terça-feira, agosto 16, 2022

Saab RBS 70NG

Pressão política do Ocidente acelera integração Rússia-Belarus, diz Putin

Destaques

Guilherme Poggio
Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

O presidente russo Vladimir Putin disse, nesta sexta-feira (1º), que a pressão política do Ocidente está acelerando a integração de Belarus com a vizinha Rússia, que vem ocorrendo há mais de duas décadas.

“A pressão política e social sem precedentes do chamado Ocidente coletivo está nos empurrando para acelerar o processo de unificação: juntos para minimizar os danos das sanções ilegais, para simplificar o domínio da produção de produtos necessários, para desenvolver novas competências, para expandir a cooperação com países amigos”, disse Putin em um fórum bilateral.

Os dois vizinhos eslavos assinaram um Tratado da União em 1997 que pretendia restaurar alguns dos laços estreitos quebrados pelo colapso da União Soviética.

Mas o entusiasmo do presidente autocrático de Belarus, Alexander Lukashenko, por uma integração política mais próxima aumentou e diminuiu, assim como a dependência econômica de Belarus de seu primo muito maior e mais rico.

Lukashenko ficou mais em dívida com Moscou no final de 2020, quando Putin forneceu apoio político e financeiro ao reprimir uma onda de protestos antigovernamentais desencadeados por uma eleição presidencial que a oposição disse ter sido fraudada.

Em fevereiro, Lukashenko permitiu que Moscou usasse a Belarus como plataforma de lançamento para algumas das colunas blindadas russas que invadiram o vizinho do sul de Belarus, a Ucrânia.

O ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, disse na semana passada que os dois países devem tomar medidas conjuntas urgentes para melhorar suas capacidades de defesa e a prontidão de combate das tropas. Leia história completa

De acordo com o Tratado da União, cada estado permanece soberano, mas concede aos cidadãos do outro os direitos de residência e cidadania.

Embora a união tenha promovido a integração econômica e forneça defesa mútua em caso de ataque, os esforços para estabelecer uma moeda comum falharam quase duas décadas atrás.

FONTE: CNN Brasil

- Advertisement -

71 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

71 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ronilson Nogueira costa
Ronilson Nogueira costa
1 mês atrás

O território russo já era gigante imagina agora com a Criméia, mais a metade da Ucrânia e Belarus um verdadeiro império.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Ronilson Nogueira costa
1 mês atrás

Isso já aconteceu e era muito maior. Era a União Soviética.
E toda a gente sabe como acabou.

Ronilson Nogueira costa
Ronilson Nogueira costa
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Poisé um verdadeiro império, a urss acabou e continua um império.

Homero
Homero
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

A União Soviética herdou o território que o Império Russo havia construído ao longo de séculos, mas a URSS não acrescentou territórios… pelo contrário, com sua dissolução em 1991 perdeu muitos territórios, incluindo a Ucrânia.

Albuquerque
Albuquerque
Reply to  Ronilson Nogueira costa
1 mês atrás

E se continuar a pressão do Ocidente, a Rússia vai ‘negociar’ com o resto da Ucrânia, Moldávia, Cazaquistão e Países Bálticos.

Capa Preta
Capa Preta
Reply to  Ronilson Nogueira costa
1 mês atrás

A lituânia que abra o olho, Putin vai querer usar a Bielorussia como cavalo de batalha para unificar territórios até Kaliningrado.

Carvalho
Carvalho
1 mês atrás

Traduzindo:
A bola da vez não é a Polônia, nem a Moldávia, nem Transnitria…..
É a Bielorrússia…

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Carvalho
1 mês atrás

Tem que enfrentar o..como é o nome atlanticismo? Falei certo?

Carvalho
Carvalho
Reply to  Rodrigo
1 mês atrás

É por causa do nióbio…
Positivismo….
Globalismo….

pangloss
pangloss
Reply to  Carvalho
1 mês atrás

A Bielorrússia já foi fagocitada há muito tempo pela Rússia. É um Estado-fantoche de Putin. Não há mais nada a avançar nessa “integração”.
A Rússia só não anexa o território bielorrusso porque ali só há miséria e corrupção.
Aliás, a Bielorrússia é um bom exemplo do que a aliança com a Rússia tem a oferecer a um país.

Augusto
Augusto
Reply to  pangloss
1 mês atrás

Isso e um fato pangloss, se tratassem melhor seus vassalos, não teriam perdido seu imperio nos 90 e nem teriam que estar passando por essa “operação especial” na Ucrânia.

