M1126 Stryker

Os Estados Unidos estão propondo uma venda FMS (Foreign Military Sales) de veículos blindados de transporte de pessoal M1126 Stryker para o Exército Argentino.

Se selecionada, a venda seria um “golpe” efetivo no Brasil, que quase conseguiu uma venda de 156 unidades do Guarani 6×6 para a Argentina em 2023.

Em 2020, o Departamento de Estado já tinha determinado a aprovação de uma possível venda militar estrangeira ao governo da Argentina de vinte e sete (27) veículos transportadores de infantaria Stryker M1126 e equipamentos relacionados por um custo estimado de US$ 100 milhões.

O M1126 Stryker é um veículo blindado de combate de rodas 8×8, parte da família de veículos Stryker, amplamente utilizado pelo Exército dos Estados Unidos. Este veículo foi desenvolvido para proporcionar uma combinação eficaz de capacidades de mobilidade, poder de fogo e proteção.

O Stryker é projetado para ser versátil, capaz de realizar uma variedade de missões, incluindo reconhecimento, apoio de fogo, transporte de tropas e evacuação médica.

Existem diversas variantes do Stryker para diferentes funções, incluindo veículos de comando, de reconhecimento, de morteiro, ambulância e engenharia.

FONTE: @SA_Defensa, no X

Subscribe
Notify of
guest

177 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Matheus
Matheus
1 mês atrás

Agora os mesmos que reclamaram que o Brasil tinha vendido Guarani para Argentina, que sera calote, vão reclamar que o Brasil perdeu a venda pros EUA.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Matheus
1 mês atrás

Separando as coisas… a primeira pergunta é se existe espaço político para a Argentina fazer uma compra de material militar no atual contexto. MIlei está propondo cortes de pessoal, nos subsídios e nos programas sociais. Seria muita provocação aprovar a compra de material militar. Outro ponto, a importação de blindados Guarani também é benéfico para o setor industrial argentino, que produz vários componentes usados no veículo, ao contrário dos blindados dos EUA que seria uma importação via FMS. A importação via FMS é um acordo governo-governo. O governo argentino teria que pagar as parcelas ou o total (o FMS admite… Read more »

JPonte
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Eu acho que ainda não está claro a ideia de Milei … a depender dele não haverá nenhum negócio governo a governo com países que ele considera socialista , ele já virou nominalmente diversas vezes o Brasil enquanto for governado pelo PT . Acredito ( agora especulação ) quando a situação financeira permitir a Argentina irá se rearmar com armamento americano em suas 3 forças ; daqui a 2 anos quando Milei acredita começar a surgir os efeitos benefícios de sua política …. O Chile terá na próxima eleição a assunção do direitas José Eduardo Kast ( e o que… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  JPonte
1 mês atrás

Pois é. O mais complicado desta ideia do Milei é achar que o Brasil é “socialista”.. ele sabe que isso é uma tolice, mas parece atender a algum apelo demagógico. Eu até gostaria que o Brasil fosse socialista. riso. Ou no mínimo, que tivesse um sistema tributário e fiscal parecido ao das democracias escandinavas…. Sobre a recuperação econômica da Argentina, é uma boa discussão. De uma lado, é bem conhecida a curva em “V”. Depois de uma grande queda econômica só é possível acontecer uma recuperação. O aumento do desemprego reprime as demandas de consumo, causa uma aumento da capacidade… Read more »

JPonte
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Milei é um grande estudioso e teórico de respeito , não é um político analfabeto ou um político c raizes no stablushment , ele está trazendo uma política disruptiva em todos os setores da sociedade Argentina , no que depender dele peronismo e kichernerisno serão passados na Argentina . É absolutamente avesso ao socialismo sem todos os seus matizes . Quanto a tributação na Escandinávia há aí um grande engano … eu também gostaria que nossos tributos fossem como os que fizeram da Escandinávia uma região rica …. a política econômica que vigorou nas décadas de 1920 a 1965 ….… Read more »

erikbomberman
erikbomberman
Reply to  JPonte
1 mês atrás

Tá de sacanagem né . . . deve estar no mesmo time que chama de filósofo o Olavo do adoçante de fetos na pepsi né . . .

JPonte
Reply to  erikbomberman
1 mês atrás

Não amigo , eu não estou dizendo que concordo ou discordo de Milei .
Eu estou narrando um fato , os fatos podemos gostar ou não só não podemos fugir deles ou não iremos entender o que acontece ao nosso redor .

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  JPonte
1 mês atrás

Olá JP. Encontro o mesmo problema ás vezes. Uma coisa é uma opinião, outro coisa é um torcida, outra coisa é um fato.

A partir de um fato, a gente pode ter uma opinião que vai contra a própria torcida.

O Palmeiras foi campeão; isso significa que o time é melhor que o Corinthians que provavelmente vai perder outro campeonato em 2024; triste para mim, que sou corinthiano.

Isso é uma sequência de fato; análise e opinião; e torcida.

Heinz
Heinz
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

A situação que o peronismo deixou a Argentia está tão feia, mas tão feia que o povo apostou suas fichas no Milei, em vez de ir novamente na esquerda de lá. Situação graves, exigem medidas igualmente duras, se não será só um paliativo para a desgraça completa da Argentina. Espero que Milei faça um bom trabalho por lá.

Edu
Edu
Reply to  Heinz
1 mês atrás

Perfeito.
E logo o BR.

Elias E. Vargas
Elias E. Vargas
Reply to  Heinz
1 mês atrás

Temos “in factu” a fabula da “mosca x abelha “. A primeira, por mais que a segunda apregoa-se as vantagens do mel, trabalhando freneticamente entre coleta das flores e o armazenamento na colméia para desfrutar em dias sombrios, a mosca preguiçosa e indolente que vivia cantarolar, quando sentia fome não se incomodava em se lambuzar na merda.
Meu medo é que a “mosca” seja amiga das formigas “de preto”, que costumam assaltar as colméias das abelhas matando-as e levando o mel impunemente.
Qualquer semelhança com fatos reais, não é mera coincidência.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  JPonte
1 mês atrás

Olá JP. Eu também acho que MIlei sabe que chamar o Brasil de socialista é uma bobagem, mas também sabe que isso deve trazer algum ganho político, senão faria diferente. Até aqui, Milei tem acertado na política de curto prazo, tanto que venceu uma eleição bem apertada. Neste aspecto, é um bom político, ainda que seja um grande demagogo. Sobre a existência de seguidores, a gente pode lembrar que Mussolini também teve (e ainda tem) seguidores fanáticos. Falo de Mussolini, que esta morto, para evitar a polêmica de citar outros demogogos vivos. Eu não sei onde MIlei quer chegar. Certamente… Read more »

JPonte
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Eu no momento estou lendo e procurando compreender Milei pela imprensa Argentina e por estudiosos argentinos .
Mas pré dizer se terá sucesso ou não é cedo .
Se der certo ele revolucionará a América Latina e a levará a direita , isto posso ou podemos prever .

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  JPonte
1 mês atrás

Olá Jp. Concordo. Se a proposta de Milei der certo, pode ser que outros países copiem. Lembro que após a Revolução Russa, a ideia que outros países poderiam repetir a experiência soviética ser tonou popular. Naquele contexto, a experiência fascista na Itália foi vista como uma solução para o risco de uma revolução nos moldes soviéticos. Muitos países adotaram o modelo fascista, alguns de modo mais profundo e outros de modo mais brando. Até o Brasil teve um regime de inspiração fascista (ainda que os integralistas não conseguiram chegar ao poder) Quando Castro derrubou o regime de Fulgêncio Batista, uma… Read more »

FELIPE
FELIPE
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Demagogos não faltam, também do outro lado…

André
André
Reply to  JPonte
1 mês atrás

Teórico do sexo tântrico…. é cada maluco. Segue o jogo.

JHF
JHF
Reply to  JPonte
1 mês atrás

” Eu diria que é bom começarmos a estudar quem é o Milei , pois ele será um líder que irá galvanizar a América Latina toda ….” Desculpe mas isso não 3 um fato. Está mais para teoria sem fonte nem lastro em fato algum. Gosta do Milei e sua prática do Estado minimo, ok. Mas vender o professor de sexo tântrico, ventrilogo de cachorro e corretor da bolsa de valores como Estadista…… Ahi é forçar a amizade.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  JHF
1 mês atrás

Olá JHF. È importante separar o Mieli real deste personagem inventado para ser midiático. Acredito que ele sabe que tudo isso é bobagem, mas ele sabe que isso tem impacto.

Um estadista é algo que se constroi em uma vida, com erros e acertos. Ninguém melhor que Churchill como exemplo. Nixon também… Gandhi.. e uns poucos outros. Então, também acho um exagero chama-lo de estadista.. ele tem um longo caminho.

Ainda assim, tem que estar atento para não misturar o personagem com o Milei.

Eu ainda não sei que é o Milei. Estou acompanhando.

Edu
Edu
Reply to  JPonte
1 mês atrás

Concordo contigo.
Muitos citam a escandinávia como exemplo, mas esquecem a disciplina deles. Além das condições financeiras opostas.

_________
_________

COMENTÁRIO EDITADO. AVISO DOS EDITORES A TODOS NESTA DISCUSSÃO: MANTENHAM O FOCO NO ASSUNTO DA MATÉRIA SEM DESVIAR PARA A DISPUTA POLÍTICA E IDEOLÓGICA.

LEIAM AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Mustafah
Mustafah
Reply to  JPonte
1 mês atrás

Quem vive na fronteira com a Argentina, vem assistindo a decadência daquele país a anos, sua infraestrutura cada dia mais degradada, seu serviço público, outrora fator de inveja a nos brasileiros, pelo forte controle da fronteira efetuado pela polícia de fronteira, a Gendarmeria Nacional, além da Prefeitura Naval (Guarda costeira) e a polícia federal, tudo sucateado. A implosão do.pais pelas políticas de quase 20 anos de Kirshinerismo, e visível para o morador da fronteira. O fator Multi e um sopro de mudança nesse quadro caótico em que se encontram.

FELIPE
FELIPE
Reply to  JPonte
1 mês atrás

Infelizmente os blogs de defesa estão cheios de socialistas e pseudonacionalistas (submissos à China e seus interesses), acham que ser anti-EUA é ter mais soberania e China/Rússia são os salvadores do mundo.

Jagder
Jagder
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Eleição na Rússia? Tu não sabe quem já ganhou na Rússia?
Não seja bobo.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Jagder
1 mês atrás

Caro. Eu falei que estas eleições nos EUA e na Russia serão um grande show, no sentido de evento midiático. Se vão ser livres ou democráticas, isso é outra história.

Santamariense
Santamariense
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

“Eu até gostaria que o Brasil fosse socialista.”

Isso, todos sabemos.

Edu
Edu
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Deus nos livre de um Brasil s0cialis tá. E de um mundo dominado por eles.

AVISO DOS EDITORES A TODOS NESTA DISCUSSÃO: MANTENHAM O FOCO NO ASSUNTO DA MATÉRIA.

LEIAM AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

FELIPE
FELIPE
Reply to  Edu
1 mês atrás

As pessoas deveriam pesquisar como era a vida na URSS com a economia totalmente estatal e nas mãos de planejadores centrais e partido único. Também como é a vida na China para um cidadão comum. Quem sabe assim acordam pra vida.

MMerlin
MMerlin
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Incrível que apenas quem gostaria de viver em um país socialista são pessoas que vivem em um país ditado pela democracia. Criaram toda uma ideologia em volta de Karl Marx que nubla inclusive os mais eruditos. Apontam teorias dos motivos de países que aplicaram a filosofia e não deram certo. Não percebem que a aplicação desse modelo é uma utopia. Países e Governos são formados por pessoas, que além de defeitos possuem ambições. Suprimir o segundo exige controle. Basta ver o que ocorreu com a União Soviética. Mas não adianta tentar abordar o assunto. Mesmo com pessoas mais abertas. Chega… Read more »

MMerlin
MMerlin
Reply to  MMerlin
1 mês atrás

De acordo moderação. Apenas uma sugestão: colocar o aviso onde tudo se originou (não tinha chegado até o aviso). As vezes os comentários vão se desvirtuando de modo homeopático (o que não é o caso – mas existe).

Last edited 1 mês atrás by MMerlin
Vinícius
Vinícius
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

O Guarani ajuda as empresas argentinas envolvidas na fabricação? Com certeza, mas tirando isso o Stryker é um blindado superior.

RDX
RDX
Reply to  Vinícius
1 mês atrás

O stryker é um 8×8 provado em combate e com 20 anos de evolução, 10 variantes em serviço, 4.900 unidades produzidas e suprimentos ad eternum.

Santamariense
Santamariense
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

“Também apoio a criação de um esquadrão conjunto de Kc390, na qual cada país teria um determinado número de horas de voo proporcional á sua cota. Talvez, começando com o “ABC” (Argentina, Brasil e Chile) mas aberto para outros países ingressarem, como Paraguai, Uruguais, Bolívia..” Você mesmo escreveu 4 parágrafos falando sobre as limitações de comprometimento financeiro da Argentina e depois propõe a ideia estapafúrdia de criar um esquadrão multinacional de transporte com o KC-390. Nem Argentina nem Chile precisam, ao menos no médio prazo, de aeronaves de transporte, pois ambos receberam C-130 dos EUA. E qual seria a demanda… Read more »

Jadson
Jadson
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

O povo argentino passando o que está passando. Ou será que estão bem? Se tem dinheiro para comprar blindados sem individar mais a Argentina, tem dinheiro para pagar ao FMI…e pagando ao FMI tem dinheiro para pagar ao Brasil.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Jadson
1 mês atrás

Pois é Jadson.. também vejo este entrave político. Eu não sei como MIlei conseguiria justificar a comprar de carros de combate enquanto decreta cortes sociais e demissões.

MMerlin
MMerlin
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

A Argentina não tem dinheiro.
A situação é crítica.
Tão crítica que nem o FMI vê possibilidade de recuperação real (no status atual).
A única possibilidade é tentar repetir a receita que outros país em situação similar (mas melhor – a da Argentina é realmente das piores) efetuaram, como redução drástica de despesa pública e grandes modificações na agenda econômica.
Não existe outra maneira.
Eu também não sei como Milei conseguirá jusiticar uma compra militar.
Sinceramente, eu não sei como e se a Argentina vai conseguir sair de tal situação.
Falta vontade da área política, bem como da opinião pública.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  MMerlin
1 mês atrás

Ola Merlin. Concordo. São trẽs problemas diferentes acontecendo ao mesmo tempo. 1) hiperinflação. 2) Baixas reservas cambiais 3) Baixo crescimento e aumento da pobreza. O que serve para resolver um problema pode agravar o outro. O problemas das divisas para sustentar o comércio exterior passa pelos empréstimos do FMI, que foi criado para isso. A médio prazo é preciso obter algum superávit comercial para aumentar as divistas. O problema da hiperinflação é outra coisa. Ao contrário dos processos inflacionários que podem ser estabilizados por meio de uma recessão, hiperinflação é resiliente. Geralmente, é preciso uma âncora cambial, como aconteceu com… Read more »

Henrique
Henrique
Reply to  Matheus
1 mês atrás

Brasil perdeu a venda de 400 pra Ucrânia que seriam pagos com dinheiro da OTAN…

perder mais uma compra de 130 unidade sé tipo segunda feria pro brasil kkkk
supressa seria dar certo a venda pra Argentina

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Caro Henrique…. esta venda de “Guaralâncias” foi um blefe de Zelensky para constranger o governo brasileiro. 1) dizia-se que eram veículos de evacuação médica para evacuar população civil das áreas de combate 2) depois do veto brasileiro aos Guarani, a Ucrânia não buscou outros veículos similares, como o Stryker. 3) a Ucrânia empenhou em 2022 cerca de 33% do seu PIB na guerra, Ela depende inteiramente da ajuda militar dos EUA para adquirir material militar De fato, a estratégia de constranger o governo brasileiro. Se o governo aceitasse a venda, criaria um embaraço no discurso pelo cessar fogo. Se vetasse… Read more »

Henrique
Henrique
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

sempre é um blef pra que acredita na propaganda russa…. e isso aqui é praticamente aprova disso: “Fica a pergunta.. a Ucrânia terá eleições presidenciais em 2024?” cara tu é muito **********, ja foi explicado que NÃO vai ter eleição lá pq a constituição deles (se não acredita é só procurar o texto, dica toma vergonha e lê o artigo 83) diz que não é pra ter eleição em caso se guerra ai tu quer que tenha eleição no meio de uma guerra para a Russia jogar uma bomba lá e matar um monte de civil… —– “esta embaraço colocou… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Henrique
Bernardo
Bernardo
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Não, é proibido pela constituição deles durante lei marcial. Do mesmo jeito que a Grã-Bretanha não teve durante as duas grandes guerras (e vários outros exemplos). Ter eleição com parte do território invadido e em pleno conflito já é dificil (basicamente, ninguém faz, por questões práticas). Ainda com a proibição, fica impossível.

E a oposição na Rússia, como vai? Bem livre e desimpedida?

KKce
KKce
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Os caras tomando bomba na cabeça todo dia e você preocupado com eleição. O ucraniano está preocupado é se vai estar vivo em 2024, se vai ou não ter eleição eles devem ________.

EDITADO. MANTENHA O BLOG LIMPO.

LEIA AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  KKce
1 mês atrás

Então “KK”…. defendo o imediato cessar fogo na Ucrânia e início das negociações de paz desde o início do conflito.

Então, a minha primeira preocupação sempre foi com a população civil ucraniana e com o desastre humanitário.

Fico feliz que vocẽ compartilha desta preocupação humanitária também. Quando mais gente escrever que a crise humanitária na Ucrânia é grave e que é preciso um cessar fogo imediato, maior é a chance disso acontecer.

excelente.

Henrique
Henrique
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

“defendo o imediato cessar fogo na Ucrânia e início das negociações de paz desde o início do conflito.”

me diz como que negocia com o país que repete todo dia que vai jogar uma bomba nucelar em você, diz que você não pode existir, diz que vc é inferior…

o que precisa imediatamente é dar mais armas pra Ucrânia.. a dialogo já teve a chance em 2014 e a Rússia escolheu violência

KKce
KKce
Reply to  Henrique
1 mês atrás

O cessar fogo dele deve ser o seguinte: Ucranianos se rendem, entregam o que os russos já ocuparam e aceita condição esdrúxula como a desmilitarização do país, pois esse é uma das condições impostas pelo outro lado haha

Vitor
Vitor
Reply to  KKce
1 mês atrás

Você acredita que vai ser diferente…a casa caiu

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  KKce
1 mês atrás

Caro. Cessar fogo significa que os dois países param de disparar um contra o outro. Simples assim.

Segundo o google

cessar fogo : interrupção ou fim das hostilidades ou de um estado de beligerância

Last edited 1 mês atrás by Camargoer.
Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Caro. Primeiro, os dois países precisam se sentar á mesa e conversar, como aconteceu recentemente entre os presidentes da Venezuela e da Guiana.

Sem isso, fica difícil mesmo.

Jagder
Jagder
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Tu acredita que houve diálogo entre Venezuela e Guiana?
Qualquer criança sabe que foi blefe do cai de Maduro essa jogada.
Looola que não aproveitou, mais uma vez, a chance de melhorar a posição diplomática do brazil.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Jagder
1 mês atrás

Ué. Os dois se encontraram e deste encontro resultou uma declaração conjunta cujo título foi “DECLARACIÓN CONJUNTA DE ARGYLE POR EL DIALOGO Y LA PAZ ENTRE GUYANA Y VENEZUELA”

https://mppre.gob.ve/2023/12/14/declaracion-conjunta-dialogo-guyana-venezuela/

https://agenciabrasil.ebc.com.br/internacional/noticia/2023-12/venezuela-e-guiana-se-comprometem-nao-usar-forca-uma-contra-outra

Henrique
Henrique
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

EDITADO:
2 – Mantenha o respeito: não provoque e não ataque outros comentaristas.
3 – Mantenha o blog limpo: não use palavras de baixo calão ou xingamentos.

Henrique
Henrique
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

“Caro. Primeiro, os dois países precisam se sentar á mesa e conversar, como aconteceu recentemente entre os presidentes da Venezuela e da Guiana.” ” é necessário um imediato cessar fogo para interromper o desastre humanitário. Segundo, os dois países precisam começar as negociações” cara entra na tua casa… rouba você, estupra todo mundo e ai chega o negociador dizendo… ” precisam se sentar á mesa e conversar” KKKKKKKK e cara ainda mete ” interromper o desastre humanitário” sendo que ele ta claramente defendendo que o desastre humanitário aconteça de todas as formas ja que a Russia ja disse que ucranianos são inferiors… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Henrique
KKce
KKce
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Ótimo. Liga no Kremlin e peça para que se retirem da Ucrânia, assim seu desejo pelo cessar fogo e o fim do conflito se concretize.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  KKce
1 mês atrás

Pois é. Talvez seja mais fácil se comitivas diplomáticas dos dois países se encontrarem e conversarem. Muita gente falou mal de Kissinger quando ele morreu, e muitos tinham razão. Contudo, a guerra do Vietnã só acabou quando diplomatas dos EUA e do Vietnã começaram a negociar. A propósio, dia 27 de jan completará 51 anos. O cessar fogo pode ser detratado imediatamente. Nem precisa esperar chegar a um acordo. De um lado, um cessar fogo. Do outro, os dois países se sentem e busquem um acordo. Cada um coloco o que quer, alinha-se o que se concorda e começa a… Read more »

KKce
KKce
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

E o que te faz acreditar que os russos abrirão mão das exigências feitas? Porque eu não acredito oque os ucranianos vão aceitá-las. Não vejo acordo se desenhando. Putin voltaria pra casa de mãos vazias?

Sobre o Vietnã os EUA tiveram pressão interna para acabar aquilo, não? Isso não acontece na Rússia, pelo o que sei a maioria apoia a chamada operação especial. Não vejo nem barulho entre os russos que saíram do país.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  KKce
1 mês atrás

Caro “KK”. Eu não sei o que faria a Russia e a Ucrãnia chegarem a um acordo. Por isso, eles precisam negociar, cada parte colocar as suas posições para se tentar chegar a um acordo que seja “igualmente ruim para os dois”.

Primeiro, é necessário um imediato cessar fogo para interromper o desastre humanitário.

Segundo, os dois países precisam começar as negociações. Para isso, os dois países precisam se reunir.

Henrique
Henrique
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

EDITADO

Jagder
Jagder
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

_____

COMENTÁRIO APAGADO. DEBATA OS ARGUMENTOS SEM ATACAR AS PESSOAS.

LEIA AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

JHF
JHF
Reply to  KKce
1 mês atrás

Tem um problema.importante ahi, sempre ignorado pela opinião em geral, a Rússia anexou oficiante as províncias de ocupa. As tropas oficialmente não ocupam Ukrania alguma. Estão defendendo território russo. Do lado russo, o cesar fogo seria congelar as hostilidades e ponto.

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

A Ucrânia se dependesse só dos EUA para comprar equipamento militar, estava feita, ou só da Europa, não é por tentarem omitir que a UE e UK ajudam também a Ucrânia, que isso passará a ser verdade.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Rui Mendes
1 mês atrás

Caro Rui. A maior parte da ajuda militar vem sendo custeada pelos EUA. Desde o início do conflito, os EUA já enviaram mais d eUS$ 75 bilhões para a Ucrãnia. O segundo país seria a Alemanha com Eur$ 17 bilhões e em terceiro o Reino Unido com Eur$ 6,6 bilhões. Se somar toda a ajuda europeia, ainda será menos da metade da ajuda dos EUA. Escrevi que a Ucrãnia depende “inteiramente” dos EUA no sentido que sem a ajuda dos EUA, a Ucrãnia afunda. Talvez o sentido literal de “inteiramente” seja inadequado. Obrigado pelo alerta. Então vamos lá…. a Ucrânia… Read more »

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Que tal, tá errado, claro, conta a ajuda total dos países Europeus , eles próprios e a ajuda da UE, conta a ajuda militar, humanitária e para pagar á função pública ucraniana, depois conta também, o dinheiro e subsídios que a Europa está a pagar aos milhões de Refugiados Ucranianos, que fugiram para a Europa.
Então vamos lá, sem a ajuda Europeia, a Rússia já estava em Kiev, sem a ajuda dos EUA, a Rússia já estava em Kiev, com a ajuda dos dois, até agora, estão a aguentar, também muito, ás custas do sangue dos soldados Ucranianos.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Rui Mendes
1 mês atrás

Que tal vocẽ fazer estas contas e apresentar aqui?

Dai a gente continua discutindo.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Sim, os caras iam comprar uma versão do Guaraní que não existe nem pro próprio EB, que ainda precisaria ser projetada e homologada ( a OTAN ia pagar por isso tambem? ), e que demoraria, por baixo e sendo otimista, 1 ano pra começar a chegar pra Ucrânia, quando o que não falta do mundo é Stryker ou M113 nessa versão ambulância lá no deserto, a pronta entrega.

Tú ainda acredita nessa?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

Olá Wilber. Exato. Discutimos muito isso naquele período. 1) por que buscar um “Guarilância” que levaria de 1 a 2 anos para o primeiro veículo ser entregue ao invés de buscar M113 ou Stryker dos excedentes dos EUA? por que, após o veto do Brasil, a Ucrânia desistiu de comprar veículos de remoção de feridos de outros lugares?

acho que foram as duas principais perguntas colocadas no período que não puderam ser respondidas.

Henrique
Henrique
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

“Guarilância” que levaria de 1 a 2 anos para o primeiro veículo ser entregue”

incompetência da Iveco é bem alta né kkkkk doisa anos pra pegar um chassi que funciona e fazer vira uma ambulância

mas de novo entrega o que ja existe e eles fazem as mudanças se julgaram necessário

essas desculpinhas tão mais:” preciso fazer foçar a propaganda russa que a Ucrânia ta perdida e assim param dar apoio pra ela”

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Bem, o problema da competência ou incompetência da Iveco é outra discussão (sua tecla “k” está com problemas)

Se os “Guarilâncias” eram necessários, por que não fazer as tais “modficações” com os M113 e Stryker excedentes dos EUA? Considerando que estes equipamentos estão disponíveis e poderiam ser revisados por empresas dos EUA com recursos da ajuda militar, considerando o tempo levado entre o veto brasileiro e hoje, as primeiras unidades já estariam sendo entregues.

A pergunta é simples.

Henrique
Henrique
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Tecla k sempre da problema quando alguém que acredita na propaganda russa fala kkkkkk

Agora foi engraçado…. Tô defendo que a BID vendesse pra Ucrânia e o cara que acredita na Rússia tá defendebdo a BID dos EUA kkkkk

E ainda reclama do pq dos k

AVISO DOS EDITORES A HENRIQUE E CAMARGOER: O DEBATE ESTÁ DESANDANDO PARA PROVOCAÇÕES PESSOAIS. MANTENHAM O RESPEITO.

LEIA AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Caro. Obrigado. Tem gente que tenta ser engraçado mas é apenas constrangedor.

Voltando, defender uma ideia é fazer uma afirmação. Uma pergunta é diferente.

Então, “se os Guarilâncias eram necessários, por que a Ucrânia não buscou uma alternativa depois do veto do governo brasileiro?”.

como disse, uma pergunta simples.

Nemo
Nemo
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Amigo, seu conhecimento de processo industrial precisa ser aprimorado. Projetar, ajustar processos industriais etc não é simples como parece.

Henrique
Henrique
Reply to  Nemo
1 mês atrás

Amigo… Venda o que existe pra Ucrânia então… Simples

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Caro. È preciso as duas partes. De um lado, tem que ter um comprador interessado. Do outro um vendedor com disponível

A Ucrânia pediu Guarilâncias… isso não tem para vender.

Se eles tivessem pedido um Guarani armado no padrão do EB, seria outra discussão

È como alguém que vai no mercado comprar vinho e alguém oferece suco de uva… ou o contrário. Ou alguém que quer comprar sal e oferecem açúcar..

são parecidos, mas são diferentes.

Santamariense
Santamariense
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Repete o termo “Guarilâncias” em vários comentários e depois critica o senso de humor dos outros…

Ainda, se esse termo é a fusão de Guarani com ambulância, deveria ser “GuarAlância” e não “GuarIlância”.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Aliás, se é pra comprar produto “made in Brazil” que não existe….

Não querem comprar o Astros Anti-Aéreo, ou um Alvaro Alberto 2 tambem não?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

Então.. quando ocorreu o acidente com o submarino argentino, defendi que o Brasil transferisse um ou dois Tupis para a Argentina…. riso.

Acho que tem gente que não entendeu aquela ideia até hoje. riso.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Aliás, já que é pra Ucrânia comprar algo que não existe, já que, aparentemente, eles tem tempo e grana de sobra…

https://www.naval.com.br/blog/2018/07/05/argentina-avalia-construcao-de-um-submarino-nuclear/#

Olha que beleza. Um sub nuclear, e completar 3 cascos de subs que estão naquele galpão a mais de 30 anos.
Alguem manda essa idéia pra eles, tenho certeza que o Milei aprovaria.

