Brasília (DF) 30/05/2023 O presidente Lula, durante Fotografia oficial dos Presidentes dos países da América do Sul. No palácio do Itamaraty. Foto Rafa Neddermeyer/ Agência Brasil

Por Regiane Nitsch Bressan (*)

A presença de onze lideranças na Cúpula da América do Sul, a convite do presidente Lula, representa uma nova fase à política externa brasileira, com chances concretas para o Brasil recuperar determinado protagonismo na região.

Desde 2004 não houve reunião similar entre os Estados sul-americanos. O aceite ao convite, vinda e participação dos presidentes Alberto Fernández (Argentina), Luís Arce (Bolívia), Gabriel Boric (Chile), Gustavo Petro (Colômbia), Guillermo Lasso (Equador), Irfaan Ali (Guiana), Mário Abdo Benítez (Paraguai), Chan Santokhi (Suriname), Luís Lacalle Pou (Uruguai) e Nicolás Maduro (Venezuela), confirmam a relevância desse encontro e o vigor da política externa brasileira em reunir os países do entorno. Ademais, o encontro denota o interesse, não apenas do Brasil, pela retomada das relações regionais entre governos que pendulam entre os espectros políticos ideológicos da direita e esquerda.

Segundo o Itamaraty, a Cúpula de 2023 tem como objetivos reavivar o diálogo regional, buscar uma agenda concreta de cooperação em áreas como infraestrutura, saúde e combate ao crime organizado, bem como retomar a própria União das Nações Sul-Americanas (Unasul), esvaziada na última década.

As relações regionais são imprescindíveis na medida em que o Brasil faz fronteira com a maioria dos países sul-americanos, compartilhando desafios comuns, como migrações, questões sanitárias, meio ambiente, narcotráfico, entre outros, que denotam a crescente interdependência das relações internacionais.

A cooperação em uma agenda diversificada é um desdobramento do ponto anterior que reforça a necessidade de somarmos esforços para trabalhar temas comuns. Questões ligadas à infraestrutura, manejo de recursos naturais, preservação ambiental, combate ao narcotráfico, enfrentamento à desigualdade econômica, crescimento econômico, emergência de pautas sociais e dinamização comercial ilustram a amplitude da agenda de cooperação.

Reativar a Unasul é um objetivo instaurado pelo Governo Federal desde abril de 2023. O Brasil deixou essa organização em 2019 em um momento de esvaziamento da dela. O seu retorno indica uma retração da política externa brasileira em relação à América Latina. A relevância em retomar a Unasul, a qual acomoda quase todos os países da América do Sul, constitui necessidade imperiosa para reconstruir espaços de diálogos e possibilidade de negociações, inclusive em temas mais áridos e divergentes. A própria situação da Venezuela ilustra esse caso, sendo bastante problematizada nesse encontro.

A aproximação e retomada das relações do Brasil com a Venezuela é fundamental na medida em que temos uma vasta fronteira e enfrentamos problemas oriundos dessa relação. Recobrar a dívida da Venezuela e tentar influenciar sua política doméstica a favor da democracia se somam aos objetivos dessa estratégia de reaproximação.

O isolamento, a falta de diálogo e o esgarçamento das relações regionais com a América do Sul apenas complicaram mais a política internacional da região na última década. A presença dos vizinhos nessa cúpula comprova a expectativa positiva em torno do Brasil como líder regional com capacidade de enfrentamento de tantos desafios comuns.

Regiane Bressan é professora do EPPENUnifesp (crédito acervo pessoal)

(*) Regiane Nitsch Bressan é professora do curso de Relações Internacionais da Escola Paulista de Política, Economia e Negócios (EPPEN), da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) – campus Osasco; e do Programa Interinstitucional (Unesp, Unicamp e PUC-SP) de Pós-graduação em Relações Internacionais San Tiago Dantas

62 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Foxtrot
Foxtrot
1 ano atrás

_____________

A Cúpula da América do Sul: a retomada da liderança regional?”
Pois é, basta uma “canetada” de um “joalheiro “, e seus desejos e inclinações pessoais, para prejudicar todo um país.

COMENTÁRIO EDITADO. LEIA AS REGRAS DO BLOG:

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Foxtrot
1 ano atrás

Bom mesmo é quem estende tapetes vermelhos para o pobre “democrata” venezuelano, vítima de “narrativas”, todo mundo sabe que no país dele transborda democracia e amor.

Augusto
Augusto
Reply to  Allan Lemos
1 ano atrás

Ditador moderno!

Antonio Cançado
Reply to  Foxtrot
1 ano atrás

Como se o atual presidente fosse diferente…

Sulamericano
Sulamericano
Reply to  Foxtrot
1 ano atrás

Até 2022 tínhamos um presidente que fechou as portas e deu as costas para os países sulamericanos. Claro que esse não foi o único erro dele, pois sua política internacional foi desastrosa do início ao fim.

Agora temos um outro presidente que assume uma postura totalmente oposta, a de vassalo de ditaduras como Venezuela, Cuba e Nicarágua.

O Brasil tem e deve ser a liderança regional da America Latina, mas não vai ser possível assumir uma essa posição de liderança com essa postura submissa e com uma diplomacia que nem de perto faz jus a história do Instituto Rio Branco.

Last edited 1 ano atrás by Sulamericano
RSmith
RSmith
Reply to  Sulamericano
1 ano atrás

povo brasileiro não aprende…

Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
1 ano atrás

Ser líder distribuindo dinheiro do BNDES, sem quaisquer garantias, sem condições e sem contrapartidas, para países quebrados é fácil…

Fabricio Lustosa
1 ano atrás

Todos os outros presidentes estavam cientes do convite e vinda do Maduro. Vieram da mesma forma, apesar das críticas, o q diz muito. Vamos ver se Lula vai ter jogo de cintura para aproveitar ao máximo o que a Venezuela tem para nosso país, nossa economia sobretudo, e parece que segue nesse sentido, tomara. Ao contrário de _____
_______________

COMENTÁRIO EDITADO.
LEIA AS REGRAS DO BLOG:

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Nei
Nei
Reply to  Fabricio Lustosa
1 ano atrás

Me diz por favor, o que a Venezuela nesse momento tem a oferecer ao Brasil?

Te respondo, nada!

Depois de tudo que aconteceu lá e ainda acontece, vocês passam pano pra “democrata vítima de narrativas”.

Sergio Machado
Sergio Machado
Reply to  Nei
1 ano atrás

Tem ciência que eles são fronteiriços conosco? São quase 3000 km? Vc pode odiar seu vizinho, mas é bom negócio se dar mal com ele? Ademais, eles tem uma das maiores reservas de petróleo do mundo. Se alguém não ocupar o espaço diplomático, crê que ficará vazio à espera de democracia? Por favor né…. Tem gente que ainda acha que a treta dos EUA com eles é por democracia, e não petróleo. Não prestando continência à bandeira deles e nem corrupção na forma de jóias milionárias, a aproximação é extremamente válida para defender nossos interesses. A ideologia que se dane,… Read more »

M.@.K
M.@.K
Reply to  Sergio Machado
1 ano atrás

Machado, se me permites uma observação, penso que a Cúpula em si foi proveitosa pelo fato de trazer uma integração Latino-americana. Com certeza o Brasil pode sim retomar a liderança regional, porém, creio que o Lula queimou o filme pessoal dele ao tentar justificar o injustificável com relação ao Nicolás. Tens razão de que o Brasil tem proximidades com outras ditaduras mundo a fora, como Arábia, China, etc. Mas isso é caraterístico de um mundo global, onde não se pode trabalhar isolado, mesmo tendo que tratar com nações que não observam os DH. Mas como eu disse e afirmo, o Lula… Read more »

Marco
Marco
Reply to  Fabricio Lustosa
1 ano atrás

Se começar a pagar o que nos deve já está muito bom

Douglas Rodrigues
Douglas Rodrigues
Reply to  Fabricio Lustosa
1 ano atrás

Parceiro comercial como a Venezuela que não paga os empréstimos do BNDES há muito tempo?
Em troca disso, o presidente atual e sua equipe ficam “elogiando” um ditador procurado por narcoterrorismo pelo país cuja parceria comercial é muito maior e mais sólida (“malditos Yankees” esse _______________ costuma falar).
Enfim, logo a Casa Branca e/ou o Pentágono instalam equipamentos para grampear o que o atual presidente anda negociando pelo mundo afora! Se é que já não o faz.

COMENTÁRIO EDITADO. MANTENHA O RESPEITO. LEIA AS REGRAS DO BLOG:

https://www.forte.jor.br/wp-admin/edit-comments.php?s=189.92.236.41&mode=detail

Walsh
Walsh
1 ano atrás

Hahaha.. Que piada, a UNASUL é um órgão sem proposito algum a não a autoproteção de ditaduras bananeiras e falidas, como vão fazer negócios entre países cujos governos odeiam o mercado? Como haverá investimento em infraestrutura com governos corruptos e ineficientes? Que retomada da democracia acontecerá na Venezuela, se Lula diz que a Venezuela tem excesso de democracia? Como vão discutir problemas de fronteiras, quando estes problemas são gerados pelos próprios governos? O recado de Lula é claro, o objetivo não é trazer a Venezuela de volta a democracia, como deliram alguns “especialistas” cegos, é usa-la de exemplo do que… Read more »

RSmith
RSmith
Reply to  Walsh
1 ano atrás

…é uma pena, uma excelente oportunidade para o novo governo do nosso querido Brasil mostrar para o mundo como é diferente do que substituiu … infelizmente 70% dos Brasileiros estão divididos em duas “torcidas” a turma da torcida “Azul” que tudo que o governo que saiu recentemente fazia era perfeito, nada de errado, o homem só pisava no chão por causa das leis da gravidade e a oposição ideológica só atrapalhava … veio a eleição, foi eleito um governo novo da turma da torcida “vermelha” .. e nada mundo! só a cor das camisas :-/ eu estou torcendo e rezando… Read more »

RSmith
RSmith
Reply to  Walsh
1 ano atrás

o que o Alfredo diz é tecnicamente verdade… mais temo que lembrar que esse tipo de investimento vem com um preço… um preço BEM ALTO… será que vale a pena?

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  RSmith
1 ano atrás

Preço altíssimo, tanto que diversos países estão em colapso…

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  Walsh
1 ano atrás
Guacamole
Guacamole
1 ano atrás

Como diria a música, agora vai ser tiro, porrada, e soco ____________jornalista.

COMENTÁRIO EDITADO. LEIA AS REGRAS DO BLOG

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Werner
Werner
Reply to  Guacamole
1 ano atrás

Mas é porrada da galera do amor.

Marco
Marco
Reply to  Guacamole
1 ano atrás

Porrada do bem. O amor venceu. A jornalista da Globo que o diga.

Allan Lemos
Allan Lemos
1 ano atrás

Espero que nāo censurem meu comentário mas esse artigo é nada mais do que uma tentativa desesperada de defender o indefensável.

Liderança regional? Façam-me o favor, o Brasil nāo precisa de reuniāozinhas como esta para ser um cego guiando cegos. A tal “agenda concreta” é usar BNDES para ________________ dos “cumpanheiros” do Foro.

Esse encontro serviu apenas para fazer afagos ao déspota venezuelano.

__________

COMENTÁRIO EDITADO. LEIA AS REGRAS DO BLOG:

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Mustafah
Mustafah
Reply to  Allan Lemos
1 ano atrás

Quem conhece bem.nossos vizinhos hispânicos, já morou em.alum desses países da.vizinhança, sabe que eles não se identificam com o Brasil, não gostam dos brasileiros e.só pensam em “passar a perna” em nós. Se integrar com essa __________ não rende nada a ninguém, todos.vieram.aqui com o.pires nas mãos para.pedirem empréstimos que não vão pagar. Segue um antigo dito da fronteira: só existem.2 tipos de
__________________
__________________

COMENTÁRIO EDITADO. LEIA AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

CARLÃO
CARLÃO
1 ano atrás

_______
_______

COMENTÁRIO APAGADO. LEIA AS REGRAS DO BLOG:

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

gordo
gordo
1 ano atrás

Gostem ou não, Lula tem habilidade em leitura política e sabe que não existe vácuo no tal poder. Se ele não abre um canal para a Venezuela outros abriram, por sinal a França e EUA abriram graças a invasão Russa e a necessidade de se obter energia. Maduro não é flor que se cheire, mas a Arábia saudita e outros países do golfo também não o são e ainda assim foram destinos de comitivas de vários governos Europeus e também nossa. Abrir mão da liderança que podemos ter é deixar aberta a porta (mais ainda) para China, EUA e UE… Read more »

Carlos
Carlos
Reply to  gordo
1 ano atrás

Lula não tem habilidade politica nenhuma e está a jogar fora toda a que conseguiu adquirir. A análise parte de uma premissa errada, os EUA tentaram uma abertura com Maduro porque a Arábia Saudita enveredou pelo corte na produção de barris, para aumentar o preço dos combustíveis, precisamente o contrário do que tinha pedido os EUA, e os europeus apenas visitaram o Catar, porque é o maior produtor da gás natural liquefeito, mas a Venezuela não aproveitou essa abertura e hoje cada vez mais os combustíveis fosseis são menos consumidos e esse comportamento da OPEC vez aumentar os investimentos nas… Read more »

ODST
ODST
Reply to  gordo
1 ano atrás

Tanta habilidade que está passando sufoco pra votar projetos super simples no Congresso e tendo que comprar apoio com bilhões.

Conversinha pra boi dormir.

Last edited 1 ano atrás by ODST
Marco
Marco
Reply to  gordo
1 ano atrás

Extremamente hábil. Perdendo feio uma votação no Congresso (Marco temporal) enquanto estendia o tapete vermelho para um ditador. Imagine se não tivesse habilidade então!!

Atirador 33
Atirador 33
1 ano atrás

Nunca tivemos liderança nessa nossa narco região, nossos vizinhos nos vê como um gigante econômico que a depender do governo é possível tirar proveitos econômicos. Liderança na AL tem a China, Cuba e Rússia. Receio que ainda vamos tomar muitos calotes dos nossos vizinhos.

Zé bombinha
Zé bombinha
1 ano atrás

Queria saber quando o BRASIL perdeu a liderança regional? Vão vir com aquela história de que o país precisa ter essas reuniões de “condomínio” pra falar que isso é liderança?.. o país pela mídia pode estar quebrado mas se tiver numa mequetrefe reunião com Zés ninguém é o supra sumo! Prefiro um pais sem reunião deste “porte e envergadura”.

paulof
paulof
1 ano atrás

Acredito que falte dinheiro para o Brasil querer bancar um projeto hegemônico, é mais útil gastar em obras de saneamento aqui mesmo e combate a pobreza, o que vai ocorrer é um projeto de agrados, que não cria laços de Estado a longo prazo e sim de governos que dura enquanto o espectro político ligado ao PT estiver no poder.

Last edited 1 ano atrás by paulof
Mars
1 ano atrás

O Brasil pelo seu poder econômico assume como líder na região em qualquer momento não sendo necessário uma cúpula. E é até capaz de influenciar internamente nossos vizinhos. O principal ponto que essa cúpula trouxe foi legitimar o atual Governo Venezuelano.

RSmith
RSmith
Reply to  Mars
1 ano atrás

… tentar legitimar… algo que, como vimos pela repercussão, não vai decolar…

Marco
Marco
Reply to  Mars
1 ano atrás

Legitimar!!!! Ahahahahahah!!!! AHAHAHAHAHA!!!!!

Underground
Underground
1 ano atrás

Infelizmente vejo o nosso país caminhando para rornar-se uma ditadura de esquerda, aos moldes da Venezuela. Achei que antes passaríamos por processo de argentinização, mas pelo jeito vai direto mesmo.
De país influente não tem nada. Primeiro tenta se manifestar dando apoio para Putin, agora Maduro.

Pedro
Pedro
1 ano atrás

Nós ja somos lideres regionais devido ao nosso tamanho e economia…agora..querer fazer moeda em conjunto, financiar países falidos e caloteiros via BNDES e pior, compacutuar com ditador é piada. Além da vergonha internacional em darmos boas vindas a um ditador, os outros países vão começar a olhar o Brasil com suspeita.

Antonio Cançado
1 ano atrás

Como se ser líder dessa região xexelenta fosse algo positivo…

Matheus
Matheus
Reply to  Antonio Cançado
1 ano atrás

O que está esperando?
Se mude para Miami hoje! A Caravana já está saindo do Panama, um voo Brasil-Panama não custa 500 reais.

AVISO DOS EDITORES: MANTENHAM O RESPEITO. LEIAM AS REGRAS DO BLOG.

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Nilo
Nilo
1 ano atrás

retomada da liderança regional? O tipo de liderança que este governo constroi com os paises da A.Sul fica claro quando este governo intervem junto ao Banco do BRICS para emprestimos a Argentina e Rússia e China nega, mesmo estes paises tendo interesses juntos a Argentina não se submetem os caprichos (eufemisticamente falando rsrs) dos argentinos, quando como no caso da Refinarina na Bollivia e depois Evo vindo a chamar o Brasil de Imperialista, ou a Venezuela em que no governo Hugo Chaves a refinaria que seria em parceria com a Venezuela, Hugo nos deixou sem o petroleo e sem a… Read more »

Last edited 1 ano atrás by Nilo
Neural
Neural
1 ano atrás

Lula tem uma qualidade ótima: consegue diálogo. Goste dele ou não, o cara faz conexões.

RSmith
RSmith
Reply to  Neural
1 ano atrás

… é verdade… o problema são essas” conexões…”

Marco
Marco
Reply to  Neural
1 ano atrás

diálogos cabulosos……

ODST
ODST
1 ano atrás

São ótimas sim, já estamos tomando esporro até do Chile e Uruguai kkkkk

ODST
ODST
Reply to  ODST
1 ano atrás

Aparentemente o EUA também não importa pra você também, pois tomamos esporro deles recentemente. Qualquer um que critique seu amo não importa, já percebi.

pangloss
pangloss
Reply to  ODST
1 ano atrás

Se você afirma que ninguém liga para o Chile e para o Uruguai, por que comentou sobre perspectivas ótimas para “uma grande união de países sul-americanos”?
Uma grande união pode ser formada a partir desse desprezo que você atribuiu a todos, em relação a Chile e Uruguai?

Augusto
Augusto
Reply to  pangloss
1 ano atrás

Ele mesmo já entra em contradição do escreve. Pela forma que ele escreveu está com cara de ser mais um nick do Kings.

AVISO DOS EDITORES. MANTENHA O RESPEITO, SEM ROTULAR OS OUTROS.

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  ODST
1 ano atrás

A julgar pela reação furiosa dos ___________às críticas ligam sim _______…

Sinto muito

COMENTÁRIO EDITADO. MANTENHA O RESPEITO COM OS DEMAIS COMENTARISTAS. LEIA AS REGRAS DO BLOG:

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Douglas Rodrigues
Douglas Rodrigues
Reply to  ODST
1 ano atrás

O Chile é o 5o maior comprador de produtos brasileiros. Veja a balança comercial! A Venezuela, quebrada do jeito que tá, só nos envia os seus decepcionados cidadãos, que coitados, se submetem a sub-empregos por essas bandas e ficam felizes com isso… Quanto ao Uruguai, é um país pequeno, mas parece honrar com seus compromissos comerciais e têm tudo para se tornar junto com o Chile e o Paraguai, países prósperos (com a ajuda de brasileiros que estão deixando aqui para investir ali)

Carlos
Carlos
1 ano atrás

Dizem que ter empatia e agir como os costumes de seu convidado ajuda a ter um bom relacionamento, o espancamento de jornalistas deve ter criado um bom vinculo com Venezuela e Bolívia.

Carlos
Carlos
1 ano atrás

Nesta cúpula vimos o presidente do nosso país, aquele que nos representa, afirmar que os 95% dos venezuelanos vivem na miséria figurativa, que os 7 milhões que fugiram de lá,o MAIOR êxodo que já ocorreu no mundo que não foi causado por guerra, foi figurativo.
Um desrespeito como nunca antes visto do nosso país com estes milhões que sofrem.

Heinz
Heinz
1 ano atrás

E o nine que afirmou que a Venezuela é uma democracia, e que inventaram uma narrativa contra Maduro. É esse tipo de pessoa que governa a maior potência da América do Sul, enquanto libera milhões de reais em emendas para comprar deputados para aprovarem seus desejos.

Rodrigo Maçolla
Rodrigo Maçolla
1 ano atrás

Claro que uma posição de liderança do Brasil e parceria com nossos vizinhos é positivo, mais pobre continente Sul Americano, ter suas esperanças de dias melhores atrelado a uma liderança que recebe um Ditador que oprime seu povo como um chefe de atestado legitimo. e tem como projeto para solucionar os problemas económicos e sociais a criação de uma moeda única e o empréstimo de dinheiro a um pais a muito falido como a Argentina. Temos sim que ter boas relações com nossos vizinhos mais esta relação tem que ser boa para o Brasil, trazer vantagens para nossos negócios o… Read more »

Bueno
Bueno
1 ano atrás

Tema complicado e muito polêmico… Mistura de ética e moral com negócios e relação com seus vizinhos.    A Ficha corrida do Maduro é podre, não tem como esconder, assim como não dá para esconder de outros ditadores mundo a fora, alguns que manda derreter até jornalista. Vejo erro dos dois presidentes na política externa, vejo erro tmb nos Nacionalista Tupiniquim.   Foi vergonhoso a atitude de alguns deputados em enviar ofício para embaixada dos EUA, estes são os políticos que os brasileiros escolhem para legislar, que não sabe o que é soberania, não sabem usar o poder das comissões… Read more »

Augusto
Augusto
Reply to  Bueno
1 ano atrás

Vergonha e um chefe de estado ser convidado para o nosso pais e seus seguranças agredirem uma repórter só porque ele não gostou da pergunta, e ainda por cima o atual governo não tomar nenhum providencia.

De muitos episódios vergonhosos em nossa politica externa essa foi uma das piores.

E ainda tem gente que esse governo e o suprassumo da politica externa.

Dr. Mundico
Dr. Mundico
1 ano atrás

Assim como biologia, geografia é destino.

Andromeda1016
Andromeda1016
1 ano atrás

Lula = FHC = Open Society = Soros.
No fundo é tudo questão de defesa de interesses particulares disfarçado de interesses públicos.
Só não sei a quem o Soros está ligado e gostaria muito de saber.

Marco
Marco
1 ano atrás

Realmente são ótimas: Enviaremos mais $$$ do BNDES para eles e não receberemos nada. Poderemos ter mais algumas refinarias roubadas na Bolívia e o presidente repetindo como papagaio as imbecilidades proferidas pelos chavistas. Ou fazemos isso ou a China vai ficar de biquinho. Uma grande união de quebrados se unindo para acasalar com o “gigante chinês”. Parceria Caracu onde nós não entraremos com a cara.

Art
Art
1 ano atrás

Distrbuir dinheiro do BNDES para ter liderança não é válido. Nosso dinheiro está indo para Narcoditaura e socialistas, liderança do Foro de São Paulo projeto de Lula, Fidel e Chaves “Criar na america do sul o que foi perdido no Leste Europeu”. Retorno de velhas práticas vistas no primeiro governo Lula. Outro episódio foi que o Brasil seria fiador da Argentina no Banco do BRICS, ainda bem que foi rejeitado. Lula ainda ofereceu mais dinheiro a Maduro que já tem divida com o Brasil. A venezuela é uma ditadura socialista estilo anos 80. Essa professora está justificando o projeto da… Read more »

Last edited 1 ano atrás by Art
Augusto
Augusto
Reply to  Art
1 ano atrás

____________

COMENTÁRIO APAGADO. SE TEM CRÍTICAS AO CONTEÚDO DO ARTIGO, CRITIQUE O CONTEÚDO MANTENDO O DEVIDO RESPEITO A QUEM O ESCREVEU. PRIMEIRO AVISO. LEIA AS REGRAS DO BLOG:

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Augusto
Augusto
1 ano atrás

Regiane Bressan, então para começarmos uma boa relação com nossos vizinhos, pergunta para o ditador moderno quando ele pretende nos pagar o que deve. Um conselho, e bom ficar longe dos seguranças dele.

Reportagem bem mequetrefe essa dai. Não deveria nem ter perdido meu tempo lendo isso.

Hank Voight
Hank Voight
1 ano atrás

A nova economia que endivida os países pobres a ponto de ser tornarem insolventes né ______

COMENTÁRIO EDITADO. MANTENHA O RESPEITO COM OS DEMAIS COMENTARISTAS. LEIA AS REGRAS DO BLOG:

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Werner
Werner
1 ano atrás

Volto a repetir texto de __________, a imprensa Internacional já viu quem é o governo atual, a jornalista da parada do bem qu o diga e para piorar a FAB vai ficar ,por enquanto, com 1 C330,logo logo vai ceder o outro para uso exclusivo da “1 drama esbanja ” conhecer o mundo com os “amigues”.
E o Brasil só ladeira abaixo e sem freio.

COMENTÁRIO EDITADO. MANTENHA O RESPEITO, SEM ROTULAÇÕES. LEIA AS REGRAS DO BLOG:

https://www.forte.jor.br/wp-admin/edit-comments.php?s=189.92.236.41&mode=detail