sábado, outubro 1, 2022

Saab RBS 70NG

Exército Brasileiro é tema do programa ‘Sem Censura’ desta segunda

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

General Hertz Pires do Nascimento é o convidado da TV Brasil

O programa Sem Censura desta segunda (19) recebe o vice-chefe do Estado-Maior do Exército, general Hertz Pires do Nascimento, para um bate-papo com a jornalista Marina Machado sobre o Exército Brasileiro. Na pauta, a história, frentes de atuação, unidades de elite e inovação tecnológica na instituição.

O Exército Brasileiro tem atualmente o maior efetivo entre os exércitos da América Latina, com aproximadamente 360 mil soldados e uma reserva que conta com cerca de 1,34 milhão. A Força detém a maior quantidade de blindados da América do Sul, somados os veículos destinados ao transporte de tropas e carros de combate principais.

O general Hertz Pires do Nascimento nasceu em 2 de junho de 1963, na cidade do Rio de Janeiro. Ingressou no Exército em 1982, na Academia Militar das Agulhas Negras. Desde julho de 2019 é o vice-chefe do Estado-Maior do Exército.

Hertz já atuou como instrutor do curso de cavalaria da Academia Militar das Agulhas Negras por duas vezes. Foi comandante do 7º Regimento de Cavalaria Mecanizado, chefe da Divisão de Doutrina e Pesquisa do Centro de Doutrina do Exército, comandante da 3ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, comandante da 3ª Divisão de Exército (maior força blindada da América do Sul), e chefe do Centro de Doutrina do Exército. Ele também desempenhou atividades em nações amigas, como Bélgica, Estados Unidos, Canadá e Haiti.

Participam como debatedores convidados o jornalista Alexandre Garcia, da TV Jovem Pan News, e o professor de história militar, Sandro Teixeira.

O programa Sem Censura vai ao ar às segundas-feiras, às 21h30, logo após a novela A Terra Prometida, com transmissão para todo o país em TV aberta, por intermédio das emissoras afiliadas à Rede Nacional de Comunicação Pública – TV, gerida pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC), e por outras plataformas, como Facebook, Twitter e Youtube, por onde o público pode participar usando a hashtag #SemCensura.

Ao vivo e on demand

Acompanhe a programação da TV Brasil pelo canal aberto, TV por assinatura e parabólica.
Sintonize: tvbrasil.ebc.com.br/comosintonizar
Seus programas favoritos estão no TV Brasil Play, pelo site play.ebc.com.br ou por aplicativo no smartphone. O app pode ser baixado gratuitamente e está disponível para Android e iOS. Assista também pela WebTVtvbrasil.ebc.com.br/webtv

Serviço

Sem Censura – General Hertz
Segunda-feira (19), às 21h30, na TV Brasil

Facebook – https://www.facebook.com/tvbrasil  
Twitter – https://twitter.com/TVBrasil
Instagram – https://www.instagram.com/tvbrasil
YouTube – https://www.youtube.com/tvbrasil
TikTok – https://www.tiktok.com/@tvbrasil

FONTE: Agência Brasil

- Advertisement -

68 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

68 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Joe
Joe
12 dias atrás

Precisamos de uma reforma constitucional para os militares serem colocados em seu devido lugar. Essa mistura no desgoverno atual é uma vergonha.

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Joe
11 dias atrás

Onde vc viu o EB “falando algo”?

Até agora foram militares da reserva q estão no governo e NÃO falam pelas forças.

O Min Def é um cargo político. Fala o q estiver de acordo com o governo, obviamente.

Se situa e vai lacrar na culinária.

santiago
santiago
Reply to  Velho Alfredo
11 dias atrás

Eu vi um general da ativa como ministro passar vergonha e pedir despensa em seguida, serve ?

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  santiago
11 dias atrás

Falou pelo EB? Pelos militares? Não!!! Então não lacra

santiago
santiago
Reply to  Velho Alfredo
10 dias atrás

Se desse certo teria falado que foi em nome do exercíto… Pare de negar amigo, o exercíto colou sim no presidente e fica ali na miuda, se colar eles ganham, só que a situação está tão feia que estão preocupados em tapar buraco do presidente ao inves de resolver os problemas internos e focar na atuação que deveria

Oseias
Oseias
Reply to  Velho Alfredo
11 dias atrás

Pazzuello chegou a subir em carro de som, serve esse?

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  Oseias
11 dias atrás

Subiu em carro de som, não foi punido pelo EB e o processo foi declarado sigiloso.

Realista
Realista
Reply to  Rafael Oliveira
11 dias atrás

Ou seja não deu em nada como acontece com 90% dos ” generais ” .

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Oseias
10 dias atrás

não

Marcos Alexandre Queiroz
Marcos Alexandre Queiroz
Reply to  Oseias
9 dias atrás

Ele não viu isso. Essa gente, cega pela ideologia de extrema direita, só vê o que o cérebro permite.

Alessandro
Alessandro
Reply to  Velho Alfredo
11 dias atrás

Repare que essa turma que reclama de militares aposentados no governo atual, achava tudo normal ter motorista de TERRORISTA, invasor de propriedade privada e agente cubano em governos anteriores, portanto não liga não, isso é falta de dinheiro público.

Last edited 11 dias atrás by Alessandro
Nativo
Nativo
Reply to  Alessandro
11 dias atrás

Uau sobrar dinheiro público pra oficial militar, cheio de mordomias,. benefícios ,como a tal viagem premiada, ganhar até milhões sem produzir nada de volta, nas empresas e agências públicas é mais bonito não é?

Last edited 11 dias atrás by Nativo
Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Nativo
10 dias atrás

exemplo do que Alessandro disse, logo acima kkkkkk, dói quando o dinheiro não chega.

Alessandro
Alessandro
Reply to  Nativo
10 dias atrás

Uau, se vc realmente estivesse preocupado com mordomias, benefícios e viagens premiadas, estaria fazendo campanha lá na porta do congresso e do senado exigindo o fim de tudo isso para eles tbm, mas a gente sabe que vc não está né? Vc só quer criticar os militares em um site sobre assuntos MILITARES pq tem seus interesses escusos.

Last edited 10 dias atrás by Alessandro
Marcos Alexandre Queiroz
Marcos Alexandre Queiroz
Reply to  Alessandro
9 dias atrás

Aquilo se crítica sim. Maus militares. Eu sou reservista e hoje em dia com a ascensão da extrema direita ao poder ,temos e devemos nos posicionar para um dia quem sabe termos forças armadas mais enxutas, profissionais e longe, muito longe de governo a ou b. Forças armadas de países que se prezam são instituições de estado e não de governos.

Marcos Alexandre Queiroz
Marcos Alexandre Queiroz
Reply to  Alessandro
9 dias atrás

Terrorista é seu minto que tem esse currículo na sua breve passagem pelo exército. Nem um exército de ideologia francamente de direita, suportou tal delinquente nas suas fileiras. Claro que quebrou seu galho não o expulsando formalmente, mas mandando sair pelas portas dos fundos e o reformando como capitão ,já que era tenente.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Velho Alfredo
10 dias atrás

Caro Velho. Você tem razão quando diz que o Ministro da Defesa é o representante do presidente dentro das forças armadas. È um erro achar que ele seria o representante dos militares dentro do gabinete da presidência. Por é um erro colocar um militar como ministro. O presidente se torna refém de uma armadilha institucional. Já escrevi isso diversas vezes. Pouca gente entendeu. Já sobre a indicação de militares da ativa para cargos de confiança, este é um outro tipo de problema (como por exemplo nas chefias de órgãos públicos, conselhos de estatais e outros cargos de confiança) que merece… Read more »

Plinio Carvalho
Plinio Carvalho
Reply to  Camargoer.
10 dias atrás

Militares na ativa deveriam ser proibidos por lei de assumir cargos políticos, as forças armadas são entidades de Estado, não são entidades de governo, logo, é um completo absurdo ver militares na ativa com cargos políticos em qualquer governo, seja ele de esquerda ou direita, infelizmente, a ligação dos militares com a política é um mal antigo, se voltarmos ainda na época do Império vamos ver o Duque de Caxias na ativa sendo eleito e atuando pelo partido conservador, Osorio a mesma coisa, só que atuava pelo partido liberal, Deodoro tinha suas ligações com o partido republicano, enfim, com tantos… Read more »

Marcos Alexandre Queiroz
Marcos Alexandre Queiroz
Reply to  Velho Alfredo
9 dias atrás

Não só da reserva. Vimos o vilas boas pressionando o STF. Quem tem canhão não pode ter opinião. A única opinião que deve ter as forças armadas são as relativas às questões internas.

