sábado, outubro 1, 2022

Saab RBS 70NG

Os desafios da indústria de defesa russa na Guerra da Ucrânia

Destaques

Guilherme Poggio
Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

O rápido sucesso da contra-ofensiva da ucraniana nos últimos dias colocou as forças russas em retirada, deixando para trás veículos  peças de artilharia, conforme visto em vídeos nas mídias sociais. E para a Rússia, todo hardware destruído ou abandonado no campo de batalha ressalta uma crescente constatação dos observadores. As perdas materiais e pessoais enfrentadas pela Rússia na Ucrânia estão atingindo um ponto de ruptura potencial.

Nas discussões com o Breaking Defense e em matérias diversas, analistas apontam para desafios industriais enfrentando as forças armadas da Rússia. Após seis meses numa guerra que deveria ser rápida, enfrentando ataques da Ucrânia que supostamente teriam libertado o principal centro de logística russo de Izium, a capacidade da Rússia de reabastecer para seu próprio exército foi colocada em questão.

Pavel Luzin, analista do setor de defesa russo do Instituto de Pesquisa em Política Externa ( FPRI ), comparou a produção da indústria de defesa russa em declínio e os níveis decrescentes da qualidade da mão-de-obra com a taxa de consumo de munições e perdas de pessoal na guerra na Ucrânia. Ele chegou à conclusão inevitável de que a máquina de guerra russa em breve não poderá funcionar devido à falta de ambas.

“Para a Rússia, seis meses de guerra levaram não apenas a perdas humanas colossais e insubstituíveis, mas também a um enorme desperdício de armas e equipamentos militares: mísseis guiados estão escassos, granadas de artilharia e veículos blindados se esgotarão até o final do ano, e o estado da aviação militar impede uma campanha aérea em escala”, escreveu Luzin em uma análise de 30 de agosto. “Devido às sanções, a Rússia não pode continuar com a produção industrial completa e reabastecer seus estoques de armas, que estão se esgotando rapidamente.”

Há muitas histórias para apoiar a ideia de que a Rússia está tendo dificuldades para manter suas forças supridas. Um vídeo recente mostra dois soldados ucranianos inspecionando um tanque modelo russo T-80 BVM produzido na fábrica de Omsk. Eles revelam que nenhum dos compartimentos de blindagem reativa foi carregado com as cargas explosivas que deveriam detonar e destruir um ATGM recebido antes que ele pudesse penetrar no casco.

“Olhe para isso, eles são todos assim”, um dos dois ucranianos diz que, ao abrir as blindagens reativas uma após o outra e encontrá-las cheias de pedaços de borracha aproximadamente do tamanho e espessura do mousepad médio. “Estes não protegem contra nada O outro soldado ucraniano então comenta que a torre não é de um projeto de T-80 padrão, mas de um modelo mais antigo, o T-64 e que o modelo de metralhadora do comandante na torre carece de alcance necessário.

Outras fotos tiradas no início do ano mostram os modelos T-72B3 e T-80 atualizados, equipados com saias blindadas que são bolsas laterais presas ao chassi, cheias de areia e material composto em forma de caixa de ovos projetadas para adicionar rigidez às proteções individuais. Alguns anos atrás, agências estatais russas estavam relatando que havia cerca de 1.000 tanques equipados com esse tipo de proteção externa, ignorando o fato de que areia simples e inserções compostas são proteção obsoleta contra ATGMs atuais.

Questionado sobre as fotos e vídeos, um ex-agente das forças especiais do Exército dos EUA que agora serve em uma das legiões internacionais no sul da Ucrânia confirmou que esse equipamento se tornou bastante comum no campo de batalha

“Sim, vimos o mesmo tipo de tanques desprotegidos”, disse ele à Breaking Defense. Os compartimentos [da blindagem reativa] são preenchidos com nada além de papelão em alguns casos. É óbvio o quão difundida a corrupção tem sido. Todos — inclusive até os generais – estão roubando tudo à vista. ”

Questionado sobre quanto tempo as operações de combate russas poderiam ser sustentadas à luz do estado sombrio das unidades no campo em que ele estava, ele respondeu com confiança: “Isso terminará na primavera. Talvez até o final do ano. ”

Preocupações com artilharia

Passando para relatórios abertos, análises públicas de pesquisadores, discussões com fontes e poucas informações confiáveis que ainda saem da Rússia, é claro que há grandes desafios pela frente para a Rússia quando se trata de uma parte essencial de sua estratégia militar: artilharia convencional.

Nos seis meses desde a invasão de 24 de fevereiro, as forças armadas de Moscou gastaram, segundo as melhores estimativas, nada menos que sete milhões de munições de artilharia. Adicione a esse consumo o número de munições perdidas devido a ataques ucranianos contra estoques de munição russos localizados perto das linhas de frente. Se o conflito continuar no ritmo visto até agora, os militares da Rússia ficarão sem munição até o final do ano e terão que conservar seu uso.

Outra questão é que os tubos das peças de artilharia e dos canhões dos tanques se desgastam após um número finito de tiros ter sido disparado. As tropas russas não são conhecidas por serem diligentes com a manutenção desses sistemas, portanto, o resultado mais provável é que a escassez de munições de artilharia seja acompanhada por uma queda no número de peças de artilharia utilizáveis também. Um sinal de que a escassez de tubos utilizáveis já começou pode ser o recente aumento do uso de mísseis S-300 e S-400 de defesa antiaérea para ataques superfície-superfície.

Outro indicador da preocupação da Rússia com suprimentos. A Rússia teria recorrido à Coréia do Norte para comprar milhões de munições de artilharia, principalmente cartuchos de 152 mm e outras munições da ditadura isolada. Embora a Coréia do Norte tenha ênfase na artilharia convencional, o fato de os militares da Rússia terem que recorrer a Pyongyang para obter ajuda militar diz muito.

“A única razão pela qual o Kremlin deveria comprar projéteis ou foguetes de artilharia da Coréia do Norte ou de qualquer pessoa é porque o presidente russo Vladimir [Putin] não estava disposto ou não conseguiu mobilizar a economia russa para guerra, mesmo no nível mais básico ”, disse Frederick W. Kagan, do American Enterprise Institute ao New York Times. “Isso provavelmente é uma indicação de um fracasso maciço do complexo industrial militar russo que provavelmente tem raízes profundas e implicações muito sérias para as forças armadas russas”.

Enquanto isso, há poucas indicações de que o setor industrial de defesa da Rússia possa acompanhar o aumento acentuado da demanda que a guerra na Ucrânia está criando.

Um dos fornecedores mais importantes na parte inferior da cadeia de munições é a Kazan Gunpowder Plant, que em 2014 comprou equipamentos de fabricação da Alemanha, Suíça e Áustria. Isso exigiu que a planta adquirisse componentes químicos para sua produção de fornecedores estrangeiros, cuja compra agora é negada devido a sanções. Aquisições semelhantes de máquinas de design estrangeiras – foram feitas pelo Centro Federal de Pesquisa e Produção ( FNPTs ) Altai e outros desenvolvedores e fornecedores russos de pólvora e propelentes de foguetes.

A avaliação de vários analistas russos é que os laços com esses fornecedores estrangeiros se deterioraram em 2014 após a invasão da Crimeia por Moscou. O equipamento de produção adquirido também começou a mostrar desgaste antes de poder ser reparado ou modernizado adequadamente. As fábricas também começaram a perder pessoal devido à natureza das subidas e descidas dos custos de aquisição e produção de material de defesa. Uma subsequente junção de várias dessas empresas de munições sob uma estrutura de gerenciamento não aumentou nem os níveis de qualidade nem a produtividade. Os níveis de eficiência trabalhista afundaram em níveis 9 – 10 vezes inferiores aos das contrapartes americanas nessas empresas, de acordo com uma estimativa.

Na última semana de agosto, essas plantas de pólvora tiveram uma visita repentina e não programada do vice-primeiro-ministro encarregado do setor de defesa, Denis Manturov, e do vice-presidente do Conselho de Segurança Nacional da Rússia, Dmitri Medvedev, que foi ex-presidente russo de 2008 – 2012 e primeiro-ministro de 2012 a 2020.