Henrique
Henrique
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

nossa é muito difícil fazer um viatura ambulância.. meu deus levaria décadas pra isso pra fazer isso…

provavelmente tu ofendeu a Iveco e todo mundo la em Sete Lagoas. Se o problema é que foi pedido a versão que não ta pronto entrega a que ta pronta e eles e lees fazem as alterações necessárias lá

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Todo e qualquer veículo militar precisa de homologação pra sua função. Pergunte isso pra qualquer militar minimamente graúdo.
Caso contrário, então envia um e-mail pro pessoal da FAB e da Embraer. Eles tão perdendo tempo em não transformar o 390 num bombardeiro estratégico, Gunship ou um AWAC’s, já que, segundo você, a gente pode tranquilamente passar por cima dessas “etapas chatas” de certificação…

Henrique
Henrique
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

ja falei… Se o problema é que foi pedido a versão que não ta pronta entrega a que ta pronta e eles e eles fazem as alterações necessárias lá

desculpinhas, desculpinhas e desculpinhas pra não fazer a venda

e outra a guerra ta indo pro segundo ano… ja teria dado tempo de fazer a ambulância em paralelo com a venda do que existe, mas desculpinhas, desculpinhas e desculpinhas

Last edited 1 mês atrás by Henrique
Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Henrique
1 mês atrás

1- se fosse simples assim, porque nenhum país que já doou algo pra Ucrânia enviou pra eles veículos protótipos ou sem homologação?
2- se é tão urgente assim, porque a Ucrânia não comprou Guaraní ANTES da guerra?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

Olá Wilber. Exato.

Por que, afinal, depois do veto do Brasil, a Ucrânia não solicitou M113 ou Stryker dos excedentes dos EUA?

A pergunta é bem simples, ainda que a resposta seja complicada.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Aliás….me espanta que um país que está bem no meio de uma guerra, possa, supostamente, “esperar” que o Brasil fabrique e homologue um veículo que não existe pras próprias FA’s brasileiras, quando o principal “mecenas” ucraniano tem estoques e mais estoques de M113 na versão ambulância a pronta entrega….

Bom, se a Ucrânia pode, supostamente, se “dar ao luxo” de esperar uma versão do Guaraní que não existe até o momento, isso tambem responde responderia porque eles não compraram Guaraní ou F-16 ANTES da guerra…aparentemente, os ucranianos tem todo o tempo do mundo….

Henrique
Henrique
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

2 como se a Ucrânia soubesse que putin iria atacar numa guerra de anexação…. Muito fácil falar agora pq não fez antes quando ninguém tava crente no erro russo

1 países estado doando algo pra ela… A questão é pq o brasil não está….

Pq o governo é pro russo a troca de nada, só por isso. Governo não compra da bid e ainda impede ela de vender, coisa de gênio isso

Nativo
Nativo
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Nossos fertilizantes e defensivos agrícolas em boa parte vem da Rússia, por isso que nem bolsonaro tomou parte nessa guerra.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Nativo
1 mês atrás

Olá. Atualmente, a Rússia é o maior exportador de fertilizantes e de diesel para o Brasil

Nativo
Nativo
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

O Brasil importar diesel da Rússia e metade da gasolina que consome dos EUA é muito vergonhoso.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Nativo
1 mês atrás

Olá Nativo. As primeiras refinarias brasileiras foram projetadas para refinar o petróleo do oriente médio. O Brasil só passou a produzir petróleo em grande quantidade na década de 70 com as descobertas da Bacia de Santos. A capacidade de refino sempre foi menor que a demanda. Então, o Brasil continuou importando petróleo do oriente médio e também derivados refinados. A grande virada se deu com a descoberta do Pré-sal. Hoje a extração de petróleo é maior que o consumo dos derivados. Contudo, ainda que tenha ocorrido alguma expansão da Petrobras, a sua capacidade de refino ainda é inferior á demanda.… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Nativo
1 mês atrás

Caro. A posição do Brasil (inclusive está na CF88) é pela negociação pacífica dos conflitos. Se um presidente tomar uma posição diferente disso comete crime.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Henrique
1 mês atrás

A Criméia foi invadida em 2014. A invasão ucraniana, em 2022. Ou seja, a Ucrânia teve quase 10 anos pra se armar até os dentes, inclusive até pra encomendar que a IVECO fizesse esse “Guaralância” que ela, supostamente, tanto quer. Não o fez porque???? “como se a Ucrânia soubesse que putin iria atacar numa guerra de anexação” A partir do momento em que um pedaço de seu país é invadido e você não consegue recuperá-lo, é extremamente ÓBVIO que o invasor, mais cedo ou mais tarde, vai voltar pra “terminar o serviço” e invadir o resto do país, não é… Read more »

Henrique
Henrique
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

“A Criméia foi invadida em 2014. A invasão ucraniana, em 2022. Ou seja, a Ucrânia teve quase 10 anos pra se armar até os dentes, inclusive até pra encomendar que a IVECO ” cara.. tu quer que um pais que era fantoche da Russia sai e vira potência militar em 10 anos? Pais tudo ferrado e cara acha que eles vão comprometer 100% no orçamento pra comprar arma e peita a Russia assim (Russia de antes de 2022)… argumentinho tosco teu ai de “ain pq não pediu” ela fez pedido de armamentos para vários países, incluindo o A29 pro brasil antes… Read more »

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Henrique
1 mês atrás

“cara.. tu quer que um pais que era fantoche da Russia sai e vira potência militar em 10 anos? ” Dá uma pesquisada aí em quantos bilhões de dólares em armas e equipamentos a Polônia comprou nessa mesma década…. A economia polonesa foi pro buraco com isso? Ué? “Não é obvio… é muito fácil falar que obvio agora que vc ta 10 anos no futuro… ta argumentinho mãe dianhagora?” Sim, é óbvio que iria. Se a Rússia conseguiu a Criméia e se a Ucrânia faz fronteira com a Rússia, é óbvio pra qualquer que saiba que 2+2=4 que, uma hora… Read more »

Leonardo Cardeal
Leonardo Cardeal
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Eles não queriam oq tem. Entenda!

