Manaus (AM) – O 4º Batalhão de Aviação do Exército (4º BAvEx) recebeu a missão de resgatar crianças que necessitavam de tratamento médico em três comunidades de terras indígenas Yanomamis, na região do Surucucu, em Roraima. Os militares do batalhão partiram no dia 31 de dezembro, rumo às comunidades, e só retornaram a Manaus no dia 2 de janeiro. Eles atuaram em conjunto com os militares do 4º Pelotão Especial de Fronteira/Surucucu e com profissionais de saúde do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI).

No total, foram evacuadas para o Polo Base Surucucu, do DSEI Yanomami, 20 pessoas das comunidades Kunamariú, Hokomaua e Yaritobi. Segundo o piloto do 4º BAvEx, Major Schiavon, os profissionais da saúde informaram que as crianças apresentavam quadros de desnutrição e de desidratação. Uma delas tinha malária e outra pneumonia. Ele foi informado, ainda, que, devido à chuva, houve dificuldade no plantio e, por deficiência alimentar, as crianças estavam debilitadas.

A missão enfrentou a possibilidade de mau tempo e o risco de escurecer e de perder visibilidade.

“Uma das comunidades fica quase na fronteira com a Venezuela, fizemos um gerenciamento de pouso. Havia o risco de o tempo fechar, mas, graças a Deus, conseguimos cumprir toda a missão nas três comunidades”, comemorou o Major Schiavon.

Devido às condições climáticas, os militares do 4º BAvEx só conseguiram retornar a Manaus no dia 2 de janeiro. “Na aviação é comum viajarmos bastante, inclusive em datas comemorativas. Claro que preferimos passar datas como essa em casa, com a família, mas numa situação dessa nós vamos sem titubear, porque sabemos da importância da missão e do quão necessária ela é”, finalizou o piloto.

Difícil acesso

A equipe partiu no dia seguinte ao recebimento da missão. Os trabalhos iniciaram, com plano de voo, preparação da aeronave, instalação de tanque de translado, separação de materiais, entre outros procedimentos. Em seguida, os militares se deslocaram à Base Aérea em Boa Vista (RR), em voo com duração de três horas. O Comandante do Comando de Fronteira de Roraima/7º Batalhão de Infantaria de Selva (C Fron RR/ 7º BIS), Coronel M. Junior, recebeu os militares.

Após o abastecimento e mais uma hora e meia de voo, chegaram ao 4º Pelotão Especial de Fronteira/Surucucu (4º PEF Surucucu). Ainda no PEF, foi feita uma nova programação de peso e combustível para partirem para o resgate das crianças nas comunidades.

“A missão foi importante porque era o único meio de evacuação daquelas crianças para receber cuidados médicos adequados, já que a tribo mais perto fica a cinco dias de caminhada, por trilha através selva, do 4º PEF”, pontuou o Major Schiavon.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

Subscribe
Notify of
guest

84 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Leo Machado
Leo Machado
6 dias atrás

E a FAB também está ajudando.
Que sejam louvados por essas atitudes.
O Governo também está arregimentando médicos em caráter de urgência para mandar para lá.

Leo Machado
Leo Machado
Reply to  Leo Machado
6 dias atrás

Enquanto isso, o fujão deu declarações de que essa situação dos indígenas é armação das esquerdas.
E as redes bolsonaristas estão possessas com essa ajuda das F.A. aos indígenas.
A que ponto chegamos

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Leo Machado
6 dias atrás

Nunca, absolutamente nunca, os indígenas deixaram de ser apoiados pelas FFAA.
Assim como, a Op Pipa nunca parou no NE.

Simples assim.

Slowz
Slowz
Reply to  Velho Alfredo
6 dias atrás
Humilde Observador
Humilde Observador
Reply to  Velho Alfredo
6 dias atrás

Pipa parou sim, logo após as eleições, e tudo foi amplamente divulgado pode escolher a fonte: rádio, emissoras de TV, internet, etc.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Velho Alfredo
6 dias atrás

Olá Velho. O que aconteceu então? A Funai não sabia? Sabia e nada fez? Ficou todo mundo de braço cruzado esperando Godot?

Teropode
Reply to  Camargoer.
6 dias atrás

Ou esperavam pelo Anjo que trepava na goiabeira …..