“As inspeções de autoridades nesse nível são sinais de que há sérias deficiências nos níveis de produção”, disse um especialista em defesa russo em Moscou que falou com a Breaking Defense. “Também há muito pouca chance de que esses altos funcionários —, por mais vigorosos que se apoiem nas equipes de gerenciamento dessas empresas —, inspirem a força de trabalho a se tornar magicamente mais capaz e eficiente. ”

Peças importadas se tornando um desafio

Além dessas deficiências de fabricação, estão as múltiplas falhas das empresas de defesa russas em reduzir sua dependência de componentes importados. Citando o trabalho de vários relatórios analíticos estrangeiros, Luzin ressalta que a indústria da Rússia se tornou progressivamente mais dependente de sistemas eletrônicos estrangeiros -, devido em grande parte ao fato de que a substituição de importação é um conceito errado.

“A própria noção de substituição de importação é um beco sem saída, irracional, e geralmente falsa ideia de que simplesmente rejeita os benefícios da divisão do trabalho e da cooperação internacional”, escreve ele. “Para um sistema autoritário de modelo de comando econômico e administrativo, o caminho para o auto-isolamento é a inevitável autodestruição.”

Este provou ser o caso dos sistemas mais sofisticados do arsenal de Moscou. De acordo com um designer ucraniano de sistemas de orientação de mísseis que falou com a Breaking Defense no início da guerra, que está muito familiarizado com seu design, cerca de 70% dos componentes usados no agora famoso míssil Kalibr – são de origem estrangeira. “Agora não há praticamente nenhuma maneira de a Rússia reiniciar uma linha de produção neste momento”, foi sua avaliação no início de março.

Além disso, mesmo antes da invasão de Moscou e do subsequente regime de sanções imposto pelos EUA, UE e outros, a produção deste míssil e outras munições com alcance superior a 300 km não era superior a 225 por ano, segundo fontes. A Rússia tentou compensar o pequeno número de sistemas modernos disponíveis bombardeando cidades ucranianas com o quase obsoleto míssil de cruzeiro Raduga Kh-22, um projeto da década de 1960. Estes são tipicamente lançados a partir de bombardeiros Tupolev Tu-22M enquanto ainda estão voando com segurança no espaço aéreo da Bielorrússia.

No entanto, esses mísseis de longo alcance – não estão mais sendo fabricados e o Kh-32 que foi desenvolvido para substituí-lo iniciou a produção em série apenas quatro anos atrás, a uma taxa de cerca de 20 por ano. Hoje não há opções para um aumento dramático na produção de mísseis, fazendo com que o uso de sistemas de mísseis de longo alcance – caia das dezenas por dia que foram disparadas no início de março para uma taxa de lançamento parcimoniosa de apenas um míssil a cada poucos dias.

Blindados e aeronaves

Os mesmos problemas que assolam a produção de munições russas, afetam também qualquer tentativa de substituir tanques ou aeronaves perdidas no combate. E se você olhar para os vídeos quase diários que aparecem na internet, está claro que as perdas são reais.

Quando a guerra começou, apenas 2.000 dos cerca de 3.300 tanques no serviço militar russo foram classificados como modernos ou atualizados. Embora os números variem, mesmo estimativas conservadoras colocam a perda de tanques russos até o momento em mais de 1.000 unidades. Os relatórios ucranianos são de que pelo menos 34% dos tanques perdidos pela Rússia devem ser abandonados por suas tripulações, uma taxa significativamente mais alta do que a norma para operações de combate.

As perdas da aviação foram menores do que na comunidade de veículos blindados, mas a produção de novas aeronaves de combate praticamente parou. O apoio às plataformas existentes em operação também é severamente impactado pelas mesmas sanções contra a importação de eletrônicos estrangeiros que prejudicam a produção de mísseis russos.

Uma fonte com conhecimento do status industrial da Rússia disse à Breaking Defense que a produção do caça Sukhoi Su-35 havia caído vertiginosamente de 120 aeronaves projetadas em 2021 para um número real entre 10 e 12 unidades. O que resta da indústria aeronáutica neste momento só é capaz de fabricar um pequeno número de aeronaves montadas essencialmente à mão – com quaisquer materiais de produção que permaneçam no local – e com uma perda completa da economia de escala.

As perdas em combate para as unidades táticas de força aérea e defesa aérea da Ucrânia não permitiram que as Forças Aeroespaciais da Rússia ( VKS ) estabelecessem superioridade aérea no conflito. Os pilotos ficam dentro de corredores seguros ou das “bolhas” fornecidas por suas próprias unidades SAM próximas às suas linhas e não se colocam em perigo.

A falta de confiança em sua capacidade de sobrevivência é demonstrada na diferença entre seu perfil operacional no teatro da Ucrânia e como eles se apresentam nos exercícios conjuntos de treinamento do Vostok 2022 atualmente em andamento Extremo Oriente russo. Na Ucrânia, os Sukhoi Su-25 da VKS tendem a voar em altitudes muito baixas e disparar foguetes não guiados para reduzir a probabilidade de serem detectados pelas Forças Aéreas da Ucrânia. Enquanto isso, nos exercícios de Vostok, o mesmo modelo Su-25 lança bombas não guiadas de altitudes médias, conforme procedimento padrão, pois seus alvos são apenas modelos que representam “sistemas SAM do adversário condicional” que não revidam.

Medidas desesperadas

Em abril, o Royal United Services Institute ( RUSI ), em Londres, publicou uma avaliação que incluía detalhes de como a Rússia pretende tentar fugir do regime de sanções imposto a eles pelo Ocidente. A estratégia básica de Moscou é revigorar os canais de aquisição ilegal de tecnologia estrangeira que foram utilizadas pela União Soviética durante a Guerra Fria.

A diferença entre hoje e o período da Guerra Fria é que não há nação mais familiarizada com os truques usados pela Rússia para contornar essas proibições de exportação de tecnologia do que a própria Ucrânia, que está determinada a ver Moscou frustrada. Seus serviços de inteligência conseguiram obter conhecimento detalhado das operações russas, incluindo a alta “lista de compras” da indústria de defesa russa “TAG1> de componentes de alta tecnologia -, cópias das quais foram fornecidas à publicação americana Politico.

Nações que mantêm laços com a Rússia em um nível ou outro — República Tcheca, Sérvia, Armênia, Cazaquistão, Turquia, Índia, e os Emirados Árabes Unidos — também foram mencionados como possíveis atravessadores – que poderiam fazer grandes pedidos para esses sistemas eletrônicos e depois transportá-los ilegalmente para a Rússia.

Além disso, a China foi identificada como outro portal que poderia ser usado para Moscou como um mecanismo para financiar essas compras. Zongyuan Liu, membro do Conselho de Relações Exteriores de Nova York, declarou que “a Rússia poderia tirar proveito dos ‘bancos de fachada’ chineses, “uma referência aos” telefones de fachada” usados por traficantes de drogas e outros agentes criminosos”, que facilitam transações ilegais, mas são descartados antes que suas atividades sejam descobertas. ”

“Este é um modelo estabelecido”, escreveu ela recentemente no Financial Times, “e já é usado pela Coréia do Norte ( DPRK ) e pelos iranianos. Se os russos começarem a operar dessa maneira em larga escala, terá que envolver Pequim —, criando uma situação em que “a China poderia ter mais influência sobre a Rússia na negociação de petróleo e gás negócios, o que significa que poderia comprar petróleo e gás russo com grandes descontos. ”

E, é claro, a Coréia do Norte e o Irã poderiam dar seu apoio e experiência à Rússia na melhor maneira de contornar as sanções. O aumento dos laços militares com a Rússia — Coréia do Norte através da venda de artilharia, Irã através de vendas de drones — provavelmente também vem com maiores discussões políticas.

Seis meses depois, a luta na Ucrânia está longe de terminar. Mas para aqueles em Kiev e seus apoiadores, mesmo antes do sucesso dos últimos dias, há sinais de que a máquina militar russa pode ficar sem vapor, limitando as opções de Putin para recuar e recuperar o território.

FONTE: Breaking Defence

- Advertisement -

198 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

198 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Arthur
Arthur
16 dias atrás

A fonte do artigo foi o Breaking Defense? Fala sério, pô!!! O blog trocou a mídia inglesa pela americana por que? Esses caras apenas requentaram o papo de que “a Rússia só tem munição para mais dez dias…” Já mataram o Putin, jogaram Putin no hospício/hospital, já mataram dezenas de russos por ferroadas de abelhas assassinas ou por detonação provocada por uma única cabra, mataram centenas de russos de uma só vez via ataque de drone controlado por um moleque, estão derubando Su-24 de roldão com um único tiro de espingarda por um velho aposentado e, pra variar, continuam esculhambando… Read more »

Wellington jr
Wellington jr
Reply to  Arthur
16 dias atrás

Só pelo ataque a fonte já vi que a postagem incomodou a ala pro russa do Forte. Senhor entenda não há nada nesse texto que fuja da realidade, há uns 2 dias um Su25 russo simplesmente quebrou a asa apos decolar e caiu na Crimeia, poderia ser falta de manutenção? Poderia os russos estarem neglicenciando as manutenções básicas da aeronave? Não vimos a VKS tão ativa nos ultimos dias seria que falta material para a manutenção periódica? Os ataques a longa distancia diminuiram ou até deixaram de acontecer significando que os russos estao economizando misseis mais modernos e usando mais… Read more »

Arthur
Arthur
Reply to  Wellington jr
16 dias atrás

Não questiono o “estado deploravel” das forças russas, só critico nossa “confiável midia” e seus “admiradores”. Mesmo porque, há de convir, ninguém está lá mesmo para confirmar, nem mesmo Vossa Senhoria.

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Arthur
16 dias atrás

Bem embora não estejamos lá, a internet é a única ferramenta que podemos usar para observar o qué acontece lá em sua parcialidade. Há de convir comigo que se as forças russa estão no estado da arte como ela sempre anunciou e prontas para derrotar a OTAN (EUA) não eram para estarem perdendo posições estratégicas ou ainda sofrendo para ter uma supremacia aérea na zona de combate. As largas imagens de ambos os lados mostram equipamentos obsoletos e em estado deplorável e não há de se duvidar que alguns relatos presentes na postagem possam ser verídicos uma vez que na… Read more »

Jagdverband#44
Jagdverband#44
Reply to  Arthur
16 dias atrás

Boa Arthur, mas assim…
Cada lado publica o que quer publicar, se levarmos em conta as publicações pró russas, eles já estão tomando vinho do porto em algum lugar do Algarve.
Se levarmos em consideração publicações da Coréia do Norte, um fazendeiro daquele país tem um padrão de vida melhor que um Suíço.

Não surpreende uma publicação americana relatar fatos focando um ponto de vista desfavorável à Rússia.

Segue o jogo, e pelas últimas notícias sim, a manutenção dos sistemas militares russos está ruim, vide o Su 25 que caiu ao decolar.

leandro
leandro
Reply to  Arthur
15 dias atrás

mas o southfront está?ele vale?

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Arthur
16 dias atrás

Segura o modo controle de danos xings

Bruno
Bruno
Reply to  Arthur
16 dias atrás

Mais um nick…só pelas palavras já sabe-se quem é…

Ten Murphy
Ten Murphy
16 dias atrás

Parece-me que a corrupção russa na política e forças armadas criou um tigre de papel e o Putin foi vítima da própria propaganda ao acreditar que tinha mais capacidade do que realmente existia. Se isso ocorreu e cabeças rolarem, aumentam as chances do Putin ser assassinado internamente. Já as compras na Coreia do Norte se devem também ao fato de serem mais baratas, além de vir produtos prontos do estoque deles e, portanto, mais rapidamente mobilizados. Já dizer que os russos ficarão sem munição até o final do ano é prematuro. Não sabemos a capacidade de produção deles daqui até… Read more »

Sulamericano
Sulamericano
Reply to  Ten Murphy
16 dias atrás

Se o Putin amanhecer com a boca cheia de formiga, o meu maior medo é que o substituto dele seja ainda pior e decida usar nukes para acabar de vez com a guerra na Ucrânia e desencadear uma guerra mundial.

Ten Murphy
Ten Murphy
16 dias atrás

Semana passada foram o Coronel João Neves engenheiro do IME e o General Guilherme Theophilo no podcast Fala Glauber e o general disse que o irmão dele Coronel Henrique Cesar Castro desenvolveu a doutrina de resistência brasileira, citando as guerrilhas da Coreia, Vietnã, Iraque e Afeganistão, e que temos os melhores mísseis antiaéreos com o Astros 2020 e AV-TM-300, um ICBM sendo testado na Barreira do Inferno e aventou a ideia que já temos bomba nuclear pronta. Pontuo que todas essas guerrilhas tinham proximidade geográfica e apoio logístico russo, iraniano e chinês, o que não temos. Estados Unidos no Vietnã… Read more »

Nilo
Nilo
Reply to  Ten Murphy
16 dias atrás

General Villas Boas faz ameaça a França (potência nuclear) de Macron, pela sua postura contra a soberania brasileira na Amazônia, deve ser que o General desenvolveu capacidade de transformar churrasqueira em arma nuclear.
O mais atual desenvolvimento é o projeto em TI do General M. da Defesa, é o projeto de defesa de guerra cibernética “contra ameaça a urna ” será de grande serventia a defesa da região Norte, França está tremendo nas bases, tanto que está fornecendo tecnologia para nosso SubNuc.
Não podendo esquecer no Novíssimo sistema eletrônico logístico de localização de alta precisão criado pelo General Eduardo Pazuello.

Last edited 16 dias atrás by Nilo
Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Nilo
16 dias atrás

Villas Bobas não está bem da cuca. O Brasil ainda está muito longe de peitar a França no x1, seríamos massacrados em poucos dias. Sobre estes tais desenvolvimentos nem se sabe se o governo irá mesmo adquirir, então tudo não passa de delírio desta turma.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Nilo
16 dias atrás

Ameaçar a França é a mesma coisa que dizer que o Brasil tem pólvora contra os EUA, basta um Triomphant e uns M51 e acabou o Brasil, nossos generais vivem em um mundo paralelo, simples assim.

Red Pill - 红色药丸
Red Pill - 红色药丸
Reply to  Ten Murphy
16 dias atrás

Ufanismo, desinformação (do próprio) , ingenuidade etc etc. É triste que muitos caiam nessa de Cigs, selva e talz, como se na hipótese da Otan nos invadir teriam um novo Vietnam, grandissíssimo erro. Erro porque no Vietnam e Coréia as tropas locais defensoras tinham DUAS potências fazendo fronteira e suprindo o esforço de guerra pela fronteira – Se a OTAN fizer uma intervenção aqui eles fariam um bloqueio naval, logo como uma potência antagonica (China) iria nos suprir ?? pelo Chile (kkk), Colombia(kkk) ?! Outra coisa nesses exemplos citados de Coréia e Vietnam, a potencia que supria estava ao lado,… Read more »

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Red Pill - 红色药丸
16 dias atrás

Num é bicho, esse povo fica nesta de CIGS, CIGS sem apoio aéreo não passam de um bando de alvos. Se as grandes potências nos atacarem os alvos deles estão no Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Camaçari, Santos, Recife, etc, e não temos proteção aérea eficaz nestes lugares. Se tudo isso aí cair, o resto cai por tabela. Brasileiro não está acostumado a comer besouro na floresta para sobreviver sem a logística do resto do país os alimentando.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
16 dias atrás

Muita falácia. Na vida real, ontem:

  • a Rússia destruiu 8 tanques, 13 veículos de combate de infantaria, 11 veículos blindados e foram mortos mais de 150 militares ucranianos.
  • a ofensiva mal sucedida integrava a 24ª, o 28ª brigadas mecanizadas, o 46º grupo aerotransportado, a 60ª brigada de infantaria da AFU.
  • Localidades de supressão: Mirnoye, Sukhoi Stavok, Belogorka, Bruskinskoye, Olgino (região de Kherson) e Ternoviye Pody (região de Nikolayev) na direção Nikolayev-Krivoy Rog.
  • Objetivo: estamos mais próximos da Novarussia do que da recuperação de territórios por parte de ZEROlensky
_126422048_donbas_control_then_now-nc_2x640-nc.png
Hcosta
Hcosta
Reply to  Mateus Gonçalo
16 dias atrás

E não esquecer as gaivotas que deram a sua vida ao defender um pilar da ponte, esta sim, uma ponte nazi. Mais um passo para a “desnazificação”…

https://www.youtube.com/watch?v=U_VocQvYqKQ

Last edited 16 dias atrás by Hcosta
Wellington jr
Wellington jr
Reply to  Hcosta
16 dias atrás

Não fala isso o menino vai surtar, ele já perdeu as estribeiras no outro post quando ensinei a ele que a regiao de Kharkiv só tinha 10 mil km² ocupado pelos russos no maximo kkkkkk

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Wellington jr
16 dias atrás

Não deixa de ser estranho que você funcione tal e qual um patrulheiro das mensagens.
Vai crescer, moleque cheio de raiva e tentando passar a propaganda lixo de DC

Nei
Nei
Reply to  Mateus Gonçalo
16 dias atrás

Moleque é você, apoiando o ditador!

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Nei
16 dias atrás

“apoiando ditador”
Já não tem argumento, baby boy.
Aqui não se trata de apoiar ditador ou democrata, mas sim de ver quem tá perdendo e tu tá perdendo com os teus imperialistas yankees que viram o país ser encurtado em mais de 150 mil kms2 e outros que entendem a posição russa de travar a OTAN.
Vai chorando, moleque cheirando a xixi e leite.

Last edited 16 dias atrás by Mateus Gonçalo
Nei
Nei
Reply to  Mateus Gonçalo
15 dias atrás

Aqui torcedor é você, babador de ovo do Putin. Nunca disse ser favorável a EUA ou Otan, isso foi seu cérebro que criou essa ilusão. Vai tocar teu Nescau.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Nei
15 dias atrás

Você é um menino mimado que de certeza não sabe o que é a vida.
Mas como não estou aqui para fazer ninguém crescer, fica a questão:
Se a guerra terminasse hoje, quantos kms2 teria a Rússia conquistado?
E quantos kms2 teria Kiev perdido?
Logo, quem seria o vencedor?
A tua família? Deixa de dizer asneiras.

Canarinho
Canarinho
Reply to  Nei
15 dias atrás

Apoiando o ditador ……. voce nao tem a menor ideia do que se passa. Volta pro playstation filhao

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Hcosta
16 dias atrás

Você é mais um que acredita que por aliviar o intestino grosso naquilo que eu escrevo, o texto deixará de ter valor.
Esqueça, isso é para criança abusadora que acredito que o outro menino vai ficar triste.

Pedro
Pedro
Reply to  Mateus Gonçalo
16 dias atrás

Seu texto não tem valor independente de comentários…

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Pedro
15 dias atrás

Quando um acéfalo como você diz que o meu texto não tem valor, devo ficar triste? Vai dar uma volta ao inferno e vê se não volta.
E faça as contas.
Se a guerra terminasse hoje, quantos kms2 teria a Rússia conquistado?
E quantos kms2 teria Kiev perdido?
Logo, quem seria o vencedor?
A tua família? Deixa de dizer asneiras.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Hcosta
15 dias atrás

Tu é comediante? Se sim, não tem qualidade e deve tar desempregado.
Faça as contas.
Se a guerra terminasse hoje, quantos kms2 teria a Rússia conquistado?
E quantos kms2 teria Kiev perdido?
Logo, quem seria o vencedor?
A tua família? Deixa de dizer asneiras.

Wellington jr
Wellington jr
Reply to  Mateus Gonçalo
16 dias atrás

Seu mapa tá uns 7 dias atrasado.

Porque não coloca ai a queda de Kiselyvka para os Ucranianos? Se não estou enganado ela fica a alguns KM da Kherson, ah esqueci você tem problemas com ler mapas kkkk

Nei
Nei
Reply to  Wellington jr
16 dias atrás

kkkkk

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Wellington jr
16 dias atrás

Demente, que percentagem é que isto corresponde numa guerra? Quando você perdeu 150 mil kms2?
Deixa de brincar de otário. Tu tá perdendo e ponto final.

Nei
Nei
Reply to  Mateus Gonçalo
15 dias atrás

É você está ganhando. Ganhando deslike kkkk

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Nei
15 dias atrás

Você é mesmo um moleque que trabalha para o Like.
Faça as contas.
Se a guerra terminasse hoje, quantos kms2 teria a Rússia conquistado?
E quantos kms2 teria Kiev perdido?
Logo, quem seria o vencedor?
A tua família? Deixa de dizer asneiras e busque um emprego digno em vez de ser embrulhador de salsichas da OTAN

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Mateus Gonçalo
15 dias atrás

Eu por acaso sou o presidente da Ucrânia e não sabia? Você é tão maluco que se acha russo e quem nao concorda com suas asneiras é Ucraniano.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Wellington Jr
15 dias atrás

Deixe de ser provador de chouriço da OTAN e passe a pensar, comediante sem talento.
Faça as contas.
Se a guerra terminasse hoje, quantos kms2 teria a Rússia conquistado?
E quantos kms2 teria Kiev perdido?
Logo, quem seria o vencedor?
A tua família? Deixa de dizer asneiras.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Wellington jr
15 dias atrás

Meu mapa não é de puxa saco da OTAN que nem você, buscador de emprego via bajulação.
Deixa de lamber a salsicha da cozinha da OTAN e cresça.
Faça as contas.
Se a guerra terminasse hoje, quantos kms2 teria a Rússia conquistado?
E quantos kms2 teria Kiev perdido?
Logo, quem seria o vencedor?
A tua família? Deixa de dizer asneiras.

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Mateus Gonçalo
16 dias atrás

Antônio já sabemos que é você. Vi no outro post você falando do passado logo já deu para entregar quem é o dono do Nick kkkkk

Patrício
Patrício
Reply to  Wellington Jr
16 dias atrás

Ixe.
Perdidinho.

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Patrício
16 dias atrás

Não toim, de é antigo no trilogia sabe que você sempre tem vários Nicks e múltiplas personalidades, chegando a conversar consigo mesmo para dar razão ao seu argumento.

Patrício
Patrício
Reply to  Wellington Jr
16 dias atrás

Conjecturas suas.
Por exemplo, tem gente que acha que vc pode ser Alecs, Zé das Couves, Bosco, Flanker, Dezinho do 57 e tantos outros.
Liga não.

Andre
Andre
Reply to  Patrício
16 dias atrás

Não alucine Da Lua. Só vc tem vergonha das bobagens que escreve e precisa ficar mudando de apelido. O “tem gente” devem ser seu diversos alter egos.

Por falar em su57, seguem apenas 4 entregues né? Aquela venda para a Argelia foi só uma alucinação né? A Turquia rejeitou mesmo a oferta russa, não?

E o avanço russo para trás? Esse segue muito bem, em menos de um mês já avançaram mais para trás do que haviam avançado entre abril e agosto. Segue tudo como planejado .

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Patrício
16 dias atrás

Como diria Hugo Chávez: por que no te callas?
Tu só escreve lixo.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Mateus Gonçalo
16 dias atrás

Foi o Rei Espanhol de que disse isso para o Chávez. Pior que dar uma resposta ruim à alguém, é errar a analogia.

Sai do computador e vai estudar, garoto.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Leandro Costa
15 dias atrás

Seu néscio. Foi o Rei Espanhol Dom Carlos que disse isso sim e ao Chávez. Estamos perante um lapso e nunca perante desconhecimento.
Vá fazer as contas e deixe de tretologia. Sente numa livraria e coloque o cérebro a trabalhar.
Faça as contas.
Se a guerra terminasse hoje, quantos kms2 teria a Rússia conquistado?
E quantos kms2 teria Kiev perdido?
Logo, quem seria o vencedor?
A tua família? Deixa de dizer asneiras.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Wellington Jr
16 dias atrás

Ou você é que tem várias personalidades e uma delas é ficar falando em António, Xings e outros?
Vai tomar a medicação, psicótico.

Nei
Nei
Reply to  Wellington Jr
16 dias atrás

Isso ele faz, faz tempo. Louco, louco rsrsrs.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Nei
16 dias atrás

Tu já sabe como vai a saúde do ZeroLensky.
Dizem que teve acidente rodoviário.
O cara conduz sem segurança?

Nei
Nei
Reply to  Mateus Gonçalo
15 dias atrás

O único acidente aqui, é ter você comentando essas besteiras.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Nei
15 dias atrás

Pois… mas como vai o ZeroLensky que teve um acidente rodoviário?
Faça as contas.
Se a guerra terminasse hoje, quantos kms2 teria a Rússia conquistado?
E quantos kms2 teria Kiev perdido?
Logo, quem seria o vencedor?
A tua família? Deixa de dizer asneiras.

Canarinho
Canarinho
Reply to  Wellington Jr
15 dias atrás

Ate hoje nesse papo de Toim???? Esse cara realmente te deixa excitado hein

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Canarinho
15 dias atrás

Quem gosta de louco é a Wagner Group.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Wellington Jr
16 dias atrás

Agora é António? Tua ex rolou bem….

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Wellington Jr
16 dias atrás

Agora sou Antônio ou Xings? Ou os dois são a mesma pessoa?
Deixe de delirar Dom Quixote.
Você e essa conversa de fragmentado mental e várias personalidades.
Vai fazer a conta de modo a entender que tu tá perdendo e não tem argumento, salvo a mentira que recuperar aldeias é sinal de saúde.

Patrício
Patrício
Reply to  Mateus Gonçalo
16 dias atrás

Parece que depois de 6 meses de conflito, os russos resolveram destruir parte da infraestrutura ucraniana.
Criaram uma inundação no Rio Ingulets que deixou tropas ucranianas cercadas.
Estão avançando e destruindo o bolsão no território que a Ucrânia demorou tanto a conquistar.
Parece que chegou a hora de abandonar a tática de não atacar a infra ucraniana para não afetar a população civil.
Portos, aeroportos, ferrovias, rodovias, refinarias devem ser atacadas.
Essas estruturas intactas estavam dando muita vantagem aos ucranianos.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Patrício
16 dias atrás

Não gênio, isto é sinal que os russos não terão mais forças para retomar os territórios que foram perdidos e partiram para a vingança pura e simples.

Se os ucranianos, não conseguem ocupar uma região por estar alagada ou destruída, os russos também não o conseguirão..

Larga de ser b….

Andre
Andre
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
16 dias atrás

Isso é sinal de desespero. Depois de 6 meses de fracassos e diversas derrotas no campo, só sobrou isso. Daqui a pouco voltam as ameaças de nukes.

Red Pill - 红色药丸
Red Pill - 红色药丸
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
16 dias atrás

Mas o objetivo político é esse mesmo, tomar uma parte apena9a mais industrializada e agricultável) e causar muita bagunça e destruição ao restante, pois isso põe a Europa de joelhos, e é exatamente o que está ocorrendo.

Nei
Nei
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
16 dias atrás

Rodrigo, esse aí é tapado. Deve ser mulherzinha do Putin.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Patrício
16 dias atrás

O ataque dos russos à infraestrutura ucraniana só vai fazer acelerar a chegada dos sistemas ATACMS para ataques de longo alcance contra a estrutura militar russa. Esse pedido já começou a ecoar no Congresso Americano e o Kremlim já começou a gritar que a linha vermelha pode ser ultrapassada. Não é a toa que os militares russos e suas famílias começaram a abandonar a Criméia.
https://www.19fortyfive.com/2022/09/atacms-the-weapon-ukraine-could-hit-russia-with-from-186-miles-away/

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Marcelo
16 dias atrás

O mais engraçado é que os russos estão cagando de medo de chegar mais armas e equipamentos para os Ucranianos e ficam aí ameaçando de ampliar a guerra. Pela demonstração até o exato momento a Rússia não aguentaria 2 dias de guerra convencional com os EUA.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Wellington Jr
15 dias atrás

Quero ver como as tropas russas vão reagir se os EUA enviarem F16 para apoio aéreo e A10 para ataques ao solo. Os F16 ainda estão na mesa e a Ucrânia, sorrateiramente, faz careta para os A10, mas já está treinando pilotos. Nos EUA e nos paises da OTAN ha um enorme arsenal de mísseis Helfire e Mavericks, além de foguetes e bombas guiadas. E não podemos esquecer do assustador canhão GAU Avenger. Dias muito difíceis estão por vir para a cavalaria mecanizada e para a artilharia dos russos.
https://www.avweb.com/aviation-news/ukrainian-pilots-already-training-for-a-10s/

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Marcelo
15 dias atrás

Pior é que se confirmar aviões ocidentais serem doados a integração com a inteligência militar da OTAN vai ser. Alto nível. Vai ser possível a chegada de novos tipos de equipamentos para serem integrados aos sistema da Ucrânia de alerta e sinalização de alvo. Reza a lenda que defesas SAM também estão a ponto de serem doados estão capacitando o pessoal para operar.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Marcelo
15 dias atrás

A10 Warthog na Ucrânia? Os ucranianos dizem que não querem … mas estão treinando pilotos. Isso é uma contradição …

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Patrício
15 dias atrás

Pois é. Os russos vão atacar no inverno, e a Europa já claudicou.

Henrique
Henrique
Reply to  Mateus Gonçalo
16 dias atrás

imagem do “estamos mais próximos da Novarussia do que da recuperação de territórios por parte de ZEROlensky” KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

.

.cara da pra ver o ódio que as russetis tem pelo Zelensky kkkkkkk… deve ser difícil o russia se f*der duas vezes em menos de 40 anos pra atores KKKKKKKKKKKK 

colapso russo em kharkivkkkkkkk.jpg
Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  Henrique
16 dias atrás

O comediante está em Kievas a piada está em Moscou, eles está perdendo a linha coma incompetência nítida de Putin!

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Carlos Gallani
16 dias atrás

Pois… mas fala aí, professor Raimundo: o ZeroLensky já se recuperou?

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Henrique
16 dias atrás

Isso está consolidado?
Claro que não, mas ser torcedor permite confundir vitória num jogo com vitória no campeonato.

Nei
Nei
Reply to  Mateus Gonçalo
16 dias atrás

Único putinete aqui, que ama a mãe Rússia ou o pai Putin, é você.
A única coisa CONSOLIDADA até aqui, é a Rússia perder tanto equipamento para ganhar território e depois devolver de graça, qual sentido disso?

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Nei
15 dias atrás

Deixe de contribuir para a poluição visual.

Faça as contas.
Se a guerra terminasse hoje, quantos kms2 teria a Rússia conquistado?
E quantos kms2 teria Kiev perdido?
Logo, quem seria o vencedor?
A tua família? Deixa de dizer asneiras.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Henrique
16 dias atrás

O comediante que sou eu, questiona aos prémios Nobel como vai a saúde do ZeroLensky.
O cara teve um acidente, hoje… rodoviário, dizem as notícias.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Henrique
15 dias atrás

Por favor, cale a matraca.
Faça as contas.
Se a guerra terminasse hoje, quantos kms2 teria a Rússia conquistado?
E quantos kms2 teria Kiev perdido?
Logo, quem seria o vencedor?
A tua família? Deixa de dizer asneiras.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Mateus Gonçalo
16 dias atrás

Qual é a fonte para as baixas ucranianas? e ela apresenta imagens?

Bruno
Bruno
Reply to  Mateus Gonçalo
16 dias atrás

Ué cadê as dezenas de brigadas destruídas ? Os milhoes de mortos ? A coerência desse ser é zero. E há que digam que o comediante é o Zelensky, mas acho que ele tá é postando besteira no Forte em favor do seu amor russo.

Last edited 16 dias atrás by Bruno
Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Bruno
16 dias atrás

Cara, tu tá fazendo o mesmo papel que se viu quando a Azovstal caiu.
Vai chorando, baby tv

Bruno
Bruno
Reply to  Mateus Gonçalo
16 dias atrás

Única coisa que cai aqui são suas postagens nada coerentes. Tio Putin vai brigar hein….

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Bruno
15 dias atrás

Quer coerência?
Faça as contas.
Se a guerra terminasse hoje, quantos kms2 teria a Rússia conquistado?
E quantos kms2 teria Kiev perdido?
Logo, quem seria o vencedor?
A tua família? Deixa de dizer asneiras.

Nei
Nei
Reply to  Mateus Gonçalo
16 dias atrás

Putinete brava detectada.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Nei
15 dias atrás

Calma, Mickey em final de verão.
Faça as contas.
Se a guerra terminasse hoje, quantos kms2 teria a Rússia conquistado?
E quantos kms2 teria Kiev perdido?
Logo, quem seria o vencedor?
A tua família? Deixa de dizer asneiras.

Walsh
Walsh
Reply to  Mateus Gonçalo
15 dias atrás

Novarussia hahahaha…

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Walsh
15 dias atrás

Vamos rir juntos:
Faça as contas.
Se a guerra terminasse hoje, quantos kms2 teria a Rússia conquistado?
E quantos kms2 teria Kiev perdido?
Logo, quem seria o vencedor?
A tua família? Deixa de dizer asneiras.
E quantos kms faltam para a Novarússia? E para o Zerolensky recuperar?
Tu sabe estudar padrão? Se sim, deixe de contribuir para a poluição visual, editando disparates

Antunes 1980
Antunes 1980
16 dias atrás

Desde o início da guerra vimos vídeos e imagens de equipamentos russos obsoletos, sem sistemas tecnológicos atualizados, com pouquíssimos equipamentos novos.
A quantidade de veículos abandonados é algo gigantesco!

Segundo relatos de vários soldados capturados, os MBT russos tinham vários problemas no seu sistema de tiro e até mesmo nos motores.

Fico imaginando como será o inverno para esse ferro velho russo. Tenho pena dos soldados do Putin, lutando uma guerra sem sentido e com equipamentos ruins da década de 70.

Last edited 16 dias atrás by Antunes 1980
Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Antunes 1980
16 dias atrás

Prepara que tem um novo Nick aí que é todo surtado. Deve ser uma das personalidades do inominável.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Wellington Jr
16 dias atrás

Esse novo nick tá tirando o teu sono, faxineiro

Nei
Nei
Reply to  Mateus Gonçalo
16 dias atrás

Tem algo contra faxineiro cara? Se tiver fala aqui, respeita as demais pessoas e profissões.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Nei
15 dias atrás

Tenho algo contra faxineiros puxa saco como você, bajuladores da OTAN e armados em censores da internet.

Andre
Andre
Reply to  Antunes 1980
16 dias atrás

O pior é que esses equipamentos russos já eram meia boca na década de 70. Veja o cacete que o t62 levou dos velhos centurions em 73. Na época já tinha ficado claro que o sistema de tiro, o canhão e o câmbio eram uma lástima, mas a culpa era do operador.

Red Pill - 红色药丸
Red Pill - 红色药丸
Reply to  Antunes 1980
16 dias atrás

É porque vc ainda não viu como será o inverno na Europa…

Andre
Andre
Reply to  Red Pill - 红色药丸
15 dias atrás

O inverno ainda não chegou, então ninguém viu, nem o Antunes, nem eu, nem vc….

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Antunes 1980
16 dias atrás

Tu tá fazendo bem o papel de propagandista, mas se material de guerra simboliza a vitória, então a Ucrânia já perdeu mesmo e feio.

PACRF
PACRF
16 dias atrás

Vai ganhar essa guerra quem tiver mais grana. Essa “munição” é pouca na Rússia, um país com economia do tamanho da do Brasil e cercado de sanções por todos os lados. Foi muita arrogância do Putin afirmar antes da guerra, que tomaria Kiev e derrubaria o governo da Ucrânia em duas semanas. Já passaram seis meses desde então, pura bravata.

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  PACRF
16 dias atrás

Relaxa que segundo os comentários aqui no Forte tudo está sob controle e a Ucrania já perdeu 32 mil soldados em 2 horas de combate ( superou o dia D).

PACRF
PACRF
Reply to  Wellington Jr
16 dias atrás

É óbvio que a Ucrânia já teve enormes perdas, tanto materiais quanto em vidas, pois não poderia ser diferente. Só refugiados em outros países já chega a 5 milhões de pessoas. No entanto, o que se delineava antes da invasão era uma verdadeira “blitzkrieg” russa, o que de fato não aconteceu. Além das inesperadas dificuldades na arena militar, a Rússia está mostrando a economia frágil que possui, baseada na exportação de commodities e no extrativismo, cenário muito parecido com o brasileiro.

WSilva
WSilva
Reply to  PACRF
16 dias atrás

Grana é importante mas proposito é mais.

Vai ganhar aquele que tiver mais homens dispostos a morrer por uma causa.

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  WSilva
16 dias atrás

Sem bala sem vitória, não é tão simples assim, é preciso comer, vestir e ainda ser comandado com inteligência.

PACRF
PACRF
Reply to  WSilva
16 dias atrás

Agradeço seu comentário, pois sem motivação não se ganha uma guerra. Esse “ingrediente” parece estar sobrando do lado da Ucrânia e faltando do lado da Rússia. Aliás, a Russia não conseguiu apresentar ao mundo um motivo minimamente crível para a invasão, consequentemente o que dizer para seus soldados e para sua opinião pública? Dizer que estão caçando nazistas 77 anos depois do fim da II Guerra? Isso não motiva mais ninguém!

Judilson
Judilson
Reply to  PACRF
16 dias atrás

Ué? Mas se no Brasil tem gente até hoje caçando comunista… Até presidente elegeram com essa conversa fiada dos anos 50 sobre “perigo vermelho”.

WSilva
WSilva
Reply to  PACRF
15 dias atrás

A invasão por parte da Russia tá muito clara, mas é um caso onde as três partes são culpadas. A OTAN por usar a Ucrânia contra a Russia, a Russia por primeiramente ter aberto mão da Ucrânia e a Ucrânia por ter aberto mão de suas armas nucleares. A OTAN, no caso os EUA, estão fazendo a mesma coisa em relação a Taiwan, porém Taiwan ainda é prematuro, mas a ideia é a mesma, usar Taiwan para conter a China. Logo, é mais do que esperado a invasão de Taiwan, só não sabemos o dia nem a hora. Quando isso… Read more »

Patrício
Patrício
16 dias atrás

Desafios?
Eu vejo enormes possibilidades.
Só hoje, foi publicado.

‘Xi e Putin se encontram em cidade da Rota da Seda para discutir, entre outros temas, sobre Ucrânia e Taiwan.’

‘Começa nesta quinta-feira a Cúpula de Cooperação de Xangai’

Marinhas da Rússia e China realizam patrulhamento conjunto no Oceano Pacífico.

Patrício
Patrício
Reply to  Patrício
16 dias atrás

Não preciso lembrar que Xi iniciou visitas a países da Ásia Central e Putin está diversos dirigentes daquela região para acertos políticos no âmbito da OCX.

Como previsto, a Ásia Central tornou&se um grande condomínio russo-chinês.

Monarquista
Monarquista
Reply to  Patrício
16 dias atrás

Mais chinês que russo. A Rússia mesmo vai virar um protetorado chinês kkkkkkkkkkkk

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Monarquista
16 dias atrás

Isto se os chineses não tomarem território russo.

Leonardo Cardeal
Leonardo Cardeal
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
16 dias atrás

Os defensores dos Russos estão achando que a China tá lado a lados, são tipo best friends…. Coitados, coitados….

Nei
Nei
Reply to  Leonardo Cardeal
16 dias atrás

Patrício, a CHINA sendo Nação irmã da Rússia? Faça favor né. Mais fácil a China tomar de volta as suas antigas terras da Rússia.

Henrique
Henrique
Reply to  Monarquista
16 dias atrás

expectativa da russeti:
.
-> Rostec grande e liderança a vanguarda de tecnologias na aeronáutica
.
realidade 
.
-> Rostec passar a ser subsidiaria da COMAC e produzira peças de segunda linha para indústria chinesa focar  na vanguarda de tecnologias na aeronáutica

Last edited 16 dias atrás by Henrique
Zé das couve
Zé das couve
Reply to  Patrício
16 dias atrás

Até dezembro a Rússia perde Belgorod.

Zorann
Zorann
16 dias atrás

Acredito que o grande problema mesmo, seja a corrupção. Onde vc imagina ter equipamentos modernos/modernizados, imagina ter tropas bem treinadas e equipadas e no final, não os tem. Isto deve ser terrível para o moral dos soldados. Na primeira oportunidade, a tropa foge em debandada. Isto deve influenciar demais negativamente o alistamento de voluntários. É muito triste. Esta falta de material (ela não é ficção – vide a enorme quantidade de material antiquado retirada da inatividade e enviada para a Ucrânia) pode tornar inútil uma possível declaração de guerra. Ter soldados e não ter equipamentos, não vai adiantar muito. A… Read more »

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Zorann
16 dias atrás

A corrupção é algo que assola exércitos do mundo Inteiro, nem mesmo os EUA estão imunes, na guerra do Iraque e Afeganistão foram inúmeros oficiais investigados por corrupção dos mais diversos tipo, desde favorecimento a empreiteiras até desvios de equipamentos. Na guerra do Vietna teve oficiais de alta patente envolvidos em tráfico de opióides. Agora imagina os exércitos como da Ucrânia e Russo ( este até um pouco pior, pois sua cerne estrutural se basea ainda no modelo Soviético que favorece a corrupção). Essa guerra é um grande Erro! Os russos não precisavam da invasão para conseguir seus objetivos segundo… Read more »

Marcelo
Marcelo
16 dias atrás

Esse artigo é certeiro como um impacto de projétil Excalibur. Só não vê quem não quer. As perdas humanas e materiais são enormes e insustentáveis para as tropas russas. O equipamento disponível não funciona como deveria. A indústria militar russa não consegue repor o material militar utilizado seja por falta de componentes ou por incapacidade de produção. A corrupção na Rússia é enorme e está corroendo as capacidades militares. A Rússia comprou drones do Irã e está negociando material para artilha com a Coréia do Norte. Podem esquecer o Armata T14, o Sukkoy SU-57 e o drone de ataque Okhotnik… Read more »

Last edited 16 dias atrás by Marcelo
Patrício
Patrício
Reply to  Marcelo
16 dias atrás

As perdas ucranianas são enormes.
Nessa ofensiva em Kharkov, apesar da pouca presença russa, foram relatadas grandes perdas, com o avanço já interrompido.
Interessante foi a descoberta de muitos cadáveres de mercenários, até de origem africana.
Não se sabe se são afro-americanos (muito provavelmente).
Calcula-se que 1/3 dos combatentes ucranianos na região de Kharkov é mercenária.

Patrício
Patrício
Reply to  Patrício
16 dias atrás

Essa ofensiva teve cerca de 9.000 soldados no total.
Na verdade é um número irrisório, mas os russos realmente não tinham quase ninguém lá.
Para quem estava acostumado com ofensivas soviéticas de 1,5 milhão de soldados, isto é um escárnio.
Mas, mesmo assim, a Rússia mandou meia dúzia de chechenos para lá e estabilizou a situação.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Patrício
16 dias atrás

Manda o teu CV, com a lista dos 500s nicks para o Putin..

Quem sabe você consegue um bico no Governo russo, nem eles acreditam nisto que você está escrevendo.

Patrício
Patrício
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
16 dias atrás

Não precisa.
Tem milhões de árabes, iranianos, norte-coreanos, cazaques e etc. na minha frente.
Só estão esperando a oportunidade.
Mas, os russos acham que não precisam, apesar de não quererem ‘gastar’ soldados nessa operação especial.
Vai entender.

Zé das couve
Zé das couve
Reply to  Patrício
16 dias atrás

Vietcrânia cada vez mais clara. O Putin vai cair.

Red Pill - 红色药丸
Red Pill - 红色药丸
Reply to  Zé das couve
16 dias atrás

Amanhã ele cai

A6MZero
A6MZero
Reply to  Patrício
16 dias atrás

E vão treinar, pagar, alimentar e equipar essa gente como?

Imprimir dinheiro? equipar esse pessoal com Mosin-Nagant e T-44?

Olha a Coreia do Norte tem um grande estoque de cópias chinesas do MIG-17 daqui a pouco podem estar voando com a bandeira russa estampada na fuselagem…

Ter gente disposta é uma coisa, agora ter condições reais manter um contingente desse tamanho é outra, ainda mais com uma economia a beira do colapso…

Zé das couve
Zé das couve
Reply to  A6MZero
16 dias atrás

Pedir bala pra canhão na Coreia do Norte é algo perto do fim. Quando pedirem emprestados MiG-21 de Mianmar aí é para fechar o boteco.

Nei
Nei
Reply to  Patrício
16 dias atrás

Himars mandou um abraço;

Marcelo
Marcelo
Reply to  Patrício
16 dias atrás

Fonte: blá blá blá

Pedro
Pedro
Reply to  Patrício
16 dias atrás

Vc tem sérios problemas com a realidade..

Zé das couve
Zé das couve
Reply to  Patrício
16 dias atrás

Triste. Não tem mais desculpas para os vexames de Putin na Ucrânia.

Nei
Nei
Reply to  Zé das couve
16 dias atrás

Patrício deve estar com depressão esses últimos dias. Calma, é só ir falar pro pai Putin parar enquanto a vergonha está em 50%, pois logo um país com economia igual a do Brasil, vai sofrer consequências catastróficas.
Suas mensagens ambiciosas e orgulhosas russas, são realidade só na sua cabeça por enquanto.
Esse orgulho Russo, é passado, já não são o que eram anteriormente.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Patrício
16 dias atrás

Fonte: blá blá blá

Marcelo
Marcelo
Reply to  Patrício
16 dias atrás

Fonte: blá blá blá

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Marcelo
16 dias atrás

Mesma narrativa tola que se viu em Mariupol.
Já chega. Tu perdeu várias cidades e continua dizendo isso porque gosta de fazer o papel de puxa saco motivador da OTAN

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Mateus Gonçalo
15 dias atrás

E tu que puxa o saco de Putin, ae já descobriu onde começa e onde termina o oblast de Kharkiv? Assim para de repetir a asneira de que os Ucranianos só conquistaram um pedaço mínimo de uma áreas de 31 mil km² kkkkkkkk ah vi que agora mudou o disco tá anunciando 150 mil km² ocupado, relaxa ainda vai sobrar soldado russo para você poder alisar no final da guerra.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Wellington Jr
15 dias atrás

Você é mesmo brincalhão e ridículo de última hora.
Se a Rússia conquistou um pequeno pedaço de Kharkiv, então como energúmenos como você falam em grande ofensiva ucraniana e hecatombe russa?
Incoerentes em busca de uma vassoura para limpar o chão da OTAN.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Mateus Gonçalo
15 dias atrás

Eu não perdi nenhuma cidade … até porque não tenho nenhuma. Mas a Rússia perdeu o controle de muitas cidades para as tropas ucranianas. E deixou muito material bélico pesado de presente para a Ucrânia. É o papai noel russo no campo de batalha.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Marcelo
15 dias atrás

Faça um favor ao espaço: deixe de dizer disparates

Monarquista
Monarquista
16 dias atrás

Se for verdade, os americanos devem estar pensando “devolvam meu rival” heheheheh.

Rússia.png
Patrício
Patrício
Reply to  Monarquista
16 dias atrás

Manter essa ‘guerrinha’ na Ucrânia é o suficiente.
O restante dos 1,5 milhão de soldados russos estão esperando a OTAN.
Mas, tenho a ligeira impressão que ela não vem.
Até aceito apostas.

RPiletti
RPiletti
Reply to  Patrício
16 dias atrás

Reze para que ela não vá… tá na hora de revisar o estoque de nukes…

Henrique
Henrique
Reply to  Patrício
16 dias atrás

Rússia não ta aguentado a Ucrânia imagina a OTAN então kkkkkk

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Patrício
16 dias atrás

E as forças armadas Russas ganharam 500 mil soldados de ontem pra hoje? porque de pessoal ativo eles tinham pouco mais de 1 milhão apenas. e esse numero não são de soldados, são de pessoal em serviço ativo. mas ok, vamos considerar que números absolutos sejam todos de “soldados” vamos fingir que nenhum lado tem coisas como logística Juntando os 10 maiores exércitos da OTAN a gente chega em um numero próximo a 2,9 Milhões Isso que dos 1 Milhão que a Russia tem, ela ta com uns 300 mil amarrados na Ucrânia (sendo conservador)… Sem contar a desvantagem que… Read more »

Marcelo
Marcelo
Reply to  Patrício
16 dias atrás

Fonte: blá blá blá

Capa Preta
Capa Preta
Reply to  Patrício
15 dias atrás

A Rússia está sofrendo um pesadelo logístico monstruoso para equipar,municiar e alimentar 200 mil soldados, imagine um milhão e meio?!

HLopes
HLopes
Reply to  Patrício
15 dias atrás

Você só aposta porque a NATO disse claramente desde o início que não ia enviar forças para este conflito e a russia só invadiu por isso mesmo.

No entanto, para destruir o “magnífico” exercito russo a Ucrânia chega e sobra, não é necessária intervenção da NATO.