Bernardo
Bernardo
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

“Precisar” não precisa. Se faz isso em tempos de paz por várias razões, mas PRECISAR, não precisa. Isso é fruto da sua cabeça _____________________. Explico melhor: é achar que é um papel ou certificado que determina a realidade, e não o contrário. Porque tanto do lado da Rússia quanto do lado da Ucrânia tem vários ‘frankesteins’ que não passaram por certificação ou homologação nenhuma e tão funcionando. O Storm Shadow e o SCALP-EG nunca foram homologados e/ou certificados pra serem lançados de Sukhoi. Mas apesar de faltar a certidão que você e vários outros “militares minimamente graúdos” pediriam, tá lá… Read more »

Joao
Joao
Reply to  Henrique
1 mês atrás

O Brasil perdeu: – a venda de 400 Guaranis pro Iraque (PRa vetou) – a venda de 200 Guaranis pro Líbano (PRa vetou) – a venda de 400 Guaranis pra Ucrânia (venda sensível, pela RI com a Rússia) Vai perder essa? – nem sei se ocorreria, mas a Argentina poderia priorizar a compra de MEM com componentes produzidos lá. – muitas e muitas vezes, FMS vem acompanhado de outras coisas… vendas casadas… Aquela antiga história do Osório. 800 Osórios pra Arábia Saudita saíram por 1200 M1 e outras Vtr Bld, F-15, construção de bases, pra caso o Iraque atacasse. E… Read more »

Maurício.
Maurício.
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Falam tanto nessas 400 unidades do Guarani em versão ambulância para a Ucrânia, mas alguém sabe qual o modelo de blindado que a Ucrânia escolheu no lugar do Guarani? Afinal de contas 400 blindados é um número até que bem expressivo, e se era de fato para evacuar civis, eu aposto que a Ucrânia já escolheu/encomendou outro modelo, certo?

Last edited 1 mês atrás by Maurício.
Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

Pelo que sei, a Ucrânia não escolheu nenhum outro “blindadoLância”, o que reforça a minha hipótese de “blefe” cujo objetivo era constranger o governo brasileiro.

Gari
Gari
Reply to  Matheus
1 mês atrás

Eu questionaria o porque os Estados Unidos não vendem esses Striker pra Ucrânia, eles não estavam desesperados por Guaranis?

Gerson Carvalho
Gerson Carvalho
Reply to  Matheus
1 mês atrás

Argentina ja vai receber 4 P3 e 32 F16 dos EUA e Agora veículos blindados. E nós ??

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Gerson Carvalho
1 mês atrás

A Argentina vai receber se e quando pagar, não está recebendo de graça. Os P-3 por exemplo tiveram a entrega atrasada (comentaram agora que começaram a regularizar o pagamento deles e enfim as entregas poderão o ocorrer)

Quanto a nós (Brasil) provavelmente a compra significa via FMS será de helicópteros.

Matheus
Matheus
Reply to  Gerson Carvalho
1 mês atrás

P-3 usado e F-16 Block 10/15? Isso não ameaça nem a combalida Venezuela.
Muito menos nós que estamos de Gripen E zero bala.
Ademais, quem perde memos são eles, pois os motores do Guarani vem da fabrica na Argentina.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Matheus
1 mês atrás

Olá Mateus. Isso depende. Todo material excedente dos EUA é vendido via FMS. Dependendo das condições de venda, até mesmo produtos novos podem ter um pagamento facilitado.

O que é ruim no FMS é a ausência de contratos de offset, por exemplo, já que é uma compra governo-governo. Por outro lado, por não envolver instituições financeiras, não há incidência de juros.

Lord-M
Lord-M
Reply to  Matheus
1 mês atrás

Só quem nada sabe o quanto são intrusivas as cláusulas geopolíticas de venda via FMS que acha uma “boa” e “barato”.

O “desconto” é em Soberania Nacional; para quem não se importa muito com ela tudo bem.

Last edited 1 mês atrás by Lord-M
BR Paraná
BR Paraná
1 mês atrás

Porque seria um duro golpe para o Brasil? A grande maioria pelo menos aqui sempre apontou um calote se os veículos Guarani fossem vendidos para a Argentina.

Henrique
Henrique
Reply to  BR Paraná
1 mês atrás

calote era antes da Argentina acordar pra vida. Com Milei existe a chance de pagar pela compra, dai o golpe

implicando que ele vai passar as reformas lá e o peronismo/socialismo não vai se rebelar pq desligaram a impressora kkkkk

Last edited 1 mês atrás by Henrique
Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Caro Henrique… vamos aos números. Em novembro, as reserva cambiais da Argentina eram de US$ 16 bilhões, sendo 80% em moeda chinesa. A Argentina teve um deficit na balança comercial de 2023 da ordem de US$ 8 bilhões. Imagino que também tenha tido deficit na balança de pagamentos. O comércio exterior da Argentina esta sendo financiado pelo empréstimo do FMI, cujas parcelas precisam ser pagas periodicamente. A China suspendeu a operação de swap de US$ 6,5 bilhões. Então, há um cenário pessimista para as contas externas da Argentina em 2024. 1) será preciso aumentar as exportações e restringir as importações… Read more »

Henrique
Henrique
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

claro que ta pessimista… vc defende modelo fracassado de imprimir dinheiro e e pegar divida até não querer mais que levou ao colapso econômico da Argentina:

“A Argentina está em um processo hiperinflacionário, isso significa que polícias de arrocho que induzem a uma recessão, que funcionam em processos inflacionários baixos, são ineficazes devido o componente “inercial” da inflação.”

falo nada com nada kkkk quer dizer que pra impedir a hiperinflação vc não pode fazer o arrocho e contenção de gasto pq isso vai colocar o pais em recessão kkkkk

