sábado, novembro 26, 2022

Saab RBS 70NG

China liderará crescimento global de semicondutores

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A China liderará a indústria global de semicondutores até 2030 devido ao seu crescente tamanho de mercado e capacidade de produção doméstica

A China se tornará a principal superpotência de semicondutores do mundo com base em sua crescente demanda doméstica pelos chips, de acordo com a pesquisa temática da GlobalData. A indústria de semicondutores dobrará de tamanho para mais de US$ 1 trilhão até 2030, e a China responderá por aproximadamente 60% desse crescimento, de acordo com a Semiconductor Industry Association e o Boston Consulting Group.

No entanto, a ambição de longa data da China de se tornar o líder da Quarta Revolução Industrial pode depender de quão autossuficiente na produção de chips o país se tornará até 2030. Atualmente, a China consome cerca de 40% de todos os chips fabricados globalmente, sendo apenas 12% autossuficiente, segundo a GlobalData. A exigência do país por semicondutores reflete sua posição de liderança no desenvolvimento de ambientes inteligentes e conectados, comumente conhecidos como internet das coisas (IoT).

De acordo com a IHS Markit, haverá até 125 bilhões de dispositivos conectados globalmente até 2030. Os volumes de negócios de private equity e venture finance da China refletem esse crescimento, mostrando um aumento de 14 negócios em 2017 para 27 em 2021, com valores totais de negócios também aumentando de US$ 586 milhões em 2017 para US$ 1,59 bilhão em 2021, segundo dados da GlobalData.

A indústria global de semicondutores gira em torno da China

Mais de 30% das receitas da indústria de semicondutores dos EUA são derivadas de vendas na China, de acordo com a GlobalData. Além disso, a China é de longe o maior mercado para os fornecedores de chips sul-coreanos Samsung Electronics e SK Hynix. Na Europa, mais de 20% das receitas da ASML sediada na Holanda vêm da China. As empresas europeias STMicroelectronics, Infineon e NXP também dependem fortemente do poder de compra da China.

A GlobalData prevê que o mercado chinês terá um papel muito menor para fornecedores estrangeiros até 2030. Mais de 90% dos chips vendidos e usados ​​em todo o mundo envolvem tecnologia de produção de baixo processo.

Liderada pela empresa de semicondutores parcialmente estatal chinesa Semiconductor Manufacturing International Corporation (SMIC), a China tem um setor de fundição de semicondutores em crescimento, em grande parte financiado pelo Estado, que está constantemente construindo capacidade para suprir a demanda doméstica por produção de tecnologia de baixo processo.

Além disso, a gigante taiwanesa de semicondutores TSMC, líder mundial na fabricação de semicondutores, concentrou seus negócios em chips de nova geração em vez de seus negócios de chips legados de baixo processo. Isso aumentará ainda mais as oportunidades para as fundições chinesas atenderem a esse mercado de chips legado.

Juntamente com essa crescente capacidade doméstica de fabricação de semicondutores, a China também atraiu o maior volume de projetos de investimento direto estrangeiro relacionados a semicondutores durante 2019–20, de acordo com nosso banco de dados de projetos de IDE.

A pesquisa da GlobalData descobriu que as patentes chinesas diminuíram significativamente em janeiro e abril de 2022. Isso provavelmente se deve à situação econômica e de saúde pública da China, especificamente os bloqueios do Covid-19 e os custos associados para as empresas, especialmente aquelas que fabricam hardware. No entanto, as patentes de semicondutores também foram reduzidas nos EUA, Japão, Coréia do Sul, Taiwan e Alemanha em 2022, talvez demonstrando um ponto de inflexão no qual a tecnologia de semicondutores está atingindo sua maturidade.

Dito isto, a China tem experiência especial no desenvolvimento de novos materiais supercondutores. A gigante chinesa de telecomunicações Huawei é líder em computação fotônica, bem como no desenvolvimento de transistores feitos de grafeno. Além disso, a China lidera em montagem, teste e embalagem terceirizados de semicondutores. O desenvolvimento de embalagens avançadas de chips, novas arquiteturas de transistores e novos materiais à base de carbono podem mudar o jogo que tornaria a China a líder global em semicondutores até 2025, de acordo com a pesquisa da GlobalData.

A maior parte da demanda global por chips semicondutores continuará sendo para chips de 28 nanômetros e acima, em vez dos chips mais avançados de cinco ou dez nanômetros. A China está se tornando mais autossuficiente à medida que empresas domésticas, incluindo SMIC, Hua Hong e ASMC, aumentam a capacidade de fundição, com pelo menos sete novas fundições entrando em operação até 2024. Embora nenhum país possa criar uma cadeia de suprimentos doméstica de semicondutores autossuficiente dentro de 15 anos, a GlobalData prevê, no entanto, que a China se tornará a superpotência mundial em chips por meio de uma combinação de seu crescente tamanho de mercado e capacidade de produção doméstica.

Recentes chips de lógica avançada chinesa, 2020-2021

As 10 principais empresas chinesas de semicondutores de 2020 por receita

OEMs chineses e seus produtos de chip comercialmente disponíveis

Novos projetos de fábricas de chips chinesas (2021)

FONTE: investmentmonitor.ai / www.semiconductors.org

- Advertisement -

39 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

39 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nilton L Junior
Nilton L Junior
14 dias atrás

Pois é quem estiver preparado para chegar a fronteiras tecnológica vai sem dúvida se cacifar para ser superpotência de fato.

Matusa
Matusa
Reply to  Nilton L Junior
14 dias atrás

E por falar em tecnologia, os chineses lançaram o primeiro notebook da História com processador Risc-V.
Trata-se de uma arquiteta livre (ao contrário de ARM e x-86) que está livre de qualquer sanção.
Espera-se para 2023 o surgimento dos primeiros smartphones com essa tecnologia.
Essas notícias são simplesmente espetaculares.

leonidas
leonidas
Reply to  Nilton L Junior
13 dias atrás

Pois é, e aqui no Brasil enquanto isso a esquerda e a direita (cada uma por suas razões próprias) destroem a educação publica. Sou professor em escola pública de fundamental II e Médio e testemunha ocular da TRAGÉDIA que esta a educação brasileira. Alunos do terceiro ano do ensino médio (último ano escolar) incapazes de dizer “de pronto” quanto é 10% de 1.500,00 reais!!!! Boa parte são simplesmente analfabetos funcionais plenos apesar de terem cursado 10 anos de ensino. O que será dessa geração e do Brasil com esse tipo de ensino? O motivo disso? Empoderamento do aluno, o aluno… Read more »

Last edited 13 dias atrás by leonidas
Elias E Vargas
Reply to  leonidas
13 dias atrás

Infelizmente o povo sempre se manifesta tarde demais, porque ideologias preferem a informação e educação, afastando as pessoas em castas por ideologia politica, sexo, cor e religião, mas sempre previlegiando os ricos e poderosos eminências pardas escondidos atrás da política, mídia ou cargo público usado aéticamente. E O POVO, É MERO DETALHE.

RPiletti
RPiletti
Reply to  leonidas
13 dias atrás

Acrescente aí a falta de disposição ao trabalho. Mas, pra que se esforçar se rebolar no tiktok da like e grana?

Sabino
Sabino
Reply to  leonidas
13 dias atrás

Bom dia !! Leonidas, também sou professor, e digo sempre ,somente a EDUCAÇÂO é capaz de transformar um pais.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  leonidas
13 dias atrás

Direit@ o meu rab@, a Direit@ tá anos brigando para que tenhamos mais ordem dentro das escolas, mais respeito pelos professores, mais aulas, investimentos bem aplicados, nas duas últimas décadas o investimento em educação subiu principalmente no nível superior, quando deveria ser no básico, parar de subir de série aluno ruim, já a esquerd@, aluno pode se vestir como quiser na sala, não existe hierarquia na escola, o Aluno é tão professor quanto o próprio professor, se o aluno bate no professor, a vítima é os dois, e o aluno não deve ser penalizado, se ele escreve tudo errado, tudo… Read more »

Sulamericano
Sulamericano
Reply to  leonidas
12 dias atrás

Caro Leônidas, A situação deplorável da edução brasileira é fruto da chamada de progressão continuada, onde os alunos deixaram de ser reprovados. O que muitos hoje confundem com o método do Paulo Freire, apesar de ele ter sido um dos responsáveis pela implantação desse sistema na cidade de São Paulo e que posteriormente foi implantado em todo o Brasil no governo FHC. Desde então, a educação virou uma fábrica de números quantitativos. Em termos qualitativos nem é preciso dizer o que virou. De fato estamos fadados a ser um país exportador de matéria prima, pois não vamos ter mão de… Read more »

sub urbano
sub urbano
14 dias atrás

Sanções contra a China foram uma das maiores burradas que os americanos fizeram nos ultimos tempos. Já os chineses continuam quietos fazendo o dever de casa, como disse Bonaparte: “jamais interrompa seu adversario quando ele tiver cometendo um erro”. Enquanto americanos faziam duas guerras simultaneas (Iraque e Afeganistão) a China construia a maior malha de trens bala do mundo, a um custo similar das guerras americanas.

Taso
Taso
Reply to  sub urbano
12 dias atrás

Agora que aqui iria começar algo de construção de malha ferroviária, quero até ver se vai pra frente. Tomara que não seja deixado de lado.

Acacor
Acacor
14 dias atrás

Enquanto os comnistas de esqerda chineses mostram como se faz, nossos neoliberas de direta, do dito “mercado” financeiro, mantém o brasil no atraso. E os fanáticos da seita só conseguem enxergar venezuele, kuba e outros. É muito fácil raciocinar somente com dois polos opostos, mas é muito medíocre também.

Underground
Underground
Reply to  Acacor
14 dias atrás

Explica aí para nós qual é exatamente a proposta dos liberais de direita e qual seria o ideal.

Matusa
Matusa
Reply to  Underground
14 dias atrás

A proposta sempre foi ferrar com os mais pobres e liberar para os mais ricos.
Nós últimos anos meio que varrida da América Latina, mas eles são insistentes e sempre tem um monte inocentes úteis para segui-los.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Matusa
13 dias atrás

nossa o Bozo conseguiu a menor pobreza no Brasil de todos os tempos, imagina se ele governasse para os pobres, amanhã íamos acordar igual a Dinamarca

Realista
Realista
Reply to  Underground
13 dias atrás

https://www.youtube.com/watch?v=b-dvcPHV8ck

DA UMA ASSISTIDA NESSE VIDEO POR FAVOR !

Acacor
Acacor
Reply to  Underground
12 dias atrás

Há sinceridade na sua pergunta, porque vc quer conhecer. De início, assim como um ladrão quer roubar sem ser descoberto, o mercado quer roubar na surdina. O roubo não deve ser conhecido. Essa é a melhor forma da vítima ser roubada, porque sem chance de defesa. Para isso é necessário distrair a vítima e até fazer com que ela colabore. E isso se faz com uma narrativa, repetida diariamente, incessantemente, por todos os canais de mídia, inclusive os ptistas. Essa narrativa muito bem articulada, com aparência de ciência econômica, tira o foco e ilude a massa, que é ignorante e… Read more »

Acacor
Acacor
Reply to  Underground
12 dias atrás

Respondi, mas está esperando aprovação pelos chefes …

Acacor
Acacor
Reply to  Acacor
11 dias atrás

Quem negativou, e acredita que só existe ou preto ou branco, deve ler o título do livro: “50 tons de cinza” (não o livro em sí, só o título já é suficiente para nosso contexto …).

Moises
Moises
14 dias atrás

Hoje cerca de 45% do PIB da china é destinados a investimentos. A capacidade de criação de demanda do Estado chinês é tão grande que faz 40 anos que a china vem crescendo. No entanto, a questão fundamental é: parar de importar teorias econômicas de fora e adaptar determinada doutrina a sua realidade. É isso que nosso país deveria fazer.

Otto Lima
Reply to  Moises
9 dias atrás

Ilustrando o que vc disse, a União Soviética usou a doutrina marxista contra o capitalismo e ruiu. A China usa a doutrina marxista para moldar o capitalismo às suas necessidades e aspirações. Hoje, a China é um império global em construção.

Matusa
Matusa
14 dias atrás

Esse é ‘apenas’ mais um campo que está sendo/foi dominado pelos chineses.
Essa semana foi publicado que a Europa vai importar mais que exportar automóveis por causa da entrada de veículos elétricos da China.
É uma avalanche em todos os setores.

rui mendes
rui mendes
Reply to  Matusa
13 dias atrás

Só faltou dizer, que 30 ou 40 por cento dessas ”importações” são de fábricas Europeias, instaladas na China.

Matusa
Matusa
Reply to  rui mendes
13 dias atrás

Sim.
E que estão sendo substituídas por exportações de produtos inteiramente chineses, mormente da BYD, Geely, NIO, Xpeng e MG.
Agora, os europeus querem impor restrições aos carros chineses.
Tarde demais.

Natan
Natan
Reply to  Matusa
10 dias atrás

Nio, Byd, Xpeng, Lifan, e por aí vai.

Os Chineses me parece que vão liderar a vanguarda tecnológica de carros elétricos. E nós venderemos carne e soja pra eles, além de minério. A preço baixo, claro.

Last edited 10 dias atrás by Natan
Fabricio Lustosa
Fabricio Lustosa
13 dias atrás

Quem sempre acompanhou tudo que se passa nesse histórico russo/ucraniano desde 2013 (e diversos outros fatores próximos como Daguestão e Chechênia), até bem antes dessa amalucada invasão russa, sabe que isso tinha tudo para dar mal para a Rússia e, consequentemente, para o mundo que não segue a cartilha e até para quem segue (obrigado senhor). Como cidadão brasileiro e, com vergonha de me dizer patriota dada a conjuntura atual, espero que a Rússia não só se mantenha de pé como se mantenha com todos os meios de assegurar a mútua destruição. (É uma resistência em terras distantes mas que é… Read more »

Sabino
Sabino
13 dias atrás

Se não me engano, Betim ou Contagem na RMBH tem uma fábrica que está para ser reativada, em pareceria com os sul coreanos.

Last edited 13 dias atrás by Sabino
Sabino
Sabino
13 dias atrás

Só temos q reativar a que existe em Minas Gerais.

paulo araujo
paulo araujo
13 dias atrás

Leiam os artigos de Chas Freeman.
Existem norte-americanos lúcidos que sabem o que está acontecendo há muitos anos nos EUA.
Mas aqueles em posição de comando, durante décadas, vêm usufruindo da decadência do seu próprio pais.
Ele faz um diagnóstico claro dos problemas e aponta as inciativas para solucioná-los.
Não é o único.
Mas, ele é apenas um ex diplomata sênior aposentado.
Sabedoria e experiência não são mais considerados nos EUA.
Até Kissinger foi atacado quando disse umas verdades.
Os EUA ainda vão se arrepender…

https://chasfreeman.net/category/speeches/

Last edited 13 dias atrás by paulo araujo
Cidadão das Sombras
Cidadão das Sombras
Reply to  paulo araujo
13 dias atrás

Tem um vídeo ótimo dele sobre as relações China-EUA.

Zezão
Zezão
13 dias atrás

O notável desenvolvimento tecnológico da China se deve graças ao fácil acesso da indústria chinesa aos avanços tecnológicos do Ocidente, mas felizmente os americanos estão abrindo os olhos e essa facilidade está acabando, produtos de alta tecnologia estão sendo barrados pra China, sem esse livre acesso, os chineses terão que desenvolver por conta própria sua tecnologia. Imaginar que o desenvolvimento da Indústria Bélica e Espacial garantirá esses avanços é um grande erro, se fosse verdade, a União Soviética e seu país herdeiro, a Rússia, seria uma grande potência tecnológica, mas sabemos do seu real fracasso, vide a guerra na Ucrânia,… Read more »

Matusa
Matusa
Reply to  Zezão
13 dias atrás

Não quer dizer nada.
O notável avanço tecnológico do Ocidente se deve ao papel criado pelos chineses.
Armas modernas, pólvora chinesa.

WSilva
WSilva
Reply to  Zezão
12 dias atrás

”mas pra isso ser plenamente possível, é preciso existir LIBERDADE para a população, sem ela, as pessoas mais capazes irão fugir da China e consequentemente, O que estamos vendo é justamente o oposto, chineses com alto nível educacional/profissional no ocidente voltando para sua terra natal. Acontece que o grande pib da China foi conquistado com a massa chinesa via planejamento do PCCh, já as conquistas tecnologicas, militares etc foram conquistadas através de educação, investimento e também transferência/roubo de tecnologias por pessoas dentro do PCCh, são pessoas especificas que são monitoradas por uma estrutura enorme de caça talentos, ou seja, não… Read more »

Otto Lima
Reply to  Zezão
9 dias atrás

Sua mente travou na década de 1990, quando a China exportava cópias baratas e de péssima qualidade de produtos ocidentais e japoneses, feitos com mão de obra quase escrava. A China hoje exporta tecnologias. A China hoje é o país que mais forma doutores e o que mais registra patentes no mundo. A China deixou o Ocidente para trás na corrida da internet 5G e já está desenvolvendo a 6G. A China hoje envia pessoas, materiais e equipamentos ao espaço em naves projetadas e construídas localmente; e já está finalizando a construção de sua própria estação espacial. Enquanto isso, a… Read more »

Neural
Neural
13 dias atrás

Brasil precisa comprar mais material miliiar Chinês, eles que bancam nosso agronegócio aqui.

Aquele blindado Norinco seria um ótimo começo

Otto Lima
Reply to  Neural
9 dias atrás

A propósito, o Norinco ST-1BR está na short list para a aquisição da nova Viatura Blindada de Combate de Cavalaria (VBC Cav) do Exército Brasileiro.

Carlos Campos
Carlos Campos
13 dias atrás

se isso for verdade então estamos a menos de uma década de paridade tecnológica, lembro que no final dos anos 2000, aqui nos blog dizíamos que os EUA estavam uma década a frente do resto do mundo.

Natan
Natan
Reply to  Carlos Campos
10 dias atrás

O governo federal fechou em 2021 o CEITEC, empresa brasileira estatal, única fabricante de processadores no hemisfério sul do planeta. Era uma empresa com tecnologia autóctone, nacional. Estamos cada vez mais próximos de ser fazenda do que produtor de tecnologia.

Natan
Natan
10 dias atrás

Daqui até 2030 a China será a maior potência econômica no globo.

Natan
Natan
10 dias atrás

O governo federal fechou em 2021 o CEITEC, empresa brasileira estatal, única fabricante de processadores no hemisfério sul do planeta. Era uma empresa com tecnologia autóctone, nacional. Estamos cada vez mais próximos de ser fazenda do que produtor de tecnologia. Quanto á China, é a única nação que poderá, no longo prazo, contrapor a hegemonia tecnológica, geopolítica e militar do conglomerado EUA/Europa. Poderiam os chineses se aliar a Índia e Rússia, potencializando seu poder, criando assim um novo bloco econômico e militar. Para isso seria preciso cooperação que alinhasse esses países nas suas políticas, diminuindo com o tempo a influência… Read more »

Últimas Notícias

Imagens de uma guerra: míssil anticarro erra o alvo por pouco

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um ATGM russo passando sobre um carro de combate ucraniano. A...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -