sexta-feira, agosto 19, 2022

Saab RBS 70NG

Parlamentares dos EUA querem enviar conselheiros militares à Ucrânia

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Conselheiros militares dos EUA na Ucrânia ajudariam a coordenar a logística, não lutar na linha de frente

Kyiv, Ucrânia – O governo Biden deve permitir que o Pentágono envie assessores militares dos EUA para a Ucrânia para ajudar a coordenar os bilhões de dólares em armas que fluem para o país e manter um controle melhor sobre as armas, disseram membros de uma delegação bipartidária do Congresso que visita Kyiv no sábado.

“Acho que deveríamos fazer mais”, disse o deputado Michael Waltz, R-Fla., o primeiro Boina Verde eleito para o Congresso, à Fox News depois de se encontrar com o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky.

“Dito isso”, continuou Waltz, “deve vir com salvaguardas apropriadas, com supervisão apropriada e a única maneira de conseguirmos essa supervisão é realmente ter alguns conselheiros na Ucrânia ajudando seus militares com o planejamento e a logística”.

Questionado se isso inclui o envio de militares dos EUA para a Ucrânia, Waltz disse que sim.

“Pode ser contratado, pode ser civil, mas também pode ser militar”, disse Waltz. Os conselheiros que administram a logística e as transferências de armas estão atualmente implantados na Alemanha e na Polônia.

Rep. Mikie Sherrill, D-N.J., também viajou para a Ucrânia no sábado como parte da delegação. Ela também sinalizou seu apoio a uma maior presença americana no terreno.

“Seria bom ter um oficial de logística aqui para garantir que entendemos e rastreamos o armamento que estamos enviando”, disse Sherrill à Fox News.

Ambos os legisladores disseram que os assessores ajudariam a reforçar a presença na Embaixada dos EUA em Kyiv e ajudariam em outras áreas.

“Acho que ninguém está defendendo nenhum militar [americano] na linha de frente, mas ajudar na logística, planejar essas operações, integrar a inteligência é incrivelmente importante agora”, disse Waltz.

“Os ucranianos estão fazendo um trabalho muito bom”, disse Sherrill, “mas eles até disseram que gostariam de passar as informações sobre como estão rastreando [armas], mas precisam de alguém para repassar isso”.

Waltz também pediu que a Europa “intensifique” e contribua com mais armas e ajuda para ajudar a Ucrânia. Os Estados Unidos destinaram três vezes mais dinheiro para a Ucrânia do que toda a União Europeia de 27 países juntos, de acordo com o New York Times.

Waltz observou as contribuições da Grã-Bretanha para o esforço de guerra enviando bilhões em armas. O governo britânico tem sido um dos poucos países da OTAN pedindo que a Rússia seja derrotada completamente na Ucrânia, inclusive pedindo que seu território ocupado na Crimeia e no leste da Ucrânia seja recapturado.

O governo Biden deve “não apenas ajudar a Ucrânia a jogar por um tempo, mas ajudá-los a vencer”, disse Waltz. “No mínimo, o que falamos hoje foi levá-los de volta à linha de 2014.”

Questionado se as regras atuais de restrições de engajamento devem ser suspensas, exceto armas fornecidas pelos EUA para atingir alvos dentro do território russo, Waltz disse que há muitos alvos dentro da Ucrânia para serem destruídos primeiro.

No sábado, a Rússia lançou um ataque com mísseis em Odesa, o maior porto da Ucrânia, menos de 24 horas depois que os dois países assinaram separadamente um acordo mediado pela ONU na Turquia na sexta-feira, permitindo que ambos os países exportassem grãos.

“Isso é crítico para o suprimento mundial de alimentos e o fato de que apenas um dia após essa negociação, a Rússia de má fé faria exatamente o que eles acabaram de concordar em não fazer”, disse Sherrill. “O dia seguinte é realmente chocante e, francamente, bastante deprimente.”

O secretário de Estado Anthony Blinken também condenou o ataque em um comunicado no sábado: “A Rússia violou seus compromissos atacando o porto histórico do qual as exportações de grãos e agrícolas seriam novamente transportadas sob esse acordo”.

As forças russas expandiram seus ataques com mísseis nos últimos dias para cidades em toda a Ucrânia, matando dezenas, incluindo crianças.

O governo Biden anunciou na sexta-feira que enviaria mais quatro lançadores de foguetes guiados por satélite, conhecidos como HIMARS, para a Ucrânia – elevando o total para 16. Especialistas dizem que a Ucrânia precisa de pelo menos 60. O ministro da Defesa da Ucrânia diz que precisa de 100.

No último pacote de armas para a Ucrânia, centenas de drones e 36.000 tiros de artilharia também foram incluídos. Um caça americano na linha de frente no leste da Ucrânia, que pediu para não ser identificado, disse à Fox News que drones ucranianos são abatidos pelos russos a cada “quatro ou cinco” missões.

A Ucrânia tem armas suficientes para evitar que perca, mas não o suficiente para derrotar a Rússia, que continua obtendo ganhos incrementais na região leste de Donbas, admitem algumas autoridades americanas.

Questionado esta semana se a região de Donbass, na Ucrânia, foi perdida, o chefe do Estado-Maior Conjunto, general Mark Milley, disse a repórteres que não foi perdida “ainda”.

FONTE: Fox News

- Advertisement -

149 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

149 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Slow 🇧🇷
Slow 🇧🇷
22 dias atrás

Como se já não tivesse alguém da OTAN cuidando da logística na Ucrânia e provavelmente até operando esses HIMARS ..

Oráculo
Oráculo
Reply to  Slow 🇧🇷
22 dias atrás

Mercenários, obviamente.
O que tem de mercenário das empresas militares privadas atuando nessa guerra é uma grandeza.

Agora enviar militares dos EUA pro front, mesmo como “consultores militares” é flertar com a 3ª Guerra Mundial.

Mercenário quando morre só a família chora.

Agora imagine um bombardeio russo matar 2 dúzias de soldados Yankees de uma só vez, algo que vem ocorrendo bastante nos dois lados dessa guerra.

Não gosto nem de pensar nas consequências…

Guilherme Leite
Guilherme Leite
Reply to  Oráculo
22 dias atrás

Na guerra fria ocorreu muito isso, pilotos russos e chineses já o fizeram, no Afeganistão também, nada de novo no mundo meu Caro.

Slow 🇧🇷
Slow 🇧🇷
Reply to  Oráculo
22 dias atrás

“ Agora imagine um bombardeio russo matar 2 dúzias de soldados Yankees de uma só vez “

Eu falo em poucas quantidades operando por exemplo um HIMARS ou cuidando da parte logística … alguma coisa assim e não vários soldados americanos no front .

Caio Cipriano
Caio Cipriano
Reply to  Slow 🇧🇷
22 dias atrás

Começou a história que é a OTAN operando o HIMARS. Do nada um monte de gente surge com essa teoria kkkkkkk
Não dá mais p sustentar a historia que eles eram inúteis e que seriam facilmente eliminados…

LUIZ
LUIZ
Reply to  Caio Cipriano
22 dias atrás

Os norte americanos cuidando pra que seu brinquedo não seja destruído ou que caia na mão dos russos. Tudo isso faz sentido.

Caio Cipriano
Caio Cipriano
Reply to  LUIZ
22 dias atrás

Mas… mas… a russia disse que destruiu vários deles…
Ontem a ponte em kherson foi inutilizada pelo HIMARS, mas a russia tinha afirmado que todos os foguetes foram interceptados, como assim?

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Caio Cipriano
21 dias atrás

Você e alguns comediantes continuam partilhando sonhos.
Cê tem a noção das conquistas russas nas últimas semanas?
As forças russas ocuparam a segunda maior central de energia da Ucrânia, a central de carvão de Vuhlehirsk, que existe desde a era soviética em Donetsk.
Hora de acordar, moleque

Rafael Coimbra
Rafael Coimbra
Reply to  Slow 🇧🇷
21 dias atrás

Querem enviar…. já esbocei o sorriso ae… os caras estão lá desde antes da invasão…

Frederickson Petersen
Frederickson Petersen
22 dias atrás

Não tem como resumir melhor a situação atual: “A esquerda que não consegue se livrar do antiamericanismo infantil simpatiza por instinto com qualquer coisa que venha de Moscou. Como a agressão contra a Ucrânia é de uma brutalidade estarrecedora, contrariando os mais elementares princípios da convivência entre as nações, a saída geralmente é apelar ao ambidestrismo, ou seja, dizer que os dois lados têm culpa. É um absurdo repetido por uma vasta gama de desonestos intelectuais, de Lula ao papa Francisco – que não está na lista, mas poderia ornamentá-la desde a infame entrevista em que disse que “a guerra… Read more »

Fabricio Lustosa
Fabricio Lustosa
Reply to  Frederickson Petersen
22 dias atrás

Quanto simplismo fecal… Típico texto de quem faz todo tipo de tergiversação para defender os EUA, uma parcela de pessoas no Brasil bem conhecida e fétida.

Frederickson Petersen
Frederickson Petersen
Reply to  Fabricio Lustosa
22 dias atrás

.

TqAr.gif
Paulo Brics
Reply to  Frederickson Petersen
22 dias atrás

Amarildo, tu é feio praca. E esta estiqueta de animal de rebanho little bitch de estadunidense pregada na sua orelha dispensa comentários. Mas da próxima vez que quiser postar asneiras pelo menos invente um nick menos brega. Frederickson, que nem existe no exterior, é nome de jogador de futebol de várzea de favela, filho de maicojequison e greicileuza e denuncia logo que é algum brazuca vira latas tipo o hms ari levinson. E sobre assessores militares dos eua e de outros países, vários já morreram em ataques com mísseis a estruturas onde eles se reunem. O que estão querendo agora… Read more »

Daniel
Reply to  Paulo Brics
19 dias atrás

falou o amante dos russos

Wilton Santos
Reply to  Frederickson Petersen
22 dias atrás

A candidata de extrema direita Marie Le Pen na França que foi ao 2º turno nas últimas eleições não só apoia Putin, como recebeu financiamento do Banco estatal de Moscou. O maior aliado do Putin na Europa é justamente o primeiro ministro da Hungria Victor Orban de extrema direita. O partido que mais cresceu na Alemanha foi o partido de extrema direita Alternativa para Alemanha que contrária aos EUA, à União Europeia e a OTAN e tem afinidade com Putin. Próprio Trumb disse que não iria haver a guerra na Ucrânia se fosse presidente dos EUA, pois iria conversar com… Read more »

Last edited 22 dias atrás by Wilton Santos
Lucas Garcia
Lucas Garcia
Reply to  Wilton Santos
22 dias atrás

Dugin de extrema direita???

Tem que ser esquerdinha mesmo pra falar tanta bobagem.

Como diz aquele xarope que comenta por aqui: VAI ESTUDAR!

Last edited 22 dias atrás by Lucas Garcia
Patrício
Patrício
Reply to  Frederickson Petersen
22 dias atrás

‘A esquerda que não consegue se livrar do antiamericanismo infantil simpatiza por instinto com qualquer coisa que venha de Moscou. Como a agressão contra a Ucrânia é de uma brutalidade estarrecedora,’

Pergunta ao pessoal do Azov, Aidar ou Kraken se eles compartilham com essa opinião.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Patrício
22 dias atrás

Ah eles devem ser anjinhos inocentes adotados pelo ocidente.

Last edited 22 dias atrás by LUIZ
Patrício
Patrício
Reply to  LUIZ
22 dias atrás

🇺🇲🇺🇦 “A maioria está queimada ou destruída, e o resto está cansado ou assustado” – mercenários estrangeiros sobre as unidades das Forças Armadas da Ucrânia A publicação americana Ishgal entrevistou 10 mercenários estrangeiros na Ucrânia. O que eles disseram melhor descreve a situação nas Forças Armadas da Ucrânia. Não vamos inventar nada, as citações da entrevista falam por si: “O nível de merda aqui está passando do teto” “Lutei no Oriente Médio e na África e nunca vi tamanho nível de corrupção” “Eles foram enviados com um rifle para dois” “Eu treinei mais de 2.000 soldados ucranianos e acho que… Read more »

leonidas
leonidas
Reply to  Frederickson Petersen
22 dias atrás

Deixa de ser criança, e entenda que Geopolitica não é feita por gente boa ou gente má e sim por quem tenha ou não tenha o poder ok? E estarrecedor ver adultos lidando com assunto tão sério com régua de moralidade a ser usada em assuntos que envolvam relacionamento social entre civis como pessoas ou como coletivos. Em nações, assuntos militares e em Geopolitica isso INEXISTE. Quando será que as pessoas vão acordar para a realidade e entender que guerra de agressão contra soberania alheia, desmembramento de território soberano via ação militar seguida de referendo local (não em toda a… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  leonidas
22 dias atrás

O que o Brasil ganha com a vitória Russa?
A inflação e as suas causas são benéficas para o Brasil?
E será a guerra a melhor forma de resolver estes conflitos?

E o que esta conclusão tem alguma coisa relacionada com o que escreveu antes?

E lembro que o Bangladesh importava mais do Brasil do que a Rússia…

Slow 🇧🇷
Slow 🇧🇷
Reply to  Hcosta
22 dias atrás

“ O que o Brasil ganha com a vitória Russa? “

E oque o Brasil ganha com a vitória do Ocidente ?

Mais altos funcionários do governo americano vindo aqui falar ou não como deve ser a eleição ?

Ou como Brasil deve lidar com Amazônia ?

Henrique
Henrique
Reply to  Slow 🇧🇷
22 dias atrás

Mais altos funcionários do governo americano vindo aqui falar ou não como deve ser a eleição ?

Kkkkkkkkk legal que eles tão vindo aqui falar pq a antalá no Planalto não para de ameaçar golpe de estado e outro nunca parou de flertar com ditaduras kkkkk

Slow 🇧🇷
Slow 🇧🇷
Reply to  Henrique
21 dias atrás

E oque os EUA tem com isso ?

leonidas
leonidas
Reply to  Hcosta
22 dias atrás

Velho, vc já é grande o suficiente para saber do que se trata. Já inclusive coloquei isso neste mesmo tópico. Temos uma fronteira com uma nação Europeia membra da Otan. Há inúmeros interesses do Ocidente em nossas riquezas e em impedir nosso acesso a elas a pretexto de salvaguardar o meio ambiente. Não haverá limites para a gana ocidental travestida de luta pelo clima e pela democracia em relação a qualquer outra nação depois da Rússia cair. Não existe certo ou errado quando o assunto são interesses de potências, justiça só há entre iguais. O que faz alguém certo ou… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  leonidas
22 dias atrás

Ainda não percebi o interesse económico pela Amazônia. Tem reservas de metais raros mas vai ser isso que vai justificar uma invasão? Mas pense como um Americano ou Europeu. Vou invadir uma parte de um país gigantesco, numa selva densa, sem infraestrutura, com uma população de centenas de milhões, etc.. e ainda tenho que construir a infraestrutura para extrair essas riquezas? Ou invado outros países, muito mais ricos em petróleo ou gás, estrutura já montada, geografia mais favorável e com regimes ditatoriais? Para quê invadir a Amazónia se tenho a Venezuela ali ao lado? Ou a Arábia Saudita, talvez o… Read more »

Francisco
Reply to  Hcosta
22 dias atrás

Caro Patrício, acreditas mesmo no que falastes ou estás a repetir aquele velho e já cansado discursinho, amigo vou te dar um exemplo e justamente do país europeu que faz fronteira conosco que o caro Leonidas citou, a França desde os anos 80 e antes até faz uma campanha agressiva contra nossos produtos agrícolas sendo que nessa época sobretaxavam nossos produtos na cara dura, ocorre que em meados dos anos 90 a OMC ganhou maior relevância e já não pegava bem mais usar daquele expediente de nos taxar sem motivo, foi então que começaram com adotar esse discursinho ambiental, mas… Read more »

paulo araujo
paulo araujo
Reply to  leonidas
20 dias atrás

Eles não viram os vídeos do John J. Mearsheimer!Realismo Ofensivo na veia!
E são bem didáticos…

Pedro
Pedro
Reply to  leonidas
22 dias atrás

Sim, foi feita pelos EUA, mas não um erro não justifica o outro. E pq não interessa a derrota russa?

Francisco
Reply to  leonidas
22 dias atrás

Caro Leonidas o problema é que o discursinho/retórica/narrativa foi tão bem imposto na sociedade em especial no “ocidente” que as pessoas não sabem sequer que o ser humano é movido por instintos, acham que o mundo é um faz de contas, amigo vivemos em um mundo onde um homem acha que é mulher e uma mulher acha que é homem onde todos aplaudem e ainda falam que eles tem razão, você vai esperar o que de pessoas assim principalmente quando confrontadas com a realidade de como ser humano age e do que é este é capaz de fazer para garantir… Read more »

José Abel
José Abel
Reply to  leonidas
22 dias atrás

O Brasil pode até ter um ganho a curto prazo com a guerra, obtendo melhores preços para comprar fertilizantes ou vender commodities, mas a violação do princípio da integridade territorial não interessa ao Brasil a longo prazo. É um país relativamente pouco armado com uma grande fronteira e potenciais áreas sensíveis, como a Amazônia. O Itamaraty tradicionalmente se posiciona a favor do princípio da integridade territorial e foi a fundamentação interna para o voto do Brasil na resolução de condenação da invasão pela ONU, em 2 de março. Por que será que o presidente do Cazaquistão Tokayev, aliado de Putin,… Read more »

leonidas
leonidas
Reply to  José Abel
21 dias atrás

A Rússia rasgou o Art 1 da ONU? E os EUA em 2003 no Iraque que além de não ser sancionado, criou uma instabilidade que dura até hoje (O estado Islâmico nasce ali) admitiu mais tarde que as provas usadas para justificar a invasão eram falsas, e sai de lá fazendo de conta que não tinham nada com o vespeiro que criaram? E quando os EUA junto com a Otan invadiram a Líbia usando o pretexto da resolução 1973 da ONU que determinada a criação de uma zona de exclusão aérea para defender civis de bombardeios (não derrubada do regime)… Read more »

paulo araujo
paulo araujo
Reply to  leonidas
20 dias atrás

Leonidas, continue com o ventilador de realidade ligado.

Pode ser, que com o tempo, o ventinho acabe alterando algo na mente de muitos. Dificilmente muito na mente de poucos. Triste…

Parabéns!

LUIZ
LUIZ
Reply to  Frederickson Petersen
22 dias atrás

E parece pelo texto só morre crianças e inocentes ucranianos. Da entender que ninguém morreu no Dombass dos bombardeios das forças ucranianas desde 2014. A culpa toda dessa guerra como outras anteriores onde somadas morreram mais de 2 milhões de pessoas pelos ataques é dos EUA. Ah mais a Rússia é que é maldosa.

Last edited 22 dias atrás by LUIZ
Sergio Machado
Sergio Machado
Reply to  Frederickson Petersen
22 dias atrás

Adoro esses caras monofásicos. Pra eles tudo se resume a um lado, um ponto de vista, uma versão, uma ideologia, uma única “verdade” e por aí vai. Vivem na idade média.
Até a Terra eles acham que está num único eixo.

Atirador 33
Atirador 33
Reply to  Frederickson Petersen
22 dias atrás

Apoio incondicional a Rússia não vem somente da esquerda, no Brasil por exemplo, Putin/Mascou conta a simpatia do lunático direitista que governa esse país e do cleptomaníaco representante da esquerda que disputará essa eleição, liderando pesquisas de intenções de voto. Na França dizem que a candidata presidencial representante da direita, recebeu recursos de campanha da Rússia.

Jhenison Fernandez
Jhenison Fernandez
Reply to  Frederickson Petersen
21 dias atrás

Esta guerra fez algo que eu achava impossível, Unir a extrema esquerda e a extrema direita.

Wilton Santos
22 dias atrás

Parece que os EUA e a OTAN estão perdendo a guerra. Já caíram os primeiros ministros da Inglaterra e da Itália, na França o presidente Macron perdeu maioria parlamentar, na Alemanha o chanceler Olaf Scholz está perdendo apoio popular e presenciando a ascensão da extrema direita contrária a guerra e a Otan. O próximo passo será o presidente Biden perder a maioria no Senado e na Câmara para os republicanos nas eleições de novembro. Enquanto isso o Putin tem 83% de popularidade.

Last edited 22 dias atrás by Wilton Santos
Nemo
Nemo
Reply to  Wilton Santos
22 dias atrás

A coligação de Scholz chegou a uma situação complicada. Os Verdes estão divididos em relação à volta do carvão. Outro ponto é que os Verdes alemães “nasceram” nos protestos contra a energia nuclear, caso seja necessário a manutenção das três últimas usinas funcionando pode acontecer a saída dos verdes e a queda da coligação.

Wilton Santos
Reply to  Nemo
22 dias atrás

A Alemanha é o motor da economia da União Europeia. Se o país entrar em crise, os países menores da organização sofrerão consequências desastrosas. Isso sem falar na crise imigratória e a chegada do inverno em Dezembro. Países com Espanha, Itália, Grécia e da antiga Europa Oriental terão sérios problemas. A economia mundial está prestes a sofrer uma crise econômica de grandes proporções. As consequências da guerra serão ainda pior no médio prazo.

Wellington jr
Wellington jr
Reply to  Wilton Santos
22 dias atrás

Ue mas os republicanos quem querem a participação ativa na guerra, parece que nem leu o texto, outra coisa o Boris caiu por ter ofendido a familia real e não por causa de guerra. A leitura é muito mais ampla que essas analises rasas.

Wilton Santos
Reply to  Wellington jr
22 dias atrás

Na verdade são os Democratas que são ligados à indústria bélica, por isso nas suas administrações são justamente o período que os EUA provocam mais guerras. Os Republicanos são mais ligados à indústria do petróleo. É um equívoco que muitos incorrem em achar que os Democratas são de esquerda. Eles são de centro direita, mais ligados ao neoliberalismo. O que ocorre é que dentro do partido democrata há uma parcela pequena de políticos de esquerda intitulados Socialistas Democráticos, que fazem parte Bernier Sanders e Alexandria Ocasio Cortez. Mas o partido como um todo é de centro direita e extremamente belicista.… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  Wilton Santos
22 dias atrás

Essa conta de que os democratas provocam mais guerras não deve ser assim tão fácil de ser feita…

Talvez entrem em mais guerras de pequena escala como na Líbia, Síria, etc… em vez de ser em grande escala, o Iraque.

Nemo
Nemo
Reply to  Hcosta
22 dias atrás

Na Síria já morreram mais de 500 mil pessoas e pelo menos 5 milhões migraram. Isso não me parece “pequena escala”.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Nemo
22 dias atrás

Deve estar a brincar?
A guerra na Síria foi causada pela Primavera Árabe e pelo ISIS.
As intervenções dos EUA foram insignificantes. Alguns ataques com misseis de cruzeiro para retaliar o uso de armas químicas pelo governo e também ao ISIS e com uma atuação muito limitada feita por forças especiais.

OS EUA não são responsáveis por todas as guerras que acontecem…

Oráculo
Oráculo
Reply to  Hcosta
22 dias atrás

A “Primavera Árabe” foi a maior intervenção da CIA na política do Oriente Médio em toda história da agência.

E aconteceu sob a aprovação direta de Barack Obama.

Inclusive isso foi usado por Trump em sua vitoriosa campanha presidencial.

“OS EUA não são responsáveis por todas as guerras que acontecem”.
Mas são responsáveis por grande parte delas…

Hcosta
Hcosta
Reply to  Oráculo
22 dias atrás

Mais uma vez, o que os EUA tinham a ganhar com a Primavera Árabe? Com governos aliados ou pelo menos não hostis aos EUA como o Egipto, Jordânia, Arábia Saudita, Tunísia, etc…? Com Barack Obama a querer sair do Afeganistão e do Iraque, com governos estáveis, e vão causar confusão nos países vizinhos? E no caso da Síria, já que presumo o objetivo era derrubar o governo, porque não atacaram em força? Deixaram o trabalho a meio? Acham que teriam alguma dificuldade em derrubarem Assad em poucos dias? No Médio Oriente, Arábia Saudita, Irão, Irmandade Muçulmana e outros têm mais… Read more »

LUIZ
LUIZ
Reply to  Hcosta
22 dias atrás

Cidades sírias eram um amontoado de escombros causados pelos bombardeios dos EUA e Coalizão. Milhares de mortes num total mais de 600 mil causado pelos EUA. A ONU condenando a intervenção dos EUA. O objetivo era derrubar o governo Assad e implantar um governo fantoche dos EUA. Os russos foram lá e acabaram com a farra dos EUA e Europeus. Bando de assassinos ocidentais. O mesmo fizeram na Ucrânia em 2014 que culminou nessa guerra. E mais uma vez a Rússia intervindo.

Hcosta
Hcosta
Reply to  LUIZ
22 dias atrás

Os EUA mataram 600 mil na Síria?
Coloque aí a fonte.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Hcosta
22 dias atrás

Hcosta, não se iluda com essa de democratas vs republicanos, até porque o efeito das bombas de ambos são exatamente os mesmos, o que muda é mínima coisa…

zcvv6ko9zhx51.jpg
Hcosta
Hcosta
Reply to  Maurício.
22 dias atrás

Sim, concordo.
Os democratas provavelmente não são mais ou menos belicistas do que os republicanos. O que discordo é dessa contabilidade baseada no número de intervenções, o que pode ser enganador.

Slow 🇧🇷
Slow 🇧🇷
Reply to  Wellington jr
22 dias atrás

“ o Boris caiu por ter ofendido a familia real “

Ataaaaaa , sério que você acredita nisso ?

Nei
Nei
Reply to  Slow 🇧🇷
22 dias atrás

Qual a versão verdadeira Slow?

Francisco
Reply to  Nei
22 dias atrás

Desaprovação perante os eleitores amigo, parece que não mas partido político lá é como cá vive de votos e a desaprovação do menino maluquinho por conta de suas barbeiragens e até “deslizes comportamentais” em sua gestão entre outros fatos acabaram por obrigar seu partido político a cobrar a conta, simples assim.

Henrique
Henrique
Reply to  Nei
22 dias atrás

segundo as russetes ele caiu por conta da sanções que aplicou na poderosa Rússia e que de nada valeram… e todos foram rebatidas e causaram grandes estragos irreparáveis na economia inglesa……….

Slow 🇧🇷
Slow 🇧🇷
Reply to  Henrique
21 dias atrás

Não por ter aplicado mas pelos efeitos dela .

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Slow 🇧🇷
21 dias atrás

O mais curioso dessa sua teoria é que, no lugar do PM que “caiu por causa das sanções”, os britânicos vão colocar uma PM que só falta querer declarar guerra à Rússia. Estranho, para dizer o mínimo, não acha?

Francisco
Reply to  Bruno Vinícius
21 dias atrás

Amigo se esse provável PM deseja a guerra pode até ser, mas se vc estiver se referindo ao Sunak que na verdade é indiano neto de indiano o que me vem a mente é um ditado popular que diz “a vingança vem a cavalo” ou ” a vingança tarda mais não falha” etc…,porque digo isso simplesmente porque de colonizadores os britânicos estão próximos a passarem a colonizados se é que me entende, quem diria que iriamos viver para presenciar tal fato KKKKKKK.

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Francisco
20 dias atrás

1) Me referia a Liz Truss, que é a favorita ao cargo;

2) Não vejo como uma vingança ou colonização a hipotética vitória do Sunak. De fato, ele já provou que está comprometido com o futuro do RU e isso já é o bastante para qualificá-lo para concorrer ao cargo. Outrossim, se o seu argumento fizesse sentido, o Brasil já teria sido colonizado pela Itália, Líbano, alguns países da África e aldeias indígenas, dado que tivemos presidentes descendentes de todos estes. Porém, concordo que uma vitória dele seria uma ironia do destino.

Last edited 20 dias atrás by Bruno Vinícius
Francisco
Reply to  Bruno Vinícius
19 dias atrás

Me desculpe jamais fomos colonizadores de nada, a comparação a meu ver é descabida e irreal, e vamos lá um indiano assumindo o governo britânico caso ocorra e você não achar no mínimo irônico ou não conhece a história ou tá querendo ser politicamente correto.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Wilton Santos
22 dias atrás

Nenhum desses exemplos tem alguma relação com a Ucrânia.
Tanto que as posições desses países não deverão mudar.

E são situações recorrentes, no RU e principalmente na Itália, ninguém consegue acompanhar o número de PM’s que a Itália já teve.
E nos EUA muitos Republicanos apoiam a posição de Biden na Ucrânia, mesmo que perca a maioria, poderá continuar a manter o apoio. Algo semelhante com Macron.

Wilton Santos
Reply to  Hcosta
22 dias atrás

Tem relação sim, pois as consequências econômicas da guerra agrava a crise econômica e a insatisfação popular. Não é por acaso que a extrema direita europeia está crescendo muito nesta crise. Em apertada síntese, o europeu médio não está preocupado com a guerra, mas sim com a inflação causada pela guerra. Por isso, a insatisfação popular contra os governantes que estimulam a guerra e compromete o orçamento público com gastos militares ao invés de atender as demandas internas dos países com serviços públicos.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Wilton Santos
22 dias atrás

Não, porque ainda não houveram eleições, exceto na França e foram antes dos efeitos desta crise serem sentidos pela população e que foi agravada pela guerra. A insatisfação popular ainda não teve consequências e sem eleições não dá para tirar esse tipo de conclusões. E repito, estas situações são recorrentes. Nos últimos 20 anos sempre que há eleições na França vem esse discurso de que é agora que a extrema direita chega ao poder e falha sempre e por muito. No RU e Itália quantos PM’s tiveram? Agora temos as eleições na Itália e aí é que podemos perceber se… Read more »

leonidas
leonidas
Reply to  Wilton Santos
22 dias atrás

Esta história de conselheiros me lembra muito o Vietnã. A sociedade americana esta sendo regida por uma geração que nada aprendeu com os o passado, com o AGRAVANTE que estamos falando de um conflito com uma nação que devido as claras limitações de suas forças irá recorrer as armas nucleares táticas caso a guerra evolua com equipamento ocidental mais eficiente (e nem falo de pessoal oficialmente ocidental em território ucraniano) Os loucos da politica americana ira atiçar os loucos da politica Russa e podem acreditar que Putin não é um deles, tem muitos cães de guerra também nas forças politicas… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  leonidas
22 dias atrás

Olá Leônidas. Eu tive a mesma sensação. Recomendo o livro “A marcha da insensatez” que descreve como os EUA se envolveram no Vietinan, progressivamente, e de tal modo contrariando os próprios interesses. Temo que o governo dos EUA esteja escrevendo mais um capítulo para este livro.

Caio Cipriano
Caio Cipriano
Reply to  Camargoer.
22 dias atrás

Não senhor, agora é a vez da Russia. Eles que estão mais próximos do papel que os EUA desempenhou no vientã… A marcha da insensatez de 2022 é sobre Putin.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Caio Cipriano
22 dias atrás

Olá Cipriando. O livro destaca a Guerra do Vietnan. Neste contexto, parece que os EUA estão repetindo os mesmos erros de 60 anos atrás. Putin cometeu outro erro ao avaliar que o contexto geopolítico anterior á invasão da Ucrãnia seria o mesmo após a invasão. Biden e Zelensky, por exemplo, que eram governantes fracos, estão tentando aproveitar a invasão para ganhar força poítica interna. Isso mudou a correlação de forças. Putin também não esperava as sanções econômicas na intensidade que aconteceram.

Caio Cipriano
Caio Cipriano
Reply to  Camargoer.
22 dias atrás

O erro dos EUA foi colocar tropas para enfrentar uma guerrilha de um país que provavelmente 99% da população americana não sabia da existencia. Isso é completamente diferente da questão da Ucrania, que obviamente a Russia que está no papel de invasora. A matéria fala sobre os conselheiros militares. No caso do Vietnã, quem fez isso foi a URSS. Os papéis claramente se inverteram, não faz sentido comparar a ação dos EUA agora com a dos anos 60. No dia que os EUA enviarem tropas para combater os russos na Ucrania, pode ter certeza que teremos mais com o que… Read more »

paulo araujo
paulo araujo
Reply to  Caio Cipriano
20 dias atrás

O envolvimento maciço dos EUA no Vietnã começou com os conselheiros militares…

paulo araujo
paulo araujo
Reply to  leonidas
20 dias atrás

Dias atrás a uma General do US Army fez uma descrição dos recursos disponíveis na América do Sul, e que estariam a disposição ou poderiam ser aproveitados pelos EUA. Um momento sinceridade! A maioria não quer entender que não existe amizade entre nações, só interesses (Não há países amigos, mas interesses comuns, John Foster Dulles). Frase curta, mas que diz muito. E se deixam de ser comuns? Então podem ser contrários! Com o rearranjo geoestratégico que está ocorrendo, e uma provável subdivisão em esferas claras de influência, as Américas devem tocar aos EUA. Então, pode ser que as intervenções se… Read more »

Fabio Lisboa
Fabio Lisboa
Reply to  Wilton Santos
22 dias atrás

Falam como se a Otan e os USA nao fossem os maiores aliados do brasil? Nem os vizinhos gostam Brasil

Last edited 22 dias atrás by Fabio Lisboa
Oráculo
Oráculo
Reply to  Fabio Lisboa
22 dias atrás

Sejamos justos. Nós também não gostamos dos nossos vizinhos.

Talvez Chile e Uruguai sejam os mais “aceitáveis” no geral.

O resto é maior o ódio do que o amor.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Wilton Santos
22 dias atrás

Quando a economia vai mal…até declarar sobre o time de futebol em que se torce, vira motivo de queda de governo….

Quando a economia vai bem, os governos resistem até a escandalos….

Muitos acham que não, mas eu junto-me ao coro daqueles que acredita no relacionamento das crises economicas para as crises e quedas destes executivos da Europa….

A diferença é esta….e isto é sintomatico….não está tudo bem….

