O Exército brasileiro aumentou para 130 o efetivo para o patrulhamento na fronteira com a Venezuela.

O Pelotão Especial de Fronteira de Pacaraima, em Roraima, que normalmente opera com 70 homens, ganhou o reforço de mais 60 militares.

A medida ocorre em meio as tensões por conta do território de Essequibo. O Brasil quer evitar que a Venezuela use o território brasileiro para avançar sobre a Guiana.

“Precisamos ter cuidado. É como se seu vizinho quisesse invadir outra casa usando a sua. O que não podemos permitir é que a Venezuela, querendo entrar na Guiana, use nosso território. Estamos atentos. A Defesa não vai permitir que use território brasileiro para outro país entrar em briga”, disse o ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, ao analista da CNN Caio Junqueira.

Neste domingo, haverá um referendo, convocado pelo presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, para que os cidadãos avaliem se apoiam que a Venezuela fique com uma área pertencente a Guiana chamada Essequibo. Uma das perguntas é se a população autoriza o governo a usar “todos os meios” para retomar a área, que ocupa quase dois terços da Guiana. O território tem reservas de petróleo.

Em nota, o Exército informou que as movimentações de tropas fazem parte do adestramento avançado da 1ª Brigada de Infantaria de Selva, visando manter a prontidão e eficiência operacional da Força Terrestre.

“A Brigada em Roraima segue realizando sua ação de presença naquela faixa de fronteira normalmente. O acréscimo de 60 militares na região de Pacaraima visa atender, em melhores condições, à missão de vigilância e proteção do território nacional”, informou a Força.

FONTE: CNN Brasil

SAIBA MAIS:

Petróleo no Mar da Guiana acirra disputa territorial com a Venezuela sobre a região de Essequibo

Aviões da Força Aérea Venezuelana exibem pintura reivindicando Essequibo

Subscribe
Notify of
guest

126 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mafix
Mafix
2 meses atrás

Pergunta aos leitores.

Em caso de uma tomada de parte ou todo territorio da Guiana em quanto tempo teremos bases americanas na Guiana e em Caracas ?

Lembrando que o Trump pode ganhar a eleição americana e ja disse que queria tomar o petroleo venezuelano.
(se duvida só pesquisar ai na internet)

Underground
Underground
Reply to  Mafix
2 meses atrás

Trump é um idiota. Segundo um General americano, parece uma criança de cinco anos. Fora isso, os EUA são (ou eram) o maior comprador do petróleo venezuelano.

Diego
Diego
Reply to  Underground
2 meses atrás

Pensava realmente que ele era idiota, mas hoje da pra ver a baderna que o mundo está, ele resolvia as coisas com palavras

Underground
Underground
Reply to  Diego
2 meses atrás

Quando a Rússia invadiu a Crimeia Trump era o Presidente.

Andre K
Andre K
Reply to  Underground
2 meses atrás

A Rússia invadiu e anexou a Crimeia em 2014. Trump iniciou o mandato em 2017.
Algo de errado não está certo na sua afirmação.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Andre K
2 meses atrás

A Russia nunca saiu da Criméia desde 1792. Que a frota de guerra do mar negro está estacionada lá.

Bruno
Bruno
Reply to  Underground
2 meses atrás

Cuidado. Você está propagando fake news.

Jadson S. Cabral
Jadson S. Cabral
Reply to  Diego
2 meses atrás

Resolveria sim, amiguinho… 2023, depois de todos os ocorridos, ainda tem gente que acredita em salvador da pátria. Pior, salvador do mundo!

Rick
Rick
Reply to  Diego
2 meses atrás

Concordo. Aquele esporro que ele deu nos alemães foi profético.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Diego
2 meses atrás

Outros com uma mesa e cerveja!!

Ciclope
Ciclope
Reply to  Diego
2 meses atrás

Resolveu muito com a Coreia do Norte! Kkkk

chris
chris
Reply to  Underground
2 meses atrás

Eu nao sei pq o pessoal se preocupa com o Trump… Sabe o cachorro que late demais, mas nao morde ?

Felipe
Felipe
Reply to  chris
2 meses atrás

Trump deixou claro que os EUA deveriam se preocupar com a disputa econômica com a China e não com a Rússia. Mas isso não agrada muita gente $$$$$

Abdu
Abdu
Reply to  Felipe
2 meses atrás

Trump saberia resolver, não temos mais lideres estratégicos, não se faz enfrentamento com diálogo. Lança um míssel tomahawk na cabeça e quero ver cair pra dentro.

