https://www.forte.jor.br/2022/05/26/os-m777-recebidos-pela-ucrania-sao-downgraded/

Durante meses, os aliados ocidentais enviaram bilhões de dólares em sistemas de armas e munições para a Ucrânia com urgência para levar suprimentos a Kiev a tempo de uma contra-ofensiva prevista para a primavera.

Agora o verão está a apenas algumas semanas de distância. Enquanto a Rússia e a Ucrânia estão focadas em uma batalha intensa por Bakhmut, a ofensiva da primavera ucraniana ainda não começou.

Na semana passada, o presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskyy, disse que foi adiado porque seu país carece de armas ocidentais suficientes para ter sucesso sem sofrer muitas baixas. O clima e o treinamento também estão desempenhando um papel, dizem autoridades e especialistas em defesa.

As autoridades insistem que a contra-ofensiva está chegando. Os movimentos preliminares da Ucrânia para definir as condições que deseja para um ataque já começaram, disse uma autoridade dos EUA sob condição de anonimato para discutir assuntos delicados.

Uma olhada nos fatores que atrasam a contra-ofensiva e os preparativos que ambos os lados estão fazendo para que ela comece em breve.

CLIMA

Uma grande parte do atraso é o clima. Demorou mais do que o esperado para o solo congelado da Ucrânia derreter e secar, devido a uma primavera longa, úmida e fria, que dificultou a transição para uma ofensiva.

Em vez disso, o solo reteve uma lama profunda que dificulta a operação de veículos não rastreados.

A lama é como uma sopa, disse o funcionário. “Você meio que afunda nele.”

TREINAMENTO

Nos últimos meses, dezenas de milhares de soldados ucranianos foram treinados pelos EUA e aliados para a luta. Mas o último batalhão ucraniano que os EUA estão treinando atualmente está terminando seu curso agora.

Esta última fase  eleva o número total de ucranianos que os EUA treinaram para esta luta para mais de 10.700. Essas forças aprenderam não apenas habilidades médicas e de campo, mas também táticas avançadas de armas combinadas com os veículos de combate blindados Stryker e Bradley e obuseiros autopropulsados ​​Paladin. Também inclui forças altamente qualificadas que foram treinadas para operar o sistema de defesa antimísseis Patriot.

De acordo com o Exército dos EUA na Europa-África, mais de 41.000 soldados ucranianos adicionais foram treinados por meio de programas administrados por mais de 30 nações parceiras.

Em breve uma nova fase começará: os EUA começarão a treinar ucranianos em tanques Abrams na área de treinamento de Grafenwoehr, na Alemanha. Mas os ucranianos não vão esperar que o treinamento do tanque termine antes de lançar sua contra-ofensiva, disse o ministro da Defesa ucraniano, Oleksii Reznikov, a repórteres no final de abril.

CHEGADAS DE ARMAS

Somente nos últimos cinco meses, os EUA anunciaram que enviariam mais de US$ 14 bilhões em armas e munições para Kiev, a maior parte dos quais está sendo retirada de estoques existentes para levar os suprimentos à Ucrânia mais rapidamente. A OTAN e os aliados ocidentais também responderam, prometendo bilhões em tanques, veículos blindados e sistemas de defesa aérea.

Mas muito desse equipamento ainda não chegou, disse Ben Barry, ex-funcionário da inteligência britânica que agora é membro sênior de guerra terrestre do Instituto Internacional de Estudos Estratégicos.

Por exemplo, dos aproximadamente 300 sistemas de tanques prometidos – como os tanques Leopard 2 prometidos por países como Dinamarca, Holanda, Espanha e Alemanha – apenas cerca de 100 chegaram. Dos cerca de 700 veículos de combate prometidos, como os Marauders britânicos e os veículos de combate de infantaria Bradley dos EUA, apenas cerca de 300 chegaram, disse ele.

A Ucrânia também precisará de munição suficiente para sustentar uma luta de ritmo mais alto assim que a contra-ofensiva começar. Quando se trata da munição necessária, o chefe de logística militar da Ucrânia também terá uma forte opinião sobre quando o exército estiver pronto para lançar, disse Barry.

Em apenas uma munição – o obus de 155 mm – a Ucrânia está disparando entre 6.000 e 8.000 tiros por dia, disse o parlamentar ucraniano Oleksandra Ustinova a repórteres em abril.

PISTAS CONTRA-OFENSIVAS

Tanto a Rússia quanto a Ucrânia estão tomando medidas em antecipação à contra-ofensiva.

A Rússia tem aproximadamente 200.000 soldados ao longo de uma linha de batalha de 1.000 quilômetros (620 milhas), escavada usando o mesmo tipo de tática de trincheira usada na Primeira Guerra Mundial, disse uma autoridade ocidental sob condição de anonimato para discutir questões de inteligência.

Essas tropas não são tão bem treinadas quanto a força invasora inicial da Rússia, que sofreu pesadas baixas. Mas eles são defendidos por fossos, campos minados e dentes de dragão – acima do solo, barreiras de concreto em forma de triângulo que dificultam o movimento dos tanques.

Enquanto isso, a Ucrânia começou a moldar as operações, como alvejar as linhas avançadas da Rússia com fogo de artilharia de longo alcance. Isso pode indicar que a Ucrânia está prestes a avançar naquele local – ou pode ser uma isca para chamar a atenção da Rússia de seu primeiro ataque planejado, disse o oficial.

Quando a Ucrânia tentar perfurar essas linhas – seja em uma área limitada ou em uma campanha complexa realizada em vários locais – esse será o provável indicador de que a ofensiva começou, disseram Barry e o oficial ocidental.

Barry disse que quando as brigadas ucranianas começarem a cruzar territórios controlados pela Rússia e tentar atacar a primeira linha de defesa russa, “isso vai ser uma revelação mortal, eu acho”.

FONTE: Military Times

Subscribe
Notify of
guest

102 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vinícius Momesso
Vinícius Momesso
1 ano atrás

Se Putin declarar guerra, conseguiria a Ucrania manter as posições recuperadas, caso essa contra-ofensiva seja bem sucedida? Belgorod pode ser a faísca necessária para isso.

Slowz
Slowz
Reply to  Vinícius Momesso
1 ano atrás

Belgorod foi pra abafar a queda de bakmuht ..

Henrique A
Henrique A
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Ataque diversionário. Os ucranianos vão lançar sua força principal em outro lugar.

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  Henrique A
1 ano atrás

Com certeza. E a economia da Rússia vai despencarrrrrrrrrrrrrrrr…

Pragmatismo
Pragmatismo
Reply to  Slowz
1 ano atrás

No alvo.

Underground
Underground
Reply to  Vinícius Momesso
1 ano atrás

Declarar guerra é apenas tornar de Direito algo que já é De Fato.

Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
Reply to  Underground
1 ano atrás

Exatamente.
E com a possibilidade da Rússia mobilizar sua população.
Daí, poderia passar de 300 mil para 3 milhões de soldados com justificativa legal.
O que seria péssimo para a OTAN.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Geraldo Lessa
1 ano atrás

Eu acho que infelizmente isso vai acabar ocorrendo. A Ucrânia vai infligir pesadas perdas para a Rússia usando muitos homens e os equipamentos fornecidos pela Otan e a Rússia vai declarar guerra e enfiar 3 milhões de homens nas forças armadas ou o quanto for necessário para a vitória.

Joao
Joao
Reply to  Luís Henrique
1 ano atrás

Prezado

Vc sabe o q sao 3 milhões de homens ma atualidade?
São, pelo menos, 150 milhões de litros d’água por dia pra Zona de Combate.

Fora o resto…

Alois
Alois
Reply to  Luís Henrique
1 ano atrás

Logística é o calcanhar de aquiles russo, se eles não tinham nem uniformes e coletes para os 300 mil convocados, imagina 3 milhões, além disso é preciso treinamento, oficiais e suboficiais, armas e munições, coisa que a intendencia russa parece carecer, além de causar um baita descontentamento na população russa, pegar gente das prisões e do interior russo é uma coisa, agora das grandes cidades é outra.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Alois
1 ano atrás

O ocidente tbem ta raspando o tacho pra salvar a Ucrânia de um desastre depois de mais de um ano de guerra. Tão dobrando a aposta.

RPiletti
Reply to  Geraldo Lessa
1 ano atrás

Péssimo para o OTAN por qual motivo?
Quem terá que sair de suas funções produtivas para se enfiar no atoleiro ucraniano será o cidadão pobre/médio russo. 30bi de doletas para os ianques devem ser alguns dias de impressão e algumas canetadas dos políticos de lá, já para vocês não é bem assim, o comércio mundial ainda é em dólar e não em yuans.
3mi de recrutados significam mais despesas, mais equipamentos, mais treinamentos, para uma economia equivalente a do BR isso sim seria péssimo.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  RPiletti
1 ano atrás

Mas essa é a questāo, historicamente, a Rússia nunca se importou com perdas humanas, nāo importa o número.

O Ocidente, por outro lado, se importa, se isso se arrastar, poderá chegar ao ponto em que a opiniāo pública se voltará contra a guerra. Isso forçará os ucranianos a mesa de negociaçāo.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Allan Lemos
1 ano atrás

Esse papo da Rússia não se importar para perdas humanas historicamente é uma baboseira. A Rússia foi invadida várias vezes, como foi na 2a guerra mundial e lutaram bravamente até a vitória. Os americanos e ingleses tiveram perdas bem menores porque não foram invadidos e entraram pra valer no dia D quando a Alemanha já estava próxima da derrota.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Luís Henrique
1 ano atrás

A Rússia é um regime totalitário, Putin nāo dá a mínima para o que a populaçāo quer. Já os líderes ocidentais precisam prestar contas do que fazem a populaçāo.

É só ver o exemplo da Guerra do Vietnam. Os EUA ganharam as batalhas, mas perderam a guerra porque internamente era extremamente impopular.

André Macedo
André Macedo
Reply to  Allan Lemos
1 ano atrás

Era impopular pq estavam perdendo a guerra, homens e equipamento, se fosse uma vitória rápida como no Iraque a população iria aplaudir.
Eles dizem que não apoiam a guerra mas só elegem os políticos que o fazem, além de serem politicamente mortos como população (não que o Brasil fique atrás nesse sentido).

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  André Macedo
1 ano atrás

Ainda tem gente que acredita nessa fake news de que os EUA perderam a guerra? Rsrsrs

André Macedo
André Macedo
Reply to  Allan Lemos
1 ano atrás

Realmente é uma fake news, obrigado por me avisar!! O Vietnã do Sul ganhou e conquistou o Norte, os objetivos americanos para enviar homens e armas foram totalmente satisfeitos!
Você perde a guerra quando seus objetivos para entrar nela não são alcançados, ponto final.

Last edited 1 ano atrás by André Macedo
JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  Luís Henrique
1 ano atrás

Excelente comentário. Os Estados Unidos deixou todo mundo se estrepar por lá, aguardou até que a União Soviética (que foi quem tomou Berlim) derrotasse AS MELHORES TROPAS nazistas (as lotadas na França eram muito inferiores) e enfim, triunfalmente, iniciou a invasão pela costa francesa (não falemos de George Patton). Depois emprestou o dinheiro para que parte da Europa se reconstruísse, inclusive a própria Alemanha Ocidental (de onde os EUA levaram ”algumas” cabeças pensantes nazistas como Von Braun; sem o qual o programa espacial estadunidense seria muito inferior, como inicialmente foi, ao programa soviético). Ah, e ainda administraram a Alemanha Ocidental… Read more »

Victor F
Victor F
Reply to  JUJU BERTULINA
1 ano atrás

De tempos em tempos sempre aparece um revisionista histórico aqui no site.

Ou talvez seja o mesmo, tenho quase certeza que voce troca de nick com mais frequência do que de roupa.

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  Victor F
1 ano atrás

Tamo junto. Legal é ver filme estadunidense como O Resgate do Soldado Ryan ou Corações de Ferro ou e acreditar que foi os Estados Unidos quem chegou primeiro em Berlim. Afinal, se a Rússia não é convidada para as cerimônias da Vitória Aliada na Europa contra Hitler, ela não deu 26 milhões de almas para vencer o Fuher e suas tropas e não deve ter auxiliado em nada o esforço de Guerra dos Estados Unidos, que venceu Hitler sozinho. Aliás, os Estados Unidos tiveram a ajuda da Rússia na Guerra do Pacífico, segurando as tropas japonesas que se encontravam na… Read more »

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Geraldo Lessa
1 ano atrás

Péssimo para a Ucrânia, a OTAN nāo está nem ai, nāo será o sangue de seus cidadāos a ser derramado.

Jefferson Ferreira
Jefferson Ferreira
Reply to  Geraldo Lessa
1 ano atrás

A rússia mal consegue equipar os 300mil soldados que enviou pra ucrania oq dirá conseguir equipar 3mi…

C G
C G
Reply to  Geraldo Lessa
1 ano atrás

Agora eu descobri, vc está torcendo para que Putin termine igual Mussolini, vc odeia ele!!!
3 milhões? Hahahahahahha
Um mosin pra um e o pente pra outro versus Challengers e Bradleys?
Mas nem o Wagner Group em uma única cidade os russos conseguem suprir adequadamente!

Plínio Jr
Plínio Jr
Reply to  Geraldo Lessa
1 ano atrás

A Rússia não é a URSS e os Ucranianos não vão atacar solo Russo para dar justificativa ao Putin a esta guerra ..não fizeram isto até agora e não o farão…

C G
C G
Reply to  Plínio Jr
1 ano atrás

Mas os rebeldes russos podem, 3 frentes abertas em Belgorod e uma suspeita em Kursk que ainda não dá pra saber se é só uma incursão ou uma frente mesmo!

Plinio Jr
Plinio Jr
Reply to  C G
1 ano atrás

sim russos podem fazê-lo , mas os ucranianos não o farão para dar a Putin o que ele quer, uma mobilização maior de soldados e opinião popular a favor dele…

Plínio Jr
Plínio Jr
Reply to  Geraldo Lessa
1 ano atrás

Sequer conseguem equipar decentemente 200 mil almas e vai equipar 3 milhões com paus e pedras ?

A Rússia não é a URSS…

Péssimo para Otan ? Vão chegar em Paris em 1 semana ?

Last edited 1 ano atrás by Plínio Jr
C G
C G
Reply to  Vinícius Momesso
1 ano atrás

Existem vários motivos para Putin não ter declarado guerra mas dois são os mais importantes, primeiro uma motivação política fraca, segundo carência material, eles não conseguiram sustentar adequadamente o Wagner Group em Bakhmut por exemplo, não adianta convocar um milhão de russos se eles não tem condição de suprir esse povo todo.

RPiletti
Reply to  C G
1 ano atrás

Não tem $$$$, não tem indústria e não tem coesão para isto.
Rússia não é URSS, mas tem fã que não aceita isto.

Nei
Nei
Reply to  RPiletti
1 ano atrás

Justamente. Muitos aqui vivem do passado e até agora não conseguem enxergar a realidade atual.

M4|4v1t4
M4|4v1t4
Reply to  RPiletti
1 ano atrás

Mas a URSS também não era grande coisa. Era tudo fraude, da economia ao poderio militar, era fraude. Alias, a economia da Rússia hoje é muito mais forte do que a economia da URSS, que era um fraude. A grande “moeda” que a URSS tinha era a China, que era usada para sustentar a indústria de todo o Pacto de Varsóvia às custas da miséria completa do povo chinês. O que mudou com a visita da CIA (ops), quero dizer, do Richard Nixon, em 1973 salvo engano. Cooptando a China, a principio de maneira disfarçada, para fora do bloco comunista.… Read more »

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  M4|4v1t4
1 ano atrás

Sugiro que o Senhor retire alguns zeros do seu cálculo sobre o progresso da China nos últimos anos. Afora isso, a China sempre foi a maior potência econômica mundial na maior parte dos últimos 2000 anos. Aí sim.

M4|4v1t4
M4|4v1t4
Reply to  JUJU BERTULINA
1 ano atrás

A julgar por esse comentário:

a China sempre foi a maior potência econômica mundial na maior parte dos últimos 2000

Posso dizer que conheçomuito mais sobre a história das civilizações do que você

A China jamais foi potência global, nem na dinastia Han;
A China jamais foi potência hegemônica na Ásia;
A China, em seu melhor momento na história, a cerca de 600 anos atrás, podia ser considerada segunda ou terceira potência asiática, e potência do sudeste asiático.

Acho que você precisa pegar a nave de volta pra Terra, urgente!

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  M4|4v1t4
1 ano atrás

Excelente historiador o senhor. Quedo-me à sua sapiência e conhecimento de História. Marte manda abraços. Ah, eu escrevi potência econômica. Lembra que o imperador da China disse ao embaixador inglês que não queria nenhuma das quinquilharias com que ele pretendia presentear o monarca asiático? E que a Inglaterra não tinha prata suficiente para pagar os produtos comprados na China e começou a enfiar ópio nos coitados dos chineses, e fez duas guerras para poder manter o direito de tornar os chineses viciados químicos? Sobre hegemonia não tratei (até porque a China, com todo seu tamanho, não era expansionista, mas sim… Read more »

Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
Reply to  C G
1 ano atrás

Já foi publicado aqui as extremas deficiências americanas na questão da produção de armas e munições.
Foi mostrada uma fábrica de mais de cem anos que produzia componentes para maria-fumaça e que foi ‘adaptada’ para produzir munição de 155 mm.
Só que ela produzia em um mês o que a Ucrânia gastava em três dias.
E isso era um quinto da utilização russa.
E, pior, a situação melhoraria daqui a não sei quantos anos com a duplicação da produção.
Portanto, melhor a América se cuidar.

C G
C G
Reply to  Geraldo Lessa
1 ano atrás

Para, tu acredita que tem um tal Ratibor distribuindo medalhas de ouro maciço por aí!

Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
Reply to  C G
1 ano atrás

Se não me engano, o vídeo foi postado
E a medalha é muito bonita.
Para assitir aí vídeo, coloque o htpps:/ na frente do link e ‘ bons vídeos’.

C G
C G
Reply to  Geraldo Lessa
1 ano atrás

O papai Noel é russo e se chama Ratibor!

Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
Reply to  C G
1 ano atrás

Bem
O vídeo foi postado e o Comandante ‘Ratibor’ estava visivelmente orgulhoso de seus comandados.
Agora, com relação à efêmera República Ucraniana de Belgirid, também tenho fotos do material destruído e dos ucranianos que foram abatidos nesta tentativa estapafúrdia de criar notícias às custas da vida de vários soldados.

Nei
Nei
Reply to  Geraldo Lessa
1 ano atrás

E a Rússia?

Está produzindo muito?

Duvido que estão conseguindo produzir o que gastam.

RPiletti
Reply to  Vinícius Momesso
1 ano atrás

E o que mudaria com esta declaração de guerra? Mobilização geral?

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  RPiletti
1 ano atrás

Exatamente isso. A Rússia poderia convocar milhões de homens em vez dos 300 mil que fez naquela mobilização parcial.

Nei
Nei
Reply to  Luís Henrique
1 ano atrás

Ao custo de sua total economia?

Qual motivação? Nazis? OTAN?

Se for nazis, então até agora não acharam nenhum e se for OTAN, que ataque a OTAN então.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Nei
1 ano atrás

O problema é que o regime Russo está mais forte, não por ter mais popularidade, mas por ter reforçado os meios de opressão.
O regime Russo mais forte mas com a Rússia cada vez mais fraca…

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

Somos todos contra a Opressão. E contra a lei de Agente Estrangeiro, que vigora inclusive nos Estados Unidos. Tamo junto.

Hcosta
Hcosta
Reply to  JUJU BERTULINA
1 ano atrás

Não, não estamos.
No meu caso tem de haver um processo legítimo para provar algum crime.
Na Rússia é o contrário. Primeiro encontram-se os “culpados” e depois procuram-se os “crimes”…

Defender o regime Russo e ser contra a opressão, é algo que não me parece que seja muito coerente. Pelo menos alguns que o fazem, assumem que apreciam as ditaduras…

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

Concordo e tamo junto. Os prisioneiros de Guantánamo também estariam nessas condições? Inclusive, a Lei de Agente Estrangeiro foi promulgada nos Estados Unidos em 1938. Tamo junto ou não?
https://www.publico.pt/2023/03/10/mundo/noticia/lei-agentes-estrangeiros-ferramenta-politica-usada-eua-venezuela-2041993

Mcruel
Mcruel
Reply to  Vinícius Momesso
1 ano atrás

Como assim “declarar guerra” ?? Até agora foi o que? Jogo de tabuleiro War? Meu deus, é cada um…

Arthur
Arthur
1 ano atrás

Primeiro, a midia anuncia a contraofensiva, agora apresenta as desculpas do atraso. Logo será conhecida como “a que foi sem nunca ter sido”.

Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
Reply to  Arthur
1 ano atrás

O fracasso dessa ‘contraofensiva com armas ocidentais ‘ será a pá de cal no Exército ucraniano.
E mesmo que tenha algum sucesso inicial, nada impede os russos de convocar mais meia dúzia de soldados para recuperar o que foi perdido.
E tudo isso ocorrerá, certamente, com a perda de muito material e mão de obra ucranianos.

RPiletti
Reply to  Geraldo Lessa
1 ano atrás

Enormes perdas para ambos os lados.

Nei
Nei
Reply to  Geraldo Lessa
1 ano atrás

Porque você só diz que será fracasso? Nem aconteceu ainda!

Essa sua bola de cristal está com defeito!

Jose
Jose
Reply to  Nei
1 ano atrás

E só fala de perdas ucranianas. So ucraniano morre. Só equipamento ucraniano é destruído. Esses bots estão sujando muito o belíssimo fórum, pois em nada acrescentam a não ser fake news e ideologia patológica política.

sub urbano
sub urbano
1 ano atrás

Essa ofensiva é pressão dos politicos europeus. Os ucranianos estão se saindo muito bem entrincheirados em Donbass, gerando alto custo para os russos. Se sairem das tocas para atacar, irão expor a si mesmos e suas linhas de suprimento.

Wagner
Wagner
1 ano atrás

Está mais fácil o Zelensky ser promovido a Fantasma de Kievy do que sair essa ofensiva.

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
1 ano atrás

Alguém aí tem notícias sobre Bakhmut?

Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
Reply to  JUJU BERTULINA
1 ano atrás

Logo após a tomada de toda área urbana, os russos tomaram Khromovo e avançaram um pouco na área descampada entre a cidade e Chasov Yar.
Não muito.
Agora a região está em pausa operacional como os russos sempre fazem.

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  Geraldo Lessa
1 ano atrás

Acho que no New York Times a cidade de Artyomovsk ainda não caiu e o Putin já morreu de câncer. Talvez na BBC já tenha começado a contra-ofensiva da OTAN contra a Rússia…ops, contra-ofensiva ucraniana, desculpem.

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
1 ano atrás

Boa explicação. Só não levou em conta que a Ucrânica necessitava apresentar fatos para Biden explicar aos estadunidenses o farto gasto com Zelensky. E sem auditoria….

Victor F
Victor F
1 ano atrás

Não começou porque ofensivas militares não são coisas organizadas por lideres de torcidas ou políticos (que era o pessoal que ficava propagandeando a data de inicio dela) São ações militares que são tomadas (quando bem realizadas) após voce moldar o campo de batalha ao seu favor. A Ucrânia ainda está fazendo isso, ela está atacando centros logísticos, centros de comando, fazendo ações de distração para atrair forças Russas para outros locais no front (Belgorod e Dnipro) preparando as suas forças porque sim, elas ainda estão em treinamento e recebendo itens militares (ontem mesmo apareceu vídeo dos CV-90 saindo da Alemanha… Read more »

Victor F
Victor F
Reply to  Victor F
1 ano atrás

O ataquem em Belgorod, os flancos em Barkmut e as ações no Dnipro não aconteceram? ta acompanhando por onde? ataques de preparação para uma ofensiva ou ações de distração são apenas isso, são ataques para prender forças inimigas em uma localidade, mas não tem, por objetivo principal quebrar a linha inimiga e avançar por ela. Por exemplo digamos que pais A está lutando contra pais B Pais A está planejando uma ofensiva pelo centro da linha de frente. Antes da ofensiva o pais A faz uns pequenos ataques no Sul e alguns ataques no Norte por causa disso o pais… Read more »

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  Victor F
1 ano atrás

Tá, há ataques em Belgorod, mas não são porque Bakhmut caiu? Diziam aqui que nunca seria Artyomovsk novamente…

Victor F
Victor F
Reply to  JUJU BERTULINA
1 ano atrás

Nunca vi ninguém falando isso.

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  Victor F
1 ano atrás

Nunca vi ninguém falando isso também. Diziam só que Bakhmut não iria cair e haveria a contra-ofensia ucraniana. Mas se ater à letra do texto revela grande interpretação do mesmo. Obrigada.

C G
C G
Reply to  Victor F
1 ano atrás

Mas só se vc estiver acompanhando a guerra no seu quintal, outro dia explodiram depósitos de combustíveis na Crimeia, mais de uma vez e sempre tem um Ivan fumando no lugar errado por lá!

Sincero Brasileiro da Silva
Sincero Brasileiro da Silva
1 ano atrás

Porque estão esperando os garotos que nasceram esse ano completar 18! hahaha

Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
Reply to  Sincero Brasileiro da Silva
1 ano atrás

Estão esperando o Zaluzhnyi aparecer.
Kkkkkk

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  Sincero Brasileiro da Silva
1 ano atrás

Menino malvado…

Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
1 ano atrás

Exato.
Foi assim em Kursk.
Falaram muito, esperaram muito e foram derrotados, até com certa facilidade.

Allan Lemos
Allan Lemos
1 ano atrás

A contra-ofensiva do exército de Brancaleone já está virando lenda urbana. Achei que ele já estaria na Siberia a essa altura.

Mas enfim, pergunto-me o que farāo os ucranianos se essa última cartada falhar, para a NATO tanto faz, já está no lucro, mas irá o comediante continuar a atirar o próprio povo no moedor de carne?

RPiletti
Reply to  Allan Lemos
1 ano atrás

Quando um país é invadido, o que o governante deveria fazer? Sentar na mesa do bar e tomar cerveja com o agressor e um mediador?

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  RPiletti
1 ano atrás

Alguém me informa o que o México fez quando o Texas foi tomado pelos Estados Unidos (aliás, mais de 2 milhões de k2 eram mexicanos e hoje são ”estadunidenses”)? Teve tequila com whiskey irlandês?

Munhoz
Munhoz
1 ano atrás

A Russia esta enfrentando a OTAN, porem devemos analisar as baixas de ambos os lados para saber quem estaganhando ou perdendo, e isto nós não sabemos é um segredo para ambos os lados

C G
C G
Reply to  Munhoz
1 ano atrás

A Rússia enfrenta a Ucrânia assim como os EUA enfrentaram o Vietnã, fica parecendo dor de cotovelo pelo frquissimo desempenho falar isso.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  C G
1 ano atrás

De fato. Os Himars, os Patriots e os Javelins brotaram da terra, a OTAN nāo teve nada com isso.

Deve ser por isso que Putin está tāo interessado na Ucrânia.

C G
C G
Reply to  Allan Lemos
1 ano atrás

O Vietnã tinha migs, os EUA enfrentaram a União Soviética?

Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
Reply to  C G
1 ano atrás

Os EUA não conseguiram invadir o Norte e foram derrotados.
A Rússia está invadindo e avançando na antiga Ucrânia e está vencendo
Diferença fundamental.

C G
C G
Reply to  Geraldo Lessa
1 ano atrás

O avanço de Taubaté ataca novamente!

Nuno Taboca
Nuno Taboca
Reply to  Geraldo Lessa
1 ano atrás

avançando?kkkkkkkkk

Pedro
Pedro
1 ano atrás

Os ucranianos não atacaram ainda, porque as defesas russas estão muito fortificadas. Simples. E o medo de perder muita gente?

Dependendo do tamanho das perdas, a Ucrânia pode perder a capacidade de se defender de uma contra ofensiva. Os “recursos humanos” estão difíceis de serem repostos.

Lembrando que o perímetro ucraniano não tem as fortificações presentes no lado russo. Um contra ataque rápido, dependendo do tamanho das forças russas atacantes, poderia libertar uma faixa de território, oque , seguramente, não é desejado pelo lado ucraniano.

José Marinho
José Marinho
1 ano atrás

Nunca vi tanto bot a comentar aqui gerado pela IA. Os Russos estao mesmo nervosos….
Já ouviram falar da Guerra de Nervos?
Relaxem vao comprar ou fazer pipocas, acompanhem com Coca Cola ou se preferirem um cervejinha e uns tremoços ou amendoins…
Em breve havera mais noticias…

Heitor
Heitor
1 ano atrás

Essa guerra pode não derrubar o pedinte Zelensky, mas vai derrubar o Biden…

Lucas
Lucas
Reply to  Heitor
1 ano atrás

Mais uma da série “Profetas dos Comentários da Internet”

Heitor
Heitor
Reply to  Lucas
1 ano atrás

Lucas, não é profecia… Alguém perguntou aos americanos (eleitores) o que eles pensam sobre os centenas de bilhões de dólares que foram para a Ucrania, que está perdendo a guerra ainda? O Biden lá dentro já é dado como inerte, distraido, fraco. Ano que vem são eleições, que na verdade já começaram por lá, e nada impede Trump de se eleger novamente, nem as condenações que ele levou. Não estou falando por torcida em A ou B (a guerra é bem longe daqui), mas a guerra é isso cara.. injusta, nem sempre a vítima ganha. A Rússia, invadiu, resta saber… Read more »

Allan Lemos
Allan Lemos
1 ano atrás

Você que acompanha notícias através da mídia ocidental, aquela que disse que Putin estava morrendo e que a Rússia estava quase sem muniçāo, deve ser bem melhor informado.

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  Allan Lemos
1 ano atrás

Acrescente que Bakhmut ainda não foi tomada e que a economia russa vai despencar…..

Nuno Taboca
Nuno Taboca
Reply to  JUJU BERTULINA
1 ano atrás

Já despencou. 4% ao ano é pesado tia.

Não foram os 11% estimados, mas o nome diz “estimativa*

Tenta se segurar na base de recessão de 4% ao ano. Em 4 anos seriam 16%…imagina se for mais longa.

Tenta comparar a economia russa com a da OTan. Kkkkkk

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  Nuno Taboca
1 ano atrás

Sobrinhozinho________________
EDITADO:
2 – Mantenha o respeito: não provoque e não ataque outros comentaristas.

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  JUJU BERTULINA
1 ano atrás

Mas ele é um amor de sobrinho! Até me chamou de tia! E vocês derrubaram os dados que comprovam que ele fez uma afirmação não condizente com a realidade, que tem outro nome, e vocês deixam a informação aí, né? Afinal, a queda da economia russa foi de 2,1% em 2022.
https://www.poder360.com.br/europa-em-guerra/economia-russa-deve-ter-caido-22-em-2022-guerra-completa-1-ano/
e as previsões do Banco Mundial são de queda de 0,2% e do FMI de crescimento de 0,7% para 2023.
https://www.consilium.europa.eu/pt/infographics/impact-sanctions-russian-economy/#:~:text=Em%202023%2C%20a%20economia%20russa,2023%20(0%2C7%20%25).

Por favor, não expandam as informações erradas, seria um jornalismo errado, certo?

Last edited 1 ano atrás by JUJU BERTULINA
Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
1 ano atrás

Kkkkk

George
George
1 ano atrás

Infelizmente. Metade dos comentários acima é da mesma pessoa.

Jagderband#44
Jagderband#44
1 ano atrás

Devem estar esperando o brasileiro tonho da lua se alistar nas Voruzhonnije sily Rossíyskoj Federátsii.

Marquês de São Vicente
Marquês de São Vicente
1 ano atrás

Cada dia que passa eu fico mais convencido de que a Rússia já levou essa.

C G
C G
1 ano atrás

Mais dois fronts abertos em Belgorod!
AHAHAHHAHAHAHAHAHAHHA

Nuno Taboca
Nuno Taboca
1 ano atrás

Crescimento?
Ano passado foram -4%

Que crescimento é esse? Kkkkk

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  Nuno Taboca
1 ano atrás

Esse meu sobrinho ____________________
EDITADO:
2 – Mantenha o respeito: não provoque e não ataque outros comentaristas.

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  Nuno Taboca
1 ano atrás

Poderia nos dar a fonte sobre a queda do PIB da Rússia?

Marcelo
Marcelo
1 ano atrás

Os ucranianos nem de longe agem como os russos: 1) os ucranianos não substimam as forças russas; 2) os ucranianos não superestimam suas capacidades militares; 3) os ucranianos estão tirando o máximo proveito da ajuda militar ocidental e do treinamento de suas tropas pela OTAN. Pode ter certeza que: 1) cada cm2 de terra nas frentes de batalha está sendo esquadrinhado por satelites militares da OTAN; 2) cada ponto forte e, principalmente, cada ponto fraco das defesas russas está sendo estudado pelos militares ucranianos; 3) cada alvo russo está sendo cuidadosamente determinado, classificado e mapeado; 4) cada cenário de batalha… Read more »

JUJU BERTULINA
JUJU BERTULINA
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Só pra saber, quem é que manda afinal em Bakhmut? Ou seria Artemovskiy? Li gente escrevendo que isso e aquilo sobre Bakhmut, mas não sei como ficou a situação. Aliás, pode me situar sobre isso?

BraZil
BraZil
1 ano atrás

Bom dia. 1 milhão de soldados no front já seriam um problema para a OTAN e quem não acredita que a Rússia consegue mobilizar e equipar esse contingente, sabe pouquíssimo sobre história. Espero que não haja declaração de guerra pelos Russos. Acho que não será necessário.

Rafael
Rafael
1 ano atrás

Será que vai ter contra ofensiva, tem combatentes para isso? vão querer alargar as linhas de combate e espor Kiev?Ha como fazer uma logistica de suprimentos para um contra ofensiva? perguntas simples e diretas sem mostras ou respostas,não há margens para erros! uma contra ofensiva sem sucesso será o fim para Ucrânia.