Nisso não podemos falar dos americanos e de seu império econômico.

André de Souza
André de Souza
1 mês atrás

Senhores em Fevereiro Putin colocou mais de 100 mil homens na fronteira com a Ucrânia e disse que não iria invadir, na época ouvi analistas sérios falando que ele iria invadir sim, porque ninguém coloca essa quantidade de militares na fronteira atoa, ainda mais pelo custo que isso acarreta.
Hoje a OTAN colocou 300 mil homens ou mais de prontidão praticamente na fronteira com a Rússia, ninguém mobiliza tantos soldados assim atoa, seria uma resposta iminente ?

Paulo Brics
Reply to  Slow 🇧🇷
1 mês atrás

Kkkkkkkkkkkk…..
Rapaz, esta otan não se cansa de de se auto ridicularizar…

Carvalho
Carvalho
Reply to  Paulo Brics
1 mês atrás

O que dizer do BRICS?….agora podendo entrar Irã e Argentina….

Carvalho
Carvalho
Reply to  Carvalho
1 mês atrás

Paulo, deixando a brincadeira de lado…
Vc viu a notícia do 747 matrícula iraniana com tripulação venezuelana que pusou no Paraguai e está retida na Argentina???
Esse história é muito boa….
Vale um post do Aéreo…

Paulo Brics
Reply to  Carvalho
1 mês atrás

Realmente um capítulo de novela interessantíssimo. A aeronave pertenceu à empresa iraniana Mahan Air mas foi alugada em fevereiro deste ano para a venezuelana Emtrasur, subsidiária da Conviasa. Os iranianos a bordo são suspeitos de serem das forças Quds e dizem que o piloto do jato é um ex general da Guarda  Revolucionária do Irã que participou de vôos entre Irã e Siria transportando armas e também de várias outras operações no O. Médio e África, sendo inclusive conhecido dos russos por sua destreza ao ter salvo uma aeronave com 230 passageiros a bordo. Um dos motores se incendiou e… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Paulo Brics
Albuquerque
Albuquerque
Reply to  Carvalho
1 mês atrás

G7 = 770 milhões de habitantes.
Brics = 3.2 bilhões.

Agora acabou.
Esse pessoal do G7 vai ter de trabalhar.
Acabou o tempo de viver de renda a vida toda e arrotar grandeza.
Melhor vc se acostumar com essa ideia.

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Albuquerque
1 mês atrás

Indonésia = 270 milhões de habitantes.
Paquistão = 216 milhões
Nigéria = 200 milhões
Bangladesh = 163 milhões.

Israel = 9 milhões
Suécia = 10 milhões
Austrália= 25 milhões
Coreia do Sul = 51 milhões

Ah, como seria bom se população fosse indicativo de prosperidade, qualidade de vida, atividade industrial, desenvolvimento tecnológico ou qualquer coisa do tipo…

Albuquerque
Albuquerque
Reply to  Felipe Morais
1 mês atrás

É, mas bem que o Ocidente gosta de vender carros, máquinas, telefones e etc para Indonésia, Paquistão e etc.
Ganhar uma grana fácil, né?
Mas, quem sabe?
De repente o G7 se baste sozinha.
Os EUA mandam um iPhone para a Alemanha que paga vendendo chucrute para os americanos.
Ah!
A iguaria vai fria mesmo, porque o gás está caríssimo e escasso na Alemanha.
Cada coisa……

Carvalho
Carvalho
Reply to  Albuquerque
1 mês atrás

Diz pro mano voltar !!

Hcosta
Hcosta
Reply to  Albuquerque
1 mês atrás

E como o Brasil, a Rússia e a África do Sul se comparam com a índia e a China?

Uma relação algo para o desequilibrado…

Albuquerque
Albuquerque
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

O que seu sei é que na última reunião dos Brics foi anunciada intenção do Irã e Argentina entrarem no grupo.
E grandes países do terceiro mundo como Indonésia, Egito, Etiópia, Vietnã e outros participaram como observadores.
Isso tudo fará com que mais da metade da população mundial se reúna nesse acordo.
A expansão do grupo demonstra também claramente que a Europa e os EUA estão se isolando do resto do Mundo.
Não há como negar que o Mundo está mudando.
E rápido.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Albuquerque
1 mês atrás

Sim, já vem a repetir essa conversa sempre que há um acordo, por mais insignificante que seja, e o resultado é o mesmo. Nada de concreto.
Tem de perceber que há uma diferença entre alianças de circunstância e alianças verdadeiras.

