As forças russas conduziram o maior ataque com drones Shahed contra a Ucrânia desde o início da guerra durante a noite de 27 a 28 de maio. O Estado-Maior ucraniano informou que as forças russas lançaram 59 drones Shahed-131/136, dos quais as forças ucranianas abateram 58. O porta-voz da Força Aérea Ucraniana, coronel Yuriy Ihnat, caracterizou este ataque como o maior ataque de drones desde o início da guerra e afirmou que as forças russas visavam principalmente Kiev. O chefe do oblast de Zhytomyr, Vitaliy Bunechko, relatou que drones russos atingiram uma instalação de infraestrutura não especificada no oblast.

https://smartencyclopedia.org/content/hesa-shahed-136/

A alocação russa de munições aéreas para mirar em Kiev, em vez de priorizar a infraestrutura ou instalações militares, continua a restringir a capacidade limitada dessa campanha aérea russa de degradar significativamente as capacidades ofensivas ucranianas para a próxima contra-ofensiva, como a ISW avaliou anteriormente.

FONTE: ISW

Subscribe
Notify of
guest

165 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Leonid Brejnev
Leonid Brejnev
1 ano atrás

Informação desencontrada, como abateram 58 de 59 e o Vitaly diz que drones atingiram instalações.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Leonid Brejnev
1 ano atrás

Arrisco dizer que a defesa antiaérea ucraniana está se tornando uma das mais poderosas e eficientes do mundo. E os russos estão descobrindo isso da pior maneira possível.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Esses ataques as vezes é pra os ucranianos gastar munição. Os russos enviam uma sairavada de drones onde o alvo específico é apenas um ou dois.

Bosco
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Drones de baixo custo tem um grande potencial tático num conflito de alta intensidade entre países pares mas sua utilidade estratégica é questionável.
A guerra na Ucrânia vai ser um divisor de águas no quesito “defesa”

José Luiz
José Luiz
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Bosco. Sem nenhuma torcida. Hipoteticamente o que você pensa de algo como uma V1, simples e de baixo custo, com um pouco de tecnologia. Com objetivo de saturar as defesas de modo a facilitar a entrada de outros vetores mais contundentes.

Bosco
Reply to  José Luiz
1 ano atrás

José , Em tese é ótimo, mas não como a Rússia os está utilizando. Os americanos possuem “mísseis” chamarizes desde a década de 50 (Ex: Quail, Chukar, ITALD, MALD, etc.) e os israelenses utilizaram drones chamarizes em 1982. Esses chamarizes devem ser empregados basicamente para saturar um sistema antiaéreo de modo a que o próprio sistema seja atingindo, numa operação SEAD/DEAD e não atacando diretamente alvos sem valor tático ou estratégico. Geralmente se adota esse tipo de artifício para fazer passar um pacote de ataque composto por caças. Em relação a saturar a defesa para permitir a passagem de mísseis… Read more »

Z Renato Vilhena Z
Z Renato Vilhena Z
Reply to  José Luiz
1 ano atrás

A idéia é perfeita e eu mesmo pensei exatamente isto faz um mês e meio atrás.

O motor a jato da V1 é o mais simples motor a jato possível de ser feito, e acho que é até mais barato e simples do que um motor a pistão ou elétrico. Além de fornecer bem mais velocidade para o eventual drone.

O uso de drones baratos de vários tipos e finalidades que chegam ao alvo no mesmo momento dos misseis mais caros é obviamente o futuro.

No mais. A vida inteligente realmente acabou aqui por este site.

Bosco
Reply to  Z Renato Vilhena Z
1 ano atrás

Renato, Para quem apoia “Z” realmente é uma ideia perfeita tendo em vista que os russos não importam onde seus mísseis caiam devido a uma mistura de incompetência com covardia. Mísseis baratos como um V1 são imprecisos e fáceis de interceptar, tendo pouquíssimo efeito prático salvo atacar grandes centros urbanos causando terror e sofrimento mas sem influir do ponto de vista tático/ estratégico. Também servem para gastar munição mas são interceptados por munição barata , bem mais barata que o alvo, por mais simples e barato que ele seja. Agora, se pegar esse míssil barato com motor pulsojato, otimizar a… Read more »

Bosco
Reply to  José Luiz
1 ano atrás

José ,
O futuro será dos enxames de pequenos drones de alta tecnologia, stealths, operando em rede, com sensores avançados e IA, autônomos, capazes de reconhecer alvos por conta própria e de tomarem decisão e eficazes contra alvos táticos

Bosco
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Na verdade até o termo “enxame” não é o mais adequado para o futuro ataque coordenado de armas autônoma como mísseis e drones, já que é basicamente um ataque de saturação mais elaborado.
O termo mais mais adequado para definir a futura operação conjunta de armas autônoma será o de “alcateia” (ou matilha) já que cada unidade terá uma hierarquia e funções próprias.

canarinho
canarinho
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Arrisco dizer que vc ta falando bobagem. Ja foi relatado que as informações estao desencontradas.

Gerson Carvalho
Gerson Carvalho
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Abater Drone de baixa velocidade é fácil e a Rússia esta fazendo a Ucrânia usar toda sua munição

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Claro claro, muito eficiente no infográfico, alias qdo começa a contra ofensiva mesmo

cerberosph
cerberosph
Reply to  Leonid Brejnev
1 ano atrás

Não sabem nem mentir e a dita impresa aceita essas informações sem nem pensar, como aquela conversa que as munições de uranio empobrecido não eram radioativas. Se fosse noticias dadas pelo outro lado estava cheio de “suposto, alegado, não confirmado etc.

Sergio Machado
Sergio Machado
Reply to  Leonid Brejnev
1 ano atrás

Uma hora eles ainda vão dizer que abateram um número maior que os lançados

Marcelo
Marcelo
Reply to  Sergio Machado
1 ano atrás

Isso é especialidade russa … destruiram 31 Himars dos 18 enviados à Ucrânia … e que insistem em permanecer ativos no rastreamento de armas do Pentágono.

Hank Voight
Reply to  Sergio Machado
1 ano atrás

Esse padrão de mentiras pertence ao Putinstão Qings

Bosco
Reply to  Leonid Brejnev
1 ano atrás

Mesmo drones abatidos e interferidos podem eventualmente cair sobre as instalações protegidas dado que a interceptação desse tipo de aeronave é a curtíssima distância.

Ricardo Cuore
Ricardo Cuore
Reply to  Leonid Brejnev
1 ano atrás

Tá na cara que é mentira. Mentira deslavada, como todas as informações ufanistas dos amigos hipócritas da Ucrânia. Não é diferente do lado russo.

Pedro
Pedro
1 ano atrás

Verdade este “bilete”

sergio
sergio
1 ano atrás

A alocação russa de munições aéreas para mirar em Kiev, em vez de priorizar a infraestrutura ou instalações militares, continua a restringir a capacidade limitada dessa campanha aérea russa de degradar significativamente as capacidades ofensivas ucranianas para a próxima contra-ofensiva, como a ISW avaliou anteriormente”
Em sendo verdade, estão cometendo o mesmo erro das forças alemães na segunda guerra durante a batalha da Inglaterra.

Marcelo
Marcelo
Reply to  sergio
1 ano atrás

Mas a primeira nem foi destruída … só avariada … permanecendo operacional … e já foi reparada. Essa máquina de propaganda russa é uma piada.

Arthur
Arthur
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Segundo a Ucrânia, nem atingida foi…

pragmatismo
pragmatismo
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Acredita mesmo nesse seu viés?

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  sergio
1 ano atrás

Isso é piada Sergio. Não da para acreditar que os russos estão cometendo tal erro e os ucranianos publicam a matéria para “ajudar” os russos, para que consertem o erro. kkkkk

Carvalho
Carvalho
Reply to  sergio
1 ano atrás

Eita Kings !!!
Sempre a postos !!

Marcelo
Marcelo
1 ano atrás

A ofensiva ucraniana está prestes a começar. Esse vídeo postado no Twitter sintetiza o espírito das tropas ucranianas. A mensagem é muito clara: “Chegou a hora de retomar o que nos pertence.” Russian, go home or die!
https://twitter.com/CinC_AFU/status/1662451731261796353?s=20

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Que vídeo mais vergonha alheia rsrsrs.

Hank Voight
Reply to  Allan Lemos
1 ano atrás

Vergonha alheia é demorar 450 dias em uma guerra de 3 dias…rs!

Werner
Werner
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Se propaganda ganhasse guerra as agências de publicidade substituíram as fábricas de armas.

Pedro
Pedro
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

A moderação precisava dar uma olhada nestes links que estes caras postam por aqui. Isso é xenofobia pura.

Paulo
Paulo
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Só mais 72hs patriota. Kk

Mauro Cambuquira
Mauro Cambuquira
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Caraca véio? Pelo amorrrrr!

pragmatismo
pragmatismo
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

kkkkkk

Slowz
Slowz
1 ano atrás

Gente mas a Rússia não estava sem munição ? ..

Felipe M.
Felipe M.
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Não, não está. Você já pode parar de ficar perguntando isso a cada postagem sobre ataques russos.

Slowz
Slowz
Reply to  Felipe M.
1 ano atrás

“ Não, não está. “

A verdade incomoda né ..

RPiletti
RPiletti
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Estava, como tu deves saber, esses drones são Made in Pérsia.

Slowz
Slowz
Reply to  RPiletti
1 ano atrás

Tem diversos vídeo dos lancet destruindo as velharias doadas pra Ucrânia ..

RPiletti
RPiletti
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Vou te poupar a fadiga de ler o texto:
forças russas lançaram 59 drones Shahed-131/136″

Slowz
Slowz
Reply to  RPiletti
1 ano atrás

Eu sei disso só usei o lancet de exemplo ..

Bosco
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Shahed… Lancet…
Agora vai!

Slowz
Slowz
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Está indo mesmo.. afinal a Ucrânia depende 100% de ajuda internacional

Nei
Nei
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Acorda o Urso, está hibernando há quase um ano e meio!

Realista
Realista
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Teve tantas coisas que ia parar o Putin mas até agora nada.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Slowz
1 ano atrás

E como um ataque de drones, feitos no Irão, contrariam as teorias de que os Russos estão sem mísseis de precisão de longo alcance, como os de cruzeiro, os análogos aos JDAM ou os hipersónicos?
Até acho que confirma essa teoria…

Mas relaxe que está tudo a correr como planeado…

Last edited 1 ano atrás by Hcosta
Slowz
Slowz
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

Sim, estão sem mísseis de longo alcance e precisão..

Avisa os ucranianos lá ..

Hcosta
Hcosta
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Então diga lá quais foram as consequências deste tipo de ataques. No inverno ainda tentaram acabar com a infraestrutura elétrica e não conseguiram.

Porque não usam esses mísseis? Estão a ganhar alguma coisa com isso? Atingiram algum alvo de relevo? Qual é o objetivo?

As linhas de abastecimento ainda funcionam, as bases aéreas, defesas AA, etc…

Sabe porquê? É porque não têm capacidade para isso. Talvez seja incapacidade em aquisição de alvos, vigilância, informações, falta de mísseis, etc…

Allan
Allan
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

Até onde se tem noticias em Kiev existe um sistema Patriot, cujo o missil custa algo entorno de uns 3 milhoes de dolares, um drone desses iranianos custa bem menos, e duvido que a ucrania tenha misseis em grandes quantidades.
Kiev a Capital da Ucrania nao tem depositos de muniçoes, centros de comando, entre outros alvos militares, tem que ser realmente cinico para achar que não tem alvos militares e que os ataques são simplismente aleatorios.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Allan
1 ano atrás

E a Ucrânia só tem o Patriot como defesa AA? Por algum motivo vão receber mais Gepards, sistemas de jamming, etc… E alguém afirmou que não tem alvos importantes em Kiev? Pelo contrário, o que digo é que não acertam nesses alvos. E porque não fazem isso nas grandes cidades mais próximas da frente? Tem duas hipóteses. Ou falham os alvos, por vários motivos, até por falta de precisão, a defesa AA, etc.. e aí são incompetentes ou não falham e lançam ataques aleatórios só para criarem medo e confusão. Basta ver os locais atingidos para perceber que não são… Read more »

ALISON
ALISON
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

é quem é vc pra dizer nada? Vc não é ninguem no jogo do bicho. rsrs. acorda pra vida ursinho carinhoso

Nei
Nei
Reply to  Allan
1 ano atrás

Kiev está usando contra esse drones o Gepard, não Patriot.

Bosco
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

H,
Os Lancet são úteis de fato mas esses Shahed são ridículos.
Com baixa velocidade , ainda que tenham uma ogiva HE de 35 kg, eles não conseguem penetrar concreto armado.
Só são utilizados contra alvos fixos e ainda são passíveis de terem o “GPS” bloqueado e aí se comportam como uma V1 miniatura.
Só servem se atingirem grandes depósitos de combustível.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Mas foram por um tempo disruptivos no verdadeiro sentido da palavra. Até os Russos tiveram, ou têm, dificuldades com os drones do Alibaba dos Ucranianos.

Tudo depende do forma como são usados. Mas como armas estratégicas, como os Russos querem fazer acreditar que são, certamente que não o são.

Mas sempre dá para fazer passar a narrativa de que estão constantemente a atacar o centro do poder Ucraniano, apesar de os resultados serem muito fracos. Basicamente servem como propaganda e desviar as atenções.

José Luiz
José Luiz
Reply to  Bosco
1 ano atrás

São bons para perturbar Lembro que na II Guerra os soviéticos usavam umas aeronaves biplanas que voavam somente de noite e as vezes se aproximavam planando e lançavam bombas pequenas somente para perturbar os nervos dos alemães nas linhas de frente. Verdade que sendo inúteis eles forçam uma reação.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Os russos estāo quase sem muniçāo, os patriotas ucranianos só precisam aguardar mais 72 horas que ela acaba.

Paulo
Paulo
Reply to  Allan Lemos
1 ano atrás

Kkk

Slowz
Slowz
Reply to  Allan Lemos
1 ano atrás

Tem gente esperando 72h ainda 🤣🤣 vai magoar

Heinz
Heinz
Reply to  Slowz
1 ano atrás

eu pensei que a Rússia já tinha aniquilado todas as defesas AA ucranianas e a Força aérea ucraniana. Faz mais de um ano isto.

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Heinz
1 ano atrás

De fato, foi isso que o próprio MD russo disse pouco depois do início da invasão, há um ano e três meses…

https://www.forte.jor.br/2022/02/24/sistemas-de-defesa-aerea-da-ucrania-foram-eliminados-diz-defesa-da-russia/

Slowz
Slowz
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
1 ano atrás

Você como editor deveria saber que a Ucrânia já recebeu até patriots ..

E provavelmente eles estavam falando dos S-300 .

Victor F
Victor F
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Cara%&# a trilogia já até fez uma matéria explicando o porque destruir um Patriot não é coisa fácil já que toda a bateria fica espalhada em uma aerea de +- 10km e tu ainda vem com essa asneira aqui, não cansa de passar vergonha não?

Slowz
Slowz
Reply to  Victor F
1 ano atrás

Oiá falou dos patriott a galerinha vira macho .. 🤣🤣

E acho que interpretação vc não sabe , vc leu ?

Bosco
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Se a Rússia tivesse mesmo aniquilado as defesas AA e a FA ucraniana quando disse , logo no início da “operação”, ela teria estabelecido a supremacia aérea e já estaria na fronteira com a Hungria e a”operação” já teria terminado.

Slowz
Slowz
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Você ainda está nessa de que a Rússia quer conquistar todo território ucraniano ? Acorda

Nei
Nei
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Conta pra nós qual é o plano “expechialista de guerraz”

Bosco
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Se a Rússia tivesse dominado toda a Ucrânia há um ano ela teria cartas na manga para negociar sua retirada anexando a área que ora ocupa à duras penas.
A coisa toda já teria acabado há muito tempo.
A Rússia podia até não ter querido conquistar e anexar toda a Ucrânia mas com certeza queria ter dominado todo o território e pensou em fazê-lo rapidamente. Não digo em 3 dias mas pelo menos em 3 meses.

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Olhe a data da alegação russa que postei: primeiro dia da invasão.

Muito antes de qualquer Patriot chegar à Ucrânia, e as aeronaves russas continuaram caindo nos dias, semanas e meses seguintes.

Last edited 1 ano atrás by Fernando "Nunão" De Martini
Nei
Nei
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
1 ano atrás

Nunão, ele não vai mais responder! Ele faz o avanço invertido.

Slowz
Slowz
Reply to  Nei
1 ano atrás

Respondido já … por acaso vc está querendo atenção do editor ? 🤣🤣

Cuidado pra não arrancar o saco do cara

Heinz
Heinz
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Ficou sem argumento, partiu pra ataque pessoal

Realista
Realista
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
1 ano atrás

Só não esquece que não foram apenas Patriots teve outras antes dela .

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Realista
1 ano atrás

Quem colocou Patriots na conversa não fui eu.

Slowz
Slowz
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
1 ano atrás

Muito antes dos patriots a Ucrânia recebeu Iris-T e nasams que eu lembro ..

Sem contar os inúmeros MANPADS .

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Como já disse, quem falou em Patriots não fui eu.

Os primeiros Iris-T e Nasams foram entregues à Ucrânia no último trimestre do ano passado, até onde sei.

Allan
Allan
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Meu nobre, isso foi um fato dito pela propria Russia e mesmo se vc nao quiser acreditar no que ele diz só lembra que um missil do S-300 ucraniano caiu na polonia alguns meses após essa fala da Russia, ou seja, nao importa como se vê oque a Russia disse nao condiz com a verdade, lembre-se é uma guerra e ambos os lados contam mentiras.

Helio
Helio
Reply to  Allan
1 ano atrás

Exato, é o velho ditado de que a verdade é a primeira vítima!
Aliás, a mentira começou quando disseram que seria uma “operação especial” de 3 dias, quando já dura ano e meio… como acreditar quando se tem um descomunal erro como esse já na largada?

Bosco
Reply to  Helio
1 ano atrás

Helio, Na verdade a mentira começou quando disseram que não iam invadir e que era só um exercício e quando no discurso o Czar alegou que a invasão era para deter um estado neonazista que estava causando um genocídio. O que os “apoiadores do Putin” (eufemisticamente falando) devem entender é que tudo que a Rússia diz, quer seja verdade ou não, é desculpa pela incompetência e é considerado mentira devido ao desespero e tudo que a Ucrânia diz que não corresponde à verdade é tática de desinformação com finalidade de iludir , diversionista, válida no contexto de defesa contra o… Read more »

Slowz
Slowz
Reply to  Heinz
1 ano atrás

Faz mais de um ano que a Ucrânia só consegue se manter por causa das doações ..

Nei
Nei
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Não importa, está segurando os Russos e avançando, mesmo que muito pouco.

O deve prevalecer, é a soberania de um país.

Slowz
Slowz
Reply to  Nei
1 ano atrás

Avançando igual foi em
mariupol .

Nilson
Nilson
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Isso é óbvio. Sem a ajuda dos países da Otan, a Ucrânia somente teria armas para uns 3 meses de guerra. Mas e daí, o que isso muda?

Slowz
Slowz
Reply to  Nilson
1 ano atrás

Que sem ajuda a Ucrânia já não teria mais nada .

Bosco
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Mas a Rússia se dizia capaz de lutar e vencer a OTAN e não está dando conta de lutar contra a Ucrânia com “ajuda” material da OTAN?
Releia o discurso do Putin do dia 22 de fevereiro de 2022. Lá ele cita até suas superarmas sem igual no Ocidente.

Slowz
Slowz
Reply to  Bosco
1 ano atrás

“ Mas a Rússia se dizia capaz de lutar e vencer a OTAN e não está dando conta de lutar contra a Ucrânia com “ajuda” material da OTAN? “

O material é praticamente todo da OTAN, mas fora isso vcs tem mania de falar que a Rússia não aguenta a OTAN de forma convencional como se fosse uma vergonha a Rússia não aguentar 32 países ..

Manda a OTAN defender a Ucrânia lá então amiguinho .. tão esperando oque pra intervir ?

Bosco
Reply to  Slowz
1 ano atrás

 “…tão esperando oque pra intervir ?”
Não sei o que estão esperando mas isso eventualmente irá acontecer em algum momento. Calma!

 “...mas fora isso vcs tem mania de falar que a Rússia não aguenta a OTAN de forma convencional como se fosse uma vergonha ...”
Mas eram vocês que diziam que ela aguentaria a OTAN toda. Eu sempre disse que não.
Por falar nisso, lembra da “100”?
Ela é desses que têm certeza que os soviéticos/russos tiveram/têm até armas de “energia escalar” e “domo de Tesla”. rssss

Slowz
Slowz
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Pra OTAN os russos tem 6 mil ogivas guardadas ..

Então rlx que isso não irá acontecer .

Bosco
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Eu mesmo quando dizia que a Rússia não aguentava a OTAN era taxado de fanboy, mickeyboy, otanboy, lambe botas americanas… e por aí vai.

Slowz
Slowz
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Mas qual país aguenta uma aliança com 32 países de modo convencional ?

Paulo
Paulo
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Pois é…
Parece que a Ucrânia abateu os Drones com os alvos em terra. Kk

Marcelo
Marcelo
1 ano atrás

A defesa antiaérea ucraniana em camadas está fazendo cabelo, barba e bigode contra os ataques de mísseis e de drones russos. Os russos lançaram um enxame de 59 Shahed 131/136 e 58 foram abatidos. Só um passou um cortador de grama voador. E tem mais equipamentos antiáreos a caminho da Ucrania.

Eduardo Angelo Pasin
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Não acredito nessa taxa de abates, apesar desse drones shahed serem relativamente grande e muito lentos.

RPiletti
RPiletti
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

58 de 59 é um pouco forçado…

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  RPiletti
1 ano atrás

Na verdade o estagiário esqueceu a vírgola, foram abatidos 5,8 drones porque o 6º drone não foi totalmente abatido, sobrou 20% para voltar pra casa.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Marcelo, tu realmente acredita que de 59 possíveis drones a Ucrânia conseguiu abater 58? 🤔

Bosco
Reply to  Maurício.
1 ano atrás

Maurício, O SHAHED 136 é uma ótima arma mas não tem uma tecnologia muito sofisticado dado que tem baixo custo para poder ser fabricado em massa. Em vista disso ele não deve ter um RCS muito baixo e não deve voar muito baixo. Ele possui um sistema de navegação inercial de baixo custo combinado com um sistema de navegação por satélite mas não tem capacidade de alterar sua altitude de voo para se manter num mesmo nível baixo durante todo o percurso. Ou seja, ele voa relativamente alto. Aí , combinado com o um RCS razoável, trajetória provavelmente engessada e… Read more »

Maurício.
Maurício.
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Bosco, eu vi esses tempos uns vídeos desse drone iraniano, é lento e bem barulhento, mas abater 58 de 59 eu acho um exagero, a Ucrânia como país agredido está fazendo a parte dela em dizer isso, se é mesmo que ela disse, agora, acho um exagero esse número de abates, ainda mais se o ataque foi de saturação, não que seja impossível esse número de abates, mas eu não acredito.

Bosco
Reply to  Maurício.
1 ano atrás

Maurício,
Mas há precedentes desse nível de expertise AA.
Lembra quando a Rússia em 2016 alegou ter abatido 73 mísseis cruise de alta capacidade de um total de 105 lançados?
Dentre estes haviam Tomahawks, JASSM, Storm Shadow e SCALP.
Pra mim é muito mais difícil fazer o que a Rússia fez abatendo 70% dos mais furtivos mísseis ocidentais atacando em enxame do que a Ucrânia abater 98% de simples drones de baixa tecnologia.

Allan
Allan
Reply to  Maurício.
1 ano atrás

Com toda certeza, apesar que “destoços” cairam e danificaram locais meios estranhos como depositos e centro de transporte ferroviario, mais só 1 drone atingiu o alvo.

Bosco
Reply to  Maurício.
1 ano atrás

Há 3 modos de um “míssil” manter uma altitude baixa sobre solo:
1- ter um radar de seguimento do terreno combinado com um radioaltímetro
2- ter um radioaltímetro combinado com um sistema “GPS” e mapas digitais de alta precisão
3- ter um sistema de georeferenciamento (como o TERCON ou TERPRON) que adota um radioaltímetro e mapas digitais de alta precisão

Com certeza um “míssil” como o SHAHED 136 , devido ao baixo custo, não adota nenhum desses, portanto, sua altitude deve ser relativamente alta.
*O Storm Shadow adota o sistema “2” e o “3”.

Frederico Boumann
Frederico Boumann
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Posta o vídeo Kings, coloca aqui prá a gente ver… Fica nessa resenha o tempo todo, diz isso e aquilo… posta o vídeo!!!

Bosco
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

“Postado vídeo da queda de restos de um Patriot em Kiev.
A bateria, alegadamente, foi alcançada.
Esse sistema fracassou, novamente.”
O que tem a ver o “joelho” com as calças?
O que exatamente “restos de um Patriot em Kiev” acrescenta alguma coisa ao que já sabemos. Se Patriots foram utilizados cobre Kiev para interceptar ameaças pra mim é natural que hajam “restos de Patriot em Kiev”. Seria algo inédito se fossem encontrados restos de Patriots em Barrolândia (TO)

Bosco
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Se para cada ameaça foi lançado dois mísseis Patriot e em tendo havido 100% de sucessos há metade de mísseis Patriot que não atingiram nada já que um alvo “geralmente” só é atingido uma vez. Então se foram 30 Patriots lançados tem 15 que não atingiram nada e se autodestruíram (por segurança) após um determinado tempo. O PAC-3 pesa 312 quilos e tem uma ogiva de 8 kg com menos de 1 kg de explosivo. Sua explosão não faz muito estrago no míssil e ele chega ao solo com mais de 50% do corpo intacto. Então , nesses hipotéticos 30… Read more »

Arthur
Arthur
1 ano atrás

Informação desencontrada mesmo: foram abatidos 59 dos 58 drones! Mas, parece que acabou a munição; os russos estão sem nenhuma! kkkkkkkkkkkkkk

Victor F
Victor F
1 ano atrás

Serio? os ucranianos admitem? na onde? não vi essa informação em nenhuma fonte Ucraniana até sobre a “segunda bateria Patriot destruída” também não apareceu nada

Onde tá essas fontes? ou voce tá virando humorista?

LUIZ
LUIZ
Reply to  Victor F
1 ano atrás

Essa base área fica no oeste da Ucrânia.

Felipe M.
Felipe M.
1 ano atrás

Esse cara não tinha sido banido? Lembrando que o perfil Leonid Brejnev tbm é dele.
Assim como o Luís Carlos, Professor, Redpil etc etc.

Carvalho
Carvalho
Reply to  Felipe M.
1 ano atrás

É o Kings…..

Mauro Cambuquira
Mauro Cambuquira
Reply to  Felipe M.
1 ano atrás

Como saber? Andas rakeando a galera?

Rocha
Rocha
Reply to  Felipe M.
1 ano atrás

A saber se é apenas UMA putinete com vários perfis, ou alguém patrocinado pelo grande ( infame) czar, pago para espalhar tanta imbecilidade. Não seria a primeira nem tampouco a última vez ! Não é possível alguém ser tão fanático e estar a postos 24hs direto .

Marcelo
Marcelo
1 ano atrás

Só uma pergunta básica: cadê a fonte?

Arthur
Arthur
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Com certeza não foi o analista militar do Azerbaijão, nem de blogs militares búlgaros…

Marcelo
Marcelo
Reply to  Arthur
1 ano atrás

Sem fonte é apenas lenda.

Arthur
Arthur
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Alguns até sonham com as fontes que tem…

Marcelo
Marcelo
Reply to  Arthur
1 ano atrás

As fontes estão aí. Acreditam quem quer … mas sem fonte … continua sendo lenda.

Charles
Charles
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Marcelo os seus argumentos e fontes são sempre comprometidos. Você faz torcida, não comentários sérios, ou realistas.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Arthur
1 ano atrás

Só uma dúvida, quem é esse tal “analista militar do Azerbaijão” que vocês falam aqui na trilogia? Seguido o pessoal fala desse sujeito.

Underground
Underground
1 ano atrás

Existem aviões na Ucrânia ainda?
Existem armas?
Existem FFAA ucranianas?
Existem ucranianos ainda?
Pensei que havia sido tudo destruído pelo russos!!!

Slowz
Slowz
Reply to  Underground
1 ano atrás

“ Existem aviões na Ucrânia ainda?
Existem armas?
Existem FFAA ucranianas?
Existem ucranianos ainda? “

Coincidentemente o Zé vive pedindo armas , caças e mísseis .. tire suas conclusões .

Hcosta
Hcosta
1 ano atrás

Bom sinal. Se os Russos dizem isso é porque os Storm Shadow estão a causar grande estrago. Algo semelhante aconteceu com os HIMARS em que eram destruídos às dezenas.

Ação – os Storm shadow, ou outro sistema qualquer, destruíram alvos inimigos. Reação – são “destruídos” pelos Russos no dia seguinte…

Mas ainda bem que a eficácia da propaganda Russa é muito superior à eficácia no campo de batalha…

Slowz
Slowz
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

“ Mas ainda bem que a eficácia da propaganda Russa é muito superior à eficácia no campo de batalha… “

Como está bakmuht ?

Hcosta
Hcosta
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Em que mundo é que vive onde isso é um exemplo de eficácia no campo de batalha?

Meses e meses para avançarem metros e a poucos km’s do ponto de partida? E sem conseguirem cercar a cidade, isto numa frente com milhares de km’s? Nem conseguiram impedir o uso das linhas de abastecimento.

Slowz
Slowz
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

“ Nem conseguiram impedir o uso das linhas de abastecimento. “

Pra que ? Ai o moedor de carne não iria ter oque moer em bakmuht ..

Marcelo
Marcelo
Reply to  Slowz
1 ano atrás

A batalha por Bakhmut só acabou na fala de Yevgeny Prigozhin, visto que as tropas de Kiev ainda controlam as colinas perto de Bakhmut, impedindo o avanço russo em direção às cidades fortificadas de Chasiv Yar, Konstantinivka, Kramatorsk e Sloviansk, a alegada tomada de Bakhmut constitui uma vitória de Pirro para o grupo Wagner, que foi sangrado por perdas colossais de mão de obra e equipamentos em seu lento avanço rua a rua.

Arthur
Arthur
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Acabou, cara. Desperta desse surto é passa para outra.

Canarinho
Canarinho
Reply to  Arthur
1 ano atrás

Nao adianta esse Marcelo se agarrou a isso, a realidade e muito dura para ele, melhor deixar o cara ser feliz. Nada que vc disser vai mostrar ou provar vai fazer ele dar o braco a torcer.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Slowz
1 ano atrás

Bakhmut está sob ataque ucraniano … e parece que já há sinais de um braço da contra ofensiva ucraniana se organizando na direção de Bakhmut.

Arthur
Arthur
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Sei… já ouvi falar na famosa contraofensiva ucraniana… É pra quando mesmo? Me avisa quando começar para preparar a pipoca.

Charles
Charles
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

“Parece que já há sinais”.. lol

Canarinho
Canarinho
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Cara de cada 3 comentarios 2 sao seus, vc ta desesperado? Bakmut caiu quer voce queria ou nao, (tudo ja muito bem registrado) acabando com uma reserva de homens estrategica que Kiev por pura vaidade disperdicou. Esquece esse negocio de contra ofensiva nao vai acontecer. A moral ucraniana ta arrasada, nem mais os nacionalistas do Kraken na retaguarda amecando os conscritos esta suficiente para impedir eles de se renderem aos Russos.

Sergio Machado
Sergio Machado
1 ano atrás

Os caras parabenizam Kiev como se essa taxa de abate fosse verdadeira kkk

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
1 ano atrás

Deixando a guerra um pouco de lado (Estado vs Estado), acho que a maior preocupação da Otan é que o drone se torne o futuro “homem-bomba”, da mesma forma que a Inteligência da Otan vem se aprimorando, o mercado negro também vem e muito forte com o barateamento de componentes eletrônicos vindo da china. Agora terroristas tem acesso a tecnologias nunca antes sequer pensadas da velha “guerra ao terror de 2001”, acesso a cópias não licenciadas de motores, software e hardware de qualidade “aceitável”…esse famoso “bom e barato” nas mãos de pessoas perigosas e mal-intencionadas nos fazem pensar que o… Read more »

A C
A C
Reply to  Rafael Gustavo de Oliveira
1 ano atrás

Caro Rafael, muito oportunua a sua observacao. Adicione a sua lista a popularizacao da inteligencia artificial.Por certo um assunto muito interessante para discutir e expandir. Mas nao precisamos atrapalhar os comentarios dos torcedores.

Diogo de Araujo
1 ano atrás

Sempre passa só 1, ora bolas, que grata coincidência!

Carvalho
Carvalho
1 ano atrás

Em termos militares, táticos ou estratégicos, qual o objetivo e resultado deste ataque?
Nenhum…..
A Rússia não sabe o que fazer para continuar a guerra.

Bosco
1 ano atrás

No desenho diz que o SHAHED 136 é do tipo “loitering” e isso não é tecnicamente correto. O SHAHED é um drone suicida (kamikase) , ou seja, é um míssil unidirecional (não pode ser aproveitado caso não encontre o alvo) , sem seeker e sem data-link. Um “drone suicida” unidirecional não é a rigor um “drone” e sim um míssil com propulsão por hélice. Existem drones suicidas “bidirecionais” (Ex: Harop) que caso não encontrem alvos ele pode retornar. Guiado por um sistema inercial e por “GPS” (GLONASS) o SHAHED pode ser bloqueado por interferidores de GPS e só pode ser… Read more »

Last edited 1 ano atrás by Bosco Jr
Bosco
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Para que um drone kamikaze ou míssil seja do tipo “loitering” ele deve ser dotado de sensores passivos (IIR, TV, RF) e um data-link para possibilitar a interação humana (man-in-the-loop) ou um sistema autônomo sofisticado (e caro) de IA denominado ATA (aquisição automática da alvos) , que não precisa de um humano no circuito.
O SHAHED não tem nada disso por isso não é do tipo “loitering” (“vadiador”)

Last edited 1 ano atrás by Bosco Jr
Bosco
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Já o Lancet, russo, esse sim é um drone kamikaze com capacidade de vadiagem (loitering) já que possui sensores passivos e data-link com o operador.

Jefferson Ferreira
Jefferson Ferreira
1 ano atrás

Agora que começaram a surgir notícias desse ataque, ao que parece foi um ataque em grande escala a alvos militares, uma pista, aeroporto e 5 aeronaves não informadas foram danificados, segundo a reuters…

RPiletti
RPiletti
Reply to  Jefferson Ferreira
1 ano atrás

Postei há alguns dias que gostaria de ver como fariam a dispersão dos F-16 em solo…

Marcelo
Marcelo
Reply to  RPiletti
1 ano atrás

Os ucranianos estão dispersando suas aeronaves pelo território. Será mais difícil fazer isso com os F-16. Por outro lado, as defesas antiaéreas ucranianas estão passando por forte melhoria …

Arthur
Arthur
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

E porque os ucranianos não põem Tom Cruise no comando? Já imaginou um F-14 no meio desses F-16?

Marcelo
Marcelo
Reply to  Arthur
1 ano atrás

A Suécia já começou a dizer que pode “deixar os pilotos ucranianos testar os Saab Gripen”. Por que será, né? F-16 na parada. Gripen começando a ser citado. O impossível vai se transfoendo em possível …

Cassini
Cassini
1 ano atrás

A Ucrânia agora consegue até abater mísseis que nem o melhor sistema antiaéreo ocidental consegue – o Kinzhal – que dirá os drones.

Tsc tsc

Marcelo
Marcelo
Reply to  Cassini
1 ano atrás

Os sistemas Patriot transformara sete invencíveis mísseis hipersônicos Kinzhal em bolas de fogo. Os Shahed são alvos fáceis para os Guepard, Avenger, Hawk ou até para as metralhadoras pesadas das brigadas anti drones ucranianas. Assim que o radar detecta os cortadores de grama voadores … já era.

Arthur
Arthur
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Já são sete Khinzal abatidos? De que fonte tiraste isso?

Marcelo
Marcelo
Reply to  Arthur
1 ano atrás

Essas informações estão no The War Zone. Inclusive postei os links … não leu, né?

Marcelo
Marcelo
1 ano atrás

Pode ter certeza que a informação da destruição de 58 dos 59 drones Shahed 131/136 está correta. A Ucrânia, com o apoio da OTAN, está construindo um poderoso sistema de defesa antiaérea em camadas composto por: 1) S-300 (soviético), capaz de atingir aeronaves, mísseis de cruzeiro e mísseis balísticos. É um sistema antigo, mas ainda poderoso. 2) IRIS-T (alemão), capaz de proteger uma cidade inteira de mísseis a até 40 quilômetros de distância. Pode detectar e abater mísseis voando baixo e drones graças ao radar sensível, que integra dados de várias fontes. Foi o primeiro sistema antiaéreo moderno entregue pelo… Read more »

RPiletti
RPiletti
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Marcelo, não sou pró-russo, mas houveram muitos incêndios após todos estes abates. Ou o número de abates foi inflado ou o número de drones lançados foi maior que o divulgado.

Marcelo
Marcelo
Reply to  RPiletti
1 ano atrás

Os drones abatidos caem em algum lugar … daí os incêndios.

Arthur
Arthur
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Sim, e a Rússia é bbbbeeeeemmmm grande.

Charles
Charles
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Pare de ler a CNN por favor. Tá ficando feio já.

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
1 ano atrás

No caso de Drones que foram abatidos por ação de interferidores (guerra eletrônica) também estão sendo considerados como abatidos….
Acho que para nós em um futuro próximo, só a bateria de artilharia antiaérea não dará conta, precisamos pensar na possibilidade de criar equipes de defesa guerra eletrônica em apoio aos batalhões/companhias para fazer contrainteligencia e até mesmo uma limitada defesa antiaérea contra os “jogadores de granadas” e loitering munition mais lentos, para esses pequenos, talvez essas droneguns já ajudaria e para os maiores, jammer rebocáveis em viaturas 3/4, 5t

“https://www.droneshield.com/products/dronegun-tactical”

É muita viagem minha? rs

Bosco
Reply to  Rafael Gustavo de Oliveira
1 ano atrás

A defesa contra pequenos drones pode ser feita de diversas maneiras:
1- interferência eletrônica no data link/ GPS
2- interferência cibernética (a defesa assume o comando do drone)
3- interceptação cinética : canhão, netralhadora , míssil, rede…
4- interceptação por arma de energia direta: laser de alta energia, arma geradora de pulso EM.
Outras…

Last edited 1 ano atrás by Bosco Jr
Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
Reply to  Bosco
1 ano atrás

salve Bosco, primeiramente obrigado por responder, queria saber sua opinião do que você acha dessa arma?

“https://www.droneshield.com/products/dronegun-tactical”

Me lembro que ela ficou famosa na posse do presidente, pelo que li despertou mais interesse da secretaria de administração carcerária e da policia federal do que das próprias forças armadas…

Bosco
Reply to  Rafael Gustavo de Oliveira
1 ano atrás

Rafael,
Pois é. Essa arma é do tipo 1 que eu mencionei acima.
Vai chegar o dia que todo veículo terá um parecido.
A tecnologia dos pequenos drones está no inicio e ainda tem que evoluir. Uma das formas de evolução dos drones militares é libertar a arma de controle externo e para isso terá que ser operada por IA. Também há formas de ficarem menos dependentes de satélites de navegação.
Em sendo assim elas ficarão invulneráveis às armas tipo 1 e 2 e aí o jeito é interceptar fisicamente.

Nilson
Nilson
Reply to  Rafael Gustavo de Oliveira
1 ano atrás

Entendo que não é viagem. Cada batalhão deveria ter sua equipe de operação de drones e de medidas anti drones. Isso é urgente, necessita ser implantado no EB.

Marcelo
Marcelo
1 ano atrás

Os raids de mísseis e drones sobre a Ucrânia demonstram apenas um fato: Putin está desesperado com a aproximação da contra ofensiva ucraniana. Enquanto muitos dos combatentes russos nem sequer sabem porque estão lutando, os soldados ucranianos na frente de batalha e os civis na frente doméstica se mantém firmes e com o moral elevado. A Rússia, na noite de sábado (27/05/2023) lançou a maior onda de ataques de drones desde o início da invasão. Resultado, 52 dos 54 drones Shahed fornecidos pelo Irã foram abatidos pelas defesas antiaéreas ucranianas. Quarenta desses drones se dirigiam a Kiev. O mais estarrecedor… Read more »

Arthur
Arthur
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Sim, olha o desespero dele com aquela cara de paisagem…

Charles
Charles
Reply to  Marcelo
1 ano atrás

Marcelo, the Telegraph é pior que a CNN como fonte de informação, Man. Por favor, procure fontes imparciais antes de comentar.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Charles
1 ano atrás

Fonte é fonte. Informação é informação. Os links estão aí … acredita quem quer.

Jose
Jose
1 ano atrás

Vazou é ? Onde ?

Nilton L Junior
Nilton L Junior
1 ano atrás

É acabou a munição