O primeiro-ministro do Reino Unido, Rishi Sunak, pediu ao secretário de Defesa, Ben Wallace, que “trabalhe com parceiros” nas próximas semanas para ir “mais longe e mais rápido com nosso apoio à Ucrânia, incluindo o fornecimento de tanques”.

O presidente polonês, Andrzej Duda, disse que seu governo enviaria um esquadrão de tanques Leopard 2 de fabricação alemã para o exército ucraniano “como parte da construção de uma coalizão internacional”. O movimento implica cerca de 14 unidades.

Os movimentos de Londres e Varsóvia aumentarão a pressão sobre Berlim para fornecer seus próprios tanques para Kyiv e para dar a aprovação necessária a outros governos para reexportar veículos fabricados na Alemanha.

A Ucrânia diz que precisa de 300 tanques ocidentais para poder libertar seu território da ocupação russa. Ela possui uma frota de tanques projetados pelos soviéticos, incluindo centenas de unidades capturadas das forças russas e modelos T-72 doados da Polônia e pela República Tcheca. Mas peças sobressalentes e munições para eles são limitadas. Os tanques de batalha ocidentais, com sua blindagem e poder de fogo superiores, dariam a Kyiv novas capacidades ofensivas.

“Estamos acelerando nosso apoio à Ucrânia com o tipo de tecnologia militar de última geração que ajudará a vencer esta guerra”, disse o funcionário do governo do Reino Unido. “Está claro que os tanques de batalha podem fornecer uma capacidade de mudança de jogo para os ucranianos”.

“A guerra não está acabando”, disse Duda. “Tudo indica que a Rússia continuará travando uma guerra de desgaste contra a Ucrânia.”

A Grã-Bretanha está se preparando para enviar seu Challenger 2, um tanque de batalha principal altamente capaz. Seria o primeiro tanque ocidental moderno a ser enviado para a Ucrânia, mas a maioria dos especialistas disse que a Ucrânia seria melhor servida com o Leopard 2. Treze governos europeus operam cerca de 2.000 Leopards, fornecendo um pool muito maior para Kyiv.

A Alemanha e os EUA concordaram na semana passada em enviar veículos de combate de infantaria para a Ucrânia. A França disse que enviaria um número não especificado de veículos blindados “caça-tanques” AMX-10 RC. Funcionários em Paris e alguns especialistas classificam o AMX-10 como um “tanque leve”.

Até agora, no entanto, o chanceler alemão Olaf Scholz se recusou a enviar tanques pesados, temendo que isso fosse visto como uma grande escalada por Moscou e potencialmente arrastasse a Otan para o conflito.

Scholz disse que Berlim não agirá sozinha, então seus aliados estão tentando formar uma coalizão de países dispostos a enviar tanques de guerra para a Ucrânia. A França está considerando participar, disse uma autoridade em Paris.

Os parceiros da coalizão governamental de Scholz também são a favor do envio de Leopards. Robert Habeck, o vice-chanceler do Partido Verde, disse que não descartaria tal movimento.

FONTE: FT.com

Subscribe
Notify of
guest

163 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Pensador Contemporâneo
Pensador Contemporâneo
18 dias atrás

Rússia anda recuando. OTAN ganhando projeção e se lançando mais diretamente no conflito. Não é interessante para nenhum país civilizado ter um conflito no quintal de casa.
Está na hora de Vladimir Putin recuar e assinar um tratado de paz. Essa guerra já reduziu em muito a capacidade militar de Moscou. Até quando insistir em uma guerra quase sem apoio interno com com danos irreversíveis ao próprio país? O conflito deve terminar!

Alfredo
Alfredo
Reply to  Pensador Contemporâneo
18 dias atrás

Vc está acompanhando os acontecimentos?

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Alfredo
18 dias atrás

Todos estamos acompanhando a mesma guerra, Rússia não tem nenhum ganho real com essa guerra os supostos grandes parques industriais que iriam anexar em boa parte estao destruídos e o que não está destruído e só a impedido de exportar. Rússia perdeu seu maior cliente de gás e está tentando fazer acordos de baixo preço com a China para conseguir vender seu gás e petróleo. A Ucrania está sendo destruída isso é fato, porém as chances da Ucrânia se reconstruir e superar os índices de pre guerra é maior que da Rússia visto que está vai seguir embargada e a… Read more »

Marcelo
Marcelo
Reply to  Alfredo
18 dias atrás

Até o Kremlin sugeriu aos wagneristas que não fiquem cantando vitória em Soledar … receio de mais um revés vexatório?

Wagner Figueiredo
Wagner Figueiredo
Reply to  Marcelo
18 dias atrás

Eu tô quieto 😁😁

Zé Carlos
Zé Carlos
Reply to  Marcelo
18 dias atrás

A situação está tão feia para os ucranianos e colaboradores estrangeiros que esse mercenário americano postou um vídeo chorando a morte de seus companheiros.

https://www.youtube.com/watch?v=N3ipB107WR8

Pensou que fosse divertido, mas bateu de frente com os russos.

George
George
Reply to  Zé Carlos
18 dias atrás

E lá vamos nós fechar mais um mês na guerra que Putin disse que levaria duas semanas. Vai ter bolo de aniversário mês que vem?

Trintro123
Trintro123
Reply to  George
17 dias atrás

Não sei, mas tem um monte de velórios na Ucrânia.

paulo gomes da silva filho
paulo gomes da silva filho
Reply to  Zé Carlos
14 dias atrás

os russos são tão fracos que perderam 600 soldados em uma única contra ofensiva, quantidade não é qualidade, a russia vai ser a cuba do futuro.Quem viver, vera.

Antonio Cançado
Antonio Cançado
Reply to  Alfredo
18 dias atrás

Está, com certeza.

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  Pensador Contemporâneo
18 dias atrás

E a Otan nem está se esforçando, a indústria de guerra, fora em questões pontuais como javelim por exemplo, pouco se moveu da produção de nível de paz!

Teropode
Reply to  Carlos Gallani
18 dias atrás

Será que não estão se movendo mesmo ? 🤔

Zé Carlos
Zé Carlos
Reply to  Carlos Gallani
18 dias atrás

Esqueça isso.
A produção industrial e de guerra do Ocidente é só isso mesmo.
O resto todo está na China.

George
George
Reply to  Zé Carlos
18 dias atrás

Isso não vai salvar a Rússia. Cuja produção de armas é inferior ao que gastam no campo de baralha. Já olhou a artilharia? Hoje a Rússia atira 5x menos do que em agosto passado.

Trintro123
Trintro123
Reply to  George
17 dias atrás

A proporção é de 10 disparos russos para um ucraniano.
Massacre.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Trintro123
17 dias atrás

Quantidade sem precisão não quer dizer muita coisa.

Mais vale 1 tiro no alvo do que 10 em volta dele.

Realista
Realista
Reply to  Pensador Contemporâneo
18 dias atrás

( Rússia anda recuando)

Sim estamos vendo Soledar e bakhmut .

Alfredo
Alfredo
Reply to  Realista
18 dias atrás

Esse pessoal criou um mundo próprio no metaverso.
Nele, o Zelensky é até bonzinho.

Kkkkkkk

Daniel
Reply to  Alfredo
18 dias atrás

alfredo, menina que adora o putin

Pedro
Pedro
Reply to  Alfredo
18 dias atrás

No seu a Rússia capturou Kiev na primeira semana.

George
George
Reply to  Alfredo
18 dias atrás

E no metaverso a Rússia até conquista Bahmut (não vou falar de KYiv porque seria demais até para o metaverso)

Teropode
Reply to  Pensador Contemporâneo
18 dias atrás

Ele não vai recuar , este tipo de gente vira refém da própria mentira e por causa disso o recuo é impossível….., terão que ser empurrados .

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Pensador Contemporâneo
18 dias atrás

Segundo algumas fontes, o Gen Ch EMFA russas deverá assumir o TO na Ucrânia….

O mais alto nível estratégico, assumir o nível operacional significa q algo errado não está certo…

Seria um ultimato de Putin aos seus Cmt de que não aguenta mais???

Seria a necessidade de um Ch Militar “intervir no combate” pessoalmente, o q denota q as outras alternativas já foram feitas com insucesso?

É………..

Alfredo
Alfredo
Reply to  Velho Alfredo
18 dias atrás

Isso já foi explicado.
O Chefe da EMFA será responsável pela nova frente que será aberta.
O resto, deixa com o Armageddon.
Ele está mandando muito bem.

George
George
Reply to  Alfredo
18 dias atrás

Isso. A nova frente será em direção a Kursk. Não. Pera!

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Alfredo
18 dias atrás

Ixxxxxx
Então é pior do q eu imaginava….
O Ch EMFA será empregado no nível tático….
Meu Deus!!!
Q caos!!!
Quem será o nível operacional?
Que sanhaço, hein!?!?!

João Moita Jr
João Moita Jr
Reply to  Pensador Contemporâneo
18 dias atrás

“Rússia anda recuando. OTAN ganhando projeção” Só se for em teu multiverso, aquele habitado pelo Homem Aranha…😅

Jadson S. Cabral
Jadson S. Cabral
18 dias atrás

Vish, a coisa tá ficando ainda mais feia para a Rússia, que já não conseguiu terminar essa guerra até aqui lutando contra equipamento velho da URSS que eles mais conhecem e armamento individual doada pela OTAN… imagina com MBTs, sistemas de campanha e artilharia anti-aérea modernos… A OTAN aos poucos tá cedendo os pedidos da Ucrânia. E ao verem que está dando certo, estão cada vez menos resistentes em enviar equipamentos mais capazes. Daqui a pouco vão começar a enviar caças também. Nesse caso acho que o maior empecilho seria pessoal qualificado para operação.

Slowz
Slowz
Reply to  Jadson S. Cabral
18 dias atrás

“ imagina com MBTs, sistemas de campanha e artilharia anti-aérea modernos “

Falavam isso dos javelins , stinger e himars e nada disso mudou o rumo da guerra ..

Mercenário
Mercenário
Reply to  Slowz
18 dias atrás

Lento,

Como não mudou?

A Rússia fez diversos “avanços para trás” desde que o HIMARS entrou em serviço.

O Javelin foi responsável por inúmeros “lançamentos de torres” de blindados russos.

Slowz
Slowz
Reply to  Mercenário
18 dias atrás

“ O Javelin foi responsável por inúmeros “lançamentos de torres” de blindados russos. “

E aí ? A Ucrânia continua pedindo ajuda e dependendo de ajuda pra existir ..

Mercenário
Mercenário
Reply to  Slowz
18 dias atrás

E aí que sem a ajuda certamente a “operação especial” estaria em outra situação.

Portanto, a premissa de que essas armas e sistemas não mudam o curso da guerra não se sustenta.

A soma desses auxílios possibilitou até mesmo “gestos de boa vontade” russos, em suas diversas retiradas (Kyiv, Kharkiv, Kherson).

O contínuo pedido de ajuda pelos ucranianos não retira a eficiência das armas que foram fornecidas.

Jefferson Ferreira
Jefferson Ferreira
Reply to  Mercenário
18 dias atrás

Exato, a ucrania continuará pendido ajuda até após o final da guerra!!!

E quanto mais exito tiver a ajuda mais continuará recebendo e é o que vem ocorrendo.

Slowz
Slowz
Reply to  Mercenário
18 dias atrás

30 países doando todo tipo de equipamentos como não ajuda ?

Só que não é meia dúzia de himars que vão fazer a Ucrânia ganhar .

Jadson S. Cabral
Jadson S. Cabral
Reply to  Slowz
17 dias atrás

Nãoé meia dúzia de himars que vão vencer a guerra não, é a combinação de centenas de blindados modernos, milhares de armas anti-carro modernas, sistemas anti-aéreos modernos e todo o resto que a OTAN estiver disposta a doar. Para a OTAN isso tudo está sendo ótimo, ao financiar as suas industrias bélicas, aumentar sua influência, fazer propaganda de seus equipamentos e testar tudo no mundo real.

George
George
Reply to  Slowz
18 dias atrás

E a Rússia continua pedindo ajuda para o Irã e Coreia do Norte. Que superpotência é essa?

Slowz
Slowz
Reply to  George
18 dias atrás

Munição barata pra não ter que ficar torrando a sua e ainda por cima ajuda os amigos que precisam de grana ..

Alfredo
Alfredo
Reply to  Mercenário
18 dias atrás

Sugiro que mande os HIMARS para Bakhmut.
Para Soledar já não adianta mais.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Alfredo
18 dias atrás

Nem o Kremlin concorda com você. Deu no site da BBC agora mesmo: “Quando o líder mercenário russo Yevgeniy Prigozhin anunciou que suas unidades Wagner haviam assumido o controle de todo o território de Soledar, as imagens produzidas pareciam convincentes. Mas os combatentes de Wagner não fazem parte das forças armadas russas regulares e o ministério da defesa em Moscou diz que a batalha ainda continua.”
https://www.google.com/amp/s/www.bbc.com/news/64240404.amp

Rogério
Rogério
Reply to  Alfredo
18 dias atrás

Conta ai pq o Surovikin foi rebaixado.

Alfredo
Alfredo
Reply to  Rogério
18 dias atrás

Não foi.
Ele é responsável pela carnific, digo, operação no Donbass.
Ao que parece, o próprio Geraisimov vai liderar a outra frente que será aberta pela Rússia.
Muito provavelmente em Kharkov, cercando todo o Donbass.
Existe também a possibilidade de ser em Kiev ou até mesmo em Kherson que está sendo moída pela artilharia russa.

George
George
Reply to  Alfredo
18 dias atrás

Não minta para si mesmo. Isso é feio.

George
George
Reply to  Alfredo
18 dias atrás

Já reparou que um dos objetos do Putin foi atingido? A Ucrânia sendo armada pelo Ocidente. (Ué. Não era para ser ao contrário?)

Marcelo
Marcelo
Reply to  Mercenário
18 dias atrás

Há 20 Himar semeando o terros entre os russos na Ucrânia e mais 16 estarão a caminho do front em breve. E os ucranianos ainda nem estão usando os kits adaptadores JDAM em suas bombas.

Felipe
Felipe
Reply to  Marcelo
18 dias atrás

Esqueceu da fonte?

Marcelo
Marcelo
Reply to  Felipe
18 dias atrás

Mas posso providenciar as fontes. Quer?

Zé Carlos
Zé Carlos
Reply to  Marcelo
18 dias atrás

A nomeação de Geraisimov é sinal de que algo muito importante vai acontecer na Ucrânia.
Armagedon será seu vice.
Espera-se uma grande ofensiva que vai acabar de detonar os ucranianos.
As maiores apostas são ataque a Kiev, cerco de 30.000 ucranianos em Kupiansk e outros 90.000 em Bakhmut ou avanço em Zaporizhizhia.
Faça suas apostas e reze muito pelos ucranianos.

George
George
Reply to  Zé Carlos
18 dias atrás

A nomeação dele é sinal de que algo saiu muito errado.

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Slowz
18 dias atrás

O rumo ordinário da guerra seria uma vitória rápida russa, sem grandes percalços. Não a bravata largamente difundida de 48h, 2 dias, 1 semana, 15 dias. Mas, do até então considerado a segunda maior força convencional do mundo, o resultado esperado, evidentemente era uma vitória incontestável, seja em um, dois ou três meses. Os equipamentos citados por você, além de outros muitos mais, bem como a inteligência, logística e treinamentos, com certeza alterou o resultado esperado: A vitória rápida, incontestável e sem percalços. Portanto, sim, o rumo da guerra foi alterado. E não só num impedimento da vitória. Mas na… Read more »

Slowz
Slowz
Reply to  Felipe Morais
18 dias atrás

“ O rumo ordinário da guerra seria uma vitória rápida russa, sem grandes percalços. “ Você sabe se a Rússia quer acabar logo com essa guerra ? “ Mas, do até então considerado a segunda maior força convencional do mundo, o resultado esperado, evidentemente era uma vitória incontestável, seja em um, dois ou três meses. “ A maior potência militar e econômica passou 20 anos no Afeganistão gastou trilhões e perdeu .. “ bem como a inteligência, logística e treinamentos, com certeza alterou o resultado esperado: A vitória rápida “ Me manda essas informações ai de que a Rússia queria… Read more »

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Slowz
18 dias atrás

Quem é burro o suficiente para iniciar uma guerra com o desejo que ela dure anos??????

Slowz
Slowz
Reply to  Wellington Jr
18 dias atrás

Vamo pergunta pros americanos ? 😂😂

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Slowz
18 dias atrás

Queria acabar com a guerra rápido não. O sonho de consumo de todo governante russo era perder mais de uma centena de milhares de homens, perder uma enorme parcela de seu arsenal convencional, gastar centenas de bilhões de dólares na manutenção do conflito, ver centenas de milhares de russos fugindo do pais, aumentar a oposição política dentro do país, ver sua principal atividade comercial perder seu principal cliente etc etc etc. E isso tudo sem sequer controlar boa parte dos territórios em que as ações de deram. Tinha dois cenários: terminar a guerra rápido e lidar com as consequências imediatas… Read more »

Last edited 18 dias atrás by Felipe Morais
Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Felipe Morais
18 dias atrás

durante toda a historia da humanidade exércitos sempre tentaram acabar com uma guerra de forma rápida

(a não ser que seja guerrilha, mas isso é outra coisa)

Para que se possa diminuir as próprias perdas e voltar aos negócios normais.

Devido ao vexame que os Russos estão passando os fanboys deles tem que ficar falando dessa hipótese da Russia estar querendo uma guerra longa (tão real quanto Alice no pais das maravilhas) pra ver se conseguem justificar tal desempenho vergonhoso.

é sinceramente, risível, oque eles falam contraria toda a historia de conflitos militares humanos.

Zé Carlos
Zé Carlos
Reply to  Felipe Morais
18 dias atrás

“Tudo indica que a Rússia continuará travando uma guerra de desgaste contra a Ucrânia.”

Vc leu o texto acima?
O que interessa à Rússia é destruir o máximo possível do Exército ucraniano.
As perdas ucranianas em Soledar foram catastróficas.
Na casa de 20.000 a 25.000 efetivos, segundo fontes ocidentais.
Inclusive muitos mercenários.

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Zé Carlos
18 dias atrás

Com você eu só converso quando voltar a usar seu Nick original e parar com essa fuleragem de comentar abobrinha com Nicks diferentes.

Daniel
Reply to  Felipe Morais
18 dias atrás

alfredo, menina que ama o putin

Zé Carlos
Zé Carlos
Reply to  Daniel
18 dias atrás

Todos amamos.
Ele é o cara!
Ou um dos caras.

Mercenário
Mercenário
Reply to  Slowz
18 dias atrás

Lento,

A União Soviética (bem maior do que simplesmente a Rússia) também perdeu no Afeganistão.

Aliás, usando a sua pergunta retórica, você sabe se valia a pena para os americanos ficarem mais tempo tentando mudar a política afegã?

Alfredo
Alfredo
Reply to  Mercenário
18 dias atrás

Os americanos mandavam em meia dúzia de bases que tinham.
Não mandavam nem na esquina dessa base
Derrota fragorosa.

Daniel
Reply to  Alfredo
18 dias atrás

alfredo, menina que ama o putin

George
George
Reply to  Alfredo
18 dias atrás

E o que isso tem com a matéria acima?

Slowz
Slowz
Reply to  Mercenário
18 dias atrás

A pergunta que deve ser feita é se os americanos superpotência militar e econômica não aguentou com Afeganistão que não era bancado por 30 países pq a surpresa com a Rússia ?

Alan Santos
Alan Santos
Reply to  Slowz
18 dias atrás

Tentaram toma Kiev e se lascaram, para quem tomava em uma semana ficou feio né ?quanto a maior potencia econômica ficar 20 anos no Afeganistão e perder bem menos soldados que a segunda maior potencia da época a URSS (que a Rússia não chega nem aos pés ) ficou 6 anos …

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  Slowz
18 dias atrás

Como não mudou??? A Rússia quando não está empacada em alguma cidadezinha que ninguém nunca ouviu falar está cedendo território!!!

