A Polônia entregou recentemente cerca de uma dúzia de helicópteros de ataque Mi-24 de fabricação soviética para a Ucrânia, segundo o The Wall Street Journal, citando suas fontes familiarizadas com o assunto.

A transferência dos helicópteros da Polônia não havia sido anunciada publicamente. Enquanto isso, de acordo com a reportagem, a frota aérea da Ucrânia continua pequena em comparação com a da Rússia. As aeronaves ucranianas também têm sistemas de orientação e proteção menos avançados.

O artigo diz também que a Ucrânia está fazendo uso limitado de aeronaves para não perdê-las.

Foi relatado que a República Tcheca forneceria à Ucrânia helicópteros de ataque adicionais. No ano passado, o país já fornecia essas aeronaves à Ucrânia. Em troca, o país concordou em receber helicópteros dos Estados Unidos.

Subscribe
Notify of
guest

39 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
M4|4v1t4
M4|4v1t4
11 meses atrás

Esse negócio de ficar usando helicóptero como plataforma de lançamento de foguete de 70mm em parábola não me parece muito inteligente. E os russos fazem a mesma coisa.

Paulo
Paulo
Reply to  M4|4v1t4
11 meses atrás

Apesar de tb nao entender a eficacia no alvo, entendo que para a plataforma, diminui a exposição e aumenta o alcance….sera tema para o futuro qd acabar para sabermos o que realmente funcionou.

Henrique
Henrique
Reply to  M4|4v1t4
11 meses atrás

é a opção que tem dada ao armamento disponível.

fora que mais uma cosia pro alvo ter que se preocupar

RDX
RDX
Reply to  M4|4v1t4
11 meses atrás

Dispara assim por uma questão de sobrevivência. Nota-se claramente que o helicóptero está voando rente ao solo, sobe um pouco para disparar os foguetes e depois recupera a altitude, de modo que não fique exposto à DAAer russa.

Art
Art
Reply to  M4|4v1t4
11 meses atrás

Questão de sobrevivência para não se expor as Defesas Antiaéreas

Underground
Underground
11 meses atrás

Enviar aqueles helicópteros da FAB para a Ucrânia ajudaria alguma coisa.

Magaren
Magaren
Reply to  Underground
11 meses atrás

Os F5 faria sentido.

bruno
bruno
Reply to  Magaren
11 meses atrás

ate que faria… se a FAB comprar ou alugar aquele gripen c/d da hungria que desistiu e outro problema seria alguns misseis

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  bruno
11 meses atrás

Desconheço desistência da Hungria em relação ao seu atual contrato com o Gripen C/D, inclusive no ano passado foi negociada uma atualização das aeronaves. O contrato de leasing deles vai até 2026.

https://www.aereo.jor.br/2012/01/31/assinado-contrato-que-estende-o-‘leasing’-dos-cacas-gripen-da-hungria/

https://www.saab.com/newsroom/press-releases/2022/saab-to-deliver-upgrade-for-hungarian-gripen-fleet

Henrique
Henrique
Reply to  Underground
11 meses atrás

ai o Brasil teria que parar de ser Pro Rússia. Praticamente impossível com o governo que masturba governos autoritários e gente que pede golpe estado…
.
fico surpreso como até agora o Brasil não mandou tropas pra defender a Rússia kkkkk

AVISO DOS EDITORES: MODERE O LINGUAJAR. MANTENHA O BLOG LIMPO.

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Henrique
11 meses atrás

“… governo que masturba governos autoritários…” Os EUA também são especialistas nisso. Enquanto Hollywood tenta passar o contrário através de seus filmes, Washington tem interesses muito maiores.
O mundo de hoje é uma HIPOCRISIA SEM TAMANHO.

AVISO DOS EDITORES:

4 – Não escreva em maiúsculas, o que equivale a gritar com os demais. As maiúsculas são de uso exclusivo dos editores para dar destaque às advertências nos comentários eventualmente editados ou apagados;

LEIA AS REGRAS DO BLOG:

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Henrique
Henrique
Reply to  Vinicius Momesso
11 meses atrás

MaIs I Us EuA

Allan
Allan
Reply to  Henrique
11 meses atrás

Cara só lembra uma coisa, nos ultimos 20 anos o Brasil ja foi alvo de varias sanções, vitimas de varias narativas por alguns paises inclusive ja foi parar no plenario da ONU varias medidas contra o Brasil e em muitas se nao todas as vezes a Russia sempre apoiou o Brasil indenpendente do governo ou da inclinação politca, então independente se ta certo ou errado,criar mais um inimigo no conselho de segurança da ONU não é uma ideia sensata pq o dia de amh ninguem sabe se vamos precisar do apoio deles.

Neural
Neural
Reply to  Underground
11 meses atrás

Doar pra que? O que o Brasil ganha com isso a não ser mais inimizades mundo afora?

Pra que arrumar desavenças com os Russos, parceiro comercial nosso no BRICS por um punhado de milhões de dólares?

Last edited 11 meses atrás by Neural
Henrique
Henrique
Reply to  Neural
11 meses atrás

Doar pra que? O que o Brasil ganha com isso a não ser mais inimizades mundo afora?

inimizade com quem? da Rússia? kkkk grande coisa..

se o Brasil der os helicópteros pra Ucrânia e depois dessa guerra o Brasil continuar fazendo comércio com a Rússia eles vão agradecer de joelho.

Brasil perde em não ajudar a Ucrânia, perde mais ainda BID aqui

Nativo
Nativo
Reply to  Henrique
11 meses atrás

Se o Brasil conseguir outra fonte de fertilizantes da mesma qualidade e preço russo, não terá problemas em Ajudar a Ucrânia o problema é apenas é somente, achar a outra fonte.

bruno
bruno
Reply to  Nativo
11 meses atrás

qualidade dos fertilizantes russos? engraçados que os donos das cooperativas aqui sempre dizem , nao é grande coisa

Alecs
Alecs
Reply to  Nativo
11 meses atrás

Pode doar os Sabre Mi-35, vender munição dos Guepard e vender o Guarani ambulância que a Rússia continua vendendo (baratinho) os fertilizantes e ainda agradece. O problema atual é o alinhamento ideológico. Já no governo anterior era neutralidade e interesses comerciais. Se pelo menos nossa neutralidade fosse verdadeira já estava de bom tamanho, mas a ideologia do atual governo ainda vai nos colocar em maus lençóis. Tem gente no governo falando tanta abobrinha quanto o 1001 nicks falava.

Allan
Allan
Reply to  Underground
11 meses atrás

Simplismente não compensa, os retornos seriam muito pequenos para muito risco, e a chance de eles nem voar mais faz muito tempo parado e sem manunteção, qualquer retaliação Russa ja não compensa.

Francisco Vieira
Francisco Vieira
11 meses atrás

Repor helicóptero é fácil. O difícil é repor pilotos, pois geralmente eles morrem na queda da aeronave.

Allan
Allan
Reply to  Francisco Vieira
11 meses atrás

Nem tanto, normalmente se tem pelo menos uns 2 pilotos por aeronave,e na situação da Ucrania se tiver 1 piloto por helicoptero esta aceitavel, sem contar que o treinamento é feito em larga escala na europa.

Rodrigo Frizoni
Rodrigo Frizoni
11 meses atrás

O Brasil mais uma vez sendo uma vergonha mundial. Temos 12 MI-35 parados aqui, poderíamos negociar e enviar eles para lá.

Godo
Godo
Reply to  Rodrigo Frizoni
11 meses atrás

Sim, vamos devolver pra russia

Heinz
Heinz
Reply to  Rodrigo Frizoni
11 meses atrás

eu ainda não entendi o porque de terem dado baixa nos MI-35. Era para estarem operantes, países com muito menos dinheiro não possuem esse problema. Já que deram baixa deveríamos ao menos envia-los para a Ucrânia, negociar com os EUA em troca de alguns AH1-cobra, ou até mesmo alguns VIpers.
Mas o atual governo parece que mama a Rússia.

RDX
RDX
Reply to  Heinz
11 meses atrás

A razão é simples. Não era montado pela Helibras.

Henrique
Henrique
Reply to  RDX
11 meses atrás

antes até fosse isso pq ai teria uma justificativa pra pegar outro heli francês montado aqui…

mas não, o motivo é mama Rússia mesmo

Magaren
Magaren
Reply to  Henrique
11 meses atrás

Se o motivo era o suporte e reposição de peças agora com a Rossia em conflito armado deve ser impossivel isso ser resolvido.

Talisson
Talisson
Reply to  Heinz
11 meses atrás

Os sheiks árabes contam como ditadores também?

LUIZ
LUIZ
Reply to  Talisson
11 meses atrás

Lá são os príncipes sauditas. O tratamento é diferente quando é aliado trilionario dos EUA.

Heinz
Heinz
Reply to  Talisson
11 meses atrás

O que tem haver o C# com a calça?

Allan
Allan
Reply to  Heinz
11 meses atrás

Deram muitos problemas aqui e a FAB nunca gostou deles, literalmente foi um vetor que caiu aqui no Brasil literalmente no susto então teve uma doutrina meio turva, e quando acabou o contrato de manutenção era só questão de tempo, manutenção que foi a grande luta deles aqui ouve muito atrito nisso com a Russia.

Alecs
Alecs
Reply to  Heinz
11 meses atrás

Na verdade os Sabre foram entubados. A FAB nunca quis operar esses helicópteros e acho que o exército bateu o pé e disse não! O saldo da balança comercial era muito maior em exportações brasileiras e houve pressão russa para comprarmos qualquer coisa para equilibrar a balança. Os russos suspenderam a importação de carne brasileira e fizeram pressão para equilibrarmos as transações. Não houve processo de concorrência internacional para compra como o F-X. Acho que a FAB aceitou para agradar o governo e, talvez, alguma promessa para o F-X2 ser decidido e realizado. Essa última parte é só minha opinião… Read more »

Juarez
Juarez
Reply to  Heinz
11 meses atrás

Porque antes mesmo da guerra começar já estava para lá de difícil de manter aquela Babel logística com três lotes construtivos distintos, imagina agora que nem os Russos tem spares suficientes para os seus.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
11 meses atrás

Faz sentido se aquele boletim da RF for verdadeiro.

koppa
koppa
11 meses atrás

Uma característica do Mi-24 que até hoje não observei ser usada nem pelos russos nem pelos ucranianos nesse conflito foi a de transporte. Teoricamente o helicóptero tem uma capacidade de carregar 8 tropas e no projeto original a ideia era empregá-lo como um IFV, fornecendo apoio aproximado após a infiltração. Já li sobre os soviéticos realizarem missões desse tipo no Afeganistão, mas o peso adicional e as condições hot/high degradavam muito o desempenho. Na prática, imagino que seja mais eficiente transportar as tropas por um outro helicóptero próprio para essa tarefa como o Mi-17 e ter um meio dedicado para… Read more »

Neural
Neural
Reply to  koppa
11 meses atrás

Vi sendo usado na assalto ao aeroporto de Gostomel. Os Mi-24 levavam grupos de assalto e davam apoio de fogo

Luiz Trindade
Luiz Trindade
11 meses atrás

Apesar de entender que os ucranianos tem conhecimento maior sobre equipamento russo (antiga ex União Soviética) tenho minhas dúvidas se realmente isso os ajuda! Querem ajudar, treinem e entreguem equipamento de ponta ocidental para eles vencerem essa guerra. Caso contrário será mais um capitulo dos EUA e cia que armam que eles acham que tem de armar, veem a guerra desenrolar de longe tomando seu whisky e quando der tudo errado, brindam porque fizeram negócios e ganharam dinheiro e enviam uma nota de pesar de ver um território ser conquistado!

Last edited 11 meses atrás by Luiz Trindade
Antunes 1980
Antunes 1980
11 meses atrás

Se esta guerra durar mais uns 2 anos, praticamente todo o material ex soviético será “limpo” das prateleiras europeias.

jose silva pereira
jose silva pereira
11 meses atrás

bom lendo a revista galileu e acompanhando alguns noticiários, entrevistas, videos…para mim ficou claro o objetivo demografico da Russia com esta guerra.
A divisa de uma possivel anexação do Territorio ucraniano terá como limite o rio dnipro ou proximo a ele e a crimeia

comment image