o corredor polonês, cuja população era mais de 80% germânica, e queriam ser alemães. A Polônia além de negar, ainda praticou perseguição aos alemães que viviam na Polônia, obviamente tomou nas fuças.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Inimigo do Estado
5 meses atrás

E assim se relativiza o nazismo…

A culpa foi da Polónia…

E são os Ucranianos os nazis…

E não foi só Hitler, também Estaline usou essa “justificação”

Pedro
Pedro
Reply to  Mgtow
5 meses atrás

Coitada..a Rússia é uma vítima….

Machado
Machado
5 meses atrás

Manda mais pro moedor de carne e fazedor de viúvas Russo. Mas mande mais sacos plásticos pretos TB. Zelansky pagará caro por isso.

George
George
Reply to  Machado
5 meses atrás

Que fique claro, foi a Rússia que invadiu.

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  George
5 meses atrás

Exatamente isso.Mas que fique claro também o quanto a Otan se chegou para as fronteiras da Rússia.

Monarquista
Monarquista
Reply to  Renato de Mello Machado
5 meses atrás

2 perguntas: exatamente por que a Otan chegou nas fronteiras russas? A Ucrânia poderia entrar na Otan antes da invasão russa?

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Renato de Mello Machado
5 meses atrás

A culpa foi de Kiev que se juntou a más companhias e caiu na historinha deles, dos “mocinhos” de que entrariam na UE, levando prosperidade econômica a Ucrânia, que depois em um futuro seria acolhida na aliança e seriam protegidos pelos amiguinhos do Clube…

Poderiam ter se contentando apenas em serem parceiros da UE,a ambição foi grande demais, agora é tarde para voltar atrás.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Adriano Madureira
5 meses atrás

A Rússia era uma boa companhia?

Nem um acordo comercial com a UE os Russos permitiram…

Neural
Neural
5 meses atrás

D-30 o cantando, daqui a pouco tomam kramatorsk

Monarquista
Monarquista
Reply to  Neural
5 meses atrás

Eu acho que vão tomar Lisboa hein? Estão 90 dias atrasados no cronograma de tomar a Europa alardeada por russófilos, mas vão tomar…

Neural
Neural
Reply to  Monarquista
5 meses atrás

Se tomarem Lisboa em 3 meses podem dar a medalha de Super Sayajins pro exército Russo. Nem napoleão conseguiu isso com a Europa destroçada no século 18.

Rússia não quer país velho, com terras inférteis e sem recursos minerais

Hcosta
Hcosta
Reply to  Neural
5 meses atrás

A esta velocidade, talvez em 2024…

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
5 meses atrás

Do jeito que tá morrendo ucraniano todo dia é melhor começar logo.

Pablo Maroka
Pablo Maroka
5 meses atrás

Interessante ver a posição que UK tem tomado nesse conflito, junto com os EUA provavelmente são os países que mais estão contribuindo para a ucrania.

Leonid Brejnev
Leonid Brejnev
5 meses atrás

Treinados para morrer!

Francisco
Francisco
5 meses atrás

O primeiro ministro britânico está tentando se aproveitar da situação do conflito para disfarçar as divergências pós Brexit, contudo parece que vários membros da UE não morderam a isca.

Agressor's
Agressor's
5 meses atrás

Se fosse a China, Rússia ou o Kim Jon Un fazendo isso seria um absurdo. É triste ver o nível da perversidade do ser humano. Usando todos os artifícios possíveis pra manipulação. Políticos e magnatas da indústria de armas mal intencionados usam o pobre povo nas suas conquistas corruptas. Pobre povo!…

Last edited 5 meses atrás by Agressor's
AMBAR
AMBAR
Reply to  Agressor's
5 meses atrás

É a arte de fazer combinar gestos de amor com arminha.

Neural
Neural
Reply to  AMBAR
5 meses atrás

Bondão tratorou, acabou pra Ucrânia. Zelensky tem que fechar um acordo antes que a onda soviética chegue em Kiev pelo Leste.

AMBAR
AMBAR
5 meses atrás

Os norte-americanos têm um talento especial para encontrar governantes lesados para colocar em países chaves como bonecos manipuláveis a seus interesses. Zelensky só seria superado em estupidez pelo nosso atual presidente. Sorte que somos um país de seres provisórios e acomodados.

Bispo
Bispo
5 meses atrás

120 dias … vão retornar para a Ucrânia para “defender” o já conquistado pelos russos ?

Sem armas “necessárias” serão mais 10K na vala.

E tem o “general inverno” que na Ucrânia começa no mês de novembro…dezembro na Europa… o cenário Europa com gás racionado , Ucrânia congelando, fácil para os russos destruírem torres de transmissão de energia, etc..

Last edited 5 meses atrás by Bispo
Adriano Madureira
Adriano Madureira
5 meses atrás

“O Reino Unido se ofereceu para lançar uma grande operação de treinamento para as forças ucranianas, com potencial para treinar até 10.000 soldados a cada 120 dias”.

Pagos pelo contribuinte inglês obviamente ! No fim a conta irá chegar aos súditos de sua majestade…

Alan Santos
Alan Santos
Reply to  Adriano Madureira
5 meses atrás

Se a Inglaterra que é a 5 economia mundial você está preocupada com contribuintes, imagine a Rússia a 13 …hahahahah

Francisco
Francisco
Reply to  Alan Santos
5 meses atrás

Caro Alan um tanto sem sentido essa sua analogia já que a Rússia é um ator direto no conflito, diferente dos súditos da rainha, e para corroborar que os súditos não estão felizes assim você vu a enorme manifestação pelo aumento no custo de vida que está diretamente ligado a esse conflito na ilha ontem 18/06.

Jonathan Pôrto
Jonathan Pôrto
5 meses atrás

Depois do lenga lenga pra Ucrânia ingressar na UE desde 2014, governos inclusive do próprio Zelenskyy sem ouvir o povo da praça Maidam agora isso, uma ajuda a quem do necessário feita pra retardar a derrota !!

Últimas Notícias

Imagens de uma guerra: míssil anticarro erra o alvo por pouco

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um ATGM russo passando sobre um carro de combate ucraniano. A...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -