sábado, outubro 1, 2022

Saab RBS 70NG

EUA aprovam venda de mísseis Javelin para o Brasil por cerca de R$ 379 milhões, diz Pentágono

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Pedido de militares brasileiros para comprar 222 mísseis Javelin estava parado após crescente temor sobre retórica do presidente brasileiro

WASHINGTON – O Departamento de Estado dos Estados Unidos aprovou a possível venda ao Brasil de mísseis Javelin e equipamentos relacionados no valor estimado em US$ 74 milhões (R$ 379 milhões, na cotação atual), segundo o Pentágono informou nesta terça-feira, 9. A compra inclui 222 mísseis Javelin e 33 sistemas carregadores para lançar os mísseis. Também estão incluídas assistências de treinamento para as Forças Armadas e equipamentos associados.

Na segunda-feira, 8, fontes informaram à agência de notícias Reuters que o pedido de compra de 200 lançadores Javelin, feito pelas Forças Armadas do Brasil, estava parado há meses devido às preocupações dos legisladores americanos com os ataques do presidente Jair Bolsonaro ao sistema eleitoral do País. No entanto, o Pentágono destaca que a proposta de venda não necessita de nenhum procedimento por parte do governo americano. Os principais vendedores serão a Joint Venture Raytheon e a Lockheed Martin Javelin.

Na justificativa de aprovação, o Pentágono destaca que a venda “apoiará a política externa e os objetivos de segurança nacional dos Estados Unidos, melhorando a segurança de um importante parceiro regional que é uma força importante para a estabilidade política e o progresso econômico na América do Sul”. “A venda proposta melhorará a capacidade do Exército Brasileiro de enfrentar ameaças futuras, aumentando sua capacidade anti-blindagem”, acrescenta.

O pedido foi feito quando Donald Trump, aliado de Bolsonaro, estava na Casa Branca. O Departamento de Estado dos EUA aprovou a proposta no fim de 2021, apesar das objeções de algumas autoridades de baixo escalão, disseram à agência duas pessoas próximas ao assunto.

Segundo a Reuters, o acordo estava em um limbo jurídico em razão das preocupações de senadores e deputados democratas com os questionamentos que Bolsonaro tem feito sobre a integridade das eleições no Brasil.

Os mísseis fabricados pelos EUA ganharam notoriedade em razão do uso pelas forças ucranianas contra blindados russos. “O pedido de compra do Brasil foi adiado, em um recado dos democratas a Bolsonaro e aos militares brasileiros”, diz a Reuters.

O governo de Joe Biden tem ficado cada vez mais em alerta com os comentários de Bolsonaro sobre as eleições. O secretário de Defesa americano, Lloyd Austin, pediu “respeito à democracia do Brasil” em reunião regional de ministros da Defesa, em julho.

Antes disso, em visita ao Brasil, no ano passado, o diretor da CIA, William Burns, afirmou aos assessores de Bolsonaro que era preciso “parar de minar a confiança no processo eleitoral do País”.

No entanto, o presidente brasileiro continuou a questionar o sistema eleitoral. Em julho, ele reuniu embaixadores estrangeiros em Brasília para repetir teorias de que a urna eletrônica é passível de fraude.

O presidente também tem defendido uma contagem paralela à da Justiça Eleitoral, que seria realizada pelas Forças Armadas – o Estadão mostrou que os militares discutem como realizar uma apuração paralela utilizando boletins impressos pelas urnas eletrônicas após o encerramento da votação.

Além das preocupações com os ataques ao sistema eleitoral, Bolsonaro é alvo de resistência em Washington por sua retórica em questões ambientais e pela “proximidade” com o presidente russo, Vladimir Putin, de acordo com a agência. Outros questionam a necessidade do Brasil em adquirir às armas.

FONTE: Estadão

- Advertisement -

174 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

174 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Roberto Bozzo
Roberto Bozzo
1 mês atrás

Mesma notícia, outra fonte….a diferença entre noticiar e “tentar induzir” o leitor…

https://revistaoeste.com/brasil/governo-dos-eua-libera-venda-de-misseis-ao-brasil/

Tomcat4,4
Reply to  Roberto Bozzo
1 mês atrás

A diferença entre a “foice” lacradora e um jornal “isento” informativo é absurda.

Jiboia
Jiboia
Reply to  Tomcat4,4
1 mês atrás

Revista Oeste é isenta assim como Brasil 247 o é para o outro lado, confere? ” Tá serto intão”…Ajuda aí né, amigão!
Foi-se a época que o “Clubismo” era coisa rara na trilogia.
A alienação político ideológica tem prevalecido por aqui, ilustrando bem a realidade da “massa” do nosso país.

Carlos Crispim
Carlos Crispim
Reply to  Jiboia
1 mês atrás

Meu caro, leia a matéria da RO , eles dão a informação, não tem nenhuma opinião e nem coisas do tipo “fontes disseram”, simplesmente deram a informação, só isso. Esses jornalistas de programa canhotos , ao contrário, inventam notícias, deixaram de informar para fazer militância, tudo pra lacrar em cima.

Observador
Observador
Reply to  Roberto Bozzo
1 mês atrás

Toda fonte de notícias imbui seu viés ideológico na informação passada. Isso não é nada de novo no horizonte. Escolha suas fontes, compare-as e separe o joio do trigo.

Roberto Bozzo
Roberto Bozzo
Reply to  Observador
1 mês atrás

Mestre Observador,

Eu sei disso, o Sr sabe disso…mas a esmagadora maioria não o faz, então um meio de comunicação tem de ser o mais isento possível; os leitores do referido jornal, ao lerem estas noticias, vão sendo direcionados a determinadas narrativas que nós aqui sabemos serem falsas. Isto cria um imaginário popular de desgaste do governo Bolsonaro perante outros paises que não condiz com a realidade.

Carlos Crispim
Carlos Crispim
Reply to  Roberto Bozzo
1 mês atrás

Quem só lê essas fontes lacradoras militantes, que todo mundo sabe quem são, só se desinforma, eles mentem, inventam, distorcem…Vale tudo pra derrubar o presidente.

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Observador
1 mês atrás

Bom dia

Onde se lê “viés ideológico”, lê-se interesse em recursos….

Bueno
Bueno
Reply to  Roberto Bozzo
1 mês atrás

Nada como um dia após o outro
 
KKKK
como está cara de biscoito da turminha que acredita nas fontes destes panfleteiros (fontes da cabeça do estagiário deles) que gostam de uma narrativa para destruir reputação de quem se opõem ao monopólio da comunicação/informação que eles dominavam.  