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Albuquerque
1 mês atrás

Fazer bloco só com pais anão economicamente não da. Chama Argentina caloteira, ira terrorista e tem leis que eram da idade média. Não dá…

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Que relação equilibrada existe com os EUA na NATO ou no G7?
Washington manda e os outros obedecem.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Mateus Gonçalo
1 mês atrás

Como se vê agora com a Turquia…
Se os EUA mandassem não havia este problema…

Albuquerque
Albuquerque
Reply to  Slow 🇧🇷
1 mês atrás

Foi o que eu li.
Não há como manter 300 mil soldados.
E o pior é que nem sabemos como será a União Europeia e a OTAN.
Sabe como é, ‘em casa que falta pão……’

Slow 🇧🇷
Slow 🇧🇷
Reply to  Albuquerque
1 mês atrás

Todo mundo briga e ninguém tem razão

Hcosta
Hcosta
Reply to  André de Souza
1 mês atrás

Pelo que me parece não é na fronteira com a Rússia.
Esses são os Battlegroups, penso que são 4. Nos Bálticos, na fronteira Russa e nos países europeus que fazem fronteira com a Ucrânia, ainda longe da Rússia.

Esses soldados estarão na sua maioria nos seus países. Normalmente serão paraquedistas e similares. E pode demorar a algum tempo a serem organizados

Last edited 1 mês atrás by Hcosta
Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

A teoria militar da NATO tem como base o infantilismo.
Em caso de concentração para invasão, os russos vão usar armas nucleares táticas, de destruição em massa e a capacidade bélica de elevada dimensão com os Iskanders.
Da Bielorrússia e de certas zonas da Ucrânia, toda a Europa virará capim queimado.

Mensageiro
Mensageiro
Reply to  Mateus Gonçalo
1 mês atrás

Rússia fizer isso some do mapa

suTerminator
suTerminator
Reply to  Mensageiro
1 mês atrás

Olha o tamanho da russia e o tamanho da europa.

Mensageiro
Mensageiro
Reply to  suTerminator
1 mês atrás

EUA tem silos nucleares russos todos mapeados pontinhos pra explodir. Na primeira bobeira que a Russia der, já era.

Alan Santos
Alan Santos
Reply to  Mateus Gonçalo
1 mês atrás

Com se a Rússia também não iria virar capim queimado “. é cada idiota …

Augusto
Augusto
Reply to  André de Souza
1 mês atrás

Duvido.

Paulo Brics
1 mês atrás

E em breve aquilo que se conhece com Ucrânia, ou a maior parte dela, também será integrada. Putin já conquistou as regiões mais ricas em recursos mas declarou esta semana que “esta operação vai acabar em algum monento e isto deverá ser no final deste ano.” Portanto está claro que muito mais território será conquistado e ninguém irá conseguir deter isto. Vou aconselhar aos otanbots, que característicamente padecem de desequilibrio emocional, que preparem um estoque de Rivotril que os próximos meses serão mais duros ainda para eles. E volto a repetir, o risco da UE se ver envolvida numa pinça… Read more »

Avai2022
Avai2022
Reply to  Paulo Brics
1 mês atrás

E você apoia a assimilação de países livres? Apoia o imperialismo do bem…aí USA a desculpa da otan do mal para justificar sua posição de apoio incondicional a regimes de déspotas e antidemocráticos. Seja mais honesto e assuma que você não acredita em democracia e todos os princípios que ela carrega (estado democrático de direito). Você acredita em ter um papai do mal … um Mao / Stalin … sugiro você se mudar para estes países. Voce sera mais feliz.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Avai2022
1 mês atrás

Mem responda: Qual foi o país do norte que patrocinou todos os golpes de estado na América Latina ?? Apoiou o golpe em 2016 contra o governo Dilma e contra o governo Yanovichit na Ucrânia.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  LUIZ
1 mês atrás

Deixa ver, deve ser aquele que latia a Venezuela Comunista do Maduro ditador??

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Avai2022
1 mês atrás

Conversa de sempre: do moralista dentro da sala de reunião militar.
Isto aqui não é uma conversa sobre a Paixão de Cristo.

Henrique
Henrique
Reply to  Paulo Brics
1 mês atrás

“E em breve aquilo que se conhece com Ucrânia, ou a maior parte dela, também será integrada.”

a guerra não começou pq a Otan estava se expandido pro lado da Rússia e agora a Rússia vai anexar território da Ucrânia pra ficar perto da Otan?

