WASHINGTON, DC - JANUARY 19: U.S. President Joe Biden answers questions during a news conference in the East Room of the White House on January 19, 2022 in Washington, DC. With his approval rating hovering around 42-percent, Biden is approaching the end of his first year in the Oval Office with inflation rising, COVID-19 surging and his legislative agenda stalled on Capitol Hill. (Photo by Chip Somodevilla/Getty Images)

O gigantesco projeto de lei anual de gastos divulgado pelo Congresso na terça-feira contém mais de US$ 44 bilhões em ajuda de emergência para a Ucrânia, renovando o compromisso dos EUA com a defesa do país enquanto a invasão da Rússia se aproxima do segundo ano.

A nova onda de ajuda para a Ucrânia – bilhões a mais do que o presidente Biden solicitou em meados de novembro – ocorre em meio a crescentes preocupações entre os apoiadores do país sobre a profundidade do apoio dos Estados Unidos. Alguns republicanos questionaram os gastos maciços, enquanto alguns progressistas pediram negociações de paz.

O pacote de ajuda consiste principalmente em gastos militares, incluindo quase US$ 20 bilhões para armar e equipar as forças ucranianas e para reabastecer os estoques do Departamento de Defesa de onde as armas estão sendo enviadas para Kyiv. Parte desse dinheiro também seria usado para reforçar as defesas dos aliados americanos da OTAN para protegê-los contra novas agressões russas.

Outros US$ 6,2 bilhões apoiariam uma onda de forças dos EUA na Europa Oriental que Biden ordenou após a invasão russa, incluindo milhares de soldados americanos destacados para a Polônia e a Romênia.

O projeto de lei orçamentária, que inclui a nova ajuda à Ucrânia, financia o governo federal no próximo ano para evitar uma paralisação. Se o Congresso aprovar, a ajuda dos EUA a Kyiv desde a invasão da Rússia em fevereiro chegará a mais de US$ 100 bilhões, alocados em quatro pacotes de gastos emergenciais. Os líderes do Congresso esperam obter aprovação para os gastos nesta semana.

A assistência dos EUA tem sido essencial para a sobrevivência da Ucrânia e o maior golpe que o país desferiu nas forças armadas da Rússia, que calculou mal quanta resistência a Ucrânia ofereceria. Biden disse que a defesa da Ucrânia era vital para a defesa da democracia e o princípio fundamental da soberania nacional.

O pacote também inclui ajuda não militar para manter o governo e a economia ucranianos em funcionamento enquanto resiste aos bombardeios russos, que têm cada vez mais como alvo a infraestrutura do país. O Congresso está propondo gastar US$ 12,9 bilhões para fortalecer a economia da Ucrânia e lidar com a terrível escassez de energia causada pelos ataques russos.

Outros US$ 4 bilhões seriam destinados principalmente para ajudar os refugiados ucranianos, cujo número deve crescer à medida que os ataques russos deixam as principais cidades sem aquecimento e eletricidade neste inverno. Parte desse dinheiro atenderia às necessidades dos migrantes em outras regiões do mundo.

Alguns republicanos pediram a redução da ajuda dos EUA à Ucrânia ou a imposição de nova supervisão e condições para o dinheiro. Mas um informativo publicado pelos republicanos no Comitê de Apropriações do Senado, que administra os gastos federais, gabou-se de que o pacote rejeita “o pedido do governo para reduzir o apoio ao esforço de guerra ucraniano” – uma aparente referência ao nível de gastos um pouco mais baixo proposto pelo Casa Branca no mês passado.

Biden prometeu ficar do lado da Ucrânia contra a agressão russa “pelo tempo que for necessário”.

Uma pesquisa divulgada no início deste mês pelo não partidário Conselho de Assuntos Globais de Chicago descobriu que cerca de dois terços dos americanos são a favor da continuação do apoio militar e econômico à Ucrânia, embora menos da metade dos americanos apoie a continuidade dos níveis atuais de tal apoio indefinidamente, e um número crescente – quase metade – a favor de pressionar a Ucrânia a se contentar com a paz o mais rápido possível.

Autoridades americanas e ucranianas insistem que a Rússia não está preparada para negociar de boa fé. Moscou exploraria qualquer trégua ou acordo de paz para obter vantagem militar, dizem eles.

A medida contém várias disposições que garantem que a ajuda à Ucrânia seja submetida a uma supervisão mais rigorosa. Algumas autoridades americanas temem que as armas americanas possam ser desviadas ou roubadas para revenda em um país há muito conhecido pela corrupção endêmica. O projeto de lei exige que o Departamento de Defesa relate ao Congresso as medidas que está tomando para garantir que as armas sejam entregues e usadas conforme pretendido. Também fornece US$ 27 milhões a inspetores gerais do Departamento de Estado, do Departamento de Defesa e da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional para monitorar a ajuda.

Em um sinal de preocupação com a capacidade do Ocidente de continuar abastecendo a Ucrânia e manter seus próprios estoques cada vez menores de armas e munições, o pacote fornece US$ 675 milhões em quase três anos para expandir e modernizar as fábricas de armas nos Estados Unidos. Várias usinas de propriedade do governo e operadas por entidades privadas datam da Segunda Guerra Mundial ou antes, e modernizá-las tem sido um objetivo da indústria de defesa e do Pentágono.

O Congresso também propôs gastar US$ 300 milhões em programas de segurança alimentar para ajudar a mitigar uma crise alimentar global que foi exacerbada pela invasão russa de um grande exportador de grãos e fertilizantes.

E a medida fornece US$ 50 milhões em fundos adicionais para combater ameaças de segurança cibernética da Rússia, US$ 105 milhões para limpar minas terrestres e outros resíduos perigosos da guerra na Ucrânia e US$ 300 milhões para a polícia e guardas de fronteira da Ucrânia.

Lista divulgada de equipamentos militares a serem enviados para a Ucrânia (notar a presença de “Precision aerial munitions” – o que pode ser traduzido como kits JDAM para bombas)

FONTE: The New York Times

Subscribe
Notify of
guest

98 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Thomaz
1 mês atrás

Essa guerra já tem um ganhador, e não é nem a Rússia nem a Ucrânia.

Peter Pan
Peter Pan
Reply to  Thomaz
1 mês atrás

Nem os EUA.
São a China e a zona da Ásia Pacífico que vê a transferência da riqueza e estabilidade para a região, tal e qual dos recursos russos.

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Peter Pan
1 mês atrás

Estabilidade? Verdade, os países no mar da china meridional vivem um clima de estabilidade tão grande que reduziram até os gastos relacionados à defesa. A questão de Taiwan, também, não preocupa mais ninguém. A Coreia do Norte já anunciou um memorandum de paz com a Coreia do Sul onde deixa claro a sua renúncia as armas nucleares. Situação tranquila e estável… O crescimento econômico da região também não foi afetado, nadinha.

Radagast, o Castanho
Radagast, o Castanho
Reply to  Thiago A.
1 mês atrás

Não liga não, Peter Pan, assim como eu, vive num mundo paralelo. Ele na terra do nunca eu na terra média.

Alfredo
Alfredo
1 mês atrás

Bilhões e bilhões de dólares em ajuda e os russos continuam avançando.
Às tentativas americanas de tornar a guerra cara para a Rússia, os russos respondem aumentando os ataques e forçando os países Ocidentais a gastar mais em armas e ajuda para minimizar os gigantescos estragos na Ucrânia.

Heinz
Heinz
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

A Rússia também está gastando bilhões e bilhões de dólares ou rublos, pra manter sua “operação especial”. Entretanto os americanos não perdem seus soldados, mas os russos sim. E boa parte dos soldados mais preparados russos já foram pro saco ou estão sem condições de lutar. Os russos caíram certinho na arapuca americana. E agora pagarão o preço por isso. Em tempos, se os EUA fornecerem Atacms para os Ucranianos é bom os russos pararem de fumar perto de depósitos de munição e bases aéreas

Wellington jr
Wellington jr
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Diga isso aos familiares russos que sequer podem enterrar seus mortos porque o governo se nega a entregar os corpos.

m4l4v1t4
m4l4v1t4
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Russos avançando? Você é louco Sai da tua bolha cara. O único front que os russos já cantavam vitória era em Bakhmut, um lugar sem nenhum importância estratégica e que foi cozinhado pelos ucranianos porque nem eles estavam acreditando em tamanho esforço em capturar aquela cidade … … deu no que deu a Ucrânia conquistou esperou os russos cantarem vitória, reconquistou completamente o lugar, mandou o presidente para lá entregar medalha e o mesmo foi no mesmo dia para o EUA dar umas palavrinhas e de quebra receber mais uma infinidade de ajudas. É uma humilhação completa, você não consegue… Read more »

Last edited 1 mês atrás by m4l4v1t4
Henrique
Henrique
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Bilhões e bilhões de dólares em ajuda e os russos continuam avançando.

famoso avanço ré no kib… daqui a pouco as tropas russas chegam em moscou aushauhs

—-

“Às tentativas americanas de tornar a guerra cara para a Rússia, os russos respondem aumentando os ataques e forçando os países Ocidentais a gastar mais em armas “

Como se o custo pra Rússia não tivesse passado do aceitável ja, ja´ja´a discusão não vai ser Ucrânia, mas sim em salvar a Rússia de uma guerra civil

e como se “Ocidentais a gastar mais em armas” fosse problema

bidskkkkkkkkkk.jpg
100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Quem tomou território até agora foi a Rússia. Quem anexou novas regiões, até agora, foi a Rússia. Fato.

George
George
Reply to  100nick-Elã
1 mês atrás

“Tomou território”? Ah então esse era o objetivo? Pensei que fosse a desnazificar a Ucrânia, eliminar o exército ucraniano, não deixar a Ucrânia entrar na OTAN, proteger a minoria russa. É. Cada dia uma desculpa. Quem não sabe o que quer, não pode ter claros objetivos. Por isso que o Putin só perde território desde fevereiro.

Marcelo
Marcelo
Reply to  100nick-Elã
1 mês atrás

Você quer dizer “quem ocupou ilegalmente território ucraniano” foi a Rússia … mas os Ucranianos estão empurrando, de forma lenta e consistente, os ocupantes ilegais de volta para a mãe Rússia. Você também quer dizer “que anexou de forma fraudulenta e meramente documental” os quatro oblasts ilegalmente ocupados … uma vez que as forças russas não tem domínio total de nenhum desses territórios. Esse é o fato.

Daniel
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

os russos continuam avançando em direção a Moscou, agora vc falou uma verdade!

Peter Pan
Peter Pan
Reply to  Daniel
1 mês atrás

Caras como você vão perdendo os argumentos entre os quais explicarem a derrocada de 20% da Ucrânia para o lado russo.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Peter Pan
1 mês atrás

Os Russos, no início da Operação Especial Militar, que já dura 301 dias e não tem data para terminar, ocuparam ilegalmente 25% do território ucraniano. De lá para cá, as forças armadas ucranianas vem retomando, de forma lenta e consistente, esses territórios. As condições climáticas adversas do outono e do inverno na desaceleraram as contra ofensivas ucranianas, mas logo a contagem regressiva vai recomeçar … 20%, 19%, 18%, 17% … até que nenhum russo permaneça em qualquer palmo de terra ucraniano … e a Criméia já está ao alcance do fogo guiado da artilharia ucraniana.

Minsc
Minsc
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Claro, porque pros Russos esta saindo de graça essa guerra.

Satyricon
Satyricon
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Avanço infreável das forças russas em direção às suas próprias fronteiras.

Num dia, O enxadrista vai pressionar seu capaxo bielorusso, com resultado prático nulo. No outro, Zé Lenski vai ao capitólio, e recebe uma mensagem de apoio irrestrito.

Para desespero da mãe Rússia, que só pode assistir.

Segue a valsa russa rumo ao abismo.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Volodymyr Zelensky está em uma posição muito mais confortável do que a de Winston Churchill antes da entrada dos EUA no front europeu na Segunda Guerra Mundial. Naquele tempo, 93% (noventa e três porcento) do Povo Americano era contrário ao envolvimento dos EUA na guerra porque consideravam as forças de Adolf Hitler invencíveis. Mas, mesmo diante da bagaceira das forças russas, os contribuintes americanos não autorizam passar um cheque em branco para o Zelensky. A Ucrânia vai ter que mostrar resultado positivos no campo de batalha … e já se pode contabilizar que esses resultados estão chegando … para desespero… Read more »

Peter Pan
Peter Pan
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Você perdeu poder de argumentação pois foi tratando de competir com o Pinóquio, afirmando que os EUA e OTAN não eram os donos do fantoche de Kiev. Agora o que vai dizer? Que a Rússia está enfrentando a Ucrânia e sendo incapaz de derrotar? Ou que o palhaço de Kiev está tão atormentado que foi recebido à lá Guaidó pelos seus donos? Depois, caras como você, insistem em minimizar a derrocada de 20% da Ucrânia para Moscovo, numa das maiores derrotas históricas da OTAN, não comentadas pelos meios de comunicação propagandistas que você, como faxineiro wanna be da OTAN adora… Read more »

Radagast, o Castanho
Radagast, o Castanho
Reply to  Peter Pan
1 mês atrás

Na Europa Oriental guerra entre Russia e Ucrânia, aqui no forças terrestres guerra de contos de fadas entre Peter Pan e Pinóquio…. Eu quero entrar nessa também!! Já posso Gandalf para chamar Thranduil e Pé-de-Ferro?

Radagast, o Castanho
Radagast, o Castanho
Reply to  Radagast, o Castanho
1 mês atrás

falar com Gandalf – ficou faltando o verbo

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Radagast, o Castanho
1 mês atrás

E fique avisado! Se você continuar com essa palhaçada inútil que não vai levar nada à lugar algum, eu vou tomar medidas drásticas e fazer uma ligação para Etérnia para pedir ajuda ao Esqueleto!

Mas se o Mun-Rá aparecer, eu dou no pé. Aviso logo!

Radagast, o Castanho
Radagast, o Castanho
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

Caraca!! tu tem uma linha direta com o Esqueleto?!?!? Isso é demais para mim, vou dar no pé e nem precisa vir o Mun-Rá.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Peter Pan
1 mês atrás

Na falta de argumentos minimamente sólidos e consistentes … muita opinião pessoal e blá, blá, blá do Pravda. O avanço ucraniano é inevitável. Aceita … porque vai doer menos … os russos vão ser empurrados de volta para a mãe Rússia … e a Criméia está logo alí para a artilharia ucraniana.

George
George
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Avançando para trás, você quer dizer. A já manjada tática do xadrez 5D.

Peter Pan
Peter Pan
Reply to  George
1 mês atrás

20% é para trás? Onde você estudou?

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Peter Pan
1 mês atrás

Menos de 20% já que você tem de descontar as zonas separatistas e a Crimeia do seu cálculo. No ritmo que está indo logo Melitopol será a próxima cidade a cair para os Ucranianos.

George
George
Reply to  Peter Pan
1 mês atrás

Vão retomar a Crimeia também. É só questão de tempo.

Entregaram Kherson de volta para a Ucrânia sem disparar um tiro. E ainda veio como brinde muita munição.

Last edited 1 mês atrás by George
Nei
Nei
Reply to  Peter Pan
1 mês atrás

Esse vive no mundo das fantasias, onde os Russos são URSOS poderosos que destruíram tudo a sua volta e agora morrem de fome por não ter o que comer.
Se viaja muito hein.

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

O ocidente é que gasta, mas depois o ditador Russo, avisa os Russos, que necessita gastar 1/3 do PIB, do ano que vem, na ”operaçâo especialíssima”.

Plinio Jr
Plinio Jr
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Vimos os grandes avanços russos em Kiev, Kharkov e Kherson ….

Groosp
Groosp
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Avançando pra trás.

Nilo
Nilo
1 mês atrás

Aos olhos do mundo, EUA tem gasto recursos astronomicos com a Ucrânia, enquanto a Africa a quem prometeu recursos, estes são risiveis, ccomparativamente. Mais EUA em primeiro, EUA acima de todos rsrsrs Na visita recursos que serão entregue parceladamente e em determinadas condições, muitas das quais impublicáveis, com necessidade de implatar in loco sistema de contrele com, certamente, mão do obbra americana (EUA Cada vez mais expondo seu pessoal a riscos). Uma bela imagem politica, fortalece um morinbundo, mais ucranianos a morrer pelos interesses americanos. Mais um equipamento milagreiro ” Patriot” como os Jovelins. Equipamento carissimo, vai derrubar o que, o… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Nilo
Wellington jr
Wellington jr
Reply to  Nilo
1 mês atrás

O problema da Africa não é dinheiro. É muito mais complexo e só se solucionará com um completo abandono de tradições tribais. Infelizmente a Africa sofre com guerras tribais.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Nilo
1 mês atrás

Mesmo diante de bombardeios terroristas contra a infraestrutura civil, na Ucrânia reverbera forte a célebre frase do discurso de Winston Churchill durante a luta contra Adolf Hitler – “we shall never surrender”

George
George
Reply to  Nilo
1 mês atrás

O dinheiro é deles. Eles gastam onde quiserem.

Lucena
1 mês atrás

A pergunta é … de onde tirar tanto dinheiro ? … imprimindo mais Dolar ! …. ou aumentando mais imposto !!…. logo agora que a imagem do Bide está em baixa com os contribuintes…ai fica difícil … Sr Bide !
.
Se imprimir mais dinheiro a inflação pega o contribuinte e se aumentar os impostos, o contribuinte chora …. sempre é assim … quem está lá na ponta; é onde a corda arrebenta na mão do mais fraco.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Lucena
1 mês atrás

Caro Lucena. A relação entre quantidade de moeda em circulação e inflação não é direta, até porque existe uma enorme quantidade de dolares falsos em circulação sem qualquer impacto na inflação dos EUA. O gargalo inflacionários é a capacidade ociosa do setor produtivo e o pleno emprego. Nos dois casos, quando a industria atinge o seu máximo ou desemprego cai para próximo de zero, há uma pressão inflacionária. Outro fator inflacionário são as crises de energia. O mundo já teve um surte inflacionário em torno das crises do petróleo por causa do cartel da OPEP e recentemente em função das… Read more »

Alfredo
Alfredo
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Prezado Camargo.
Creio que o Lucena está se referindo à inflação devido à expansão da base monetária.
Se vc expandir a quantidade de moeda sem a contrapartida na quantidade de bens e serviços, teremos mais dinheiro para comprar os mesmos produtos.
Aí os preços sobem e temos a inflação monetária.
Quando os preços aumentam por aumentos de insumos, como petróleo, temos a inflação de custos.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Estados unidos e europa imprimindo dinheiro sem lastro,grande parte da inflação é por causa disso !!!

Alfredo
Alfredo
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Sem dúvidas.
A cornucópia está trabalhando e a inflação subindo.
EUA EMe Europa sofrem com inflação sem precedentes depois da 2a G M.
E agora, vai começar uma grande crise econômica no Ocidente.
Dias interessantes se aproximam.

Daniel
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

quem sofre são os russos, aliás Alfredo no índice de desenvolvimento humano qual a posição da Rússia, saberia me dizer????????

Neural
Neural
Reply to  Daniel
1 mês atrás

Tem estudos que mostram que a Rússia foi muito pouco impactada por sanções. Só procurar na Net.

Economia Russa depende de hidrocarboneto e equipamentos industriais e militares que quem compra é país africano ou asiático que não tá nem aí. Ela só perdeu um pouco no gás, mas a alta do petróleo compensou. Acabou de vender 120 BMP-3 pra indonésia. Petróleo bruto índia e China Levam tudo num preço camarada mais nem tanto.

Last edited 1 mês atrás by Neural
George
George
Reply to  Neural
1 mês atrás

Deve ter sido um estudo feito pelo Guido Mantega.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Neural
1 mês atrás

Olá Neural. Fico com a impressão que a economia russa foi atingida sim pelas sanções, mas em um nível inferior ao imaginado pelos EUA. Houve uma óbvia redução nas exportações de gás e petróleo para a Europa, o que está causando problemas inflacionários lá. Por outro lado, a Russia pode estar usando a própria guerra como uma alavanca econômica, o que pode explicar o prolongamento da guerra. O aumento da ajuda dos EUA para a Ucrânia pode indicar que a guerra será longa.

Minsc
Minsc
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

kkkkkkk..esses dias interessantes vc esta prevendo há um ano

Marcelo
Marcelo
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Ainda estamos esperando a Ucrânia e a Europa congelar e você já está prevendo uma grande crise econômica no Ocidente. Essa sua bola de cristal deve estar bugada …

Peter Pan
Peter Pan
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Quem previu isso foi a própria Europa, mas você não sabe que a empresa de energia alemão foi salva com quase 1 trilião de euros

Marcelo
Marcelo
Reply to  Peter Pan
1 mês atrás

Ninguém disse que a transição das fontes de hidrocarbonetos da Rússia para outros fornecedores seria indolor para a Europa e, principalmente, para a Alemanha … mas já está em curso … e vem associada com a introdução de fontes energéticas alternativas e de tecnologias poupadoras de energia. No curto prazo haverá problemas, mas, no médio e no longo prazo, a Europa vai acabar com a dependência dos hidrocarbonetos russos. Só a China vai continuar comprando gás e petróleo russos, mas já começou a exigir descontos nos valores fornecidos.

Nei
Nei
Reply to  Peter Pan
1 mês atrás

Vai roubar os ricos e dar ao pobres vai.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Caro Alfredo. A maior fonte de inflação de 2022 é a crise de abastecimento de energia decorrente das sanções e contra-sanções em torno da Russia. Existem problemas também nas cadeias de produção que foram desorganizadas pela pandemia. Não há crise inflacionária por demanda. Pelo contrário.

Alfredo
Alfredo
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

É isso que estou dizendo.
A inflação na Europa e EUA tem dois fatores .
Expansão da base monetária (incentivos por causa da Covid) e aumento de custos.
Não há excesso de demanda.
Pelo contrário.
Espera-se uma fortíssima retração econômica e queda da demanda.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Caro Marcelo. Desde a década de 70, quando Nixon abandonou o padrão ouro para o dollar, o mundo deixou de ter lastro. Breton Woods tinha um sistema simples. O dollar era lastreado em ouro e as outras moedas eram lastreada em dollar. Hoje, as reservas cambiais são usadas apenas para garantir o crédito no comércio exterior. As moedas são apenas títulos de dívida em lastro.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Olá Alfredo. Esta é uma boa discussão. O monetarismo clássico defende uma resposta mecânica entre a quantidade de moeda em circulação e a inflação. Muita gente questiona esta ideia, defendendo que a inflação é gerada por relações materiais, como por exemplo capacidade ociosa da industria, disponibilidade de divisas para importação de bens de consumo, taxa de desemprego e crises de oferta (de alimentos ou energia em função de guerras ou problemas climáticos). É preciso distinguir a quantidade, o setor econômico beneficiado, a classe social beneficiada e inclusive o mecanismo escolhido para aumentar a quantidade de moeda disponível além de avaliar… Read more »

Henrique
Henrique
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

“ A relação entre quantidade de moeda em circulação e inflação não é direta,” “ O gargalo inflacionários é a capacidade ociosa do setor produtivo e o pleno emprego. ” “Uma injeção de US$ 100 bilhões ao longo de alguns anos na economia dos EUA não faz diferença. ” la vem o Terraplanismo Monetário Moderno a relação da impressão de moeda e inflação É DIRETA… a inflação é única e exclusivamente originaria da impressão de moeda… sempre foi assim, é assim hoje e sempre será assim imprimiu dinheiro a inflação é instantânea, a moeda perde valor na hora. Dinheiro é tratado no mercado como… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Olá Henrique. Ninguém consulta o Bacen para saber o tamanho da base montetária para calcular o preço de venda de um produto no varejo ou atacado. O preço é calculado em função do custo de produção, da aplicação de uma margem e da demanda. Se a demanda é alta, o vendedor eleva o preço. Se a demanda é baixa, o preço reduz. Se o preço é muito alto, a demanda diminui. Se o preço reduz, talvez seja possível gerar demanda. Por outro lado, se o setor produtivo tem capacidade ociosa, é possível aumentar a produção sem investimento atendendo o crescimento… Read more »

Henrique
Henrique
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

“O preço é calculado em função do custo de produção, da aplicação de uma margem e da demanda. Se a demanda é alta, o vendedor eleva o preço. Se a demanda é baixa, o preço reduz.” exatamente é assim que funciona o livre mercado. Não importa o que Estado faça é impossível regular a Oferta/Demanda e o dinheiro obedece a oferta e demanda. Tu oferta dinheiro a rodo no mercado ele vai perder o valor, isso é mais claro que luz do dia… “Por outro lado, se o setor produtivo tem capacidade ociosa, é possível aumentar a produção sem investimento… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Caro Henrique. O seu equívoco é supor que a moeda é uma mercadoria de livre mercado. Ninguém consome moeda. Ela é um meio de troca ou reserva de valor. O excedente de moeda nas mãos privadas é colocado no banco para virar rendimento, mesmo que seja na poupança para reserva de liquidez, ao contrários dos bens de consumo, bens de capital ou patrimônio. Outro equívoco é supor que havendo excesso de liquidez na sociedade, todo ele será canalizado para o consumo. Somente nas camadas pobres da sociedade, cujas necessidades básicas excedem a renda, o excesso de liquidez será usado para… Read more »

Junior
Junior
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Economia via UNICAMP. Teremos essa por aqui. Na Argentina, dessa vez, está dando certo!

Jefferson Ferreira
Jefferson Ferreira
Reply to  Lucena
1 mês atrás

Simples, do mundo todo… Meu, seu dinheiro, nosso dinheiro financia o governo dos EUA. Qualquer país que compra títulos da dívida americana, brasil inclusive, está financiando esses gastos. Enquanto o dólar for moeda internacional os EUA pode se dar esse luxo de ter o “cheat” do dinheiro infinito… Porque todos pagam essa conta menos eles até o momento… É um sistema bem engenhoso, veja a pobre ucrania recebendo esses bilhoes em ajuda que serão cobrados lá na frente, com juros, é claro, de um país que se quer tá colocando a mão no bolso até o momento. Então eles “emprestam”… Read more »

Henrique
Henrique
Reply to  Jefferson Ferreira
1 mês atrás

É o dolar milkshake agindo. EUA usa o cheat de dinheiro, cria inflação automática; o Fed sobe o juros; quebra tudo o pobretão da periferia que acreditam na TMM; Eua são salvos ao custo dos outros
.
Pra resolver isso tem que te outro país do mesmo porte dos “EUA” com uma moeda forte que concorresse com o Dólar (esquece a china e Rússia que eles não são países com moeda e governo confiável, ambos são autoritários e não toleram livre mercado)

Lucena
Reply to  Lucena
1 mês atrás

O Dinheiro que a OTAN/EUA mandam à rodo para essa guerra de procuração … tem lastro ? .. se for só na base da impressão…. esse tsunami de dinheiro sem lestro vai impactar e muito a economia mundial em especial o poder politico do Dolar perante a outras moedas .

Underground
Underground
Reply to  Lucena
1 mês atrás

Moedas não tem mais lastro tem muito tempo.

Lucio Costa
Lucio Costa
Reply to  Lucena
1 mês atrás

Grande parte desse dinheiro “vai” e volta lavado bonitinho…

Vide caso da corretora FTX que lavava “doação” para Ucrânia que financiava o partido democrata…

Daniel
Reply to  Lucena
1 mês atrás

Sua falta de conhecimento da realidade é assombrosa, não esqueça que ao falar dos Estados Unidos vc está falando do país mais rico do mundo

Lucio Costa
Lucio Costa
Reply to  Daniel
1 mês atrás

Realidade da Disney? Netflix?

O EUA nada mais é do que o maior esquema de pirâmide da História da humanidade…

Mas os “lanches grátis” estão acabando com a Nova Ordem Multipolar…

Nei
Nei
Reply to  Lucio Costa
1 mês atrás

Não importa, é o mais rico.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Lucena
1 mês atrás

A conta que os americanos estão fazendo é simples … sai mais barato para a OTAN e para os EUA conter a Rússia agora do que no futuro. É o pensamento de quem tolerou os avanços dos nazistas na Europa e depois teve que se envolver diretamente, vendo a morte de cidadãos americanos e tendo que gastar os tubos em um colossal esforço de guerra. E tem um bônus – o plano de reconstrução vai gerar crescimento econômico elevado na Ucrânia por vários anos … vide Plano Marshall

Lucena
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Gerando uma divida para os ucranianos,sem falar de vidas perdida da parte dos ucranianos…. os americanos realmente sao muito bonzinhos…e olha que nem se fala em batalhao de azof, para quem lembra de nazismo

Nickless
Nickless
Reply to  Lucena
1 mês atrás

O que é melhor: vc ficar devendo pro banco, ou virar escravo de um dita.dor que quer exterminar seu povo? não se fala no azov pq se descobriu que a russia tem um grupo até maior de nazis chamado wagner group.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Lucena
1 mês atrás

Guerra é guerra. Toda guerra tem destruição e mortes. Mas foi a Rússia que escolheu invadir a Ucrânia. E a Ucrânia escolheu seguir a frase de Winston Churchill – we shall never surrender … e os ucranianos vão se valer de todos os meios disponíveis para fazer valer essa máxima.

Nei
Nei
Reply to  Lucena
1 mês atrás

O ucranianos estão com vidas perdidas, pois a Rússia invadiu o território. Faz favor né.

Wellington jr
Wellington jr
1 mês atrás

Atentem para o trecho que fala que os EUA ligaram o modo “guerra” das indústrias de defesa.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Wellington jr
1 mês atrás

Ainda não chegou nesse modo, felizmente. Mas está caminhando para ser o ‘modo guerra fria’

Neural
Neural
1 mês atrás

Quando só é necessário imprimir dinheiro e fácil. Com 100 dólares se imprime 1 milhão de dólares dados do tesouro americano. Mas a casa vai cair Brics quer moeda única.

George
George
Reply to  Neural
1 mês atrás

Viajou em amigo. Imagina a China e a Índia com a mesma moeda. Só na cabeça de um maluco que não entende nada de geopolítica.

Monarquista
Monarquista
1 mês atrás

Quanto choro nesses comentários kkkkkkkkkk

Gustavo
Gustavo
1 mês atrás

Dívida pública do estados unidos já superou seu PIB, dizem alguns analistas dizem que vai chegar 50 trilhões, e a liderança parece não se importa com reforma econômica, está jogando dinheiro fora com uma guerra na Ucrânia, levando uma crise global. Rússia pode perder eu não descarto essa, mais uma coisa, tenho certeza estados unidos já perdeu qualidade de vida

George
George
Reply to  Gustavo
1 mês atrás

E a qualidade de vida do russo só melhora. Vai acreditando nisso.

Marcelo
Marcelo
1 mês atrás

Uma breve análise da genialidade geopolítica do Putin: 1) invadiu a Ucrânia sem qualquer provocação; 2) superestimou as capacidades militares da Rússia; 3) substimou a capacidade de resiliência militar e civil da Ucrânia; 4) imaginou que a OTAN e os EUA não iriam ajudar a Ucrânia; 5) uniu os países da OTAN; 6) empurrou países neutros para dentro da OTAN; 7) empurrou a OTAN para dentro da Ucrânia; 8) destravou os orçamentos militares de vários países; 9) tirou da gaveta da OTAN e dos EUA projetos militares que estavam parados; 10) afastou o apoio econômico e militar da China; 11)… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Marcelo
Peter Pan
Peter Pan
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Conversa de OTANinho de férias na internet

Underground
Underground
Reply to  Peter Pan
1 mês atrás

Peter Pan, a criança que não cresceu.

Lucio Costa
Lucio Costa
Reply to  Peter Pan
1 mês atrás

Esse pessoal está preso irreversivelmente na bolha da Disney/OTAN…

Em coma moral e intelectual…

Nei
Nei
Reply to  Lucio Costa
1 mês atrás

E você no regime putinete.

Nei
Nei
Reply to  Peter Pan
1 mês atrás

Faz o seguinte. Em vez de ficar aqui no mundo democrático, digitando em um computador ou celular, porque não vai ajudar seu bagual lá na rússia, um regime diferente e o melhor de todos para você e alguns aqui?

Magaren
Magaren
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Na verdade não é boiar em um rio e sim cair da escada.

Um pessoal contra a guerra está caindo de escadas misteriosamente na russia.

Lucio Costa
Lucio Costa
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Fontes: mídia mainstrean pró-EUA/OTAN.

Em suma: análise nível Disney… Só repetição Ips litteris de mídia ocidental… Dos piores fontes que se possa imaginar…

Pela amor de deos…

Marcelo
Marcelo
Reply to  Lucio Costa
1 mês atrás

Na falta de argumentos minimamente sólido … opinião pessoal e bobagens noticiadas pelo Pravda … enquanto isso a Rússia continua atolada há 301 dias de Operação Especial Militar na Ucrânia, sofrendo baixas terríveis e sem data para encerrar o conflito. As fontes que eu utilizo são acessíveis a qualquer um … acredite quem quiser.

Nei
Nei
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Perfeito. Ou seja, deu um tiro no próprio pé.

Victor Filipe
Victor Filipe
1 mês atrás

Sinceramente essa galera tá viajando aqui nos comentários. 100 bilhões de dólares (valor total jogado na Ucrânia até agora segundo a matéria) E grana pra caramba. Mas não estamos falando da França mandando 100 Bi. É os EUA, 100 bilhões de dólares para o orçamento anual americano nem arranha a figura do PIB deles. Não é fácil pra ninguém arrumar 100 bilhões mas não vai ser esse cenário catastrófico de inflação infinita e destruição econômica para os EUA ou o mundo que o pessoal aqui tá querendo pintar. 100 bilhões é “trocado de mercado” para economias na escala dos EUA… Read more »

Sergio Machado
Sergio Machado
1 mês atrás

Se alguém tinha alguma dúvida que esse é um conflito entre Russia X OTAN ( de alcunha Tio Sam ) e, se ainda a tiver, deve com urgência procurar um psicólogo.

Lucio Costa
Lucio Costa
Reply to  Sergio Machado
1 mês atrás

Sempre foi OTAN x Rússia. Um exemplo gráfico do ano passado, vide:

Setembro 22, 2021
Exercícios Militares em Grande Escala “Esforços Conjuntos-2021” Começaram na Ucrânia: O Que há de Especial Neles

https://t.me/frenteoriental/4796

https://t.me/frenteoriental/4797

Eromaster
Eromaster
Reply to  Sergio Machado
1 mês atrás

Disse tudo, Sergio Machado!!!
A Rússia está lutando contra 30 países da OTAN. Se não fosse isso, a guerra teria terminado em 3 meses.
O titio do norte acredita que pode fazer com a Rússia o que eles fizeram contra a União Soviética no Afeganistão, quando encheram o Talibã com dinheiro e armamentos sofisticados para desgastar o Exército da União Soviética nos anos 80. Só que agora o tempo é outro.
Prolongar a guerra é sufocar a economia da União Europeia, além de acelerar a desindustrialização do continente europeu.

Monarquista
Monarquista
Reply to  Eromaster
1 mês atrás

Estou curioso. Talvez vc possa me tirar uma dúvida: Como essa guerra vai sufocar a economia e desindustrializar 27 países com um pib de 14,5 bilhões de euros, com crescimento de 3,3% esse ano, sendo que esses países nem estão diretamente envolvidos na guerra? Mais uma dúvida: se vai sufocar e desindustrializar esses países acima, um país com 1,6 trilhão de euros de pib (e com queda de 4% esse ano, o que configura recessão), diretamente envolvido na guerra, perdendo mercados, tomando sanções, com fuga e / ou morte de jovens aos milhares, vai ter sua economia sufocada e vai… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Monarquista
Eromaster
Eromaster
Reply to  Monarquista
1 mês atrás

Bom dia, nosso amigo Monarquista! Gostei do seu questionamento com respeito. 1- para a Europa possa se sustentar e manter o crescimento econômico e industrial precisa de muita energia em abundância e barata para ser competitivo no mercado mundial. A Europa tinha tudo isso na mão antes de patrocinar Euromaidan / Primavera ucraniana em 2013/2014. Todos os países da OTAN/EUA estão diretamente e indiretamente envolvidos na guerra da Ucrânia. A Rússia não está combatendo somente a Ucrânia, mas sim, os 30 países da OTAN + EUA. Se fosse somente a Ucrânia, a guerra teria durado somente 3 meses. È tanto… Read more »

Nei
Nei
Reply to  Eromaster
1 mês atrás

O único sufoco que vejo, é a Rússia apanhando todos os dias e claro a Ucrânia também.
Mas a conta chega para todos e até agora a Rússia está gastando tudo sozinha e logo não poderá mais arcar com essas despesas.

https://exame.com/mundo/fim-da-guerra-na-ucrania-putin-diz-que-russia-quer-o-fim-do-conflito/

Ai, mostra que o problema já chegou no Kremlin.

Obs: Putin disse isto.

mago
mago
1 mês atrás

Na Ucrânia se decide a sobrevivência do dólar, dos eua como superpotência, da europa com resquícios colonialistas e um mundo unipolar. Os eua já enfiaram mais de cem bilhões nessa guerra, não adiantou nada, a Ucrânia acabou como estado viável e a europa está rapidamente se arruinando politica, militar e economicamente. E a Rússia já venceu. É só questão de tempo e o mundo será multipolar.

Bosdesniavranka
Bosdesniavranka
1 mês atrás

Essa é a Guerra que as Mães Americanas pediram aos Deuses, economia pujante, dezenas de milhares de empregos criados e sequer uma gota de sangue americano derramado…