Associação dos Delegados de Polícia do Brasil é uma das apoiadoras do evento realizado pela ABIMDE em parceria com a ApexBrasil

O Presidente da Adepol (Associação dos Delegados de Polícia) do Brasil, Rodolfo Queiroz Laterza, ministrará uma palestra sobre questões legislativas na 7ª Mostra BID Brasil, que acontece de 6 a 8 de dezembro, em Brasília (DF). Considerado o principal evento nacional de Defesa e Segurança, a Mostra é realizada pela ABIMDE (Associação Brasileira das Indústrias e Materiais de Defesa e Segurança), em parceria com a ApexBrasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimento).

A palestra está agendada para o dia 7 de dezembro, às 16h, com o tema “Atuação legislativa para fortalecimento da BID: Cenários e estratégias com base em paradigmas comparados”.

“Falaremos sobre como trabalhar em projetos de lei que fortaleçam o marco regulatório da Base Industrial de Defesa. Para isso, vamos levar para a palestra, exemplos de sucesso de outros países onde vamos analisar e comparar as realidades de paradigmas”, explica Laterza, Presidente da Adepol do Brasil.

A entidade representa a categoria dos delegados das Polícias Civil e Federal de todo o país. De acordo com o presidente, ela conta com cerca de 6.000 associados de 29 instituições estaduais.

Rodolfo Queiroz Laterza, Presidente Adepol do Brasil

Para Laterza, a aproximação entre a Adepol e a ABIMDE será benéfica para as instituições policiais de todo o Brasil e para as empresas da Base Industrial de Defesa e Segurança (BIDS).

“Conhecer as novas tecnologias, serviços e soluções que serão expostas e apresentadas por partes das empresas integrantes da ABIMDE à segurança pública durante a Mostra, permitirá que os Delegados de Polícia, seus associados e as instituições vinculadas, tenham o conhecimento necessário para evitar a aquisição de similares importados em detrimento das soluções nacionais, que têm muitas vezes melhor custo, melhor tecnologia e melhores condições de treinamento para os nossos operadores”, disse o Presidente da entidade.

Ele também destaca que a Adepol do Brasil poderá contribuir com a ABIMDE em questões relacionadas a proposições legislativas no Congresso Nacional. “Temos experiência e conhecimento técnico, poderemos contribuir com a ABIMDE visando a criação de um marco regulatório favorável à Base Industrial de Defesa e Segurança. Nosso apoio neste âmbito é incondicional”, disse.

Laterza disse ainda que está com grandes expectativas com relação à 7ª Mostra BID Brasil. “As instituições policiais adquirem grandes volumes de tecnologias voltadas à Segurança Pública e sabemos que o evento apresentará, através de seus expositores, as inovações e produtos de alto valor agregado para o nosso segmento.”

7ª Mostra BID Brasil

Nesta sétima edição, a Mostra BID Brasil teve sua área de exposição ampliada e ocupará dois pavilhões do Centro de Convenções Ulysses Guimarães. O espaço reunirá as principais empresas da BIDS e mais de 20 apoiadores institucionais.

A expectativa dos organizadores é repetir ou superar o sucesso do ano passado.

Em 2021, a 6ª Mostra BID Brasil recebeu mais de 3.000 visitantes e um público qualificado, que inclui embaixadores, adidos militares e delegações estrangeiras, dentre elas, da França, Arábia Saudita, Egito, Catar, Emirados Árabes e Coreia do Sul.

SERVIÇO

7ª Mostra BID Brasil
Dia: 6 a 8 de dezembro de 2022
Local: Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília (DF)

Palestra

  • Tema: “Atuação legislativa para fortalecimento da BID: cenários e estratégias com base em paradigmas comparados”
  • Palestrante: Rodolfo Queiroz Laterza, Presidente da Adepol do Brasil
  • Quando: Dia: 7/12 (quarta-feira), 16h
  • Local: Auditório Buritis, do Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília (DF)

DIVULGAÇÃO: Rossi Comunicação

Subscribe
Notify of
guest

3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
1 mês atrás

Quanto mais soluções nacionais melhor.Hoje mesmo saiu matéria no Globo dizendo que o desemprego caiu no país 8,3% em outubro.menor nível desde 2015 como aponta o IBGE.E nesse tempo nem tinha guerra contra o Covid e agora a da Rússia Vs Ucrânia bagunçando geral.Pena que a matéria importante saiu logo da grade principal focando na Copa do Mundo.hehehehehehe

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Renato de Mello Machado
1 mês atrás

Bom dia,, então, dá para pressupor que o governo da gerentona foi uma praga pior que a praga do covid e uma tragédia pior que a guerra na ucrânia…
Abraços

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  Saldanha da Gama
1 mês atrás

Podia ser um governo melhor.Porque o pt teve todas as condições favoráveis para isso.Abraços.