domingo, dezembro 4, 2022

Saab RBS 70NG

Proteção e Soberania – Episódio 2: AT4 em operação no Exército Brasileiro

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

o AT4 é um armamento compacto e versátil utilizado em diversos tipos de operações.

Quer saber como o sistema está sendo empregado nas missões do Exército Brasileiro?

Confira o vídeo!

- Advertisement -

12 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

12 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
2 meses atrás

Pessoal, eu já falei 22 vezes que precisamos de mais armamentos.

Almeida
Almeida
Reply to  DOUGLAS TARGINO
2 meses atrás

? Empregado por quem e aonde? Sugerir uma solução após a critica é prudente! A minha é a turma servir 3 meses depois dos trinta e cinco anos.

Last edited 2 meses atrás by Almeida
Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Almeida
2 meses atrás

E servir neste caso seria oque? Fazer ordem unida por 3 meses? Deve ter uma forma melhor de uma pessoa de 35 anos contribuir para seu país. Lembrando que ele vai deixar de gerar impostos por 3 meses.

Ramon
Ramon
Reply to  DOUGLAS TARGINO
2 meses atrás

Pode ser 13,15,22,45, o número que você quiser como em toda nossa sociedade que falta o básico em todos os setores não é diferente em nossas forças armadas, temos um dos maiores PIBs do mundo mas que simplesmente some na hora de voltar para a sociedade ou é gasto em porcaria, independentemente do governo que seja nosso dinheiro é gasto da pior forma possível.

Wellington jr
Wellington jr
Reply to  Ramon
2 meses atrás

O problema brasileiro é que tínhamos uma divida pequena, condições de crescer sem se endividar pois tínhamos superavit. Ai chegou um analfabeto cachaceiro na presidencia e resolveu fazer igual pobre quando vê margem pra emprestimo bancario e cartão de credito, saiu endividando o país, comeu churrasco, bebia cerveja, deu um boom na economia com o dinheiro pego emprestado. Em 2010 a divida que era cerca de 700 bilhoes já saltou para 2 tri. Sua sucessora pegou o pepino e em 2016 fazendo a mesma receita do antecessor entregou uma divida de 4 trilhões. Hoje o Brasil paga 500 bilhoes em… Read more »

Nei
Nei
Reply to  Wellington jr
2 meses atrás

Perfeito comentário. Mas uns não enxergam isso, pois mamaram na tetinha deles no passado e agora tem que trabalhar.

Éric Gediel
Éric Gediel
Reply to  Wellington jr
1 mês atrás

Análise sem pé nem cabeça, ignora toda nossa história de Brasil que sempre cresceu com políticas Nacional Desenvolvimentistas. Com o “barbudinho” tivemos crescimento médio de quase 5% ao ano. Conseguimos ter boa relação com os EUA e China ao mesmo tempo, relação de não subserviência e de respeito mútuo. Projetos militares nacionais deram finalmente seus pontapés iniciais como Prosub, KC390, Gripen, Guarani, Utilitários Agrale de fabrico local e compra dos Leo.1A5. FAKE NEWS comigo não!!!

andre
andre
Reply to  Ramon
2 meses atrás

gosto com as mordomias do funcionalismo publico

francisco Farias
francisco Farias
Reply to  DOUGLAS TARGINO
2 meses atrás

O Brasil deveria fazer como os chineses. Pegar os equipamentos praticar a engenharia reversa. Aperfeiçoava e construía aqui. .

Fábio
Fábio
2 meses atrás

Tenho minhas dúvidas sobre esse armamento e se ele é de moda.

ROT
ROT
2 meses atrás

O que aconteceu com o ALAC? Não sei se já foi falado aki. Lembro de ter visto uma matéria falando da exportação deste lança rojão de fabricação nacional e depois mais nada do assunto

José Carlos Amador
José Carlos Amador
Reply to  ROT
1 mês atrás

Outro assunto de grande interesse. Infelizmente, até os números quanto à sua aquisição, valor unitário, etc, são difíceis de localizar, inclusive em meios oficiais.

Últimas Notícias

Empresa alemã produzirá munição do Gepard na Espanha

A Rheinmetall, depois de adquirir o mundialmente famoso fabricante espanhol de munições Expal Systems SA, planeja estabelecer a produção...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -