O Brasil expressou sua firme oposição ao uso da força pela Venezuela na disputa territorial do Essequibo com a Guiana, disse nesta quarta-feira o assessor especial da Presidência e ex-chanceler Celso Amorim, Celso Amorim.

Durante uma visita a Caracas antes do referendo, Amorim comunicou a posição brasileira contra qualquer ação militar e enfatizou a importância de resolver a questão pacificamente.

O ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, também comentou a situação nesta quarta-feira ao chegar para um evento do Mercosul no Rio de Janeiro, descartando o risco de conflito armado entre Venezuela e Guiana, apesar das crescentes tensões.

Enquanto isso, o Brasil aumentou sua presença militar na fronteira com ambos os países, em resposta à Venezuela anexar o território de Essequibo, rico em petróleo, em um novo mapa nacional.

A disputa pelo Essequibo, uma região majoritariamente selvagem de 160.000 quilômetros quadrados, remonta ao século 19.

O presidente Lula planeja discutir com Celso Amorim e Mauro Vieira esta questão preocupante hoje, durante o evento do Mercosul no Rio de Janeiro.

FONTE: Reuters / Veja

Subscribe
Notify of
guest

127 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Pit
Pit
2 meses atrás

Não duvidaria nada se por trás estivesse o Putin, só pra desviar a atenção…

Capa Preta
Capa Preta
Reply to  Pit
2 meses atrás

E lógico que tá.

Kommander
Kommander
Reply to  Capa Preta
2 meses atrás

Antes era tudo culpa do Bolsonaro, agora é tudo culpa do Putin. Kkkk

Heinz
Heinz
Reply to  Kommander
2 meses atrás

Putin tem poder, influência, dinheiro e armas nucleares.

Kommander
Kommander
Reply to  Heinz
2 meses atrás

O cara tem cacife sim, mas acho que a loucura do Madura tem mais a ver com as eleições de 2024.

Putin tá bem atolado na Ucrânia e oriente médio.

Diego
Diego
Reply to  Kommander
2 meses atrás

Kkkkkk boa

BLACKRIVER
BLACKRIVER
Reply to  Kommander
2 meses atrás

Bolsonaro poderia ter resolvido muitos problemas do Brasil e da América Latina se tivesse sido esperto ao invés de ficar batendo boca com ignorantes como ele.

Waldir
Waldir
Reply to  BLACKRIVER
2 meses atrás

Perfeito.. e ter dos livrado da esquerda nojenta, primitiva e “neoprogressista” que existe aqui e pensa ainda como Vargas ou Brizola. Mas o” minto” foi ruim tbem…. Jogou no nosso colo o Lula de volta.. que sina a do brasileiro

Luciano Prado
Reply to  BLACKRIVER
2 meses atrás

Bolsonaro e esperto não cabem na mesma frase.

Charle
Reply to  BLACKRIVER
2 meses atrás

Há contradição em seu texto. Quais problemas internacionais seriam resolvidos por um ignorante que vivia “batendo boca” com tudo e com todos, zombando de quem falecia devido à Covid imitando os sons dos moribundos, privatizando o patrimônio público brasileiro, etc.?

Mafix
Mafix
Reply to  Pit
2 meses atrás

Imagino que ele deve ter falado que ‘garante’ armas em caso de guerra para o Narco ditador Maduro…

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Mafix
2 meses atrás

Sei não, ele está atolado na Ucrânia até o pescoço, falta tudo por lá

deadeye
deadeye
Reply to  Mafix
2 meses atrás

Ele vai trazer como? Navios Russos trazendo armas da Rússia, vão ser acompanhados desde a Islândia no minimo.

Hcosta
Hcosta
Reply to  deadeye
2 meses atrás

Não há um bloqueio da Rússia. E algo semelhante aconteceu nestas revoltas Africanas com aviões Russos a transportarem armas.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Pit
2 meses atrás

Minha hipótese tem a ver com as eleiçoes presidenciais na Venezuela em 2024. Este plebiscitou pode ter servido como teste para a mobilização do eleitorado governista, pode ter servido como vacina para uma decisão da CJI contra a Venezuela, que poderia se transformar em tema de campanha e pode inclusive ter servido como termômetro para a campanha eleitoral. Com este plebiscito, Maduro criou um factóide que poderá ser usado em seu favor e anulou que esta bandeira fosse usada pela oposição.

Acho que as explicaçõe mais simples são sempre mais prováveis

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Essa hipótese nāo é provável, pois a situaçāo já passou dela retórica. O Maduro fez um referendo e já mandou uma lei para o Congresso, se ele nāo anexar o território vai mostrar fraqueza. É parecido com o que aconteceu com o Putin, chegou a um ponto em que se ele nāo invadisse, seria desmoralizado interna e externamente. O que Maduro está fazendo é simplesmente “testar as àguas”, qual será a resposta do Brasil? E dos EUA? Se fosse só retórica, os militares nāo estariam mandando equipamentos para lá(e os EUA já estāo na Guiana). É provável que as inteligências… Read more »

Waldir
Waldir
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

Alan se for o caso e ele partir para a ação vai ser o seu fim. Nesse caso foi um movimento dele que não terá nenhum bom desfecho para ele e seu grupo. O que seria ótimo para a AL.

Rodolfo
Rodolfo
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Ou as eleições seriam um incentivo para a invasão. A declaração de estado de sítio lhe permitiria cancelar a eleição presidencial em 2024.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Rodolfo
2 meses atrás

Por enquanto, as informações são escassas para fazer qualquer avaliação mais realista do que está acontecendo. Por enquanto, o máximo que eu consigo é elaborar alguns cenários para depois escolher os cenários mais simples e prováveis. O que sabemos: 1) A Venezuela chegou a um acordo com a oposição para realizar eleições em 2024. Este acordo teve o apoio de vários países, inclusive os EUA e o Brasil. 2) Um dos pontos do acordo seria a liberdade para a oposição se organizar para concorrer de maneira democrática. Outro ponto do acordo seria o fim dos embargos dos EUA antes da… Read more »

Rodolfo
Rodolfo
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Eu concordo que tudo é especulação e esse filme de Venezuela e Esquibo já vem sendo usado pelo Maduro há anos. Mas parece haver mais preocupação regional e de Brasília, talvez pelo plebiscito ou talvez por inteligência americana que deve ter informante em tudo que é canto em Caracas.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Rodolfo
2 meses atrás

Olá Rodolfo. Há alguns dias, Israel disse que o seu serviço de inteligência ajudou o Brasil a prender terroristas. Era um arapuca. Hoje, a justiça brasileira suspendeu a prisão a pedido da PF.

Então, eu fico sempre com um pé atrás dos serviços de inteligência.

Esta disputa é uma crise. Por enquanto é um erro chamar que de conflito. Eu não sei o que vai acontecer amanhã. Pode ser que piore ou pode ser que melhore. Só acompanhando.

Jota
Jota
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Camargoer, a PF pediu a soltura de 2 e manteve o pedido de prisão dos outros 2 , de temporária para preventiva.

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Mestre Camargoer, país em guerra não tem eleição…mais simples que está não existe…

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carvalho2008
2 meses atrás

Roosevelt disputou e ganhou uma eleição em 1944 durante uma guerra.

Samuel Asafe
Samuel Asafe
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Eu tenho dó do Camargoer. É muito difícil ser racional e falar a verdade as vezes, parece que o pessoal não gosta muito dele, pela quantidade de dislike que recebe. Bem lembrado, Roosevelt foi eleito durante a guerra.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Samuel Asafe
2 meses atrás

Olá Samuca. Basta não considerar o debate como uma questão pessoal. É apenas um debate de ideias. Eventualmente estou certo, eventualmente estou errado. Quando erro, eu aprendo. Quando acerto, talvez alguém aprenda.

Eu só conto os “likes”.. riso

Luciano
Luciano
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Olá, Camargoer. Pois é, tô aqui aprendendo a aumentar minha dose de paciência!rs Mas veja, eu também pensei no uso de Esequibo como um pretexto para questões da política interna. Sim, ele tomou atitudes rápidas e em escalada no discurso e em algumas ações (todas temerárias e desrespeitosas em relação a soberania da Guiana). Mas ainda não há uma mobilização militar significativa. O fato do Brasil mobilizar homens e meios pra RR faz parte do próprio recado que o Brasil quer passar, não apenas uma resposta a possíveis unidades especiais em atividade na fronteira. É um recado diplomático….e de alguém… Read more »

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Samuel Asafe
2 meses atrás

Estamos falando da Venezuela ou EUA..?..eu falo da Venezuela…

Não tenho dúvidas disto.

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Sim, lá era democracia….e na constituição americana….

Estamos falando da ditadura da…Venezuela….e da corte venezuelana, correto?

Last edited 2 meses atrás by Carvalho2008
Waldir
Waldir
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Caro Camargoer.
Não vai haver eleição na Venezuela. E se houver não vai ser lícita. Ele já destituiu a Maria Corina Machado. Essa semana expediram mandados de prisão para todos os opositores.

Caerthal
Caerthal
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Os líderes das Repúblicas Populares da Venezuela e de Cuba não se preocupam muito com eleições, com exceção para o seu caráter cosmético.

Sulamericano
Sulamericano
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Caro Camargo,
Não acho que o Maduro se preocupe muito com as eleições, pois desde os tempos do Chaves, elas são fraudadas.

Penso que essa maluquice dele tem mais a ver com a busca de popularidade pra um regime que está definhando.

Sergio
Sergio
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Pois é…Mas o perigo é o primeiro tiro.

deadeye
deadeye
Reply to  Pit
2 meses atrás

Sim, Porém todo mundo sabe que em eventual intervenção dos EUA ou Britânica – Guiana é membro da Commonwealth. Maduro não dura muito.

Realista
Realista
Reply to  deadeye
2 meses atrás

Trump também achava isso .

Um Simples Brasileiro
Um Simples Brasileiro
Reply to  Pit
2 meses atrás

Se ele está por trás ninguém sabe, mas, que Maduro se inspirou no papel russo (e no próprio Putin) na guerra da Ucrânia, ninguém tem dúvidas. Além di mais, em uma eventual guerra entre Venezuela e Guiana, sabe-se pela geopolítica, que Putin dará suporte a Maduro, visto as relações comerciais e políticas entre os dois países.

Caerthal
Caerthal
Reply to  Um Simples Brasileiro
2 meses atrás

A Rússia está bem longe da Venezuela. À distância muitas vezes o amor esfria.

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Um Simples Brasileiro
2 meses atrás

Se o Brasil ameaçar fortes providências barrando o conflito, a Rússia retira o apoio. Não seria positivo no balanço dela empurrar o Brasil para o outro lado, nem haveria oferecia alimentar uma beligerância venezuelana ao Brasil pois isto lhe pesaria no case Ucraniano…noves fora, não haveria ganhos…é por isto que digo que cabe exclusivamente ao Brasil barrar toda a empreitada e acima de tudo, não necessariamente por Guianos, mas sim para evitar fortemente qualquer presença estrangeira na região que possa subsequencialmente ameaçar nossas reservas lá. É um decisão estratégica e geopolítica brasileira fácil, desde que pensada como política de Estado… Read more »

Charles
Charles
Reply to  Pit
2 meses atrás

É ultimamente o Putin está por traz de tudo, inclusive por traz de vc, melhor tomar cuidado…

Pare de viajar, puro oportunismo do maduro.
O Putin tem mais o que fazer com certeza no momento.

Zorann
Zorann
Reply to  Pit
2 meses atrás

O Putin deve ser um Deus! Onipresente, onipotente e onisciente…

Tudo vocês colocam a responsabilidade no Putin. O xadrez dele deve ser 3d mesmo.

Tomcat4,5
Tomcat4,5
Reply to  Zorann
2 meses atrás

Antes tudo era o Bolsonaro !!! Mas tudo de ruim no Brasil de Lula continua sendo culpa do Bolsonaro pra colorada !!!hauhauhauhauhau

Guilherme Lins
Guilherme Lins
Reply to  Pit
2 meses atrás

É lógico que está. E de “corpo presente”: tem muitos soldados russos na Venezuela!

Diego
Diego
Reply to  Pit
2 meses atrás

Claro que está, e ainda vai ganhar um troco vendendo armas, munições e equipamentos

MIB
MIB
2 meses atrás

Será que é a hora de vermos a UNASUL entrar em ação para proteger a democracia Venezuelana das garras dos imperialistas?

Last edited 2 meses atrás by MIB
Fabio Araujo
Fabio Araujo
2 meses atrás

Já foi uma evolução, mas deveria ter sido mais firme e ter dito que se invadir o Brasil defenderia a Guiana, uma posição mais firme afastaria o risco de uma guerra!

Rafa
Rafa
Reply to  Fabio Araujo
2 meses atrás

E se não invadir o Brasil? Tá de boa?

Slow
Slow
Reply to  Fabio Araujo
2 meses atrás

Brasil defender Guiana ? 🤣🤣🤣🤣 sai fora cada um com seus problemas … quem quiser que vá como voluntário .

Rafa
Rafa
Reply to  Fabio Araujo
2 meses atrás

Gente, não sei se vcs sabem, mas a Venezuela tem aviões de transporte C130 e Y-8. Não é necessário passar pelo território brasileiro para lançar paraquedistas contra um país que não tem nenhum tanque de guerra, nenhuma defesa aérea.

Faz o planinho mais maroto. Sukhois dando cobertura e destruindo pontos/instalações sensíveis. Tropas aerotransportadas tomam um aeroporto e zaz. Está configurada uma invasão sem passar pelo território brasileiro.

Peter Nine Nine
Peter Nine Nine
Reply to  Rafa
2 meses atrás

Sim, o pedido brasileiro também é cómico por essas e outras razões. Em vez de se opor à Venezuela na totalidade do assunto, primeiro divagou e disse “só não por aqui” e depois “sem internvenção armada por favor”. Raios, existe uma séria possibilidade de uma intervenção armada não ser de todo “armada”, diminuta é a força da Guiana, estaria a Venezuela a cumprir com o pedido ai? Brasil, mostrem uma imagem com o peso do vosso território, por favor ^_ ^. Como diz o Alberto logo abaixo, ““resolver a questão pacificamente” Que questão? Não tem questão nenhuma pra resolver. Sugerir… Read more »

Jefferson B
Jefferson B
Reply to  Peter Nine Nine
2 meses atrás

Exatamente!
O Brasil, inclusive os militares, estão tendo uma conduta muito errada em relação a essa ação da Venezuela.
Silêncio muito grande diante das consequências do evento citado.

Rodolfo
Rodolfo
Reply to  Peter Nine Nine
2 meses atrás

Eu acho que a diplomacia brasileira já deve ter sido informada pelo departamento de estado americano que invasão do Esequibo seja lá por que via que for (por terra, desembarque anfibio maritimo ou paraquedistas) significa declaração de guerra e que o US Southcom iria intervir. Provavelmente tudo o que o governo brasileiro nao quer pois seria muito complicado ficar neutro e não apoiar a Guiana, as FAs brasileiras provavelmente diriam ao Lula que o correto estrategicamente é apoiar os EUA já que esse é um problema na fronteira… se fosse uma ilha no meio do Oceano como Malvinas seria mais… Read more »

Makarov
Makarov
Reply to  Rodolfo
2 meses atrás

O correto seria o assunto ser resolvido entre Venezuela, Brasil e Guiana, e afastar a influência americana da região, mas a Guiana tem poucas garantias da diplomacia Brasileira, por isso corre pros EUA.

Sergio
Sergio
Reply to  Peter Nine Nine
2 meses atrás

Exato. Não há questão alguma! Trata-se da tentativa de se roubar o território de outra nação soberana. Não há justificativa. É preciso gritar com esse cara! Bem alto. Ao pé do ouvido.

Boitatá
Boitatá
Reply to  Rafa
2 meses atrás

E suprimentos diários? Faz via aérea tb? Ocupar Essequibo exige uma via terrestre. A única que existe é passando pelo Brasil.

Rafa
Rafa
Reply to  Boitatá
2 meses atrás

Uai, sim. EUA fez assim durante 20 anos no Afeganistão.

Matheus
Matheus
Reply to  Rafa
2 meses atrás

Sim, a grande força aérea Venezuelana com suas centenas de cargeiros estratégicos…

Alberto
Alberto
2 meses atrás

resolver a questão pacificamente”
Que questão? Não tem questão nenhuma pra resolver.

Sugerir diálogo já é apoiar Maduro em seu pleito.

Anão diplomático agora colocando nossas fronteiras como palco de disputas alheias e das quais certamente só temos a perder.

Cicero
Cicero
Reply to  Alberto
2 meses atrás

Muito boa leitura! Gostei mesmo.

Alberto
Alberto
Reply to  Cicero
2 meses atrás

grato

Alexandre
Alexandre
Reply to  Alberto
2 meses atrás

Anão diplomático?

Rafael
Rafael
2 meses atrás

Esse é o momento mais desafiador para a diplomacia brasileira desde 1982…Espero que tenham sabedoria e firmeza para não serem desmoralizados!
Vamos ver se a lição que vão mostrar ao mundo será a do que se deve fazer ou do que nunca deveriam ter feito…

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Rafael
2 meses atrás

Caro. Creio que a crise dos brasileiros em Gaza foi a situação mais crítica colocada para a diplomacia brasileira em anos. Esta questão da Venezuela é factoide e boato. Os brasileiros em Gaza era uma questão de vida e morte.

Rafa
Rafa
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Discordo.

A situação em Gaza foi além do controle brasileiro. Na verdade, o governo brasileiro só tinha uma opção: ir lá e resgatar os necessitados.

Já na Venezuela, estamos envolvidos até a cabeça. Ainda mais pq o Nine sempre apoiou o Maduro. Se acontecer algum conflito, derrota pesada da nossa diplomacia.

Eu tb acho que não vai acontecer nada pq o Maduro não vai ter coragem. E ainda vão cantar “vitória” do poder de diálogo do Nine.

Last edited 2 meses atrás by Rafa
Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Rafa
2 meses atrás

Exatamente pela situação estar fora do controle do Itamaraty, o desafio de resolve-lo foi muito maior.

Ainda existem brasileiros lá e o governo está organizando mais uma operação de repatriação.

Havia e há real risco de morte.

Em relação ao que está acontecendo na fronteira com a Venezuela, pelo que parece até agora é uma enorme montanha que deve parir um rato

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

O caso de Essequibo pode escalar para uma série de conflitos correlacionados e insuflados artificialmente. E neste caso, territórios e brasileiros estarão tão ou mais ameaçados.

É minha avaliação

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carvalho2008
2 meses atrás

È uma possibilidade. Existem uma outra dezena de cenários possíveis. Não há para dizer, agora, qual é o mais provável ou improvável. A partir do momento que Maduro divulgou o plebiscito, era uma coisa certa que seria realizado. A primeira consequência foi a divulgação do mapa, que é para consumo interno. Minha avaliação, por enquanto, é mais aberta. Eu considero um erro as tais interpretações psicológicas. Ninguém sabe o que o primeiro escalão do governo venezuelano discutiu, o que eles querem. Minha hipótese é que há um movimento mais preocupado com a política interna que externa. Há uma diferença entre… Read more »

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Numa aposta política, não há senso de imaginar ganho a opinião popular, abrir mão dela. Seria antecipar seu suicídio político Nestes contexto, o óbvio é que dobrem a aposta como o prometido. O próximo passo agora é alocar material e soldados lá da Venezuela. 1o diz que contesta, as pessoas argumentam que é livre a contestação 2o. Depois declara o plebiscito da 8nvasao, as pessoas acham que nada ocorreu ainda, apenas uma comunhão política de ideias 3o O enviesamento e máquina política sai vitoriosa, e continua-se achando que é somente discurso 4o Divulga mapa, declara a nova fronteira e zona… Read more »

Carlos I
Carlos I
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

O que o primeiro escalão da ditadura socialista quer é não sair do poder e além de perder às benesses do poder correr o risco de serem julgados pelos crimes que cometeram, essa eleição livre é uma fábula, onde que o ditador vai concorrer em iguais condições? Esse plebiscito pode levar a guerra ou não passar de justificativa para continuar perseguindo opositores( mais foram presos ontem) e enrolando os inocentes que acreditan nessas promessas enquanto eles continuam massacrando a população com o socialismo do século XXI. Algo sério é sem o ditador concorrer e para isso acontecer tem que se… Read more »

Rosi
Rosi
Reply to  Carvalho2008
2 meses atrás

Sensata sua avaliação.
vejo da mesma forma…
Os cabeças de vento que ocupam
o poder em Brasília deve está pensando e calculando como lucrar nessa disputa… Esta trupe não pensam no Brasil.

Vitor Botafogo
Vitor Botafogo
Reply to  Rosi
2 meses atrás

Não pensam mesmo no Brasil, até porque querem uma URSAL, um continente socialista sem fronteiras. Pobreza pra todos =)

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Rapaz, você é jornalista chapa Branca ?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Orivaldo
2 meses atrás

Sou professor de química, o que me permite aplicar o método científico de análise para a maioria dos problemas complexos.

1) organize os princípios
2) formule hipóteses
3) desenvolva consequẽncias
4) compare os dados observáveis com as previsões das hipóteses
5) reformule as hipótese e comece de novo.

Quando mais vezes repetir este ciclo, mais sofisticada se torna a análise, mas principalmente, focar nos fatos nunca nas pessoas.

Jorge Cardoso
Jorge Cardoso
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

6) passe o pano e construa a narrativa

Mota
Mota
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Perfeito.

Brandão
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Refinarias na Bolívia também foram factóides….

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Brandão
2 meses atrás

Se o Nunão deixar, a gente pode discutir isso. Mas primeiro, você pede para ele. Não estou a fim de levar advertência por sair do tema.

Heinz
Heinz
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Gzuis!!!!!!

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Heinz
2 meses atrás

Cacildis.

Nilo
Nilo
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Estou pasmo. Rambo 1, Rambo 2, Rambo 3, ….. Não bastasse aparece Mercenário 1, Mercenário 2, …… rsrsrsrsr

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Rafael
2 meses atrás

Diria que foi a pior desde o cerco à nossa embaixada em Honduras.

Fëanor
Fëanor
2 meses atrás

O Brasil não deve se envolver nesse imbróglio. Nem diplomaticamente, muito menos militarmente.

Que continue um anão diplomático, deitado eternamente em berço esplêndido.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Fëanor
2 meses atrás

Deixa eu entender, o seu vizinho quer invadir o seu outro vizinho, aí ele pula para o seu quintal e coloca uma escada do seu quintal para o outro vizinho. Você fica em casa trancado só olhando?

Alexandre
Alexandre
Reply to  Marcelo Andrade
2 meses atrás

Mas isso tudo já aconteceu?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Alexandre
2 meses atrás

Por enquanto é roteiro do filme “Os mercenários”… acho que 4 ou 5. Perdi a conta.

Por outro lado, tem um desenho do Pateta que entra em conflito com o vizinho dele e decide construir um muro gigante entre os dois terrenos.

Last edited 2 meses atrás by Camargoer.
Rodolfo
Rodolfo
Reply to  Fëanor
2 meses atrás

Ironias a parte, não tomar posição a favor da Guiana em caso de invasão seria um erro especialmente pra quem quer ser líder na América do Sul. Primeiro que abre as portas pra outras potências como EUA e China se aventurarem mais no continente, segundo o risco de outros conflitos por questões territoriais de mais de 100 anos. Se nós acharmos que o que os ingleses fizeram no século 19 com a Venezuela errado, basta estudar como o Brasil tomou o Acre e chegar a conclusão que a Bolívia foi roubada em nome da borracha… e aí, será que seria… Read more »

Mercenário
Mercenário
Reply to  Rodolfo
2 meses atrás

Rodolfo,

O pessoal esquece que a prosperar essa intenção Venezuelana, os outros países que perderam territórios podem começar a querer rever essas questões.

E o Brasil praticamente só ganhou território.

Vitor Botafogo
Vitor Botafogo
Reply to  Rodolfo
2 meses atrás

Excelente raciocinio. A Inversão de valores de hoje desafia a lógica.

Werner
Werner
Reply to  Fëanor
2 meses atrás

Não é o Brasil atacar a Venezuela,mas dar um recado de que se eles querem invadir a Guiana ,não será pelo território brasileiro.

Camargoer.
Camargoer.
2 meses atrás

Pois é. Hoje, a Justiça brasileira determinou o fim da prisão dos brasileiros suspeitos de terrorismo. O pedido de soltura foi feito pela PF que concluiu que a suspeita eram infundadas.

Creio que a histeria em torno daquelas prisões está se repetindo agora, só que em um tom mais exagerado.

minha suspeita é que desta montanha sairá um ratinho.

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

O Estadista pensa o mesmo

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Orivaldo
2 meses atrás

Talvez algumas pessoas leiam o que eu escrevo. Fico surpreso de ter esta capacidade de influenciar as pessoas.

Caerthal
Caerthal
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Ficar 11 meses preso, perder emprego e meios de subsistência seria histeria? Vou tentar entender como isso se conversa com montes de indenizações para quem sofreu pela repressão do regime de 1964.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Caerthal
2 meses atrás

Os dois brasileiros foram presos em 08 de novembro.

Então ficaram presos por um mês. A PF conclui que os dois não possuem vínculos com o Hamas.

No início de novembro, após as prisões, ocorreu uma histeria em torno das prisões, temendo que as sinagogas e sedes de associações judias seriam alvos de atentados. Teve gente até dizendo que alguns dos brasileiros repatriados eram terroristas…. muita histeria.

Jorge Cardoso
Jorge Cardoso
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás
Rodrigo
Rodrigo
2 meses atrás

Coloca uma base americana e britânica e deu…nossos milicos são isso mesmo e nosso país é frouxo um anão diplomático, nem merece cadeira rotativa no CS talvez…país fraco, governo fraco força armada fraca.

paulof
paulof
2 meses atrás

Nem sei se ele quer a invasão agora ou não, mas que a Venezuela não quer que a economia da Guiana decole parece óbvio, Maduro me parece fazer o mesma política do Erdogan com o Mediterrâneo Oriental (principalmente Chipre) que cria um problema para impedir a extração do gás da região quando os projetos começam a se desenvolver e parecer sair do papel.

BERNARDO DE ANDRADE
BERNARDO DE ANDRADE
2 meses atrás

Esperando o chão quebrar o Maduro.

Airton
Airton
2 meses atrás

O EB deve estar morrendo de medo de não dar conta ne? Sabem que no fim não vai ter impeachment nada ainda mais com esse “FTF”. No fim sabem que o 9 vai tirar o dele da reta e colocar a culpa nas FAs. Capaz de ainda criarem uma CPI e prenderem generais por incompetência. Como explicar subalterno que puxa tapete de comandante com vídeo infante? Como explicar que até hoje não teve dinheiro pra sistemas de artilharia mas teve pra cerveja e o picanha? “Precisamos de artilharia para os jogos Pan-Americanos de 2007” “Precisamos de artilharia para a visita… Read more »

ChinEs
ChinEs
2 meses atrás

A Rússia esta fazendo uma Guerra Mundial contra o Ocidente, em todos os locais ricos em Petroleo + Gaz + Uranio serão alvos da ações Russas, uma vingança a tomada da faixa de Gaza por Israel, as percas na Ucrania, Agora a Guerra chegou a America Latina…

Carvalho2008
Carvalho2008
2 meses atrás

Os territórios brasileiro é brasileiros estão ameaçados. Maduro lança e precisa de uma campanha militar paraanyer-se no governo, unir população e evitar eleições. Cegueira negar a Malvinas 2.0. Países potências estão calados aguardando o mote para implantar tropas estrangeiras lá. Atente-se que já poderiam ter mobilizado, mas tem intenção não de prevenir ou inibir o conflito. Desejam que ele exista para de fato entrarem e causar outros conflitos secundários na região. Isto possibilitará provocarem outros movimentos de independência e projetados que possam atingir também nossas reservas. O caos lhes e favorável É neste contexto que o Brasil deve ser duro… Read more »

Orivaldo
Orivaldo
2 meses atrás

O Engraçado é o Amorim falar isso. É o maior puxa saco internacional desse Tralha

adriano Madureira
adriano Madureira
2 meses atrás

Fato: Bem, por direito o território é da Venezuela mas foi usurpado na mão grande pela potência da época, gostem ou não é território venezuelano assim como o Pirara é do Brasil, mas no nosso caso, não sei se por inépcia ou cagaço, já que naquela época não eramos fortes o suficiente para bater de frente com uma potência, preferimos perder território e acesso à bacia do Essequibo, através do Rupunúni, como deu à então Guiana Inglesa acesso à bacia Amazônica através dos seus afluentes. Deixamos os missionário ingleses catequizando índios para a religião e o domínio britânicos, ensinando ainda o idioma… Read more »

Caerthal
Caerthal
2 meses atrás

A velha e vitoriosa tática do “amor”. Promete.

adriano Madureira
adriano Madureira
Reply to  Caerthal
2 meses atrás

Malvinas 2.0 !

Harpia
Harpia
2 meses atrás

Longe de querer apoiar uma invasão venezuelana, à luz da verdade esse território pertence à Venezuela. 1- Pertencia a Venezuela na época de sua independência; 2- Foi tomado por uma potência colonial após a independência da Venezuela; 3- O tratado que a Guiana sustenta não teve participação de negociadores venezuelanos; 4- Um dos negociadores reconheceu que a Venezuela foi deliberadamente prejudicada na negociação; 5- Em 1966 a própria potência que assinou o primeiro acordo assinou um novo invalidando o anterior. 6- Porque a Guiana reconhece o acordo espúrio mas não reconhece o novo acordo que o invalidou? 7- Com exceção… Read more »

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  Harpia
2 meses atrás

A única verdade que tem é que ninguém que vive ali fala espanhol, sinal de que nunca foi realmente da Espanha ou Venezuela.

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  SmokingSnake 🐍
2 meses atrás

Foi colônia holandesa e que depois virou britânica, nunca houve colônia de língua espanhola desde a chegada dos primeiros navios…

Nilo
Nilo
Reply to  Carvalho2008
2 meses atrás

Aquilo ali continua sendo colônia até hoje e assim permanecerá rsrsrs

Everton BM
Everton BM
2 meses atrás

O exército venezuelano está reforçando as pequenas infraestrutura das ilhas fluviais Anacoco que anexaram em 1966 ao que parece entender que eles vão avançar também pelo rio Cuyuni até o principal rio Essequib0

Last edited 2 meses atrás by Everton BM
Samuel Asafe
Samuel Asafe
2 meses atrás

Precisamos falar da incapacidade do exército brasileiro de nos garantir que uma força como a Venezuela não seria uma ameaça a nossa integridade territorial. A ausência das defesas aéreas de longo alcance e a inexistência de mísseis anti-radar é uma coisa absurda.
Ps: ter de deslocar blindagem leve do Sul e centro-oeste e demorar semanas pra fazer isso é uma piada de mau gosto.

GRAXAIN
GRAXAIN
2 meses atrás

Pediu como? Encarecidamente? Alguma autoridade alojada no Palácio do Planalto já se posicionou oficialmente? O MD não conta, só tem audiência com o líder supremo, aquele que resolve tudo numa mesa de bar, na próxima sexta….

Jonathan Pôrto
Jonathan Pôrto
2 meses atrás

Maduro não ousaria, são só bravatas!!

Jadson S. Cabral
Jadson S. Cabral
2 meses atrás

Pediu… o correto seria o Brasil dizer que não aceitaria uma invasão de uma nação soberana na América do Sul. O correto seria o Brasil dizer que não aceitaria uma guerra na América do Sul, sobretudo em nossa fronteira. Esse conflito mostrará aos brasileiros e ao mundo o quão anões nós somos, o quão despreparados e frouxos nós somos. É inadmissível que um conflito desse acorra aqui mas nossas fronteiras e o Brasil não consiga impedir. É inadmissível que precisemos que os EUA venham aqui no nosso quintal intervir enquanto a gente tem medo até de falar grosso numa nota!… Read more »

adriano Madureira
adriano Madureira
2 meses atrás

Não falo por maldade, mas gostaria de ver Maduro entrar em uma aventura militar e terminar como Leopoldo Galtieri , que depois de invadir as Malvinas, ficou insustentável sua permanência.

Quatro dias após o fim da empreitada, Galtieri acabou renunciando a presidência.

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  adriano Madureira
2 meses atrás

O problema é que quem entrar lá, estas forças estrangeiras, não sairão mais de lá. O conflito irá se expandir e ser artificializado para as reservas indígenas. Haverá a Surumu 2….mas desta vez com forças estranhas e externas abocanhando nosso território.

Isto já foi tentado na surdina em 1993.

Também já foi tentado incluir causas ambientais dentro da gestão do CS.

E agora, veja que se alguém não quer a invasão, porque não mandam forças para lá afim de evitar? Porque por óbvio pretende-se consumar o conflito e estabelecer forças lá.

Marcelo
Marcelo
2 meses atrás

Ué cadê o nove dedos, para resolver isto em uma mesa de boteco tomando cerveja. Não sei quem é pior quem fala uma coisa desta ou quem aplaude.

Sergio
Sergio
2 meses atrás

Não existe ” resolver pacificamente “! Este assunto sequer deveria estar a mesa!!! Anexar 70% do território de outra nação, fazer mapinha modificado…É preciso falar grosso com esse vagabundo!!! Não estamos mais no Século XVIII!!!

Marco
Marco
2 meses atrás

A resposta do EB , segundo o que sabemos, é pífia. Um convite para a ocupação estrangeira da Guiana. 5 Kc 390 levariam 5 guaranis para Boa Vista de uma vez . Da pra transportar um esquadrão mecanizado por dia. Em três dias uma Brigada, ao menos o componente de manobra. Em 10 dias a Brigada inteira. Que história é essa de 20 dias para transportar os VBMTLSR? A FAB e o EB têm com certeza condições de colocar uma força dissuasoria significativa na região trabalhando 24/7. É um absurdo a indolência que está aparentando ser a reação das nossas… Read more »

Quirino
Quirino
2 meses atrás

Porque a pagina parou de falar da guerra da Ucrânia?

Carvalho2008
Carvalho2008
2 meses atrás

https://g1.globo.com/mundo/noticia/2023/12/07/essequibo-eua-exercicio-conjunto-guiana.ghtml

Mais um passo….

Agora, USA declara que irá realizar operações conjuntas na Guiana, depois da Venezuela de declararar zona de exclusão sem querer invadir, nomear um General comandante supremo da região em que não enviará tropas, depois de desenhar um novo mapa sem ter perspectivas de avançar na região, depois de um plebiscito somente para formular opinião, depois de declarar que irá até as últimas para defender Essequibo de mentiria, depois de contestar o acordo após a independência da Guiana em 66, depois de ter assinado um acordo 100 anos antes…

Last edited 2 meses atrás by Carvalho2008
Marco
Marco
Reply to  Carvalho2008
2 meses atrás

Tô avisando. É a escandalosa imprevidencia brasileira! Lula já avisou que é favorável há um sistema de governança global da amazônia. Se tem algum general do EB que acha que não é capaz de levar uma força de reação rápida para a fronteira e de mobilizar as reservas estratégicas do EB, então pede exoneração do cargo. E se não tem nenhum general ecd para cumprir a missão, promove um Cel a Gal e manda pra lá. Ficar em Brasília nessa hora não dá. A missão tem que ser cumprida com os recursos disponíveis custe o que custar. Não tem desculpa… Read more »

Ivan herrera
Ivan herrera
Reply to  Carvalho2008
2 meses atrás

Só assim mesmo pra por fim nessas ameaças do maduro, por que se dependesse do Brasil rsss perderíamos até Roraima 😂

H.Saito
H.Saito
2 meses atrás

Até parece que o DITADOR venezuelano dará ouvidos a um velho moribundo…

Last edited 2 meses atrás by H.Saito
Rodrigo Maçolla
Rodrigo Maçolla
2 meses atrás

Molusto segura o Maduro 🙂

JapaSp Jantador
JapaSp Jantador
2 meses atrás

Envolver de graça numa guerra não vamos, agora se a Guiana der uma base, campos de petróleo, minério, quem sabe.

Sobre o Putin estar envolvido, óbvio. Nao muito tempo atrás estava cheio de russos na Venezuela e ainda tem, em volta de Maduro.
Desestabiliza regiões pra tirar o foco da Ucrânia. Não precisa ser gênio pra saber isso. Maduro tem interesses também, mas quem fez a cabecinha dele que esta a quietinha foi quem? Kkkk

Expedito C. S. Bastos
2 meses atrás

Em 09 de fevereiro de 2009 publiquei um artigo intitulado “M60A3TTS e Leopard1A5 – Aproveitar melhor o que se tem” e que continua atual para os problemas recentes na região Norte do país, envolvendo o Estado de Roraima. Caso queiram ler, acessem o link: https://ecsbdefesa.com.br/m-60-a3-tts-e-leopard-1-a5-aproveitar-melhor-o-que-se-tem/

Neural
Neural
Reply to  Expedito C. S. Bastos
2 meses atrás

Rússia entrou em Robotino hoje, vão retomar a vila. Avdivika avançando lentamente, é isso que a Rússia quer desgastar lentamente pra invadi com tudo