Grifon
Grifon
Reply to  Joe
11 dias atrás

Vergonhoso é o seu comentário pífio e sem menor congruência.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Joe
11 dias atrás

cada um no seu quadrado e lugar de quem subtrai, é na c-a-d-e-i-a

Marcos Alexandre Queiroz
Marcos Alexandre Queiroz
Reply to  Saldanha da Gama
9 dias atrás

Isso serve pra qualquer um? Inclusive para quem tem uma imobiliária que só faz negócio em mansões e em dinheiro vivo?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Joe
10 dias atrás

Olá Joe. Creio que o problema das forças armadas seja estrutural. A CF88 é muito clara sobre o papel dos militares na sociedade brasileira. O problema foi que os militares foram incapazes de fazer uma reforma de sua estrutura desde a redemocratização do país. Os últimos anos mostram que esta reforma terá que ser feita de fora para dentro.

José de Souza
José de Souza
Reply to  Camargoer.
9 dias atrás

Exato, sugiro que se contrate uma consultoria israelense e que se forme um exército-cidadão e profissional, rompendo esse modelo “aristocrático” do EB. Rancho e cassino são um escárnio! Uniformes lustrosos, cintos brilhantes, coturnos polidos, farda GOMADA (gomada, gente! quem usa goma hoje em dia???) desperdício total! Rever a formação da AMAN, que ainda tem o anacrônico combate ao comunismo e o inimigo interno como base didática. Unificação de hierarquia (nomenclatura e simbologia) e postos entre as 3 forças, unificação de equipamentos… e por aí vai. Nossas FFAA estão na guerra fria, com uniformes da Segunda Guerra e estrutura do século… Read more »

Marcos Alexandre Queiroz
Marcos Alexandre Queiroz
Reply to  Joe
9 dias atrás

Parece que tem bastante gente ( até pela amostragem aqui) ,que acredita ou quer forças armadas atrasadas , metidas em golpes, promovendo quebras constitucionais . Esse povo deveria viver na África ou Afeganistão. E a grande maioria desse povo é fã e defensores ferrenhos dos Estados Unidos, só não gostam do comportamento das forças armadas americanas que são fiéis e respeitosas ao extremo, ao poder constitucionalmente eleito.

Marcos Alexandre Queiroz
Marcos Alexandre Queiroz
Reply to  Joe
9 dias atrás

Eu fico pensando o que leva uma pessoa a não defender o afastamento das forças armadas da política. Eu não sei se é ignorância ou má fé.

Last edited 9 dias atrás by Marcos Alexandre Queiroz
Mattos
Mattos
Reply to  Joe
2 dias atrás

Vergonha é ter um governante cachaceiro e mijão, fora outros adjetivos.

Oseias
Oseias
12 dias atrás

Pois é, o tema e o debate ficará resumido em eleições e o papel das forças armadas nas eleições. Oportunidade que teriamos de debater as reais condições de nossas forças, e as forças que o Brasil realmente necessita como uma das 10 maiores economias do mundo e um dos 5 gigantes. Mas vamos girar entorno de eleições, podem apostar.

Joe
Joe
Reply to  Oseias
12 dias atrás

As FAs tem que reaprender o papel delas. Calados e fazendo seu trabalho. Não tem que opinar sobre eleições, apenas fazer o serviço solicitado.

Minsc
Minsc
Reply to  Joe
11 dias atrás

Quando tem bandido na parada toda conferência é pouca.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Joe
10 dias atrás

eles ainda são brasilieors e seres pensantes, claro que iam ficar preocupados se uma quadrilha quisesse voltar a comandar o país, e que quando saiu em carta disse que um dos motivos foi o EB que não impediu, além de que deveriam ter intervido dentro da formação dos oficiais.

Last edited 10 dias atrás by Carlos Campos
fewoz
fewoz
Reply to  Oseias
11 dias atrás

E quem será que incentivou isso? Uma dica: está em Brasília.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Oseias
11 dias atrás

Sim, seria extremamente interessante o programa abordar o fato de que o MD tem um dos maiores orçamentos do país, com um Orçamento que só fica abaixo do Orçamento das FA’s norte-americanas nesse continente, e comparar com os atuais meios das FA’s, de modo geral, com os meios de FA’s que não tem nem metade de nosso orçamento…

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Willber Rodrigues
11 dias atrás

No continente……… cara…… se tu botar o Flamengo pra disputar o campeonato de Sergipe, tem comparação?
Quem na América tem economia pra ter muito $$ na Defesa?

Velho Alfredo
Velho Alfredo
11 dias atrás

O efetivo do EB é de 219.000 e não 360.000.

glasquis 7
Reply to  Velho Alfredo
11 dias atrás

Também achei 360.000 um número exagerado mas…

Tal vez esse número se refira ao total nas 3 forças.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  glasquis 7
11 dias atrás

Olá Glasquis. 41% dos servidores federais são do MinDe sendo 383 mil ativos e 456 mil inativos. São cerca de 223 mil no EB, 79 mil na MB e 71 mil na FAB. Para comparação, o MEC tem 372 mil servidores ativos e 157 inativos.

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Camargoer.
11 dias atrás

Camargoer 456 mil inativos Inativos e pensionistas. Lembrando q as “antigas” filhas ainda estão e não recebem integralmente, quando mais de uma, mas só sua cota parte. Anistiados de várias áreas também estão nesse efetivo. E ex-combatentes (já pouquinhos), mas suas esposas e dependentes (no caso das filhas), que não contribuíram. Ressalto que ex-combatente não são só os que foram pra Itália, mas qq um q navegou no Atlântico e servia no litoral na época da guerra….. Bem dizer, foram leis para apoiar parcelas mais pobres, como um antigo Bolsa Família, e a fonte ficou pro orçamento da Defesa. Ressalto… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Velho Alfredo
10 dias atrás

Segundo o portal da transparência, 52% dos pensionistas estão no MinDef, ou 263 mil pensionistas, sobrando 193 mil inativos. Ou seja, o MinDef tem mais inativos que o MEC tem de inativos e pensionistas.

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Camargoer.
10 dias atrás

Sim.
Mas me refiria ao tipo de inativo e pensionista.

Se tem mais ou menos q o MEC, não me importa.
Cada um com seu cada um.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Velho Alfredo
10 dias atrás

Olá Velho. Importa sim. Tem números que sozinhos são difíceis de entender. É preciso alguma coisa para comparar. O MEC é o segundo maior ministério em número de servidores. É o melhor parâmetro de comparação.

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Camargoer.
10 dias atrás

Nesse ponto eu discordo.

MEC é uma coisa e Defesa é outra.

É comparar efetivo da equipe de fórmula 1 com o efetivo da Padaria e Confeitaria Dona Hilda.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Velho Alfredo
9 dias atrás

Olá Velho. É normal discordamos. Temos um antigo debate sobre os gastos do MinDef com pessoal inclusive alguns colegas questionam a inclusão dos gastos com pessoal inativo (previdenciário e pensões) como gastos em defesa (lembrando este é o padrão internacional para comparação de gastos em todos setores. Isso acontece na área de educação e saúde). Dentro do governo federal, os dois maiores órgãos em termos de pessoal são o MinDef e o MEC, talvez representando 70% de todos os servidores federais. Portanto, quando entramos em uma discussão sobre os gastos com pessoal de todo o governo federal, parece razoável comparar… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Velho Alfredo
11 dias atrás

Olá Velho. Segundo o Portal da Transparência, são cerca de 223 mil no EB. O MinDef tem cerca de 383 mil.

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Camargoer.
11 dias atrás

Camargoer
Acredito q se somem os PTTC (vampiros – pessoal da reserva prestador de serviço por tempo certo).

Realista
Realista
11 dias atrás

Depois do da série( Pazuello ) especialista em logística, parece que os militares gostaram de ser destaque na imprensa ..

Lugar de militar é no quartel, e não tem que ficar dando palpite em eleições !

Carlos Pietro
Carlos Pietro
Reply to  Realista
11 dias atrás

Boa noite, exatamente.

Alessandro
Alessandro
Reply to  Realista
11 dias atrás

Então reclama com o STF, pois os militares foram CONVIDADOS por eles
E toma cuidado na maneira que vai criticar os “iluminados” senão é CANA!!

Last edited 11 dias atrás by Alessandro
EduardoSP
EduardoSP
Reply to  Alessandro
11 dias atrás

Não há, em nenhuma legislação, previsão lega das forças armadas atuarem como fiscais de eleições. Elsa foram convidadas, juntamente com inúmeras outras instituições, CGU, PF, OAB, universidades, entre outras, a colaborar no acompanhamento das eleições. Nesse sentido, a atuação delas deve se limitar às ações definidas no âmbito da Comissão de Transparência das Eleições- CET. Qualquer ação das forças armadas, para além do que foi definido no âmbito da CET é desvio de função, lembrando que ao servidor público somente é possível fazer o que está autorizado pela lei. Por isso essas idéias de fazer contagem paralela, coletar dados isoladamente,… Read more »

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  EduardoSP
11 dias atrás

Prezado Não há vontade dos generais……isso é narrativa de mané A Def Ciber recebeu a missão e ponto. QQ ideia fora disso, é do MD, um cargo POLÍTICO. Consiga se infiltrar numa reunião do Alto Comando com um drone da CIA ou do KGB do tamanho de uma mosca e verá as preocupações ods generais: 1) readequação do orçamento pros Projetos Estratégicos e “tudo” funcionar 2) Preparo e adequação dos Contratos do Preparo, do Emprego, Logístico, de Ensino, de Pessoal, de Ciência e Tecnologia 3) Apoio de saúde 4) manutenção da operacionalidade das FORPRON 5) manutenção da operacionalidade das não… Read more »

Alessandro
Alessandro
Reply to  EduardoSP
10 dias atrás

E onde que o EB desviou de suas funções Eduardo?
Até agora vi eles seguirem todas as determinações pelo TSE RIGOROSAMENTE.

O que eu vejo é matérias da velha mídia tentando MANIPULAR a opinião pública jogando os militares contra uma parte da população com FACTÓIDES, e depois sendo desmentidas ou pelo menos não sendo confirmadas pelo próprio TSE.

Então até onde sei não há nada que desabone as ações do EB nas questões políticas eleitorais brasileiras, até pq se houvesse, haveria PUNIÇÕES e nós ficaríamos sabendo pela própria velha mídia, pois ela é a maior interessada nisso.

Last edited 10 dias atrás by Alessandro
Marcos Alexandre Queiroz
Marcos Alexandre Queiroz
Reply to  Alessandro
9 dias atrás

Quem diz a velha mídia, geralmente se informa pelo zap do carlucho, jovem clã, sbt ( sistema bozo de televisão) .

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Realista
11 dias atrás

Falar mal do Pazuello é fácil…

Contestar as 3:30h de entrevista que ele deu para o Rica Perroni, até agora a imprensa não contestou uma linha, nem as agências lupa da vida…

Pelo contrário, esconde a entrevista como se ela nunca tivesse existido..

Antes que venham falar que eu sou lambe b… de general..

Eu sou CAC…

E estou com vários processos parados, pq os melancias do DFPC acataram a ordem bizarra do Fachin, antes mesmo dela ser confirmada…

Last edited 11 dias atrás by Rodrigo Martins Ferreira
Maurício.
Maurício.
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
11 dias atrás

O EB sempre tenta dificultar a vida de quem gosta de armas, até uma simples luneta no Aliexpress tem que passar pela análise deles, por eles os cac só usariam G2C, o que de fato é a vida da maioria dos CAC, G2C e 7022…

Marcos Alexandre Queiroz
Marcos Alexandre Queiroz
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
9 dias atrás

CAC para mim é uma aberração. Usam o fato de poderem alegar que estão indo para stand de tiro para portar armas de maneira ilegal. Essa situação de cacs, precisa ser revista urgentemente. O que tem de cac envolvido com o crime organizado não está no gib. São vários casos.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Realista
11 dias atrás

cada um no seu quadrado e lugar de quem subtrai, é na c-a-d-e-i-a

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
11 dias atrás

Esse número de 360 mil soldados apenas no EB está correto? Para efeito de comparação, o exército russo possuí 280 mil homens (325 se somarmos as VDV).

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Bruno Vinícius
11 dias atrás

Olá Bruno. Este número é o total da FAB, MB e EB. Ainda assim é um número muito alto que precisa ser revisto

Boitatá
Boitatá
Reply to  Bruno Vinícius
10 dias atrás

Segundo o CIA Factbook:
prior to Russia’s invasion of Ukraine in February 2022, approximately 850,000 active duty troops (300,000 Ground Troops; 40,000 Airborne Troops; 150,000 Navy; 160,000 Aerospace Forces; 70,000 Strategic Rocket Forces; approximately 20,000 special operations forces; approximately 100,000 other uniformed personnel (command and control, cyber, support, logistics, security, etc.); estimated 200-250,000 Federal National Guard Troops 

Heinz
Heinz
11 dias atrás

Ansioso pela próxima matéria da guerra na Ucrânia, os Ucranianos capturaram o blindado mais moderno russo, T90M e um veículo de comando e observação 1v1003, muito moderno.
Enquanto os russos capturaram M113.
Engraçado é como o número de viaturas capturadas para ambos os lados são grandes.

Last edited 11 dias atrás by Heinz
Allan Balbi
Allan Balbi
11 dias atrás

Desnecessário todo esse contingente pra um pais pacífico….. demite cem mil soldados e compra armamento mais sofisticados.

Felipe
Felipe
Reply to  Allan Balbi
11 dias atrás

360.000 é somando as 3 forças , por metro quadrado temos menos que outros países da região. Aliás ao meu ver a Marinha e a FAB possuem muita gente pra pouco equipamento. No caso do exército temos um efetivo pequeno pro tamanho do país mesmo em tempos de paz. Fazendo as contas não dá sequer 50.000 homens pra cada região do país e na prática tá tudo concentrado no sul e sudeste, mais da metade destes 219.000 estão nessas regiões.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Felipe
11 dias atrás

Caro Felipe. Há uma história (pode ser apenas uma anedota) na qual um general disse que se colocassem um soldado ao lado do outro na fronteira, faltaria gente, isso para justificar que o efetivo do EB é pequeno. Uma tolice. Considerando o tamanho do país, é inviável pensar no EB espalhado pelo país. Nunca haveria gente suficiente e ainda assim o custo seria proibitivo. O EB precisa ser organizado em termos de mobilidade e flexibilidade em torno de um efetivo pequeno, bem treinado e bem equipado. Esta ideia de ter um enorme exército de reserva é uma estratégia da época… Read more »

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Camargoer.
11 dias atrás

Camargoer O q é um efetivo pequeno? Pra se ter uma Divisão operacional, nos moldes do que ocorre hj, como vc propõe, há necessidade de 3 divisões. Uma pronta, uma se preparando e uma q saiu da prontidão e a tropa faz cursos, é movimentada, tira férias, os meios fazem manutenção mais pesada etc. Soma-se a isso, 2 ambientes completamente diferentes para preparo e tipos de meios. Temos a Amazonia e a “não – Amazônia”, onde tem de se ter meios pra guarnece-la o mínimo, sem abandoná-la, caso a guerra seja em outro lugar. IMPORTANTE: Não se faz guerra com… Read more »

Agnelo
Agnelo
Reply to  Camargoer.
10 dias atrás

Senhor Alfredo

Tá parecendo q seu comentário está “para aprovação”. Então comento no mesmo item.

Faço minhas as suas palavras.

Perfeito!!!!

DanielJr
DanielJr
Reply to  Camargoer.
10 dias atrás

Eu já disse aqui no fórum algo parecido e fui trucidado por parte dos foristas. Eu acredito muito mais em “fortes” ou quartéis grandes, que aglomerem mais de uma unidade com todo o seu pessoal do que manter muitas pequenas unidades que custam mais pela pulverização e redundância de vários serviços e materiais empregados em cada unidade. Também prego por uma reorganização das forças profissionais para sua redução de quantidade e melhora significativa de qualidade. Os locais escolhidos para essas novas bases deveriam ser onde há privilégio de logística/mobilidade, para que em casos de treinamento ou mobilização a tropa tenha… Read more »

Boitatá
Boitatá
Reply to  Allan Balbi
10 dias atrás

Por favor, não demita os soldados. Basta demitir os militares que cuidam de papelada de registro de armas de civis e os que cuidam de urna eletrônica. No caso da Marinha, quem nunca embarcou passa o facão tb.

Marcos Alexandre Queiroz
Marcos Alexandre Queiroz
9 dias atrás

INFELIZMENTE O EXÉRCITO BRASILEIRO, OU BOA PARTE DELE, SE ENVOLVEU COM O GOVERNO DO INOMINÁVEL ( PÉSSIMO MILITAR COMO O PRÓPRIO GEISEL DISSE) QUE FOI CONVIDADO A SAIR DO EXÉRCITO PELAS PORTAS DOS FUNDOS. PRECISA URGENTEMENTE SAIR DA POLÍTICA E VOLTAR AOS QUARTÉIS. ESTA PERDENDO PRESTÍGIO E ADMIRAÇÃO. UMA FORÇA MODERNA E DIGNA NÃO SE ENVOLVE COM POLÍTICA. ISSO É COISA DE REPÚBLICA DAS BANANAS.

Últimas Notícias

O conflito fronteiriço entre a Quirguistão e Tadjiquistão

Rodolfo Queiroz Laterza Ricardo Cabral INTRODUÇÃO Quirguistão e Tadjiquistão são duas repúblicas oriundas da desintegração da União Soviética em 1991, com sociedades...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -