O BTR-4 Bucephalus é um veículo de combate de infantaria anfíbio ucraniano produzido desde 2008. Antes da invasão russa em curso, as Forças Armadas da Ucrânia tinham mais de algumas centenas desses veículos blindados.

Agora o número deles na posse dos defensores da Ucrânia é menor, mas essas máquinas ainda estão lutando para defender a terra ucraniana contra os invasores russos.

O BTR-4 Bucephalus, desenvolvido no Kharkiv Mechanical Engineering Bureau, foi revelado pela primeira vez em 2006. Alguns anos depois, o BTR-4 entrou em produção em série. O primeiro Bucephalus entrou em serviço nas Forças Armadas da Ucrânia em 2009. A Guarda Nacional da Ucrânia também usa esses veículos de combate de infantaria, mas desde 2014.

O BTR-4 Bucephalus possui um chassi 8 × 8 com grande capacidade off-road e capacidade anfíbia sem qualquer preparação. Todas as rodas são acionadas por um motor de 489 ou 598 hp.

 

Na estrada, o BTR-4 pode atingir 110 km/h de velocidade máxima, na água – 10 km/h. Dependendo do nível da blindagem e do conjunto de armas, o Bucephalus pesa de 17,5 a 25 toneladas. Esta máquina é operada por três tripulantes. Até 8 soldados também podem ser transportados.

O BTR-4 pode operar em várias condições climáticas, em estradas com várias superfícies ou totalmente off-road. As temperaturas ambientes de trabalho variam de -40 a +55°C. Isso significa que não existe inverno de que o BTR-4 tenha medo.

O BTR-4 está armado com um canhão automático russo de 30 mm 2A72. Este é um lembrete de que a política pró-Rússia já prevaleceu na Ucrânia. Por outro lado, esta arma definitivamente não tem falta de munição. A versão BTR-4MV1 foi especialmente projetada para atender aos padrões da OTAN, o que significa que, no futuro, a Ucrânia não deve ter problemas para fazer uma versão compatível com a OTAN do BTR-4.

A propósito, a Ucrânia não é a única usuária do BTR-4 Bucephalus – Indonésia, Iraque, Nigéria, Mianmar e Rússia também operam esses veículos de combate de infantaria.

Oryx, um site independente de inteligência de fonte  aberta, calculou que a Rússia foi capaz de capturar mais de 20 veículos ucranianos BTR-4 durante a invasão em andamento.

FONTE: Technology.org

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest

9 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Heitor
Heitor
11 meses atrás

Preciso ligar pra ela

Marcelo
Marcelo
11 meses atrás

Olhando para o BTR-4 Bucephalus, lembrei que, em 13/01/2023, o site The Drive informou que os EUA estavam se preparando para enviar o Stryker para a Ucrânia. Esse veículo militar, também de oito rodas, não tem o poder de fogo de um M1 Abrans e nem a proteção do Bradley, mas oferece mobilidade mais segura, com melhores comunicações e sistemas de consciência situacional. O Stryker foi produzido e centrado no esquadrão de infantaria, tendo sido projetado para entregar um esquadrão a um quilômetro do objetivo ou no recurso de terreno mais próximo dele. É exatamente o que falta para os… Read more »

Last edited 11 meses atrás by Marcelo
Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Marcelo
11 meses atrás

Marcelo
Boa tarde

A tradução técnica de Squad, neste caso, é Grupo de Combate.

Humilde Observador
Humilde Observador
11 meses atrás

Sempre achei um excelente veículo anfíbio.

M4l4v|t4
M4l4v|t4
Reply to  Humilde Observador
11 meses atrás

Se perguntar para os comandantes ucranianos qual o carro indispensável que eles gostariam de ter em maior quantidade, a resposta certamente não será nenhum MBT. É IFV, no caso, o BTR-4, que em conjunto com uma infantaria bem equipada de ATGM é a combinação que mais trouxe ganhos de terrenos e vitórias para o exército ucraniano.

Last edited 11 meses atrás by M4l4v|t4
Aeb30
Aeb30
11 meses atrás

As perdas desse tipo de veículos pela Ucrânia foram assombrosas, a ponto de estarem utilizando pick-ups com metralhadoras soldadas, como os jihadi-trucks.
A possibilidade de mandar mais blindados, como o Bradley, não será das melhores, visto que estão muito expostos à artilharia e aviação russas.
Hoje os ucranianos lançaram um ataque com uma coluna blindada em Polohy, Zaporizhizhia.
Foram abatidos à distância pelos artilheiros russos.
Desatre total.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Aeb30
11 meses atrás

Provavelmente os russos receberam informações dessa ofensiva, tendo tempo de preparar a artilharia e aviação. Há rumores de que os EUA não estão contentes com o modo que o Zelensky tem conduzido o exército ucraniano nessa guerra, muitas vezes indo em desencontro aos conselheiros americanos. Essa ofensiva fracassada mostra isso.

Last edited 11 meses atrás by Vinicius Momesso
Aeb30
Aeb30
Reply to  Vinicius Momesso
11 meses atrás

Os vídeos postados mostram várias explosões de blindados que foram alvejados de uma distância muito grandes.
As informações que chegam agora foram que ocorreram centenas de baixas entre os ucanianos.
Foi um ataque relativamente grande.

Faver
Faver
11 meses atrás

Mais uma peça na engrenagem de sangue desta guerra insana.