Realista
Realista
Reply to  Carlos Gallani
18 dias atrás

Segundo comentaristas aqui a Rússia está cedendo territórios desde o inicio da guerra e até agora não expulsaram eles ?

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Realista
18 dias atrás

Opa… muita calma ai, são vocês que ficam falando que a Russia ta sempre avançando e que já deve ter destruído o exercito ucraniano umas 50 vezes.

Agora a Russia já recuou de vários lugares.

Kiev
Kharkiv
Izium
Kherson…

Zé Carlos
Zé Carlos
Reply to  Victor Filipe
18 dias atrás

Chora!

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Zé Carlos
18 dias atrás

Ue… quem ta chorando é você, onde que a Russia avançou depois de perder Kherson?

Quase 12 meses de conflito e ela ainda não tomou Dombas por completo…

Zé Carlos
Zé Carlos
Reply to  Victor Filipe
18 dias atrás

Quem está se incomodando é vc.
Estamos de ‘boas’.
Soledar caiu e o Alto Comando russo avisou que o cerco a Bakhmut vai começar já semana que vem.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Zé Carlos
18 dias atrás

Soledar não caiu não, pode acordar do seu sonho molhado.

Só o líder do Wagner que falou que caiu, porém literalmente todo mundo e até o MoD da Rússia ainda dizem que tem Ucranianos lá.

George
George
Reply to  Zé Carlos
18 dias atrás

Kings! é você?

Slowz
Slowz
Reply to  Victor Filipe
18 dias atrás

Bakhmuth , Soledar . Mariupol , Donetsk .. ops pera 🤣🤣 a lista é grande das que foram tomadas em ..

Wilson Look
Wilson Look
Reply to  Slowz
17 dias atrás

Dessas que você citou, a primeira não está nem perto de ser tomada, a segunda está mais perto, mas ainda não tem confirmação oficial de nenhum dos lados, a terceira sim foi tomada, e a última já estava sob controle dos separatistas quando começou a invasão.

George
George
Reply to  Slowz
18 dias atrás

Todos esses equipamentos que você citou mudaram completamente a guerra. Desde então a Rússia não avança mais.

Slowz
Slowz
Reply to  George
17 dias atrás

Desde o começo a Rússia faz isso avança e recua .. pouco importa perder território, ela está acabando com exército ucraniano .

Fabricio Lustosa
Fabricio Lustosa
Reply to  Jadson S. Cabral
18 dias atrás

É exatamente o contrário. A Ucrânia tinha uma força de blindados de mais de duas mil unidades antes de fevereiro de 2022. Recebeu centenas de tanques de doação de países europeus, sem contar os outros tipos de blindados. A lógica/realidade mostra que esses números (os milhares que já tinha e os que recebeu) já devem estar la pelas dezenas tendo sido o restante destruído. Recebeu e recebe todo tipo de ajuda financeira e de inteligência da OTAN. Tem em suas fileiras milhares de mercenários e pessoal da OTAN atuando em conjunto. Conseguiu expulsar os russos? Não né. Só um adendo,… Read more »

Wilson Look
Wilson Look
Reply to  Fabricio Lustosa
18 dias atrás

Algumas observações sobre o número de MBTs, esse número não representa o número real que era utilizado pela Ucrânia antes da guerra, na verdade esse número é o total tanto em serviço como armazenados e desses armazenados muitos estão na mesma situação de muitos blindados russos armazenados, ou seja irrecuperáveis, os que podiam ser recuperados rapidamente já o foram.

Como comparação seria o mesmo de somar todos os Leopards 1 no Brasil com todos os M60 e até os M41 e anteriores, e colocar como se todos estão disponíveis.

Fabricio Lustosa
Fabricio Lustosa
Reply to  Wilson Look
18 dias atrás

Quase mil operacionais e mais de mil nas reservas, segundo o próprio forte: “as unidades do exército ucraniano tinham aproximadamente 930 blindados de vários modelos em condições operacionais e mais de 1.100 unidades na reserva.” https://www.forte.jor.br/2022/08/22/a-situacao-pre-guerra-e-as-perspectivas-da-forca-de-blindados-da-ucrania/#:~:text=De%20acordo%20com%20o%20livro,de%201.100%20unidades%20na%20reserva. Somando-se a isso as centenas de tanques doados pelos europeus e blindados doados por vários países, a força de blindados operacionais lutando pela ucrânia é bem considerável. Ou era, como se nota nas necessidades atuais dos mesmos.

Wilson Look
Wilson Look
Reply to  Fabricio Lustosa
18 dias atrás

O próprio texto menciona a presença de unidades que são apenas sucatas.

Outro detalhe a reserva é composta por unidades das versões mais antigas dos T-64 e T-72, e como tem unidades canibalizadas e sucateadas o numero total de unidades recuperáveis fica menor, sem falar da utilidade de versões tão antigas nessa guerra.

Zé Carlos
Zé Carlos
Reply to  Wilson Look
18 dias atrás

Representa sim.
Eram cerca de mil operacionais e mil na reserva, a maioria T-64BV.
Era, disparado, a segunda maior força de blindados da Europa, só perdendo para os russos.
Tudo destruído.

Wilson Look
Wilson Look
Reply to  Zé Carlos
18 dias atrás

Dos operacionais a maioria era dos T-64BV e BM, da reserva a maioria era T-64 e T-64A.

E também tudo o que se tem são estimativas o numero real de unidades operacionais antes da guerra de ambos os lados não foi divulgado por nenhum dos lados, por isso o número varia consideravelmente dependendo da fonte utilizada.

E afirmar que todos foram destruídos é pura propaganda russa, ambos os lados inflam e muito os números de baixas que causam no outro.

Wilson Look
Wilson Look
Reply to  Zé Carlos
18 dias atrás

É representa, representa tanto quanto a linha pesquisavel de crusadores pan-americanos no World Of Warships representa a realidade histórica da região.

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Zé Carlos
18 dias atrás

Afinal. Quando a Rússia vai dominar a Ucrânia, ganhar a guerra? Diz aí pro pessoal

Zé Carlos
Zé Carlos
Reply to  Palpiteiro
18 dias atrás

Quando os artilheiros russos se cansarem, oras.
Tá bom assim.

Alfredo
Alfredo
Reply to  Fabricio Lustosa
18 dias atrás

Isso já comentei aqui.
A primeira leva de equipamentos ucranianos já foi destruída.
Alguém viu mais algum T-64BV ucraniano?
A segunda leva, de material de origem soviética doada por aliados também já foi para o espaço.
Agora teremos a terceira onda que será de material ocidental.
Adivinhe qual será seu fim.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Alfredo
18 dias atrás

tem alguma comprovação? ou só alegações do Kremilim igual aquelas que afirma que destruirão 3x o numero de Himars enviados e 2x o numero da força aérea ucraniana.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Alfredo
18 dias atrás

Mostra uma fonte com os números da destruição das forças ucranianas … seria novidade … porque o das forças russas eu já tenho, está atualizado e são bem desanimadores para a Rússia. Quer ver?

Fabricio Lustosa
Fabricio Lustosa
Reply to  Marcelo
18 dias atrás

Essas fontes que vc apresenta aqui são mais patéticas do que fontes de grupos de “whatsapp”. Credibilidade zero, pura e tosca torcida juvenil. Agora quer ver fontes da mídia ocidental que deixaram escapulir no final do mês de novembro que só de mortos as FA ucranianas somam mais de 100 (cem) mil, lá vai: https://www.newsweek.com/ukraine-russia-von-der-leyen-death-toll-1763553; https://news.yahoo.com/von-der-leyen-statement-death-163600213.html;  https://www.express.co.uk/news/world/1703963/ursula-von-der-leyen-video-deleted-ukraine-casualties-russia-war; e a lista segue. Zélascado ficou furioso, mas a verdade (apesar de que os números devem ser bem maiores) veio à tona e considerando que para cada militar morto existem pelo menos outros quatro colocados fora de combate (feridos que são a maioria,… Read more »

Wilson Look
Wilson Look
Reply to  Fabricio Lustosa
17 dias atrás

Pior é usar apenas fontes que sustentam a visão pessoal sobre o que está ocorrendo. Isso é uma guerra, ambos os lados vão inflar as perdas do oponente e reduzir as suas, por isso apenas é possível ter estimativas aproximadas, e outro detalhe pedir mais equipamentos não significa que já perdeu todos os que tinha, terá unidades destruídas assim como unidades danificadas e em manutenção o que reduz o número de unidades ativas na linha de frente. E mais um detalhe o número de soldados utilizados na linha de frente não é nem de perto o número utilizado na WW1… Read more »

Alan Santos
Alan Santos
Reply to  Alfredo
18 dias atrás

Bom se na WW2 a conta era 8 x 1 para tanques alemães contra os soviéticos imagina agora que a Rússia está isolada … Não e porque existe o compromisso histórico da Alemanha de não matar mais russos como na WW1 e WW2 que ela não possa ajudar eslavos ucranianos ……fico imaginando a hora que Alemanha ,França ,Inglaterra ,Japão ,Espanha ,Itália ,Holanda ,Austrália ,Canadá ,EUA etc pegarem na “partida” no esforço de guerra ..armas nucleares? E daí ? esses países também tem …portanto o putino esta com os dias contados …

Marcos R
Marcos R
Reply to  Alfredo
17 dias atrás

o challenger não é um t72 com torre ejetavel, tem registro de um que recebeu mais de 70 impactos no Iraque e voltou rodando para base, foi reparado e duas semanas depois estava em combate novamente.

Alfredo
Alfredo
Reply to  Jadson S. Cabral
18 dias atrás

Essas manchetes apenas evidenciam a destruição dos estoques ucranianos.
Se mandar equipamento ocidental, será destruído do mesmo jeito.
Ainda mais em quantidades irrisórias como essas.

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  Jadson S. Cabral
18 dias atrás

Tudo isso é pensado para frente, eu não ficaria surpreso se já não existam ucranianos treinado tudo sobre o F-16 lá no Reino Unido, se bobear já treinados!
Como dizemos desde o inicio desta trapalhada, o tempo joga contra Moscou!

Marcelo
Marcelo
Reply to  Carlos Gallani
18 dias atrás

Acho que mais gente está pensando como você nos EUA. Alguém pediu F-16?
https://www.19fortyfive.com/2023/01/time-to-train-ukraine-on-f-16-fighter-jets/

Maurício.
Maurício.
Reply to  Marcelo
18 dias atrás

“Alguém pediu F-16?”

A Ucrânia está pedindo já faz um tempo…

Zé Carlos
Zé Carlos
Reply to  Carlos Gallani
18 dias atrás

O dia em que chegar algum F-16, tenha certeza que todos os aeroportos ucranianos virarão queijo suíço.
Melhor deixar assim

Alfredo
Alfredo
Reply to  Jadson S. Cabral
18 dias atrás

“como parte da construção de uma coalizão internacional”

É a aceitação tácita de que a Ucrânia está sendo derrotada.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Alfredo
18 dias atrás

Que tipo de argumento é esse?

Zé Carlos
Zé Carlos
Reply to  Victor Filipe
18 dias atrás

De que precisa de uma coalizão internacional para se segurar.
Acho que isso é claro, não?
Quem está ganhando não precisa formar uma coalização internacional.
Veja a Rússia.
Está lutando e ganhando sozinha.
Imagine uma coalização da Rússia com China, Irã, Coreia do Norte, árabes e etc.
Milhões e milhões de pessoas doidas para colocar uma bala na cabeça de um soldado ucraniano ou mercenário americano.
Mas a Rússia não precisa.
Como estamos acompanhando agora.

Alan Santos
Alan Santos
Reply to  Zé Carlos
18 dias atrás

Rússia, China ,Iran e Coreia do Norte sabem que iniciar uma guerra contra a OTAN e aliados e suicídio e fim dos regimes nefastos ….portanto se aquiete em sua insignificância .

Jadson S. Cabral
Jadson S. Cabral
18 dias atrás

A propósito, e essa lateral totalmente reta da torre do Challenger? Uma inclinação não facilitaria o desvio de um projétil?

Joelisson
Joelisson
Reply to  Jadson S. Cabral
18 dias atrás

Depende da direção que vem o projétil. Se considerar um tiro dado no quadrante frontal do veículo, o que é o mais provável de acontecer em batalhas entre mbt, a lateral da torre vai apresentar um grande ângulo relativo à direção do projétil. Outro fator a ser considerado é a blindagem chobham não ser maciça, sendo o seu interior composto de vários elementos que, por sua vez, podem estar dispostos inclinados em relação a superfície externa da blindagem.

Jadson S. Cabral
Jadson S. Cabral
Reply to  Joelisson
17 dias atrás

Interessante

eliton
eliton
18 dias atrás

Acredito que o Reino Unido não vai mandar uma quantidade expressiva. Se eles verem combate é porque a coisa realmente ficou feia pra Ucrânia. Provavelmente devem ficar ao redor de Kiev.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  eliton
18 dias atrás

MBT é uma arma em sua natureza criada para ser ofensiva.

mesmo na defesa ele é feito para ser usado em ações de contra ataque os emboscadas. deixar ele estático para defesa de um único ponto é burrice.

eliton
eliton
Reply to  Victor Filipe
18 dias atrás

Quase 80 toneladas em um lamaçal que ate os M113 estão com dificuldade de passar. Pode ter certeza que ai sim vai virar posição estática.

Alfredo
Alfredo
Reply to  eliton
18 dias atrás

Se não me engano, Reino Unido e Alemanha têm quantidades ínfimas de blindados.
Na casa de 250 cada um.
Nem pode mandar muito a troco de ficar sem nada.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Alfredo
18 dias atrás

Foram produzidos mais de 440 Challenger 2

250 em serviço ativo e o resto está na reserva

mais de 3600 Leopard 2 Foram produzidos. de diferentes modelos. então tem bastante por ai pra ser minerado.

o envio deles abre a possibilidade do envio de outros modelos de MBT principalmente o Abrams que teve mais de 10mil produzidos.

Zé Carlos
Zé Carlos
Reply to  Victor Filipe
18 dias atrás

A Alemanha só tem cerca de 220 deles e a Polônia uns 120 que são quantidades irrisórias.
Terão de ser convencidos vários outros países e arrisca acontecer de quando um for convencido os anteriores já terem sido destruídos.

Jadson S. Cabral
Jadson S. Cabral
Reply to  Zé Carlos
17 dias atrás

A Polônia tem quase 300

Marcelo
Marcelo
Reply to  eliton
18 dias atrás

Vão mandar inicialmente 10 para formar um esquadrão. O Challenger 2 é feito para atuar em zona de combate pesado com objetivo de destruição de blindagens.

Last edited 18 dias atrás by Marcelo
Marcelo
Marcelo
Reply to  Marcelo
18 dias atrás

Milhares de drones, aviões, helicópteros … devem estar escondidos em algum porão ou museu … no campo de batalha eles não estão.

Felipe Morais
Felipe Morais
18 dias atrás

Acho que os “aliados” da Ucrânia precisam se atentar pra não tornarem a ajuda um obstáculo para os ucranianos sob o ponto de vista operacional. Evidentemente que os ucranianos não irão recusar nenhum tipo de ajuda, especialmente de itens que estão implorando por tanto tempo. Mas imagino para os soldados na linha de frente o quão difícil deve ser aprender a operar, com certeza destreza, essa quantidade de equipamentos diferentes. Acredito que quando se trate de um equipamento portátil ou até um sistema de artilharia, seja mais fácil aprender e aplicar no terreno, mesmo em sistemas diferentes. Creio que isso… Read more »

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Felipe Morais
18 dias atrás

Retira-se uma unidade de blindados da linha de frente, reequipa com esses blindados modernos, com treinamento, etc., e posteriormente com a unidade reconstituída, treinada e com logística funcionando, se recoloca essa unidade na linha.

Pelo menos é como vejo que deve ser feito.

Nilo
Nilo
18 dias atrás

E o que já vem sendo dito em alguns comentários, o conflito é com a EUA/Otan, desde início de Maidan, existia um planejamento por parte dos americanos de usar a Ucrânia e a partir dela desestabilizar a Rússia como fizeram com antiga Iuguslavia que hoje são pequenos países insignificantes.
Fica cada vez mais claro tanto que agora os treinamentos dos soldados Ucranianos são feitos dentro do território americano.

Kommander
Kommander
18 dias atrás

É apenas um palpite, se a Otan está começando a mandar material pesado e de primeira linha para a Ucrânia, é porque algo de errado não está certo.

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Kommander
18 dias atrás

Pior que tem o Putin acaba de trocar o comandante da operação outra vez, é o segundo em menos de 3 meses.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Wellington Jr
18 dias atrás

Os blogueiros militares russos discordam de você …

Marcelo
Marcelo
Reply to  Kommander
18 dias atrás

Não. É porque era mais rápido, mais barato, mais seguro e mais conveniente do ponto de vista de treinamento, no início do conflito, enviar material de fabricação soviética para os ucranianos, que já estavam familiarizados com ele e para não fustigar excessivamente a Rússia. Mas o tempo foi passando, o material soviético foi sendo gasto ou destruído (é uma guerra), a Rússia rosnou, mas não usou armas nucleares, os ucranianos puderam ser treinados para o uso de material bélico ocidental e agora vão começar a receber os primeiros MBTs Challenger 2 e Leopard 2. Só sei que foi assim …

Oráculo
Oráculo
18 dias atrás

Não precisa deixar de torcer pra lado A ou B pra admitir o óbvio. Se a Ucrânia está desesperada por blindados, de todos os tipos, é porque os que estavam em operação estão “se esgotando”. Ou seja, assim como o Javelin e Nlaw, os Kornets tem feito estrago na força blindada ucraniana. Sem falar os drones suicidas… A guerra tem cobrado um preço muito alto dos dois lados. Agora a Ucrania vai conseguir repor as perdas com essas novas aquisições. Não vamos esquecer que nada disso é de graça… Num ponto o Zelenski tá certo. É preciso uns 300 MBTs… Read more »

Kommander
Kommander
Reply to  Oráculo
18 dias atrás

Sim, mas é difícil debater aqui sem torcida.
Não iriam mandar MBTS para Ucrânia a preço de nada, vão mandar porque o estoque ucraniano acabou ou está baixo (ou porque eles sabem de algo que a gente não sabe e acreditam que esses mbt`s é o ponto de virada ucraniano) rsrsrsrs

A duvida que me resta é a seguinte: o envio desses MBTs modernos para o front forçaria a Rússia a mandar os T90 e Terminator para o campo de batalha?

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Kommander
18 dias atrás

Terminator já está no campo de batalha e os T90 também. Uma coisa é fato, o MBTs depois de algum tempo tem de ter manutenção, a guerra é de alta intensidade então o tempo entre uma manutenção e outra acaba se encurtando. Possivelmente além dos danos do combate, tem muito MBTs esperando manutenção e peças. Acho que por isso a demanda de equipamentos ocidentais modernos. Na minha opinião a visão dos aliados Ocidentais é de que Putin só blefa e podem enviar sem medo de represálias armas mais modernas para a Ucrania. Com MBTs Ocidentais os Ucranianos vão ter acesso… Read more »

Oráculo
Oráculo
Reply to  Kommander
18 dias atrás

O T90 já está no front.

Inclusive aumentou consideravelmente o número de vídeos, tanto deles em combate, quanto destruídos/abandonados por falhas mecânicas em território inimigo.

Creio que a OTAN acredita que um número grande deles pode entrar em serviço no fim do inverno. Por isso o envio de Leopards, Challenger e até de Abrams pra bater de frente.

Last edited 18 dias atrás by Oráculo
Krest
Krest
18 dias atrás

Se vão doar é pq eles precisam. As forças blindadas ucranianas sofreram pesadas baixas, principalmente de mbt.
Eu não acredito que esses mbt terão o mesmo fim das outras centenas de mbt perdidas. Sem superioridade aérea e o inimigo possui um vasto numero de armas anti tanque

Marcelo
Marcelo
Reply to  Krest
18 dias atrás

A OTAN e os EUA estão começando a perder o medo de enviar material bélico de verdade para a Ucrânia. Logo virão os ATACMS, os drones de ataque pesados, os F-16 … é só uma questão de tempo e treinamento. Nem a Rússia acreditava no envio do sistema Patriot … mas os ucranianos já estão em treinamento para operá-lo.

Krest
Krest
Reply to  Marcelo
18 dias atrás

Pois o ocidente – eua – vai precisar doar muitos f-16 pta Ucrânia, e versões modernas e não velharias, pra furar a superioridade aérea que a Rússia. Mas de qualquer forma eu acredito que essa guerra vai ter um fim muito mais trágico do que ja tem. So espero que surja um acordo pra selar a paz.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Krest
18 dias atrás

Superioridade aérea da Rússia? Os russos nunca conseguiram superioridade aérea nos céus da Ucrânia e agora muito menos com os sistemas de defesa antiaérea ocidentais entrando em operação. O Sukkoy Su-35 se mostrou um fracasso e seus destroços já estão sofrendo engenharia reversa. O Su-57 existe em quantidades mínimas e nem sequer opera sobre a Ucrânia. Os F-16 são mais do que suficientes para dar conta dos russos.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Marcelo
18 dias atrás

Medo de que o Putin tivesse culhões para retaliar com um ataque nuclear … mas a OTAN e os EUA já perceberam que essa possibilidade está longe de se concretizar … então vão mandar armamento cada vez mais pesado para a Ucrânia e já há vozes militares nos EUA sugerindo o fornecimento de armas de longo alcance para atacar posições estratégicas para a Ucrânia em território russo. Vai vendo …

Marcelo
Marcelo
18 dias atrás

Relatório do Estado-Maior das Forças Armadas da Ucrânia às 18h00 do dia 11 de janeiro, publicado no Facebook – “O inimigo concentra seus principais esforços nas tentativas de capturar completamente a região de Donetsk, conduz operações ofensivas na direção de Bakhmut. O inimigo tenta assumir o controle da cidade de Soledar e das rotas de abastecimento das unidades ucranianas, sofrendo pesadas perdas. A batalha continua.”
https://www.ukrinform.net/rubric-ato/3650718-battle-for-soledar-ongoing-enemy-suffers-heavy-losses.html

Zé Carlos
Zé Carlos
Reply to  Marcelo
18 dias atrás

Em Soledar só resta a estação ferroviária fora dos limites da cidade no extremo leste.
Na região de Bakhmut os ucranianos concentraram 86.000 combatentes,
As perdas são homéricas.
Se forem cercados, já era o Exército Ucraniano.
Rumores cada vez mais fortes de que os russos vão abrir nova frente.
Toda a frota russa de Novorossiysk levantou âncora.
Sinal da ofensiva?

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Zé Carlos
18 dias atrás

últimos mapa que vi sobre a ofensiva na região foi esse:

Fontes russas relatam que as Forças Armadas Unidas da Ucrânia, que foram cercadas em #Soledar , estão se rendendo em massa. Quase todos estão em estado físico e psicológico grave. Muitos estão congelados.

https://pbs.twimg.com/media/FmKV8BpXkAIMhxC?format=jpg&name=large

Marcelo
Marcelo
Reply to  Zé Carlos
18 dias atrás

Esperando Soledar ser conquistada no mundo real … por enquanto só caiu na fantasia dos tolos. Mas quem caiu foi o general armagedon … para vice do polêmico e criticado por blogueiros russos Valery Gerasimov. Fase ruim para os russos …

Allan Lemos
Allan Lemos
18 dias atrás

Já que a Polônia está com Leopard 2 sobrando, será que não prefeririam vender alguns para o EB?

tsung
tsung
Reply to  Allan Lemos
17 dias atrás

seria uma boa , mas ja foi muito comentado aqui por causa do peso dele aqui danificaria asfalto e a manutenção dele é caro

Marcelo
Marcelo
18 dias atrás

O VBCCC Challenger 2 é um tanque de batalha principal britânico (MBT) fabricado pela Vickers Defence Systems (BAE Systems), que afirma ser o MBT mais confiável do mundo. Fortemente blindado e altamente móvel, foi projetado para uso em zonas de fogo direto. O papel principal do Challenger 2 é destruir ou neutralizar blindagem, mas também pode operar em conflito de alta intensidade, em contra-insurgência e na manutenção da paz. O Challenger 2 possui 8,3 m de comprimento e com o tubo do canhão à frente chega a 11,50 m. A largura é de 3,5 m, chegando a 4,2 m com… Read more »

Challenger 2.jpeg
Maurício.
Maurício.
Reply to  Marcelo
17 dias atrás

“fabricado pela Vickers Defence Systems (BAE Systems), que afirma ser o MBT mais confiável do mundo.”

É claro que para os ingleses o Challenger é o mais confiável do mundo, assim como o Abrams é para os americanos, assim como o Leopard é para os alemães, assim como o Leclerc é para os franceses, assim como o Merkava é para os israelenses, assim como o Ariete é para os italianos e assim vai.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Maurício.
17 dias atrás

Foi por isso que eu citei a fonte … mas você leu toda a descrição? O Challenger 2 é um monstro da guerra moderna … feito para enfrentar combate intenso e destruir blindagem. E um esquadrão em breve estará na Ucrânia … e os russos poderão tentar destruí-los … será mais um teste para o Challenger 2.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Marcelo
17 dias atrás

Todo blindado moderno tem o que o Challenger tem, quanto a ser um monstro, eu concordo, afinal de contas ele passa das 60 toneladas! Todo tanque é poderoso, até achar o primeiro míssil AT pelo caminho, seja ele um NLAW, Javelin ou Kornet.

Heitor
Heitor
Reply to  Marcelo
17 dias atrás

Não gostei dessa tradução “tanque de batalha principal”.. melhor seria Tanque Pesado

Wilson Look
Wilson Look
Reply to  Heitor
17 dias atrás

Na verdade o mais correto é realmente tanque de batalha principal, do inglês Main Battle Tank.

O exército brasileiro segue a linha francesa chamando-os de carros de combate.

IvanF
IvanF
Reply to  Marcelo
17 dias atrás

Uma curiosidade é ele usar canhão estriado! Pelo que pesquisei rapidamente, é o único tanque moderno a usar. Achei até que seu texto estava errado kkkk
Isso não seria um problema de logística? A munição dele é igual a usada em canhões de alma lisa? Acho que não.

Outra curiosidade é que aparentemente só um Challenger 2 foi perdido até hoje, e por fogo amigo! Propagandas a parte, talvez a Vickers não esteja de todo errada.

sub urbano
sub urbano
18 dias atrás

Isso. Enviem mesmo.

Gustavo
Gustavo
18 dias atrás

Europa realmente está desesperada, estão enviando todos os tipos de armento para Ucrânia está virando mixidao de equipamentos militares ocidentais, seria Ucrânia receber somente equipamentos de um países facilitaria seu treinamento e sua logística.

Antonio Cançado
Antonio Cançado
18 dias atrás

Ferro na boneca!

Lucena
18 dias atrás

Na guerra do Vietnam, os EUA entraram para História quando este pais , mesmo ganhado todas as batalhas …. ( segundo Hollywood ) … perdeu a guerra. . Zelensk ( Ucrânia ) … quer repetir esse “feito americano” nessa guerra … mesmo perdendo todas a batalhas para o Putin ( Russia ) …ele quer por que quer … ganha esta guerra … impondo aos russos …( como se estes fossem os perdedores) …rsrsr . Basta vê o tipo de tratado de “paz” que o humorista ucraniano quer impor aos russos …rsrsr … uma piada sem graça …e isso para quem… Read more »

Marcelo
Marcelo
Reply to  Lucena
18 dias atrás

O Vietnã foi ontem … daqui a pouco vai querer comentar batalhas da Segunda Guerra Mundial … inclusive tinha um cara naquela época, um tal de Winston Churchill, que estava defendendo seu povo de um inimigo considerado invencível até pelos EUA. O tal de Churchill tinha uma máxima: We shall never surrender. As coisas mudaram depois que ele foi recebido pelo presidente dos EUA. Parece que o Wolodymyr Zelensky andou se inspirando nesse tal de Churchill … e não é que está funcionando.

tsung
tsung
Reply to  Marcelo
17 dias atrás

não é que esta funcionando , mas esta fortalecendo

João Moita Jr
João Moita Jr
18 dias atrás

14 tanques??? Vixi!!!A Blitzkrieg da Nato vai então. Mas cadê a manchete sobre a captura de Soledar???

Wilson Look
Wilson Look
Reply to  João Moita Jr
18 dias atrás

Apenas o lider do Wagner que afirma que capturou Soledar, todos os outros atores afirmam que há luta pesada na cidade, incluindo o MoD russo.

Zé Carlos
Zé Carlos
Reply to  Wilson Look
18 dias atrás

Vou te atualizar.
Apenas existem cerca de 400 combatentes cercados em um quarteirão no centro da cidade.
Cerco total.
Não há como escapar.
Alguns já se entregaram
Os ucranianos tentaram um ataque para resgatá-los mas fracassaram.
Os russos já até passaram da altura de Soledar e estão tomando Krasna Hora e Paraskoviivka e se aproximam de Blahodatne.
Soledar já ficou para trás.

Zé Carlos
Zé Carlos
Reply to  Zé Carlos
18 dias atrás

Só para acrescentar.
Muito provavelmente, após a queda de Soledar, os russos vão atacar Siversk pela retaguarda.
Lá existem muitos ucranianos com material pesado.
Terão de se retirar sob pena de cerco.
As coisas estão ficando interessantes.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Zé Carlos
18 dias atrás

No mundo real não é bem assim … mas cada um acredita naquilo que quer. Como disse Wolodymyr Zelensky: segue a batalha … em Soledar … opsss

Luís Henrique
Luís Henrique
18 dias atrás

Estão falando em 10 Challenger 2.
Uma piada. Não dá nem pro começo.

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Luís Henrique
18 dias atrás

Certamente acontecerá o mesmo que aconteceu com os turcos e seus tanques alemães contra os curdos…

As vezes camisa e nome não ganha jogo.

Maurício.
Maurício.
18 dias atrás

Quem acha que esses tanques vão mudar alguma coisa, provavelmente estão se informando pela CNN, BBC, Newsweek, ministério da defesa britânico e por aí vai. Vamos para um ano de guerra, e esse papo de arma que vai mudar alguma coisa, não vai dar em nada, no início da guerra eram: Javelin, NLAW, Stinger, Starstreak, S-300, Switchblade, T-72, Leopard, Pzh 2000, CAESAR, Harpoon, M-777, M-270, HIMARS, mais recentemente o Hawk, o Iris-T, o NASAMS, falaram até nos velhos Crotale, na minha opinião, essa guerra ainda vai longe.

Last edited 18 dias atrás by Maurício.
Zé Carlos
Zé Carlos
Reply to  Maurício.
18 dias atrás

Os russos publicaram um documento (uma espécie de recibo) de um sujeito que era o 300.000º convocado em mais uma mobilização.
E isso foi em novembro.
Acredita-se que já esteja em 350.000.
Os ucranianos deviam estar pensando em juntar esse monte de gente para algum ataque.
Mas as pesadíssimas baixas que têm de ser repostas e a falta de meios blindados devem estar impedindo isso.
Paralelo a isso, está chegando a ofensiva russa que certamente causará enormes estragos no Exército ucraniano.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Zé Carlos
18 dias atrás

Qual ofensiva russa? Na direção de Kiev via Bielorrússia? Podem tentar a sorte …

Marcelo
Marcelo
18 dias atrás

Enquanto Soledar não cai … o Ministério da Defesa ucraniano atualizou (11/01/2023) as baixas russas: – 112.960 soldados russos mortos; – 285 aviões militares abatidos, – 275 helicópteros militares abatidos; – 3094 tanques de guerra destruídos; – 2078 peças de artilharia destruídas; – 6159 veículos blindados destruídos; – 437 sistemas de foguetes de lançamento múltiplo (MLRS) destruídos; – 16 embarcações militares afundadas; – 4826 veículos e tanques de combustível destruídos; – 217 baterias antiaéreas destruídas; – 1862 sistemas aéreos não tripulados táticos abatidos; – – 184 veículos plataforma de equipamentos destruídos: 4 sistemas móveis de mísseis balísticos Iskander destruidos e… Read more »

Marcelo
Marcelo
18 dias atrás

OFF TOPIC – Publicado no The Guardian (12/01/2023) – O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy , zombou das alegações russas de ter tomado partes da cidade oriental de Soledar e disse que os combates continuam. “O Estado terrorista e seus propagandistas estão tentando fingir” ter alcançado alguns sucessos em Soledar, disse Zelenskiy em seu discurso na noite de quarta-feira , “mas a luta continua”. Os militares da Ucrânia também negaram que as forças russas tenham cercado e capturado Soledar após alegações do chefe do grupo mercenário Wagner de que a cidade mineira havia caído. Parece que a única pessoa que… Read more »

8200.jpg
Last edited 18 dias atrás by Marcelo
paulo gomes da silva filho
paulo gomes da silva filho
14 dias atrás

Quem acha bonito o puto querer dominar o mundo, eu quero ver se fosse ele invadindo o BRASIL se esta admiração existiria. Quando ele morrer estas viúvas dele vão se vestir de vestido preto e vão chorar por anos e anos.