HONG KONG/PEQUIM (Reuters) – A China deve lançar um novo fundo de investimento apoiado pelo Estado que pretende levantar cerca de 40 bilhões de dólares para seu setor de semicondutores, disseram duas pessoas familiarizadas com o assunto, enquanto o país intensifica esforços para alcançar os EUA e outros rivais.

É provável que seja o maior dos três fundos lançados pelo Fundo de Investimento da Indústria de Circuitos Integrados da China, também conhecido como Grande Fundo.

A sua meta de 300 bilhões de yuans (41 bilhões de dólares) supera fundos semelhantes em 2014 e 2019, que, segundo relatórios do governo, angariaram 138,7 bilhões de yuans e 200 bilhões de yuans, respetivamente.

Uma das principais áreas de investimento será em equipamentos para fabricação de chips, disseram uma das duas pessoas e uma terceira pessoa familiarizada com o assunto.

O Presidente Xi Jinping há muito que sublinha a necessidade de a China alcançar a autossuficiência em semicondutores. Essa necessidade tornou-se ainda mais premente depois de Washington ter imposto uma série de medidas de controlo das exportações ao longo dos últimos dois anos, citando receios de que Pequim pudesse utilizar chips avançados para aumentar as suas capacidades militares.

Em outubro, os EUA lançaram um amplo pacote de sanções que cortou o acesso da China a equipamentos avançados de fabricação de chips e os aliados dos EUA, Japão e Holanda, tomaram medidas semelhantes.

O novo fundo foi aprovado pelas autoridades chinesas nos últimos meses, disseram duas pessoas.

O Ministério das Finanças da China planeja contribuir com 60 bilhões de yuans, disse uma pessoa. Outros contribuidores não puderam ser identificados imediatamente.

Todas as fontes não quiseram ser identificadas porque as discussões eram confidenciais.

O Gabinete de Informação do Conselho de Estado, que trata das consultas da imprensa em nome do governo, do Ministério das Finanças e do Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação, não respondeu imediatamente aos pedidos de comentários da Reuters.

FONTE: Reuters

Subscribe
Notify of
guest

31 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Wagner
Wagner
10 meses atrás

Não há desenvolvimento sem estado, isso é desde a Lei dos cercamentos, Revolução Gloriosa e Puritana. E América Latina ainda sonha com um setor privado para criar o “Mundo de Alice”.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Wagner
10 meses atrás

A realidade bate na porta dos “neoliberais tupiniquins” e “estado mínimo” todo dia, mas esse povo jura que a iniciativa privada BR vai investir em P&D por aqui….

DanielJr
DanielJr
Reply to  Willber Rodrigues
10 meses atrás

Cara, ninguém vai investir por aqui, nem a iniciativa privada e nem a pública. a quantidade de dinheiro necessário para fabricar esses chips é absurda, e a cada poucos anos toda a linha de produção precisa ser reformulada para fabricar novas gerações. Se o Brasil levar isso realmente a sério, não essa piada da CEITEC, o projeto todo vai afundar na primeira rodada de licitações. Até tudo estar em ordem o produto final vai ser obsoleto. Em duas gerações vai virar cabide de emprego e gente babando em contratos obscuros. A petrobras só é o que é hoje porque toda… Read more »

DanielJr
DanielJr
Reply to  DanielJr
10 meses atrás

Esqueci de outra coisa. Nunca que uma fábrica dessas de chips iria pra frente competindo com Intel e cia como funciona na China pq o mercado consumidor deles é absurdamente maior que o nosso, Não só em quantidade, mas também em qualidade.

Como exemplo, o salário médio das pessoas lá está maior que o nosso, um chip desses vão alimentar um celular topo de linha, que aqui no Brasil tem venda bastante limitada.

Underground
Underground
Reply to  Willber Rodrigues
10 meses atrás

Foi uma política liberal que livrou o Brasil da hiperinflação. Todas as tentativas de políticas econômicas intervencionistas fracassaram: Plano Cruzado, Curado II, Cruzeiro Novo, Collor, congelamento de preços, fechamento de mercados, caças aos bois, confisco de dinheiro. Lamentavelmente outras medidas saneativas que faziam parte do Plano Real, de modo a criar uma economia com mais liberdade econômica, foram abandonadas.

AMX
AMX
Reply to  Willber Rodrigues
10 meses atrás

Não vai, porque o Estado suga tudo e ainda quer mais.
Basta ver as novas taxações de ganhos.

Welington S.
Welington S.
Reply to  Wagner
10 meses atrás

Esquece a América Latina, cara. Esquece. Isso aqui, não vai pra frente. E a maior prova disso, é o famigerado MERCOSUL. É o que eu sempre digo. O Brasil deveria ter um projeto de Nação forte para nos desenvolver no que for necessário. Mas, infelizmente, tá difícil.

DanielJr
DanielJr
Reply to  Welington S.
10 meses atrás

O maior problema da América Latina é o vitimismo coletivo. A maioria dos lugares/países do mundo já foi alvo de guerras, destruição, saques etc. Com o passar do tempo eles se reerguem, vão tentando mudar as coisas.

Por aqui ainda ficam nessa de fomos roubados pelos europeus em 1500, 1600, 1700, 1800, agora somos roubados pelos EUA desde 1920. Daqui a pouco seremos roubados pelos chineses, e assim vai. Sempre terá o malvadão culpado pelas coisas que deram errado por aqui, nunca é quem já mora aqui.

Machado
Machado
Reply to  DanielJr
10 meses atrás

Maior problema do Brasil e América Latina são os quinta colunas vira latas. Tá cheio deles infiltrados nos seus respectivos países para sabotar o progresso.

AMX
AMX
Reply to  DanielJr
10 meses atrás

Excelente!!

AMX
AMX
Reply to  Welington S.
10 meses atrás

__________, você quis dizer.

COMENTÁRIO EDITADO. MANTENHA O BLOG LIMPO E NÃO USE O ESPAÇO DOS COMENTÁRIOS PRA PRATICAR XENOFOBIA.

PRIMEIRO AVISO.

LEIA AS REGRAS DO BLOG:

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

AMX
AMX
Reply to  AMX
10 meses atrás

Nossa…

Dagor Dagorath
Dagor Dagorath
Reply to  Wagner
10 meses atrás

Estado mínimo para a população em geral, porque para bancos e empresas em situação de insolvência por más práticas de gestão (cof, cof, corrupção, cof, cof) é Estado máximo.

Vitor
Vitor
Reply to  Wagner
10 meses atrás

Cuidado com a companheirada está de ” olho ” no dinheiro do estado .

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
10 meses atrás

“A sua meta de 300 bilhões de yuans (41 bilhões de dólares) supera fundos semelhantes em 2014 e 2019, que, segundo relatórios do governo, angariaram 138,7 bilhões de yuans e 200 bilhões de yuans, respetivamente.”

Já disse trocentas vezes. Qualquer tentativa dos EUA e Ocidente de tentarem boicotar a China em qualquer área simplesmente fará com que os chineses invistam o que for necessário pra que eles tenham auto-suficiência nessa área, diminuindo ainda mais as áreas em que o Ocidente pode “apertar” a China.

Eromaster
Eromaster
Reply to  Willber Rodrigues
10 meses atrás

Exatamente!. O que não falta pra eles é o dinheiro.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Eromaster
10 meses atrás

Dinheiro e gente qualificada.
A China todo ano forma centenas de engenheiros em universidades de ponta, que já tem emprego garantido em suas áreas de atuação.
Ao contrário daqui, que você se forma engenheiro, pra trab. de Uber ou telemarketing.

fjuliano
fjuliano
10 meses atrás

Quanto mais EUA e Cia ficarem impossibilitados de usarem a economia como arma de guerra de modo a destruírem países competidores ou não submissos, o mundo que quer crescer sem coleira agradece. Parabéns aos chineses.

Leo Rezende
Leo Rezende
Reply to  fjuliano
10 meses atrás

Chinês é tão bonzinho…

fjuliano
fjuliano
Reply to  Leo Rezende
10 meses atrás

Vc acha? Eu não.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
10 meses atrás

Trump tentou trazer empresas de tecnologia pra lá.
Mas a questão é:
Por qual motivo um Apple da vida, que já tem toda uma infra-esteutura de décadas montada na Ásia, próximo de centroa de fabricação de chips e qualquer componente que eles precisem pra seus peodutos a preços competitivos, iria deixar tudo isso pra ir pros EUA?

obi wan
obi wan
10 meses atrás

Uma das principais áreas de investimento será em equipamentos para fabricação de chips“? Acho que os leitores não deu atenção para esse detalhe! Que dizer que a China vai fabricar sua própria máquina de litografia?

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  obi wan
10 meses atrás

Sim.
Ou seja, menos uma forma do Ocidente boicotar a China.

WSilva
WSilva
Reply to  obi wan
10 meses atrás

”Que dizer que a China vai fabricar sua própria máquina de litografia?”

Máquina de litografia a China já tem mas não para 7nm, para isso a China usa as máquinas DUV da ASML, porém é sabido que a China já está investindo muito para alcançar autossuficiência nessa área embora seja mais complexa e demorada.

O fato é, não tem como duvidar da China.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  obi wan
10 meses atrás

já fabricam com a SMIC

Zezão
Zezão
10 meses atrás

Em 2018, a China identificou 35 tecnologias/produtos que poderiam estar sujeitos a pontos de estrangulamento. Ferramentas e materiais avançados para fabricação de chips foram incluídos nesta lista.  Até que ponto está a China preparada para a auto-suficiência? Uma resposta simples é “não muito”, apesar de a China ter feito alguns avanços na cadeia de abastecimento nacional. Contudo, no que diz respeito à substituição interna, a preparação está abaixo dos 5% na maioria das áreas até agora. Máquinas de litografia avançadas são um gargalo significativo na capacidade de fabricação de chips da China. Nesta área, a substituição interna é atualmente inferior a 1%. A ASM… Read more »

Cardoso
Cardoso
Reply to  Zezão
10 meses atrás

O livro: A guerra dos chips: A batalha pela tecnologia que move o mundo, detalha bem a complexidade de toda a cadeia de produção de chips e os motivos pelos quais ficou impossível para os Russos competir nesse mercado. Mesmo com toda criatividade possível, se não conseguir produzir um chip de ponta, está fadado a ter que desenvolver produtos usando tecnologia do século passado.

WSilva
WSilva
Reply to  Zezão
10 meses atrás

” As máquinas de litografia de imersão DUV, produzidas pela ASML e pela Nikon do Japão, provavelmente serão adicionadas à lista de restrições à exportação,” O prazo era 1 de setembro mas a ASML pode vender máquinas e outros equipamentos para a China até o final deste ano que por sua vez vai vez estocar ainda mais máquinas e equipamentos da ASML. ”as medidas de controle das exportações do Japão são interpretadas como tendo como alvo a China de uma forma mais sistémica e precisa do que as dos EUA” Essas medidas na verdade são dos EUA obrigando a Japão a… Read more »

india ocidente
10 meses atrás

A india e os estados unidos que inventou primeira o capitalismo . A china é capitalismo ou comunismo ?

BraZil
BraZil
10 meses atrás

Bom dia. E eu lendo isso e pensando: “grande fundo” é o do Brasil. Esse nunca seca…apesar do fundo partidário, fundo político, salários maiores no setor público que privado, jetons, propinas, superfaturamentos, gastos mal planejados…etc o dos Chineses é um “fundilho”, como diria mister Walcke.

AVISO DOS EDITORES: LEIA AS REGRAS DO BLOG.

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Carlos Campos
Carlos Campos
10 meses atrás

que partes das máquinas da ASML são feitas na coreia e taiwan? desconheço, e que máquina é essa que passaria o EUV da ASML, o japão estagnou nos 32nm em questão de EUV, enquanto a ASML junto dos coreanos estão pensando nos 3nm,