quarta-feira, setembro 28, 2022

Saab RBS 70NG

Putin e Xi Jinping fazem primeiro encontro desde o início da guerra e selam apoio mútuo

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Líderes da Rússia e da China falaram de Ucrânia e Taiwan, segundo Kremlin. Putin disse apoiar a política única da China, condenou ‘provocações’ dos EUA e agradeceu o ‘apoio’ de Pequim aos ataques em território ucraniano

Os presidentes da China, Xi Jinping, e da Rússia, Vladimir Putin, se encontraram nesta quinta-feira (15) no Uzbequistão, na primeira reunião dos dois aliados desde o início da guerra da Ucrânia.

No encontro, Putin condenou o que chamou de “provocações” dos Estados Unidos tanto em Taiwan – ilha que China considera parte de seu território – quanto na Ucrânia, invadida por tropas russas em fevereiro. Agradeceu o apoio de Xi à invasão ao território ucraniano e afirmou que o “eixo Pequim-Moscou” tem hoje um “papel fundamental” na estabilidade regional.

O líder russo disse ainda que Xi Jinping expressou “preocupação” com a situação na Ucrânia. A China apoia a invasão da Rússia ao país vizinho, um posicionamento que Putin chamou de “visão equilibrada” de Pequim.

Xi e Putin haviam se encontrado pessoalmente pela última vez no início de fevereiro, dias antes de a Rússia invadir a Ucrânia. Na ocasião, ambos declararam uma parceria “sem limites” e a promessa de colaborar mais em ações contra o Ocidente.

Os líderes participam de uma conferência no Uzbequistão sobre a cooperação entre governos regionais, que acontece em uma antiga cidade da Rota da Seda. Eles ainda se reunirão novamente dentro da conferência, segundo assessores.

“Os presidentes vão discutir tanto a agenda bilateral quanto os principais tópicos regionais e internacionais”, disse o assessor de política externa de Putin, Yuri Ushakov, a repórteres em Moscou na terça-feira.

Esta é também a primeira viagem de Xi Jinping para fora da China desde o início da pandemia de Covid-19.

Ushakov afirmou que os líderes discutirão Ucrânia e Taiwan na reunião que, segundo ele, terá “significado especial” dada a situação geopolítica mundial.

FONTE: G1

- Advertisement -

33 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

33 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Patrício
Patrício
12 dias atrás

Certamente a parceria mais poderoso de todos os tempos.

Luis
Luis
Reply to  Patrício
12 dias atrás

A parceria mais poderosa é a OTAN.

Machado
Machado
Reply to  Luis
12 dias atrás

Na otan são todos peões de manobra do EUA. Bando de vassalos que deixam seus povos sofrerem por causa dos interesses geopoliticos do EUA. Agradeçam ao EUA suas contas caras

Portuga
Portuga
Reply to  Machado
12 dias atrás

Ainda prefiro ser do povo de um país OTAN do que ser cidadão russo ou chinês. Antes que os tonhos da vida venham lacrar, sou cidadão europeu.

rui mendes
rui mendes
Reply to  Machado
12 dias atrás

Isso é a ladaínha Russa, mas na OTAN, estão EUA e a quase totalidade dos países da UE, que defende os seus próprios interesses, mas a verdade, é que sendo democracias, claro que muitos dos seus interesses são iguais e claro que ambos esses interesses, são totalmente opostos, aos das ditaduras.

rui mendes
rui mendes
Reply to  rui mendes
12 dias atrás

Na minha opinião, na NATO, todos têm mais ou menos interesses parecidos, todos (EUA-Europa-Canadá) menos um (Turquia) que acho que joga sujo, joga para os dois lados, mas discretamente. Para mim com conhecimento e apoio Russo, tá na hora de na NATO abrirem os olhos para esse joguinho Turco e expulsar esse País, tudo por culpa do seu presidente.

M.@.K
M.@.K
Reply to  Patrício
12 dias atrás

Talvez o apoio mútuo entre China e Rússia fique apenas na diplomacia e nos acordos comerciais. Não creio que a China queira se envolver diretamente no conflito cilada da Ucrânia. Se os Xi for esperto, vai desconversar e enrolar o Putin com relação a Ucrânia. 

Guilherme Leite
Guilherme Leite
Reply to  M.@.K
12 dias atrás

Exatamente, o maior cliente da China é o próprio ocidente.

Se eu fosse ela, deixaria o amigo brigão desabafar e continuar utilizando a inteligência para dominar o mundo.

Porque Xi procuraria se envolver em uma guerra se ele está ganhando muito mais sem ela ?

Marcelo
Marcelo
Reply to  Patrício
12 dias atrás

Nenhuma novidade. A Rússia e a China estão apenas garantindo a paz em suas fronteiras. Fazer frente à OTAN é uma outra história …

Maurício.
Maurício.
Reply to  Marcelo
12 dias atrás

Rússia, China e OTAN só fazem frente contra cachorro morto, passou disso eles não chegam nem perto.

Capa Preta
Capa Preta
Reply to  Maurício.
11 dias atrás

Pura verdade.

Henrique
Henrique
Reply to  Patrício
12 dias atrás

certamente não.. até pq quem perde nessa aparceira é Rússia e não a China

PACRF
PACRF
12 dias atrás

É só para atrair os holofotes da mídia internacional, pois de prático a China não fez nada até agora a favor da Rússia, apenas retórica diplomática. A China precisar guardar dinheiro e equipamentos militares para alimentar sua própria máquina de guerra e alimentar quase 1,5 bilhão de pessoas. Nunca é demais lembrar que a China cresceu economicamente a partir de seu comércio com o ocidente e não por meio de acordos bilaterais com os russos.

Fabricio Lustosa
Fabricio Lustosa
Reply to  PACRF
12 dias atrás

“(…) de prático a China não fez nada até agora a favor da Rússia (…)”, será?: China’s spending on Russian goods soared 60% in August from a year ago, hitting $11.2 billion, according to Chinese customs statistics, surpassing July’s 49% gain. Its shipments to Russia, meanwhile, jumped 26% to $8 billion in August, also accelerating from the previous month. For the first eight months of this year, total goods trade between China and Russia surged 31% to $117.2 billion. That’s already 80% of last year’s total — which stood at a record $147 billion. (tradução) Os gastos da China com… Read more »

Nickless
Nickless
Reply to  Fabricio Lustosa
12 dias atrás

No fantástico mundo de Bob, invadir uma nação soberana e independente pra roubar seu território e seus recursos naturais dando desculpas que logo a diante foram desmentidas pelos invasores mesmo é absolutamente normal e ocidente deve apoiar essas ações. kkkkkkk cada maluco.

WSilva
WSilva
Reply to  PACRF
12 dias atrás

”Nunca é demais lembrar que a China cresceu economicamente a partir de seu comércio com o ocidente e não por meio de acordos bilaterais com os russos.”

E como é que o ocidente ficou rico?

No passado, explorando outros povos e roubando recursos naturais alheios.

No presente, mantendo o monopólio ocidental sustentado pelos roubos do passado.

Bardini
Bardini
12 dias atrás

Resumo: China comprando Rússia a preço de banana.

M.@.K
M.@.K
Reply to  Bardini
12 dias atrás

Concordo.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Bardini
12 dias atrás

Enquanto está pagando está de boa…

Eu não duvido a China tomar Vladivostok na mão grande.

Ivan
Ivan
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
11 dias atrás

Vladivostok.
A questão não é se,
mas quando!

Bardini
Bardini
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
10 dias atrás

Acho muito difícil. . A China teve problemas de fronteira com o Vietnã, tem as questões do mar do sul, tem as questões de fronteira com a Índia. Tem as questões com o Japão. Tem o problema gigantesco que é Taiwan. É muita encrenca para um exército totalmente novo e sem experiência. . É preciso ter em mente que uma coisa é a Rússia lutando na Ucrânia, dentro daquelas condições totalmente desfavoráveis, outra coisa, bem diferente, seria uma Rússia lutando na Rússia, pelo o que é deles. Viraria uma nova guerra patriótica e os caras não teriam pudor em utilizar… Read more »

Bosco
12 dias atrás

Mas pera aí! O xinjimping não sabe falar não? O gnomo virou porta voz dele ?

Joanderson
Joanderson
12 dias atrás

A Rússia deveria adiar a tomada da Crimeia para 2030 com o ritmo de crescimento do pib de antes da sanções ja seriam a 5 maior economia até lá. Ja teriam modernizado toda sua indústria e sua forças armadas.
O Putin caiu na armadilha do Ocidente se deixou levar pelo orgulho e corre riscor de jogar pelo ralo os 20 anos de estabilidade que promoveu na Rússia desde da sua chegada ão poder.

M.@.K
M.@.K
Reply to  Joanderson
12 dias atrás

Também acho isso…

Bosco
Reply to  Joanderson
12 dias atrás

A bem da verdade a estabilidade da Rússia já foi pro saco. Ditadores não são suportados pela legalidade ou pela manifestação popular e só se mantém no poder se não piscarem e se derem lucro para o mecanismo que lhes sustentam.
O Putin está piscando mais que um gato com conjuntivite e temo que os oligarcas estejam sofrendo um certo prejuízo.

Realista
Realista
Reply to  Bosco
12 dias atrás

só se mantém no poder se não piscarem e se derem lucro para o mecanismo  ”

Verdade pergunta pro Jack Ma e aproveita e vai ler sobre o Mikhail Khodorkovski ..

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
12 dias atrás

Já começou a ser cantado o lixo pro OTAN.
Rússia e China vão cilindrar e isso é óbvio. Daí o pânico.
Podem luta, mas serão cilindrados

Henrique
Henrique
Reply to  Mateus Gonçalo
12 dias atrás

Rússia e China vão cilindrar e isso é óbvio. Daí o pânico.

KKKKKKK.. Rússia vai cilindrar o que? pão pra não morrer de fome?

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Mateus Gonçalo
12 dias atrás

Tou vendo o cilindro voltando na direção da Rússia na Ucrânia.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
12 dias atrás

Off Topic..

Para os Brazirussos, que achavam q o Putin viria defender o Brasil, em caso de invasão da OTAN como acha a turma positivista e a turma da left chapéu de alumínio…

O Putin, apesar de acordos formais com a Armênia de defesa mútua..

Apertou o f… para eles, no conflito com o Azerbaijão.

Rebert Gonçalves
Rebert Gonçalves
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
11 dias atrás

Nagorno karabakh não é território armênio, logo….

Matheus
Matheus
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
9 dias atrás

Porra mas comparar Armênia com Brasil tambem já não é lá muita inteligencia da sua parte.

Jagdv#44
Jagdv#44
12 dias atrás

Parceria claro, xi entra com aquilo fálico, e o putin com a rosca.

Últimas Notícias

Edward Snowden recebe cidadania russa

O presidente Vladimir V. Putin concedeu na segunda-feira a cidadania russa a Edward J. Snowden, o ex-contratado de inteligência...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -