A Ucrânia se tornou um membro de fato da aliança da Otan, disse o ministro da Defesa ucraniano, enquanto os países ocidentais, antes preocupados com o fato de a assistência militar poder ser vista como uma escalada pela Rússia, mudam sua “abordagem de pensamento”.

Em entrevista à BBC, Oleksii Reznikov disse ter certeza de que a Ucrânia receberá armas há muito procuradas, incluindo tanques e caças, já que tanto a Ucrânia quanto a Rússia parecem estar se preparando para novas ofensivas na primavera.

“Essa preocupação com o próximo nível de escalada, para mim, é algum tipo de protocolo”, disse Reznikov.

“A Ucrânia como país e as forças armadas da Ucrânia tornaram-se [um] membro da Otan. De facto, não de jure (por lei). Porque temos armamento e a compreensão de como usá-lo.”

O presidente russo, Vladimir Putin, classificou sua invasão da Ucrânia como uma batalha existencial contra os países ocidentais que querem enfraquecer a Rússia.

Figuras russas argumentaram que estão lutando contra a Otan na Ucrânia, já que o Ocidente forneceu armas ao país no que eles chamam de guerra de agressão.

A Ucrânia, há anos, busca se juntar à aliança militar entre os EUA, o Canadá e 28 países europeus, algo que o presidente Vladimir Putin descreveu como uma ameaça à segurança da Rússia.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, pressionou por uma adesão rápida, mas não está claro se a adesão plena é algo que os membros da aliança considerarão seriamente mesmo após o fim da guerra, apesar das promessas de apoio.

O Artigo 5 do Tratado da OTAN diz que um ataque armado contra qualquer membro deve ser considerado um ataque contra todos.

Reznikov, no entanto, negou que seus comentários sejam vistos como controversos, não apenas pela Rússia, mas, talvez, pela própria Otan, já que a aliança tomou medidas para não ser vista como parte do conflito.

“Por que [seria] controverso? É verdade. É um fato”, disse Reznikov. “Tenho certeza de que em um futuro próximo nos tornaremos membros da Otan, de jure.”

O ministro da Defesa falou na capital, Kyiv, enquanto as forças ucranianas e russas continuam a lutar pela pequena cidade de Soledar, na região leste de Donetsk, em algumas das batalhas mais intensas da guerra de quase 11 meses.

A ofensiva russa é liderada pelo mercenário Wagner Group, cujo fundador Yevgeny Prigozhin, aliado de longa data de Putin, tornou-se um crítico vocal do desempenho do exército russo na Ucrânia.

Na terça-feira, Prigozhin alegou que seus combatentes haviam tomado o controle da cidade, uma alegação que foi rejeitada pela Ucrânia e, notavelmente, pelo Kremlin, no que foi considerado uma rejeição a Prigozhin.

https://www.bbc.com/news/world-europe-60407010

A situação em Soledar era “muito difícil”, disse Reznikov, mas “sob controle”. Ele disse que os combatentes Wagner estavam sendo usados em “onda após onda após onda” de ataques, levando a um grande número de mortes, e que Prigozhin estava interessado nos possíveis benefícios econômicos de tomar a cidade, que abriga as maiores minas de sal da Europa.

“Eles vão ganhar dinheiro com sangue”, disse ele.

Soledar fica a cerca de 10 km (seis milhas) de Bakhmut, uma cidade estratégica onde as forças ucranianas e russas estão envolvidas em uma guerra de desgaste de meses que causou destruição generalizada e pesadas perdas em ambos os lados. Lá, mercenários do Wagner também foram desdobrados em grande número, e acredita-se que Prigozhin tenha feito da captura de Bakhmut um objetivo pessoal.

O grupo, disse Reznikov, “precisa apresentar algum tipo de prova para declarar que é melhor do que as forças armadas regulares da Federação Russa”. Se tomado, Bakhmut poderia abrir caminho para uma ofensiva russa em direção a Kramatorsk e Slovyansk, dois redutos ucranianos em Donetsk, uma região que tem sido um alvo importante para o presidente Putin.

O Sr. Reznikov estava falando antes que a Rússia na sexta-feira afirmasse ter assumido o controle de Soledar. A Ucrânia contestou isso e acusou a Rússia de “ruído de informação”.

Quaisquer ganhos seriam, mais do que qualquer outra coisa, de extremo valor simbólico para a Rússia. Eles viriam depois de uma série de reveses humilhantes, incluindo uma retirada caótica da região nordeste de Kharkiv e a retirada da cidade de Kherson, no sul, a única capital regional que as forças russas capturaram na guerra.

Reznikov afirmou que “aproximadamente 500 ou 600” combatentes russos estavam sendo mortos todos os dias em todo o país, enquanto a Ucrânia estava perdendo um décimo disso, números que não puderam ser verificados independentemente. Ele acredita que a Rússia pode estar tentando reunir “forças, munições e armas” para uma ofensiva nas áreas que já ocupa no sul e no leste.

A Ucrânia, entretanto, precisava de tempo para se reagrupar e rearmar enquanto esperava a entrega de armas ocidentais. “A primavera é o melhor período para refrescar o movimento para todos os lados”, disse ele. “Entendemos que eles estarão prontos para começar e, com certeza, temos que estar prontos para começar.”

No entanto, ele não repetiu a afirmação de que a Rússia poderia estar preparando outra invasão da Bielo-Rússia, um alerta que foi rejeitado pelo chefe da agência de inteligência militar ucraniana. O movimento do norte, disse Reznikov, “levaria muito tempo e eles [a Rússia] não têm recursos”.

Reznikov falou um dia depois que o Ministério da Defesa russo substituiu o comandante de suas forças na Ucrânia, um anúncio surpresa que foi visto como um sinal de uma luta pelo poder. O general Valery Gerasimov, um dos arquitetos da invasão do ano passado, retornaria ao posto ocupado pelo general Sergei Surovikin, nomeado em outubro.

A mudança, disse Reznikov, foi resultado do “conflito entre Prigozhin e as forças armadas da Federação Russa”. O general Surovikin supervisionou os recentes ataques brutais à infraestrutura de energia da Ucrânia que, segundo Reznikov, “reduziram os estoques [de mísseis russos] sem nenhum resultado”, repetindo uma afirmação ucraniana de que “estão ficando sem mísseis”.

Enquanto a Polônia e a Grã-Bretanha revelavam planos para entregar tanques de guerra pela primeira vez, Reznikov disse ter certeza de que a Ucrânia receberia “tanques, aviões de combate ou jatos e armamento de longo alcance para atingir alvos em 300 km (186 milhas) também”, porque “as coisas estavam mudando” nos países ocidentais.

Ele rejeitou as preocupações de que os anúncios pudessem desencadear uma resposta russa, apesar das ameaças agora familiares de Moscou. “Tenho uma guerra em meu país”, disse ele. “Eles estão atacando minhas cidades, meu hospital, meus jardins de infância, minhas escolas. Eles mataram muitos civis, muitos civis. Eles são um exército de estupradores, assassinos e saqueadores. Qual é o próximo nível de escalada?”

FONTE: BBC

Subscribe
Notify of
guest

75 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Leo Machado
Leo Machado
22 dias atrás

Esse Senhor disse que a Ucrânia está dando o sangue pela OTAN.
Muito razoável e esperado, afinal a OTAN está lutando até o último ucraniano.

Charles
Charles
Reply to  Leo Machado
22 dias atrás

A Ucrânia não está lutando até o último ucraniano, os soldados em Soledar pediram várias vezes para serem evacuados, o governo ucraniano os deixou lá, para poderem dizer que estão lutando até o último homem, o que ajuda na narrativa do “Hero”, fundamental para que continuem recebendo o financiamento dos EUA etc. Esse governo ucraniano não passa de uma marionete e quem paga o preço são as pessoas.

Leo Machado
Leo Machado
Reply to  Charles
22 dias atrás

Exato.
Zalunsny quer bater em retirada de Bakhmut, pois sabe que indefensável.
Mas Zelensky quer mostrar serviço à OTAN para receber mais ajuda
Só está prolongando o martírio do povo ucraniano.

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  Leo Machado
19 dias atrás

Isso nos lembraria o General Paulus, aliás, ”Marechal” Paulus? Pobres marechais ucranianos.

Monarquista
Monarquista
Reply to  Leo Machado
22 dias atrás

Parabéns pros ucranianos que preferem lutar até o último a se entregar a um invasor estrangeiro que quer os manter na miséria eterna.

Charles
Charles
Reply to  Monarquista
22 dias atrás

Piada! Essa é a narrativa na qual eles querem que você acredite, meu amigo.Os EUA tem que continuar a manipular a narrativa, para justificar o investomento dado a sua Marionete e vice versa..

CNN:

Ukrainian soldier in Soledar describes dire situation: “We are just abandoned”
“We tried to withdraw ourselves, but the Orcs [Russians] are already there. If there is no order to withdraw today, we will most likely not have time to leave,” he told CNN over the phone. “We were told that we would be withdrawn. And now we аre just abandoned.”

Monarquista
Monarquista
Reply to  Charles
22 dias atrás

Então foram os EUA quem convenceram o Putin a invadir?É isso que vc está dizendo?

Leo Machado
Leo Machado
Reply to  Monarquista
22 dias atrás

Não, mas deu uma força para a Ucrânia fazer o que fez.
Agora é tarde.

Monarquista
Monarquista
Reply to  Leo Machado
22 dias atrás

Fez o quê? Não quis viver sob o jugo e a miséria russa?

Leo Machado
Leo Machado
Reply to  Monarquista
22 dias atrás

As atividades da OTAN na Ucrânia desde 2014 só precipitaram os fatos .
Os russos atacaram primeiro antes de serem atacados.
E pense bem.
A Rússia está sozinha derrotando tudo isso.
Brilhante!

Monarquista
Monarquista
Reply to  Leo Machado
22 dias atrás

Por que a Otan atacaria a Rússia? Algum dia a Otan ameaçou a Rússia? Há algum dispositivo legal no estatuto da Otan que afirma que eles vão atacar algum país?

Obs: esse “brilhante” é exatamente igual ao jeito de escrever de um cara que tem um monte de nicks aqui.

Last edited 22 dias atrás by Monarquista
Rogério Loureiro Dhiério
Rogério Loureiro Dhiério
Reply to  Monarquista
22 dias atrás

Algum dia a Otan ameaçou a Rússia?”

É séria essa sua pergunta?

Eu não gosto dos russos, e tb não gosto dos americanos.

Más “FIO”, vc sabe o motivo pelo qual existe a OTAN?
Ficou ao par dos últimos acontecimentos das movimentações da OTAN em relação á Rússia?

Onde vc esteve esse tempo todo?
Hibernando na Criogenia?

Pelo amor de Deus, não me responda com viés politico ideológico.
Responda com base nos fatos desde a criação da OTAN.

Monarquista
Monarquista
Reply to  Rogério Loureiro Dhiério
22 dias atrás

A Otan é uma organização defensiva, para se defender dos russos. A Otan ameaçou a Rússia ou algum aliado russo algum dia?

Carlos E.
Carlos E.
Reply to  Monarquista
22 dias atrás

Ele se entrega….O “inteligente russo”.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Monarquista
19 dias atrás

Os que defendem a Russia são mentalmente instáveis.

Henrique
Henrique
Reply to  Leo Machado
22 dias atrás

Os russos atacaram primeiro antes de serem atacados.

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK ninguém ia atacar essa b****a de paískkkkkkkkkkkkkk

cara fuma antes de escrever se fosse pra atacar Rússia teriam atacado em 1991 então

Bosdesniavranka
Bosdesniavranka
Reply to  Leo Machado
21 dias atrás

Atacar a Rússia pra que??? Meu Deus, quanta fantasia.

Realista
Realista
Reply to  Monarquista
22 dias atrás

Não quis viver sob o jugo e a miséria russa? ‘

Iria viver igual qualquer cidadão russo, mas colocaram um fantoche pra satisfazer os desejos americanos e agora vai viver na destruição .

Slowz
Slowz
Reply to  Monarquista
22 dias atrás

Não, ele só deixou o Putin sem escolha ..

Assim como os EUA não aceitou mísseis em Cuba os russos não aceita a Ucrânia na OTAN alem de outras coisas ..

Monarquista
Monarquista
Reply to  Slowz
22 dias atrás

Sem escolha pra quê? E o Putin vai invadir a Finlândia agora, já que está sem escolha?

Realista
Realista
Reply to  Monarquista
22 dias atrás

Nossa agora que a Finlândia tomou lado né ? ele era muito neutra antes disso kkkk é igual o funcionário que trabalha na empresa sem registro e depois é registrado .

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Slowz
19 dias atrás

Agora é tarde. A Ucrânia já proxy da OTAN.

Francisco
Francisco
Reply to  Monarquista
21 dias atrás

E não foram????

Henrique
Henrique
Reply to  Charles
22 dias atrás

Piada! Essa é a narrativa na qual eles querem que você acredite, meu amigo.

aham kkkkkkkkkkkkk russo tacando míssil em área civil só mostra que ele querem rem ser “amigos do irmãos ucranianos”.. eles não vão genocida a população e extinguir o pais como vem falando abertamente pena tv russa kkkkk é tudo pra “manipular a narrativa, para justificar o investomento dado a sua Marionete e vice versa”..

KKKKKKKKKKK

Leo Machado
Leo Machado
Reply to  Monarquista
22 dias atrás

Vai lá se sacrificar que nós damos o parabéns para vc também.

Monarquista
Monarquista
Reply to  Leo Machado
22 dias atrás

Pelo meu país eu iria.

Realista
Realista
Reply to  Monarquista
22 dias atrás

É igual aqueles patriota que na primeira oportunidade sai do país .

Alan Santos
Alan Santos
Reply to  Monarquista
22 dias atrás

Então os ucranianos estão certos.

ezio
ezio
Reply to  Monarquista
20 dias atrás

vai o bolsonara e aliado do putim e lula também nois e irmãos vão ajudar

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  Monarquista
19 dias atrás

Ave, Cesar, morituri te salutant!

George
George
Reply to  Leo Machado
19 dias atrás

O Putin luta até o último russo.

Arthur
Arthur
22 dias atrás

Esse sujeito fala tanta insensatez, que se parasse para refletir, não abriria a boca nunca mais. Não foi ele quem disse que a Ucrânia está derramando seu sangue pela OTAN, em prol do mundo civilizado (entenda-se Europa)? Bem que podiam por um uniforme de verdade nesse cara e jogá-lo em Bakhmut. Falar é fácil; mas quando chegar a hora em que for descartado, aí quero ver!

Leo Machado
Leo Machado
Reply to  Arthur
22 dias atrás

É o que Zelensky está fazendo.
Mandando dezenas de milhares de soldados para a morte certa sabendo que não há chances de vitória.
Nunca houve.
Está acabando com uma geração inteira de ucranianos.
Quero ver ele ir para lá.

Rogério Loureiro Dhiério
Rogério Loureiro Dhiério
Reply to  Leo Machado
22 dias atrás

Geralmente covardes fogem para os EUA.

Permanecer lá é o X da questão.

Depende muito de qual partido está no poder com o qual vc é aliado.

O “Burronaro” se deu mal por lá pq o padrinho dele não está no poder.
Se não se prontificasse voltar, sairiam com ele.

O Zelensky caso precise ir, até vai…más se o apadrinhamento partidário dele mudar, ou ele volta ou saem com ele.

Maurício.
Maurício.
22 dias atrás

“A Ucrânia se tornou um membro de fato da aliança da Otan, disse o ministro da Defesa ucraniano.”

Eu só vou acreditar nessa ladainha o dia que eu ver as tropas da OTAN combatendo diretamente os soldados russos no campo de batalha, até porque, falar até papagaio fala.

Leo Machado
Leo Machado
Reply to  Maurício.
22 dias atrás

Está é a questão.
Não vai ver nunca, pois tem medo de uma guerra total.
Preferiram gastar bilhões e bilhões de dólares, anos e mais anos construindo fortificações, treinando e entregando equipamentos para a Ucrânia na tentativa de encurralar os russos.
Como se vê, algo está dando muito errado.

Magaren
Magaren
22 dias atrás

Só resta a rendição russa, estão cercados

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  Magaren
19 dias atrás

Sim, cercados de bases militares dos EUA rsrsrs. Logo, logo esses eslavos desse paiseco eurasiano e metidinhos se rendem. A Horda Dourada que o diga (ainda existe a Horda Dourada?).

Rafaelsrs
Rafaelsrs
22 dias atrás

Uma guerra inútil fomentada pelos EUA para movimentar a sua máquina de guerra e se livrar de material obsoleto.
Detesto o Putin mas ele fez o que qualquer outro líder russo faria ao ser acuado pela otan.

Monarquista
Monarquista
Reply to  Rafaelsrs
22 dias atrás

Mas se ele tomar a Ucrânia, ficará ainda mais “acuado” pela Otan, aumentando ainda mais sua fronteira com essa aliança. E agora com Finlândia entrando, terá o dobro de fronteiras com essa aliança. O que ele fará com a Finlândia entrando na Otan?

Leo Machado
Leo Machado
Reply to  Monarquista
22 dias atrás

A vitória russa na Ucrânia será o começo do fim da OTAN e da (des) União Europeia.
Russos e chineses sabem disso e apostaram suas fichas nessa situação.
Não vão perder.
E os americanos sabem disso.
Daí seu desespero.

Monarquista
Monarquista
Reply to  Leo Machado
22 dias atrás

Mas com a Rússia invadindo a Ucrânia, a Otan se fortaleceu, passou a gastar mais no orçamento militar e vai adicionar mais países, com outros (própria Ucrânia e a Geórgia) mostrando intenção de entrar. Como vai ser o fim, se eles estão se fortalecendo e aumentando?

Last edited 22 dias atrás by Monarquista
Henrique
Henrique
Reply to  Leo Machado
22 dias atrás

A vitória russa na Ucrânia será o começo do fim da OTAN 

quando você não entende de geopolítica e aliança militar e quer argumentar de qualquer jeito kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

só a invasão até agora uniu de uma forma nunca antes vista a OTAN e a Europa kkkkkkkkk

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Monarquista
22 dias atrás

O que ele fará com a Finlândia entrando na OTAN? Resposta: nada. Só apontar alguns mísseis nucleares para a Finlândia. Só isso. A Finlândia já é de fato da OTAN, resta só formalizar.

Leo Machado
Leo Machado
Reply to  Rafaelsrs
22 dias atrás

Pela quantidade de armamentos que a Ucrânia possui e a gigantesca extensão das fortificações construídas, percebe-se claramente as intenções da OTAN para com a Rússia.
Não existe no Mundo local com mais fortificações do que lá.
Sem contar o embuste dos famosos Acordos de Minsk, categoricamente desmascarados pelas declarações de líderes ocidentais
Deu no que deu.

Henrique
Henrique
Reply to  Rafaelsrs
22 dias atrás

 o Putin mas ele fez o que qualquer outro líder russo faria ao ser acuado pela otan.

‘itilignet’ pra kct o orangotango do putin

Rogério Loureiro Dhiério
Rogério Loureiro Dhiério
22 dias atrás

Porque temos armamento e a compreensão de como usá-lo.”

É aqui que eu tiro o chapéu para os Ucranis.

Os caras estão aprendendo in loco, full time e utilizando em campo tudo o que todos enviam.



Inimigo público
Inimigo público
22 dias atrás

Então por que a OTAN não enviou F-35s, Rafales, Typhoons, F-16 e tropas ainda?

Marcelo
Marcelo
Reply to  Inimigo público
22 dias atrás

Treinar pilotos de caça é demorado, principalmente aqueles que estão acostumados com aeronaves soviéticas, que praticamente terão que reaprender a pilotar. Mas há indicações de que já há pilotos ucranianos treinamento em F-16 e há um forte lobby no Congresso Americano para o envio desses caças para a Ucrânia. Logo saberemos …

Inimigo público
Inimigo público
Reply to  Marcelo
21 dias atrás

É verdade, S-400 está doidinho por mais uns kills a mais de 100 km de distância.

Marcelo
Marcelo
22 dias atrás

Nada de novo … a OTAN já está na Ucrânia. Agradeçam ao Putin por 1) superestimar as capacidades militares russas; 2) substimar a capacidade de resiliência ucraniana; 3) imaginar que a OTAN e os EUA ia ficar só observando a Rússia invadir o vizinho.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Marcelo
22 dias atrás

“Nada de novo … a OTAN já está na Ucrânia.”

Estão com suas tropas combatendo os russos? Se você tiver uma foto ou vídeo das tropas da OTAN combatendo os russos, por favor, posta o link…

Marcelo
Marcelo
Reply to  Maurício.
22 dias atrás

Doutrina, inteligência, treinamento, armamento, equipamento, suprimento, munição, apoio logístico e financiamento. Tudo vindo dos países da OTAN e dos EUA, em um fluxo cada vez maior. Putin colocou ou não colocou a OTAN dentro da Ucrânia?

Maurício.
Maurício.
Reply to  Marcelo
21 dias atrás

Eu estou falando de tropas, até agora nada…

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  Marcelo
19 dias atrás

Cada comentário mais legal que o outro. Permite fazer meme?

Oliveira
Oliveira
Reply to  Marcelo
22 dias atrás

Mas até agora só vi eles dando tapinhas nas costas dos ucranianos e incentivando para não desistirem. Mas na hora de por a mão na massa, da maior e mais poderosa aliança militar mostrar “como é que se faz”, a coisa fica só na expectativa e especulação mesmo. Talvez isso ocorra porque eles consideram as consequências, coisa que comentarista de blog não faz. É aquela velha história: quem tem c* tem medo.

Last edited 22 dias atrás by Oliveira
Fabricio Lustosa
22 dias atrás

Esse cabeça de bola de sinuca representa bem uma das motivações principais dessa guerra. Resta evidente q esse é o tipo que não se preocupa com a mortandade de seus “compatriotas” e a destruição de “seu” país. As aspas for colocadas pq metade dos cidadãos da Ucrânia não foram a favor do golpe de 2013/14.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Fabricio Lustosa
22 dias atrás

“É impossível vencer uma guerra onde não só exército está lutando contra você, mas todo o povo, e na Ucrânia todo o povo ucraniano está lutando.”
Agil Rustamzade – analista militar do Azerbaijão
https://news.yahoo.com/military-analyst-rustamzade-predicts-ukraine-182400785.html

Marcelo
Marcelo
22 dias atrás

OFF TOPIC – Os EUA estão se preparando para enviar o Stryker para a Ucrânia. Ele não tem o poder de fogo de um M1 Abrans e nem a proteção do Bradley, mas oferece mobilidade mais segura, com melhores comunicações e sistemas de consciência situacional. O Stryker foi produzido e centrado no esquadrão de infantaria. Esse veículo é projetado para entregar um esquadrão de infantaria a um quilômetro ou no recurso de terreno mais próximo de um objetivo. É exatamente o que falta para os ucranianos. O Stryker permite a mobilidade em ambientes feios e restritos como uma cidade. Permite… Read more »

Maurício.
Maurício.
Reply to  Marcelo
22 dias atrás

Um pouco sobre o que é o Stryker de verdade, baita veículo…

http://www.combatreform.org/strykerhorrors.htm

Marcelo
Marcelo
Reply to  Maurício.
22 dias atrás

Muito longo … vou esperar virar filme … mas tem o depoimento do Major do Exército Brad Duplessis, que, no verão de 2011 era oficial executivo da brigada no Iraque que, liderando tropas em combate em cidades como Baqubah e Muqdadiya, viu Strkyers sobreviver após ser atingidos por penetradores explosivos, dispositivos explosivos improvisados ​​e granadas antitanque RKG propulsionadas por foguetes, que são conhecidas por destruir veículos blindados muito mais pesados. De lá para cá, os Strikers foram bastante aprimorados nesse ínterim, aproveitando as lições aprendidas em incidentes mortais no Iraque e no Afeganistão para torná-los mais fáceis de sobreviver. Duplessis,… Read more »

Arthur
Arthur
Reply to  Marcelo
21 dias atrás

Espera sentado que lá não é Afeganistão, nem russo irá atacar com pedras, RPGs, ou explosivos improvisados.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Marcelo
21 dias atrás

“Muito longo … vou esperar virar filme …”

Ué, não é você que sempre pede as fontes? Eu coloquei, se a fonte e as verdades não lhe agradaram, eu não posso fazer nada…

Oliveira
Oliveira
Reply to  Marcelo
22 dias atrás

Os javelins e Himars já foram esquecidos? Depois dos strikers qual vai ser o equipamento de virada da guerra da vez? Seria melhor se eles enviassem um pacote de Rambos e Braddocks com uma pitadela de narrativa Holiwoodiana, causaria orgasmos em alguns.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Oliveira
22 dias atrás

Os Javelins e os Excaliburs estão guardados e só esperando pelos russos na primavera. Já os Himars destruíram recentemente um quartel improvisado em uma escola em Makiivka. Os russos colocaram no mesmo lugar recrutas e munições. Só dois rockets atingiram o lugar e parece que morreram 400 russos. Correu um boato de que os ucranianos localizaram o alvo através do posicionamento dos sinais emitidos pelos celulares dos recrutas. Bom … pelo menos nenhum russo estava fumando … ou será que estava?

Arthur
Arthur
Reply to  Marcelo
21 dias atrás

Agora sim, com os Strikers tenho certeza que a Ucrânia vencerá a guerra. Como é mesmo aquela expressão? GAME CHANGER!

Lucena
22 dias atrás

Realmente a Ucrânia tem uma espécie de pacto com a OTAN( EUA ); uma sociedade estilo predatória, onde eles ucranianos entram de corpo e alma e a OTAN(EUA) com as ferramentas…isso é fácil de ser substituído, já o corpo e alma…. nem em outra encarnação.

Lucena
Reply to  Lucena
22 dias atrás

vejo que há alguns em suas narrativas sobre tal tema, ….visto que estes não moram na ucrânia e não estão na pele de um ucraniano … falam que a ucrânia tem que dá o sangue …. até o último ucraniano. . Fácil fazer cortesia com os chapéus … ou melhor … com as vidas dos outros. Coisa igual a isso ….Só aquela falácia bem burlesca …. que um certo capitão demagogo sempre falava e fala … “A LIBERDADE É MAIS IMPORTANTE QUE A VIDA ” … fico pensando nesta frase doentia …. logo vinda de tal pervertido mal intencionado …afinal… Read more »

Marcelo
Marcelo
Reply to  Lucena
22 dias atrás

Os ucranianos estão adotando o lema do Winston Churchill: we shall never surrender. O nazismo alemão foi destruido a duras penas e os Aliados venceram com baixas altíssimas, inclusive de bravos Brasileiros. Depois a URSS faliu devido aos altíssimos custos da corrida armamentista contra a OTAN, ficando o mundo a beira da hecatombe nuclear durante décadas. O mundo livre quer permanecer livre. A liberdade, às vezes, exige um preço muito alto a ser pago. Tem certas coisas que a história insiste em nos lembrar … mas tem gente que nunca vai entender isso. Paciência …

Last edited 22 dias atrás by Marcelo
Henrique
Henrique
Reply to  Lucena
21 dias atrás

“A LIBERDADE É MAIS IMPORTANTE QUE A VIDA ” … fico pensando nesta frase doentia 

até pq ser um escravo de outro é bem melhor né… pergunta pra qualquer que vive uma vida assim…

pq o doente é sempre os russetis?

m4l4v1t4
m4l4v1t4
22 dias atrás

Espero que a OTAN não desperdice a oportunidade de conduzir o conflito de maneira não tão acelerada para que um colapso da Rússia com fragmentação territorial seja possível, principalmente com os territórios ao leste dos Urais. Toda aquela região é uma fraude da URSS. Que, para dar legitimidade, transferiu boa parte da população de etnia eslava para o leste. Os Gulag na Siberia foi apenas uma das muitas maneiras que o estado soviético usou para colocar força na colonização de um território que em nada tinha haver com a URSS. São povos de origem mongol que vivem à margem do… Read more »

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  m4l4v1t4
19 dias atrás

Na wikipedia tem um verbete denominado ”Império Russo”. Vai lá… Tem também Império Britânico, Império Francês, Império Alemão, Império Espanhol e até um tal de Império Português (e mesmo sem Caiena e sem Montevideu, tem um outro tal de Império Brasileiro). Ah, tem também a fraude dos Estados Unidos sobre o México, a Espanha, os nativos norte-americanos. ‘Pobre México, tão longe de Deus…”. Aff, cansei.

Henrique
Henrique
22 dias atrás

parabéns Putin por mais essa conquista

até o fim do ano ele consegue fazer a china ou cazaquistão entrar pra otan

Last edited 22 dias atrás by Henrique
JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
19 dias atrás

Ai, ai, ai, Dio mio. Que OTAN que nada. A Ucrânia envia seus homens para a morte em favor da geopolítica da OTAN (e de seu proprietário, The USA). Até podem ser parte da OTAN sim, mas só se for com o subilatório.

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
19 dias atrás

Será? Numquerdito!