Secretário da Defesa Lloyd Austin e general Brown viajam à Europa na próxima semana para avaliar mais ajuda à Ucrânia

44

WASHINGTON – O secretário da Defesa, Lloyd Austin, e o general da Força Aérea CQ Brown viajarão para a Europa na próxima semana para avaliar quais armas as tropas ucranianas precisam agora para combater as forças russas, à medida que os fundos do Pentágono usados para fornecer ajuda militar à Ucrânia começam a secar.

Austin e Brown, que foi confirmado recentemente como presidente do Estado-Maior Conjunto, partirão na terça-feira para ir à Bélgica para uma reunião do Grupo de Contato de Defesa da Ucrânia – uma coalizão de cerca de 50 países aliados que se reúnem regularmente para avaliar o que o país em apuros mais precisa para expulsar os russos do seu território.

“Eu sei que surgem perguntas: ‘Quanto tempo vai durar [a ajuda existente]?’” disse o brigadeiro general da Força Aérea Pat Ryder, principal porta-voz do Pentágono, na quinta-feira. “Tudo depende das necessidades mais urgentes de assistência de segurança da Ucrânia.”

“Temos financiamento suficiente para durar um pouco mais”, acrescentou. “Austin está singularmente focado em garantir que estamos trabalhando com a Ucrânia e nossos aliados e parceiros para conseguir o que precisam.”

A reunião do grupo de contato na quarta-feira será a primeira desde que o Congresso aprovou um projeto de lei de financiamento governamental temporário de 45 dias que não incluía nova ajuda militar à Ucrânia. O financiamento foi aprovado no fim de semana passado para evitar uma paralisação do governo, mas a ajuda foi retirada do acordo para que um número suficiente de republicanos votasse a favor.

O presidente Joe Biden e a maioria dos legisladores do Congresso concordam que é importante manter o fluxo de ajuda à Ucrânia, mas um grupo de republicanos de extrema direita na Câmara opõe-se a enviar mais ajuda.

“Se [o presidente russo Vladimir] Putin tiver sucesso na Ucrânia, ele não irá parar. Ele deixou isso claro anos atrás, quando disse que sua missão na vida… era recriar o Império Russo”, disse o senador Jack Reed, D-R.I., presidente do Comitê de Serviços Armados do Senado, na quarta-feira no plenário do Senado. “É irônico na história como os ditadores podem ser tão claros sobre o que querem fazer, mas ignorados pelas pessoas que deveriam enfrentá-los.”

Biden disse na quarta-feira que espera que mais ajuda chegue quando o Congresso finalmente autorizar um orçamento completo para 2024, mas acrescentou que está preocupado que o caos liderado pelo Partido Republicano na Câmara ainda possa apresentar obstáculos.

O controlador do Pentágono, Michael McCord, alertou na semana passada que o dinheiro relacionado com a Ucrânia está secando. Restam cerca de 5,4 bilhões de dólares para armas enviadas para a Ucrânia numa base de emergência e outros 1,6 bilhão para substituir armas retiradas dos stocks do Pentágono para a Ucrânia. Ele disse que não sobrou dinheiro na Iniciativa de Assistência à Segurança da Ucrânia, um fundo que adquire armas da indústria.

Outra opção que resta é a reprogramação do dinheiro, o que permite ao Pentágono redireccionar os fundos existentes para assuntos urgentes. Mas Ryder disse aos repórteres no Pentágono na quinta-feira que não é uma solução de longo prazo.

O Pentágono também desviou armas apreendidas pelos militares dos EUA para a Ucrânia. A Marinha interceptou em dezembro um carregamento de munição do Irã para os rebeldes Houthi no Iêmen. Esta semana, o Pentágono deu a munição aos ucranianos. No ano passado, a Marinha interceptou vários carregamentos semelhantes, incluindo um que apreendeu 2.100 AK-47 do Irã em Janeiro. Ainda não se sabe se os EUA poderão tentar enviar essas armas para a Ucrânia.

“Se faremos ou não [faremos isso de novo], resta saber”, disse Ryder.

As reuniões do Grupo de Contato de Defesa da Ucrânia são frequentemente seguidas de novos anúncios de pacotes de ajuda militar. A última parcela de armas, há duas semanas, incluía mísseis, artilharia e equipamento de defesa aérea avaliados em 325 milhões de dólares.

FONTE: Stars and Stripes

Subscribe
Notify of
guest

44 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
fjuliano
fjuliano
9 meses atrás

Ainda não vejo, com mais notoriedade apenas citações, notícias na grande mídia sobre algo tão ou mais importante que os rios de dinheiro secando e os montes de armas sumindo, e me refiro ao material humano utilizado pelo governo do boneco. Material humano cada vez ou velho demais ou novo demais, mulheres (com o devido respeito mas as limitações físicas são óbvias por favor) e até os “voluntários” estrangeiros já estão abandonando essa barca furada. “…à medida que os fundos do Pentágono usados para fornecer ajuda militar à Ucrânia começam a secar.” Enfim, é o começo do fim.

Ten Murphy
Ten Murphy
Reply to  fjuliano
9 meses atrás

Enfim, é o começo do fim. Estava indo bem até fazer essa afirmação ao final. Ela entra no campo da especulação. Não dá para saber a real situação de mão de obra ucraniana. Essas alegações e fotos de velhos e mulheres pode ser uma operação psicológica para levar os russos a pensar o mesmo que você pensou, já que já li que na contra-ofensiva estão usando apenas 1/3 das tropas treinadas, e os outros 2/3 estão aguardando para ou reforçar a linha de frente quando e se esta romper as linhas russas quanto para o caso dos russos invadirem novamente… Read more »

Rafael
Rafael
9 meses atrás

E ao mesmo tempo os títulos de dívida pública dos EUA estão em um momento de forte valorização…A fornalha gasta muita lenha, mas as árvores estão longe de acabar.

Felipe
Felipe
Reply to  Rafael
9 meses atrás

E inflação batendo recordes por lá, bolsa despencando. Parece que as sanções viram contra o feiticeiro.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Felipe
9 meses atrás

Nem se dá ao trabalho de confirmar o que diz?

Inflação nos EUA: 3,6%

Rafael
Rafael
Reply to  Hcosta
9 meses atrás

Estimativa de analistas para o payroll: 170.000 empregos.
Realidade: 336.000!

JapaSp Jantador
JapaSp Jantador
Reply to  Rafael
9 meses atrás

Economia americana batendo recordes de emprego, é um estado que funciona bem em tempos de guerra e caos. Forjado na dor e no sangue, no momento em que mais é necessário lá estará a bandeira americana bradando sobre o sol escaldante, invejável, Brasil nao aprende nunca seguir exemplo.

fjuliano
fjuliano
Reply to  JapaSp Jantador
9 meses atrás

“…forjado na dor e no sangue…” cara é exatamente pelos EUA ser, de longe, o império com a maior vantagem natural da história: dois oceanos o separando dos teatros de guerra e um vasto quintal com matérias primas e uma população completamente subserviente; que ele vingou no último século. É claro que sua capacidade industrial absurda e intocada lhe impulsionou, sua população capaz , mas dizer que é forjado na dor e sangue é surreal. O território continental dos EUA é imaculado, aquela população ama e glamoriza a guerra exatamente porque nunca soube o que os europeus e asiáticos sabem… Read more »

Bispo
Bispo
Reply to  JapaSp Jantador
9 meses atrás

Esqueceu um ponto importante 𝐨 𝐜𝐫𝐞𝐬𝐜𝐢𝐦𝐞𝐧𝐭𝐨 𝐚𝐦𝐞𝐫𝐢𝐜𝐚𝐧𝐨 é 𝐬𝐮𝐛𝐬𝐢𝐝𝐢𝐚𝐝𝐨 𝐩𝐨𝐫 𝐬𝐮𝐚 𝐝í𝐯𝐢𝐝𝐚 𝐢𝐦𝐩𝐚𝐠á𝐯𝐞𝐥, hoje oscilando na faixa dos U$33 trilhões com previsão de passar dos U$50 trilhões em 2030.

É o mesmo que falar que crédito é investimento, quando você o usa para farras. Ou pagar dívidas do cartão de crédito com outro cartão de crédito.

O PIB americano está sendo estimado em U$26 Trilhões para 2023.

Nativo
Nativo
Reply to  JapaSp Jantador
9 meses atrás

“Forjado na dor e sangue” nessa citação com certeza você inclui o sangue dos mexicanos e negros.

Underground
Underground
9 meses atrás

Assisti um vídeo da bbc com uma mãe ucraniana que está lutando na guerra.
– Deixei meus filhos com a filha mais velha. Estou lutando para libertar meu país dos russos. E ficará para meus filhos reconstruir meu país.
Parece que os ucranianos não estão lutando pelo “boneco”, mas pela sua própria liberdade.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Underground
9 meses atrás

A romântica propaganda ocidental sobre lutar na guerra. Hj vi um vídeo de ums 20 soldados ucranianos se rendendo. Só um alienado(a) vai se arriscar num terreno minado pra morrer como herói. Vem o inverno gelado e lamaçento pra dificultar mais ainda a vida dos ucranianos.

Jose
Jose
Reply to  LUIZ
9 meses atrás

Entendi. Defender sua terra natal torna o cara alienado. É surreal ler a insanidade aqui.

fjuliano
fjuliano
Reply to  Jose
9 meses atrás

Rapaiz, surreal é a ignorância e da torcida q vc faz parte. Primeiro: o “Underground” comentou “Parece que os ucranianos não estão lutando pelo “boneco”” e vem vc “Defender sua terra natal torna o cara alienado“, vou te contar um fato: existe e existia uma guerra civil nesse país desde 2014 e nesse exato momento milhares de ucranianos lutam do lado dos russos. O próprio golpe de 2013/14 não era apoiado pela maioria da população ucraniana, o separatismo derivou disso. E la vem vcs com lições de moral q na verdade, na melhor das hipóteses, é ignorância pura e simplesmente.

Hcosta
Hcosta
Reply to  fjuliano
9 meses atrás

E desde quando ser contra a revolução é a mesma coisa que apoiar Putin e uma guerra?

E como esses separatistas em semanas estavam melhor equipados do que os Ucranianos, compostos e comandados por muitos Russos?
Acho que até que a maior parte dos apoiantes de Putin/ditadores já nem usa esse “argumento” por ser tão evidente como essa guerra não era civil mas a primeira invasão.

Mas pelo menos já mudou os números. Antes eram milhões de Ucranianos que se iriam juntar ao exército de Putin.
Depois veio a realidade e aí disse que deviam todos morrer…

Nativo
Nativo
Reply to  fjuliano
9 meses atrás

Me perdoe o adendo, mas em 2014 a Rússia até tinha razão em apoiar a maioria de russos que moravam na Crimeia e donbass. Hoje atacando o território inteiro da Ucrânia não.

leonidas
leonidas
Reply to  Jose
9 meses atrás

Defender sua terra natal é uma honra, ocorre que como ocorreu no Vietnã onde soldados morriam para tomar colinas que depois da matança eram abandonadas e voltam a ser ponto vietcongue, esta guerra também é uma aventura absolutamente desnecessária. A Ucrânia dada a realidade geopolítica na qual esta inserida deveria ter desde o inicio declarado o Status de Neutralidade entre o Ocidente e a Rússia. Se feito houvesse invasão russa, a luta pela nação seria uma honra, mas como a guerra foi declarada para resguardar interesses norte americanos e não ucranianos morrer nesta guerra é algo infame. Entendo obviamente que… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Underground
9 meses atrás

Olá Under. Recomendo o filme “Mera coincidẽncia”, com Dustin Hofmann e Robert de Niro.

leonidas
leonidas
Reply to  Underground
9 meses atrás

Que absurdo ver uma mãe alienar sua prole em troca de uma guerra concebida por gente que esta milhares de quilômetros deles, e que desejam que a guerra acabe até o ultimo ucraniano. Essa guerra não é e nunca foi do interesse da ucrânia, mas ele se deixou levar pelo canto de sereia dos norte americanos e da Otan achando que realmente haveria intervenção do ocidente em caso de agressão russa. Os norte americanos sempre souberam que não iriam intervir diretamente no conflito mas esticaram a corda pois precisavam sancionar a Rússia e isso só seria possível caso houvesse a… Read more »

Ten Murphy
Ten Murphy
9 meses atrás

““Se [o presidente russo Vladimir] Putin tiver sucesso na Ucrânia, ele não irá parar. Ele deixou isso claro anos atrás, quando disse que sua missão na vida… era recriar o Império Russo”, disse o senador Jack Reed, D-R.I., presidente do Comitê de Serviços Armados do Senado, na quarta-feira no plenário do Senado.”

Ele disse?

Jefferson Ferreira
Jefferson Ferreira
9 meses atrás

Sinceramente o futuro da Ucrânia não é muito animador, principalmente pelo horizonte futuro da política americana. E o congresso americano já deixou isso bem claro!

Pit
Pit
Reply to  Jefferson Ferreira
9 meses atrás

Se for igual a Alemanha em que um lado prosperou e outro não, verdade, não é animador neh

BraZil
BraZil
9 meses atrás

“o que o país em apuros mais precisa para expulsar os russos do seu território”, que tal uns 500 Rambos? Pra começar, quem colocou o país em apuros foi a OTAN…Atirar com pólvora dos outros é bom…ou seja, fazer guerra com soldados de outra nacionalidade e ainda usando equipamento que vc vendeu é bom…mas ifica feio pra caramba…USA não é mais o mesmo…

JapaSp Jantador
JapaSp Jantador
Reply to  BraZil
9 meses atrás

Fala isso pros ucranianos vê se eles preferem ser cidadãos de Putin hahaha.

Hcosta
Hcosta
Reply to  JapaSp Jantador
9 meses atrás

Mas não foi pelas razão que deseja que fossem…

Hcosta
Hcosta
Reply to  Hcosta
9 meses atrás

Não, não podiam e foram para onde tinham família. E não porque apoiam Putin.

Realista
Realista
Reply to  Hcosta
9 meses atrás

Então o argumento do Putin de que a maioria são russos e a Ucrânia estava atacando população russa tá certinho né ?

Last edited 9 meses atrás by Realista
Hcosta
Hcosta
Reply to  Realista
9 meses atrás

Não, por ter família na Rússia não significa que são Russos e é de uma ignorância total (para usar as palavras do grande alucinado) atribuir a um grupo de pessoas um conjunto de características, neste caso, serem a favor de Putin/guerra.

E se quiser ir por aí, no Donbass, no máximo 40% da população, que se identifica de etnia Russa. Nem a maioria são.

Jose
Jose
Reply to  BraZil
9 meses atrás

PAssase o tempo e o memo papo furado de que quem colocou a Ucrânia nessa situação foi a OTAN, Quem colocou foi o ditador russo que iniciou A GUERRA pra roubar territorios de um país soberano e dizimar sua população. É essa a verdade, menos para os amantes do ditador, incluindo ai os russos tuoiniquins do 3º mundo…

Jose
Jose
Reply to  BraZil
9 meses atrás

*Passasse, digo passa-se.

BraZil
BraZil
9 meses atrás

“caos liderado pelo Partido Republicano na Câmara ainda possa apresentar obstáculos”. Seriam esses obstáculos por acaso, a oposição realizando seu legítimo papel de se impor contra o caos do governo? Os USA estão ruindo faz alguns anos, será que ninguém no Partido Democrata reconhece isso? Foram muitas administrações deles, desastrosas. Com 04 anos de pandemia no meio em que o breve governo tentou reverter o quadro caótico, tentando uma espécie de new deal 2.1, fracassado obviamente, mas sim, a política “América primeiro” seria a melhor coisa para eles agora, como foi nos anos 30, aliás, com um Democrata no poder…mas… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  BraZil
9 meses atrás

Desde quando não é America First?

A versão de Trump não é bem “America First” mas sim “America Alone and I Don’t Care” para além do racismo, xenofobia, autocracia, incompetência, etc…

E não percebo quais foram as administrações assim tão desastrosas dos Democratas, especialmente quando tem a presidência de Bush Jr. e de Trump nesses períodos…

Zenótico
Zenótico
9 meses atrás

“O Pentágono também desviou armas apreendidas pelos militares dos EUA para a Ucrânia. A Marinha interceptou em dezembro um carregamento de munição do Irã para os rebeldes Houthi no Iêmen.”

Alguem pode explicar sob que pretexto (já nem digo ‘com que direito’) os americanos interceptam navios estrangeiros em alto-mar e confiscam suas cargas ?

Hcosta
Hcosta
Reply to  Zenótico
9 meses atrás

https://en.wikipedia.org/wiki/Sanctions_against_Iran

Sanções de países individuais e da ONU.

Matheus
Matheus
Reply to  Zenótico
9 meses atrás

Pura pirataria, esse papo de “sanções” é pra boi dormir.
Se fosse isso navios Norte Coreanos estavam sendo apreendidos a rodo todo ano.

Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
Reply to  Zenótico
9 meses atrás

Porque não aparece nenhuma outra nação capaz de convence-los de que não são a polícia do mundo, apesar de muitos acreditarem que são.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Comte. Nogueira
9 meses atrás

Se não fosse o incidente na Somália, os EUA teriam intervindo no Ruanda?

Durante algum tempo, eles eram os únicos com capacidade para intervir. Hoje há outros, como a União Africana, mas a China e a Rússia não fazem nada, ou quase nada, para manutenção ou imposição da paz, a Rússia até pelo contrário.

Underground
Underground
Reply to  Comte. Nogueira
9 meses atrás

O problema não é o americano achar que é a Polícia do Mundo. O problema é que quando surge o problema, todos olham para o mesmo lado e querem que eles sejam a Polícia do Mundo.
E por que isso? Porque ser a Polícia do Mundo tem custo.

Cansado
Cansado
9 meses atrás

Imaginem se o secretário inventa de fazer aquelas visitas midiáticas nas quais “passeia nas ruas de Kiev” com o “comediante tocador de piano com os genitais” e o Putin resolve presenteá-los com uma chuva de drones explsivos?

ChinEs
ChinEs
9 meses atrás

2 Generais brilhantes que vão virar o curso da Guerra, tal como o Ike e o Patton fizeram na Europa na 2GM, agora temos Austin e Brown, parece que vai começar a contra-ofensiva.

Neural
Neural
Reply to  ChinEs
9 meses atrás

Segundo o Millitary SUmmary a Rússia anda testando as defesas Ucranianas em vários pontos, e tá preparando uma ofensiva de inverno. Vamos ver o que vai dar.

naval762
naval762
9 meses atrás

É a boa e vellha guerra de informação.

Fagundes
Fagundes
9 meses atrás

Fico imaginando se o pastor Matin Luther King tevesse tido a oportunidade de ver essa foto da matéria, um avanço civilizacional que os EUA tiveram.

suTERMINATOR
suTERMINATOR
9 meses atrás

Rússia tá muito quieta nesses últimos meses, acabaram os mísseis de cruzeiro ou se preparando para uma contraofensiva?