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Teropode
6 dias atrás

Olá Tero. Tem muita gente que fica irritada com minhas análises, mas parece-me que este escândalo pode atingir o gabinete da presidência em cheio. Ao contrário dos ataques á praça dos Três Poderes, que foram organizados e financiados mas sem envolver Bolsonaro diretamente, há uma linha direta ligando as crianças yanomami com o gabinete da presidência que pode ser facilmente rastreada. A imagem das crianças desnutridas é extremamente forte e acho improvável que isso fique restrito ao terceiro ou segundo escalão, principalmente porque vai estourar na mesa do MInistério da Justiça, ou seja, Alexandre Torres.

João Augusto
João Augusto
Reply to  Camargoer.
5 dias atrás

Moro, Damares, Mourão e Bolsonaro. Esses quatro estão implicados nos crimes contra os yanomami.

Bedoia
Bedoia
Reply to  Camargoer.
5 dias atrás

Camargoer.

Grande parte de pessoas envolvidas estavam ligadas à então Ministra Damares.
Ela tinha um monte de organizações religiosas atuando naquela região fazendo os maiores absurdos.
Hoje foi anunciado que verbas foram realocadas do Orçamento para ONGs evangélicas.
Coisa de mais de 500 milhões de reais.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Bedoia
5 dias atrás

Olá Bed. Exato. Minha impressão é que este caso das crianças yanomamis será o grande escândalo do governo Bolsonaro. Acho que será muito difícil o primeiro escalão do governo sair ileso.

Carlos
Carlos
Reply to  Velho Alfredo
6 dias atrás

É desinformação ou maldade mesmo? Se for a segunda…. a vida cobrará. Pode ter certeza.

Teropode
Reply to  Velho Alfredo
6 dias atrás

Conte outra piada agora ! Mas uma que não envolva extermínio de minorias.

M4l4v1t4
M4l4v1t4
Reply to  Leo Machado
6 dias atrás

O que o Bolsonaro tem haver com isso? Em algum momento as FA deixarão de apoiar os indígenas da região por conta de alguma atitude dele?
No governo dele o apoio às comunidades indígenas aumentou, não diminui.

Próxima, vai tentando

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  M4l4v1t4
6 dias atrás

Olá M. Considerando a gravidade da situação das crianças, o problema deve ter meses ou até mais. A responsabilidade inicial seria dos servidores da Funai que deveriam monitorar a situação dos indígenas. Então, ou eles ignoraram a situação ou estavam sem meios de verificar o que estava acontecendo ou foram ignorados pela administração da Funai. Subindo a cadeia, ou a administração da Funai não foi informada, ou não deu condições de trabalho para os servidores ou ignorou os alertas, ou foi ignorada pelo primeiro escalão ou instruida pelo primero escalão a ignorar o problema. Subindo mais um nível ou o… Read more »

Renato B.
Renato B.
Reply to  M4l4v1t4
5 dias atrás

O que ele tem haver com isso? Pensei que ele havia sido presidente nos últimos 4 anos. Mas concordo que a frequência com que tirava férias e participava de motociatas deponha contra essa suposição.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Renato B.
5 dias atrás

Olá Renato. Presidente não tem férias. Não existe esta precisão. Ele continua presidente mesmo nos feriados e nos dias de descanso.

Teropode
Reply to  Leo Machado
6 dias atrás

A fab não faz mais nada do que sua obrigação , aliás há denúncias de que descumpriram ordem judiciais para resgate e translado de médicos na região durante o desgoverno anterior !

Kornet
Kornet
6 dias atrás

Esses yanomamis são brasileiros ou venezuelanos?
Outra coisa,antes que a canhotada venha querer colocar a culpa no JB,em 2008 419 crianças indígenas morreram por desnutrição e em 2010 92.
No ano de 2021 foram distribuídos 22 toneladas de alimentos para essa tribo.
E para finalizar, os problemas dessa aldeia na fronteira com a Venezuela ,veem desde o governo do FHC e não do governo passado como a militância jornalística está colocando.

Leo Machado
Leo Machado
Reply to  Kornet
6 dias atrás

‘Esses yanomamis são brasileiros ou venezuelanos?’

São seres humanos.

Pedro
Pedro
Reply to  Leo Machado
6 dias atrás

Fim!

Emmanuel
Emmanuel
Reply to  Leo Machado
6 dias atrás

Refugiados venezuelanos.
Não passe pano não.

Leo Machado
Leo Machado
Reply to  Emmanuel
6 dias atrás

Pouco importa se são brasileiros, venezuelanos, venezianos ou inca-venusianos.
Se estão em nosso território, são responsabilidade do nosso Governo.
E não é para praticar genocídio.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Leo Machado
6 dias atrás

Exato, A Funai deveria ter atuado há meses. Por que não fez?

Teropode
Reply to  Camargoer.
6 dias atrás

Foi simplesmente esvaziada , demitiram funcionários, acabaram com os recursos e retiraram as escoltas que davam segurança só pessoal , o medo dos garimpeiros impediu os poucos funcionários de trabalhar …….

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Teropode
6 dias atrás

Exato. A pergunta é saber se a negligência aconteceu no nível dos servidores, que não puderam ou não quiseram agir, se o problema aconteceu em nível de coordenação da Funai que foi informada mas não fez ou que não foi capaz de prover as condições para os servidores, ou se em nível de primeiro escalão que não proporcionou os meios ou que ignorou as solicitações das coordenações ou se instruiu as coordenações para ignorar. Parece fácil descobrir. A imagem das crianças desnutridas é extremamente forte e já deve estar circulando o mundo. Isso pode ter mais impacto que os ataques… Read more »

Teropode
Reply to  Leo Machado
6 dias atrás

Eles só enxergam ouro , boi no pasto , madeira e grilagem, não perca seu tempo , este tipo adora a morte !

Carlos E.
Carlos E.
Reply to  Leo Machado
5 dias atrás

Rapaz, não concordo em nada com suas opiniões nos tópicos da Guerra na Ucrânia, mas esse comentário foi pra acabar qualquer discussão aqui. Sem mais.

Thiago Marques
Thiago Marques
Reply to  Kornet
6 dias atrás

Seres humanos e brasileiros. E, sim, não tente passar pano para o GENO cida que tá feio. Foram feitas 21 solicitações humanitárias durante o desgoverno e nenhuma foi atendida. Isso sem mencionar o incentivo ao garimpo que tornou impossível a utilização da água e terras da Terra Indígena.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Thiago Marques
6 dias atrás

É só ver a celeridade´´ com que o governo passado respondeu aos e-mails de fabricantes de vacinas…demoraram semanas pra responder, isso quando respondiam.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Kornet
6 dias atrás

O Brasil enviou tropas para a segunda guerra mundial, eram europeus ou braseiros que estavam fazendo a merd@ toda?

Maurício.
Maurício.
Reply to  Maurício.
6 dias atrás

“braseiros”…Putz, ainda estão pensando em churrasco…🤦🏻‍♂️😂

MFB
MFB
Reply to  Kornet
6 dias atrás

Não vou fazer brincadeira e nem ofender, só dar um conselho. Procure uma ajuda psicológica, religiosa (pra quem acredita nisso), ou o que for. Seu “coração” está envenenado. A cegueira ideológica está acabando com a sua humanidade.

Kornet
Kornet
Reply to  MFB
6 dias atrás

Aos doentes mentais que escrevem com a mão esquerda,seria muito melhor que vcs fossem pesquisar antes de vomitar as asneiras e mentiras de sempre,33 milhões passando fome a entidade vai e diz que são 120 e a ONU a desmente que na verdade são 9 .
Quanto a pergunta malta indomesticada alienada é mais fácil eles estarem fugindo do glorioso regime democrático venezuelano e vcs querendo jogar a culpa nos outros ,sabendo que em 24 anos de esquerda no poder esses índios nunca foram bem tratados.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Kornet
6 dias atrás

Caro K. Mesmo que fosse uma criança desnutrida vivendo dentro de uma reserva indígena, é responsabilidade da Funai prestar o atendimento que for necessário, mesmo que esta criança tenha nascido na Venezuela ou no Suriname. Infelizmente, eram mais de uma criança. Pelas fotos, são dezenas. Se as crianças estão desnutridas, isso significa que o problema é antigo. Meses. Caberia á Funai identificar a presença destas crianças e imediatamente prover assistência. Por que não fez? Os servidores não sabiam? Mas é obrigação funcional deles saber. Sabiam e não informaram os superiores? Informaram e os superiores ignoraram? O que aconteceu? Isso não… Read more »

Bedoia
Bedoia
Reply to  Kornet
6 dias atrás

Vc está dodói da cabeça, filho.
Vai se tratar.

Teropode
Reply to  Bedoia
6 dias atrás

Com uma 12.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Kornet
6 dias atrás

Caro. O problema nada tem a ver com que mão a pessoa escreve, se é canhoto ou destro. O problema é sobre estômago que fica bem no meio da barriga.

jairo
jairo
Reply to  Kornet
5 dias atrás

Doente mental é quem fica fazendo proselitismo político e relativizando tragédias somente pq não bate no vosso traseiro.
E ainda vem defender político mequetrefe que está em fuga há quase um mês.
Aquele decrépito do Heleno confeccionando ofícios na mesma região faltando uma semana pro fim do bizarro governo que vc apoia e vão falar que não sabiam de nada.
A lata de lixo da história é pouco, muito pouco pra essa corja que nos assombrou por 4 anos.
calhordas!

Teropode
Reply to  MFB
6 dias atrás

Ou kabim estrela sem fungo !

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Kornet
6 dias atrás

Caro. Estão em território brasileiro. A pergunta então é “por que a Funai não acionou as autoridades sanitárias e de saúde para atender a situação destas pessoas?”. Se existem yanonamis vindos da Venezuela, “por que a Funai não estava informada disso para acionar ajuda adicional”? Não sei de quem é a culpa neste momento, mas certamente uma investigação irá encontrar os responsáveis.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Camargoer.
6 dias atrás

Qual FUNAI? A mesma FUNAI que passou os últimos 4 anos sendo depenada, com toda a verba sendo cortada, e que teve como indicados pra pessoas chave gente ligada ao agronegócio e madeireiros ilegais?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Willber Rodrigues
6 dias atrás

Olá W. Este é o ponto. Institucionalmente, o órgão federal responsável por apoiar os povos indígenas é a Funai. Ela tem a responsabilidade de monitorar as condições dos povos indígenas. A pergunta que deve ser feita: È obrigação dos servidores da Funai monitorarem as condições dos povos indígenas. Eles sabiam? Se sabiam, eles comunicara os superiores? Se os superiores foram informados, por que não atuaram? Se os servidores não sabiam, o que aconteceu? Alguém os proibiu de atuar? Ou eles simplesmente cruzaram os braços e deixaram de cumprir suas obrigações? Parece fácil descobrir a culpa nesta cadeia de comando.

Otto Lima
Otto Lima
Reply to  Kornet
5 dias atrás

Kornet, segundo a literatura médica, sua crença cega em líderes messiânicos e inimigos imaginários faz parte da sintomatologia de vários transtornos mentais e também de danos cerebrais causados pelo consumo de substâncias psicoativas, legais ou não. Portanto, meu caro, sugiro que você procure um psiquiatra para lhe ajudar.

EduardoSP
EduardoSP
6 dias atrás

Como diria um ex-mandatário:
” – Não tem fome no Brasil. Alguém já viu alguém pedindo pão na porta da padaria. Não tem.”

Leo Machado
Leo Machado
Reply to  EduardoSP
6 dias atrás

Não nos enganemos.
Foi uma atitude deliberada para exterminar os índios e abrir o caminho para garimpeiros, madeireiros, grileiros e toda a escória que foi para lá.
Afinal, fazia parte da base de apoio do Governo anterior.

PACRF
PACRF
Reply to  Leo Machado
6 dias atrás

Exatamente, acrescento ao tripé madeireiros, garimpeiros e grileiros, o crime organizado. A Amazônia precisa de uma “limpeza” para voltar ao mapa do Brasil.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Leo Machado
6 dias atrás

Olá Leo. Lembro de um debate em relação ao atraso de vacinas e os problemas de combate á pandemia, se seriam ou não um crime de genocídio. Um jurista especializado em direito internacional disse que não. O crime de genocídio deve ser uma ação deliberada contra uma minoria, seja religiosa, étnica ou outro tipo. Temo que neste caso, cabe uma denúncia á uma corte internacional para investigar o que aconteceu e as pessoas responsáveis devem ser severamente punidas.

Teropode
Reply to  Leo Machado
6 dias atrás

Sem anistia!

Slowz
Slowz
6 dias atrás

Segundo o antigo governo é tudo mentira, invenção dos comun4 ..

Last edited 6 dias atrás by Slowz
Leo Machado
Leo Machado
Reply to  Slowz
6 dias atrás

Mas também colocando Damares para tomar conta disso, não dá!
Aí, a Senadora (acredite, aquilo foi eleita) disse que sabia de alguma coisa com relação aos massacres.
Mas devia estar mais preocupada com meninas de rosa e crianças escravas desdentada.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Leo Machado
6 dias atrás

Caro Leo. A Funai era vinculada ao Ministério da Justiça. A crise começa quando o presidente da Funai, indicado por Bolsonaro, publicou uma portaria autorizando que pessoas sem vínculo com a Funai pudessem ocupar cargos de coordenadores. Hoje, a Funai está vinculada ao novo Ministério dos Povos Indígenas.

Bedoia
Bedoia
Reply to  Camargoer.
6 dias atrás

Damares Alves rejeitou ajuda a indígenas durante a pandemia
A ex-ministra dos Direitos Humanos pediu que Bolsonaro retirasse da lei de proteção aos indígenas a obrigação de fornecimento de itens como leitos de UTI e ventiladores pulmonares.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Bedoia
6 dias atrás

Você tem razão. Bem lembrado.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Slowz
6 dias atrás

Botaram a ministra da goiabeira e o Salles ( vamos passar a boiada ) pra tomar conta de toda a região, e de quebra tiraram toda e qualquer autonomia do IBAMA e da FUNAI daquele lugar.

Mas claro, tudo isso é apenas coincidência…nada disso foi intencional, longe de mim fazer tal acusação…

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Willber Rodrigues
6 dias atrás

Caro Wilber. A Funai era vinculada ao MInistério da Justiça. Bolsonaro indicou um delegado da PF para a sua presidência e ele publicou uma portaria permitindo que os cargos de coordenação fossem ocupados por pessoas sem vínculo de carreira com a Funai. Por exemplo, ele indicou um pastor para a coordenação de povos isolados.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Camargoer.
6 dias atrás

Curioso…a FUNAI sempre funcionou muito bem antes dessa portaria dele permitindo que pessoas não ligadas a FUNAI pudessem ocupar cargos de chefia nesse órgão…e curiosamente, quem fez essa portaria é um gov. com estranhas ligações´´ com grileiros e pessoal do agronegócio….e, curiosamente, foi o mesmo governo que tirou toda a autonomia de órgãos como o Ibama e INPE, além de fazer de tudo pra tirar a credibilidade desses órgãos…

Mas claro, é tudo coincidência, obviamente…

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Willber Rodrigues
6 dias atrás

Pois é.. tem perna de jacaré, boca de jacaré, rabo de jacaré, perna de jacaré…

Teropode
Reply to  Camargoer.
6 dias atrás

Colocou um adorador do bezerro dourado para cuidar de terras cheia de ouro , sinistro !

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Teropode
6 dias atrás

Pois é.

Ivan herrera
Ivan herrera
6 dias atrás

Parabéns a FAB e ao Exército pelas missões.

PACRF
PACRF
Reply to  Ivan herrera
6 dias atrás

Esse é um exemplo que as FAs deixaram de ser “dele”, e voltaram a ser as FAs de todos os brasileiros, inclusive dos povos originários.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  PACRF
6 dias atrás

Olá P. Lembro de muita gente aqui afirmar que não é obrigação das forças armadas dar apoio humanitário. Lembra?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Ivan herrera
6 dias atrás

Estou curioso para saber por que não fizeram antes? Ninguém sabia, ninguém pediu ou ignoraram a situação?

Emmanuel
Emmanuel
6 dias atrás

Pare quem não sabe, são refugiados da ditadura venezuelana.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Emmanuel
6 dias atrás

Claro, eu recebi essa notícia nos grupos de zap bolsonaristas… Confia! Confia também que não existe garimpo ilegal na região, confia também que garimpeiros e índios vivem em harmonia, confia também que não existe empresários, políticos como deputados e senadores que apoiam o garimpo ilegal, confia também que as pessoas que eram contra destruir equipamentos e máquinas de garimpeiros ilegais eram contra o garimpo, confia também que o garimpo ilegal não polui os rios da região…

Farias
Farias
Reply to  Maurício.
5 dias atrás

Eu acho engraçada a futilidade da tentativa de desvincular a imagem do ex-presidente do garimpo ilegal, quando se é conhecido o seu envolvimento com esse tipo de atividade desde os tempos de exército, inclusive tendo sido rechaçado por seus comandantes à época.

Mas ainda assim tem gente que parece que vive com as bolas do capetão na boca, porque insistem em defender o indefensável.

Slowz
Slowz
Reply to  Emmanuel
6 dias atrás

yanomami refugiados não pode , agr se for uma Venezuelana de 15 ou 16 anos pode né? Inclusive é perigoso pintar um clima..

Leo Machado
Leo Machado
Reply to  Emmanuel
6 dias atrás

‘Pare quem não sabe, são refugiados da ditadura venezuelana.’

Pouco importa.
O que importa é que agora estão sob cuidados de um Governo decente e não de um bando apoiado por toda sorte de bandidos.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Leo Machado
6 dias atrás

Caro Leo. Correu este boato mas já foi confirmado que é falso. As criança são brasileiras e o problema vinha se arrastando há meses.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Emmanuel
6 dias atrás

Caro E. Considerando o estado de desnutrição, fica claro que são pessoas que estão com problemas há vários meses. Então, caberia á Funai monitorar a população yanomami e identificar inclusive a presença de refugados. Neste caso, a caberia á Funai acionar os demais ministérios para uma ação coordenada de emergência. Então, por que a Funai não fez isso?

Palpiteiro
Palpiteiro
6 dias atrás

Esse é o braço forte, mão amiga.

Teropode
Reply to  Palpiteiro
6 dias atrás

Depois do passa-muleque , não há mérito, são trairas.

Alexandre
Alexandre
6 dias atrás

O Governo Bolsinaro chegou ao cumulo de nomear um missionario evangelico para a chefia do departamento de índios isolados.
Absurdo !
Voltamos ao Séc. XV.
Evangelizar índios….

Alexandre
Alexandre
6 dias atrás

Embora a atuação do Gov. Bolsonaro tenha sido desastrosa na questão indígena, não esquecer que Dilma demitiu 2 presidentes do IBAMA pelo não licenciamento das hidroelétricas no Rio Madeira.
O desmatamento também aumentou muito no seu Gov, inclusive com sonegação de informações para conseguir vencer eleições.

sub urbano
sub urbano
Reply to  Alexandre
6 dias atrás

Dilma tirou indigenistas e os substitui por também indigenistas. Bolsonaro tirou indigenistas e botou lá pastores terraplanistas e analfabetos para administrar a complexa questão indígena brasileira. A diferença é mto grande.

Alexandre
Alexandre
6 dias atrás

Descobriu-se a pouco que o Gen. Heleno está envolvido na liberação de licenças de garimpo na Amazônia.
O que o GSI tinha a ver com isso????
O SNI, na época do Geisel, começou a financiar suas operações com garimpo.
(Vide atuação do Maj. Curio em Serra Pelada)

Teropode
Reply to  Alexandre
6 dias atrás

Os militares sempre lucraram com a exploração ilegal da região, sempre .

Renato B.
Renato B.
5 dias atrás

Estou curioso sobre a explicação que Mourão, Damares e Moro tem sobre o assunto. Afinal essa eles também estavam no comando.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Renato B.
5 dias atrás

Exato. Também estou curioso.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Camargoer.
5 dias atrás

Tão ocupados inventando mentiras do tipo “eram venezuelanos fugidos do país deles” pra alimentar o cercadinho deles, via zapzap….

Henrique
Henrique
5 dias atrás

isso ai vai acontecer de volta daqui uns meses.. enquanto índio for tratado como coisa pelo ordenamento jurídico ele vai sofrer…

índio só vai ser livre quando ele tiver capacidade de fazer o que quiser com a terra dele. É só no Brasil que alguém é reconhecido por todo mundo ser o dono de algo, mas o mesmo tempo tem menos capacidade jurídica que um incapaz.

Diogo Prado
Diogo Prado
5 dias atrás

Primeiro a missão de ajudar os mais necessitados, segundo, voltar as missões de comandos e FE de destruição de garimpo, algo que inexplicavelmente o Bolsonaro proibiu