Last edited 2 meses atrás by Abdu
Paulo Roberto
Paulo Roberto
Reply to  Felipe
2 meses atrás

Sim,há muitas pessoas poderosas dentro do “deep state”,que se arrepiam ao imaginar um Trump tendo relações amigáveis com a Rússia do Putin,e é esta a facção de poder que está ditando os rumos da política externa americana hoje em dia,por trás do Biden,e há aquela por trás do Trump,que preconizava uma aproximação com a Rússia,pra também evitar que esta caísse no colo da… China!

Edimur
Edimur
Reply to  chris
2 meses atrás

Sabemos temos um aqui no poder que só late mentiras e mais mentiras e o pior metade do País acredita nele kkkkkk

Felipe
Felipe
Reply to  Underground
2 meses atrás

Você pode xingar ele a vontade. Mas o fato é que ele tende a ganhar a próxima eleição americana. E todos militares que falaram mal dele são democratas…

Nonato
Nonato
Reply to  Underground
2 meses atrás

Sim. Brilhante e Biden incentivando a invasão por 2 milhões de ilegais por ano…
Maior inflação dos últimos 40 anos.
Números de sem teto explodindo.
Incentivo às drogas e à revolta racial.

Joao Motta
Joao Motta
Reply to  Nonato
2 meses atrás

Caro Nonato; Moro a 35 anos nos Estados Unidos e sou obrigado a concordar com voce; apenas um complemento a sua postagem e que tudo isso esta acontecendo na maioria das vezes em estados governados por Democratas.
O nome de Donald Trump esta cada vez mais forte aqui e tenho certeza que ele nao ira abaixar a cabeca para essa situacao ai.
Petroleo por petroleo, tenho certeza de que ele ira se alinhar a Guiana e comprara muito petroleo deles em troca de “protecao”.

Nailson Alves
Nailson Alves
Reply to  Underground
2 meses atrás

Mais que tá amigo, por isso mesmo que o resto de presidentes temiam. Por conta disso com ele não tinha conversa ele fazia sem pensar duas vezes…

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Underground
2 meses atrás

Mas quem tem o menor QI da história da presidência americana é Biden, ao contrário de Trump, que tem um dos mais altos.

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Mafix
2 meses atrás

Sinceramente, não tenho dúvidas de uma intervenção americana se o Maduro seguir adiante com sua ameaça. Historicamente, começar uma guerra faz bem para a popularidade dos presidentes americanos, Biden dificilmente deixaria passar a oportunidade de garantir sua reeleição.

Rafael
Rafael
Reply to  Bruno Vinícius
2 meses atrás

Ou talvez um forte embargo ao petróleo da Venezuela, apoiado por dezenas de países.
Em algumas semanas o país entraria em colapso.
Sem o dinheiro do petróleo a economia da Venezuela seria asfixiada e jogaria o país em uma convulsão social.
O Maduro cairia por si mesmo.

paulof
paulof
Reply to  Rafael
2 meses atrás

embargo não adianta nada, a pobreza só reforça o poder do Maduro por que a população depende dele.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  paulof
2 meses atrás

Embargo no curto prazo não faz diferença, mas no longo prazo pode causar problemas ao país embargado.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Rafael
2 meses atrás

Embargo não necessariamente adianta quando a estrutura polica nacional está tomada.

Se o país já entrou num processo de partilha dos bens publicos aos agentes politicos, administrativos e judiciais do Estado deixando a população a margem, estes atuarão na defesa e perenidade da situação pois alem de lucrarem com isto, já são cumplices do desvio…entendam que em uma ditadura, agentes do Governo seja de qual instancia foram, não moram em casa de 3 ou 5 comodos….

Faver
Faver
Reply to  Bruno Vinícius
2 meses atrás

Sim, os fatos convergem. Vontade do país do norte e as trapalhadas do ditador do sul. Tudo indica que vai sair algo deste imbroglio. O Brasil que fique quieto e proteja as suas fronteiras.

Elias E. Vargas
Elias E. Vargas
Reply to  Bruno Vinícius
2 meses atrás

Se alguém perguntar porque existe o problema de “Essequipo”, voltemos ao ano de 1899 quando em um Tribunal de Paris, os EUA representando a Venezuela (uma das partes) que não foi notificada apoiou o Reino Unido, que em 1966 reconheceu o tratado ser espurio e a questão se encontra pendente.
Diga-se de passagem na colonização norte-amewricana houve flagrante roubo das terras mexicanas, e na Guerra das Malvinas os EUA apoiaram mais uma vez o Reino Unido, contra nossotros “Los Cucarachas”

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Mafix
2 meses atrás

Não há como responder esta pergunta.

BERNARDO DE ANDRADE
BERNARDO DE ANDRADE
Reply to  Mafix
2 meses atrás

Mas rapá você lembrou de uma coisa muito importante, isso é verdade pura se fosse o Trump esse cara ai ja tinha caido na primeira ameação ou… ele teria ficado quietinho só esperando a deixa.

Nativo
Nativo
Reply to  BERNARDO DE ANDRADE
2 meses atrás

Trump não derrubou os Castro, o gordinho da Coreia do Norte, os barbudos do aiatola e nem mexeu com esse bigodudo palhaço. Pelo contrário é MAIS UM BOCARROTA plenamente a favor do ” CADA UM COM SEUS PROBLEMAS “.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Nativo
2 meses atrás

Olá Nativo. Primeiro, é um absurdo acharmos que qualquer presidente dos EUA possam derrubar presidentes ou governos de outros países. Isso já acontecei no passado e sempre deu errado.

Sobre Trump, seu governo tentou derrubar Maduro e colocar Guaidó em seu lugar. Fracassou.

Em 2018, Maduro sofreu um atentado que empregou drones kamikazes. 17 pessoas foram condenadas, incluindo um ex-deputado, trẽs militares, sendo um general, um coronel e um sargento, e outros 13 civis.

Nativo
Nativo
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Caríssimo se tentou e não deu certo é porque já não tem a velha competência.
E quanto ao absurdo de fazerem ou não estas coisitas. Só não fizeram nos moldes da Líbia, por que instabilidade eleva o preço do petróleo e aí deixam rolar.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Nativo
2 meses atrás

Caro Nativo. O governo Trump foi bastante incompetente em diversos assuntos. Concordo plenamente.

Eu ainda faço aquela conta simples que é preciso errar menos e acertar mais, porque errar todo governo sempre vai errar.

Um incompetente geralmente acerta e erra por sorte, chegando a uma taxa de sucesso de 50%. Ou seja, tanto faz. Se tivesse jogado papel-pedra-tesoura ara tomar uma decisão, teria tido o mesmo resultado.

Para um governo fracassar, é preciso uma escolha consciente da pior opção. Ai se chega a taxas de fracasso maiores que 50%.

Felipe
Felipe
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Maduro está com os dias contados se Trump voltar. E tudo indica que vai.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Felipe
2 meses atrás

Seria mais um grave erro da política externa dos EUA intervir (mais uma vez) na política interna dos países latino americanos.

Felipe
Felipe
Reply to  Nativo
2 meses atrás

Trump só não tirou o Maduro do poder por ser ano de eleição nos EUA quando deu aquele problema com a Colômbia.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Mafix
2 meses atrás

Antes mesmo da invasão vão começar a chegar. Os venezuelanos vão ter que preparar uma invasão, isso requer aumentar a concentração de tropas, convocar reservistas, preparar a logística, aumentar o estoque de munições e leva um tempo e assim que os venezuelanos começarem a fazer isso os americanos vão acelerar a preparação e o envio dos militares se a negociação para as bases já estiverem fechadas e se ainda estiveram sendo fechadas vão fechar logo o acordo para começar a enviar o mais rápido possível. Os americanos já devem estar preparando os planejamentos para essas bases e assim que os… Read more »

Zorann
Zorann
Reply to  Fabio Araujo
2 meses atrás

130 para monitorar a fronteira…. Que força fantástica!!

Demolidor
Demolidor
Reply to  Mafix
2 meses atrás

Trump não tem chance de voltar a Presidência o governo dele foi marcado por escândalos de corrupção e membros do governo dele presos por corrupção, e foi péssimo no combate a pandemia, o norte-americano não tem memória curta como o Brasileiro.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Demolidor
2 meses atrás

Oĺa D. Talvez tenha chances. As pesquisas mostram que ele tem uma grande intenção de votos, mas como o sistema eleitoral dos EUA é ruim, coisas imponderáveis acontecem.

Felipe
Felipe
Reply to  Demolidor
2 meses atrás

Você está muito desinformado. Durante o governo dele economicamente os EUA estava indo muito bem até a pandemia.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Felipe
2 meses atrás

Caro. A Tchecoslováquia também ia bem até o tratado de Munique.

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Demolidor
2 meses atrás

E vale lembrar também que – até a eleição – é bem provável que ele já tenha sido condenado em algum dos processos criminais contra ele. Difícil de acreditar que os americanos elegeriam um criminoso condenado.

chris
chris
Reply to  Mafix
2 meses atrás

Ja imaginou isso ? Portugal fazendo um referendo la… Perguntando se o Brasil eh deles?

Eu so espero que os EUA intervenham desta vez… Não pela Ucrânia.. Pela Guiana… Mas por pararem com essa onda de invasões… Um dia, pode ser nos e foi assim que começou a 2a guerra mundial e seus milhões de mortos !

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  chris
2 meses atrás

Caro. Ainda que pareça estranho fazerem um referendo destes agora, visto que o Rei de Portugal reconheceu a independência do Brasil em 1825, o que custou 2 milhões de libras, que o governo brasileiro tomou emprestado da Inglaterra, talvez o rei português pudesse ter consultado a população portuguesa se concordava com a sua decisão Outra situação curiosa foi o tratado entre as 13 colônias e a Inglaterra que reconhecia a independência dos EUA. A historia do Acre parece mais curiosa, que era ocupada por brasileiros ainda que pertencesse á Bolívia. O Peru chegou a contestar o tratado entre os dois… Read more »

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

O amigo Camargoer deixou de oferecer ao leitor a informação que o Brasil comprou as terras do Acre, como resultado das negociações com a Bolivia.

Sobre a Guiana…tem espanhol lá….? Não a lingua é inglesa e o Crioulo…não se fala espanhol na Guiana…os habitantes não tem descendencia espanhola sequer…

A primeira colonização da região foi holandesa, a qual depois negociaou e repassou aos britanicos, nunca existindo sequer um espanhol na região….não houve guerra…posse momentanea nem nada espanhol….

Last edited 2 meses atrás by carvalho2008
marcos.poorman
marcos.poorman
2 meses atrás

A ação midiática para sensibilizar a população, imprensa, congressista e governo…

Expectativa: Para começar o exercício de defesa, 2500 homens
Realidade: Para fazer de conta que enviamos algo, 130 homens

O “brazil” é uma piada

Underground
Underground
Reply to  marcos.poorman
2 meses atrás

Ttata-se essencialmente uma equipe de monitoramento.

Equilibrium
Equilibrium
Reply to  marcos.poorman
2 meses atrás

Está falando especificamente do  Pelotão Especial de Fronteira de Pacaraima. Não de outras unidades.

BERNARDO DE ANDRADE
BERNARDO DE ANDRADE
Reply to  marcos.poorman
2 meses atrás

Entendo você amigo pura piada, agora se… estão colocando 130 agora… então quer dizer que não não tinha nenhum?

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  BERNARDO DE ANDRADE
2 meses atrás

Tinha cerca de 60.

Equilibrium
Equilibrium
Reply to  BERNARDO DE ANDRADE
2 meses atrás

Você não entendeu. as unidades deslocadas não estão só nesse pelotão

deadeye
deadeye
2 meses atrás

Totalmente insuficiente.

Astolfo Roberval
Astolfo Roberval
2 meses atrás

Tudo isso?

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Astolfo Roberval
2 meses atrás

Boa, iria dizer o mesmo.

Faver
Faver
Reply to  Astolfo Roberval
2 meses atrás

Acho que este número é para publicidade. Na real deve ser outro.

GRAXAIN
GRAXAIN
2 meses atrás

Os dois ou três drones de vigilância já estão monitorando a fronteira? Ahhh, esqueci, nossos militares precisam pedir autorização para operar na Reserva Raposa Serra do Sol. O Comando do EB permanece atento e vigilante… nem perceberemos se e quando acontecer…

Wilson França
Wilson França
Reply to  GRAXAIN
2 meses atrás

Falou asneira, hein….

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  GRAXAIN
2 meses atrás

Vocẽ está confundindo uma operação policial com uma operação militar. Toda operação policial só pode ser feita com autorização judicial.

Para entrar em uma residência, um escritório ou uma empresa, a polícia precisa de uma autorização da justiça para fazer a operação, seja de busca e apreensão ou outra coisa.

No caso de operações policiais em reservas ou áreas de proteção ambiental de propriedade da União, precisa de uma autorização da justiça federal.

Espero ter esclarecido.

deadeye
deadeye
Reply to  GRAXAIN
2 meses atrás

Não, o EB não precisa não. Toda terra indígena é propriedade da União.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  GRAXAIN
2 meses atrás

Não. O Art.20 da CF88 determina que as terras tradicionalmente ocupadas por indígenas, assim como as áreas indispensáveis à defesa de fronteira são bens da União.

GRAXAIN
GRAXAIN
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

https://congressoemfoco.uol.com.br/projeto-bula/reportagem/exercito-pode-entrar-em-raposa-serra-do-sol-diz-tarso/O ministro da Justiça, Tarso Genro, afirmou, nesta quarta-feira (18), que as Forças Armadas podem entrar na região da reserva indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima, caso seja necessário e o Supremo Tribunal Federal (STF) autorize.” 

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  GRAXAIN
2 meses atrás

Olá. Como expliquei antes, toda operação policial no Brasil demanda uma autorização judicial. Se a polícia for fazer uma busca e apreensão em uma casa, em um escritório, em uma empresa, em um fazenda, em um órgão do governo ou em um galpão abandonado, vai precisar de uma autorização da justiça.

Faver
Faver
Reply to  GRAXAIN
2 meses atrás

E tem drones para isso? Pelo que sei estão no sul

Demolidor
Demolidor
Reply to  GRAXAIN
2 meses atrás

Não o Exército não precisa pedir autorização para entrar na Reserva.

Sulamericano
Sulamericano
Reply to  GRAXAIN
2 meses atrás

Caro Graxain,
Do jeito que as coisas andam, daqui a algumas décadas (talvez anos) os brasileiros vão precisar de passaporte e visto para entrar na área da Raposa Serra do Sol.
Que coincidentemente faz fronteira com a zona que está sendo reivindicada pelo Maduro.

GRAXAIN
GRAXAIN
Reply to  Sulamericano
2 meses atrás

Sulamericano, nossas valorosas FFAAs auxiliaram recentemente na expulsão dos garimpeiros e agricultores irregulares que lá viviam, especialmente perto da linha de fronteira da TI. Torcer para que os indígenas que lá vivem se identifiquem com o Brasil em caso se infiltração de forças bolivarianas por lá e avisem as autoridades nacionais.

Zeca
Zeca
2 meses atrás

Lá não tem praia, não é bacana, as unidades de Florianópolis preferiram ficar aqui.

Seria interesse se a marinha também pudesse contribuir com essa operação deslocando alguns dos seus navios de concreto para Roraima, por exemplo.

Claudio Gomes
Claudio Gomes
Reply to  Zeca
2 meses atrás

Eita, gostei. Navio de concreto…kkk

Rafael
Rafael
2 meses atrás

Espero que a nossa diplomacia e nossas Forças Armadas não sejam desmoralizadas, e que a solução ocorra sem conflito.
Mas dependendo da bobagem que poderá acontecer, o Brasil vai pagar caro pela permissividade e ainda expor ao mundo algumas fragilidades. Caso utilizem o nosso território sem contestação a imagem do país vai ficar marcada para sempre e vamos levar algumas sanções de presente.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Rafael
2 meses atrás

Você dívida? O Lule deixou o “cumpanhero” índio boliviano tomar nossa refinaria e nāo fez nada.

Acredite, o Brasil vai pagar a conta do que fizeram em 2022 de muitas formas diferentes.

Nativo
Nativo
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

Se fosse o bozo ainda na presidência, o máximo que teríamos, era um Twitter afirmando ser essa invasão um ataque comunista.
Porque de ação nada( agir nunca foi o forte do seu santo).
Talvez com mais gratificações aos oficiais salvadores da pátria e mesmo assim tenho dúvidas.

Last edited 2 meses atrás by Nativo
Airton
Airton
Reply to  Rafael
2 meses atrás

Claro que irão usar o território brasileiro para entrar na Guiana e claro que o Lula vai pedir para deixar isso pra lá em nome da paz… claro que nossa FAs serão desmoralizadas e o Lula vai tirar o dele da reta colocando a culpa no Exército, e será bem feito pra eles.

Depois que um subalterno se deixou ser gravado falando asneira para as tropas com a intenção de puxar o tapete do comandante dele, o Exército em especial está sem moral faz tempo

Rafael
Rafael
Reply to  Airton
2 meses atrás

Pois é, existe a possibilidade de uma tensão institucional por aqui.
Em especial se não existir sintonia entre a necessidade constitucional de defender o território e as escolhas pessoais do comandante supremo das Forças…Vamos ver no que vai dar!

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Airton
2 meses atrás

Se o ladrāo agir omissivamente nessa questāo e permitir que as tropas de Maduro passem por nosso território, estará configurado claro crime de responsabilidade, cuja pena é o impeachment.

Last edited 2 meses atrás by Allan Lemos
carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

Isto é complicado, pois a ação é totalmente livre dos Comandantes Militares. Cabe a eles tomarem as medidas que do ponto de vista militar estejam dentro de suas atribuições constitucionais para resguardarem nossos limites e inviolabilidade territorial. Depois disto, é que podem ser questionados pelo poder executivo da pertinencia ou não…É uma ação reflexa….e nesta categoria, receberem ordem do contrário… Então fosse eu da oposição, protocolaria questionamento antecipado sobre quais as medidas cabiveis o Ministerio da defesa está alocando para garantir a inviolabilidade do territorio nacional diante do risco apresentado. Daí sim, voce aloca a sai justa caso haja uma… Read more »

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  carvalho2008
2 meses atrás

Nāo é nāo, o Presidente é o comandante em chefe das FAs, e como tal ele recebe relatórios da inteligência militar e da ABIN, se for constatado que uma invasāo é iminente e ele se omitir, estará configurada a hipótese do Art. 85, inciso IV.

Nāo importa as preferências políticas dele, se fizer vista grossa, é impeachment, a nāo ser que o Congresso também se omita.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

Por isto que falei que a mobilizção dos militares é livre salvo receberem ordem direta do contrário….então, rapidamente devem se mobilizar para forçar uma decisão em contrario….

eles não precisam de autorização para se mobilizar….já o contrario em desmobilizar sim….

Airton
Airton
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

Amigo, eles sabiam da invasão do 8/1 e tiraram o deles da reta… apagaram até as imagens do MJ e ficou por isso. Como eu disse… ele vai tirar o dele da reta como sempre e colocar a culpa nas FAs… até o triplex ele colocou a culpa na falecida ex dele. Esse cara é previsível, só não vê quem não quer

Airton
Airton
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

Como eu disse, o ladrao vai colocar a culpa nas FAs…. Se está duvidando então espere para ver

Zezão
Zezão
2 meses atrás

Só 130 homens como meio de dissuasão… Será uma sinalização ao regime bolivariano de que o governo brasileiro nada fará, de forma significativa, pra impedir que os venezuelanos invadam a Guiana através da fronteira do Brasil? Pensando com os meus botões… Se Maduro usar o território do Brasil pra invadir a Guiana pelo sul, Lula terá uma narrativa política para seus militantes e toda a esquerda brasileira (que é simpática ao regime bolivariano) pra justificar o rompimento (temporário) com o regime ditatorial venezuelano e ao mesmo tempo, ajudar, ( sem querer, querendo ) a empreitada dos militares venezuelanos. Ou seja,… Read more »

Allan Lemos
Allan Lemos
2 meses atrás

Deveria haver Astros e caças baseados permanentemente na regiāo.

Os militares adoram ficar falando da Amazônia mas só querem proteger o Sudeste e a Capital.

737-800RJ
737-800RJ
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

Li uma vez que os Astros não ficam na fronteira porque seriam alvos prioritários e receberiam chuvas de mísseis standoff lançados de dentro da Venezuela, ainda mais não havendo defesa antiaérea de médio e longo alcance pra dar chances de defesa. Que o melhor seria deslocar as baterias com os KC-390 quando houvesse necessidade, dificultando o inimigo a identificar suas posições. Alguém pode confirmar se isso realmente procede?

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  737-800RJ
2 meses atrás

Nāo procede, a Venezuela nāo tem mísseis standoff, muito menos meios para identificar as posições das baterias.

paulof
paulof
2 meses atrás

se o polo da guiana/suriname realmente trazer o número de empregos que afirmam, será um forte polo de atração da população latino americana e é isso que a Venezuela não quer, um novo lugar que atrai muitos dos seus, enquanto isso na pátria bolivariana a riqueza dorme no solo, seu povo vive na pobreza e a elite governante e seus amigos mundiais fazem festas estravagantes.

Henrique A
Henrique A
2 meses atrás

O pessoal que fala que deveria ter mais forças na região precisa se atentar pro fato que aquela região é quase que desprovida de infraestrutura; se enviarmos tropas para lá elas vão ficar basicamente “ilhadas” quase que sem abastecimento.

O maior projeto de defesa para região Norte seria construir rodovias e pontes.

Welington S.
Welington S.
2 meses atrás

Esse imundo do Maduro está seguindo o mesmo teatro do Putin. Esse imundo também irá trazer à guerra para a região. Cachorro sem vergonha!

ChinEs
ChinEs
2 meses atrás

A Venezuela vai invadir com 1 milhão de soldados e o Brasil têm 130, esses caras me fazem lembrar o filme os 300, será que 130 soldados Brasileiros vão conseguir conter 1 milhão de soldados da Venezuela…

Koprowski
Koprowski
2 meses atrás

Tudo isso…kkk….kkk…

JapaSp Jantador
JapaSp Jantador
2 meses atrás

Eu queria entender como os militares tem coragem de jogar na mídia que mandamos só 60 homens para reforçar. Que dissuasão é essa.

Airton
Airton
Reply to  JapaSp Jantador
2 meses atrás

Foi proposital…. Para o Maduro ficar sabendo que nada será feito para impedi-lo

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  JapaSp Jantador
2 meses atrás

Ainda não tem concentração de tropas no lado da Venezuela então por hora um prqueno reforço é suficiente, se a situação evoluir manda mais, mas se a situação se acalmar deixa esse pequeno reforço por um período e depois retira.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
2 meses atrás

Pode parecer pouco, mas eles estão lá como fala a matéria para monitorar então não precisa de uma tropa maior, sinalizamos que estamos de olho e não militarizamos muito a fronteira , se a situação escalar e tiver uma concentração de tropas no lado venezuelano da fronteira aí poderemos aumentar a presença, mas por hora já é mais do que suficiente.

Marcelo De Luca Penha
Marcelo De Luca Penha
2 meses atrás

Acho que passou da hora do Exército Brasileiro optar por se tornar um Army of Drones. A Ucrânia mostrou a capacidade de combate desses armamentos. https://clickpetroleoegas.com.br/drone-brasileiro-nauru-1000c-realiza-voo-teste-com-missil-enforcer-e-promete-revolucionar-o-cenario-militar/

Orivaldo
Orivaldo
2 meses atrás

Vão patrulhar 20 km ?

Magaren
Magaren
2 meses atrás

Lula sinalizando que o amigo maduro pode fazer o que quiser

Sergio
Sergio
2 meses atrás

O bigodudo conta justamente com o combate assimétrico. Aquela turma que que faz marcha na Paulista em defesa do hamas. Mas eu acho um calculo errado da parte dele. Os aliados que contam no campo de batalha nada podem fazer pra ajuda-lo. O Irã está longe. A China ainda está em compasso de espera e o blofeld do Kremlin simplesmente não reúne, no momento, pelas razões que sabemos, as condições expedicionárias. Vai ser Bombardeado pelos democratas até a USAF cansar. Não creio que alguém não chame esse sujeito a razão. Já o Brasil, que fique longe.

Gustavo
Gustavo
2 meses atrás

Como assim área pertencente a Guiana?

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
2 meses atrás

Consegui achar a única ligação terrestre que existe com a Guiana, na imagem abaixo o outro lado da ponte já é a Guiana.

Para chegarem lá teriam que entrar consideravelmente dentro do território brasileiro, um trajeto de mais de 4h de carro pela via asfaltada e de quase 6h pela estrada de terra da fronteira com a Venezuela até lá.

Captura-de-tela-2023-12-02-154411.png (3440×1440) (ibb.co)

Captura-de-tela-2023-12-02-161000.png (3440×1440) (ibb.co)

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  SmokingSnake 🐍
2 meses atrás

Olá Smoling. Foi o que eu comentei outro dia. E depois de cruzar o território brasileiro e entrar na Guiana, vão seguir quase 600 km por uma rodovia cruzando o nada até chegar em Georgetown? Não faz sentido.

Jose Maia
Jose Maia
2 meses atrás

Parece piada…

Um Simples Brasileiro
Um Simples Brasileiro
2 meses atrás

130 só se for para monitorar e fazer presença simbólica mesmo, porque se a Venezuela resolver invadir a Guiana, e ousar cruzar território brasileiro, não vai ser esse número que vai impedir nada.

Jadson S. Cabral
Jadson S. Cabral
2 meses atrás

Nossa! 130 militares! Que incrível! Quantos km deve ter a fronteira mesmo?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Jadson S. Cabral
2 meses atrás

Só tem uma ponte.

Afonso Bebiano
Afonso Bebiano
Reply to  Jadson S. Cabral
2 meses atrás

Puxa, mas será que mandar tanta gente assim para a fronteira não deixará Brasília desguarnecida?

Rick
Rick
2 meses atrás

60? Era pra mandar seis mil.

Maromba
Maromba
2 meses atrás

Precisamos urgentemente apoiar os gloriosos deputados e senadores de Direita com a PEC que aumenta os gastos da Defesa para 2% do PIB.

Leonardo Cardeal
Leonardo Cardeal
2 meses atrás

Não é só pra comprar que é a conta gota, pra se preparar pra guerra também…130 é até obsceno.

Nonato
Nonato
2 meses atrás

O Exército brasileiro invadirá a Guiana já que o presidente brasileiro é aliado incondicional de Maduro?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Nonato
2 meses atrás

Como assim? O Brasil e a Venezuela vão dividir a Guiana em dois? Então deve ter um tratado de não-agressaão secreto em alguma gaveta.

Nonato
Nonato
2 meses atrás

O chefe das forças armadas é amigo do presidente da Venezuela…
O exército vai invadir também?

Carlos I
Carlos I
2 meses atrás

Para quem falou ontem que a resposta brasileira seria uma nota, foi pior, o presidente pediu bom senso aos dois países, ao colocar os dois no mesmo saco fez equiparação do invasor com o invadido, o fundo do poço tem porāo.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
2 meses atrás

Mas uma peça de ficção da cnn … aliás são campeões em publicar conteúdo duvidoso, essa abobrinha da Venezuela usar o Brasil para sua bravata é bem coisa de jornaleco

Peter Nine Nine
Peter Nine Nine
2 meses atrás

Espera, o Brasil não defende a Guiana no assunto?
“Pode invadir, só não passe por aqui” ????

Last edited 2 meses atrás by Peter Nine Nine
Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Peter Nine Nine
2 meses atrás

Olá P99, Uma coisa de cada vez.

Não há como comparar as coisas. Uma coisa é uma agressão direta á soberania do Brasil. Isso demanda uma resposta imediata e dura.

Outra coisa é uma crise entre países que fazem fronteira com o Brasil. como em 1995 entre o Peru e o Equador, que resultou na MOMEP.

Peter Nine Nine
Peter Nine Nine
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Okay mas o Brasil sente-se bem e permissivo a que vizinhos maiores invadam outros mais pacíficos e pequenos, é essa a política brasileira? Se assim for, perdoem-me, mas o Brasil intervencionista, o Brasil do CSO, o Brasil que tanto publicita uma presença no Líbano ou nos mares do golfo da Guiné, cai por terra. O Brasil que se diz ser, devia ser bem mais claro nestes assuntos, e a meu ver não existe justificação para o contrário, não da parte de um país com um mínimo de seriedade. Não estou a apelar a guerra nem a intervenção, mas a palavras… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Peter Nine Nine
2 meses atrás

Caro. Desconheço uma situação real na qual o Brasil seja sido concordado com um pais iniciando uma guerra de agressão contra outro, seja nos períodos democráticos ou naqueles sob um regime não-democrático. A politica externa brasileira é bastante coerente. Lembro, inclusive, da pressão dos EUA para que o Brasil enviasse tropas para a Guerra da Coreia, algo que não aconteceu. Os EUA também pressionaram o Brasil para enviar tropas contra o Iraque, algo que não aconteceu. Na verdade, o presidente da OPAQ durante o período BushJr, que era brasileiro, se posicionou claramente contra a invasão, afirmando que não existiam armas… Read more »

marku
marku
2 meses atrás

para azar da Guiana a questão de Essequibo é tão unanimidade na Venezuela quanto as Malvinas são na argentina. se o maduro invadir até o Guaidó da os parabéns

Bigliazzi
Bigliazzi
2 meses atrás

130??? Não é muito??? Estão brincando né???

willhorv
willhorv
2 meses atrás

Acho que este efetivo logo receberá reforços, não…ou estou falando muita bobagem!

CRSOV
CRSOV
2 meses atrás

Sinceramente o que esses 130 militares podem fazer de útil ? Estarão monitorando apenas usando aquele ultra tecnológico equipamento militar conhecido como olhômetro para fiscalizar algumas centenas de KM ? O que poderão fazer caso resolvam atravessar o território nacional tanto de um lado como do outro ?

André Garcia
André Garcia
2 meses atrás

Sei que pode parecer provocação, mas não seria o momento de prepararmos um exercício com as três forças na região?
Acredito que nossas FE já estejam no terreno para levantamentos, se não estiverem estamos dando bobeira.
Afinal, provocação maior que a fanfarronice de Maduro não há.

Giltone Batista Rocha
Giltone Batista Rocha
2 meses atrás

O Basil é muito grande, mas suas ações em se tratando de defesa nacional são sempre pequenas

Mattos
Mattos
2 meses atrás

Vejo a América Latr..ina ndo pro buraco. E não demora muito o racha de vez no Brasil. Alguém duvida???