O analista ucraniano Volodymyr Dacenko publicou uma sequência de tuítes muito interessante sobre como ele vê a evolução das táticas de guerra da Rússia na Ucrânia ao longo dos últimos 11 meses. Ele dividiu sua análise em quatro grandes mudanças ou fases. Veja cada uma delas em detalhes abaixo. A versão original do texto encontra-se aqui.

Fase I – Blitzkrieg

Inicialmente, o ataque da RU foi planejado como uma operação rápida em grande escala do ar, terra e água. Foi planejado em 4 atos:

Ato 1: Um ataque de mísseis em larga escala deveria suprimir o sistema de defesa aérea ucraniano e criar o caos no gerenciamento de defesa.

Ato 2: O papel principal foi planejado para operações anfíbias. Que deveriam capturar rapidamente objetos-chave e capturar prédios do governo nas principais cidades – Kyiv, Kharkiv e Odesa. A RU planejava usar centenas de helicópteros, pelo menos 18 grandes aviões Il-76 e uma força de desembarque naval.

Para capturar Kyiv, planejou-se desembarcar várias centenas de paraquedistas em 24 helicópteros de transporte Mi-8 acompanhados por 10 helicópteros de combate Mi-24, Ka-52 e 12 caças a jato em Gostomel (aeródromo ao norte de Kyiv).

Em seguida, Gostomel se tornaria uma base para receber grandes aviões de transporte Il-76 que transportariam as principais forças da operação anfíbia. Em questão de horas, as tropas russas invadiriam Kyiv e tomariam os principais edifícios administrativos.

Ato 3: Grandes comboios de veículos blindados deveriam bloquear o apoio de cidades-chave e suprimir a resistência.
É óbvio que o próprio grupo de desembarque não conseguiria manter sua posição por muito tempo. Enormes colunas de veículos blindados seguiriam apoiá-los.

Tropas blindadas deveriam bloquear todas as grandes cidades, estabelecer postos de controle e cortar rotas logísticas que eventualmente apoiariam o exército ucraniano. A limpeza das cidades e a supressão das ações públicas deveriam ser asseguradas pela Guarda Russa, que marchava junto com os tanques.

Ato 4: Cerco das tropas ucranianas no leste. As principais forças ucranianas (de acordo com o plano do Kremlin) permaneceriam bloqueadas no leste da Ucrânia. As tropas “LDNR” deveriam distraí-los com numerosos ataques.

Em poucos dias, a defesa ucraniana perderia capacidade de combate. Ela deveria estar paralisada e cortada de seu suprimento. E o governo ucraniano seria destruído ou forçado a aceitar a capitulação. 

Dizer que esse plano não funcionou em lugar nenhum é errado. Funcionou no sul da Ucrânia, onde a defesa aérea era mais fraca e havia falta de coordenação das ações das unidades ucranianas. Em particular, essa tática possibilitou a captura de Kherson.

Os militares da UА dizem que não foi possível construir a defesa de Kherson porque a força de desembarque RU tomou pontes e outras instalações logísticas importantes na região de Kherson nas primeiras horas. As tropas da UА tiveram que se dirigir para a margem direita para não serem cercadas.

No norte acabou por ser um fracasso basicamente por causa de dois fatores: preservação da capacidade de defesa antiaérea e resistência local. A resistência local das cidades ucranianas no norte conseguiu isolar boa parte das tropas russas, que ficaram sem combustível e munição.

Apesar do bombardeio aéreo maciço e do bombardeio de artilharia, cidades como Chernihiv, Pryluky, Putivl, Glukhiv, etc. não foram capturadas pela Rússia. Sem elas, a Rússia perdeu a chance de bloquear Kyiv.

Descrevi as táticas dos primeiros dias dos russos com mais detalhes aqui:

Рhase II – avanço do tanque

Em abril e maio de 2022, os RU mudaram de tática. Eles se reagruparam e mudaram para a clássica guerra soviética, ou seja, grande fogo de artilharia. Depois disso, os BTGs realizaram um ataque concentrado, tentando romper a linha de defesa e criar uma ponte para o desenvolvimento do ataque.

Essa tática lembra muito a Segunda Guerra Mundial. Mas em condições em que o inimigo pode vê-lo de drones e satélites, qualquer grande coluna blindada se torna um alvo fácil para a artilharia.

O último ataque neste estilo foi realizado perto de Bilogorivka em maio. Ao atravessar o rio, os russos perderam até 100 unidades de veículos blindados. Depois disso, a Rússia não realizou tais ataques desse tipo novamente.

Fase III – sondagem da defesa

Desde junho, a Rússia atacou principalmente em pequenos grupos (vários tanques e BMPs). Os fuzileiros navais e as forças VDV estavam mais frequentemente envolvidas em tais ataques. A tarefa deles não era romper a linha de defesa, mas encontrar um ponto fraco na defesa.

Essa tática foi mais bem-sucedida na direção de Popasnaya e Lysychansk. Nesses locais os russos conseguiram conquistar com relativa rapidez um território significativo, aproveitando a posição desvantajosa da UA.

Mas ocorreram muitos fracassos também. O último foi o assalto a Pavlivka (região de Vuglerdar), que terminou com pesadas perdas para a RU.

No outono, a maioria das tropas profissionais da RU, incluindo fuzileiros navais e forças de desembarque, sofreram pesadas perdas. Muitos tanques e veículos blindados também foram perdidos. A Rússia não podia mais realizar ataques com a VDV e os fuzileiros navais.

Fase IV – infantaria de assalto

No inverno, a RU mudou para as táticas da Primeira Guerra Mundial – com o uso de muita infantaria e artilharia. Os russos estão tentando expulsar as unidades ucranianas e ocupar suas trincheiras. E então ataque as próximas trincheiras.

Essa ocupação rastejante já dura 2 meses. Os russos perdem muita infantaria com esse tipo de tática. Mas as unidades de assalto na verdade não têm valor para o Kremlin. Afinal, são em sua maioria prisioneiros do grupo “Wagner”.

Eles são seguidos por soldados “baratos” mobilizados, para os quais a Rússia distribuiu velhos capacetes e coletes à prova de balas da época soviética. Custos mínimos para cada soldado. Os mobilizados devem manter as posições ocupadas e repelir os contra-ataques da UA.

Subscribe
Notify of
guest

104 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
GFC_RJ
1 ano atrás

Po… O título diz “evolução”?!

Monarquista
Monarquista
Reply to  GFC_RJ
1 ano atrás

Evolução quer dizer mudança. Como no caso em questão, nem sempre é pra melhor ehehehehe

GFC_RJ
Reply to  Monarquista
1 ano atrás

É a mesma coisa no meu trabalho, com as demandas de melhoria…

Que acabam sendo demandas de “pioria”.

MFB
MFB
Reply to  GFC_RJ
1 ano atrás

A humilhação das forças russas continua… Kiev não chega nunca.

Henrique
Henrique
Reply to  GFC_RJ
1 ano atrás

tem que mudar onde diz blitzkrieg pra blyatkrieg kkkkkkk

Underground
Underground
1 ano atrás

Tão importante quanto o planejamento é a capacidade de adaptação ao campo de batalha.

Antunes 1980
Antunes 1980
1 ano atrás

A Rússia já perdeu 2.000 blindados, 120 aeronaves e mais de 180 mil soldados. Tudo isso em 11 meses !
Acho que estas táticas não tem dado nada certo.
A tendência é de que esse números se multipliquem ao passar do anos e meses.
Será que a Rússia aguenta tanto tempo assim?

Last edited 1 ano atrás by Antunes 1980
Red Pill - 红色药丸
Red Pill - 红色药丸
Reply to  Antunes 1980
1 ano atrás

Errado, perdeu 2 milhões de soldados, 1200 aeronaves e 20 mil T-14 armata. Se enxerga imbhecil.

Monarquista
Monarquista
Reply to  Red Pill - 红色药丸
1 ano atrás

Esse liguajar chulo, esse ódio mal contido, esse sarcasmo grosseiro… Na certa é desepero por ver que a barca do teu ditador de estimação está afundando kkkkkkkk

MFB
MFB
Reply to  Monarquista
1 ano atrás

Garotos novos costumam perder a linha facilmente. Um dia ele aprende.

Alligator
Alligator
Reply to  Monarquista
1 ano atrás

Vai ver que é um desses aborrescentes Nutela, bombadinhos de m… que não trabalha, não estuda, pega a mesada, fica na academia o dia inteiro e quando chega fica enchendo o saco da mãe em casa e não lava um prato…

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Monarquista
1 ano atrás

E contar mentiras descaradas e deslavadas não é pior que um linguajar chulo? a barca do teu império falido está afundando….e o pior que nem é teu império, é o Império de uma elite anglo-sionista decadente, imoral e satânica.

Monarquista
Monarquista
Reply to  100nick-Elã
1 ano atrás

 Império de uma elite anglo-sionista decadente, imoral e satânica.”

Tu tem 14 anos, acertei?

Airton
Airton
Reply to  100nick-Elã
1 ano atrás

Você está se referindo aos EUA né, se for concordo com você

Carlos E.
Carlos E.
Reply to  Red Pill - 红色药丸
1 ano atrás

Surtou o russinho….

Mauricio Kotvan
Mauricio Kotvan
Reply to  Red Pill - 红色药丸
1 ano atrás

Errado, a Rússia perdeu 20 milhões de soldados. Não, isso é propaganda americana. A Rússia perdeu apenas uns 18 mil soldados e a Ucrânia perdeu uns 200 mil, ou seja 1 para 10. Pior, a Ucrânia perdeu sua força aérea, seus tanques e equipamentos militares. Daí o motivo do comediante ficar pedindo para os outros países. Pior ainda, os outros países fornecem e a dívida da Ucrânia já deve ser uma das maiores do mundo. Ou seja, mesmo que ganhem a guerra (totalmente improvável), a Ucrânia vai ficar ficar acorrentada a essas dívidas impossíveis de serem pagas. Tudo isso graças… Read more »

Joanderson
Joanderson
Reply to  Antunes 1980
1 ano atrás

Se a Rússia perdeu td esse pesdoal no minimo a Ucrânia ja perdeu uns 500 mil soldados .

suterminator
suterminator
Reply to  Joanderson
1 ano atrás

Cada soldado ucraniano possuía 1 sistema de defesa, máximo perderam 30mil..

Fonte: CNN, The Washington Post.

Joanderson
Joanderson
Reply to  suterminator
1 ano atrás

Sistema de defesa ?
Explica.

Melchior
Melchior
Reply to  Joanderson
1 ano atrás

Sistema de armas de ucraniano é cabeça, tronco e membros.
O número de mortos e feridos é assustador.

Underground
Underground
Reply to  suterminator
1 ano atrás

Segundo MD sueco eles estimam que entre m & f, russos tenham perdido 180 mil e ucranianos tenham perdido 100 mil, mais 30 mil civis. Não estão inclusos o pessoal do Wagner, outros 30 mil, e chechenos, 10 mil. Entenda-se por feridos, os que não retornarão mais ao combate.

Melchior
Melchior
Reply to  Underground
1 ano atrás

Segundo MD sueco, eles vão entrar para a OTAN.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Underground
1 ano atrás

E dizem que a Rússia e brutal, a maioria dos mortos nessa guerra e de combatentes. Alguém me fala de aulguma invasão da OTAN igual!
Vietnã, Panamá, Iraque e Afeganistão, mais morreram civis que combatentes, e a proporção de combatentes da OTAN mortos era ínfima.
Fica fácil ficar lançando bombas de longe em quem não tem como contra-atacar.

Last edited 1 ano atrás by Cristiano de Aquino Campos
Airton
Airton
Reply to  Antunes 1980
1 ano atrás

Quem te passou esses dados, todo o efetivo da Rússia na invasão da Ucrânia são 150 mil soldados, então pela suas contas ja morreram 30 mil a mais. A Rússia praticamente nem entrou na guerra.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Antunes 1980
1 ano atrás

Ou eles acertam a tática certa.

SGT MAX WOLF FILHO
SGT MAX WOLF FILHO
Reply to  Antunes 1980
9 meses atrás

Sim mas será que esses números são reais? e quantos perdeu a Ucrânia? Lembrando que a Rússia e a Ucrânia tem o mesmo DNA em mentiras! Tanto um lado como o outro mentem. Porque além da guerra no campo de batalha, existe a guerra de informações! difícil confirmar em dados dos dois lados!

Velho Alfredo
Velho Alfredo
1 ano atrás

A Fase 1 é a melhor de se executar, pois combina-se massa, manobra e surpresa, principalmente, desde que se coordene isso, levando os defensores a ter de expor flancos, movimentar-se em seu sistema defensivo, e executar manobras de contra-ataque que podem ser infrutíferas, se a manobra sua conseguir confundir o defensor. Provavelmente deu errado, pois não coordenaram e priorizaram suas forças principais nos objetivos principais. Errando em quase todos os Princípios de Guerra, além de em Fundamentos das Operações Ofensivas. A Fase 2 é “típica” do passado mesmo. Pouica coordenação de manobra, com o máximo de fogos, em uma manobra… Read more »

Igorxoa
Igorxoa
1 ano atrás

Lembra as manobras ESAOnicas e ECEMicas do exército, o verdadeiro estado da arte rs

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Igorxoa
1 ano atrás

Eram bem melhores q essas ai…
Essas aí iam dar 9º tempo pro aluno recuperar…

Leo Machado
Leo Machado
1 ano atrás

Fase V.
Bombardeios maciços, cerco operacional, posterior ataque direto e conquista do objetivo.
Com o aumento do efetivo, ainda que não em sua totalidade, os russos estão usando táticas de cerco e destruição.
Foi assim em Soledar e está sendo em Bakhmut e Ugledar.
Propicia enormes baixas no adversário e poucas em suas fileiras.
Em tempo
Segundo as últimas notícias, atualmente, cerca de 350 mil russos estão em combate.
Outros 250 mil estão esperando a próxima ofensiva russa que será lançada.

Andre
Andre
Reply to  Leo Machado
1 ano atrás

Está sendo assim em Bakhmut há tanto tempo. Em novembro do ano passado suas fontes, sempre tão exatas, já haviam lhe informado que Bakhmut havia caído. O que está havendo lá? Esses 350 mil russos estão tendo dificuldades em avançar sobre os corpos dos milhões de ucranianos mortos?

Leo Machado
Leo Machado
Reply to  Andre
1 ano atrás

Vc avisa ao Zelensky ou quer que eu avise?
As notícias não são nada boas para ele.
Sorry!
SQN

Carlos E.
Carlos E.
Reply to  Leo Machado
1 ano atrás

Falou O repórter. Sai do colo da vovó jogando War filho….

Leo Machado
Leo Machado
Reply to  Carlos E.
1 ano atrás

Hoje, às 20:00 h, tem nova atualização.
E já vou te adiantando que as notícias são péssimas para os ucanianos.

lbskw
lbskw
Reply to  Leo Machado
1 ano atrás

Não leve isso muito a sério com a Microsoft. As atualizações da Microsoft às vezes funcionam. As atualizações dos Putinetes nunca funcionam.

Andre
Andre
Reply to  Leo Machado
1 ano atrás

E ai, qual foi a atualização?

Alex
Alex
Reply to  Carlos E.
1 ano atrás

Não está no colo da vovó.
É troller profissional. Talvez a soldo.
Responder é a pior opção.

Andre
Andre
Reply to  Leo Machado
1 ano atrás

Caiu Kiev?

E Bakhmut, quando vai mudar de nome?

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Andre
1 ano atrás

Guerra urbana em território montanhoso e coberto por florestas e contra um inimigo com apoio externo. Queria o quê, um avanço rápido como os da OTAN, em território desértico contra forças mal armadas, equipadas e sem apoio externo?

Andre
Andre
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
1 ano atrás

Imagino que quem queria isso eram os russos. Alias, quem disse que seria um passeio no parque e que tomaria Kiev em duas semanas, foi o Putin.

Sobre o que eu queria: que os Russos parasse a guerra e voltassem para suas fronteiras.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Andre
1 ano atrás

E ter um país inimigo que pode ter ogivas nucleares a 500km de sua capital? Só estão fazendo agora o que os EUA tentaram em Cuba na crise dos mísseis.

Andre
Andre
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
1 ano atrás

Como sempre acontece com os putinzetes, o que lhes falta é conhecimento.

A Letônia, que integra a Otan há 20 anos, está tão perto de Moscou quanto a Ucrânia. Se fosse esse mesmo o problema, por que não atacar a Letônia?

Além do mais, os EUA não tentaram, eles bloquearam a frota soviética e impediram a instalação de misseis em Cuba.

Leo Machado
Leo Machado
Reply to  Leo Machado
1 ano atrás

Corrigindo.
São 325 mil russos aturando.

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Leo Machado
1 ano atrás

Tá chegando quentinha pro pessoal?

George
George
Reply to  Leo Machado
1 ano atrás

Quimguis, achei que você estivesse se folga hoje. Demorou para aparecer.

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Leo Machado
1 ano atrás

Zé…
Essa aí eles tentaram na fase 2….

Leo Machado
Leo Machado
Reply to  Velho Alfredo
1 ano atrás

Pois é.
E num passe de mágica, agora está funcionando.

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Leo Machado
1 ano atrás

Funcionandão…. kkkkkkk

Andre
Andre
1 ano atrás

O Volodymyr esqueceu de incluir o inovador Avanço Putin, executado pela primeira vez em Kiev e repetido em Kharkiv, Sumy, Izium e, em sua mais perfeita demonstração de efetividade, Kherson.

Sugiro mudar o nome da fase V para Assalto de Infantaria e trocar “evolução” por “mudanças”, mais usual para o “changed” do original.

Leo Machado
Leo Machado
Reply to  Andre
1 ano atrás

Os russos já estão até estipulando o prêmio para quem capturar o primeiro Leopard.
Já está rolando no Telegram.
Por outro lado, os britânicos externaram sua preocupação com a possibilidade de um tanque seu ser capturado.
Sugeriram que os ucranianos assegurem que seja destruído.
Sei não.
Vai ser difícil com o sujeito saindo correndo.

Andre
Andre
Reply to  Leo Machado
1 ano atrás

Qual a relação disso com o fato dos russos terem criado e estarem executando com perfeição o Avanço Putin?

Mas a Russia deve estar desesperada para capturar um Leo2 ou um Challenger 2. Quem sabe encontram alguma solução para o tanque que quebra até em parada militar.

Melchior
Melchior
Reply to  Andre
1 ano atrás

Vou te responder depois da Ucrânia e a OTAN expulsarem os russos.
Vai demorar um pouco, viu?
Porque os russos estão avançando em todas as frentes.

Andre
Andre
Reply to  Melchior
1 ano atrás

Estão sim, 0,5 cm por semana.

Se a expulsão dos russos vai demorar, imagine a desmilitarização da Ucrânia. Serão longas duas semanas….

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Andre
1 ano atrás

Ninguém quer passar frio.

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Leo Machado
1 ano atrás

Vão copiar um tanque de 30 anos atrás?

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Andre
1 ano atrás

Pela cronológica, vão usar táticas napoleônicas agora.

João Augusto
João Augusto
1 ano atrás

Faltou combinar com os Ucranianos.

Carlos
Carlos
1 ano atrás

O que esperar da análise de um Ucraniano? O último parágrafo já mostrou o compromisso a parcialidade. “Muito confiável!”

Chevalier
Chevalier
1 ano atrás

“Os russos perdem muita infantaria com esse tipo de tática. Mas as unidades de assalto na verdade não têm valor para o Kremlin. Afinal, são em sua maioria prisioneiros do grupo “Wagner”.Eles são seguidos por soldados “baratos” mobilizados, para os quais a Rússia distribuiu velhos capacetes e coletes à prova de balas da época soviética. Custos mínimos para cada soldado.” Ahh que bom que ocorreu a Revolução Russa de 1917, os ricos foram expulsos dos seus palácios e a corja revolucionária que tomou seu lugar pode agora governar com mais humanidade e respeitando os direitos básicos do cidadão russo!!! –… Read more »

Leo Machado
Leo Machado
Reply to  Chevalier
1 ano atrás

Pois agora vc imagine as perdas da infantaria ucraniana, o dia inteiro em trincheiras recebendo tiro de canhão 24 horas por dia.
O resultado estamos vendo.
Falta de pessoal para contra-atacar os russos e mobilização forçada da população.
E nem assim tem sido suficiente para suprir as baixas.

George
George
Reply to  Leo Machado
1 ano atrás

Putin vai lutar até i último russo para se manter no poder.

Nemo
Nemo
Reply to  George
1 ano atrás

O perigo é ele lutar até o primeiro nuke. Vou fixar chateado de estar contribuindp para a previdência e não poder me aposentar.

Leo Machado
Leo Machado
Reply to  Nemo
1 ano atrás

Ontem os franceses anunciaram que vão mandar mais 12 Caesars.
A Dinamarca anunciou que vai mandar TODOS que tem, se não me engano são 8.
Manda para lá e os russos dissolvem tudo.
Aliás, esse sistema não disse ao que veio, a não ser para ser astro de vídeo de drone.

Melchior
Melchior
Reply to  George
1 ano atrás

A situação está tão ruim para os ucranianos que ate o grupo mercenário americano Mozart anunciou sua saída na Ucrãnia.
Pensaram que fosse brincadeirinha como no Iraque e Afeganistão.
Ali é Rússia!
Não aguentaram.

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Melchior
1 ano atrás

Estão em casa.

Melchior
Melchior
Reply to  Leo Machado
1 ano atrás

Vídeo postado agora há pouco no Suriyak.
Os russos acertam seus canhonaços dentro da trincheira inimiga.
Não estranhe as baixas ucranianas serem muito maiores que as russas.
Tem muito ucraniano morrendo sem nunca ter visto um soldado inimigo.

https://twitter.com/i/status/1620905885718691843

É um verdadeiro massacre.

Andre
Andre
Reply to  Leo Machado
1 ano atrás

Caramba, com tantos mortos pelo lado dos ucranianos e o melhor que os russos conseguiram nesses últimos 6 meses foi capturar a pequena cidade de Soledar?

Ou isso indica que para parar os russos bastam alguns poucos soldados ucranianos ou sua fonte está exagerando um pouco. Eu acho mais provável a segunda opção….

Melchior
Melchior
Reply to  Andre
1 ano atrás

Esqueça Soledar.
Já era. Ou já foi.
Os russos em breve vão acabar a tarefa em Donbass.
Depois, é só buscar na prateleira qual ‘oblast’ eles vão ‘degustar’.
Eu sei, Dezinho, que a situação está crítica.
Mas não desanime.

Andre
Andre
Reply to  Melchior
1 ano atrás

É Da Lua, Soledar já foi (por enquanto), mas e Bakhmut? Desistiu dessa já?

Que tal eles irem para o oblast de Kherson capturar a capital de lá? Se conseguirem, melhor não correrem de lá com o rabinho entre as pernas dessa vez.

Melchior
Melchior
Reply to  Andre
1 ano atrás

E por falar em ‘ficou para trás’ os russos estão avançando de Soledar para Siversk para cercar a cidade pela retaguarda.
Já estão a cerca de 10 km desta cidade.
Depois de Mariupol, Severodonetsk, Lisychansk, Soledar e agora Bakhmut e Ugledar, arma-se uma nova catástrofe naquela cidade.
Depois não sabe o motivo de um numero surreal de baixas.
Com o carimbo ‘Wagner Group’.

Andre
Andre
Reply to  Melchior
1 ano atrás

Bakhmut vai ser só agora? E aquele lance que vc disse lá em novembro?

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Melchior
1 ano atrás

Falta quanto pra chegar em Lisboa?

Krest
Krest
Reply to  Chevalier
1 ano atrás

Esse povo anti-comunista é tão zuado das ideia que mesmo num estado capitalista eles criticam a urss

Arthur
Arthur
1 ano atrás

Taí o artigo do analista militar ucraniano. Agora falta o comentário do amigo do Hoje no Mundo da OTAN, e o do analista militar do Azerbaijão.

Leo Machado
Leo Machado
Reply to  Arthur
1 ano atrás

Kkkkkk

O cara que dizia que os ucranianos ainda estão em Soledar mandando mensagens pelo Whatsapp.

George
George
Reply to  Arthur
1 ano atrás

Não artigo é bem melhor que o seu comentário.

Arthur
Arthur
Reply to  George
1 ano atrás

Ué? Se não gostou escreve melhor…

Arthur
Arthur
1 ano atrás

Quem sabe agora, com os russos sofrendo milhares de baixas todos os dias, sem falar nas pesadas baixas de “soldados baratos”, quem sabe agora, todos nós, comentaristas do blog, nos reunamos num retiro espiritual, para voltar nossas orações para nosso guia, o guru Zerolenski. Que a Ucrânia prossiga em sua inexorável marcha vitoriosa e que demonstre piedade para com os vencidos… Puxa vida, agora me superei…

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Arthur
1 ano atrás

No Iran não vai poder tomar vodka

George
George
1 ano atrás

Esse artigo resume a guerra até aqui muito bem.

Arthur
Arthur
Reply to  George
1 ano atrás

Então estás mal de leitura…

Maurício.
Maurício.
Reply to  Arthur
1 ano atrás

O analista Volodymyr Dacenko, até que resumiu bem, mas ele é ucrâniano, é claro que ele vai puxar a sardinha para o seu lado, no caso, a Ucrânia.

100nick-Elã
100nick-Elã
1 ano atrás

Gente, tá facinho vencer a Rússia e estão pagando 10 mil dólares por dia para quem for lutar lá pela Ucrânia. Aproveitem a oportunidade e contribuam pessoalmente com esse vexame histórico da Rússia. Saiam de lá com ótimas histórias para seus netinhos, de como mataram comunistas russos e ainda com o bolso cheio de grana. 2023 promete, aproveitem!

sub urbano
sub urbano
1 ano atrás

É uma “análise” a gosto do freguês… A pior parte é a que o assalto cinematografico realizado pelas forças aerotransportadas russas nos arredores de Kiev tinha como objetivo uma “cabeça de ponte aérea” para cargueiros estratégicos… não é plausível nem para um curioso armchair general. Arriscar meios caros contra uma força que tem artilharia antiaérea em grande quantidade, mesmo que sistemas vintage de fabricação soviética, não faz o menor sentido, e poderia custar a capacidade de “strategic airlift” russa, que é a nata, meia duzia de nações tem isso, q poderia ser ameaçada até por mísseis lançados de ombro por… Read more »

Last edited 1 ano atrás by sub urbano
Gustavo
Gustavo
1 ano atrás

Na minha opinião, que a guerra não está indo bem para Ucrânia, e só ver vídeos de suas cidades destruído por míssil e pela artilharia,grande parte do território está sem luz , internet,e água, russos estão fazendo invasão mongol destruindo,aniquilando as forças armadas ucranianas, pq ocidente está enviando todo tipo de armamento, e não está funcionando,russos continuam deparar uma quantidade de fogos superior.mais talvez Ucrânia vence,com dinheiro ocidente e seus equipamentos, exército Ucrânia vai ser reconstruido do zero, quanto vezes tiver homens ou crianças que tem a capacidade de carregar um fuzil,nao duvido que isso aconteça.

wwolf22
wwolf22
1 ano atrás

Vejo o pessoal dizendo que a Russia esta perdendo, que o exercito russo não avança, que não consegue chegar em Kiev, …
A Russia não quer tomar Kiev, ela quer moer o exercito da Ucrania e Otan… o objetivo da Russia é acabar com o exercito ucraniano… pode demorar mas a aniquilação do exercito ucraniano será feito…
è fato que a Russia foi surpreendida no inicio da operação, não esperava tamanha dificuldade… ela aprendeu com os erros taticos…

Melchior
Melchior
Reply to  wwolf22
1 ano atrás

Só atualizando.
Os russos lançaram uma ofensiva na região de Kremenaia.
Estão avançando e chegando às cidades de Terny, Yampolivka e Torske.
Próximo passo será Yampol e depois a retomada de Lyman.

Alek
Alek
1 ano atrás

Acho que a Ucrania deve estar na guerra com o homem de ferro porque não perde ninguem, só destroem, kkkk
A boa e velha propaganda ocidental kkkk

Jose Ponte
1 ano atrás

O título correto deveria ser : Histórico de Degradação da Capacidade Militar Russa na Ucrânia .
No ponto que na 4ª fase o autor chama de “ recurso barato – vidas humanas , segundo filosofia militar russa “ , bem neste ponto a situação tende a piorar muito a confirmar esta filosofia aplicada em extensão na IIGM por eles .
Enfim ….. esperar para ver , já há indícios de disposição da OTAN para ir à frente de combate com homens também …. Vejamos

Nilton L Junior
Nilton L Junior
1 ano atrás

Evolução tática de como Z bate.

George
George
Reply to  Nilton L Junior
1 ano atrás

Bate … em retirada.

Neural
Neural
Reply to  George
1 ano atrás

100 Leopard, 14 Challenger 2 e 32 Abrams vão mudar a guerra.. Opa, perai…

Marcelo
Marcelo
Reply to  Neural
1 ano atrás

Isso é só o começo … a porteira acabou de ser aberta.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Neural
1 ano atrás

Esses bots pro nato ficaram com a sinapse derretida de tanto assistir a cnn, globo, band e outras menos significativas, isso impede de ver o mundo real, para eles os ucras vão expulsar os Russos dos territórios ocupados, a mediocridade é tamanha que desde 2014 os ucras perderam parte do seu território e não tiveram a capacidade de recuperar o que já não estava mais sob seu controle. Sobre esses tanques que serão enviado só vai servir para uma coisa, serem destruídos, pelo simples motivos, os Russos nesse momento não estão fazendo grandes manobra ofensivas e sim estabelecendo pontos de… Read more »

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  George
1 ano atrás

Continue sendo bot, vai doer menos.

Marcelo
Marcelo
1 ano atrás

Na atualização de quinta-feira (02/02/2023), o Ministério da Defesa da Ucrania atualizou as perdas russas: – 129.030 soldados mortos; – 293 aviões militares abatidos; – 284 helicópteros militares abatidos; – 3.211 tanques de guerra destruídos ou capturados; – 2.212 peças de artilharia destruídas ou capturadas; – 6.382 veículos de combate e blindados destruídos ou capturados; – 458 sistemas de foguetes de lançamento múltiplo (MLRS) destruídos ou capturados; – 18 embarcações militares afundadas; – 5.064 veículos de transporte de combustíveis destruídos ou capturados; – 222 baterias antiaéreas destruídas; – 1.951 sistemas aéreos não tripulados táticos abaridos; – 200 veículos plataformas de… Read more »

Elisandro
Elisandro
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

O número de soldados mortos não possui nenhum fundo de verdade. Se fosse real, em algum momento as forças ucranianas de 700 mil a 1 milhão de mobilizados estariam lutando contra apenas algumas dezenas de milhares de soldados russos e separatistas e mesmo assim não foram capazes de retomar os territórios ocupados. Na verdade, no momento se estima que a Rússia possui um total de 350 mil combatentes na Ucrânia, entre soldados, separatistas e mercenários. A Mediazona e a BBC em russo fizeram um trabalho de catalogar as mortes de soldados russos que podem ser confirmadas e os números estão… Read more »

Marcelo
Marcelo
1 ano atrás

Antes da Operação Militar Especial na Ucrânia, que já dura 344 dias e não tem data para terminar, os militares russos eram considerados uma das forças mais poderosas do mundo. Até o Pentágono considerava que os militares russos tinham capacidade para competir com os militares americanos em pé de igualdade. Mas, atualmente, essa imagem está destruída e também naufragaram as perspectivas da indústria de defesa e aeroespacial da Rússia. As forças ucranianas, equipadas em grande parte com sistemas de armas da OTAN, destruiram milhares de tanques, veículos blindados, veículos de combate de infantaria, peças de artilharia, caças, helicópteros e outros… Read more »

Last edited 1 ano atrás by Marcelo
Carlos
Carlos
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Meu caro, é muito interessante suas colocações, porém, vc traz conteúdos totalmente alinhados com a propaganda Ucraniana, então seja mais sensato. Nada pessoal!

Marcelo
Marcelo
Reply to  Carlos
1 ano atrás

Tenho que me basear em alguma fonte. E os ucranianos fazem uma boa contabilidade das perdas russas. Inclusive com fotos e vídeos de excelente qualidade. Propaganda e comunicação também são armas de guerra. Faz parte dos conflitos militares. Nada pessoal.

Marcelo
Marcelo
1 ano atrás

Enquanto os russos ficam dizendo que matam a cobra mas só mostram o pau, as forças ucranianas matam a cobra e mostram a cobra morta. E a mais recente dessas situações foi a primeira destruição confirmada de um moderno sistema de defesa aérea russo – o 9A331MDT Tor-M2DT, destinado ao uso em ambientes árticos. O sistema SAM foi destruído pela 406ª Brigada de Artilharia junto com um carregador de munições DT-30 usando projéteis guiados M982 Excalibur. O vídeo está no link.
https://twitter.com/UAWeapons/status/1620891624061685760

Last edited 1 ano atrás by Marcelo
m4l4v1t4
m4l4v1t4
1 ano atrás

Apesar te ter convicção de que não há como a Rússia não perder essa guerra de forma total e, com um pouco de menos sorte, deixar de existir. Temos que admitir que, depois de ficar desnorteada pela exército ucraniano, aos poucos, conseguiram equilibrar as coisas no campo da infataria.

O Exército russo é extremamente dependente de superioridade de fogo de artilharia e muito vulnerável à interdição de seus mega depósitos. Mas agora parece que estão trabalhando bem todas as áreas do combate terrestre, inclusive com ações SOF dentro das linhas ucranianas.

https://ip260052209.ahcdn.com/key=HQJtRNREwpuCnjmRE3GMEA,s=,end=1675679256/state=Y+DIvT6V/buffer=4873555:765264,131.9/speed=696222/reftag=0273727330/ssd2/2291/4/304747804/contents.kaotic.com/2023/02/9129149a130a_94139.mp4

Bernardo
Bernardo
1 ano atrás

Bom não consigo apoiar nenhum lado então dizendo o que nosso país pode tirar de proveito de informações básica de guerra são; tenha parceiros que não vao te deixar na mão, tenha uma industria belica que produza as necessidades mais basicas, destrua todas infraestruturas possiveis aquelas que não ira usar quando o inimigo ocupar. Agora na parte da defesa; tatica de guerrinha sempre será uma boa defesa, tenha uma formacao de exercito bem treinado e equipado pronto mesmo que seja numa quantidade não muito grande, mas necessaria quando for chamada, saiba que são seus aliados Ucrania demorou muito a perceber… Read more »

Manus Ferrum
Manus Ferrum
1 ano atrás

A ofensiva de inverno russa começou ontem.

Last edited 1 ano atrás by Manus Ferrum