Bueno
Bueno
Reply to  Roberto Bozzo
1 mês atrás

Reuters e UOL tem parceria firmada. Vendedores de notícias , são bons em inventar fatos e também são especialista em falar para o público o que é fato e o que é mentira, eles acreditam que o público não tem discernimento. 

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Bueno
1 mês atrás

Más o fato, a compra dos misseis näo foi inventada e muito menos o corpo mole de aprovar a venda.

Bueno
Bueno
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
1 mês atrás

Amigo, “corpo mole de aprovar a venda.” é na sua conta, no seu entendimento, não creio nisto.
A venda, sim é fato.

Parece, achismo, que as forças armadas Brasileira não são muito de usarem a impressa para ficarem divulgando suas aquisições, e não sei as motivações.
 

Cap Hufner
Cap Hufner
Reply to  Bueno
1 mês atrás

Não é questão de “não usar a imprensa” mas de ser pouco transparente mesmo, igual a “modernização do M113” pela BAE Systems na qual a maioria dos estudos institucionais provaram ser insuficiente mas ela foi colocada pra frente e depois de 1 ano perceberam que não serviu pra nada e que gastamos 100 milhões USD a toa? Há anos em leio em PDFs do próprio exército o Spike ser referido e do nada eles adquirem o Javelin, inovador pra sua época porém menos capaz e mais caro, estou satisfeito mas decidiram da noite pro dia isso? E os diversos estudos,… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Cap Hufner
Jhenison Fernandez
Jhenison Fernandez
Reply to  Cap Hufner
1 mês atrás

Pelo que eu pude ler estes Spikes são para utilizarem em veiculos de reconhecimento Cascavel modernizado e talvez em versões armadas do GUARANI.

Cap Hufner
Cap Hufner
Reply to  Jhenison Fernandez
1 mês atrás

Leu isso aonde? O Spike iria padronizar tudo. Desde o infante até o helicóptero.

Alois
Alois
Reply to  Cap Hufner
1 mês atrás

Eu acredito que os Spike irão ser incorporados nos helicópteros do EB e o Javelin na infantaria.

Bueno
Bueno
Reply to  Cap Hufner
1 mês atrás

Não tenho profundo conhecimento para argumentar sobre a capacidade dos dois Spike-LR2 x Javelin, para isto peço ajudo dos colegas que acompanho aqui, Bosco , Bardini, Scud e um outro que esqueci o nome que são muito bons nesta área, eu teria que ler a ficha técnica dos 2 para não falar tanta besteira. Acredito que tenham alguma aplicação que cobre o outro. Viajando um pouco, pode ser que o prazo de entrega do Spike-LR2 seja maior do que a do Javelin, e o alto comando do EB deu esta diretriz. Tudo indica que é intenções de compra do Javelin, não… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Bueno
Bento Ferreira Perrone
Bento Ferreira Perrone
Reply to  Cap Hufner
1 mês atrás

A transparência das administrações de fato tem deixado muito a desejar nos últimos anos. Da pra dizer até que a política de governo atual é esconder todo o tipo de transação e investigação sempre que possível. Perde o país.

EduardoSP
EduardoSP
Reply to  Bueno
1 mês atrás

Segredo é a alma dos negócio$.
Quanto menos divulgar, menos chama a atenção.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Roberto Bozzo
1 mês atrás

O importante e o fato noticiado, se ele e verdadeiro ou falso. No caso foi verdadeiro, quando começou a ser noticiado teve gente colocando em descrédito esse pedido de compra só por causa da fonte da noticia.

Divergente
Divergente
Reply to  Roberto Bozzo
1 mês atrás
Divergente
Divergente
Reply to  Divergente
1 mês atrás

“”””” All questions regarding this proposed Foreign Military Sale should be directed to the State Department’s Bureau of Political Military Affairs, Office of Congressional and Public Affairs, pm-cpa@state.gov. “””””

Rafaelsrs
Rafaelsrs
Reply to  Roberto Bozzo
1 mês atrás

Achei a noticia bem igual a essa que foi lida aqui em cima. Normal.
A pergunta é: para que o EB precisa desse anticarro?
P.S.:
Neutro é sabão de bebê, todo mundo tem um lado, não existe isso de ser de centro.

Carlos Crispim
Carlos Crispim
Reply to  Rafaelsrs
1 mês atrás

Concordo com o seu PS, não existe meio termo nesse momento, os mornos serão cuspidos, ou se é direita ou esquerda, os isentões serão governados pelos que se posicionam.

Alessandro
Alessandro
Reply to  Roberto Bozzo
1 mês atrás

Deu ruim para a UOL

Isso pq segundo a velha mídia o governo está isolado rindo até 2030 rsrs…

Last edited 1 mês atrás by Alessandro
Henrique
Henrique
Reply to  Roberto Bozzo
1 mês atrás

Para os Bostéricos que ficaram bradando que o Brasil esta excluído que era por conta do posicionamento do presidente, etc.. taí a resposta. Se o cara peita os americanos é “excluído”, se tem bom relacionamento é “capacho”…. nossa “ixquerda” definitivamente queimou os neurônios fumando marijuana demais…

Luiz Carlos Moreira Brandao Junior
Luiz Carlos Moreira Brandao Junior
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Show

Carlos Crispim
Carlos Crispim
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Exatamente, não acertam uma, pagam vergonha no débito e no crédito, erram todas, bem feito.

Carlos Crispim
Carlos Crispim
Reply to  Roberto Bozzo
1 mês atrás

Exatamente, os canhotos distorcem tudo, fazem ilações, inventam fontes (assessores disseram, ex-funcionário disse, pessoas próximas disseram…) , dá nojo de ler esses jornalecos marrons.

Emerson
1 mês atrás

Acredito que nem politico era esse atraso e sim a alta demanda na Ucrânia, mas o jornalismo no Brasil quer politizar tudo.

Camrgoer.
Camrgoer.
Reply to  Emerson
1 mês atrás

Olá. A Reuters é uma agência inglesa de notícias.

Roberto Bozzo
Roberto Bozzo
Reply to  Camrgoer.
1 mês atrás

Mestre Camargoer,

“Olá. A Reuters é uma agência inglesa de notícias.”

Mas com correspondentes, e jornalistas associados, no Brasil.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Roberto Bozzo
1 mês atrás

Olá Bozzo. O ponto é que a notícia sobre o atraso na venda dos mísseis foi produzido a partir dos correspondentes de Washington, sem qualquer relação com o Brasil. Eu mesmo coloquei o link da noticia da Reuters aqui no forte.

Joao
Joao
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Bom dia/tarde/noite senhores e senhoras.
Não entendo o do que de foristas deste site colocarem viés político em informações!!! Janes, zona militar e tantos outros que comentaram desta compra no chegaram a comentar uma vírgula desta questão política, de que seria utilizado pelo atual presidente, homens barbudos seguindo de manobra!!! Camargoer não tenho nada contra vc, porém entendo que tem, pois parece as marias lavadeiras do sec 18/19/20!!!! Toda notícia segue a linha de redação do periódico, porém cada um tem de ter discernimento e filtro!!!! Básico de uma pessoa sa e consciente!!!!

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Joao
1 mês atrás

Olá João. De fato, toda empresa de mídia tem seu próprio viés e seus próprios interesses. Qualquer um que tenha assistido “Cidadão Kane” deve compreender isso. Neste caso, a Reuters publicou uma noticia (original em ingles) que foi republicada pelos ouros veículos (como ocorre dezenas de vezes ao dia, já que a Reuters talvez seja a maior agência de notícas do mundo). A notícia surge a partir de declarações de integrantes do governo dos EUA. Especulei em outro post que ela poderia ser: 1. mais um recado do governo dos EUA ao Brasil sobre sua preocupação com o acirramento político… Read more »

Bueno
Bueno
Reply to  Joao
1 mês atrás

Isto João! Informação/Noticia nem sempre é um fato, o leitor que deve verificar se é uma informação confiável, verdadeira ou não. A Questão é que nós fomos doutrinados a acreditar cegamente que todos os meios de comunicação são confiáveis, eles querem se manter como os detentores da narrativa dos fatos, os donos do que você precisa saber e deve acreditar neles sem questiona-los, suas manipulação deve atender quem paga os seus salários.    O interessante que a turma ( Reuters , UOL dentre outros) que vedem notícias, são os mesmos que criaram as agências de verificação se é fato ou mentira para confrontar pessoas comuns… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Bueno
Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Bueno
1 mês atrás

Caro Bueno. Qualquer um que assistiu “Cidadão Kane” ou até “Muito além do Cidadão Kane” deveria saber que grupos de mídia tem interesses. Chonsky matou a charada quando diz que os jornalistas que trabalham para os grandes grupos de mídia se sentem livres porque são ideologicamente alinhados com seus empregadores. Até o Sec XiX, uma pessoa comum teria acesso em sua vida a uma fração do que uma pessoa comum teve em poucos dias durante o Sec.XX. A revolução de comunicação da Internet (as mídias sociais são apenas uma das plataformas) seria equivalente ao que aconteceu com a invenção da… Read more »

gordo
gordo
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

A notícia é interessante, ainda mais vindo de fora com tantas variáveis envolvidas. Da para se fazer algumas especulações, e uma delas é o que levou a não liberação e agora a liberação. Uma possibilidade citada é a demanda Ucraniana, faz sentido, mas cabem outras. Uma delas, partido que a fonte lá de fora não tenha se enganado ou tentado enganar é que alguém deu alguma garantia para liberarem a venda. Tivemos uma reunião aqui no Brasil entre altos escalões da defesa do continente em que se firmou o compromisso com a democracia, por sinal com um pronunciamento da parte… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  gordo
1 mês atrás

Olá Gordo. Concordo que a Reuters tem uma grande experiência para evitar cair em armadilhas como o “boimate”. Lembro sempre do filme “Mera coincidência” para compreender a relação complicada entre governos e imprensa. Ontem levantei três hipóteses para a noticia da Reuters. 1. Mais um recado do governo dos EUA sobre sua preocupação com as eleições de outubro. Eles já deram diversos recados, inclusive o mais recente por meio do Secretário de Defesa em uma conferência em Brasilia. A Invasão do Capitólio marcou profundamente a política dos EUA, como mostra ontem a operação de busca/apreensão na casa de Trump. 2.… Read more »

Roberto Bozzo
Roberto Bozzo
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Mestre Camargoer,

Como o Mestre João falou abaixo, vários sites especializados deram esta notícia, mas nenhum relatou com o viés destes pasquins, apenas informaram tecnicamente. Este é o ponto.

Uma compra de armas, que realmente demoram alguns anos para serem aprovadas, são divulgadas de forma a tentarem desgastar o governo Bolsonaro; o viés político esta superando a simples informação. E continuam com narrativas falsas contra o Presidente Bolsonaro.

Oliveira
Oliveira
Reply to  Camrgoer.
1 mês atrás

Não creio que o fato de ela ser uma agência inglesa de notícia seja sinônimo de isenção.

Jefferson Ferreira
Jefferson Ferreira
Reply to  Oliveira
1 mês atrás

Nunca foi…

Teropode🇺🇦🇺🇦🇺🇦Slava ucraina
Reply to  Oliveira
1 mês atrás

Quando é conveniente ela se torna isenta , tudo por uma questão de caráter , cópia isto !

Marco Antonio Oliveira
Marco Antonio Oliveira
Reply to  Camrgoer.
1 mês atrás

E???

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Marco Antonio Oliveira
1 mês atrás

Caro Marco. O colega Emerson diz que o jornalismo brasileiro quer politizar tudo, mas a notícia sobre o atraso da venda foi produzido pela Reuters a partir de informações vazadas em Washington. Entendeu?

Marco Antonio Oliveira
Marco Antonio Oliveira
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

‘”Olá. A Reuters é uma agência inglesa de notícias.”

Meu questionamento é sobre essa sua frase, mas eu sei a resposta.

Um abraço, Sr. Caviloso

Almeidao
Almeidao
Reply to  Camrgoer.
1 mês atrás

Vamos testar nos carros que doamos ao Uruguai?

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Camrgoer.
1 mês atrás

e tu acha que a Reuters não tem viés político? kkkkkk

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Emerson
1 mês atrás

A guerra da Ucrânia começou quase um ano depois das eleições americanas.

Sulamericano
Sulamericano
1 mês atrás

“Não temos provas” Jair Bolsonaro, 29/07/2021.

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
1 mês atrás

Ué, sinal que noticiar que a venda estava parada por diferenças políticas geraram um grande mal-estar nos EUA, correram liberar em um dia.

Camrgoer.
Camrgoer.
Reply to  Diego Tarses Cardoso
1 mês atrás

Olá Diego. Concordo. Parece que o vazamento para a Reuters tinha como objetivo destravar a venda.

Edu
Edu
Reply to  Camrgoer.
1 mês atrás

Não tem venda. A Rafael já ganhou.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Edu
1 mês atrás

espero, o Javelin é muito bom, mas torço pelo Spike

Oseias
Oseias
1 mês atrás

Nada como um dia após o outro. E muito se falou em soberania e etc, e coisa nem precisa de aprovação do congresso.

No entanto, o Pentágono destaca que a proposta de venda não necessita de nenhum procedimento por parte do governo americano. “

Wellington R. Soares
Wellington R. Soares
Reply to  Oseias
1 mês atrás

Caro Oseias, deveríamos ter vergonha na cara e não comprar !
É muita sacanagem um país como o nosso ter que ficar implorando para comprar algo, como se fosse um míssil nuclear.
Tem que dar as costas pros americanos e comprar de outra fonte.

pgusmao
pgusmao
1 mês atrás

Narrativa ao invés de fatos, a venda será realizada, não há preocupação alguma, papo de esquerdista ressentido!!!

Tomcat4,4
Reply to  pgusmao
1 mês atrás

Simples assim meu caro !!!

Mensageiro
Mensageiro
Reply to  pgusmao
1 mês atrás

Há preocupação sim do congresso americano, mas do pentágono e das indústrias de defesa americana não. Pronto.

ODST
ODST
Reply to  Mensageiro
1 mês atrás

Não há preocupação do Congresso, o que existe é palhaçada de alguns políticos de esquerda alinhados ao que seria a visão lulista aqui do Brasil.

Mensageiro
Mensageiro
Reply to  ODST
1 mês atrás

Palhaçada é dar nosso suado dinheirinho ao centrão sem nada em troca. Presidente que mais cedeu e nada conseguiu, Temer por muito menos passou reformas importantes e em 2 anos.

ODST
ODST
Reply to  Mensageiro
1 mês atrás

Vivemos uma democracia de “coalizão”, o Bolsonaro no começo do governo tentou negociar direto com as bancadas e os partidos proibiram as bancadas de negociarem sem eles, então não adianta reclamar e depois votar em membros do PT, Calheiros, Aziz, Randolfe, et caterva, pois a coisa nunca vai mudar assim.

Bolsonaro privatizou a Eletrobrás, a maior redução de impostos da história recente e foi o único presidente, desde a redemocratização, que teve interesse e conseguiu passar o Novo Marco do Saneamento Básico, e tudo sem escândalos de corrupção.

ANTONIO SANTOS
ANTONIO SANTOS
Reply to  ODST
1 mês atrás

Sem choro, ano que vem vocês vão ter que aturar o nine.

Kornet
Kornet
Reply to  ANTONIO SANTOS
1 mês atrás

Nem com fraude o FELON de 9 dedos ganha.

ODST
ODST
Reply to  ANTONIO SANTOS
1 mês atrás

Manda teu corrupto de estimação sair na rua pra gente ver um negócio rapidinho. kkkkk

Last edited 1 mês atrás by ODST
Bento Ferreira Perrone
Bento Ferreira Perrone
Reply to  ODST
1 mês atrás

Pronto….agora defender estado democrático e de direito é ser obrigatoriamente esquerdista e ter visão Lulista do Brasil? Os americanos estão sim preocupados naturalmente com a possibilidade de golpe, não por que são “bonzinhos”, mas por que isso implica em instabilidade política, econômica e geopolítica….muita grana pode ser perdida por muita gente numa quartelada dessas, tanto fora do país como principalmente dentro. Além do que agora especialmente os EUA não podem se dar ao luxo de apoiarem um golpe na democracia, por que precisa demais da colaboração das Sociais Democracias européias alinhadas a seu esforço geopolítico.

Wellington R. Soares
Wellington R. Soares
Reply to  Mensageiro
1 mês atrás

Preocupação do congresso americano ? Toma vergonha na tua cara e para de acreditar neses palhaços!

Ninguém se preocupa com ninguém, isso é narrativa para iludir alguns abestados.

Aproveita e vai lá assinar a carta da democracia kkkkkk…Já que você gosta de se iludir kkkkk…

Wilson França
Wilson França
Reply to  Wellington R. Soares
1 mês atrás

Tu é contra democracia?
Vai pra China!

Jadson Cabral
Jadson Cabral
Reply to  pgusmao
1 mês atrás

Não há preocupação alguma??? Tá se informando por onde? Jovem panos?
Os democratas estão numa boa com o que tá acontecendo aqui? (não que eles tenham que estar, é claro)

Jonathan Pôrto
Jonathan Pôrto
1 mês atrás

Ano Eleitoral é tudo uma maravilha, aquilo que não fez desde 2019 promete tentar novamente, uma carta de intenções pra impressionar tolos, olha que tem muitos !!!

Bento Ferreira Perrone
Bento Ferreira Perrone
Reply to  Jonathan Pôrto
1 mês atrás

De fato é o maior “rebanho” do Brasil…..que triste.

Patrício
Patrício
1 mês atrás

Essa venda só vai se concretizar depois do Brasil entrar para OTAN..
Ou seja……

Wellington jr
Wellington jr
Reply to  Patrício
1 mês atrás

Nunca pois a OTAN é Organização do Tratado do Atlantico NORTE, nós estamos no ATLANTICO SUL, para pertencermos a OTAN eles teriam de mudar muita coisa internamente e isso não seria facil. Mas vendo que eles tem a hungria como membro, acho que adicionar o Brasil seria muito mais proveitoso. Mas não é de interesse nacional fazer parte de tal organização, alias se manter como aliado já é mais que suficiente.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Wellington jr
1 mês atrás

Tecnicamente, tem um pedacinho do Brasil no Atlântico Norte. Mas concordo que não seria bom para nós fazer parte na organização e duvido que europeus e americanos queiram tal coisa.

Nascimento
Nascimento
Reply to  Wellington jr
1 mês atrás

Boa sorte. A Argentina tentou e ouviu um sonoro “NÃO” do secretário geral afirmando que eles estão no atlântico Sul.

Wellington jr
Wellington jr
Reply to  Nascimento
1 mês atrás

Bem não acho que a OTAN aceitaria alguem do Atlantico Sul e temos um pedacinho no Atlantico Norte como citado acima pelo nosso amigo, mas isso não muda o fato de sermos do Atlantico Sul, Sobre a Argentina, poxa tem exemplo pior? Os caras tem treta com o Reino Unido e alem de ser uma republiqueta pior que o Brasil. MAs não acho nem quero o Brasil na OTAN por inúmeros motivos a principal é envolver (fisicamente) em guerra que não é nossa.

Wellington R. Soares
Wellington R. Soares
Reply to  Patrício
1 mês atrás

Rapaz, tu sabe a diferença de Atlântico Norte e Atlântico Sul ?

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Patrício
1 mês atrás

nada a ver, esse sistema pode ser usado por países que não são da OTAN, se fosse o LRASM aí eu duvidaria que eles nos dessem

Paulo R
1 mês atrás

Cambada de esquerdistas mentirosos: a venda não só foi APROVADA, como o Presidente americano declarou que o Brasil está apto a comprar o armamento que quiser dos EUA.

Patrício
Patrício
Reply to  Paulo R
1 mês atrás

Se esse sistema for para ser usado contra os cacarecos que os nossos vizinhos possuem, será desperdício de dinheiro, visto o altíssimo custo.
Se for para ser utilizado contra uma potência invasora, idem, visto a pequena quantidade
Ou seja, tudo aponta para que o próximo Governo cancele essa sandice milionária.

Wellington jr
Wellington jr
Reply to  Patrício
1 mês atrás

então assume que os tanques venezuelanos de origem russa são uns cacarecos?

Patrício
Patrício
Reply to  Wellington jr
1 mês atrás

Não.
Assumo que a Venezuela não é e nunca foi e nunca será nosso inimigo.
Cacarecos são de Uruguai, Paraguai e outros menos cotados.

ODST
ODST
Reply to  Patrício
1 mês atrás

Nunca será? Mãe Diná, é você?

Welington S.
Welington S.
Reply to  Wellington jr
1 mês atrás

Bela de uma porcaria! A torre voa estratosfericamente fácil fácil, kkkkkkkk.

Ramon
Ramon
Reply to  Welington S.
1 mês atrás

Mas pra colocar a torre para voar, precisa de armas para isso, Fal sozinho não destrói tanques e provavelmente nem uma .50, os blindados da atualidade estão mostrando uma série de vulnerabilidade no campo de batalha, mas sem armas especializadas ou veículos de combate até um Sherman da segunda guerra minimamente armado causaria baixas pesadas em uma tropa.

Cap Hufner
Cap Hufner
Reply to  Welington S.
1 mês atrás

Verdade. E o nosso Leopard 1A5 é pior ainda que o T-72B3 venezuelano.

Patrício
Patrício
Reply to  Welington S.
1 mês atrás

Sei não.
Pelos vídeos postados, carcaça de HIMARS está voando mais alto.

Nemo
Nemo
Reply to  Patrício
1 mês atrás

Em linha geral concordo com seu comentário, mas talvez a intenção do EB seja familiarizar unidades com equipamentos avançados. Aí seria válido.

Patrício
Patrício
Reply to  Nemo
1 mês atrás

Está aí um comentário plausível.
Concordo contigo.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Patrício
1 mês atrás

Que tipo de comentário é esse? Defesa nacional é coisa séria. Se o sr. considera um pequeno vizinho muito fraco e os EUA muito forte, então o argumento será para o fechamento das forças armadas brasileiras. Sandice milionária? 74 mi de dólares é muito pouco dinheiro quando comparado à outras aquisições como os caças Gripen, os submarinos, as Fragatas, etc. E o armamento esta entre os melhores do mundo. Deveria estar elogiando que mesmo com pandemia e guerra na Europa, o Brasil está caminhando e aumentando seu poder de dissuasão. Também vamos lembrar que Chile possui Leo2A4, Venezuela possui T-72,… Read more »

Pedro
Pedro
Reply to  Patrício
1 mês atrás

Melhor gastar dinheiro fazendo porto em Cuba né..eu não acredito que tem gente que torce pra volta daquilo

RPiletti
RPiletti
Reply to  Patrício
1 mês atrás

Pelo teu raciocino, nem precisaríamos de exército…

Scudafax
Scudafax
Reply to  Patrício
1 mês atrás

Comentário fundamentado. Além de ser em quantidade irrisória, 33 lançadores, a tecnologia é estrangeira, caixa-preta. Países sem independência tecnológica em defesa não se sustentam em combate, nem real nem moral.

Kornet
Kornet
Reply to  Patrício
1 mês atrás

Só no sonho e vontade de vcs,pesquisas pagas e mentirosas não vencem eleição e não tem fraude que ajude o FELON de 9 dedos e quadrilha a ganhar.

Wilson França
Wilson França
Reply to  Kornet
1 mês atrás

Todas as pesquisas feitas por variados institutos são falsas e mentirosas.
Correta está a sua pesquisa via whatsapp feita com os malucos dos teus grupos.

Wellington R. Soares
Wellington R. Soares
Reply to  Patrício
1 mês atrás

Relaxa Patrício, ano que vem com Lula a discussão será sobre linguagem neutra, liberação da maconha, aborto, descriminalização de roubos de celulares, etc…
Aí vai ficar tudo bem kkkkk….

Wellington jr
Wellington jr
Reply to  Paulo R
1 mês atrás

Os estrategistas do Pentagono sabem que o Brasil é um dos grandes comandantes no Hemisferio Sul (sim embora sejamos o grande bobalhão somos os unicos na america latina que quando entram em ação faz acontecer) e ter o Brasil como aliado quando a China se apodera da Argentina e Venezuela é o unico trunfo americano e para isso eles precisam de alguem que odeie o comunismo. Biden embora burro tem um grande grupo de conselheiros militares e civis que sabem que a esquerda Brasileira tende mais a China e a aproximação do Brasil com a China só se deu devido… Read more »

Bento Ferreira Perrone
Bento Ferreira Perrone
Reply to  Wellington jr
1 mês atrás

A aproximação do Brasil com a China (e aliás, de todo o ocidente com a China) se deu por questões comerciais…..por que a China compra o que a gente tem pra vender e vende barato o que a gente quer comprar. E pelo fato de que muiito industrial brasileiro pegou um monte de empréstimo facilitado pelo governo (que tinha o objetivo de financiar a expansão industrial ) e ao invés de construir uma indústria, compraram tudo pronto da China e assim ganharam mais dinheiro (com o nosso dinheiro)…….mas é tudo patriota , tipo o véio da Havan. Assim nos desindustrialização… Read more »

Slow 🇧🇷
Slow 🇧🇷
Reply to  Paulo R
1 mês atrás

“ está apto a comprar o armamento que quiser dos EUA “

Pode até querer comprar agora se os americanos vão aprovar já é outros 500 ..

Marco Antonio Oliveira
Marco Antonio Oliveira
1 mês atrás

Mais uma Fake News desmentida, hora dor esquerdinhas tirarem a calcinha pela cabeça.

Marcello
Marcello
1 mês atrás

Desperdício de recursos, não vejo o Brasil sendo invadido por tanques pesados nos próximos anos! Esse dinheiro seria melhor utilizado na compra de astros ou até msm encaminhado pra o pro-super

RPiletti
RPiletti
Reply to  Marcello
1 mês atrás

Como um infante carrega um astros nas costas?

Moacir Rocha
Moacir Rocha
Reply to  RPiletti
1 mês atrás

Nem astros nem infante. Coisa de grana tá feia capitão

Wellington R. Soares
Wellington R. Soares
Reply to  Marcello
1 mês atrás

Rapaz, então seria melhor acabar com as forças armadas, correto ?
Esse dinheiro não é nada perto do Petrolao, Mensalão, etc….
Fala sério rapaz, temos que nos armar sim, o mundo inteiro se armando e os esquerdistas daqui só preocupados com maconha, linguagem neutra e aborto.

Last edited 1 mês atrás by Wellington R. Soares
Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Marcello
1 mês atrás

sim sim, se precisarmos de ATGM eles vão brotar do chão, Ucrânia não tinha tanto assim e quando precisou demorou a chegar perdeu quase 30% do seu território e continua perdendo todo dia.

Anderson Rodrigues
Anderson Rodrigues
1 mês atrás

Parabéns ao exercito brasileiro excelente arma como está se mostrando na Ucrânia, e ainda somado as Spike vai elevar a capacidade do EB.

Almeidao
Almeidao
Reply to  Anderson Rodrigues
1 mês atrás

Quando vai ser usado!

Moacir Rocha
Moacir Rocha
Reply to  Anderson Rodrigues
1 mês atrás

Nosso orçamento tá vindo do governo temer, ano que vem é só quartel, nem treinamento, longo prazo difícil.

Teropode🇺🇦🇺🇦🇺🇦Slava ucraina
1 mês atrás

Olha , 222 destes mísseis aqui na Latina empodera mais ainda nosso EB heim ! Que venham Chinooks e Cobras .

Carlos Campos
Carlos Campos

credo Chinook comedor de verba. melhor comprar mais Kombi pelo menos parte é feita aqui.

Nelson Junior
Nelson Junior
1 mês atrás

Os Americanos devem ter visto a entrevista do Bolsonaro no Flow e mudaram de ideia, hahahahah

Last edited 1 mês atrás by Nelson Junior
lucas lima
lucas lima
1 mês atrás

O EUA precisa do Brasil como aliado nesse momento ainda mais com a Colômbia restabelecendo as relações diplomáticas com a Venezuela

Omg
Omg
1 mês atrás

Só foi a reportagem falar em missil chinês que o Pentagono levantou as orelhas.
Mas de qualquer forma acho uma compra ruim. Esse missil é muito caro. Os fuzileiros deveriam adotar a família Spike, mais barato, também de boa qualidade e com possível suporte no Brasil por meio das subsidiarias dos israelenses.

Allan Lemos
Allan Lemos
1 mês atrás

Excelente compra, mas espero que não desistam do MSS 1.2, claro que é muito defasado mas em terra de cego quem tem um olho é rei.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

também tenho preocupação com o MSS 1.2

Teropode🇺🇦🇺🇦🇺🇦Slava ucraina
1 mês atrás

🤣🤣🤣A recusa durou pouco , a mintirinha teve morte súbita , óleo de peroba para os mestres da lacrolandia !

Edu
Edu
1 mês atrás

Não é um pedido, é uma autorização para exportação. Lamentável a desinformação. O EB conduziu um processo para compra de um ATGM (RFQ 00125/2021). O vencedor foi o Spike LR.

Caerthal
Caerthal
1 mês atrás

Só narrativa. Toda semana os jornais dão destaque a possíveis sanções da China porque Bolsonaro visitou Taiwan ou disse algo diferente, dos árabes porque o Brasil apoia Israel, da UE porque o presidente quer comercializar com a Rússia, os democratas dos EUA rasgam a calcinha porque ele diz que as urnas não são invioláveis…

Marcos
Marcos
1 mês atrás

O Blog apenas perde credibilidade ao noticiar o choro dos democratas americanas e dos jornalistas brasileiros, o que é uma pena.

Quem acompanha outros jornalistas da área já sabia que o Brasil está negociando a compra de Javelins desde 2021. Inclusive aparece logo de cara quando pesquisamos “Brasil comprando Javelin”.

É no youtube viu galera! Vamos ELEVAR o nível do debate rsrsrsrs, acho que entreguei a resposta.

Last edited 1 mês atrás by Marcos
Bueno
Bueno
Reply to  Marcos
1 mês atrás

O Forte , ou poder Terrestre não perde credibilidade , o assunto é sobre material militar para o EB e indicaram a fonte da noticia.
Acho que poderiam ter entrado em contato com o setor de defesa/EB para ter melhores informações e colocado uma notinha básica que entram em contato com o EB mas não obtivemos retorno,  pode ser que a publicação de hoje foi mais rápida que um retorno de uma provável solicitação de informação ao EB.
Não estou ensinando o padre a reza. 
 
 

Last edited 1 mês atrás by Bueno
Marcos
Marcos
Reply to  Bueno
1 mês atrás

“Acho que poderiam ter entrado em contato com o setor de defesa/EB para ter melhores informações ”

É o mínimo que deveriam fazer, mas os cliques são mais importantes do que a informação pelo visto.

Last edited 1 mês atrás by Marcos
jommado
jommado
1 mês atrás

Pelo que eu percebo o governo brasileiro não está encima do muro(BRICS X OTAN),está encima do prumo mesmo…bem pragmatico!

Doug385
Doug385
Reply to  jommado
1 mês atrás

É o jeito. gente que não vale nada de um lado x gente que não vale nada do outro. Russos, chineses, cucarachos, americanos, europeus… todos querendo passar a mão na nossa bunda e nos tirar pra otários.
O jeito é “jogar o jogo”, enrolar todo mundo e tirar o que der pra tirar de todos eles.

Eduardo Angelo Pasin
Reply to  Doug385
1 mês atrás

Perfeito.

Kornet
Kornet
Reply to  jommado
1 mês atrás

Acho que aos troncos e barrancos estamos aprendendo a jogar esse jogo,ninguém é amigo de ninguém,só há interesses.
O Brasil deve fingir que é amigo e aliado de todos e olhar só para seus interesses e segue o eterno jogo.

Marcos
Marcos
1 mês atrás

Por mim, nem Javelin, nem Spike. Vamos de combo HJ-10 e HJ-12 com total transferência de tecnologia e produção integral no Brasil pela SIATT ou qualquer outra empresa da BID

Cap Hufner
Cap Hufner
Reply to  Marcos
1 mês atrás

Spike é melhor que ambos! Javelin é muito caro e vai demorar muito pra ficar operacional. Essa compra foi provavelmente por imposição política, igual a aquisição dos HM-2 pelo CAVEx para a missão da MINUSTAH imposta pelos EUA. Ridículo isso.

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Cap Hufner
1 mês atrás

Prezado…..

O senhor está varado….. cai a credibilidade do q já postou.
O senhor sabe o real motivo?
Sabe se houve troca de algo em caráter de conhecimento negado?
Os HM-2 vieram pra MOMEP, só pra atualizá-lo.

Cap Hufner
Cap Hufner
Reply to  Velho Alfredo
1 mês atrás

Se o senhor sabe, que diga o motivo ao invés de fazer perguntas inúteis e irrelevantes. Quer babar ovo e meter embuste pra cima de mim? Meus argumentos foram colocados. Consegue refutá-los? O HM-2 foi imposição política, o próprio comandante do CAVEx me afirmou isso lá em 2010, me mostrando isso em documentos. “se houve troca de algo em caráter de conhecimento negado” Então diga aqui ó gênio, se sabe de alguma coisa. A falta de transparência da instituição é latente. Se não sabe, porque faz algazarra em cima do que não sabe? Agora temos de concordar com tudo o… Read more »

Almeidao
Almeidao
Reply to  Marcos
1 mês atrás

Esquecerem do ar condicionado pra gelar a cabeça do míssil. dará um trabalho levar gelo pro campo de batalha

Last edited 1 mês atrás by Almeidao
Neural
Neural
Reply to  Marcos
1 mês atrás

Tem que comprar Kornet Russo, podiam ainda mandaria uns brindes

Kornet
Kornet
Reply to  Neural
1 mês atrás

Kornet é bom rsrs.

Foxtrot
Foxtrot
1 mês atrás

Não dá para entender mesmo. Cansei de escrever aqui que uma das falhas do MSS 1.2 era a exaustão em tandem e guiagem traseira. Que deveriam entre outras coisas mudar o Sheeker para frente, a exaustão para o modelo central com o tradicional e implantar um sistema com 2 set ups de ataque, e dispare e esqueça. Aí vai lá e compram o Javelim, excelente míssil sem dúvida alguma, mas com um pouco mais de esforço conseguiríamos isso localmente com o MSS. Li que a Índia testou seu míssil guiado a laser local. Militares modernos do Brasil não tem jeito… Read more »

Alessandro
Alessandro
Reply to  Foxtrot
1 mês atrás

Fox concordo em partes com vc, o Brasil não conseguir criar seu próprio míssil anti-carro é o fim da picada, será que é uma tecnologia tão difícil assim?

A minha esperança com essa compra dos javelins é o corpo de engenharia do EB desmontar um desses 222, e ver oq estava faltando ou aonde erraram para a criação de um “novo MSS” para o futuro, mas só espero que não demorem mais 30 anos no desenvolvimento rsrs…

Last edited 1 mês atrás by Alessandro
Foxtrot
Foxtrot
Reply to  Alessandro
1 mês atrás

Duvido muito que teremos coragem para desmontar um equipamento norte americano.
Não temos coragem nem para desmontar e estudar equipamentos utilizados e que saíram de uso, imagina um equipamento novo.
Infelizmente aqui não é como na China !
Nós falta culhões para tal coisa .

MHC
MHC
1 mês atrás

Sou leigo no assunto, mas 2 dias atrás não era o Bolsonaro que estava complicando a venda . Culpa do Bolsonaro então.

Paulo Brics
1 mês atrás

Para os eua não há nada de mais em vender estes javelins. Não chegam a ser tecnologia extremamente estratégica, são poucas unidades e a tendência é que jamais serão usados. Manter o Brasil como aliado vendendo poucas quantidades de armamentos que são bons mas não expressivos em relação a dotar o Brasil de capacidade de rechaçar intrusos a longas distancias de seu território é uma excelente política de controle externo para eles. Como eu já disse acima, o sistema é bom, mas como todos sabem o ideal é o EB bancar o desenvolvimento de um sistema nacional. No mundo dos… Read more »

Agressor's
Agressor's
Reply to  Paulo Brics
1 mês atrás

Irretocável! E a realidade é que a era dos blindados acabou. São caixões de ferro fazedores de viúvas…

Eduardo Angelo Pasin
1 mês atrás

Sem dúvidas um excelente míssel, mais na minha opinião esse dinheiro deveria ser gasto com o mss 1.2, até onde sabemos não falta muito para ele ficar pronto, é necessário compra um lote piloto do mss para que o projeto ganhe escala e se aprimore.

PauloOsk
PauloOsk
Reply to  Eduardo Angelo Pasin
1 mês atrás

Ja nasceu obsoleto. Eh rasgar dinheiro.

Cap Hufner
Cap Hufner
1 mês atrás

Parabéns pela aquisição mas a torcida falou mais alto! Dava pra comprar o dobro/triplo disso de Spike-LR pelo preço do Javelin! Não fizeram nem um ETP pro Javelin! Eu sei que não tem pois estava lá! (Estudos Técnicos Preliminares).

Dane-se os estudos do CTEx e EPEx que colocaram o Spike como indicado!

Gostaria de ver no mínimo um estudo institucional feito pelo EB colocando o Javelin como favorito e não o Spike-LR!

É coisa pra CPI um negócio desse, lamentável.

Welington S.
Welington S.
1 mês atrás

Por isso que no Post anterior onde falava-se de negação por parte dos EUA eu nem comentei nada. Só li a xiadeira. Vamos ver agora se os mesmos farão o mesmo aqui. Nada como um dia após o outro.

Claudio
Claudio
1 mês atrás

Exército brasileiro é igual cachorrinho com fome quando vê o dono comendo pedaço de carne , o dono toca o cachorrinho mas na primeira chamada ele vem correndo, Brasil um cachorrinho dos Estados Unidos , país que nunca irá pra frente, com um povo que faz um festival de babação de ovo de americanos que não se vem em outro lugar do mundo…

Almeidao
Almeidao
1 mês atrás

Bom treinamento eterno a tropa. Que bom que vamos de algum modo co-financiar o repasse pra Ucrânia.

BRUNO BOTELHO
1 mês atrás

Estadão faz FAKE NEWS, como o próprio comunicado dos EUA (não depende de aprovoção politica) mas como quem lê esse jornal ou é idiota ou é esquerdista negacionista, o jornal continua mantendo a fake news, confirmando o que disse anteriormente. kkkkk

FERNANDO
FERNANDO
1 mês atrás

Quantos viram??
Só os 200?
Bem, gasto tudo no primeiro treinamento.
Hummm
Pelo amor de Deus, é para treinar né??
Não é para desfilhar no 7 de setembro?
Se bem, que preferia fabricação nacional.

Divergente
Divergente
Reply to  FERNANDO
1 mês atrás

Compra de balcão, deixando a parceria com israel e suecos de lado.

Last edited 1 mês atrás by Divergente
Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
1 mês atrás

especulando um pouco….partindo do princípio que um pelotão anticarro de uma ccap dos batalhão de infantaria seja equipado com 1 seção de csr (carl gustav) e 1 seção de mac (javelin) a duas peças cada teríamos pelo menos uns 15 batalhões de infantaria bem equipados…
cada brigada tem em média 3 batalhões de infantaria, então teríamos praticamente 5 brigadas muito bem equipadas.

….é uma excelente aquisição para o E.B

Divergente
Divergente
Reply to  Rafael Gustavo de Oliveira
1 mês atrás

200 dividido por 15? Melhor 5000 RPGs!

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
Reply to  Divergente
1 mês atrás

amigo se conta só os 33 sistemas lançadores o estoque de mísseis (tubo) não.

“https://www.youtube.com/watch?v=3JlU_Olc1oA”

Luis
Luis
1 mês atrás

Vai ter ? Ou é pra receber só daqui 48 anos.

Divergente
Divergente
1 mês atrás

Pergunto se mísseis tem frequência de autodestruição. Por exemplo se lançarmos estes contra meios americanos. Ou o harpon marítimo contra navios EUA .

Nemo
Nemo
Reply to  Divergente
1 mês atrás

Assunto polêmico, mas tecnicamente é possível.

Gilson
Gilson
1 mês atrás

Li a notícia anterior aqui neste canal e em outros que os mísseis possivelmente não seria vendidos ao Brasil. E agora os mísseis poderá ser vendido, ouve uma revolta no blog aqui. Mas a bem da verdade eu não ouvir dizer que os Russos e chinês, tem mísseis tão bons quanto ao javali. A arte de esperar com paciência me parece que pertence aos chineses. E outra: nos bastidores do pentágono junto ao ouvido de Biden, ninguém por aqui ficará sabendo com antecedência.

Henrique
Henrique
1 mês atrás

Com essa quantidade qual será a provável distribuição?

Pedro
Pedro
1 mês atrás

E a Lockheed Martin? Os Deuses da Guerra agradecem o tanto de armamento sendo encomendado.

Jhenison Fernandez
Jhenison Fernandez
1 mês atrás

Visto a Eficiência desta arma contra T-72, aquele embate sonhado entre tanks Leopard 1A5 vs T72AV agora é redundante.

Cap Hufner
Cap Hufner
Reply to  Jhenison Fernandez
1 mês atrás

Continua havendo embates entre CCs na Ucrânia independente do emprego de ATGMs.

Quer tornar irrelevante a inferioridade latente do Leopard 1A5 pra se sentir melhor?

Chevalier
Chevalier
1 mês atrás

Alguém sabe como serão distribuídos?

Claudio
Claudio
1 mês atrás

Quantos projetos nacionais as forças armadas vão engavetar por causa dessas compras do exterior ALAC e MSS 1.2 AC produzidos em larga escala faria qualquer invasor pensar no mínimo três vezes antes de entrar em território nacional

EAACCCA8-C64B-4A70-9FE9-9EE1E65D14B5.jpeg
Claudio
Claudio
Reply to  Claudio
1 mês atrás

Só incorporando novas tecnologias desenvolvidas aqui , pra não depender de terceiros

076F3712-5D24-4B7F-8DA4-01492D3CC939.jpeg
Scudafax
Scudafax
1 mês atrás

Excelente. Agora com 33 lançadores Javelin temos Forças Armadas de respeito. Tecnologia pronta e estrangeira. Capacidade orgânica de lançamento de satélites também já foi contratada? Se não for para fazer engenharia reversa, só ilusão de defesa.

Neural
Neural
Reply to  Scudafax
1 mês atrás

Achei muito caro isso sim.

Farroupilha
Farroupilha
1 mês atrás

Brasil precisa urgentemente é de misseis de longa distância, que cubram todo Atlântico Sul, alcance de 2 mil a 5 mil quilômetros. E futuramente com alcance para qualquer ponto do globo. Nossos possíveis agressores só respeitam quem pode atingir verdadeiramente suas concentrações de forças, ou pior… a casa deles. Chega dessas estratégias chulés que não servem para dissuadir países poderosos. – Esqueçam dessa história que ficarão em deslocamentos com blindados… Eles não irão ocupar nosso território ou parte dele, vão é colocar uma ou duas poderosas bases em pontos estratégicos, com superioridade aérea, e só. Para nos obrigar a assinar… Read more »

Roberto
Roberto
1 mês atrás

Matéria mais tosca, já tinham aprovado faz tempo…. que restrição politica nada.

Wellington R. Soares
Wellington R. Soares
1 mês atrás

Na minha opinião o Brasil não deveria comprar, independente de questões políticas, a chance do Brasil atacar algum país é praticamente zero, então não sei o porque desse receio, independente dos atuais governos dos dois países não se suportarem.
Não é de hoje que os EUA fazem o que querem com o Brasil. Isso é se humilhar muito.
Compra de alguma outra fonte algo similar, seja de quem for, mas que não comprem dos americanos.