André Souza
André Souza
16 dias atrás

Acredito sim que a Rússia tem muito poder de fogo ainda para ser usado e um gasto arsenal militar, além de sua população, não sejamos hipócritas se não eles não seriam a 3° maior força militar do mundo, porém acredito que Putin e seus comandantes de força erraram muito feio em questão de estratégia, acreditaram que poderiam alcançar todos seus objetivos na Ucrânia rapidamente, creio que até mesmo o ocidente acreditava, contudo a prática é diferente da teoria e as forças Russas se encontra hoje em um cenário que só poderá ter êxito se empregar força total e declarar formalmente… Read more »

Arthur
Arthur
16 dias atrás

Mais um assunto a ser futuro objeto de análise militar. Segundo o The Sun, Putin foi alvo de um atentado à bomba. Sobreviveu!!! E, o que é mais suspeito, é que foi na mesma noite em que o Zelensky sofreu um acidente de carro. E também não morreu!!! Parece que os responsáveis foram os serviços secretos das repúblicas do Zeroquistão e Nadaquistão, preocupadas em criar um mundo metaverso-polar!!!

sub urbano
sub urbano
16 dias atrás

A bem sucedida ofensiva ucraniana deu folego à narrativa de que “a Russia não é aquilo tudo”, no entanto ainda não sabemos qual será a resposta russa ao sucesso ucraniano. Pode ser que a Russia busque negociar? Sim é possível. Mas a Russia também pode organizar outra operação, oq também é um cenário plausível. Falta de munição de artilharia é uma bobagem. A Russia usou todo esse tempo apenas uma fração do antigo estoque produzido ainda durante a guerra fria. A quantidade de material que a Russia tem dá pra armar 2 milhões de soldados. A Ucrania mesmo mobilizou 1… Read more »

Henrique
Henrique
16 dias atrás

que desafio… ta indo tudo as mil maravilhas na operação especial kkkkkk

Russia FAIL.jpg
Nickless
Nickless
16 dias atrás

Alguém aposta qual equipamento a Rússia vai tirar do museu e empregar depois desse T-62 capturado?

Fcn0bXuXoAAHKCV.jpg
Jagdverband#44
Jagdverband#44
Reply to  Nickless
16 dias atrás

Já estão trocando o óleo e a bateria dos T 34 kkk

M.@.K
M.@.K
Reply to  Nickless
16 dias atrás

T38

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Nickless
16 dias atrás

T-34-85 até o final do ano.

Rodrigo Maçolla
Reply to  Nickless
16 dias atrás

Interessante nesta foto é estar pintado “fury” no canhão igual no filme “Corações de Ferro”

e outra coisa é que acho que estes soldados parecem do “futuro” Voltaram no tempo e capturaram um tanque dos anos 60 !

Red Pill - 红色药丸
Red Pill - 红色药丸
16 dias atrás

Até amanhã Moscow estará cercada pelas tropas do Zelensky

Last edited 16 dias atrás by Red Pill - 红色药丸
Nickless
Nickless
Reply to  Red Pill - 红色药丸
16 dias atrás

Galvão? – Fala Tino -Sentiu!!

Pedro
Pedro
Reply to  Red Pill - 红色药丸
15 dias atrás

Nem precisa…já estão querendo a cabeça do Putin por lá

Monarquista
Monarquista
16 dias atrás

Vou dar uma de “kings”.

KHERSON/ 1345 UTC 15 SEP / Ukrainian air defense in the Kherson AO has been active and effective. UKR confirms that its MANPADS and air defense complexes shot down three Russian Su-25 ground attack aircraft, and an Su-24M fighter bomber. Kiselyvka captured on on M-14 HWY axis.



Fcs0dI1XgAMRFKc.jpg
Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Monarquista
16 dias atrás

Segundo essa imagem e os vídeos do front em Kherson as forças Ucranianas seguem tendo apoio aéreo no front de guerra. Isso significa que os russos sequer estão dificultando a vida da forca aérea Ucraniana.

Carlos Gallani
Carlos Gallani
16 dias atrás

Comentei de forma mais resumida exatamente isso no posto anterior, os sinais estão aí e a economia Russa é de tamanho similar a do Brasil, naoxe um saco sem fundo.
No mais, após o sucesso da contra ofensiva Ucraniana ficou claro que enviar armas não é jogar dinheiro pela janela, provavelmente o envio vai aumentar, a derrota Russa é inevitável e já aparece no horizonte, enquanto o exército Russo decai o Ucraniano fica mais equipado e treinado.
A grande dúvida é a Criméia, se esse desgaste Russo realmente atingir um nível alto a Criméia pode ser recuperada sim!

André Luís
André Luís
Reply to  Carlos Gallani
16 dias atrás

No mais, após o sucesso da contra ofensiva Ucraniana ficou claro que enviar armas não é jogar dinheiro pela janela”

Sutilmente vc acaba de revelar a VERDADEIRA intenção dessa propaganda anglo-saxã!!! E vai dar super ‘çerto’….rs!

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  André Luís
15 dias atrás

A derrota Russa é uma propaganda anglo-saxa?
Que ginástica é essa? Hahahahahahaha

André Luís
André Luís
Reply to  Carlos Gallani
15 dias atrás

Desde o comecinho… e com participação especial do “fantasma de kiev”…rs!

#SlaviaKatervina

André Luís
André Luís
16 dias atrás

E mais narrativa britânica. A ideia é convencer os países europeus (que estão pagando a conta da guerra) a continuarem a apoiar a Ucrânia. No mais, está hilário ver os britânicos propagandearem o Azerbaijão (que fornece petróleo a preço de custo para a escória britânica) como vítima da guerra que eles mesmos estão provocando sobre o território da CRISTÃ Armênia (que sofreu HOLOCAUSTO nas mãos dos turcos). Se está tão simples assim, onde estão as tropas da OTAN para expulsar de vez os Russos da Ucrânia? Não é verdade? Por que não aproveitam agora? Senhores, o câncer da humanidade se… Read more »

Victor Filipe
Victor Filipe
16 dias atrás

A confusão na Armênia VS Azerbaidjão voltou a rolar.

A Armênia ativou o Artigo 4 do CSTO ( a OTAN da wish.com ) mas a Russia e outros membros do bloco basicamente falaram “pow amigo, não vai da não” e a Russia falou que vai mandar apenas uma força pra monitorar a situação mas nenhuma ajuda militar foi enviada até o momento.

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Victor Filipe
16 dias atrás

A Rússia não temm condições de se meter em outra guerra. Principalmente porque o Azerbaijão é aliado a Turquia e uma crise dessas podem socorrer o Azerbaijão com drones que se mostraram superiores aos equipamentos russos.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Victor Filipe
16 dias atrás

Tem rolado há mais de 40 anos.
Deixa de ser alarmista para fugir a seringa que a OTAN tá levando no rabo com uma boa crise económica

Marcelo
Marcelo
16 dias atrás

Atualizando os números do desastre russo na Ucrânia. Diferente da Rússia, que está perdendo o fôlego para repor os armamentos perdidos, os fabricantes de equipamentos militares do ocidente estão vendo os pedidos ser turbinados, principalmente pelo governo dos EUA.
https://www.19fortyfive.com/2022/09/putin-has-a-problem-53850-dead-russian-troops-in-ukraine-and-no-victory/

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Marcelo
16 dias atrás

Sempre com a mesma lenga lenga…
A Rússia tá com dificuldade na reposição desde Mariupol, naquela fase em que tu sumiu.
E de lá para cá já conquistou mais de 150 mil kms2.

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Mateus Gonçalo
15 dias atrás

Vai mentir lá longe, ao todo a Rússia ocupa 125 mil km² isso incluindo a área separatista já existente e a Crimeia ocupada ou seja os russos nessa guerra já entraram com entorno de 50 mil km² já ocupado, conquistaram somente mais 75 mil km isso se deu somente no começo. Agora perdeu 6 mi km², então sobraram somente 69 mil km ² de área ocupada por russos nessa nova invasão.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Wellington Jr
15 dias atrás

Na sua burrice crónica, recuperar 6 mil kms2, depois de ter perdido 125 mil kms2 é algo bom?
Gente, cara mais acéfalo e com a sua torcida de néscios

Marcelo
Marcelo
Reply to  Mateus Gonçalo
15 dias atrás

Só se for em um universo paralelo. Nesse aqui a Rússia está levando um pau dos ucranianos. E o inverno está chegando …

Wellington jr
Wellington jr
Reply to  Marcelo
15 dias atrás

corda pra ele não, ele quando é desmentido fica todo nervosinho.