Por Ruane Santos 

Brasília (DF), 09/08/2023 – O Ministério da Defesa em parceria com a Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (ABIMDE) promoveu, por meio da Secretaria de Produtos de Defesa (SEPROD), um encontro entre o Corpo Diplomático de Nações Amigas e representantes das empresas da Base Industrial de Defesa (BID) do Brasil. O evento aconteceu nesta quarta-feira (09), no Clube da Aeronáutica de Brasília, o Brazilian Defense Day Embaixadas, teve o objetivo de estreitar relações entre os países e as empresas brasileiras, criando oportunidades para comercialização de produtos, serviços e sistemas de defesa no exterior.

Estiveram presentes representantes de cerca de 50 países, entre estes; Áustria, Chile, Índia, Omã, Moçambique, Nigéria, República Tcheca e Zimbábue. Eles assistiram apresentações de 48 empresas brasileiras da BID, nos moldes de Pitch Competition, que significa exibir e defender o negócio para investidores. O evento também contou com a participação do Sindicato Nacional das Indústrias de Materiais de Defesa (SIMDE) e do Parque Tecnológico de São José dos Campos. Para a embaixadora da República Tcheca no Brasil, Pavla Havrlíková, o encontroé importante para desenvolver mais colaborações nas áreas de defesa e segurança entre os países. “As áreas prioritárias para desenvolver a colaboração entre o Brasil e a República Tcheca são exatamente a área da defesa, segurança e indústria aeroespacial. Esse evento é muito importante para conhecer melhor a estrutura brasileira, para conhecer as Forças Armadas Brasileira e saber mais das empresas ativas, que estão no mercado, na parte de indústria aeroespacial”, reforça.

Gerar proximidade entre as Embaixadas e as empresas nacionais, e um consequente aumento das exportações no setor industrial de defesa, foi o que motivou a SEPROD a realizar esse encontro. Na ocasião, o Secretário de Produtos de Defesa, Rui Chagas Mesquita, enfatizou que “o Brazilian Defense Day Embaixadas é uma iniciativa inédita e importante da SEPROD, totalmente alinhada com suas atribuições governamentais. A indústria de Defesa e Aeronáutica do país está sendo apresentada ao corpo diplomático das nações amigas, de maneira a contribuir para a internacionalização das empresas, tornando-as mais conhecidas no mercado exterior e proporcionando novas oportunidades de negócios para a nossa BID, o que tem potencial para gerar avanços econômicos e sociais para o país”, disse.

O presidente da ABIMDE, Roberto Gallo, comentou que o evento já é um sucesso e acredita que grandes negócios podem ser gerados. “Defesa, seja do ponto de vista de capacidade militar, seja do ponto de vista de indústria, é relacional. O relacionamento se constrói com presença, com continuidade, com transparência, e neste evento, a gente tem a oportunidade de junto às nações amigas, mostrar o que a indústria e a defesa têm a oferecer e, muitas vezes, o que tem a trabalhar juntos, com as indústrias de defesa dos países”, ressaltou.

DIVULGAÇÃO: Ministério da Defesa

Subscribe
Notify of
guest

3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Leandro Costa
Leandro Costa
11 meses atrás

Meu único problema com isso é ter sido uma iniciativa inédita. Eventos como esse devem ser feitos regularmente, então espero que exista uma continuidade, e espero que futuramente com mais países.

BVR
BVR
Reply to  Leandro Costa
11 meses atrás

Verdade Leandro Costa, pode ser um sinal de mudança de cultura empresarial também, e diplomática.

Enfim, que tenha sazonalidade e traga os resultados esperados.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
11 meses atrás

Eu nem leio mais, pois desde que acompanho Defesa o que se fez e faz de “encontros” nunca dá em nada, a BID fica sempre à mercê dos humores dos cortes de orçamento e descontinuidade de projetos. Segue a vida…