No início desta manhã (14/9), as AFU conduziram um ataque a um complexo russo S-400 em Yevpatoriya, na Crimeia ocupada. O ataque lembra o ataque a um complexo S-400 em Olenivka, há algumas semanas.

Com base no que se pode perceber, o ataque começou com drones, possivelmente Bayraktar TB2, que dispararam mísseis e destruíram os radares do S-400. Uma vez que o alvo ficou “cego”, as AFU lançaram vários mísseis antinavio Neptune (que a Ucrânia informou recentemente ter convertido para uso contra alvos terrestres) e destruiu os lançadores.

A estratégia e a “mensagem” aqui são claras. As AFU estão sistematicamente desconstruindo a capacidade da Rússia para defender a Crimeia de ataques com mísseis e a informá-los de que o ataque de ontem em Sebastopol foi apenas o início de uma nova fase da guerra.

Isto tem enormes implicações que vão desde o “bloqueio russo do Mar Negro” aos carregamentos de cereais ucranianos até à posição negocial da Rússia no que diz respeito à reivindicação do controle dos territórios ilegalmente anexados.

FONTE: OSINT (Uri) @UKikaski

Subscribe
Notify of
guest

196 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mr.Guara
Mr.Guara
10 meses atrás

Preparação para a chegada dos F-16 ou dos Gripen?

Rodrigo Frizoni
Rodrigo Frizoni
Reply to  Mr.Guara
10 meses atrás

Ue ue, não falavam que o s-400 abatia até meteoro???

Mr.Guara
Mr.Guara
Reply to  Rodrigo Frizoni
10 meses atrás

Ue, talvez era so propaganda mesmo

Magaren
Magaren
Reply to  Mr.Guara
10 meses atrás

talvez não, certeza que era só isso

Bosco
Bosco
Reply to  Rodrigo Frizoni
10 meses atrás

Os mísseis russos jamais empregados eram considerados invencíveis.
Igual eu na luta de boxe, jamais perdi uma, inclusive na categoria dos pesados.

A6MZero
A6MZero
Reply to  Bosco
10 meses atrás

O impressionante mesmo são os meios utilizados o Bayraktar é um drone grande facilmente detectável, e neptune é um míssil anti-navio adaptado subsônico e não stealth, nenhum deles em tese seria uma grande ameaça para o S-400.

Realmente parece que o S-400 não é tão infalível assim.

Bosco
Bosco
Reply to  A6MZero
10 meses atrás

A6,
Eu comentei algo sobre isso em baixo. Depois você olha.
É por isso que uma IADS tem que ser em camadas, com vários sistemas diferentes integrados.
Quanto ao Neptune eles devem ter introduzido um sistema de navegação em baixa altitude sobre o solo (ele já tinha um sistema de radioaltímetro para utilizar sobre o mar num perfil sea-skimming) e isso dificulta as coisas para um sistema grande como o S400, com tempo de reação lento.

Luis H
Luis H
Reply to  A6MZero
10 meses atrás

misseis de cruzeiro são mais lentos, o q dá mais tempo hábil para identificar positivamente e se tomar a decisão de atacar, já o bayraktar é bem lento e deveria ser passível de interceptação, se não aconteceu seria interessante saber se essa bateria estava totalmente operacional na ocasião ou havia outro motivo para não conseguir se defender.

Heinz
Heinz
Reply to  Luis H
10 meses atrás

Mesmo assim, não tinha um mísero Pantsir pra cobrir uma bateria tão valiosa de S400?

Marinho
Marinho
Reply to  Luis H
10 meses atrás

Não dizem que : quando não vai na qualidade vai na quantidade, devem ter sacrificado os drones e alguns mísseis e numa dessa um míssel deve ter passado e acertado o sistema.

Groosp
Groosp
Reply to  A6MZero
10 meses atrás

Outras fontes estão dizendo que foram drones navais, S-200, HARM e Storm Shadow nessa sequência.

LucianoSR71
LucianoSR71
Reply to  Bosco
10 meses atrás

E garanto que jamais, em tempo algum, uma atriz de Hollywood disse não pra mim.

Luis H
Luis H
Reply to  Bosco
10 meses atrás

aposentadoria invicto é para poucos, só vc e o mickey rourke..sobre a matéria me parece q cada defesa aérea tem algum grau de eficácia especificamente para a ameaça que elas foram projetadas para combater, e apenas eventualmente se adaptam a outros cenários. me parece q os s400 focam em aeronaves e mísseis de cruzeiro com grande rcs e não tem muita capacidade de autodefesa para drones e misseis menores, devendo no caso ter cobertura de outro sistema focado nestas ameaças.

Munhoz
Munhoz
Reply to  Bosco
10 meses atrás

As vezes eu me pergunto como vcs analisam os dados ? É obvio que a Russia esta enfrentando diretamente a OTAN e não somente a Ucrania ! Nenhum sitema é infalivel, principalmente se vc conseguir neutralizar os radares. A contra ofensiva foi um fracasso, então é obvio que a Ucrania esta concentrando seus esforços junto com a OTAN para realizar ataques em outras frentes conseguindo algumas vitorias e desviando a atenção, até os propios analistas da OTAN sabem disso, vi isso na CNNPT hoje ! É obvio que a Ucrania não realizou este ataque sozinha ! É obvio que isto… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  Munhoz
10 meses atrás

Não há analistas da OTAN na CNNPT… O que há são ex-militares que decidiram ganhar a vida com clickbaits…

Quem nega que a OTAN ajuda a Ucrânia?
E na minha opinião peca por defeito. Já deviam ter no mínimo aviões AWACS’s a voarem no território Ucraniano.

Mas se estes sistemas foram desenhados para impedirem ataques da OTAN então não é por a OTAN estar a ajudar que justifica o seu fracasso.
Talvez o problema seja outro e a ausência da Força Aérea e da Marinha para complementarem as AA, entre outros fatores…

Munhoz
Munhoz
Reply to  Hcosta
10 meses atrás

O que vcs não entendem é que não existe sistema infalível. Vc ataca com vários drones, e mísseis voando rente ao solo, vc pode lançar alvos falsos, lançar mísseis anti radar etc Vcs acreditam que a Ucrânia com mísseis de fabricação nacional foi sozinha realizar este ataque??? É óbvio que isto é uma guerra de propaganda, esses mísseis se tiver só a carcaça fabricada na Ucrânia é muito! Esse ataque foi feito pela OTAN !! Isso aí é um ataque com objetivos políticos, visando tirar a atenção, o foco da fracassada contra ofensiva! A OTAN precisa disso para conseguir apoio… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  Munhoz
10 meses atrás

Obviamente que a propaganda é um instrumento essencial nas guerras.
Mas será que a sua indignação é porque desvia as atenções da ofensiva que ainda continua ou porque demonstra as fragilidades das Forças Russas?

E faz um duplo desvio, desviando as atenções para o suposto fracasso da ofensiva e voltando ao mesmo sítio, ou seja, para desviar as atenções de que esta guerra está, a cada dia que passa, a enfraquecer a Rússia?

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  Munhoz
10 meses atrás

Obviameeeeeeente.

Plinio Jr
Plinio Jr
Reply to  Munhoz
10 meses atrás

Tivesse enfrentando de fato a OTAN, a Rússia já teria sido expulsa da Ucrãnia … vc é um daqueles que fala os absurdos das armas russas….

Munhoz
Munhoz
Reply to  Plinio Jr
10 meses atrás

Em nenhum momento eu falei sobre armas russas infalíveis, leia direito os meus comentários, é exatamente o contrário, agora o que a maioria não entende é que está guerra é semelhante a guerra da Coreia e Vietnã, o pessoal compara com a guerra do Iraque que não tem nada a ver, para julgar o desempenho russo.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Munhoz
10 meses atrás

Não tem nada a ver com a 1ª guerra no Iraque devido ao desempenho Russo. Até as manobras estratégicas foram semelhantes com um eixo de ataque surpresa rápido em direção à capital em detrimento do esperado ataque a sul.

Plinio Jr
Plinio Jr
Reply to  Munhoz
10 meses atrás

Com tantos nicks que vc cria….o histórico é imenso,

Chovendo ataques na Criméia mostra que os ucranianos estão cada vez mais perto …ou seja , o fracasso que vc afirma não tem lógica…

Se a Otan está efetuando estes ataques é bem simples, basta os russos atacarem alvos da Otan, e porque não o fazem ?

Mictanos
Reply to  Bosco
10 meses atrás

Hahaha, perfeita comparação entre o equipamento russo e suas lutas de boxe Mestre Bosco!

LucianoSR71
LucianoSR71
Reply to  Rodrigo Frizoni
10 meses atrás

É verdade conseguem abater o Meteoro (Gloster Meteor) que voou na FAB até 1974. Desculpem, mas não resisti.

sergio
sergio
Reply to  Rodrigo Frizoni
10 meses atrás

Depende do tamanho do meteoro, um S-400 não foi feito para abater drones, isso e tarefa dos Pantsir, que, ao que tudo indica, não havia nenhum protegendo o complexo do S-400, cometeram o mesmo erro duas vezes, e pior, confirmaram ao mundo uma fraqueza do S400 ele vulnerável ao ataque de drones pequenos.

Brandão
Reply to  sergio
10 meses atrás

Russos estão bizonhando, deveriam usar as torres voadoras dos T 72 como defesa anti aérea, devem ser bem mais eficientes que esses S alguma coisa da vida.
kkkkkkkkkkkkkk

Rodrigo Frizoni
Rodrigo Frizoni
Reply to  Brandão
10 meses atrás

Ai humulhou kkk

_RR_
_RR_
Reply to  sergio
10 meses atrás

O S-400 tem uma família de mísseis que podem, em tese, engajar alvos aéreos de todo o tipo além de mísseis balísticos de curto alcance…

O Pantsir é um sistema complementar, pensado para prover defesa dentro da camada mais baixa. Em teoria, operando de forma coordenada com um radar de aquisição e com um centro de comando e controle, pode repelir um ataque de saturação… Ocorre que um ataque de saturação bem executado sempre vai permitir que algo passe…

Rodrigo Maçolla
Rodrigo Maçolla
Reply to  Mr.Guara
10 meses atrás

Segundo as últimas noticias é o F-16 né porque o Gripen é mais caro de operar do que o F-35A ……

nav762
nav762
10 meses atrás

Logo logo a Criméia volta para as mãos da Ucrânia.

Luis H
Luis H
Reply to  nav762
10 meses atrás

o bidê está cozinhando a guerra em fogo brando temperado com sangue ucraniano pra jogar pesado no ano q vem e ter vitórias para mostrar na corrida eleitoral. ele deve fazer o possível pra conseguir um grande avanço ucraniano ou, no melhor cenário, encaminhar a guerra para um final com derrota russa na véspera das eleições.

KKce
KKce
Reply to  Luis H
10 meses atrás

Quero ver a cara de vocês quando o Trump for eleito e a postura dos EUA em relação a esse conflito continuar a mesma. Antes torciam pro inverno europeu sem o gás russo fazer a maré virar a favor da Rússia. Não deu certo. Agora torcem para as eleições americanas.

Bosco
Bosco
Reply to  KKce
10 meses atrás

Antes torciam para o Biden por conta do homem laranja ser amigo do inominável, aí veio a guerra e agora torcem a favor do homem laranja pra ver se ele dá uma mãozinha pro Putin.
Vai entender esse relativismo.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Bosco
10 meses atrás

“Vai entender esse relativismo.”

O relativismo é normal, tinha um pessoal que nem reconhecia a vitória do Biden, hoje é capaz até de gostarem mais dele do que do Trump…rsrsrs Eu acho que essa guerra vai continuar a mesma ladainha, seja lá o presidente que os EUA tiverem.

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  KKce
10 meses atrás

Que fase hein…torcer pra Trump ganhar eleição americana para a Rússia ter um pouco de sossego…

Talisson
Talisson
Reply to  nav762
10 meses atrás

Qualquer um tem o direito de condenar a invasão russa na Ucrania. Mas não se pode ignorar o fato de que historicamente os russos dão mais valor a Crimeia do que a Moscou.

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  Talisson
10 meses atrás

????????!!!!!????

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Rui Mendes
10 meses atrás

Não sei… também não consegui imaginar de onde saiu isso.

Satyricon
Satyricon
Reply to  nav762
10 meses atrás

A “brincadeira” tá ficando cara demais, até mesmo para o Enxadrista.
A falta de noção do sujeito garantirá que só reste os T-34 e as armas nucleares no lado russo.

_RR_
_RR_
Reply to  Satyricon
10 meses atrás

T-34 eu não sei… mas soldados andando de Mosin Nagant já tem…

Marcos
Marcos
10 meses atrás

Navios e submarinos atingidos em seus portos, sistemas de defesa AA destruídos por misseis que deveriam ter sido interceptados, aviões atacados em suas bases; os vexames não param para o 2º maior exercito do mundo, não conseguiram nem destruir a F.A. Ucra. Exército russo vivia de fama anterior e seus oficiais viviam da corrupção, estão colhendo os resultados.

alaor
alaor
Reply to  Marcos
10 meses atrás

Com pouco mais do paus e pedras os afegãos expulsaram o maior exército do mundo de seu território, então não causará estranheza o fato dos ucranianios talvez fazerem o mesmo, sobretudo com o a

Bosco
Bosco
Reply to  alaor
10 meses atrás

Alaor,
Não foram os armamentos afegãos que “expulsaram” os americanos e sim a sua persistência oriunda da falta de vontade, por questões culturais milenares, em mudar.

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  alaor
10 meses atrás

A diferença é que no Afeganistão era uma guerra de guerrilha. Na Ucrânia a Rússia está perdendo uma guerra convencional.

pampapoker
pampapoker
Reply to  alaor
10 meses atrás

Não esqueça que eles também foram expulso pelos barbudinho nos anos 80.

PACRF
PACRF
Reply to  pampapoker
10 meses atrás

Lembrar que a derrota no Afeganistão foi o estopim para a dissolução da URSS.

KKce
KKce
Reply to  PACRF
10 meses atrás

Interessante lembrar também que os Soviéticos ao menos conseguiram derrubar o governo afegão logo no início da invasão. Já essa Rússia ai tentou o mesmo na Ucrânia, inclusive usando táticas iguais e tomou uma coça em Kiev.

Hcosta
Hcosta
Reply to  KKce
10 meses atrás

O governo Afegão, seu aliado, pediu ajuda à Rússia e os Russos aproveitaram e derrubaram o governo…

Magaren
Magaren
Reply to  alaor
10 meses atrás

Esses afegões invadiriam a russia atual com paus e pedras se venceram URSS e EUA kkk

Nickless
Nickless
10 meses atrás

Alguém explica como um drone do tamanho de uma van consegue destruir radares de um sistema que deveria detectar e destruir facilmente esse drone?

Kommander
Kommander
Reply to  Nickless
10 meses atrás

Não sei, mas se os ucranianos destruíram, automaticamente eu tenho que acreditar, mesmo que não tenha comprovação. Caso contrário, você é tratado como apoiador da Rússia.

Victor F
Victor F
Reply to  Kommander
10 meses atrás

Bom… quando alguém começa a duvidar de algo que existem provas cabais de que aconteceu (como a foto da destruição do S-400 que tem na matéria) não é mais uma questão de ser cético ou não mas se a pessoa tem ou não certos problemas…

Kommander
Kommander
Reply to  Victor F
10 meses atrás

O que mostra naquela foto? Exatamente nada! Ou você conseguiu ver a bateria destruída?

Victor F
Victor F
Reply to  Kommander
10 meses atrás

Se voce desconsiderar todas as marcas de incêndio nos locais onde antes estavam radares e lançadores, então é isso mesmo, não da pra ver nada.

É cada uma…

Jefferson B
Jefferson B
Reply to  Nickless
10 meses atrás

A explicação é fácil: o sistema é um Moskva…90% propaganda e 10% navio.

Victor F
Victor F
Reply to  Nickless
10 meses atrás

Segundo os Russos, ele detectaria até F-22…

Mas no mundo real, não detecta nem Bayraktar TB-2

Magaren
Magaren
Reply to  Victor F
10 meses atrás

Estão tomando atraso até de drones de papelão.

Segue o vexame!

Brandão
Reply to  Victor F
10 meses atrás

Antes eu temia os S 300 da Venezuela, agora tenho a firme convicção de que os ST e AMX são mais que suficientes.
kkkkkkkkkkkk

soldado imperial
soldado imperial
Reply to  Brandão
10 meses atrás

kkkkkk Resumo perfeito
Pode imprimir e por na parede no quadro de avisos da empresa.
eu assino embaixo

sergio
sergio
Reply to  Victor F
10 meses atrás

o Bayraktar TB-2 , não voa a não sei quantos mil metros de altitude, e tb não anda a não sei quantos mil km por horam o F-22 sim, então por isso ele derruba F-22 e Bayraktar TB-2 não.

Bradão
Reply to  sergio
10 meses atrás

Ué, usem igla, Tunguska, ou até mesmo estilingue, se tem como fazer, que façam….se não fazem são incompetentes, a verdade é que as defesas AAe do “Império Russo” estão se mostrando uma propaganda enganosa.
Deixem os S qualquer coisa pra defender o mundo contra um ataque alienígena!

Oráculo
Oráculo
Reply to  Nickless
10 meses atrás

Ataque de saturação.
Igual os Houthis fizeram com o Patriot na Arábia Saudita.

Mandam uns 40 drones menores pra “cansar” a defesa aérea e por fim os drones mais explosivos vem no fim pra fazer o serviço sujo.

Uma estratégia que destruiu os dois principais sistemas antiaéreos da atualidade.

Nickless
Nickless
Reply to  Oráculo
10 meses atrás

danificar um lançador que até hj não foi mostrada foto ou vídeo é muito diferente de destruir os radares e centros de comando e ainda alguns lançadores do complexo. com diversos videos e fotos mostrando.

Oráculo
Oráculo
Reply to  Nickless
10 meses atrás

Tanto no caso dos Houthis, quanto do Patriot em Kiev, os próprios americanos confirmaram a destruição de “partes do sistema”. Ou seja, foram atingidos, isso é fato.

Já esse S400 foi mais “em cheio” mesmo.

Mas daí é como um colega ali falou. Pelo jeito as camadas de proteção aérea russas não estão funcionando plenamente.

Não era pra um S400 ser responsável por combater enxames de drones.

Isso ou é incompetência ou falta de equipamentos, o que parece ser o caso.

Os russos se vangloriam do desempenho do Pantsir nessa guerra contra drones.
Mas cadê eles na Crimeia?

Brandão
Reply to  Oráculo
10 meses atrás

Isso mostra a total negligência (pra não dizer amadorismo) dos Generais Russos! É o básico do básico estudar as TTP usadas nos tempos atuais e tomar medidas ativas e passivas para neutralizar o ataque ou ao menos minimizar seus efeitos!!!

Hcosta
Hcosta
Reply to  Nickless
10 meses atrás

Muitas vezes estes ataques são mais complexos do que parecem. No ataque a Sevastopol alguns especulam que enviaram os S200 para ativarem as AA, os HARM para destruírem aos radares e em seguida os Storm Shadow.

Bosco
Bosco
Reply to  Hcosta
10 meses atrás

H,
Esse é o artigo que eu disse que ia postar naquele outro post sobre o ataque a Sevastopol.
Ele peca em alguns dados , baseados provavelmente nas informações superestimadas do desempenho dos mísseis russos (400 km… Mach 12…) , mas dá uma noção do tempo de reação de uma bateria S-400 e do Pantsir.
https://commons.erau.edu/cgi/viewcontent.cgi?article=1104&context=ijaaa

Hcosta
Hcosta
Reply to  Bosco
10 meses atrás

Obrigado pela sugestão.

sergio
sergio
Reply to  Nickless
10 meses atrás

Drones, são pequenos d+, voam baixo d+ e devagar d+ para serrem abatidos pelo S-400, só sob condições muito especificas, normalmente isso não acontece, a missão de abater esses drones e do pantsir, que aparentemente assim como da primeira vez, provavelmente não tinha nenhum em operação no sitio do S400

Bosco
Bosco
Reply to  sergio
10 meses atrás

Eu cansei de falar isso quando daquele episódio da refinaria saudita e que sequer sabíamos se havia uma bateria Patriot cobrindo a área da refinaria (depois se constatou que não havia), mas era como pregar no deserto. Agora, a realidade mal educada não pede licença e se mostra com toda sua clareza, se transformando num muro de pedras onde muitos quebram a cara. É o famoso “choque de realidade”. Será que vai ajudar? Duvido! Para aqueles que têm a mentira como método de ação tanto faz como tanto fez. Os Ss russos continuará a ser imbatíveis e o Patriot continuará… Read more »

Bosco
Bosco
Reply to  Bosco
10 meses atrás

Minha concordância nominal levou um tiro de Iskander…

sergio
sergio
Reply to  Bosco
10 meses atrás

Eu sei cara, acompanho vc desde a época do Vader, do Ivam o mapento, ETC. naquela época tinha umas figuras como o Dandolo bagueti ( lembra dele ele falava que ficou não sei quanto tempo em coma e acordou com um monte de ideias mirabolantes rsrsrsr) a questão e que antes avia discussão de ideias, agora temos torcidas,e infelizmente todo o bom senso se esvai.

RDX
RDX
Reply to  sergio
10 meses atrás

Tor e Pantsir cumprem o papel C-UAS em defesa dos sistemas S300 e S400.

sergio
sergio
Reply to  RDX
10 meses atrás

Sabe onde vamos poder tirara prova se isso e valido ou não, que sistemas de defesa AA de grande área são vulneráveis ao ataque de drones pequenos, em Israel !!!!
Eu aposto com vc que o hezbollah, esta comprando dodos os drones que consegue, ate de papelão rsrsrs.
Na minha opinião ate o Iron Dome vai ter problemas em breve!!!!!!!

Bosco
Bosco
Reply to  sergio
10 meses atrás

Sua percepção é muito boa.
O problema é que Israel é hoje um dos campeões em sistemas C-UAS , tanto do ponto de vista soft-kill quanto hard-kill (cinética e energia dirigida).
O Iron Dome não seria o mais indicado contra drones.
*Um sistema muito utilizado por Israel com potencial C-UAS é o sistema Machbet
comment image

Maurício.
Maurício.
Reply to  Bosco
10 meses atrás

Na minha opinião essa combinação de Stinger com o Vulcan é melhor que a apresntada pela SAAB para os Guarani, mas isso é conversa pra outra matéria.

Heinz
Heinz
Reply to  Maurício.
10 meses atrás

Seria excelente, pq não dá pra usar somente mísseis contra drones, tem que ter uma arma de maior repetição

RDX
RDX
Reply to  Bosco
10 meses atrás

Bosco, o Iron Dome já provou ser capaz de interceptar foguetes , drones e até balões de ar quente. Ou seja, ele é o principal sistema C-UAS e C-RAM de Israel.

Bosco
Bosco
Reply to  RDX
10 meses atrás

RDX,
Sem dúvida o Iron Dome tem potencial C-UAS mas UAS é um termo amplo.
Eu me refiro especificamente aos do grupo 2 (até 25 kg) e mesmo os do grupo 3 pesando menos de 100 kg.
Foram estes que me pareceu o Sergio citou como ameaça direta à Israel pelo hesbollah.
Lembro dos testes do Iron Dome contra drones , mas eram drones grandes.

Bosco
Bosco
Reply to  Bosco
10 meses atrás

E testes com drones muitas vezes é maquiado. O drone é próprio para alvo e pode ter seu RCS majorado.
Numa situação real acho mais difícil utilizarem como norma o Iron Dome contra um ataque de saturação de drones classe 3, como o Shahed 136.
O ideal aí seriam os israelenses utilizarem soft-kill e laser contra drones classe 2 e 3.
Os que são ossos duros de roer são os microdrones, classe I, com menos de 9 kg.

Jodreski
Jodreski
Reply to  Nickless
10 meses atrás

Amigo nenhum de nós tem cacife para responder isso. Afinal quantos de nós participaram dessa missão junto aos Ucranianos? Ineficiência do sistema russo? Informação vasada/comprada do sistema russo que permitiu conhecer suas “fraquezas”, há N guerras sendo travadas nesse momento e nem todas são ao estilo convencional, existe inteligência, espionagem, traidores e etc. Outra opção: os analistas ocidentais descobriram alguma maneira de jammear os radares russos via interferência eletrônica que poderia ou ser ser cedida pela própria OTAN. Fato é que jamais saberemos os detalhes, mas é importante lembrar que ao lado os Ucranianos estão os ocidentais e sua enorme… Read more »

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
10 meses atrás

Otan né? Que destruiu.

Oráculo
Oráculo
Reply to  Renato de Mello Machado
10 meses atrás

Em tese não.
Na prática ajudou muito.

A OTAN localizou os alvos e cedeu os drones/mísseis.

Mas quem destruiu foram os Ucranianos.
Ou seja, a OTAN “só” tem 2/3 de culpa no cartório…

Hcosta
Hcosta
Reply to  Oráculo
10 meses atrás

Os Ucranianos já fizeram ataques suficientes com drones para determinarem essas posições. E sem falar em espionagem e outras ações semelhantes…

Rodrigo Frizoni
Rodrigo Frizoni
Reply to  Renato de Mello Machado
10 meses atrás

O dia que a OTAN entrar na guerra, a rússia cai em 1 mes.

Oráculo
Oráculo
Reply to  Rodrigo Frizoni
10 meses atrás

O mundo acaba em um mês …

Maurício.
Maurício.
Reply to  Oráculo
10 meses atrás

O mundo não acabaria, mas em menos de um mês tudo ficaria com verdadeiro caos, em uma semana, no máximo.

KKce
KKce
Reply to  Rodrigo Frizoni
10 meses atrás

Em forças convencionais isso é um fato, qualquer pessoa sã da cabeça sabe disso. Mas também qualquer pessoa sabe que isso não ficaria só em meios convencionais…

Rodrigo Frizoni
Rodrigo Frizoni
Reply to  KKce
10 meses atrás

Será? India e Paquistão ja entraram em guerras varias vezes e nenhum usou arma nuclear.

KKce
KKce
Reply to  Rodrigo Frizoni
10 meses atrás

No caso Rússia x OTAN acredito que sim. E também acredito que justamente por esse motivo um conflito direto entre eles seja muitíssimo improvável acontecer. Fica só nesse confronto indireto como está sendo na Ucrânia e como também foi no Afeganistão e Vietnã.

Oráculo
Oráculo
Reply to  Renato de Mello Machado
10 meses atrás

Só pra mostrar o Modus Operandi da OTAN nesse tipo e ataque, vou postar um texto de um telegram russo, tradução pelo Telegram mesmo. “❗️🇷🇺🇺🇦 No contexto do ataque noturno combinado no Mar Negro e na Crimeia, é mais uma vez interessante avaliar as ações da inteligência da OTAN no período que antecedeu este ataque. Ontem, pelo menos seis aeronaves e drones da Força Aérea dos EUA e das Forças Aliadas da OTAN operaram sobre as águas do Mar Negro, desde AWACS e RTR (inclusive para localização de radares de defesa aérea) até reconhecimento eletrônico. E o UAV estratégico RQ-4B… Read more »

rodrigo
rodrigo
Reply to  Oráculo
10 meses atrás

beleza, mas o choro é livre…os aviões da Otan vão por seus territórios, nada demais…não vejo interferencia na guerra nisso…estão somente passeando

RPiletti
RPiletti
Reply to  Oráculo
10 meses atrás

Provavelmente o relato condiz com a realidade. A OTAN não se sente ameaçada e opera livre sobre o mar Negro, os russos estão em maus lençóis.

Bosco
Bosco
Reply to  Oráculo
10 meses atrás

Pois é!
É aquela história. A OTAN está lá convidada pela Ucrânia , já a Rússia está lá invadindo e lucrando com as terras invadidas dos ucranianos, o que tipifica “roubo”.
Isso me lembra algo….. Ah! lembrei! Me lembra a Síria!, onde os EUA não foram convidados para estar.

Oráculo
Oráculo
Reply to  Bosco
10 meses atrás

Que a Rússia é a errada na história, ninguém questiona. Putin cometeu o maior erro de sua história como líder russo invadindo a Ucrânia.

Mas que a OTAN está realizando uma guerra por procuração com os russos, isso fica cada dia mais evidente.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Renato de Mello Machado
10 meses atrás

Acho que não haveria mais fragatas ou outros navios Russos no Mar Negro se a OTAN enviasse toda a informação que possui para a Ucrânia.

Nuno Taboca
Nuno Taboca
Reply to  Renato de Mello Machado
10 meses atrás

Seguindo sua lógica, então se quem invadiu a Ucrânia foi O Irã e a Coreia do Norte?

Victor F
Victor F
10 meses atrás

Salvo engano, esse é o segundo sistema S-400 posto fora de ação na Crimeia… o Cobertor está ficando curto, Os Russos tinham aquelas plataformas de petróleo, as chamadas “Boiko Towers” que serviam como uma plataforma para vigilância, os Ucranianos retomaram elas pouco depois de terem nocauteado um S-400 no primeiro uso de um Neptune no modo Terra-Terra Isso provavelmente abriu caminho para os Su-24 atacarem Sevastopol e agora mais um S-400 é posto fora de ação. em breve a frota do mar negro vai ter que adotar a mesma politica da Força Aerea Russa e cobrir os navios com pneus… Read more »

Magaren
Magaren
Reply to  Victor F
10 meses atrás

Daqui a pouco os russos vão é enfiar os soldados no meio de pneus kkkk

Victor F
Victor F
Reply to  Magaren
10 meses atrás

Cobrir pessoas com pneus? pratica a muito utilizada no RJ…

Magaren
Magaren
Reply to  Victor F
10 meses atrás

ahahhahahah boa

Satyricon
Satyricon
Reply to  Victor F
10 meses atrás

Vai faltar pneu

KKce
KKce
Reply to  Victor F
10 meses atrás

Novo submarino russo, classe Pneuzovski

https://imgur.com/a/QhRCZpY

Marcelo Soares
Marcelo Soares
Reply to  KKce
10 meses atrás

kkkkkkkkkkkkk

deadeye
deadeye
10 meses atrás

Em tese o S-400 não foi feito para abater drones, porém o complexo deveria ser defendido pelo Pantsir… mas… os Russos não são competentes não.

Oráculo
Oráculo
Reply to  deadeye
10 meses atrás

Acho que quase todos os Pantsir da Rússia estão nas grandes cidades, pra combater ataques de drones.

Lembro que colocaram um até no telhado do Kremlin.

O Cobertor ficou curto.

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  deadeye
10 meses atrás

Apesar de não ter sido projetado com a missão de abater drones especificamente, vale lembrar que o TB2 não é um drone pequeno, tem uma envergadura maior do que a de um F-16. Para um sistema capaz de abater mísseis de cruzeiro e aeronaves, abater um TB2 não deveria ser uma missão tão difícil.

Bosco
Bosco
Reply to  Bruno Vinícius
10 meses atrás

Pois é! É a tal da calibragem. O TB2 deve ter um RCS pequeno apesar de não ser Stealth, mas voa a baixa velocidade e aí os russos não devem ter calibrado o radar ou ele não é capaz de ser calibrado facilmente para detectar alvos lentos. Mas pelo jeito o ataque foi de dia e mesmo não tendo um radar de vigilância competente cobrindo a área para dar o alerta, era para ter algum tipo de vigilância nem que fosse visual e de prontidão para tentar pelo menos com os mísseis Verba. E se brincar desde o início da… Read more »

Maurício.
Maurício.
Reply to  deadeye
10 meses atrás

Na minha opinião o Pantsir não é grandes coisas, na Síria ele sofreu muito, muitos foram destruídos por drones israelenses.

Bosco
Bosco
Reply to  Maurício.
10 meses atrás

A propaganda em torno do Pantsir é que ele é um sistema sobretudo, C-PGM, ou seja, contra bombas guiadas e mísseis antirradiação.
Essas armas têm velocidade supersônica. Talvez ele tenha dificuldade de ser calibrado para detectar alvos lentos.

Magaren
Magaren
10 meses atrás

Melhor para russia nesse momento é devolver a crimeia e pagar uma indenização gorda de guerra pelos prejuízos causados.

Vão sofrendo os golpes diariamente que a cada momento acerto algo diferente.

JHF
JHF
Reply to  Magaren
10 meses atrás

Ou dobrar a aposta. Se continuar aceitando ataque de saturação em S400 sem cobertura contra drone leve, vai ser fácil entrar no corpo a corpo se e quando a Ukrania chegar na Criméia.

Luis H
Luis H
Reply to  Magaren
10 meses atrás

melhor pra russia, sim, mas vai convencer o putin q o melhor pra russia é ele sumir do mapa e deixar o povo russo tentar se reerguer lambendo as feridas da guerra q ele fez questão de criar

Carlos Dias
Carlos Dias
10 meses atrás

Eu li alhures – logo no início da invasão – que o exército russo era mais poderoso até mesmo do que o dos EUA…
A esta altura, imagino que Putin deve se arrepender amargamente de ter iniciado a guerra e duvido muito que teria a iniciado se pudesse antever os desdobramentos. Hoje, não há saída simples para o Kremlin; se continuar a guerra, terá de suportar perdas importantes sem, contudo, ter a menor garantia de vitória.
Por outro lado, se ordenar a retirada da Ucrânia sem uma concessão importante – provavelmente os militares lhe darão um chá de polônio.

Jefferson B
Jefferson B
Reply to  Carlos Dias
10 meses atrás

A intenção da Rússia não era guerra, ele realmente achavam que iriam vencer em 1 semana, que não galeria resistência. O problema é que essa premissa não existiu e a guerra aconteceu.
A tragédia russa é exatamente não ter capacidade militar para enfrentar uma guerra e para piorar tem todo o problema do isolamento econômico, racismo, perseguição etc…a Rússia hoje é odiada por muita gente.
Um custo muito elevado em uma aposta perigosa, erro de cálculo e inocência.
Essa guerra está saindo de graça para a OTAN

Carlos Dias
Carlos Dias
Reply to  Jefferson B
10 meses atrás

Parece-me que o cenário mais provável para o Kremlin era esse mesmo.

A6MZero
A6MZero
10 meses atrás

Vai faltar pneus na Rússia se até os sistemas antiaéreos precisam dessa cobertura de defesa inovadora…

Brincadeiras aparte a capacidade ucraniana de avançar profundamente em território controlado pelo inimigo com drones, sem serem abatidos, demonstra ou muita capacidade ucraniana ou uma tremenda falha da defesa aérea russa.

JHF
JHF
Reply to  A6MZero
10 meses atrás

Vamos colocar na equação a capacidade de inteligência OTAN trabalhando para eles 24-7 e ainda algum fator ou fatores não mencionados por ambos os lados. Falta alguma coisa nessa história. Sempre tem alguma carta na manga não anunciada para uso posterior.

A6MZero
A6MZero
Reply to  JHF
10 meses atrás

Não sei se tem alguma carta na manga no caso russo, as defesas antiaéreas estão com cada vez mais brechas devido as perdas.

A necessidade parece ser grande já que os sistemas de defesa estacionados nas ilhas que a Rússia e o Japão disputam foram retirados e segundo os japoneses transferidos para uso na Ucrânia.

Ou seja o cobertor parece curto para cobrir todo o território…

Monarquista
Monarquista
10 meses atrás

Isso foi para enfraquecer economicamente a Otan e os atlanticistas. Assim, a Otan perdeu alguns milhares de dólares em mísses e drones. Tá certo que o S-400 custa bem mais, mas a economia russa é muito mais forte que dos 30 países de primeiro mundo da Otan.

Tá tudo conforme o plano. Puro xadrez 5D do homem que não para de trabalhar, o filho da dona Putin.

Profyler
Profyler
10 meses atrás

Nossa senhora, Vou pegar o guarda chuva pra choradeira dos pró russia kkkk

Felipe
Felipe
10 meses atrás

Juro que estou tentando procurar esta noticia em varias fontes, mas nem no liveuamap que é pro-ucrania está indicando que este S-400 foi destruido. Alguém pode postar outras fontes confiaveis desta noticia?

Magaren
Magaren
Reply to  Felipe
10 meses atrás

Concordo, só confio nas fontes que falam bem da Russia.

rodrigo
rodrigo
Reply to  Magaren
10 meses atrás

a regra é clara se for a favor da Russia é verdade, se for contra Russia é fake…

Nilson
Nilson
Reply to  Felipe
10 meses atrás

No liveuamap a notícia está assim: More than 15 explosions were reported near Yevpatoria this morning

Oráculo
Oráculo
Reply to  Felipe
10 meses atrás

Os canais Ucranianos no Telegram estão confirmando e comemorando.

Jefferson Ferreira
Jefferson Ferreira
10 meses atrás

Sinceramente ao que me parece é trabalho de sabotagem de grupos especiais da ucrania… as incursões aumentaram demais

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Jefferson Ferreira
10 meses atrás

Capaz russo fumando novamente.

Luis H
Luis H
10 meses atrás

afu fazendo jus ao nome. de novo.

Rodrigo Frizoni
Rodrigo Frizoni
10 meses atrás

Poucos estão vendo isso, mas a destruição dos sistemas antiareos da crimeia e a preferencia em destruir navios de desembarque russos, mostra que a Ucrania em breve vai derrubar definitivamente a ponte da crimeia. E sem a ponte e os navios para realizar a ligistica de suprimeitos, vai ficar inviavel para sustenatr as forças russas no eixo sul.

Jefferson B
Jefferson B
Reply to  Rodrigo Frizoni
10 meses atrás

É questão de tempo para essa ponte subir do mapa!

Maromba
Maromba
Reply to  Rodrigo Frizoni
10 meses atrás

Prevendo isso os russos implantaram armas nucleares táticas na Crimeia. Resta saber se terão coragem de utilizar (particularmente duvido) e se os ucranianos revidarão (a OTAN provavelmente irá fornecer nukes para a Ucrânia, se é que já não o fez). Pobre exército russo, uma vergonha com o que já foi no passado.

Rodrigo Frizoni
Rodrigo Frizoni
Reply to  Maromba
10 meses atrás

Se a rússia usar arma tatica, vai prejudicar muito as relações da russia com a china e isso vai fazer a OTAN entregar 10x mais armas pra Ucrania

Jefferson B.
Jefferson B.
Reply to  Maromba
10 meses atrás

E você acha mesmo que Putin é homem para usar armas nucleares contra o país vizinho? Aposto que não, a Rússia corre risco de desmembramento imediato com essa ação! A Rússia faria o óbvio: guerra total contra a Ucrânia, o que iria gerar causa interno na Rússia e certamente o fim da Ucrânia.

Cicero
Cicero
Reply to  Maromba
10 meses atrás

Caso Putin tente usar armas nucleares no território ucraniano, ele teria que explicar ao povo russo o porque de chuva sobre a Rússia (Moscou inclusive) se tornou radioativa.

Dá uma olhada nessa animação sobre o jet stream sobre a Europa, e para onde ela corre.

https://svs.gsfc.nasa.gov/4171

Muito vai para China, India e interior da própria Rússia. Será que a população russa e esses governos estrangeiros vão aceitar esse preço?

Abcs

RodrigoW
RodrigoW
Reply to  Rodrigo Frizoni
10 meses atrás

Pergunta sincera, se a ponte cair, pode ser o caso de Putin declarar formalmente guerra? Se sim, o que poderia acarretar com uma guerra total por parte da Rússia?

Hcosta
Hcosta
Reply to  RodrigoW
10 meses atrás

Putin é também um político. Tem eleições em breve e ainda não teve coragem em declarar uma mobilização geral, apenas em algumas regiões. O que a Rússia poderá fazer de diferente ou como uma guerra numa escala maior poderá alterar a situação? Não sei mas duvido muito que consiga ganhar a guerra. Será mais do mesmo. A Força Aérea irá aumentar os ataques? Arriscarão as perdas ou terão munições de longo alcance e de outros tipos para isso? A Marinha do Mar Negro está isolada e ainda tem recursos mais do que suficientes para atacarem mas continuam a serem irrelevantes.… Read more »

JHF
JHF
Reply to  Hcosta
10 meses atrás

A Rússia não precisa usar armas nucleares. Só precisa de um acidente nuclear na maior eletro-atomica da Europa. Cria uma área deserta de fronteira exatamente donde ela quer 100 km de separação com a Ukrania hoje em dia. Tenho certeza que a OTAN sabe desta posibilidad e por este motivo as coisas não são tão lineares como parecem.

Hcosta
Hcosta
Reply to  JHF
10 meses atrás

A Rússia quer lá uma zona de separação/tampão. Isso é propaganda para potenciarem a narrativa do inimigo externo e que só Putin os pode salvar. Um país com armas nucleares não precisa de uma zona desse tipo.

Qualquer guerra OTAN/Rússia implicaria, no mínimo, centenas de milhares de mortes e a ruína económica para ambos os lados.

Acredito que a OTAN acabaria por ganhar, devido à posição geográfica dos EUA e a sua produção industrial, ao bloqueio marítimo da Rússia, etc…

Orivaldo
Orivaldo
10 meses atrás

Imagina o que a Otan não faria com a Rússia. Da até dó

Bernardo
Bernardo
10 meses atrás

Estou começando a desconfiar que esse sistema não tem enquadramento para enxergar alvos pequenos.

KKce
KKce
10 meses atrás

Em 42 horas perderam 1 navio, 1 submarino e um hiper mega blaster S-400. Tudo isso pra um país operando drones baratos e meia dúzia de velhos caças soviéticos. E tem quem realmente acredite que os F-16 e os possíveis Gripens não farão diferença.

Nuno Taboca
Nuno Taboca
Reply to  KKce
10 meses atrás

Há 15 dias tb perderam outra bateria.

MGNVS
MGNVS
10 meses atrás

1º fato – um ataque da OTAN/EUA. Pois o ataque em si, tem todas as características de táticas usadas pelo Ocidente. A Ukrayna pode ter disparado as armas, mas esse foi claramente um ataque coordenado da OTAN. Duvido muito que a Ukrayna tenha inteligência situacional em tempo real para coordenar um ataque desses. Então, por mais que muitos aqui não aceitem, a Russia está sim enfrentando indiretamente a OTAN/EUA e não a Ukrayna 2º fato – incompetência russa, pois esse não é o primeiro e nem o segundo ataque bem-sucedido da OTAN/EUA/Ukrayna contra as forças de defesa russas. Já foram… Read more »

Nilton L Junior
Nilton L Junior
10 meses atrás

Os Khokhlovs são imbatíveis em photoshop

Heinz
Heinz
Reply to  Nilton L Junior
10 meses atrás

Verdade é fake news. Cabeça de ovo já deu 72 horas pra zelesnky se apresentar a sede.

IvanF
IvanF
10 meses atrás

Quando esse gráfico fala em “40 S-400”, são 40 sistemas completos com radar, comando, lançadores, etc., ou 40 lançadores? Porque 40 é uma quantidade bem considerável, não?

Os demais acredito que são sistemas autônomos, correto?

Monarquista
Monarquista
10 meses atrás

Pelo jeito doi navios classe “Vasily Bykov” foram atingidos faz 2h atrás.

EduardoSP
EduardoSP
10 meses atrás

Como diria o Milton Leite:
-Que faze!!!

Cansado
Cansado
10 meses atrás

A cada vez que eu vou acessar o Forte, antes de carregar o site no navegador já fico pensando “o que será que a Ucrânia explodiu hoje?”
Está vergonhoso.
O problema de encurralar a Rússia é que aumentam as chances dela fazer uso da sua última alternativa. Só que aí vai ser o fim para todos.

JHF
JHF
Reply to  Cansado
10 meses atrás

É muita fixação com isso de “pagar o prejuízo”…… Ultimamente a parte monetária está permeando muito comentário por aqui.

Nei
Nei
10 meses atrás

Mérito da Ucrânia, segue o baile!

Agora, cadê os apoaiadores do Putin, que não vejo em praticamente nenhum comentário abaixo?

Maurício.
Maurício.
Reply to  Nei
10 meses atrás

Isso é normal, na matéria onde o soldado ucrâniano disse que o treinamento da OTAN não era grandes coisas, o pessoal que é mais pró-OTAN também não deu as caras, apareceu só uns dois ou três, o resto tomou Doril…

Marcelo
Marcelo
Reply to  Maurício.
10 meses atrás

Na prática, parece que o treinamento da OTAN está sendo mais eficiente do que aquilo que foi relatado pelo suposto soldado ucraniano. Tanto que as “poderosas” linhas de defesa russas estão sendo fustigadas e violadas pelas forças ucranianas.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Marcelo
10 meses atrás

Tu foi um dos que não deu as caras por lá…😂 Tu falava tanto nas “bestas do ocidente” quanto se referia ao Leopard, Challenger 2 e Abrams, tu dizia que esses tanques mais o “treinamento padrão OTAN” seria um diferencial para os ucrânianos. Hoje sabemos que tanto o Leopard como o Challenger 2 não são tudo isso que tu afirmava, e que o tal “treinamento padrão OTAN” não passa de um treino básico de infantaria…🤦🏻‍♂️

Marcelo
Marcelo
Reply to  Maurício.
10 meses atrás

Confia …

Maurício.
Maurício.
Reply to  Marcelo
10 meses atrás

Marcelo, essa guerra está mostrando que não adianta só confiar…rsrsrs

Marcelo
Marcelo
Reply to  Maurício.
10 meses atrás

Os seguidos fracassos russos na Ucrânia confirmam isso … nenhum objetivo mi

Maurício.
Maurício.
10 meses atrás

Uma pergunta para os que entendem mais sobre sistemas de defesa aérea, a Rússia não está errando em deixar esses veículos muito perto uns dos outros? Pelo vídeo, na minha opinião eles deveriam estar mais afastados.

bjj
bjj
Reply to  Maurício.
10 meses atrás

Esses sistemas geralmente são protegidos por outros sistemas de curto alcance, como o Pantsir. Separar demais os lançadores do S-400 dificultaria essa cobertura. Além disso, manter os lançadores próximos permite a comunicação com o posto de comando por fio, o que é mais furtivo e seguro contra interferência eletrônica do que a comunicação via rádio, que seria utilizada no caso de um espaçamento maior entre os componentes da bateria.

Maurício.
Maurício.
Reply to  bjj
10 meses atrás

Obrigada pela resposta, eu não sabia que um dos motivos de estarem próximos era por causa da comunicação por fio, que em tese é mais segura.

Bosco
Bosco
Reply to  Maurício.
10 meses atrás

Em relação ao S-400 eu não sei, mas por exemplo, no sistema Patriot o radar , o posto de comando e o conjunto de antenas tem que ficar mais próximo do caminhão gerador de energia elétrica, porque são dependentes dele.
Já os lançadores são autônomos, produzem sua própria energia elétrica , são operados remotamente , sem tripulação, conectados via link de RF ou fibra ótica.
Esses podem ficar mais distantes.

paulof
paulof
10 meses atrás

Com esse, seriam dois S-400 destruídos em menos de 2 meses, não?

Nilson
Nilson
10 meses atrás

Alguém falou em os russos colocarem os radares em pontos mais altos, para terem maior alcance de detecção. Mas olhando o relevo da Crimeia, nota-se que esses locais onde foram atacados os S-400 são grandes planícies litorâneas, somente no sul da península é que há elevações. Ou seja, os radares ficam muito expostos a ataques vindos de baixa altitude. Ficam praticamente na primeira linha. Nessa situação, parece-me que os russos ou deslocam para lá aeronaves de vigilância ou levam os S400 mais para a retaguarda, diminuindo sua eficácia no Mar Negro e no interior da Ucrânia. Ou então, têm que… Read more »

Bosco
Bosco
Reply to  Nilson
10 meses atrás

Radares em pontos altos do relevo tem vantagens mas também traz desvantagens. Uma das maiores desvantagens é que ele fica mais exposto, como um farol brilhando, o que facilita para mísseis antirradiação, etc.
Muitas vezes radares podem ser melhor posicionados na encosta de uma monte ou montanha, voltado mais para uma direção específica, porque tem proteção dela.
Radares altos também aumentam o horizonte radar mas traz um maior nível de ruído de fundo.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Nilson
10 meses atrás

Não bastam as AA. Tem de ter caças a voar, AWACS’s, navios, etc… Quanto mais longe estiver a ameaça melhor.

Os radares ficam expostos mas também os mísseis que não podem usar o terreno para se esconderem. São muitos fatores a considerar…

Nilson
Nilson
Reply to  Hcosta
10 meses atrás

Sim, a melhor solução são os AWAC. Mas parece que por lá não tem em quantidade suficiente.

Marcelo
Marcelo
10 meses atrás

Com o uso de drones e mísseis de longo alcance, a Ucrânia está, sistematicamente, enfraquecendo os russos, tanto defensivamente quanto ofensivamente, na Criméia. Ao mesmo tempo, a contra ofensiva ucraniana vai rompendo as linhas defesivas e avançando em direção a Tokmak e Melitopol. Por outro lado, os pilotos ucranianos prosseguem seu treinamento nos F-16 e a Suécia já fala abertamente em doar Grippens. O tempo está contra a Rússia.

Marcelo
Marcelo
10 meses atrás

Por pouco tempo …

Marcelo
Marcelo
10 meses atrás

Lembro que a Rússia realocou sistemas S-400 da Síria para repor as perdas na Ucrânia.

Paulo
Paulo
10 meses atrás

Eu só dou risada da patética atuação russa nessa guerra…

Bispo
Bispo
10 meses atrás

Ataques mais “jogar para à plateia” tipo , “continuem nos apoiando, estamos nos portões de Stalingrado”, rs

Na área realmente quente , da guerra, aonde estão ambos os contentores.

O⃫T⃫A⃫N⃫ Ucrânia vs Rússia , já tem calendário para todos os meses de 2024.

Neural
Neural
Reply to  Bispo
10 meses atrás

Destruíram talvez um lançador e talvez algum container com equipamento embora só de pra ver uma fumaça distante, não significa nada. Um sistema como o S-400 é composto de várias baterias, radares, unidades de controle. Provavelmente continua operacional

Juarez
Juarez
Reply to  Neural
10 meses atrás

Se estivesse operacional, o ataque a Sevastopol poderia ter sido impedido.
Fato:
Caiu mais um mito da invencibilidade, imbatibilidade e “imbrochabilidade do S400,stick off The Galaxy.
O tempo, sempre ele

Neural
Neural
Reply to  Juarez
10 meses atrás

Abateram 7 dos 10 e mais alguns drones. Ataque de saturação sempre passa alguma coisa, basta ver quando a Rússia atacou os patriot de Kiev com o Khinzhal

Nei
Nei
Reply to  Neural
10 meses atrás

O invencível S-400 virou fumaça. Chega de torcer, foque na realidade, pois o seu “neural” está pifando ai.

Juarez
Juarez
Reply to  Neural
10 meses atrás

Olá Neural, ataque de saturação, algum vai passar, mas acho que quem pegou os demais foram TOR ou Pantsyr porque vinham lambendo o chão.
Agora, o mito do S 400 de ser impenetravel acabou.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Juarez
10 meses atrás

Alguns “mitos” estão conhecendo a guerra de verdade só agora, desde o “impenetrável” S400 até o “indestrutível” Challenger 2.

Neural
Neural
Reply to  Maurício.
10 meses atrás

O foco da S-400 seão mísseis balísticos e aviões de combate. Ataque de mísseis baixa altitude é com o pantsir e os Buk. O S-400 ali tá só de enfeite, porque a Ucrânia não tem mais míssil balístico, e também não aproxima os Su-24 a ponto de vierem alvos pro S-400

Nei
Nei
Reply to  Neural
10 meses atrás

kkkk.Mas a torcida é grande hein?

Está aí a imagem e continua negando!

Pobre alma.

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Bispo
10 meses atrás

Que eu saiba não está tendo Guerra na Ucrânia. Isso inclusive da cadeia mencionar

Bispo
Bispo
Reply to  Orivaldo
10 meses atrás

é uma questão de geolocalização, a cadeia…rs

Nei
Nei
Reply to  Bispo
10 meses atrás

Mas não é guerra, é Operação Especial, respeita as regras do pai PUTIN pô.

Rafael
Rafael
10 meses atrás

Agora a russia já perdeu a Crimeia. Só falta destruir mais algumas centenas dos sistemas S pra isso.

Nei
Nei
Reply to  Rafael
10 meses atrás

Se você diz que perdeu! Chora.

Rafael
Rafael
Reply to  Nei
10 meses atrás

Não entendi. Fui irônico com a notícia mas comentei a notícia.

Helio
Helio
10 meses atrás

Foi o fantasma de kiev que destruiu

Nei
Nei
Reply to  Helio
10 meses atrás

Foi Dimitry fumador!

Nuno Taboca
Nuno Taboca
10 meses atrás

O desespero bateu forte…

Sentiu.

soldado imperial
soldado imperial
10 meses atrás

Tá ficando feio pro Galtieri de Moscou….
A Russia só tem uma chance, chamar os Israelenses , abrir a carteira e falar: fala o que agente tem que fazer e o que usar e o que precisar comprar que seguiremos a receita a risca pra sairmos desta guerra de maneira menos vexatória possível.
Pronto falei……..

Bosco
Bosco
Reply to  soldado imperial
10 meses atrás

Rsss

Arthur
Arthur
10 meses atrás

Seguindo a linha editorial do blog: a guerra acabou; a Rússia perdeu…

Nilson
Nilson
Reply to  Arthur
10 meses atrás

Puxa vida, seu comentário foi bem apelativo. O que tem o blog mostrar que o lado mais fraco continua resistindo e ainda causando alguns danos ao lado mais forte? TIsso que é notícia. O fortão bater no fraquinho não é notícia… todos sabemos que essa é uma guerra de atrito, sabe-se lá quando um dos dois lados vai enfraquecer tanto a ponto de ter que entregar os pontos…

Nei
Nei
Reply to  Arthur
10 meses atrás

Está rumando para isso, só não enxerga, quem quer ficar de olhos fechados.

rfeng
rfeng
10 meses atrás

Segundo os Russos o sistema era um S300.

Marcelo
Marcelo
10 meses atrás

O radar do sistema S-400 Triunph foi destruido por um ataque de drones e logo após as baterias antiaéreas foram destruidas por mísseis Neptune versão terra-terra. A ação foi planejada de forma sistemática para liquidar o S-400.
https://www.thedrive.com/the-war-zone/ukraine-situation-report-kyiv-claims-it-knocked-out-s-400-in-crimea