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  carvalho2008
22 dias atrás

Olá Carvalho. Temo que seja mais complicado que isso. Concordo que o ambiente econômico contamina o ambiente político, assim como o ambiente politico contamina o ambiente econômico, Eu coloco o Brasil neste segundo caso. Também acho ser preciso separar o que acontece em um regime democrático do que acontece em um regime não-democrático. Também é preciso avaliar se o país passar por uma crise “patriótica” (como foram os atentados de 11/set, por exemplo), a qual pode prejudicar a economia mas gerar um sentimento cívico na população, no qual o sacrifício econômico gera também um sentimento de participação social. Nestes casos,… Read more »

Nei
Nei
Reply to  Wilton Santos
22 dias atrás

kkkk. Putin tem 83% de popularidade, porque se alguém falar algo contra vai preso. Vide diversos vídeos atuais, de pessoas dando opinião contraria a guerra na Ucrânia na praça, sendo levadas a interrogatório.

Wilton Santos
Reply to  Nei
22 dias atrás

Em abril desse ano o Putin colocou mais de 200 mil apoiadores em um estádio lotado para comemorar a anexação da Criméia e a invasão da Ucrânia.

Não recomendo ficar comprando a versão da globonews. Dá uma olhada nesse vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=jna8JEaPMZE

Nei
Nei
Reply to  Wilton Santos
21 dias atrás

Esses vídeos, foram publicados pela própria TV russa.

Hcosta
Hcosta
22 dias atrás

“Um soldado americano na linha da frente”. Não um caça…
“Fighter”

Fabricio Lustosa
Fabricio Lustosa
Reply to  Hcosta
22 dias atrás

Agora sim hein! Se bem que sem o completo apoio aéreo, logístico, de artilharia e o escambau veremos o mesmo que ocorreu com o sniper canadense e outros mercenários: meia volta volver se não quiser morrer! E militares americanos sendo mortos e capturados pelos russos vai ser um curto circuito na cabeça de vcs q filme nenhum vai conseguir consertar 🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣

Hcosta
Hcosta
Reply to  Fabricio Lustosa
22 dias atrás

O senhor não percebeu? É o problema da tradução automática.

Traduziram fighter como caça quando devia ser traduzido para soldado. Ou falta a palavra piloto de caça, apesar de duvidar que esteja na linha da frente no Leste da Ucrânia.

Uma outra hipótese é que seja um F-35 e que esteja a dar a sua opinião já que usa sistemas de comunicação por voz e IA…

Pedro Fullback
Pedro Fullback
22 dias atrás

Fica aqui o questionamento: É fato que algumas armas são desviadas para o mercado negro, só lembrando que a Ucrânia é uns dos países mais corruptos do mundo. Com certeza essas armas serão empregadas nas organizações criminosas e terroristas na América Latina.

Recentemente, teve um vídeo de bandidos no Rio de Janeiro tentando derrubar um helicóptero da polícia, imagina que esse traficante tenha um stinger?

Já imaginou um RPG nas mãos dos criminosos brasileiros?

Temos que questionar isso!

Wellington jr
Wellington jr
Reply to  Pedro Fullback
22 dias atrás

Tá meio atrasado hein, os traficantes já possem RPG e .30 em mãos.

Fabio Lisboa
Fabio Lisboa
Reply to  Wellington jr
22 dias atrás

Pcc ja tem carteirinha do clube de tiro. ? Pra que comprar de la, se tem miami e venezuela no mercado.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Pedro Fullback
22 dias atrás

Caro Pedro. São coisas diferentes. Acho que as facções criminosas no Brasil ainda estão longe de uma atuação política, como acontece em outras regiões do mundo. Neste contexto, estas facções parecem preferir uma convivência com o Estado, desde que consigam garantir os seus espaços de atuação criminosa (tráfico de drogas, construções ilegais, distribuição ilegal de tv a cabo, controle do transporte alternativo, controle da distribuição de gás e inclusive, “serviço de segurança privada” para os estabelecimentos comerciais das regiões. De qualquer modo, estas facções criminosas já conseguiram o acesso ao armamento pesado (há muito tempo elas deixara de assaltar os… Read more »

Heinz
Heinz
Reply to  Camargoer.
22 dias atrás

“Acho que as facções criminosas no Brasil ainda estão longe de uma atuação política”
Caro camargoer, com os últimos noticiários eu comecei a duvidar disto, o PCC patrocina vários políticos, é porque nunca investigaram a fundo, quando começarem…. você vai ver a podridão que é nosso sistema, mais do que já é.

Heinz
Heinz
Reply to  Pedro Fullback
22 dias atrás

O Bope é a cura contra essa doença chamada narcoterrorismo que impera nas favelas cariocas, é só o ministro do STF não proibir as ações da polícia, que o Bope tira isso tudo de circulação. Obviamente que acabar com o tráfico é quase impossível e é necessário atacar o problema de várias vertentes, entretanto esse ngc de armamento pesado, só chamar o bope que eles pegam, inclusive já pegaram o fuzil .50.

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
22 dias atrás

Essa dinheirama toda jogada na Ucrânia cheira a podre, e um podre de corrupção, mentiras, de interesses obscuros e de uma maneira muito óbvia e nítida.
Toda essa quantidade de armas despejadas na Ucrânia que irão parar em muitos outros locais já são predestinadas as estes locais quando saem do EUA, os tais conselheiros só irão pra lá pra fazer isso de forma mais organizada. Afinal está é a boa maneira de fazer estas armas chegarem a locais onde os EUA tem intenção em desestabilizar e manter conflitos em seus interesses

Last edited 22 dias atrás by Fabio Jeffer
Patrício
Patrício
22 dias atrás

Podem mandar quantos ‘assessores’ quiserem.
Assessor tombado, bandeira tomada.

IMG-20220727-WA0000.jpg
Donald
Reply to  Patrício
22 dias atrás

Kherson vai voltar para pátria ucraniana e até Crimeia. Os russos só vence na propaganda… ninguém mais têm medo da Rússia. Aguarde o enfraquecimento do poder central em Moscou. Teremos o 3 colapso russo em 100 anos. 1 império russo, 2 URSS, 3 agora.

Fabricio Lustosa
Fabricio Lustosa
Reply to  Donald
22 dias atrás

Isso! O mundo de filmes de Hollywood que te doutrinaram desde sempre vão fazer isso acontecer em seus sonhos! kkkkkkkkkkkkk Se bem que uma coisa vc acertou: o objetivo dos EUA/OTAN é eliminar a Federação Russa e criar puppets, colocar gente como vc no controle do que sobrar, um cãozinho dócil e obediente.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Fabricio Lustosa
22 dias atrás

As drogas fazem coisas

Slow 🇧🇷
Slow 🇧🇷
Reply to  Donald
22 dias atrás

“ Os russos só vence na propaganda “

Se tem uma coisa que os russos não estão ganhando é na propaganda ..

Fabio Lisboa
Fabio Lisboa
Reply to  Donald
22 dias atrás

Preocupas com 100 anos. Eu penso é nessa geracao sem pátria ucraniana. Daqui 100 nem esses comentários existirão … A inteligência artificial vai limpar tudo.

Last edited 22 dias atrás by Fabio Lisboa
Patrício
Patrício
22 dias atrás

Fica aumentando o envolvimento até a derrota total.
Já assistimos isso no Vietnã.
Começou com assessores, depois enviou soldados, mais soldados e, ao final, saíram corridos de lá.

Wellington jr
Wellington jr
Reply to  Patrício
22 dias atrás

Igual os Sovieticos no Afeganistão?

Patrício
Patrício
Reply to  Wellington jr
22 dias atrás

Mais ou menos.
É mais parecido com os americanos no próprio Afeganistão.
Saíram correndo.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Wellington jr
22 dias atrás

Olá W. Sim. Igual aos soviéticos no Afeganistão e igual aos EUA também no Afeganistão. Recomendo o livro “A marcha da insensatez”.

Fabio Lisboa
Fabio Lisboa
Reply to  Wellington jr
22 dias atrás

Eu vejo barreiras de Rios que podem ter lados fortificados para o futuro. Ja chega a bielorrussia como vizinha da Polônia.

Z Renato Vilhena Z
Z Renato Vilhena Z
22 dias atrás

Podem enviar quantos conselheiros militares vocês quiserem, povo do “Ocidente”, eu sei qual é a única coisa que eles irão aconselhar por lá: “É preciso respeitar a diversidade, se o Yaroslav quer ser chamado de Aleksandra, então ele deve ser chamado de Aleksandra.”

O que mais as Forças Armadas dos EUA são capazes de aconselhar hoje em dia, alguém poderia me falar? Não consigo pensar em mais nada.

Patrício
Patrício
Reply to  Z Renato Vilhena Z
22 dias atrás

A Rússia já ceifou muitos ‘assessores’ estrangeiros.
E de todas as nacionalidades.
Tem americano, britânico, holandês, sueco, brasileiros, lituano, polonês (muitos) e até colombiano
Essa semana eliminaram mais. Um americano.
Um sujeito com aparência de redneck de nome Brian Young.
É o moedor russo.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Patrício
22 dias atrás

Por falar nisso onde andam os generais da OTAN em Mariupol?

LUIZ
LUIZ
Reply to  Hcosta
22 dias atrás

Por falar em Mariupol to acompanhando a reconstrução da cidade por alguns canais no Youtube.

Romão
Romão
22 dias atrás

A pergunta que não cala: quais armamentos aquele avião ucraniano (o que caiu na Grécia), que faria escala na Jordânia e na Arábia Saudita, levava para Bangladesh ?

Fabricio Lustosa
Fabricio Lustosa
Reply to  Romão
22 dias atrás

Boa pergunta pq a mídia reportou que era “munição”, o q é pateticamente estranho dada a situação dos militares ucranianos q imploram por tudo e mais um pouco.

Fabio Lisboa
Fabio Lisboa
Reply to  Fabricio Lustosa
22 dias atrás

Eu uso internet desde 1994, é saber googlar

Fabricio Lustosa
Fabricio Lustosa
Reply to  Fabio Lisboa
22 dias atrás

Um avião de carga ucraniano que caiu no norte da Grécia no sábado (16/7) estava carregando 11 toneladas de armamentos para Bangladesh, informou neste domingo o Ministro da Defesa da Sérvia, Nebojša Stefanovic.https://www.bbc.com/portuguese/internacional-62194583 Pronto “googlei”, e ainda assim meu comentário é válido e pertinente. Armamento saindo da Ucrânia que está desesperada por…..ARMAMENTOS??? É estranho no mínimo.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Fabricio Lustosa
22 dias atrás

Onde diz que saiu da Ucrânia?

Fabricio Lustosa
Fabricio Lustosa
Reply to  Fabio Lisboa
22 dias atrás

Reconheço meu erro aqui, busquei mais e achei que era um carregamento de armamento partindo da Sérvia para Bangladesh, compra normal, em um cargueiro ucraniano de uma empresa de transportes. Ao que parece, nada tendo a ver com o país Ucrânia em si e a guerra atual.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Romão
22 dias atrás

é igual o ataque de Odessa….não vai ter foto….ou quando tiver…somente e misteriosamente 15 dias depois….

Last edited 22 dias atrás by carvalho2008
Fabio Lisboa
Fabio Lisboa
Reply to  Romão
22 dias atrás

Aquele com carga Servia né!

Fabio Lisboa
Fabio Lisboa
Reply to  Fabio Lisboa
22 dias atrás
Fabricio Lustosa
Fabricio Lustosa
22 dias atrás

Cadê notícia aq no Forte sobre o general americano (Secretário de Defesa – Lloyd Austin) que veio aqui deixar bem claro quais são as ordens que os militares brasileiros devem seguir? Está estampado em vários grandes jornais e revistas – “”O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Lloyd Austin, enfatizou nesta terça-feira a necessidade de os militares estarem sob firme controle civil durante uma conferência entre autoridades de Defesa das Américas no Brasil, onde a lealdade das Forças Armadas à Constituição tornou-se questão central antes das eleições presidenciais de outubro. Os comentários de Austin vêm em meio a seguidas declarações… Read more »

DanielJr
DanielJr
22 dias atrás

No Vietnã também começou com o envio de tais acessores, a URSS também enviava muitos deles no Oriente Médio.

Estão se coçando pra tomar a frente mas não podem (ainda)

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  DanielJr
22 dias atrás

Olá Daniel. Lembrei da fábula do Escorpião e da Tartaruga.

Fabio Lisboa
Fabio Lisboa
Reply to  Camargoer.
22 dias atrás

Técnicos são enviados para aprender também. Coletar dados e transmissões e material. Claro qur o exercito ucraniano nao tem mais o pessoal com expertise. Eu deixaria uns americanos aqui também, pq nao, ja que a outra guerra vai passar na nossa frente em nossos mares e espaço aereo no futuro. Fiquem de olho nos sub russos.

Last edited 22 dias atrás by Fabio Lisboa
Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Fabio Lisboa
22 dias atrás

Olá Fábio. Lembrei daquele ditado. “se conselheiro militar fosse bom a gente vendia”.. riso

Arthur
Arthur
22 dias atrás

Foi assim que começou no Vietnã: primeiro conselheiros militares, depois a tropa. Antes achava que americano fosse apenas analfabeto funcional: desconhecimento zero em geografia; agora sei também que são burros! Vinte anos de Afeganistão não serviu pra nada? Dois trilhões de dólares no lixo, para no fim o Talibã voltar com tudo? Agora de novo a mesma história? De que adianta controlar logística? O exercito sul vietnamita era podre de corrupto, o exército afegão também… e a Ucrânia… Esses caras tem que tomar ferro mesmo! Mais, essa notícia transcrita no blog está defasada, porque já estão na Ucrânia desde antes… Read more »

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Arthur
22 dias atrás

Pois é…ai obvio que quem compartilha o teatro operacional está na possibilidade de ser alvejado….e ai, depois de alvejados, vão dizer que americanos foram atacados e precisam responder….

Fabio Lisboa
Fabio Lisboa
Reply to  Arthur
22 dias atrás

Soldados nao querem ficar parados, apenas isso. Guerrear é humano. Deveriam levar pessoal nosso pra treinar na italia usar os kcs para levar pessoal e usar os 8×8 da iveco por la. Ou na espanha.

Nei
Nei
Reply to  Arthur
22 dias atrás

Ferro, você deveria tomar, por desejar algo assim a pessoas inocentes neste conflito.

Arthur
Arthur
Reply to  Nei
22 dias atrás

Tomar ferro Nei? Pessoas inocentes neste conflito? Acorda ô terraplanista! Te digo mais: Papai Noel e Fada do Dente não existe!

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Arthur
21 dias atrás

Comparação totalmente descabida. Uma coisa é uma guerra convencional, outra totalmente diferente é uma guerra assimétrica. Tanto a URSS, quanto os EUA falharam no Afeganistão pois foram incapazes de convencer a população a parar a resistência, não porque eram incapazes de ter vitórias militares. O mesmo ocorreu com os americanos no Vietnã. Essa guerra da Ucrânia, ao contrário, é uma entre dois Estado-Nação, com exércitos bem definidos, o tipo de guerra que os americanos dominam.

cerberosph
cerberosph
22 dias atrás

Difícil pois se os EUA envia oficialmente um punhado desses assessores e, mesmo eles ficando longe do front, um míssil cai na cabeça deles quem será responsabilizado pelo ônus?? Na realidade por trás dos panos já existem dezenas desses assessores na Ucrânia, só que quando um morre vira mercenário, voluntário etc.

Fabio Lisboa
Fabio Lisboa
22 dias atrás

Qual a familiar do missal/foguete usado no hmars?

Nilo
Nilo
22 dias atrás

Para Zelensky quanto mais envolver os EUA neste conflito melhor, não existe outra alternativa para retomar o território que prometeu aos Ucranianos recuperar. Isso leva os americanos a uma situação igual ao Vietnam, um alto risco para uma guerra entre EUA e Rússia.
Como já disse Zelensky tornou-se perigoso para os EUA e Europa.
Agora se articula com congressistas americanos forçando um decisão de maior envio envolvimento da qual Biden não quer.

Nemo
Nemo
Reply to  Nilo
22 dias atrás

https://www.politico.eu/article/western-sanction-stinging-hammering-russian-economy-data-show/
Um fator crítico é que as sanções não estão funcionando como o Oeste esperava Segundo a análise do site Político as sanções estão “doendo” mas não quebrando a economia russa.

Nilo
Nilo
Reply to  Nemo
22 dias atrás

o feitiço virou contra o feiticeiro rsrs

Nilton L Junior
Nilton L Junior
22 dias atrás

Não foi perdida ainda, ou seja vai sendo perdido aos poucos.

Nick
Nick
22 dias atrás

Enviem 200.000 “conselheiros” 🙂

Com boinas Verdes, Pretas e Vermelhas. Conselheiros Rangers, Marines, Paraquedistas, e SEALs. E claro, devidamente equipados para aconselhar o Exército Ucraniano. A partir dae vamos ver qual seria a reação dos russos vendo 200.000 conselheiros na Ucrania. 🙂

Patrício
Patrício
Reply to  Nick
22 dias atrás

Os D-30 e Buratinos resolvem.

Heinz
Heinz
Reply to  Nick
22 dias atrás

Se mandarem isso ai, é capaz da Ucrânia retomar todo DOnbass e Criméia.

Gabriel BR
Gabriel BR
22 dias atrás

Putin não é Khadaffi , não é Milosevic , não é Saddam Hussein

100nick-Elã
100nick-Elã
22 dias atrás

Vão fazê-lo oficialmente? porque já mandam…kkkkk

Slava🇺🇦🇺🇦🇺🇦Ucraina
22 dias atrás

😂😂😂😂😂😂Querem enviar mais conselheiro né ! 🤣🤣🤣🤣🤣Tem mais oficias americanos na Ucrânia do que oficiais Russos na região de Donbass , mas a caterva de as conhece isto e vai postar dezenas de pérolas abóboras 😂😂😂😂👉👉

Luiz Trindade
Luiz Trindade
22 dias atrás

Para que?!? Para vir alvo de ataques russo?!? Isso esta me parecendo uma queima de arquivo deliberado!

naval762
naval762
22 dias atrás

Apenas oficializando os que já estão lá.

Camargoer.
Camargoer.
22 dias atrás

Olá a todos. Se conselheiro militar fosse bom a gente vendia.

Claudio Moreno
Claudio Moreno
22 dias atrás

Boa noite Senhores camaradas do Forte! Estamos viviendo para ver o Brasil sofrer Intervenção diplomática direta e clara do governo dos EUA! O seguinte trecho “…que o secretário de Joe Biden faria o gesto como resposta às insinuações golpistas de Bolsonaro…” é uma clara intervenção! Não sou político e tão pouco partidário de algum tipo de governo, sou apenas um patriota um militar da reserva, de olhos e ouvidos atentos ao cuidado de nossa Amada, Idolatrada Pátria, eu digo mais uma vez, vamos ter problemas se nossa nação não abrir os olhos e ouvidos! Nosso inimigo não é só uma… Read more »

Daniel
Reply to  Claudio Moreno
19 dias atrás

Estranho, em 64 militares brasileiros andavam de namoro com militares americanos…será que o filme mudou

Agressor's
Agressor's
22 dias atrás

Os Estados Unidos destinaram três vezes mais dinheiro para a Ucrânia do que toda a União Europeia de 27 países juntos, de acordo com o New York Times.”

Gastam bilhões com isso, mas pra combater a fome na África ninguém tem essa mesma disposição. Se a guerra fosse na África será que teríamos toda essa mobilização dos países do dito, “primeiro mundo”? ….

Daniel
Reply to  Agressor's
19 dias atrás

Manda os russos ajudar a africa

Azor
Azor
21 dias atrás

A guerra do Vietnã começou com o envio de Conselheiros Militares dos USA.

Neural
Neural
Reply to  Azor
21 dias atrás

Zé Lensqui

IMG-20220728-WA0005.jpg
AMBAR
AMBAR
Reply to  Neural
19 dias atrás
Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
20 dias atrás

É curioso notar o interesse russo em destruir um sistema que, segundo eles e seus apoiadores, não traria vantagem alguma para a Ucrânia.

Madmax
Madmax
20 dias atrás

Meu irmão, o Vietnã começou exatamente assim.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
20 dias atrás

Que cidade ucraniana foi recuperada após colocação dos HIMARS?
Só papo furado. Onde se lia javelins e stingers, agora só vamos vendo “HIMARS”.
Tão levando surra como sempre.

Daniel
Reply to  Mateus Gonçalo
19 dias atrás

Pra lembrar a história, teve um ditador que chegou as portas de Moscou e no fim foi derrotado, hoje temos outro que diz que iria destruir a Ucrânia em quinze dias…ditadores e ditadores e seus puxa sacos

Últimas Notícias

Brasil e Coreia do Sul fecham acordo para produção de semicondutores da Samsung no país

O Brasil e a Coreia do Sul estão fechando acordos para a construção de uma fábrica de chips semicondutores...
Parceiro