Last edited 1 mês atrás by Henrique
Hcosta
Hcosta
Reply to  Paulo Brics
1 mês atrás

Não sou especialista no assunto mas fazer comentários, repetitivos, sem nexo e delirantes não será um sintoma de desequilíbrio emocional?

A Rússia vai ganhar, a Rússia vai ganhar, …

Talvez seja uma forma de lidar com a realidade, negando-a…

Slow 🇧🇷
Slow 🇧🇷
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

“ Talvez seja uma forma de lidar com a realidade, negando-a… “

https://www.forte.jor.br/2022/06/29/lysychansk-pode-cair-em-breve/

Realidade …

Hcosta
Hcosta
Reply to  Slow 🇧🇷
1 mês atrás

E? Quais são os objetivos de Putin?
Desmilitarizar? Já não dá. Derrubar o governo? Também não me parece.
Conquistar território à Ucrânia de modo a torná-la inviável? Talvez, mas é preciso aguentar as consequências.

Se aceleraram a ofensiva, para mais alguns Km’s por dia, Isso pode ser um sinal de impaciência ou de desespero.

A Rússia é assim, guerras e mais guerras, e acaba sempre por ser o povo Russo a sofrer. Se assim não fosse Putin já não seria presidente. Como resultaria a cultura do medo sem um inimigo?

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Não foi por falta de aviso.
Passando pelo site, os Otanbots e Disneyboys estavam arrotando vitória e espirrando vaidade, agora estão mais humildes.
E uma coisa é Putin derrubar a Ucrânia, outra é ficar com a Bielorrússia como promoção. Isto muda toda a conversa de que há alargamento da NATO e apenas isso.
A gente também tá vendo o alargamento da Rússia e em condições militares ímpares, pois Minsk não vai aceitar ser “comido”

Hcosta
Hcosta
Reply to  Mateus Gonçalo
1 mês atrás

A Rússia já perdeu.
A questão é quanto tempo vai durar esta guerra.

E a Bielorrússia há muito tempo que é um país satélite/vassalo. Ou seja, não vai haver nenhuma diferença em termos estratégicos.

Muito diferente da Suécia e da Finlândia. E o mais significativo ainda será o aumento do orçamento da Alemanha e dos outros países.

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Paulo Brics
1 mês atrás

Fontes’ : vozes da minha cabeça que não me deixam dormir

Carvalho
Carvalho
Reply to  Paulo Brics
1 mês atrás

Vladivostok ataca Madagascar…
3 Exércitos!!

Albuquerque
Albuquerque
Reply to  Paulo Brics
1 mês atrás

A notícia de hoje é que moradores de Kharkov já podem pedir passaporte russo.
Essa notícia deixa claro que Putin vai anexar essa província também que tem forte influência russa.
Não por outro motivo, as tropas russas voltaram a avançar e já estão nos subúrbios da cidade.

Maurício.
Maurício.
1 mês atrás

A integração Rússia-Belarus é normal, todas potências tem seus países capachos/vassalos de estimação…

Albuquerque
Albuquerque
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

Pois é.
A OTAN incorpora a Suécia e a Finlândia e a Rússia a Bielorrússia.
Mas, na verdade, nada muda.
Todo mundo sabe quem em uma guerra mundial a Bielorrússia vai se unir à China e Rússia e a Suécia e Finlândia à OTAN.
Não muda nada.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

Com a militarização da NATO e recepção de presidentes fantoches como a da Bielorrússia e ainda a protecção aos turcos que Erdogan chama de terroristas, você tava esperando o quê?
Cê não se esqueça de um facto, a NATO aproveitou a fraqueza da República dos Eslavos do Sul, Iugo + Slavia, para entrar e destruir, porque eles não faziam parte do guarda-chuva russo… só não aprende quem é teimoso.

Rogério
Rogério
1 mês atrás

Vão anexar o puxa saco tb!
Daqui a pouco teremos o Cazaquistão pedindo p/ entrar na Otan!

Last edited 1 mês atrás by Rogério
Henrique
Henrique
Reply to  Rogério
1 mês atrás

Cazaquistão ja meteu uns loco ai esse dias na frente do Putin falando que não reconhece os dois países artificiais que Rússia plantou na Ucrânia
.
Se ainda tem algum satélite querendo pular fora esse é a hora kkkkk

Elisandro
Elisandro
Reply to  Henrique
1 mês atrás

O ditador cazaque está cuspindo nos russos após eles o manterem no poder… No entanto, o Putin é bem rancoroso e o Cazaquistão também possui muitos russos étnicos por lá…

Albuquerque
Albuquerque
Reply to  Elisandro
1 mês atrás

Os russos sabem muito bem como pagar ingratidão.

Fish
Fish
Reply to  Henrique
1 mês atrás

No dia que o Cazaquistão quiser meter o louco e querer seguir o exemplo da Ucrânia, não será o urso que irá acabar com a festa, mas sim o dragão do leste.

Last edited 1 mês atrás by Fish
Henrique
Henrique
Reply to  Fish
1 mês atrás

esse “dragão do leste” está bebendo da mesma fonte do urso… mais ainda vai ter a chance de se provar ou se mostrar um origami igual a Rússia

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Rogério
1 mês atrás

E sera que teremos outra operação especial? Pois perder 2 mil tanque por operação é complicado

Albuquerque
Albuquerque
Reply to  Rodrigo
1 mês atrás

Manda a OTAN ajudar.
Quero ver os frágeis soldados americanos lutando contra russos e chechenos nas estepes cazaques a 30 ou 40 graus negativos.
Isso eu queria ver.

Albuquerque
Albuquerque
Reply to  Rogério
1 mês atrás

No dia seguinte os russos estarão lá.
Ano passado já estiveram lá.
Não custa nada voltar.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Albuquerque
1 mês atrás

Só não tá entendendo quem não quer.
Em primeiro lugar, na Ásia Central, o domínio soviético / russo sempre impediu a expansão do Islão, mas tão logo Cazaquistão, Uzbequistão, Tajiquistão, Turquemenistão e Quirguistão se tornaram independentes, retornaram ao islamismo, e nem China, nem Rússia os querem…. é o mesmo povo que está a em conflitos dentro do regime chinês e apoiam e vão engolir o Afeganistão com o Paquistão…
O líder Cazaque tá sendo o chamariz para os traidores… ele tá alinhado com Moscovo.

Grifon
Grifon
1 mês atrás

O próprio ocidente está se auto deteriorando. Os EUA e a Europa não aceitam um mundo multipolar, aí querem causar guerra a todo custo. Essa OTAN n serve pra nada.

Rodrigo
Rodrigo
1 mês atrás

Não pode isso OTAN precisa lançar uma operação especial para desnazificar essa região de Belarus

Alessandro
Alessandro
1 mês atrás

Pra quem estava com BRAVATAS dizendo que iria invadir a Suécia e Finlândia se entrasse na OTAN, agora só restou anexar o amiguinho cagão do lado.

Coitada da população bielorussa sobrou pra eles.

Last edited 1 mês atrás by Alessandro
Elisandro
Elisandro
Reply to  Alessandro
1 mês atrás

Seis por meia dúzia… Já é uma ditadura.

Albuquerque
Albuquerque
Reply to  Alessandro
1 mês atrás

Não creio que Putin esteja assim tão preocupado com isso.

southfront.org/turkey-agreed-to-sweden-and-finland-nato-putin-is-not-against

Em caso de guerra, a Rússia vai invadir os Países Bálticos e a Finlândia de qualquer maneira.
Sendo da OTAN ou não.

Victor Filipe
Victor Filipe
1 mês atrás

é a Bielorussia… eles só não são parte da Russia porque tem “Bielo” na frente do nome…

O Pais não tem independência nenhuma, nunca teve.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Victor Filipe
1 mês atrás

Como a Ucrânia.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Victor Filipe
1 mês atrás

O primeiro Presidente russo, Boris Yeltsin, e Lukashenko assinaram o acordo sobre a União Estatal a 8 de dezembro de 1999. Desde então que Putin tem procurado apressar, mas Lukashenko foi protelando. Com o Golpe, ele verificou que o regime estava corrompido tal e qual o ucraniano. E que o Ocidente está preparado para apoiar nazis e assim derrubar a herança russófona daquelas nações. O New York Times, a CNN, sempre denunciaram o nazismo de Zelensky que aprovou uma Lei retirando direitos de modo específico a um povo, o russo: Ucrânia aprova lei sobre povos autóctones que exclui russos (noticiasaominuto.com)… Read more »

Últimas Notícias

Primeiro dia de atividades operacionais do Exercício Core 22

Louisiana (EUA) – Na madrugada de 12 para 13 de agosto, a Companhia CORE realizou os preparativos para o...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -