Novo livro de história ensina jovens russos como Putin salvou a civilização humana através da ‘Operação Especial’ na Ucrânia

101

As autoridades de Moscou revelaram um novo livro escolar que visa justificar a guerra contra a Ucrânia e acusa o Ocidente de tentar destruir a Rússia.

De acordo com trechos publicados pela mídia russa, os alunos aprenderão agora que a civilização humana poderia ter chegado ao fim se Vladimir Putin não tivesse iniciado sua “operação militar especial” contra a Ucrânia.

O livro, chamado “História da Rússia, 1945 – início do século 21”, foi escrito em co-autoria pelo conselheiro presidencial Vladimir Medinsky, ex-ministro da Cultura da Rússia.

Este é o primeiro livro de história oficialmente aprovado para ser usado em escolas russas que menciona eventos tão recentes quanto a invasão em grande escala da Ucrânia, iniciada em fevereiro de 2022.

A partir de setembro, será cursado no último ano do ensino médio na Rússia – o 11º ano – que atende alunos de 17 a 18 anos.

O livro afirma que “o Ocidente está determinado a desestabilizar a situação dentro da Rússia” e, para atingir esse objetivo, as potências ocidentais espalharam a “russofobia indisfarçável”.

Então, eles começaram a “arrastar” a Rússia para vários conflitos. O objetivo final do Ocidente é destruir a Rússia e assumir o controle de sua riqueza mineral, diz o livro escolar.

Ele repete vários clichês da propaganda do Kremlin, retratando a Ucrânia como um estado agressivo dirigido por extremistas nacionalistas e manipulado pelo Ocidente, que supostamente usa o país como um “aríete” contra a Rússia.

De acordo com o livro, a Ucrânia é pouco mais que uma invenção ocidental criada para irritar a Rússia, e até mesmo a bandeira azul e amarela da Ucrânia foi supostamente inventada pelos austríacos ansiosos para convencer os ucranianos de que eles são diferentes dos russos.

Reportagem da imprensa russa sobre o livro no Telegram

O livro didático também está repleto de distorções e manipulações.

Por exemplo, descreve o ataque inicial da Rússia à Ucrânia em 2014 como uma revolta popular dos residentes do leste de Donbass que “queriam permanecer russos” e aos quais se juntaram “voluntários” da Rússia. Não faz menção ao equipamento militar e pessoal que a Rússia enviou ao Donbass na época ou nos oito anos seguintes.

Ele argumenta que uma das principais razões para a invasão em grande escala em 2022 foi a possibilidade de a Ucrânia ingressar na Otan.

Se a Ucrânia tivesse aderido à aliança e depois “provocado um conflito na Crimeia ou em Donbass”, diz o manual, a Rússia teria sido forçada a travar uma guerra contra toda a aliança da Otan.

“Isso possivelmente teria sido o fim da civilização. Isso não poderia acontecer”, diz o livro escolar.

No entanto, a adesão da Ucrânia à Otan era, naquela época – e continua sendo – uma perspectiva distante.

O livro também afirma falsamente que, antes da anexação da Crimeia pela Rússia em 2014, a Ucrânia tinha planos de transformar Sevastopol – a sede da Frota Russa do Mar Negro – em uma base da Otan e que depois Kiev disse que queria adquirir armas nucleares.

Outra afirmação falsa no livro didático é que até 2014, 80% da população da Ucrânia considerava o russo como sua língua materna. De acordo com uma pesquisa publicada pelo respeitável Centro Razumkov em 2006, apenas 30% dos residentes da Ucrânia nomearam o russo como sua língua materna, enquanto 52% disseram que o ucraniano era sua língua nativa.

Em uma aparente referência à abundância de material online implicando as forças russas em atrocidades cometidas na Ucrânia, o livro adverte os alunos para estarem atentos a “uma indústria global que fabrica clipes encenados e fotos e vídeos falsos”.

“As redes sociais e a mídia ocidentais espalham informações falsas com muito entusiasmo”, diz o livro em um capítulo sobre a “operação militar especial”.

As autoridades na Rússia já prenderam ativistas que acusaram as tropas russas de atacar civis na Ucrânia. Por exemplo, o crítico do Kremlin Ilya Yashin foi preso por oito anos e meio em dezembro de 2022 depois de discutir suspeitas de crimes de guerra russos na cidade ucraniana de Bucha em uma transmissão ao vivo online.

O livro critica as sanções ocidentais impostas à Rússia após a invasão da Ucrânia e as apresenta como uma tentativa de “destruir a economia da Rússia”. Também argumenta erroneamente que essas sanções “violam todas as normas do direito internacional que o Ocidente tanto gosta de citar”.

Ao mesmo tempo, o êxodo de empresas ocidentais da Rússia após a invasão em grande escala é apresentado como uma “oportunidade fantástica” para os empresários russos.

FONTE: BBC

Subscribe
Notify of
guest

101 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Humilde Brasileiro
Humilde Brasileiro
10 meses atrás

Parecendo aquelas histórias absurdas que dizem que são ensinadas na Coréia do Norte como o líder ter uma origem divina, não precisar fazer certas necessidades fisiológicas e coisas do tipo.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Humilde Brasileiro
10 meses atrás

BBC né.

Humilde Brasileiro
Humilde Brasileiro
Reply to  Nilton L Junior
10 meses atrás

Sim, uma das fontes (e a mais divulgada, é a BBC). Se é verdade ou não, se é propaganda anti-Coréia do Sul, e se os coreanos realmente acreditam, é difícil comprovar por todas as nuances que envolvem a CN.

Humilde Brasileiro
Humilde Brasileiro
Reply to  Humilde Brasileiro
10 meses atrás

#Leia-se: Coréia do Norte

Alecs
Alecs
Reply to  Nilton L Junior
10 meses atrás

O livro existe ou não existe? Se existe, um dia vai chegar nas mãos de outras mídias e nesse momento, quando tiver sido desmascarado pelo mundo todo, quero ver o que os torcedores fanáticos do Putinstão vão alegar.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Alecs
10 meses atrás

Olha um representante do otanistão, calma vocês estão muito agitados ultimamente, se o livro existe então compre um e depois comenta.

Alecs
Alecs
Reply to  Nilton L Junior
10 meses atrás

Kkkkkkkkk Otanistão é novo! Gostei da piada kkkkkkkk pelo escrito na notícia aqui no Forte a BBC teve acesso a um livro, então meu comentário foi referente a reportagem. Se algum dia tiver oportunidade de ler o livro em português ou inglês vou ler e comentar. Se você tiver oportunidade de ler em putinstanês também comente, por favor. Mas sem distorcer o texto, ok?

George
George
Reply to  Nilton L Junior
10 meses atrás

Se eu continuar a ler os comentários verei alguma coisa sua relacionada à notícia, ou você só vai continuar a reclamar da fonte e a provocar os outros que pensam diferente de você?

Marcos Silva
Marcos Silva
Reply to  Nilton L Junior
10 meses atrás

Foi a BBC que escreveu o livro????

George
George
Reply to  Nilton L Junior
10 meses atrás

Você leu o texto todo ou de costume só veio reclamar se uma notícia que não te agrada?

Reparou que foi notícia na imprensa russa também? TASS.

WSilva
WSilva
Reply to  Humilde Brasileiro
10 meses atrás

Vamos com calma, aqui no ocidente neguinho acredita em cada mitologia também…

rs

Z Renato Vilhena Z
Z Renato Vilhena Z
Reply to  WSilva
10 meses atrás

Correto, os Norte Coreanos acreditam que seu líder nasceu de garça no topo de uma montanha. Mas nós acreditados que homens podem dar a luz.

Eu sou critico ao sistema Norte Coreano. Mas obviamente sei que eles ainda são menos fanáticos do que o morador médio da Avenida Paulista.

AMX
AMX
Reply to  WSilva
10 meses atrás

Uma delas é a de que quem fala “neguinho” é racista.

WSilva
WSilva
Reply to  AMX
10 meses atrás

Não não é. ”Neguinho” neste caso é usado como sinônimo de pessoas, galera, turma, trupe etc.

Você precisa analisar contexto e não palavras isoladas.

AMX
AMX
Reply to  WSilva
10 meses atrás

kkkk, não, não.
Neguinho é racista e pronto
kkkkk

Continha ironia, ok?

AVISO DOS EDITORES: A DISCUSSÃO DESVIOU PARA TEMAS TOTALMENTE FORA DO ASSUNTO. SIGAM AS REGRAS DO BLOG:

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Humilde Brasileiro
Humilde Brasileiro
Reply to  WSilva
10 meses atrás

Por isso eu usei o termo ”dizem”, não sei até que ponto é verdade, nem se os coreanos acreditam de verdade ou fingem.

WSilva
WSilva
Reply to  Humilde Brasileiro
10 meses atrás

Então vamos dar o beneficio da duvida para os norte coreanos mas não para a maioria dos ocidentais pois é um fato consumado que aqui no ocidente neguinho(sinônimo de uma turma, trupe ou pessoas) acreditam em cada mitologia também….

rs

Cansado
Cansado
10 meses atrás

Por que esse negócio de “operação militar especial” ? Que diferença faz pra eles chamar disso ou de “guerra”?

Maurício.
Maurício.
Reply to  Cansado
10 meses atrás

É que em teoria fica “menos feio”, é a mesma coisa que colocar liberdade em nome de invasão, um bom exemplo é a “Operation Iraqi Freedom”, consegue enganar alguns incautos.

Cansado
Cansado
Reply to  Maurício.
10 meses atrás

Sim, tem razão.

Alecs
Alecs
Reply to  Maurício.
10 meses atrás

A diferença é que nenhum americano era preso por chamar a Guerra do Irraque de guerra. Inclusive podiam protestar contra ela. Já no Putinstão…

WSilva
WSilva
Reply to  Alecs
10 meses atrás

Então quer dizer que tá tudo bem se eu invadir um país e não proibir minha população de chamar de guerra a minha ”operação especial”?

Isso torna a invasão menos invasão? Isso diminui o sofrimendo do povo do país alvo?

Defender criminoso virou moda aqui no ocidente, o sujeito é criminoso mas muitos ainda caçam ”qualidades” sobre o sujeito para assim atenuar seus crimes.

Se estão jogando bombas na cabeça do meu povo pouco me importa se o agressor chama isso de guerra ou operação militar, o que é importa é o crime e a injustiça que estão sendo cometidos.

Alecs
Alecs
Reply to  WSilva
10 meses atrás

Eu não disse isso. Releia meu comentário. Se você, como a grande maioria da população brasileira, não tiver dificuldade de interpretação de texto vai entender. Caso contrário está só tentando refutar meu comentário de maneira ideológica como os lacradores de plantão.

WSilva
WSilva
Reply to  Alecs
10 meses atrás

Refutar de maneira ideologica? rs

O que eu disse é justamente o oposto, você não pode defender no sentido de achar ”menos pior” invasões americanas na tentativa de maximizar invasões russas. São igualmente invasões e atos criminosos, portanto qualquer tentativa de fazer um parecer menos pior que o outro trazendo pro debate supostas qualidades de dos agressoros é que de fato configura uma visão ideologica.

Um criminoso é um criminoso e não pode ser classificado por menos que isso, é daí pra cima e não pra baixo.

Alecs
Alecs
Reply to  WSilva
10 meses atrás

Prezado WSilva, Mas a matéria é sobre um livro mentiroso para doutrinar as próximas gerações de jovens russos. O que tem haver a invasão do Iraque com isso? Citar isso aqui soa puro mimimi ideológico. Os editores já pediram mais de uma vez para nos atermos a notícia postada e evitar discussão paralela que não leva a nada. Eu não disse nenhuma palavra sobre invasões americanas ou russas, apesar do contexto da matéria citar um livro mentiroso (ou de meias verdades, se você preferir) que foi feito para justificar uma mentira criada pelo governo russo para invadir a Ucrânia. Para… Read more »

WSilva
WSilva
Reply to  Alecs
10 meses atrás

Concordo com quase tudo, porém sobre o livro eu tenho uma ressalva. Infelizmente como não sei ler russo não sei qual é exatamente seu conteudo, também não sei se a tradução do russo para o inglês foi fiel pois tudo que vimos aqui neste post é um punhado de frases publicadas pela BBC, logo a BBC…

Eu prefiro não julgar um livro que nem li e tendo como base tão pouco. Quem sabe no futuro alguém proficiente no idioma russo possa traduzi-lo para nós ou quem sabe o governo russo publique uma versão oficial em inglês, esperar pra ver…

Maurício.
Maurício.
Reply to  Alecs
10 meses atrás

No final do dia, como disse o WSilva, os dois países acabam sendo farinha do mesmo saco, afinal estão invadindo países alheios. Prender por dar a opinião já seria de mais para um país que defende tanto e usa como bandeira a liberdade e democracia, não é mesmo?

Alecs
Alecs
Reply to  Maurício.
10 meses atrás

Releia meu comentário. Em momento algum eu defendi a segunda guerra do Iraque. Se você, como a maioria da população brasileira, não tiver dificuldades em interpretar texto vai ver isso. Se não, está apenas tentando ajudar seu companheiro de ideologia a tentar refutar meu comentário de maneira ideológica. Pelo seu comentário “Prender por dar a opinião já seria de mais para um país que defende tanto e usa como bandeira a liberdade e democracia, não é mesmo?” Posso entender que você prefere ditadura à democracia? Se o que está escrito no livro são mentiras absurdas de uma ditadura você também… Read more »

Maurício.
Maurício.
Reply to  Alecs
10 meses atrás

Volta lá no início, no comentário do colega Cansado, ele indaga o por que de tal nome dado pelos russos para a invasão, e eu disse que era para ficar menos feio, tipo a “Operation Iraqi Freedom” dos também invasores americanos, pois o termo “Freedom” poderia iludir alguns incautos. Isso é verdade ou é mentira? Aí tu veio com o papo de ser preso por liberdade de opinião, comparando um país que todo mundo sabe que é uma ditadura com um país que todo mundo sabe que usa a bandeira da liberdade e democracia. Quanto a eu “preferir” e “defender”… Read more »

Alecs
Alecs
Reply to  Maurício.
10 meses atrás

Maurício., Não insinuei nada, tanto que o final da minha frase termina com interrogação. Concordo contigo com relação ao nome da operação parecer uma coisa boa para os leigos que não entendem nada de geopolítica e dos interesses das potências. Trump/EUA defender ditador saudita é uma canalhice total! A questão é que o WSilva tenta justificar uma coisa errada com outra coisa errada. A matéria é sobre um livro mentiroso feito a mando do governo russo para doutrinar jovens russos. Ele entrou com o assunto da invasão americana do Iraque. Os editores já pediram várias vezes para atermos nossos comentários… Read more »

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Cansado
10 meses atrás

Se for uma Guerra, o Kremlin por lei teria que fazer uma mobilização geral. A confiança do povo no mar de rosas vendido por seus líderes seria jogado pela janela e todos passariam à questionar o que anda realmente acontecendo para entrarem em guerra.

E o provavelmente a Rússia simplesmente não tem grana para fazer uma mobilização geral. Fazendo mobilizações parciais eles conseguem mobilizar pessoas de regiões mais distantes de grandes centros urbanos, deixando as elites contentes.

Portanto vão continuar chamando de ‘Operação Especial’ durante um bom tempo ainda.

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Leandro Costa
10 meses atrás

Pois é. E tem pelo menos uma incongruência aí na narrativa do Kremlin e na versão dela pra livro didático. Se a justificativa é “salvar o mundo”, por que limitar a “operação especial”? Corre-se o risco de não conseguir salvar o mundo de consequências mais drásticas, por falta de visão, ousadia e grandeza, limitando a uma mera “operação especial” (ou seja, de salvar o mundo da tal guerra nuclear – mas peraí, quem mais ameaça com respostas com armas nucleares é o Medvedev, então deveriam também atacar o sujeito pra salvar o mundo…). Mas até entendo. A Rússia de Putin… Read more »

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
10 meses atrás

Com sua permissão, vou usar o trecho “A Rússia de Putin é grande, macha, exalando tanta testosterona que já deve até ter mudado o pH do lago Baikal” em conversas que tiver com amigos de hoje em diante por ser absolutamente fantástica hehehehehehe

Mas é, isso me leva à crer que pensamento crítico não é exatamente uma das prioridades no sistema educacional Russo. Mas talvez, olhando à minha volta, apenas talvez eu esteja sendo o sujo falando do mal lavado.

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Leandro Costa
10 meses atrás

Eu autorizo hahahaha.
Mas só isso.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
10 meses atrás

Tá safo! Obrigado! Hehehehehe

Maurício.
Maurício.
Reply to  Leandro Costa
10 meses atrás

“Mas talvez, olhando à minha volta, apenas talvez eu esteja sendo o sujo falando do mal lavado.”

Leandro, tenho que concordar nesse ponto, a educação no nosso país está muito longe da ideal, nesse ponto somos os sujos falando dos mal lavados. Tem um canal no YouTube chamado Brasão de Armas, da uma olhada no último vídeo publicado, é um vídeo meio longo, mas dá uma olhada aos 11:45 do vídeo…😂 O vídeo é um vídeo resposta a um sujeito alienado.

AMX
AMX
Reply to  Cansado
10 meses atrás

É o mesmo que as muitas “revoltas internas” no período do Império, no Brasil: eram guerras, mais ou menos intensas. Mas, pra não fomentar ainda mais divisão, se convencionou chamá-las de revoltas.

Nativo
Nativo
Reply to  AMX
10 meses atrás

Perfeito! Apesar de uns defenderem uma monarquia padrão meiji do Japão, QUE JAMAIS TIVEMOS e nem passamos perto disso.

FlavioHMCO
FlavioHMCO
Reply to  Cansado
10 meses atrás

Questões legais dentro da própria Rússia

Bosco
Bosco
10 meses atrás

Mas se perguntar para alguns participantes da Trilogia são os EUA que têm o discurso bonitinho de defesa da democracia e levar a paz e a justiça mundo afora.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Bosco
10 meses atrás

Uma coisa não inválida a outra, assim como tem defensores do Stalin, tem defensores do Churchill…🤷🏻‍♂️

Cansado
Cansado
Reply to  Bosco
10 meses atrás

Tudo é relativo.
Alguns podem achar que isso é apenas “os russos exercendo a liberdade que o Tio Sam garante para o mundo”.
Afinal, liberdade também é poder ensinar o que quiser para as suas crianças, vide o movimento homeschooling.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Cansado
10 meses atrás

Homeschooling não significa que você pode ensinar o que quiser para suas crianças. Ainda precisa ensinar um currículo determinado para que a criança possa passar nas provas necessárias dadas pelo Estado para que seu diploma tenha qualquer valor.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Cansado
10 meses atrás

“vide o movimento homeschooling.”

Eu não faço a menor idéia de como é um livro de história das escolas americanas, mas agora me surgiu uma dúvida, será que nos livros consta que a guerra do Iraque de 2003 foi um erro no qual inventaram uma desculpa esfarrapada para poder justificar a invasão ou inventam a clássica desculpa de levar paz, liberdade e democracia? Realmente fiquei na dúvida…🤔

deadeye
deadeye
Reply to  Maurício.
10 meses atrás

História e Geografia não são matérias obrigatórias nos EUA

Humilde Brasileiro
Humilde Brasileiro
Reply to  deadeye
10 meses atrás
Satyricon
Satyricon
Reply to  deadeye
10 meses atrás

Acho que você se equivocou.
História Americana é mandatório para quem quer se graduar no ensino médio por lá

Maurício.
Maurício.
Reply to  deadeye
10 meses atrás

“História e Geografia não são matérias obrigatórias nos EUA.”

Eu quero saber como a história é contada nos livros, se falando a verdade ou se mentindo, simples assim.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Maurício.
10 meses atrás

Vou pesquisar sobre isso, Maurício, mas acredito que eles digam que sob o pretexto da existência de armas de destruição em massa, os EUA invadiram o Iraque. Provavelmente não vão, como um todo, fazer juízo de valor. Vão falar do contexto pós 11/09 e por aí vai. Mas até onde eu sei, os sindicatos dos professores de lá dos EUA não são exatamente simpáticos para como Tio W.

Jose
Jose
Reply to  Maurício.
10 meses atrás

Caro Maurício nunca espere encontrar a verdade nos livros sobre as guerras, afinal nesses livros só estarão as narrativas que interessam aos “vencedores”, é só se aprofundar sobre 2ª guerra e verá muita coisa que foi omitida/escondida dos livros de história.

bit_lascado
bit_lascado
Reply to  Bosco
10 meses atrás

Esse livro vai virar best-seller pra eles!

Jose
Jose
Reply to  bit_lascado
10 meses atrás

É bem provável…a popualçao russa repetindo parte da população alemã quando endeusava aquele lixo de ser chamado Hitler.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Jose
10 meses atrás

Endeusar “líderes” é normal, nem precisava ir para a Alemanha para dar o exemplo, no nosso Brasil tem dois “líderes” endeusados, fora os vassalos de cada lado, também endeusados…

Jose
Jose
Reply to  Maurício.
10 meses atrás

Verdade…infelizmente.

Bosco
Bosco
10 meses atrás

Os russos , assim como nós brasileiros, não são idiotas.
Acreditam em seres iluminados utilizando métodos “excepcionais” para deter malvadões nazistas e fascistas porque lhes é interessante.

Bosco
Bosco
Reply to  Bosco
10 meses atrás

Só isso? Os russos estão mentindo pouco então.
Aposto que na CN o índice de aprovação é de 99,99%

Maurício.
Maurício.
Reply to  Bosco
10 meses atrás

“O Governo de Vladimir Putin tem cerca de 70-80% de aprovação.”

Zero, sabemos que a Rússia é uma ditadura, não dá para confiar nesses números, e essa parada de aprovação não quer dizer muita coisa, em 2016 a Hillary teve uma aprovação maior da população americana, afinal, recebeu mais votos que o Trump, e mesmo assim não levou! Ou seja, esse negócio de “aprovação” é muito relativo…

MFB
MFB
10 meses atrás

Tudo para esconder a fracassada invasão da Ucrânia. Agora lutam uma medíocre guerra defensiva contra um país que nem sequer possui uma aviação minimamente decente. Patético.

Minha dúvida é se já estão se referindo a Putin como Führer no livrinho.

Satyricon
Satyricon
Reply to  MFB
10 meses atrás

O regime do Enxadrista assemelha-se mais e mais ao Reich, à cada dia que passa…

Terá o mesmo destino.

Jose
Jose
Reply to  Satyricon
10 meses atrás

Exatamente o mesmo destino.

Jose
Jose
Reply to  Jose
10 meses atrás

Caro homônimo a realidade dos fatos talvez não sejam condizentes com os seus desejos.

Jose
Jose
Reply to  Jose
10 meses atrás

A realidade é exatamente ao que o amigo acima escreveu. Só não vê assim que é pró Putin ou pró ditadura.

Jose
Jose
Reply to  Jose
10 meses atrás

Homônimo fazer afirmações sem conhecer pessoas ou os fatos certamente não é nenhum pouco inteligente e muito menos honesto.

Oleg
Oleg
10 meses atrás

EDITADO:
COMENTÁRIO BLOQUEADO DEVIDO AO USO DE MÚLTIPLOS NOMES DE USUÁRIO.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Oleg
10 meses atrás

Sua seleção de filmes realmente não era boa.

Nacionalista
Nacionalista
10 meses atrás

Não tá muito longe da verdade o livro não..

Heinz
Heinz
Reply to  Nacionalista
10 meses atrás

Hahaha, lutando pelo mundo livre!

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Heinz
10 meses atrás

Nāo, quem faz isso sāo os EUA, heróis que salvaram o mundo das terríveis armas nucleares de Saddam.

Heinz
Heinz
Reply to  Allan Lemos
10 meses atrás

verdade, assim como a Rùssia fez no Afeganistão, pra libertar o povo do regime opressor de pastores de ovelhas, na Georgia contra um povo que fez um extermínio de russos lá, e na Ucrânia que tinha laboratórios biológicos e estava desenvolvendo armas nucleares, e virando o 4° Reich Nazista.

Nuno Taboca
Nuno Taboca
Reply to  Nacionalista
10 meses atrás

Heil Putin!

E assim começa o endeusamento de um ditador insano, que desfilava de Lamborghini nas ruas de Mônaco, e agora manda jovens russos para serem dizimados a troco de nada. E tem gente aqui que baba ovo.

Nacionalista
Nacionalista
Reply to  Nuno Taboca
10 meses atrás

Dormiu na porta de quartel quantos dias ?

Magaren
Magaren
10 meses atrás

Ouvi falar que o Bings comprou 5 copias hahahah

Afonso Bebiano
Afonso Bebiano
10 meses atrás

Esse livro é novilíngua pura.
Inacreditável como uma ditadura ridícula e criminosa ainda encontra claque por aqui.

Jose
Jose
Reply to  Afonso Bebiano
10 meses atrás

Encontra e eles, ou ele, estão aos montes numa babação total.

Allan Lemos
Allan Lemos
10 meses atrás

Bacana, o povo russo deve muito ao Putin, é o melhor líder russo desde Alexandre II.

Profyler
Profyler
Reply to  Allan Lemos
10 meses atrás

as vezes meu detector de sarcasmo realmente não consegue distinguir…

Infantaria_leve_BiABR
Infantaria_leve_BiABR
Reply to  Allan Lemos
10 meses atrás

Que doença!

Jefferson Ferreira
Jefferson Ferreira
10 meses atrás

Olha vai ter que justificar tanta coisa… o pós guerra será duro para ambos os países… E oq vai ter de família russa sem seu ente querido

André
André
10 meses atrás

Atualmente a guerra de informação se tornou fundamental para que um país tenha sucesso militar no campo de batalha. Nem os russos e nem os ucranianos vão abrir mão dela!

Vitor
Vitor
10 meses atrás

Pois é…quanta hipocrisia da BBC fazendo contra ponto dos pontos de discórdia se de fato nos canais dos atlanticistas essas intenções já estão em curso a muito tempo.

George
George
Reply to  Vitor
10 meses atrás

E o que coce achou da mesma notícia divulgada pelo TASS?

BVR
BVR
10 meses atrás

Olha, das argumentações aquela que mais preocupou foi “provocar o fim da civilização”.

Pelo visto o Kremlin estaria disposto a apertar o botão nuclear. Resta saber se fariam/farão isso por risco de derrota em território ucraniano, ou em defesa de uma invasão do seu próprio.🤔🤔

Z Renato Vilhena Z
Z Renato Vilhena Z
10 meses atrás

Putin é a reencarnação de Tito Vespasiano, ele veio para destruir o vosso amado terceiro templo.

Satyricon
Satyricon
Reply to  Z Renato Vilhena Z
10 meses atrás

Tonho, é vc?

bit_lascado
bit_lascado
10 meses atrás

Se a Ucrânia tivesse aderido à aliança e depois “provocado um conflito na Crimeia ou em Donbass”, diz o manual, a Rússia teria sido forçada a travar uma guerra contra toda a aliança da Otan.

Aham, senta lá Vladimir, a OTAN ia servir pra Ucrânia a especialidade da casa, o famoso se fode aí.

AMX
AMX
10 meses atrás

O livro didático também está repleto de distorções e manipulações.”
Brasil está nessa direção já faz algum tempo.

casa nova
casa nova
10 meses atrás

EDITADO:
COMENTÁRIO BLOQUEADO DEVIDO AO USO DE MÚLTIPLOS NOMES DE USUÁRIO.

Heitor
Heitor
10 meses atrás

Gente lunática…

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
10 meses atrás

Quando a propaganda chega em um ponto ridículo desses, é sinal que a coisa está feia.

Felipe
Felipe
Reply to  Diego Tarses Cardoso
10 meses atrás

Qual a diferença de propaganda repleto de distorções e manipulações em um livro desses ou na grande midia (como no ocidente)?

Alecs
Alecs
10 meses atrás

E assim aparecem os Tonhos da Lua pela Rússia. Brincadeiras à parte, é impressionante como as ditaduras são dissimuladas e manipuladoras. Mas um dia a verdade sempre aparece.

Fabio Mayer
Fabio Mayer
10 meses atrás

Idi Amim Dada não faria melhor, apesar de ser um idiota completo!!! ahahahahahahaha

Rodrigo
Rodrigo
10 meses atrás

Dizem que vendeu bem no Brasil, xings comprou uma para cada Nick dele

Magaren
Magaren
Reply to  Rodrigo
10 meses atrás

hhahahahahah vai vender alguns milhões de copias

paulof
paulof
10 meses atrás

Provavelmente veremos o mesmo que ocorreu na Alemanha nazista a. com a educação científica ser transformada em uma educação para o Governo. Os conteúdos científicos ficaram contextualizados em situações de apoio ao nazismo e ideais antissemitas, que na Rússia deve ser antiocidental , mais curioso que toda elite dirigente tinha filhos (as) morando no que seria o inimigo pelos livros.

Kkce
Kkce
10 meses atrás

Essa parte da história russa será contada em livros de piada ao invés de livros de história. Mais uma pra coleção dos patetas do Kremlin.

glasquis7
10 meses atrás

É, se eu escreve-se um livro sobre a história, me descreveria como sendo mais conquistador que Marcoplo, mais forte que Hercules, mais pegador que Cavil, melhor que Pelé, mais rápido que Airton Senna, mais generoso que Gandhi… E por aí vai.

Moisés de Paula
Moisés de Paula
10 meses atrás

A Rússia é o único país do mundo que teve coragem de agir contra o império estadunidense. Está na hora de o mundo ter uma nova ordem mundial. Viva a Rússia!!!

AVISO DOS EDITORES:

5 – Não use o espaço de comentários como palanque para proselitismo político, ideológico, religioso, para praticar ou difundir posturas racistas, xenófobas, propagar ódio ou atacar seus desafetos. O espaço dos comentários é para debate civilizado, não para divulgação, propaganda ou interesses pessoais;

LEIA AS REGRAS DO BLOG:

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

KKce
KKce
Reply to  Moisés de Paula
10 meses atrás

Imagino o show de comédia que seria a Rússia como potência dominante. Mas ainda bem que a chance de isso acontecer é zero. Para desespero ou alegria de muitos os ~muricas~ continuarão por muito tempo nesse posto.

Machado
Machado
10 meses atrás

Parabéns a Rússia!!

George
George
Reply to  Machado
10 meses atrás

Foi aniversário?