domingo, dezembro 4, 2022

Saab RBS 70NG

Primeira linha de produção de chips fotônicos da China estará pronta em 2023

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A primeira linha de produção da China para chips fotônicos “multimateriais e de tamanho cruzado”, ou circuitos ópticos integrados, será concluída em Pequim em 2023, um desenvolvimento que deve preencher uma lacuna na fabricação de nível superior do país, informou o Beijing Daily em 18 de outubro.

Em comparação com os chips eletrônicos, os chips fotônicos oferecem velocidades mais altas e menor consumo de energia. A velocidade de cálculo e a taxa de transmissão são 1.000 vezes maiores que os chips eletrônicos, segundo o jornal.

Se tudo correr como planejado com a instalação, isso mostrará que o processo de pesquisa e desenvolvimento experimental preliminar está em vigor, com tecnologia de produção que lidera o mundo, disseram analistas.

De acordo com o Beijing Daily, a linha de produção será construída pela Sintone, uma empresa de alta tecnologia com sede em Pequim.

A instalação pode atender à demanda do mercado em vários campos, incluindo comunicações, data centers, exames médicos e outros setores, disse a reportagem, citando Sui Jun, presidente da Sintone.

O uso doméstico de chips fotônicos se estendeu a cenários da indústria, eletrônicos de consumo, veículos, defesa e outros campos, de acordo com um relatório da Minsheng Securities em setembro.

A nova instalação preencherá a lacuna no campo de fundições de chips fotônicos na China e acelerará o processo de substituição de chips fotônicos domésticos, disse Sui.

Os chips fotônicos serão a próxima grande direção do desenvolvimento de chips devido à sua estabilidade e baixo consumo de energia, disse Xiang Ligang, analista de tecnologia independente, ao Global Times.

Esses chips ainda não estão sendo produzidos em larga escala em nenhum lugar do mundo, então a nova instalação mostrará que a China é líder nessa tecnologia no mundo, disse Xiang.

A China se tornou o maior mercado de comunicação ótica do mundo, e o tamanho do mercado doméstico de chips fotônicos se expandiu notavelmente. De 2015 a 2021, o mercado doméstico de chips fotônicos expandiu de US$ 800 milhões para US$ 2,08 bilhões, com uma taxa média anual de crescimento composto de mais de 15%, de acordo com Insight and Info.

Sui disse que a fabricação de chips fotônicos não é tão exigente quanto os chips eletrônicos em termos de requisitos estruturais, pois os chips fotônicos não requerem máquinas de litografia de ponta, como litografia ultravioleta extrema, e podem ser produzidos usando matérias-primas e tipos de equipamentos que já estão maduros na China.

Xiang enfatizou que levará tempo e verificação industrial desde o início da construção até a produção em massa após a conclusão da instalação.

Sui disse que o desenvolvimento atual do setor na China é mais avançado em termos de aplicações e design, mas relativamente fraco em aspectos básicos como equipamentos e fabricação. A empresa usará suas conquistas científicas para fornecer suporte prático e confiável para setores centrais, como a computação quântica.

FONTE: Global Times – jornal tabloide diário sob os auspícios do principal jornal Diário do Povo do Partido Comunista Chinês, comentando questões internacionais de uma perspectiva nacionalista.

- Advertisement -

31 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

31 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nickless
Nickless
22 dias atrás

Só falta agora eles anunciar o desenvolvimento de um torpedo fotonico rsrsrs. porem eles estão mais pra klingons do que pra federação.

Leandro
Leandro
Reply to  Nickless
22 dias atrás

Pensei que ninguém faria a relação mas no primeiro comentário…kkkk

Matusa
Matusa
Reply to  Nickless
21 dias atrás

Torpedos fotônicos são os que os americanos usam para ‘ganhar as guerras que nunca ganham’.
Sorry .

Nickless
Nickless
Reply to  Matusa
21 dias atrás

Sim tipo aquela “super potencia” militar de papel que não consegue ganhar uma guerra na sua fronteira contra uma país muito inferir.

E que mostraria ao mundo armas nunca antes vistas. kkkkkkkkk

Matusa
Matusa
Reply to  Nickless
21 dias atrás

Não, não.
Tipo aquela superpotência de papel que tem seus soldados ‘corridos’ debaixo de bala de meia dúzia de soldados de chinelo e turbante.

europeu
europeu
Reply to  Matusa
21 dias atrás

comparar duas coisas que não têm comparação é sinal de…

FhSLjwVXwAIPdoE.jpg
Matusa
Matusa
Reply to  europeu
21 dias atrás

Licença para falar: Discordamos veementemente.

images (2).jpeg
Matusa
Matusa
Reply to  Matusa
21 dias atrás

Ah!
E obrigado pelas armas que vcs deixaram.
Ficaram boas nas fotos?

Lúcio Sátiro
Lúcio Sátiro
Reply to  Matusa
20 dias atrás

Deixaram por decisão de quem? Dos soldados americanos ou dos POLÍTICOS americanos?
Tu sabe que tá sendo FANFARRÃO né.

Nickless
Nickless
Reply to  Matusa
21 dias atrás

Os americanos derrubaram o governo taliba em 30 dias e ocuparam o afeganistão, não ganharam a guerra?

Quando se derruba um governo e se ocupa um pais não é ganhar?

Qualquer um sabe que uma ocupação é muito diferente de uma guerra.

Porem no caso da russia nem ganharam a guerra e ja estão perdendo áreas ocupadas.

Cidadão das Sombras
Cidadão das Sombras
Reply to  Nickless
21 dias atrás

A intenção dos EUA, pelo menos a troco de propaganda, era criar um estado democrático viável no Afeganistão. Fora matar muita gente, nem isso eles conseguiram.

SteelWing
SteelWing
Reply to  Nickless
20 dias atrás

Ue, fala pro talibã que eles não estão mais poder , eles ainda não estão sabendo que foram totalmente derrotados kkk

Otto Lima
Otto Lima
Reply to  Nickless
17 dias atrás

Ganha a guerra quem atinge seus objetivos estratégicos, o que não aconteceu com os EUA no Afeganistão e não está acontecendo com a Rússia na Ucrânia.

gordo
gordo
22 dias atrás

Muitos admiram ou apenas olham o belo caça furtivo chinês apenas como uma máquina de guerra. É uma máquina de guerra com certeza, mas também é o reflexo de um parque tecnológico & industrial fantástico. Muitos citam e tenho que concordar, a maior arma da China é sua capacidade industrial e o comércio, é aí que mora o perigo para os EUA. A China está forte no terreno onde os EUA eram incontestáveis até a pouco tempo atrás. Parabéns para Eles que levam a sério a ciência.

ODST
ODST
Reply to  gordo
20 dias atrás

O problema pra China é que eles são quase que 100% dependentes do ocidente, então qualquer sanção pra eles é fatal, ainda mais considerando que eles tem quase 1.5 bilhão de habitantes para acalmar e alimentar em uma possível guerra. Veja o medo deles de se envolverem no conflito entre a Rússia e a Ucrânia. Toda essa tecnologia de guerra deles é mais para sua própria defesa do que para atacar alguém.

aloems
aloems
Reply to  ODST
20 dias atrás

O inverso também é válido : O ocidente é dependente do parque industrial chines. Muitas vezes eu leio comentários aqui como se apenas um lado dependesse do outro e não fosse uma relação mútua, onde se ficar ruim pra um fica para ambos.

Fagundes
Fagundes
Reply to  gordo
19 dias atrás

A Usp e Unicamp também tem laboratórios e pesquisas relacionadas a fotônica.Agora se vai ter apoio público e privado para aperfeiçoamento e industrialização igual aí na reportagem é outros 500.Espero não ser outra oportunidade perdida

Marcelo
Marcelo
22 dias atrás

A China está fazendo a lição de casa. Está investindo maciçamente em educação de qualidade, pesquisa e desenvolvimento de inovações. Começou comercializando produtos baratos com pouca tecnologia para todos os mercados do mundo, tornou-se comercialmente muito competitiva e agora está agregando cada vez mais tecnologias de ponta aos seus produtos. A China adora o capitalismo e tem até um modelo para chamar de seu: o capitalismo de Estado. Pena que o Brasil praticamente não aprendeu nada com o exemplo chinês. Parabéns para a China.

Last edited 22 dias atrás by Marcelo
Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Marcelo
21 dias atrás

A China adora o capitalismo e tem até um modelo para chamar de seu: o capitalismo de Estado

Exato, até mesmo os verdadeiros comunistas perceberam que o comunismo como modelo econômico sempre fracassará. Só os retardados brasileiros que ainda insistem nessa visão de estatização de empresas, que Cuba é uma maravilha, capitalismo malvado e outras bobagens do gênero.

Gustavo
Gustavo
Reply to  Allan Lemos
21 dias atrás

A china tem estatais, mais do que o Brasil, a única diferença como são usada,como indutora de investimento, o Brasil usa como cabide de apoio político,depois que vender pq está dando prejuízo,entregando assim seu setores estratégico para o exterior.

WSilva
WSilva
Reply to  Allan Lemos
21 dias atrás

Errou.

Todos os setores vitais dentro da China são de estatais, e aqueles que não são, podemos dizer que ainda sofrem algum tipo de inteferência do estado.

Nada se cria na China sem autorização do PCCh, isso pode parecer ruim e seria ruim mesmo, caso a China tivesse um governo podre, corrupto e incompetente, mas enquanto a China for conduzida por cabeças pensantes altamente competentes em suas áreas, isso acaba sendo uma vantagem.

Desconfie de todos aqueles que querem privatizar tudo, com certeza é um entreguista.

Eromaster
Eromaster
Reply to  WSilva
21 dias atrás

Excelente comentário!!!

Aqui no Brasil querem entregar todas as empresas estatais a preço de banana para os estrangeiros.

Alessandro
Alessandro
Reply to  WSilva
20 dias atrás

Você deveria tbm desconfiar de todos aqueles que querem fazer das estatais CABIDES DE EMPREGOS para partidos políticos, esse é o verdadeiro entreguista, pois acaba ferrando com o país fazendo o serviço para os estrangeiros.

Last edited 20 dias atrás by Alessandro
Matusa
Matusa
Reply to  Marcelo
21 dias atrás

Fazendo?
Já fez.
Está mandando em quase todos os aspectos econômicos e é fator imprescindível na estabilidade global.
Coisa que antes era papel dos EUA

Nilton L Junior
Nilton L Junior
22 dias atrás

Sui disse que a fabricação de chips fotônicos não é tão exigente quanto os chips eletrônicos em termos de requisitos estruturais, oxi então porque centrar esforços na fabricação dos 7 nanômetro então.

Matusa
Matusa
Reply to  Nilton L Junior
21 dias atrás

Muito provavelmente para atividades específicas, bem como a necessidade de amadurecimento da tecnologia.

Andre
Andre
Reply to  Nilton L Junior
21 dias atrás

porque a China já comprou os equipamentos necessários para fazer os chips de 7nm. além disso não podem comprar. E com apenas uma empresa no mundo capaz de fazer a máquina de litografia ultravioleta extrema, não passam disso na próxima década. A não ser que esses chips ai deem certo.

Patrício
Patrício
Reply to  Andre
21 dias atrás

Não adianta.
Terá de vir outra tecnologia.
O esgotamento do chip eletrônico está se aproximando.
Não há mais como avançar.
Sugiro que leia sobre a Lei de Moore.
A Huawei está testando uma espécia de ‘empilhamento’ de chips para aumentar o número de transistores.
Mas isso não elimina os problemas de gasto de energia e aquecimento dos chips eletrônicos atuais.

Andre
Andre
21 dias atrás

pois os chips fotônicos não requerem máquinas de litografia de ponta, como litografia ultravioleta extrema,”

com apenas uma empresa no mundo capaz de produzir as máquinas de litografia ultravioleta extrema, e com apenas um fornecedor capaz de oferecer os espelhos necessários para essa máquina, a China ainda está muito longe dos chips menores que 7nm.

Se não for com tecnologia klingon não chegam lá na próxima década.

Carlos Campos
Carlos Campos
21 dias atrás

Muito interessante, fui pesquisar, mas ainda é tudo muito experimental, mas sem os chips ocidentais eles devem tentar usar todo o possível para manter sua industria, dei uma pesquisada vi uma empresa Brasileira em 2015 desenvolveu um chip com essa tecnologia, mas era para data centers, não sei como tá, seria um caminho para pular as patentes de ARM e X95

Last edited 21 dias atrás by Carlos Campos
Alessandro
Alessandro
20 dias atrás

Parabéns aos chineses estão fazendo muito bem o dever de casa, o comunista de lá ao contrário daqui TRABALHAM.

Será que os chineses aceitariam fazer um troca, e levar os nossos revolucionários comunistas do iphone para lá, e mandar uns para cá?

Não aceitamos devoluções rsrs…

Últimas Notícias

Empresa alemã produzirá munição do Gepard na Espanha

A Rheinmetall, depois de adquirir o mundialmente famoso fabricante espanhol de munições Expal Systems SA, planeja estabelecer a produção...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -