Os Estados Unidos convenceram secretamente o Marrocos a entregar tanques T-72B modernizados e peças de reposição para Kiev.

O Marrocos fornecerá à Ucrânia peças sobressalentes para tanques T-72 e, assim, se tornará o primeiro Estado africano a fornecer assistência militar à Ucrânia

Além das peças sobressalentes, os tanques T-72B modernizados pela empresa tcheca Excalibur Army e destinados ao Marrocos serão desviados para a Ucrânia.

Richard Kubena, diretor comercial da empresa, disse à mídia que a empresa Excalibur Army está atualmente “focado em um grande pedido para a modernização de até 120 T-72 MBT, que vêm de um país africano”.

A compra de tanques “africanos” para embarque para a Ucrânia é paga pelos Estados Unidos e Holanda sob um acordo totalizando pouco mais de 90 milhões de euros.

Kubena observa que os primeiros cinco MBT serão recebidos na próxima semana e, até o final do ano, está previsto preparar 18 unidades para embarque. No total, 90 T-72 MBT “africanos” devem ser entregues à Ucrânia, além de outros 30 MBT opcionais, que serão adquiridos no próximo ano.

O Ministério da Defesa checo, disse sobre a transferência de armas que “o cliente final atendeu ao pedido dos países acima mencionados e considera o acordo alcançado sobre a transferência de tanques (em troca de outro equipamento) como assistência ao governo da Ucrânia .”

O Marrocos, que desconfia do apoio contínuo da Rússia à rival regional Argélia, optou por enviar armas a Kiev para contrariar Moscou.

Rabat já havia mantido uma postura neutra ao se abster durante a votação da Assembleia Geral da ONU em março de 2022 para deplorar a agressão russa na Ucrânia. Marrocos estava entre os 25 dos 54 estados africanos que se abstiveram ou não votaram nessa resolução da ONU.

Na altura, Marrocos defendeu o “respeito pela integridade territorial, soberania e unidade nacional de todos os Estados membros das Nações Unidas”, num encontro com a OTAN e aliados dos Estados Unidos, na Alemanha para discutir o reforço da ajuda militar ao governo de Zelensky.

Pouco depois de o Marrocos participar da cúpula, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, visitou a Argélia, onde declarou que tanto a Rússia quanto a Argélia “vêem de olho em todas as questões-chave da política internacional”.

As tensões entre a Argélia e o Marrocos têm crescido ultimamente, resultando no primeiro rompimento de relações diplomáticas com o segundo em agosto de 2021.

Os dois países do norte da África discordam sobre o status político do Saara Ocidental, reivindicado pelo Marrocos. Um movimento de independência na Argélia, conhecido como Frente Popular para a Libertação de Saguia el Hamra e Rio de Oro (Frente Polisario), compreendendo a tribo indígena saharaui, reivindica a posse da terra.

O Saara Ocidental está sob ocupação do Marrocos depois que o Reino de Marrocos o anexou em duas etapas em 1976 e 1979. No entanto, não é considerado parte legal do Marrocos de acordo com o Direito Internacional.

A Argélia historicamente manteve estreitos laços de defesa com Moscou, que remontam à era soviética, e esses laços só se fortaleceram nos últimos anos.

O acordo do tanque T-72 foi negociado pelos Estados Unidos e União Europeia, o Ministério da Defesa Tcheco decidiu fornecer os tanques T-72 atualizados para o Marrocos para a Ucrânia.

Há cerca de 20 anos, o Marrocos comprou da Bielo-Rússia um lote de 136 tanques T-72B, incluindo 12 comandantes T-72BKS e peças de reposição para eles.

No final desta década, o Marrocos tinha 40 tanques T-72B operacionais e 62 em armazenamento. Mas no novo acordo, o Marrocos poderia encomendar outros equipamentos militares produzidos pela empresa tcheca Excalibur.

Desde 2015, a Ucrânia pede ao Marrocos que compre esses tanques para aumentar sua infinidade de tanques de fabricação soviética.

A guerra com a Rússia esgotou o estoque de tanques de batalha principais da Ucrânia e, em uma entrevista em novembro, o assessor do chefe do gabinete do presidente da Ucrânia, Mykhailo Podoliak, falou sobre as necessidades do exército ucraniano em assistência militar de países parceiros para ajudá-lo restaurar a integridade territorial do país por meios militares.

“Ainda precisamos de 150 a 200 tanques, cerca de 300 veículos blindados, 100 sistemas de artilharia, 50-70 sistemas de lançadores de foguetes múltiplos, incluindo o formidável HIMARS americano, do qual a Ucrânia já possui várias peças, além de 10 a 15 unidades de defesa antiaérea. sistemas para fechar o céu”, disse o Sr. Podoliak.

A Excalibur desenvolveu uma versão modernizada do tanque T-72 de fabricação soviética, equipado com câmeras termográficas, sistemas de visão noturna e nova blindagem.

A nova atualização do T-72 tcheca é equipada com um kit ERA (Explosive Reactive Armor) montado na frente e nas laterais do casco, bem como na frente e no teto da torre.

FONTE: Military Africa

Subscribe
Notify of
guest

85 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Sblogniev
Sblogniev
1 mês atrás

Segue o jogo… que vergonha os Russos estão passando nessa aventura.

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Sblogniev
1 mês atrás

Quando tempo vai levar para a Venezuela começar a fornecer seus equipamentos?

PSTx27
PSTx27
Reply to  Palpiteiro
1 mês atrás

Não demora e o podre, ou melhor o maduro, vai fornecer velhos e velhas bangelas e famintos para um batalhão

Brito
Brito
Reply to  Sblogniev
1 mês atrás

Os russos? Não é os EUAs que estão comprando tanques africanos para enviar? Sei estoque acabou?

Alfredo
Alfredo
1 mês atrás

Falei no post anterior.
O material de origem soviética está acabando.
Estão raspando o fundo do tacho.
Ademais, pela velocidade com que o material ucraniano é destruído, essa remessa não dura mês.

George
George
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Sem problemas. O maior fornecedor de material militar para a Ucrânia é a própria Rússia. Viu a quantidade de munição que eles deixaram para trás em Kherson ?

Alfredo
Alfredo
Reply to  George
1 mês atrás

Tem jeito, não.
Se quiser manter essa guerra, enquanto tiver soldado ucraniano, vai ter que mandar material ocidental.
E vai ter de melhorar, porque M-777, HIMARS, Caesar, Javelim e etc. não estão dando conta do recado.
Agora, estão mandando M-1117 para Ucrânia, que é, basicamente, uma lata de sardinha sobre rodas.
Estão brincando com a vida dos ucranianos.
Mas, tudo bem.
Os EUA vão lutar até o último ucraniano.
E pela quantidade de baixas, não vai demorar muito, não.

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Alfredo

Escute o Velho Alfredo…

Para de se enganar….

A Russia, pra uma dita potência militar, está passando uma vergonha épica.

Vc gosta de falar dos EUA aqui e ali, mas, militarmente, os EUA sempre deram exemplo de como fazer a guerra, com pontuais exceções, sanadas pelo conjunto do sistema militar.
Notoriamente, suas perdas sempre estão num nível acima da responsabilidade dos militares. QQ média leitura pode concluir isso em uma análise bem sucinta.

Quanto aos ucranianos, não acredito q sejam adeptos dos conselhos da Marta Suplicy, preferindo defender sua nação, independente de favorecer quem os apoia ou não.

Alfredo
Alfredo
Reply to  Velho Alfredo
1 mês atrás

Vergonha maior que sair correndo debaixo de bala em pleno centro de Cabul, não há.
Vai por mim, xará!

Hcosta
Hcosta
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Bom exemplo. Isso é algo que nunca aconteceu aos Russos…

E mesmo assim não me parece que os EUA foram corridos ao tiro…

Lucio Costa
Lucio Costa
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Na sua última guerra os EUA e vassalos europeus da OTAN foram saídos feitos ratos da Ásia Central…

Pai do Alfredo
Pai do Alfredo
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Filho, a Rússia tinha a obrigação moral de ter dominado a Ucrânia já nos primeiros meses. Vai fechar um ano de guerra agora e a Rússia tem menos território conquistado que nas primeiras semanas. Isso que a Ucrânia praticamente não tem marinha e a força aérea tá no fio do bigode.

Da ucrânia ninguém esperava muita coisa, estão segurando na mão de Deus e resistindo, mas da Rússia se esperava um atropelo brutal. Pra quem era a segunda força militar do mundo, tá sendo um baita fiasco.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Pai do Alfredo
1 mês atrás

Isso torna aqueles joguinhos lá Call of Duty Modern Warfare uma grande piada porque mostra inclusive que a Rússia chegou à invadir a Europa Ocidental e os EUA hehehehehe

Pai do Alfredo
Pai do Alfredo
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

Pra você ver o tamanho da expectativa que muita gente tinha sobre os russos. A Rússia é tipo o Bob Sapp, um lutador gigante de MMA que tem quase 2 metros de altura e 160 kg. Visualmente intimida qualquer um e você logo pensa que ele vai matar os adversários. Na prática ele toma cada escovada dos caras menores que chega a dar pena.

Gustavo
Gustavo
Reply to  Pai do Alfredo
1 mês atrás

Você está achando que o Ucrânia e o falido Iraque que os estados Unidos conquistou em meses, Ucrânia tem um dos maiores parkes industrial Defesa da Europa, um dos maiores exército antes da guerra, durante esse conflito com todos os equipamentos que estão recebendo Ucrânia está se tornando o exército mais forte da europa,o que está acontecendo não e um guerra rápida e uma guerra de anos.

Lucio Costa
Lucio Costa
Reply to  Pai do Alfredo
1 mês atrás

É, segundo os brilhantes analistas ocidentais pró-EUA/OTAN?

O tempo é da Rússia; ela que dita a dinâmica, ritmo e tempo da operação.

Enquanto isso destruição quase tudo que os ucranianos tinha em fevereiro deste ano, grande parte dos arsenais da OTAN, a elite das Forças Armadas Ucranianas e milhares de mercenários ocidentais…

Nei
Nei
Reply to  Lucio Costa
1 mês atrás

Só na sua cabeça isso kkk.

Alfredo
Alfredo
Reply to  Pai do Alfredo
1 mês atrás

Valeu Cláudio Coutinho.
Quando a Ucrânia estiver toda destruída e for assinar a rendição, vc dá para ela o título de campeã moral.
Até lá, assista o bombardeio infernal e a destruição dela.

Pai do Alfredo
Pai do Alfredo
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Filho, a Ucrânia está no modo sobrevivência. Nunca ninguém esperou muito deles e se eles forem completamente destruídos não será surpresa alguma.

A surpresa é a Rússia não ter conseguido destruí-los até agora. Uma potência militar, lutando em seu quintal, contra um país que estava internamente dividido… Que fiasco

Alfredo
Alfredo
Reply to  Pai do Alfredo
1 mês atrás

Quem está em modo sobrevivência são esses americanos levando tiro dos russos em Backmuth e achando que ali é um inferno.
Nas palavras deles.

youtube.com/watch?v=CWni40WCkCI

pampapoker
pampapoker
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Tu sempre esquece da União soviética (RUSSIA) no Afeganistão, mas estou aqui para de lembrar

Lucio Costa
Lucio Costa
Reply to  pampapoker
1 mês atrás

Então lembre para nós como foi a retirada soviética do Afeganistão e compare com a dos EUA/OTAN…

Hcosta
Hcosta
Reply to  Lucio Costa
1 mês atrás

Eu lembro: 520 mortes para os Russos

https://en.wikipedia.org/wiki/Soviet_withdrawal_from_Afghanistan

Faça a comparação. A retirada não foi uma confusão para as tropas mas sim para os Afegãos aliados da OTAN e os restantes que aproveitaram a oportunidade.

E as vítimas mortais resultaram de um atentado e não de combate.

Alfredo
Alfredo
Reply to  pampapoker
1 mês atrás

Isso foi há quarenta anos.
Ninguém lembra mais.
A gente lembra do que aconteceu ano passado.
Por exemplo.
Quem foi campeão da Libertadores há quarenta anos?
Sei lá!
Ninguém liga.
Quem foi campeão ano passado?
Palmeiras.
Foi fácil

Nei
Nei
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Deve ser Palmeirense! Piorou kkk

Lucio Costa
Lucio Costa
Reply to  Velho Alfredo
1 mês atrás

Exemplo pra quem? Só se for para Holiúdi e de Crimes de Guerra e Contra a Humanidade!

Na última foram saíram feito ratos…

Tu só repete o que vê na mídia mainstrean pró-EUA/OTAN…

Enquanto isso o fantoche de Kiev foi mendigar mais auxílio em Washington… Tirar fotinho para a mídia…

No mundo real os ucranianos e mercenários neonazistas estão sendo moídos diariamente na frentes quentes do Donbass…

No tempo russo. De quem é a pressa? Porque agora esse papo de “negociação de paz” surge no ocidente? Porque será?…

Arthur
Arthur
Reply to  Velho Alfredo
1 mês atrás

Espero que sobre algum ucraniano vivo após a “vergonha épica” russa. É o que dá ficar lendo as notícias do The Guardian, enquanto os ucranianos têm de usar pick-up ao invés de transporte blindado. Aí vão dizer que eslavo gosta de sentir o vento no rosto… Americano ultimamente tem nos dado aulas à respeito de retiradas estrategicas: Vietnão, Somália e Afeganistão. Outra: não votei no nove dedos, mas não sou patriotário.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Arthur
1 mês atrás

Mas qual é a sua lógica? Quantas fotos quer de veículos civis com o Z? Alguns com muitas dezenas de anos…

E a pick up, e outros veículos TT, é usado pelos melhores exércitos…

Arthur
Arthur
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Usar pick-up em ambiente de intensa artilharia revela muita inteligência…

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Velho Alfredo
1 mês atrás

Vc gosta de falar dos EUA aqui e ali, mas, militarmente, os EUA sempre deram exemplo de como fazer a guerra, com pontuais exceções, sanadas pelo conjunto do sistema militar”.

A grande potência militar da América do norte, NUNCA lutou suas ultimas guerras sozinha amigo, sempre precisou de seus asseclas para fazerem as empreitadas, contando sempre com a ajuda da prostituta britânica que sempre está solícita a aventuras.
Que exemplo de covardia !

Lucio Costa
Lucio Costa
Reply to  George
1 mês atrás

Um galpão? 1 min. de artilharia russa e olhe lá…

George
George
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

O Putin vai lutar até o último russo. Será que os russos querem isso?

E outra. Se o Putin não consegue dar conta da segunda linha de equipamentos da OTAN, imagina o material de primeira linha. Já era pra ele. Não tem como vencer essa guerra.

Plinio Jr
Plinio Jr
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Já fazem 10 meses que vc vem com este discurso, bom lembrar que do lado russo isto tbm acontece , tanto que tiveram que recorrer a Coreia do Norte quanto a munições….e tiveram que recorrer aos T-62s para substituir as pesadas perdas em Mbts….o desgaste acontece dos dois lados ….

Lucio Costa
Lucio Costa
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Exato.

E já faz meses que enviam material inferior ao que os ucranianos tinham em fevereiro deste ano… Quase tudo já destruído…

Machado
Machado
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Também acho que não Duran 01 mês no campo de batalha. A artilharia Russa vai destruir todos como fez antes. Coitados dos tripulantes kkkkkkkkkk

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
1 mês atrás

Qual será o prêmio que o Tio Sam vai dar ao Marrocos ?

Jefferson Ferreira
Jefferson Ferreira
Reply to  Diego Tarses Cardoso
1 mês atrás

Pensei exatamente a mesma coisa… Porque “de graça” isso não vai sair…

IvanF
IvanF
Reply to  Diego Tarses Cardoso
1 mês atrás

Garantir ao menos o quarto lugar na copa do mundo… kkkkkk

Alfredo
Alfredo
Reply to  IvanF
1 mês atrás

Dizem que vão querer mais.
O terceiro.

Kkkkkkkkk

JuggerBR
JuggerBR
Reply to  Diego Tarses Cardoso
1 mês atrás

F-16 ou F-35…

Eduardo Angelo Pasin
Reply to  JuggerBR
1 mês atrás

F35 difícil, os marroquinos operação um sistema de defesa aéria chinês.

Last edited 1 mês atrás by Eduardo Angelo Pasin
Hellen
Hellen
Reply to  Eduardo Angelo Pasin
1 mês atrás

O marrocos opera sistema de defesa anti aéreo chines HQ-9 (copia do S-300 modernizado ) sistema melhorado desenvolvido pelos chineses !!!

Marcelo
Marcelo
Reply to  Hellen
1 mês atrás

Turquia,Servia e Marrocos compraram o sistema anti aéreo HQ-9 chines !!!
Aos poucos o material militar chines vai se alastrando pelo mundo !!!

bit_lascado
bit_lascado
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

O maior vencedor da guerra da Ucrânia é a indústria bélica chinesa, os países não alinhados aos EUA vão trocar de fornecedor.

Alfredo
Alfredo
Reply to  JuggerBR
1 mês atrás

Vc quer dar prêmio ou presente de grego?

Maurício Oliveira
Reply to  Diego Tarses Cardoso
1 mês atrás

O patrão manda e o subordinado obedece.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Diego Tarses Cardoso
1 mês atrás

Algo me diz que o Tio Sam vai permitir que o Marrocos compre Patriot, Abrams e F-16V em breve…

Jadson S. Cabral
Jadson S. Cabral
Reply to  Diego Tarses Cardoso
1 mês atrás

As primeiras versões do Abrams que deve ter ao milhares armazenados no deserto com alguma modernização, que deve sair de graça ou quase isso para o Marrocos. Um bom negócio até

Hcosta
Hcosta
Reply to  Jadson S. Cabral
1 mês atrás

Para acrescentar aos M1 que já possui/encomendou ou para substituir a grande misturada de blindados Chineses, Russos, etc…

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_equipment_of_the_Royal_Moroccan_Army

Marrocos não é um país qualquer em termos de armamento. Muito maior do que a grande maioria dos países Europeus.

IvanF
IvanF
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Tão ruim de equipamento não, heim! Falei brincando, mas acho que o quarto lugar na copa seria mais tentador que comprar coisas kkkkk

Lucio Costa
Lucio Costa
Reply to  Jadson S. Cabral
1 mês atrás

Um bom negócio para ter equipamento para desfile…

Como tudo via FMS para África, Ásia e América Latina…

Nei
Nei
Reply to  Lucio Costa
1 mês atrás

E você com ciúmes.

Lucio Costa
Lucio Costa
Reply to  Diego Tarses Cardoso
1 mês atrás

O Marrocos não virar uma República…

Hellen
Hellen
Reply to  Diego Tarses Cardoso
1 mês atrás

Futuramente esse ajuda vai sair caro para o marrocos pode apostar,todos sabem muito bem que nao da para confiar nos americanos !!!
O marrocos tem armas russas pq sabe muito bem que nao da para confiar so no bloco ocidental em fornecimento de material de guerra !!!

Nei
Nei
Reply to  Hellen
1 mês atrás

Isso é problema deles não acha?
Se você não confia em americanos, alguém pode confiar.

Alberto
Alberto
1 mês atrás

Esquecendo a emoção, analisando sem “torcida”, o objetivo hoje da Rússia é destruir o exército ucraniano, para depois realizar contra – ataques, igual fizeram com os alemães na II guerra mundial, e este objetivo estão conseguindo, no ritmo de perdas atuais o exército ucraniano não aguenta mais um ano de guerra, o exército russo sim, planejamento estratégico, sem emoção ou empolgação…

Hcosta
Hcosta
Reply to  Alberto
1 mês atrás

Planeamento estratégico precisa de objetivos. Já sabe qual é o objetivo da Rússia? Se for esse de destruir o exército Ucraniano, cada dia que passa está mais longe de o conseguir. Está muito mais forte do que no início da guerra. E duvido muito que alguém sóbrio possa afirmar que a guerra está a correr de acordo com o planeado pela Rússia. Já incorporaram, pelo menos na forma de agir Russo do tudo para a frente e fé em Deus, os tais 300 mil, mais do que suficientes para conquistar Kiev segundo alguns, mas afinal não passam de Bakhmut. E… Read more »

Alfredo
Alfredo
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

O objetivo é ‘desabilitar’ a Ucrânia.
Como dito, a Ucrânia será o Paraguai da Europa.
Sem Exército, sem economia, sem população.
E nem terá terras para plantar alguma coisa, como os paraguaios estão fazendo, pois as melhores estão em mãos russas.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

E qual é a razão para isso?
Por ousarem serem um país independente?

Não me diga que acredita na teoria de alguns que a Ucrânia, ou até mesmo a Ucrânia na OTAN, iria invadir a Rússia?

É que isso não seria muito coerente com a alucinação de que a Rússia seria capaz de conquistar a Europa toda se quisesse, como muitas vezes defendeu. Um “pequeno” país consegue assustar a “gloriosa” Rússia?

De que tem medo se é várias vezes mais forte do que a Europa toda unida…?

Lucio Costa
Lucio Costa
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

A razão é “apenas” serem um regime fantoche dos EUA, de base neonazista, que fazia limpeza étnica no Donbass, tinha laboratórios de armas biológicas na fronteira russa e reativaria seu programa nuclear militar.

Regime russofóbico e de base neonazista, financiado, armado e treinado pela OTAN desde 2014; prestes a fazer uma “blitzkrieg” no Donbass…

É, acho que são motivos “razoáveis”…

Nei
Nei
Reply to  Lucio Costa
1 mês atrás

E o que a Ucrânia era antes?
Era um regime fantoche da Rússia, como é a Bielorrússia.
Cada um tem o direito de escolher o que quiser, desde que não ultrapasse fronteiras de outro país.

Nei
Nei
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Sim, na sua cabeça é isso, mas oficialmente ninguém diz isso.
Achismo por achismo, eu acho que a Rússia vai chegar em KIEV em 5 dias kkkk

Lucio Costa
Lucio Costa
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Tu só repete a mídia pró-EUA/OTAN, nada mais que isso.

Enquanto isso os EUA cumprem seu objetivo secundário que é destruir a indústria europeia e subjugar a Europa como o capachos, “almoço grátis”, da vez…

Realmente os europeus estão de parabéns. Merecem com méritos…

Hcosta
Hcosta
Reply to  Lucio Costa
1 mês atrás

Mas não tem capacidade de argumentar?
Ou é daqueles que acha que a guerra está acorrer com planeado para a Rússia?

Vá aprender alguma coisa de História e depois falamos…

A6MZero
A6MZero
Reply to  Alberto
1 mês atrás

Amigo a economia Russa não tem fôlego para mais 6 meses de conflito, o petróleo que ainda vende para Índia está sendo comercializado praticamente pelo preço de produção do barril lucros de apenas 1% ou menos. O rublo derreteu nas ultimas semanas, o orçamento enviado a Duma está sendo criticado pelos membros do próprio parlamento pq não será o suficiente nem para manter os salários do funcionalismo durante o ano de 2023, investimentos básicos então estão complemente descartados (saúde, educação, infraestrutura, etc). A população masculina ou foge do país ou recorre a um mercado negro cada vez maior de falsos… Read more »

Nickless
Nickless
Reply to  Alberto
1 mês atrás

ela conversa dos sem “torcida” a Ucrânia esta com ser exercito destruído desde maio.

Nei
Nei
Reply to  Alberto
1 mês atrás

kkkk. Mas é um iludido.

Groosp
Groosp
1 mês atrás

A gente podia mandar os nossos Guepard pra lá.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Groosp
1 mês atrás

E ficaríamos apenas com IGLA’s como defesa AAA.
Não temos quase nada, e vamos doar o pouquíssimo que temos?

Mictanos
1 mês atrás

Muito divertido saber com os putinetes que entendem tudo da tática russa infalível. Já mudaram de tática 134,2 vezes, sempre se adequando ao tamanho da humilhação que estão passando… Que resiliência!

Pelo que entendi a guerra não dura mais 1 ano pros ucranianos e a terra mãe Russia adotou agora a estratégia Rocky Balboa, apanha, apanha, apanha e ganha no final.

Melhor ensaiar sincronizado com os ucranianos o final hein, pra não dar nada errado!

Luis
Luis
1 mês atrás

Se a Ucrânia tivesse ficado na dela não teria acontecido absolutamente nada, infelizmente a Ucrânia agora vai deixar de existir, de uma maneira ou de outra.

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Luis
1 mês atrás

E junto com ela, a Rússia que irá se esfarelar em em dezenas de pequenos estados.

Rumo ao novo mundo multipolar, mais justo e igualitário! A Sibéria será a primeira região do mundo a gozar dessa nova ordem mundial, enfim livre do jugo russo.

Monarquista
Monarquista
Reply to  Luis
1 mês atrás

E tu acredita nisso?

O filho da Putin pode até tomar alguns territórios ucranianos no final, mas aposto a alma que um novo plano Marshall vai surgir, e que esses territórios, na primeira oportunidade, tentarão correr da Rússia para se unir novamente à Ucrânia.

Foi exatamente isso que aconteceu no Euromaidan, os ucranianos querendo fugir da miséria russa para se unir ao Ocidente, e exatamente isso ocorrerá de novo.

Wagner Figueiredo
Wagner Figueiredo
1 mês atrás

Ótimo.. agora a Rússia apoia a frente polisaria contra os marroquinos..rsrsrs..Sahara libre

Hcosta
Hcosta
Reply to  Wagner Figueiredo
1 mês atrás

Mas apoia a Argélia, o grande inimigo de Marrocos…

Nilton L Junior
Nilton L Junior
1 mês atrás

Agora vai.

Oséias
Oséias
1 mês atrás

Vejamos, a Rússia está enfrentando a Otan inteira, com todo seu aparato de espionagem e informação, seus armamentos e possivelmente seus soldados disfarçados de ucranianos e ainda está se dando bem, mas o mais importante e talvez não observando o efetivo da Ucrânia no campo e pelo menos 5 vezes maior que o russo , vamos ver como isso fica quando o efetivo for iquiparado.

Lucio Costa
Lucio Costa
1 mês atrás

Marrocos cumprindo seu papel de capacho dos EUA no norte da África…

Se não seguir na “linha” vai virar uma República rapidinho…

Groosp
Groosp
1 mês atrás

Deveríamos enviar nossos Gepards.

Marcelo
Marcelo
1 mês atrás

Até os apoiadores de longa data dos russos já estão se revoĺtando com a situação das forças russas na Ucrânia. Eis mais um trecho da postagem de Murz, apoiador separatista pró-Rússia no leste da Ucrânia, no blog LiveJournal. O apoiador da Rússia diz que a Ucrânia deveria condecorar os comandantes militares seniores da Rússia quando alega que “É impossível fornecer às Forças Armadas da Ucrânia um serviço melhor do que matar os remanescentes de nossa infantaria e tanques … tendo dirigido a maior parte daqueles mobilizados para “regimentos de rifles” sem armas pesadas e artilharia, o mesmo estado que os… Read more »

Arthur
Arthur
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Que bom que a fonte é o 19fortyfive. Achei que fosse do The Guardian…

Antonio Luis
Antonio Luis
1 mês atrás

Essa guerra só vai acabar quando os EUA e o ocidente quiser ! Porque o zelask não está nem ai mais com o seu povo

Angelo
1 mês atrás

Alfredo , Velho Alfredo agora Pai Alfredo virou discussão de família , só falta o avô e o neto.

Mensageiro
Mensageiro
1 mês atrás

Brasil tem de oferecer o astros 2020 e fazer uma bela propaganda.

Djair
Djair
1 mês atrás

O que podemos vender para Marrocos? Essa é minha questao!