Míssil de cruzeiro AV-TM 300 sendo lançado pelo ASTROS 2020

Brasília (DF), 20/01/2023 – O Ministro da Defesa, José Múcio Monteiro Filho reuniu-se, na manhã de sexta-feira (20) com o Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, com o Vice-presidente Geraldo Alckmin, com o Ministro da Casa Civil, Rui Costa; e com empresários do setor, no Palácio do Planalto.

Na oportunidade, foram apresentados os principais projetos estratégicos das Forças Armadas pelos Comandantes da Marinha, Almirante de Esquadra Marcos Sampaio Olsen, do Exército, General Júlio Cesar de Arruda; e da Aeronáutica, Tenente Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno. Também participou do encontro, o Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), Almirante de Esquadra Renato Rodrigues de Aguiar Freire.

A Marinha tem como prioridades o Programa de Submarinos (PROSUB), o Programa Nuclear e o Programa Fragatas Classe Tamandaré. O Exército, por sua vez, destacou, entre outros, o Programa Estratégico Forças Blindadas, o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron), além dos programas Defesa Antiaérea, Defesa Cibernética, de Aviação, e o Astros 2020 – que consiste num sistema de mísseis e foguetes de alta tecnologia. A Força Aérea apresentou, como projetos prioritários, o avião de transporte multimissão KC-390 Millennium, o caça multiuso F-39 Gripen, e o C-408 (aeronave de transporte leve).

Segundo o Ministro José Múcio, a reunião também abordou os investimentos da Indústria de Defesa. “Tratamos da capacidade de geração de emprego que o Brasil tem na indústria de defesa. [A reunião] teve a presença do presidente da Fiesp, Josué Alencar, e de outros cinco empresários, todos propondo soluções para que nós coloquemos recursos na indústria de defesa, para gerar emprego, gerar divisa, investir na tecnologia”, explicou.

Sobre o apoio da iniciativa privada nos investimentos para a área, Múcio detalhou que as ações dependem de articulação, emprego de recursos e esforços. “São benefícios a curtíssimo prazo e nós precisamos criar mecanismos para termos dinheiro extraorçamentário para que possamos fazer essas coisas”, declarou o ministro.

Projetos estratégicos – Os projetos estratégicos de Defesa promovem desenvolvimento do conhecimento nacional, capacitação e integração da Base Industrial de Defesa (BID). Os projetos que promovem capacidades para defender, com eficiência, a soberania e os interesses do País.

FONTE: Ministério da Defesa

Subscribe
Notify of
guest

34 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
6 dias atrás

A Força Aérea apresentou, como projetos prioritários, o avião de transporte multimissão KC-390 Millennium´´
Prioritário, após ter cortado os pedidos do KC umas 2 ou 3X?

(…) e o C-408 (aeronave de transporte leve)´´
Não tinha um projeto de aeronave de transporte leve entre a Embraer e AKAER?

(…) além dos programas Defesa Antiaérea´´
Falando no diabo, alguém sabe a quantas anda´´ esses estudos do EB sobre AA de médio e longo alcance? Faz uns 3 anos que nunca mais ouvimos falar sobre isso.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Willber Rodrigues
6 dias atrás

A Marinha tem como prioridades o Programa de Submarinos (PROSUB), o Programa Nuclear e o Programa Fragatas Classe Tamandaré.´´ Aliás…acho curioso que, pra MB, gastar bilhões de $$$$ do contribuinte com programas estratégicos´´ em que toda a grana é enviada pra FORA do país, enquanto eles não falam absolutamente NADA sobre um segundo lote de Riachuelos pra que a linha de produção de Itaguaí não fique ociosa, e não falem nada sobre um programa de 15 ou 20 navios de patrulha, coisa pé no chão, simples, e quem poderia ser feita 100% com componentes nacionais, e que faria os estaleiros… Read more »

Teropode
Reply to  Willber Rodrigues
6 dias atrás

Lá será feito os 4 nucleares , não ficará ociosa !

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Teropode
5 dias atrás

De onde você tirou esse negócio de 4 subnucs?

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Teropode
4 dias atrás

04 nucleares?

Só se vender uns 02, 03 estados brasileiros para algum investidor, pra sobrar dinheiro pra isso. E isso, claro, se manerarem nos descontos obrigatórios (fundo eleitoral, emendas parlamentares etc etc etc)

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Felipe Morais
4 dias atrás

Ou extinguir a atual MB e fundar uma nova MB, totalmente do zero, enxuta, com foco em eficiência e sem o atual inchaço de pessoal.
TALVEZ assim tenha grana pra MB construir/manter/operar 4 subnuc´s…

Pedro
Pedro
Reply to  Willber Rodrigues
6 dias atrás

Sempre no final dos documentos que compõe os projetos estratégicos, tem um tópico que pode fazê-los esquecer todos os demais:

2.0 – DAS MAMATAS:

2.1 – Da Lagosta.
2.2 – Do aumento de soldo em plena pandemia.
2.3 – Da confabular contra a República.
2.4 – Da isenção na reforma da previdência.
2.5 – Das pensões vitalícias…

Pangloss
Pangloss
Reply to  Pedro
6 dias atrás

Esqueceu das próteses penianas e do viagra.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Willber Rodrigues
6 dias atrás

Falando no diabo, alguém sabe a quantas anda´´ esses estudos do EB sobre AA de médio e longo alcance? Faz uns 3 anos que nunca mais ouvimos falar sobre isso

Daqui a uns 5 anos eles terminam o estudo, depois aguardam mais uns 10 até que a verba seja liberada, 3 até o contrato ser assinado e uns 8 até que as primeiras unidades cheguem aqui.

Relaxa que até a formatura dos seus netos algumas unidades já estarão sendo ativadas.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Allan Lemos
6 dias atrás

Aparentemente, o EB está muito mais focado em recauchutar Cascavel, em pleno séc. XXI, do que em resolver a maior lacuna de toda a Força….
Sério, procurei na Trilogia e em outros sites de Defesa ( DAN, Tecnodefesa, etc ) e você não encontra NADA sobre esse grupo de estudos nos últimos 3 ou 4 anos.
Já fica a dica pros editores começarem a fuçar sobre isso, pra descobrir a quantas anda´´ esse grupo de estudos ad eternum…

Marcelo
Marcelo
Reply to  Willber Rodrigues
5 dias atrás

A modernização do cascavel foi cancelada depois que a licitacao do centauro foi aprovado pelo governo atual !!!!

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Marcelo
5 dias atrás

Sério?
Grázadeus.

Tem link com essa notícia?

Finalmente um pouco de bom senso no EB. Qualquer centavo gasto com Cascavel hoje em dia é dinheiro jogado no lixo.

Alan Santos
Alan Santos
Reply to  Allan Lemos
5 dias atrás

Kkkkk

SGT MAX WOLF FILHO
SGT MAX WOLF FILHO
Reply to  Willber Rodrigues
5 dias atrás

Era mais facil receber propina de uma empresa estrangeira que uma nacional né, de dar comissão para as estrelas a SAAB entendi!

Humilde Observador
Humilde Observador
6 dias atrás

Parece que é sério o interesse da FAB pelo Cessna 408 SkyCourier.

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Humilde Observador
4 dias atrás

também é sério meu interesse pela Paola Oliveira.

Infelizmente, em ambos os casos, o interesse é unilateral.

Tutor
Tutor
6 dias atrás

kkkkkkk Do jeito que ele ama nossas FFAA, ele vai dar prioridade total aos “pojetos”.

Talisson
Talisson
Reply to  Tutor
6 dias atrás

Não votei “nele”, mas se é pra acusar alguém de quebrar a defesa do Brasil, esse alguém são os governos da redemocratização, com ênfase ao Collor (programa nuclear) e FHC, que quebrou e sucateou tudo, em todas as áreas, inclusive segurança pública. O resultado desastroso veio nos anos seguintes.

RDX
RDX
Reply to  Talisson
6 dias atrás

A nossa indústria de blindados foi extinta no governo Collor, salvo engano. O governo FHC jogou a pá de cal ao reduzir o orçamento e priorizar a compra de todo tipo de sucata (A-4, porta-aviões, fragatas, Leopard 1, M109A3, P3A etc.) Muito bem lembrado o descaso do governo FHC com a segurança pública. Aqui no RJ, no início década de 90, um PM recebia um salário mínimo e um revólver .38 para enfrentar as facções armadas que começavam a se armar com fuzis de assalto. A estratégia do governo tucano do RJ, para enfrentar as facções, foi criar a secretaria… Read more »

Last edited 6 dias atrás by RDX
Teropode
Reply to  Tutor
6 dias atrás

Anote aí: Foi no governo dele que ; Foi feito a compra dos Subs , o convênio para produzir o nuclear , o Guarani , o Astros 2000 , as 50 kombis , os 12 Mi30 , o financiamento do Kcetao 390 ……., cite as aquisições do inapto, obss; cloroquina , protestos, Viagra e leite condensado não vale !

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Teropode
4 dias atrás

deixem esse cara pra lá galera.
Teve a chance dele. Não aproveitou.
Que continue curtindo a vida bem longe do país.

E que sigamos em frente.

Ander
Ander
Reply to  Tutor
5 dias atrás

Precisa se informar amigo de qual governo surgiu e foi aprovado o novo fuzil IA2, Carro de combate Guaranis, Submarinos Riachuelo e nova base naval, KC-390, Caças Gripen, Astros 2020, Satélite Geo estacionário etc. A verdade vós libertarás.

Foxtrot
Foxtrot
6 dias atrás

Espero sinceramente que Lula e seu ministro da defesa tenham “sensibilidade” para separar o jóio do trigo.
Separar o que realmente é projeto estratégico (não para as FAAs, mas sim para o Brasil), do que é financiamento para multi nacionais com “espelhos” no Brasil.

Teropode
Reply to  Foxtrot
6 dias atrás

Sensibilidade , lupa e nada de anistiar rambos de gaveta !

sergio
sergio
Reply to  Teropode
5 dias atrás

Ya vol mein fuhrer !!!!!!!

Foxtrot
Foxtrot
Reply to  sergio
5 dias atrás

Isso você tinha que escrever para o governo passado e seus aliados.
“Casa” direitinho com a ideologia deles e ética moral dos mesmos !

Foxtrot
Foxtrot
Reply to  Teropode
5 dias atrás

Exatamente

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Foxtrot
4 dias atrás

Pois é cara.
Infelizmente parece que o novo ministro está bem sozinho nessa tentativa de apaziguar os ânimos.

Quando você vê que Aldo Rebelo, tem sido uma voz de equilíbrio, você vê que as coisas estão sérias entre poder civil e militares.

Os dois lados precisam ceder e seguir em frente. Se ficar nessa caça as bruxas de um lado e na birra com o governo vencedor da eleição do outro, vamos ficar nessas ladaínhas por 04 anos, com mais 04 anos de atraso de projetos ditos estratégicos que já estão atrasados há mais de década.

fewoz
fewoz
Reply to  Felipe Morais
1 dia atrás

Prezado xará, obviamente que o Brasil deve seguir em frente, mas os culpados devem ser julgados. Simples assim. Sem anistia para ninguém.

Natan
Natan
6 dias atrás

Ouvi que no último governo mais de 90% do orçamento de defesa foi para folha de pagamento (salários, aposentadorias, benefícios, acréscimos, auxílios, etc.). Procede?

Foxtrot
Foxtrot
Reply to  Natan
5 dias atrás

Não se esqueça de abusos de alimentação e regalias especiais para oficiais .

Richard Stallman
Richard Stallman
6 dias atrás

Esta faltando alguns importantes nisso ai: O Sistema Brasileiro de Posicionamento Via Satélite. A SuperHidroAmazônica; a transformação de toda a bacia amazônica em uma hidrovia com pequenos portos de uso civil/militar e bases a cada 200km. “O Corvo” um bombardeiro estratégico intercontinental capas de lançar a bomba Trocano. Retomada do projeto Trocano. Capacitação da CEITEC para produzir TODOS os semicondutores de uso militar/espacial necessários para os programas estratégicos brasileiros. Retomada do desenvolvimento de foguetes acima de 300km. Desenvolvimento de um porta-avioes de 600 metros, eliminando assim a necessidade de catapultas e simplificando o processo. Investimento no FreeCAD, para uso em… Read more »

Grifon Eagle
Grifon Eagle
5 dias atrás

Uma pena que muitos não sairão do papel…

fewoz
fewoz
1 dia atrás

Bom saber que o Brasil voltou a ter um presidente que trabalha. Que Lula priorize projetos com empresas 100% nacionais.