Incursões ucranianas na margem esquerda do Dnipro para desalojar tropas russas

37

A Ucrânia ‘está a conduzir incursões’ na margem sul do rio Dnipro para desalojar tropas russas antes da aguardada ofensiva de verão

Autoridades ucranianas disseram que as forças do país estão frequentemente realizando ataques através do rio Dnipro, perto da cidade de Kherson, no sul, para tentar desalojar as tropas russas, relata Olena Harmash .

As forças russas mantiveram toda a margem esquerda do Dnipro, perto de Kherson, desde que se retiraram da cidade em novembro após meses de ocupação, mas a Ucrânia deve lançar uma contra-ofensiva na primavera para tentar recuperar mais território.

Yuriy Sobolevskiy, vice-chefe da administração regional de Kherson, disse que os ataques visam reduzir a capacidade de combate das tropas russas que bombardearam a cidade de Kherson desde que foram forçadas a recuar. “Nossos militares visitam a margem esquerda [leste] com muita frequência, realizando incursões. As forças armadas ucranianas estão trabalhando, e trabalhando de forma muito eficaz”, disse Sobolevskiy à televisão ucraniana.

“Os resultados virão como na margem direita da região de Kherson, quando, graças a uma operação complexa e longa, conseguiram libertar nossos territórios com perdas mínimas para nossos militares. A mesma coisa acontece agora na margem esquerda”.

A Rússia conquistou a região de Kherson logo após sua invasão em grande escala da Ucrânia, 14 meses atrás, e continuou desde então a manter todo o território da região a leste do Dnipro.

FONTE: The Independent

ATUALIZAÇÃO

Algumas fontes ucranianas já mostram a retomada de uma porção considerável de território próximo à localidade de Dachy, na margem esquerda do rio. Por ser uma região baixa e pantanosa, os russos não conseguem  criar defesas baseadas em trincheiras.

Subscribe
Notify of
guest

37 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
C G
C G
10 meses atrás

Seria uma cabeça de ponte mesmo sem ponte?

Last edited 10 meses atrás by C G
Omg
Omg
Reply to  C G
10 meses atrás

Ainda não. É um reconhecimento em força, para entender a dimensão dos dispositivos defensivos.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Omg
9 meses atrás

Quantos satélites de vigilância têm os Russos?

Satyricon
Satyricon
Reply to  C G
9 meses atrás

Outro “Avanço para a retaguarda” russo

Inimigo público
Inimigo público
Reply to  Satyricon
9 meses atrás

Funcionou muito bem, os ucranianos até conseguiram avançar, mas logo foram parados e perderam tantas tropas e equipamentos que não avançaram mais nenhum milímetro em vários meses.

Rodrigo Frizoni
Rodrigo Frizoni
10 meses atrás

Fonte: Aguas de lindoia

Thiago
Thiago
10 meses atrás

É mais umas poucas forças especiais que cruzaram o rio. Não foi uma boa ideia. Agora vão levar aço da aviação e artilharia russa a troco de uma posição que não serve bem de cabeça de ponte. Ela não tem ponte e ainda é pantanosa.

Oliveira Barros
Oliveira Barros
Reply to  Thiago
10 meses atrás

Já levaram.
Aliás, os ucanianos têm esse costume de lançar esses ataques de sondagem que, invariavelmente, acabam em desastre e muitas mortes entre eles.
Mas, como já dito aqui, não estão se importando com baixas.
O último número apresentado pelo Coronel McGregor é de 220 mil mortes entre os ucanianos.
É muita coisa.

RSmith
RSmith
Reply to  Oliveira Barros
9 meses atrás

… são mortes D+ de ambos os lados…. e pelo visto esta MUITO longe de acabar!

Hank Voight
Reply to  Oliveira Barros
9 meses atrás

O que o b*fã0 Douglas McGregor diz ninguém escreve…..

Nei
Nei
10 meses atrás

Estão fazendo incursões com barcos.

Tem relato de um próprio soldado russo, pedindo e convidando a mídia para ir olhar, pois tem muitos soldados Ucranianos na margem direita e os comandantes russos dizem que são pequenas grupos de soldados somente, mas se importando muitos com seus soldados no front esquerdo.

Marcelo
Marcelo
9 meses atrás

A ofensiva russa já perdeu ímpeto e não obteve nenhum avanço importante. Exceto em Bakhmut, onde os russos continuam concentrando forças para a execução de táticas de terra arrasada e avanços pífios com elevadas perdas, todas as outras posições russas nas frentes de batalha passaram para formações defensivas. Essa cabeça de praia já fez os russos ficarem mais alertas. Drones armados ucranianos estão chegando cada vez mais perto de Moskow. Os russos já começaram a cocar a cabeça.

Magaren
Magaren
Reply to  Marcelo
9 meses atrás

Momento da Russia se render rendição e negociar uma compensação a Ucrania.

Pragmatismo
Pragmatismo
Reply to  Marcelo
9 meses atrás

Uai. Então, segundo sua colocação, houve ofensiva russa em outras áreas à exceção de Bakhmut, Marinka, Ugledar e Avdiivka? Não seria a tal defesa-ativa?

Inimigo público
Inimigo público
Reply to  Marcelo
9 meses atrás

Na hora que um drone ucraniano acertar Moscou Zelensky vai levar um Sarmat no bumbum e a guerra acaba.

NEMOrevoltado
NEMOrevoltado
9 meses atrás

Me parece uma finta para ocultar o verdadeiro ataque!

Mauro Cambuquira
Reply to  NEMOrevoltado
9 meses atrás

Tem vários vídeos deles tentando uma incursão através até de barcos. Tentam, são repelidos e alguns conseguem voltar, outros não tem a mesma chance.

Oliveira Barros
Oliveira Barros
Reply to  Mauro Cambuquira
9 meses atrás

E foi postado vídeo de uma pequena lancha deixando dois soldados ucranianos na margem do rio..
Logo depois, os russos acertaram um disparo de artilharia exatamente onde os dois estavam.
Não é difícil prever o resultado.

Realista
Realista
Reply to  NEMOrevoltado
9 meses atrás

Quando os russos fizeram isso falaram que o comboio falhou .

RSmith
RSmith
Reply to  NEMOrevoltado
9 meses atrás

verdade… manter a pressão em diferentes pontos para o inimigo ficar adivinhando aonde sera realmente o ataque…

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
9 meses atrás

Meia dúzia de gatos pingados que atravessaram o rio tiraram foto e voltaram correndo pro outro lado. Mas isso pras Ucranetes e a mídia ocidental é uma invasão completa

Marcelo
Marcelo
9 meses atrás

Parece que os ucranianos tem muitos planos para as ilhas do Rio Dnipro. Reproduzo aqui dois trechos de um texto publicado hoje (25/04/2023). “Em Kherson Oblast, os ucranianos aumentaram sua cabeça de ponte na margem leste do rio Dnipro a ponto de muitas fontes russas começarem a dar o alarme. Anteriormente, as forças russas continuaram a ocupar e estabelecer postos de observação nas áreas residenciais das ilhas no delta do rio Dnipro. Os primeiros confrontos pelo controle das ilhas começaram quando os russos atacaram a ponte para a ilha de Karantynyi. Isso não ajudou, pois os ucranianos gradualmente expulsaram os… Read more »

Pragmatismo
Pragmatismo
Reply to  Marcelo
9 meses atrás

Fonte imparcial (Euromaidan).

Realista
Realista
9 meses atrás

Agora acabou pro Putin é o fim e os ucranianos vão parar na Sibéria .

Pragmatismo
Pragmatismo
Reply to  Realista
9 meses atrás

Boa!

Machado
Machado
9 meses atrás

Também já li em canais do Telegram que os spetnaz já expulsaram as tropas ucranianas que haviam cruzado o rio. Ali naquele tipo de terreno só podem operar infantaria leve. Ela não podem usar blindados pesados, por isso os Russos não empreenderam grande defesa. Se eles tentarem cruzar com equipamentos pesados vão ser dizimados pela artilharia e aviação russas.

Hank Voight
Reply to  Machado
9 meses atrás

“também já li em canais do telegram”

Sinônimo de fake news russa…..

Ildo
Ildo
9 meses atrás

Nada mais que isso: sondagem dos DRGs ucranianos.

Os russos também estão atacando as concentrações de tropas e áreas de armazenagem de equipamentos da suposta “ofensiva” ucraniana…

Elisandro
Elisandro
9 meses atrás

Os russos estão usando artilharia contra a área pantanosa. Está mais para “área de ninguém” do que “território libertado”. O verdadeiro avanço será se conseguirem retomar a cidade de uma posição claramente inferior a dos russos.

RSmith
RSmith
Reply to  M4|4v1t4
9 meses atrás

Po meu!!!! avisa quando for postar uma fotos dessas…. quase fico cego com o reflexo do sol no peito pálido do Putin!

M4|4v1t4
M4|4v1t4
9 meses atrás

Quem começou a reportar essas incursôes a cerca de 2 semanas foram os próprios soldados russos no telegram. De lá para cá aumentaram a cada dia essas ocorrências, mas até agora era especulação com algumas evidências em vídeo. Com a confirmação do próprio governo ucraniano, então não restam mais dúvidas. Os russos estão perdendo a oportunidade de usar o rio como defesa. Na minha visão toda pequena incursão deveria ser perseguida para evitar as condições para uma cabeça de ponte. No entanto, parece que os russos estão vacilando ou faz parte da tática deles deixar as forças ucranianas se acumularem… Read more »

RSmith
RSmith
9 meses atrás

Verdade, os Ukranianos estão fazendo “reconhecimento” para “avaliar” a situação é “analisar” como proceder …. é uma area que, em função do terreno, pantanoso, é impossível cavar trincheiras ou estabelecer pontos fortificados, tornando a area de difícil defesa “no local”, no caso é um “no mans land” onde os Russos vão fazer a defesa a distancia com artilharia … creio que os Russos vão aguardar os Ukranianos atravessar em massa para chover artilharia nas tropas e nas embarcações que vão ter que atravessar o rio para suprir estas tropas e remover os feridos… lembrando que, em ultima instancia, os Russo… Read more »

RSmith
RSmith
Reply to  RSmith
9 meses atrás

… pensando bem, a unica maneira possível de sucesso para os Ukrainians seria tomar a barragem primeiro!

Zorann
Zorann
9 meses atrás

Só propaganda. Mais nada.

Os caras vão atravessar o rio e os russos vão fugir sem dar um tiro. Deve ser bem isto mesmo.

Quanto mais perdas ucranianas, melhor!

Hcosta
Hcosta
Reply to  Zorann
9 meses atrás

Seria a primeira vez?

Felipe
Felipe
9 meses atrás

To tentando encontrar algo sobre esse “avanço” ucraniano nas mídias mais imparciais, mas nem no Liveumap consta nada…aliás, lá fala que ao contrario, Rússia lançou ataque de artilharia “At Zaporizhzhia and Kherson directions Russian army shelled Malynivka, Mala Tokmachka, Novoandriyivka, Mali Scherbaky, Plavni of Zaporizhzhia region oblasti and Kozatske, Odradokamyanka, Olhivka, Lvove, Kizomys, also Kherson city, – General Staff of Armed Forces of Ukraine says in the morning report”