Um vídeo do campo de batalha que circulou durante a noite nas redes sociais parece mostrar a destruição de um Challenger 2 britânico na Ucrânia, que seria a primeira vez que um dos tanques seria destruído em combate.

Visível no início do vídeo, filmado de um carro tentando fugir do combate, o Challenger 2 está envolto em uma espessa fumaça cinza com seu característico tubo de canhão, embora não esteja claro o que causou a explosão que o destruiu.

Embora os especialistas tenham confirmado a identidade do tanque a partir do vídeo, não está claro exatamente quando e onde foi filmado, embora as vozes falem (e praguejem) em ucraniano, quando veem um segundo tanque imobilizado.

Nenhum Challenger 2 foi perdido em combate desde que foi implantado pela primeira vez em 1994, embora um tenha sido destruído num incidente de fogo amigo no Iraque em 2003, entretanto o recorde se deva em parte ao número relativamente pequeno de unidades construídas e à sua implantação pouco frequente.

A Grã-Bretanha doou 14 dos tanques à Ucrânia no início deste ano, como parte de um esforço europeu para fornecer tanques pesados ocidentais, mas até agora não estava claro se tinham sido fortemente utilizados na linha da frente.

Eles estavam ligados à 82ª Brigada de Assalto Aéreo da Ucrânia, com Kiev esperando mantê-los na reserva para explorar qualquer avanço na linha de frente. Mas a brigada foi lançada na batalha na importante frente de Zaporizhzhia, perto de Robotyne, em agosto, onde a Ucrânia disse no fim de semana ter rompido a primeira linha defensiva russa.

A Grã-Bretanha tem 213 tanques Challenger 2 restantes, depois de ter doado os 14 à Ucrânia, embora os deputados tenham sido informados em março de que 157 estavam disponíveis para operações. O único outro país que utiliza os tanques é Omã.

FONTE: The Guardian

Subscribe
Notify of
guest

109 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Algol
Algol
9 meses atrás

Eu nem tinha visto vídeos do Challenger 2 sendo usado em combate na Ucrânia ainda, acho que tô meio atrasado.
Agora aguenta o Xings!

deadeye
deadeye
Reply to  Algol
9 meses atrás

Isso pq a Ucrânia só usou 3 das 12 brigadas treinadas pela OTAN

Algol
Algol
Reply to  deadeye
9 meses atrás

E tem gente que fala que a Ucrânia já esgotou todas as suas forças em sua ofensiva.

Quirino
Quirino
Reply to  Algol
9 meses atrás

O que vai por fim a ofensiva ucraniana não vai ser o esgotamento da força de combate, vai ser a rasputitsa que esta batendo a porta (menos de 1 mes), quando ela chega a ofensiva ucraniana estará oficialmente terminada e sem realizar seus objetivos de liberta tokmak, mariupol e melitopol.
Parece que a OTAN vai ter que tirar mais 100 bilhões de bolso.

RPiletti
RPiletti
Reply to  Quirino
9 meses atrás

Rússia salva pelo gongo…

Quirino
Quirino
Reply to  RPiletti
9 meses atrás

É um jeito de ver isso, o outro jeito de ver é que os ucranianos tiverem 3 meses, o “melhor treinamento”, o “melhor equipamento”, dezenas de bilhões de dolares e não conseguiram nada, nem mesmo capturar tokmak que esta a 25km de distancia.
A OTAN deve estar tão orgulhosa, tenho certeza que depois desse fracasso gigantes eles terão o maio prazer do mundo em continuar ajudando os ucranianos.

fjuliano
fjuliano
Reply to  Quirino
9 meses atrás

Perfeito.

Jack
Jack
Reply to  Quirino
9 meses atrás

Rapaz, que comentário…resumiu tudo.

Nei
Nei
Reply to  Quirino
9 meses atrás

Mesmo papinho de sempre. Ucrânia isso, Ucrânia aquilo, vai congelar, vai atolar, mas quem está levando um pipoco é a Rússia nos últimos meses.
Claro que vai dificultar as operações, mas para ambos os lados.
E a OTAN, vai continuar ajudando, pois não quer a Rússia mais próxima de seus territórios.

Jack
Jack
Reply to  Nei
9 meses atrás

Olha se houve essa declaração…”“Não somos uma empresa delivery”, reclamou Ben Wallace.” Você deve ter informações que nem alguns países da aliança possuem.

Pragmatismo
Pragmatismo
Reply to  Algol
9 meses atrás

A própria CNN Portugal informa a utilização das brigadas da reservas estratégicas, caro. Qual seria a lógica da não utilização sendo que o tempo das chuvas está a chegar a a Ucrânia está longe dos objetivos da contraofensiva que é ofensiva?

Pragmatismo
Pragmatismo
Reply to  deadeye
9 meses atrás

Fonte?

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Algol
9 meses atrás

E o armata continua na garagem..

Maurício.
Maurício.
Reply to  Rodrigo
9 meses atrás
Heinz
Heinz
Reply to  Maurício.
9 meses atrás

Ué, não entendi qual a surpresa. Era óbvio que o Challenger ia ser destruído, avariado, ou qualquer outra coisa. Isso também vai ocorrer com o abrams se for pra linha de frente. Cite um único modelo de tanque russo que foi pra linha de frente e não foi destruído, não tem. Só o armata que não foi “ainda” mas se for colocado lá, vai virar alvo prioritário, assim como o Leopard, Challenger, Abrams, T90M, T80BV, T72B3

Maurício.
Maurício.
Reply to  Heinz
9 meses atrás

Na verdade, pela minha parte não tem surpresas nenhuma, zero surpresas, eu já sabia que essa ladainha que os tanques europeus eram quase que indestrutíveis era tudo baboseira, não passava de propaganda, como disse um colega aqui nos comentários, alguns estavam colocando uma espécie de aura nesses tanques, como se fossem mudar alguma coisa no TO, e isso não acontecia apenas nos comentários aqui no forte, mas em mídias como CNN, Reuters, The Guardian, e canais do YouTube, é só procurar na internet, mas a realidade dos fatos é bem diferente do catálogo do fabricante…

KKce
KKce
Reply to  Rodrigo
9 meses atrás

Elefante branco

Wagner
Wagner
9 meses atrás

Os carros de combates ocidentais agora enfrenta um combate de verdade.

fjuliano
fjuliano
Reply to  Wagner
9 meses atrás

Exato. Essa geração que comenta aqui, e eu estou entre eles porém sem compartilhar das mesmas ilusões, está tão acostumada a ver o puro glamour das tropas da OTAN passando por cima dos miseráveis militares iraquianos em 2003 e adiante, dos malucos de sandália e ak-47 no Afeganistão (obs: ambas guerras citadas não terminaram com final “feliz” de filmes de hollywood) que quando vêem suas ilusões quase que literalmente pegando fogo destruídas nos campos de batalha nessa guerra atual com os tanques ocidentais maravilhosos aniquilados, é um choque de corpo e alma. E não vou esquecer bem como muitos do… Read more »

Gerson Carvalho
Gerson Carvalho
Reply to  fjuliano
9 meses atrás

E a Russia ainda nem pegou pesado!!

rui mendes
rui mendes
Reply to  Gerson Carvalho
9 meses atrás

Pois não, pelo menos no que toca a ter coragem, já que tem muita garganta, falam tanto, então que ponham os T-90, T-14 Armata e T-80, para enfrentar os Leopardo 2A5, Leopardo 2A4, Challenger 2 e M1A1 e M1A2 Abrams, claro que com drones e munições vadias, não é nada demais pôr um mbt fora de combate, e já agora, como os Russos se esqueceram de dizer, esse tanque aí, salvou a tripulação, que saiu ilesa.

Werner
Werner
Reply to  Wagner
9 meses atrás

Só falta o Merkava,o Type 10 e o K2 .
Nada como uma guerra para calar muitos pseudoespecialistas que agem como torcedor e não com a realidade da guerra.

Neural
Neural
Reply to  Werner
9 meses atrás

Acho que aquele que usa um bonequinho de vidro hehhe esse dizia que era invencível o Challenger

Oráculo
Oráculo
Reply to  Werner
9 meses atrás

O Merkava já foi destruído na última guerra no sul do Líbano.

O Hezbollah tirou alguns de combate com IEDs e RPGs. E destruiu cerca de meia dúzia com os Kornets. Fizeram até troféus deles.

Já o Type 10 e o K2 ainda não tiveram seu “batismo de fogo”. E quando forem, cedo ou tarde viram estatísticas.

Não existe tanque que aguente um conflito com tantos ATGMs sendo lancados.

Munhoz
Munhoz
9 meses atrás

Tem tanta noticia de ambos os lados onde cada um tenta contar vantagem, porém a realidade que a gente esta vendo é a Russia desgastando a Ucrania, eu falo e ninguem acredita, isto é uma guerra entre oriente e ocidente, sendo que o oriente é conduzido por ditadores que tem a vantagem de controlar a midia e não passar por eleições, sendo que o ocidente já tem o rabo preso com isso, até agora a midia ocidental só replica a suposta vantagem ucraniana, eu penso que talvez os russos só estão esperando as eleições nos EUA para começar a partir… Read more »

Matheus
Matheus
9 meses atrás

O fato dos Challengers não terem “blow-out panels” e terem a munição de duas partes me faz pensar o porque eles consideraram usar isso. É praticamente um t-series Russo, só que o ocidental.

Quirino
Quirino
9 meses atrás

Bem, parece que os britânicos vão ter que mudar a descrição do challenger 2 agora que seu record de “tanque indestrutível” foi para as cucuias.
-Bradley checked,
-Leopards 2 checked,
-Challenger 2 checked,
-Abrams next.

sergio
sergio
Reply to  Quirino
9 meses atrás

Não esqueça que segundo Rumores !!!!!! a China ta doida por esses últimos principalmente por algumas “carcaças “

Bardini
Bardini
Reply to  Quirino
9 meses atrás

De indestrutível, só vai restar o Armata…

deadeye
deadeye
Reply to  Bardini
9 meses atrás

Rainha de garagem

Quirino
Quirino
Reply to  Bardini
9 meses atrás

Ate pisar na Ucrânia, a Ucrânia é um buraco negro de blindados, o que cai ali vira pó.

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  Quirino
9 meses atrás

Guerra de verdade

Welington S.
Welington S.
Reply to  Bardini
9 meses atrás

Não só o Armata como os tanques invisíveis que estavam na data comemorativa, dita por um General russo.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Bardini
9 meses atrás

Tu sabe muito bem que o Armata nem pronto está, mas vale usar ele para narrativas…

deadeye
deadeye
Reply to  Quirino
9 meses atrás
  • T-90 check;
  • T-80 check;
  • T-62/64 Check;
  • T-72 Check;
  • BMPT check;
  • T-55 check;
  • T-34 (next)
  • Moskva check;
  • S400 check;
  • Armata (mais morto que vivo)
Makarov
Makarov
Reply to  deadeye
9 meses atrás

Abrams Sauditas: Check
Leopard 2A4 Check
Challenger 2 Check
Bredley Check
AMX Check

As armas “insuperáveis” do Ocidente kkkkkkkkkkkkkkkk

Alexandre
Alexandre
Reply to  Makarov
9 meses atrás

Só completando:
Patriot ckeck
NASAMs Check
Leopard 1 check
Guepard check
Iris T check
Aspide check

Nei
Nei
Reply to  Alexandre
9 meses atrás

Patriot destruído? Onde?

Werner
Werner
Reply to  Makarov
9 meses atrás

Não esqueça do Patriot e futuramente F16.
Guerra é guerra,não existe equipamentos indestrutíveis dos 2 lados.

Mafix
Mafix
Reply to  Makarov
9 meses atrás

Ué o Abrams dos sauditas esta lutando pelo exercito ucraniano ? como é ?

Topol
Topol
Reply to  Makarov
9 meses atrás

Patriot : check
CV-90 check
Archer : check
Iris-T: Check
CAESAR 2 : check
HIMARS: check

rússia estourou vários hímens otanianos

Plinio Jr
Plinio Jr
Reply to  deadeye
9 meses atrás

Coloca o T-90M e todas as variantes modernizadas de T-80s,

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  deadeye
9 meses atrás

T90 novíssimo em umposto de gazolina americano check

Oplot
Oplot
Reply to  Quirino
9 meses atrás

Abrams já foi destruido em combate no Iraque e Yemen.

Magaren
Magaren
Reply to  Quirino
9 meses atrás

Unico indestrutivel é o T14 russo que nunca entrou em combate, até o dia que entrar kkkk

JHF
JHF
Reply to  Quirino
9 meses atrás

Quaisquer blindado que entrar naquela área vai sofrer baixa. Os russos foram espertos em não comprometer o Armata ainda com motor nada confiável na campanha. Por isso foi retirado do moedor de aço que virou o terreno intermediário entre as forças Ukranianos e Russas. A Ukrania vai chamar a serviço a força feminina. Um ponto de inflexão no final do verão. Imagino teremos mais um round desta carnificina para 2024. Todos aguardando os F16….. Não nutro especial esperança que o apoio dos F16 faça a diferença. Vai mexer alguma coisa no tabuleiro mas, imagino a Rússia tem alguma carta na… Read more »

rui mendes
rui mendes
Reply to  Quirino
9 meses atrás

Ui, destruiram meia dúzia de carros de combate e estão nas nuvens.

Werner
Werner
Reply to  rui mendes
9 meses atrás

Meia dúzia? Olha que foi muito mais,antes que tu digas fontes:TELEGRAM.
Ou as imagens são de tratores,de réplicas ,mas Fake não faz imagem de combatentes correndo desesperados.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
9 meses atrás

Acho engraçado o pessoal achar que um CC é indestrutível. Não existe isso e em uma guerra vai haver perdas, a questão é quantas serão ou se estão utilizando os CC de modo correto, com apoio de infantaria e não expondo os veículos em campo aberto de proteção nenhuma, aí já era, pode ser o melhor do mundo que vai embora.

Quirino
Quirino
Reply to  Marcelo Andrade
9 meses atrás

Vc esta certo, não existe equipamento indestrutível mas criaram uma áurea tão especial sobre os blindados ocidentais que tornou engraçado ver a realidade vir átona como uma bomba.
Quem ai se lembra das reportagens bizarras da CNN sobre o leopards 2 vai entender do que estou falando, do jeito que falavam pareciam que os “supers” blindados ocidentais iriam esmagar as linhas russas, a realidade no entanto é que, assim como os blindados russos, esses tanques mal chegam a linha de frente, normalmente são nocauteados quando estão a caminho da linha, normalmente por um drone, mina, artilharia, ATGM, etc..

Alexandre
Alexandre
Reply to  Quirino
9 meses atrás

Exatamente Quirino, os super blindados ocidentais não resistem as minas terrestres, bem como aos explosivos improvisados!
Estamos falando de coisas básicas que qualquer País faz. Até os rebeldes do Yemen são capazes de fabricar esses explosivos improvisados.
Aliás, os rebeldes do Yemen já derrubaram caças EF 2000 e caças F16, dentre outros meios aéreos já abatidos!

1neeo
1neeo
Reply to  Alexandre
9 meses atrás

Fosse tão fácil assim de destruir não seriam tão caros, isso depende de treinamento adequado também, caso contrário eles não estariam até ontem “invictos”

Maurício.
Maurício.
Reply to  1neeo
9 meses atrás

Como é que o challenger não estaria invicto, só tinha chutado cachorro morto até aqui!

Nei
Nei
Reply to  Maurício.
9 meses atrás

Lá vem o piadista! Se for pra chutar carrocho morto, o tanques russos também só fizeram isso.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Nei
9 meses atrás

Lá vem o choro! Os tanques russos também só chutam cachorro morto, tá bom assim? Tá satisfeitinho agora? Mas engole o choro porque a matéria agora está falando do challenger, simples assim.

rui mendes
rui mendes
Reply to  Maurício.
9 meses atrás

E continua igual, até agora os carros Russos não apareceram para combate.

Nei
Nei
Reply to  Quirino
9 meses atrás

Espera, nem todo mundo disse isso, sua opinião afirma que todos que não concordam com esse “roubo” de terras, acham que equipamentos ocidentais são supers-trunfos.

Vocês mesmos que criaram este rótulo.

Tu és um mero torcedor!

rui mendes
rui mendes
Reply to  Nei
9 meses atrás

Mesmo, eles é que se saiem com essas lorotas e depois ficam dizendo isso toda a hora kkkkkkkkkkkkk.

Quirino
Quirino
Reply to  Nei
9 meses atrás

“sua opinião afirma que todos que não concordam com esse “roubo” de terras, acham que equipamentos ocidentais são supers-trunfos.” Mostra onde eu disse isso? Eu disse que a MIDIA criou uma áurea sobre os blindados ocidentais. “Vocês mesmos que criaram este rótulo.” Negativo, a reportagem das mídias estão ai para provar o que eu digo, uma pesquisa rápida no youtube e vc acha varias reportagens super trunfo da mídia colocando os blindados ocidentais como milagrosos. “Tu és um mero torcedor!” Sou mesmo, não nego isso, eu não tenho nada contra os ucranianos mas para min, quanto mais a Rússia e… Read more »

Maurício.
Maurício.
Reply to  Marcelo Andrade
9 meses atrás

“a questão é quantas serão ou se estão utilizando os CC de modo correto, com apoio de infantaria e não expondo os veículos em campo aberto de proteção nenhuma.” Engraçado, quando se fala em Mig-29 a grande maioria do pessoal aqui da trilogia acha ele uma porcaria, mas quase ninguém diz que os Mig-29 abatidos tinham sistemas e armas inferiores, ninguém diz que os Mig-29 não tinham o devido e crucial apoio de aeronaves AEW, ninguém diz que as aeronaves da coalizão sempre estavam em maior número e sempre contando com apoio de aeronaves AEW, ninguém diz que os Mig-29… Read more »

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Maurício.
9 meses atrás

Sim, lembra da CRUZEX 2002 se não me engano? Nossos Mirage 3 abateram Mirages 2000 da França. Claro tudo era um exercício mas, sei que o esporro rolou na linha de voo francesa. A FAB tinha achado um ponto fraco. Como disse Maverick: “Não é o avião, é o piloto!”

Hcosta
Hcosta
Reply to  Marcelo Andrade
9 meses atrás

Já não é uma questão de ter a proteção de infantaria, algo que aconteceu no inicio com os grupos de combate Russos não terem os números de soldados planeados mas o uso de drones e artilharia em conjunto e/ou kamikaze.
Aí a infantaria não faz nada.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
9 meses atrás

Nichego novogo na pole boya, a contra ofensiva tabajara com as Wunderwaffen só ceifou a vida de muitos combatente ucras de forma catastrófica, o que o alto comando fez foi criminoso.

Jose
Jose
Reply to  Nilton L Junior
9 meses atrás

Ah sim…o que tem a ver com o tanque ?
No mais, e a Rússia fez o que ao invadir criminosamente um país soberano com desculpas tão ridículas ? Uma ato de liberdade e viva a paz ? Digno de pena vocês apaixonados pelo ditador russo e seus crimes.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Jose
9 meses atrás

Se acalme, ____________, a dor impede de analisar sem emoções esse argumento de invadir um pais soberano é retórica de quem esta apavorado, esses tanques assim como tudo que a nato vendeu para ucrania foi noticiado pela mídia otanicista como fator que desequilibraria a contra ofensiva a favor dos ucras, o problema de vocês torcedor é que confunde analise com base em fatos com sentimentalismo vítimista.

COMENTÁRIO EDITADO. MANTENHA O RESPEITO. LEIA AS REGRAS DO BLOG:

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Alexandre
Alexandre
Reply to  Jose
9 meses atrás

Honestidade intelectual é um pré requisito para qualquer crítica!

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
9 meses atrás

Se MBT’s com blindagem superior como Challenger estão comendo o pão que o diabo amassou, eu tenho dó de tripulantes de T-60 e Leo1….

Quirino
Quirino
Reply to  Willber Rodrigues
9 meses atrás

Qual a opinião de vcs sobre o Brasil e o leo1A5? vcs acham que deve substituir o mais rapido possivel ou deve esperar para ver o que vai ser do futuro dos mbts?
Parece que os drones kamikazes deixaram a situação dos mbts complicado.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Quirino
9 meses atrás

A questão não é se precisamos trocar ou não os Leo1 BR. A questão principal é que a logística pra ele acaba em curto prazo, e depois disso a gente vai ter que canibalizá-los pra tentar manter um n° cada vez menor de Leos operando. Eu tenho sérias dúvidas sobre o nível de prontidão e operacionalidade deles hoje, imagina quando o contrato com a KMW expirar. Mas aí esbarramos em qual seria o novo MBT pro Brasil, se vale mesmo a pena comprar MBT pro Brasil, eprincipalmente, qual o $$$ dessa brincadeira toda… E isso no meio de tantos outros… Read more »

RDX
RDX
Reply to  Willber Rodrigues
9 meses atrás

A disponibilidade já é baixa, o contrato acaba em 2027, salvo engano e os últimas peças alemãs estão reservadas para o esforço de guerra ucraniano. Falta pouco para o que sobrar dos Leopard 1 ter apenas valor como veículo cerimonial e de treinamento.

Já cansei de dizer qual é a solução: garimpar duas ou três centenas de Abrams e Bradley no deserto e fechar um contrato de modernização com a indústria estadunidense.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  RDX
9 meses atrás

O maior erro do EB foi não ter aproveitado o final dos anos 80 e começo dos 90 ( fim da Guerra Fria ) quando os países estavam se desfazendo de seus arsenais e passado a mão numa boa quantidade de Leo2 e Guepard. Hoje teríamos uma boa quantidade de Leo2 pra serem modernizados e aguentarem mais 30 anos, além de boa logística. Agora já era. Quem tinha ou “deu” pra Ucrânia, ou não abrem mão dele, não tem mais essa de “usado e em bom estado” pra venda. Se quiser, vai ter que ir “na concessionária” e comprar novo,… Read more »

RDX
RDX
Reply to  Willber Rodrigues
9 meses atrás

O EB cometeu 2 erros ao longo da história:
1. Ter comprado a sucata Leopard 1 BE em meados da década de 90. A melhor opção sempre foi padronizar com o M60A3. Nessa época existiam milhares de M60 disponíveis para aquisição. Muitos foram doados para nações amigas.

2. Ter comprado o Leopard 1A5 em vez do Leopard 2A4 em meados dos anos 2000. Algum general gênio não pensou 2 vezes em pegar o mais barato.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  RDX
9 meses atrás

É o mesmo nível de “jenialidade” do almirante que comprou o São Paulo a troco de pinga, mas achou caro o que os franceses pediram pra reformar ele e deixar ele “nos trinques”, e o alm. BR pensou que dava pra empurrar o São Paulo sem manutenção mesmo.
O resultado? Já sabemos…

JHF
JHF
Reply to  Quirino
9 meses atrás

Os Leo1 são MBTs totalmente superados. Vão sucumbir como moscas ao enfrentar drones modernos e baratos. Seria interessante acompanhar a evolução das contramedidas contra drones para incorporar o antes possível ao projeto do próximo escolhido pelo EB.

Neural
Neural
Reply to  Willber Rodrigues
9 meses atrás

Leopard 1 se for pra linha de frente vai dar pena, um simples RPG-7 destrói ele

RDX
RDX
Reply to  Neural
9 meses atrás

O impacto de um obus 152mm a 30 metros é suficiente.

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Neural
9 meses atrás

Até 30mm consegue perfurar os Leo1A5.

Maurício.
Maurício.
9 meses atrás

É, parece que o tanque que nunca tinha sido perdido em combate, que supostamente aguentava vários disparos de RPG e ATGM e “ficava praticamente intacto” não é tão resistente assim…

Neural
Neural
Reply to  Maurício.
9 meses atrás

Esse challenger 2 tá tão destruído que não dá para reparar não

Felipe
Felipe
Reply to  Neural
9 meses atrás

Calma, logo vão dizer que foi reparado e que a tripulação ficou totalmente salva graças a fodastica alienigina blindagem do Challenger e que na verdade ele não foi atingido pelos russo, e que sim foi um acidente onde ele se chocou com outro Challenger durante um abastecimento que resultou neste incendio.

Maurício.
Maurício.
9 meses atrás

Não estou entendendo uma coisa, o tanque que aparece no vídeo todo cheio de fumaça é o Challenger, mas tem um pessoal falando mais no Armata que nem pronto está do que no próprio Challenger…rsrsrs. Afinal, a matéria está falando do Challenger ou do Armata? 😂

Bosco
Reply to  Maurício.
9 meses atrás

Sua ingenuidade seletiva é muito interessante. rssss
Quanto ao Armata , diz aí pra gente o que falta pra ele ficar pronto porque desfilando ele já está há mais de 7 anos.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Bosco
9 meses atrás

“Sua ingenuidade seletiva é muito interessante. rssss”

Olha quem fala, o sujeito que é todo irônico e ingênuo quando fala do Kinzhal, que até agora ainda não superou o uso do tal míssil pelos russos…Rsrsrs.

Agora, desfile por desfile, até o nosso Osório desfila, dizem também que as armas nos desfiles da CN e Irã são todas maquetes, então desfile não significa nada. Mas responde aí Bosco, tu que realmente entende de armas, o Armata está ou não está pronto? Rsrsrs.

Bosco
Reply to  Maurício.
9 meses atrás

Tá! Agora não enrola e me diz o que falta para o Armata ficar pronto e ir fazer o que ele foi desenvolvido para fazer , que é ir para a guerra (além de participar de desfiles pomposos com a tripulação de pescoço esticado) . E até onde eu sei a Rússia está em guerra, e vale salientar, que contra um vizinho de fronteira cujo terreno é plano e altamente vulnerável ao assalto blindado com apoio aéreo , tipo “blitzkrieg”. E por falar em apoio aéreo, os russos estão utilizando isso ou também seus aviões de ataque e apoio aproximado… Read more »

Maurício.
Maurício.
Reply to  Bosco
9 meses atrás

Bosco, tu está meio perdido, dos tanques tu já está falando em aviões? Vamos voltar para o tema da matéria que é a destruição de um Challenger 2 inglês…😉

Vitor
Vitor
9 meses atrás

Lenços aos ianques

Maurício.
Maurício.
Reply to  Vitor
9 meses atrás

Nesse caso os lenços são para os súditos do rei…rsrsrs.

Fábio De Souza
Fábio De Souza
9 meses atrás

Indestrutível até enfrentar uma Guerra , de verdade contra uma Potencia Nuclear , que vem sendo diariamente , ridicularizada com matérias sensacionalistas e um Amor , incondicional por parte da imprensa . Que torce desesperadamente por uma vitória da Ucrânia , que já não tem mais reservistas , e enfrenta o exercito Russo , com mercenários de diversos países da OTAN. Infelizmente que sofre são o Povo Ucraniano , com essa Guerra financiada pela OTAN e EUA , o único caminho Plausível a esse conflito é a Diplomacia .

sergio
sergio
Reply to  Fábio De Souza
9 meses atrás

eu vi uma reportagem interessante aqui mesmo no site, que as redes sociais ajudaram a mascarar a real potencia do exercito Russo, o argumento do jornalista era que nos primeiros meses da guerra nos eramos tomador por vários videos de tanques Russos explodindo , torre ” entrando em orbita ” mais ele indaga que para cada tanque destruído quantos sobrevivem ? para cada javellin que atinge o alvo, quantos erraram ? esse tipo de exposição nas redes sociais onde as explosões e pirotecnias são compartilhados milhares de vezes, onde os Russos são maus e os ucras são bons teriam levado… Read more »

Werner
Werner
Reply to  sergio
9 meses atrás

Eu li uma muito interessante,a síndrome do Stormtrooper.

JHF
JHF
Reply to  sergio
9 meses atrás

Virou a especialidade d aguerra da Ukrania. “Parecer” que vai bem. Repetir poucos trunfos em redes sociais. Ahi a opinião (burra) pública pensa que está tudo indo bem por lá, sendo q a Rússia escolheu donde fazer as trincheiras e linhas de defesa. Só não divulgar o número obsceno de Umas mortos nas e vestidas bem modestas desta ofensiva. Fica difícil esconder os flagships queimando em campo e a falta de avanço no terreno real. Ahi tudo vai pelo ralo. Depois de 1.5 anos de muito circo midiático encontramos uma realidade incomoda. A Ukrania desaparece como estado funcional, continua sua… Read more »

Fábio De Souza
Fábio De Souza
Reply to  sergio
9 meses atrás

Olá Sergio , eu também li também a respeito desta matéria . O que é visível , nos meios de comunicação , é que eles escrevem e Publicam Matérias sensacionalistas , com o intuito de denegrir a imagem da Rússia. O que até no inicio do conflito funcionou , eu mesmo , confesso que acreditei em Muitas matérias da CNN , Poder Naval , Poder aéreo e Poder Terrestre , em que mostrava veículos Russos e tanques destruídos. Porém a gente vai percebendo que não á uma imparcialidade por Parte da Imprensa , quando eles não monstrão as percas do… Read more »

Felipe
Felipe
9 meses atrás

E não foi só um Challenger 2, houveram novas perdas de Leopard 2, CV90, Caesar e outros registrados pelo Oryx:

  • 7 Leopard 2A4
  • 9 Leopard 2A6
  • 1 Challenger 2
  • 4 AMX-10 RC(R)
  • 53 M2A2 Bradley ODS-SA
  • 3 CV9040C
  • 3 M1126 Stryker
  • 61 International M1224 MaxxPro
  • 8 Bushmaster Protected Mobility Vehicle
  • 26 Mastiff Protected Patrol
  • 21 Oshkosh M-ATV
  • 2 M1132 Stryker Engineering Squad Vehicle
  • 66 155mm M777A2 howitzer
  • 1 120mm М1064А3
  • 34 155mm M109A3/A4/A5/A6/L
  • 4 Caesar 6×6
  • 1 Caesar 8x
  • centenas de M113 e Hmmvv
  • etc

fonte: https://www.oryxspioenkop.com/2022/02/attack-on-europe-documenting-ukrainian.html

RDX
RDX
Reply to  Felipe
9 meses atrás

Blindados doados perdidos em combate (excluindo as versões especializadas):
84 tanques; 431 blindados e 123 HMMWV. Total: 638

Neural
Neural
Reply to  Felipe
9 meses atrás

Esse arsenal destruído ai é mais potente que o EB inteiro

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Neural
9 meses atrás

Nem todos foram destruídos, mtos foram danificados, mas podem voltar pro combate.

Werner
Werner
Reply to  Felipe
9 meses atrás

Não foram 6 dúzia como dizem.

Francisco Braz B. Ribeiro
Francisco Braz B. Ribeiro
9 meses atrás

Não sou especialista, mas acho que este tanque deve ter tido alguma pane e foi destruído pela própria guarnição para evitar captura. O testo sugere que havia fumaça saindo do cano, não vi nada disso. Muita fumaça saindo pelas escotilhas da torre, mas nada pelo cano.

JHF
JHF
Reply to  Francisco Braz B. Ribeiro
9 meses atrás

Repetido?

Felipe
Felipe
Reply to  Francisco Braz B. Ribeiro
9 meses atrás

Claro, sempre é um problema mecânico ou um acidente. Nunca são abatidos pelo inimigo. Esta é a tática midiatica da Otan desde a guerra do Vietnam.

Felipe
Felipe
9 meses atrás

Acredito que muitos mais Challenger 2 e outros foram já destruidos. Este Challenger 2 destruido teve a infelicidade de ter sido capturado sem querer por um soldado ticktoker ucraniano enquanto passava perto. Se não fosse isso, ninguem iria saber.

Felipe
Felipe
9 meses atrás

E as fontes ocidentais já informaram que foi um Lancet que destruiu o pobre Challenger… Como que com a maior blindagem do mundo, sucumbiu a um pequeno drone…

Wilson Look
Wilson Look
Reply to  Felipe
9 meses atrás

A explicação é muito simples, ao ponto de eu estar surpreso de ninguém ter falado disso.

Todos os MBTs, tem a sua blindagem mais forte na frente da torre e do chassi, a blindagem do topo tende a ser a mais fraca, se o drone fosse contra a frente do Challenger 2 pode ter certeza que no máximo alguns visores seriam danificados.

Essa guerra é a primeira em que os drones estão mostrando todo o seu potencial de mudar toda a dinâmica do campo de batalha.

DanielJr
DanielJr
Reply to  Felipe
9 meses atrás

A blindagem não tem a mesma espessura em todo o veículo, precisa analisar o local do impacto.

O Urutu é resistente ao disparo de 7,62mm NATO, mas no Haiti uma pessoa foi ferida dentro do veículo por um projétil desses. O projétil tocou o veículo exatamente na junção da chapa entre a carroceria e a porta, em um ângulo perfeito de forma que ele teve energia para penetrar ali e atingir alguém.

Glaison F.S.
Glaison F.S.
9 meses atrás

Pois olha só, parece que os indestrutíveis blindados ocidentais não estão tão soberbos como quando eram usados para colonizar países pobres. Agora enfrentando um inimigo soberano pela primeira vez o resultado está sendo diferente. Alguma surpresa?

Marcelo
Marcelo
9 meses atrás

Só não estão comentando que a torŕe não voou e que os quatro tripulantes sairam ilesos … para voltar a lutar em um futuro breve. Essa é a grande diferença dos tanques ocidentais. Tanques de guerra podem ser resistentes, mas não são indestrutíveis … porém podem ser repostos. Tripulações mortas … não.
https://www.thedrive.com/the-war-zone/ukraine-has-lost-its-first-challenger-2-tank-in-combat

Felipe
Felipe
Reply to  Marcelo
9 meses atrás

mimimi..queimou bonito e não sobrou nada.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Felipe
9 meses atrás

Esse Challenger 2 estava envolvido em uma operação de violação de defesa, uma das mais perigosas manobras de batalha. E quantos milhares de tanques russos ja foram destruídos pelos ucranianos e suas tripulações foram incineradas no momento da ejeção das torres? Triste realidade …

IvanF
IvanF
Reply to  Marcelo
9 meses atrás

Que bom que a tripulação sobreviveu, mas voltar… ACHO que esse aí não volta a operar mais não, heim! Mas é só achismo meu, por causa do fogo e tal…