Last edited 1 mês atrás by Henrique
Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Caro. O aumento da base monetária (ninguém mais imprime dinheiro desde o sistema de pagamentos eletrônicos passou a ser o principal meio de pagamentos) é consequência da inflação, não causa. A inflação tem várias causas. Por exemplo, quando a demanda é maior que a oferta. Isso acontece quando o setor produtivo atingiu o seu teto e não há como repor a oferta com importação. Outro caso é quanto se atinge o pleno emprego, impedindo o aumento da produção. Também ocorre inflação quanto se atinge o pleno emprego, o que eleva os salários, elevando o custo de produção. Também ocorre inflação… Read more »

Henrique
Henrique
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

“O aumento da base monetária (ninguém mais imprime dinheiro desde o sistema de pagamentos eletrônicos passou a ser o principal meio de pagamentos) é consequência da inflação, não causa.”
“Ampliar a base monetária não causa inflação”

Realmente demand muito esforço de terrplanismo econômico enteder isso…. Imprimir dinheiro não causa inflação kkkkkkkkk

Tabelamento de preço TB não causa o sumiço das coisas né?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Sua tecla “K” continua com problemas O que causa desabastecimento é uma demanda maior que a oferta. As pessoas compram uma quantidade maior que a capacidade de repor. Isso nada tem a ver com o tabelamento. Se os preços forem livres, uma demanda maior que a oferta pressionará os preços. Quanto menos produto, mais caro. até que o preço seja tão alto que não haverá mais demanda, encalhando o produto. Se não houver reposição, o produto continuará caro. Isso nada tem a ver com tabelamento. Agora, se o preço for tabelado com uma demanda maior que a oferta e o… Read more »

Santamariense
Santamariense
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Qual o problema de exprimir risada com “kkkkkkkkkk”? Você escreve “riso” para exprimir a mesma coisa. Outros “hehehehe”. Outros, “rsrsrsrsrs”. Qual o problema?

AVISO DOS EDITORES: O SISTEMA DETECTOU RESPOSTAS SEGUIDAS A APENAS UM ÚNICO COMENTARISTA, O QUE PODE SER CARACTERIZADO COMO PERSEGUIÇÃO PESSOAL.

DEBATA OS ARGUMENTOS SEM PROVOCAÇÕES PESSOAIS. O DEBATE SÓ EMPOBRECE COM DISPUTAS MERAMENTE PESSOAIS ENTRE OS COMENTARISTAS.

LEIA AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Henrique
Henrique
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

“ Se os preços forem livres, uma demanda maior que a oferta pressionará os preços. Quanto menos produto, mais caro.” ahh o sujeito “entende” oferta e demanda, mas quando chega na parte do dinheiro ele buga geral falando que expansão monetária não gera inflação… como que saturar o mercado com produto criado pelo governo (que nesse caso é o dinheiro, sim ele obedece oferta e demanda, dólar paralelo ou dólar blue é maior prova disso) não vai gerar inflação… mas confia que quem gera inflação é Seu Manuel com sua etiquetadora na mercearia la em Confins, não é a fantástica impressora… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Então. Se o preços em um mercado livre são determinados pela relação de oferta e procura, isso nada tem a ver com a base monetária. Se o vendedor tem produtos e ele nota que há demanda, ele aumenta os preços até que perceber que a demanda diminui, Neste ponto, ele abaixa os preços para reduzir os estoques… isso nada tem a ver com a base monetária. Moeda não é produto. Moeda é reserva de valor. A ideia que o dinheiro tem um valor “em si” é um equívoco. È a mesma armadilha que desestabilizou a economia espanhola quando descobriram as… Read more »

Henrique
Henrique
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

olha o terraplanismo econômico vindo ai…

“Então. Se o preços em um mercado livre são determinados pela relação de oferta e procura, isso nada tem a ver com a base monetária.”

“Moeda não é produto”

então explica pq o BC comprava/vendia tanto dólar do nada pra baixa/subir o valor da moeda..um clara relação de oferta e demanda acontecendo

vou coloca aqui os kkkkkkkkk pra ter algumas coisa pra responder e comentar pq refutação econômica não vai vir

JPonte
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

A China irá renovar o swap ou a linha de crédito tão logo Milei se comprometa a renovar a licença de operação da base científica chinesa na Patagônia , e só isso que de fato interessa aos chineses , além do mais a China ter a Argentina em débito contínuo é ótimo politicamente para ela .

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  JPonte
1 mês atrás

Olá JP. Espero que sim. A Argentina precisa urgentemente dos dólares deste swap. O risco é o país não ter condições de pagar as parcelas do FMI, o que interromperia o comércio exterior, prejudicando as exportações brasileiras. No limite, talvez o banco central brasileiro possa fazer o swap com o banco da Argentina. O problema é que isso causaria um desconforto diplomático com a China. Seria prudente e razoável, antes, o Brasil conversar com a China…. se eles disserem “ok”, manda bala. Se eles acharem inapropriado, deixa a Argentina resolver. Lembrando que o Brasil costurou o empréstimo do CAF para… Read more »

JPonte
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Amigo , Milei e Lula serão como águas e óleo , não irão se misturar .
Milei nunca ligará ao Lula para lhe pedir favores de qualquer ordem .
A 1ª missão do FMI esteve na Argentina esta semana , nada exigiu e se dispôs a ajudar o Milei que apresentou um plano de corte de custos na máquina pública que nem o FMI ousaria pedir .
Ali , no tempo , vão resolver e a Teodoro que FMI ofertará novos empréstimos .

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  JPonte
1 mês atrás

Olá JP. Presidentes não precisam ser amigos. Antes da I Guerra, Nicolau II da Rússia era primo de Guilherme II, da Alemanha, que era padrinho do filho de Nicolau. Os dois eram primos de George V, da Inglaterra, que de tão parecido com Nicolau II podia se passar por seu irmão gẽmeo. Alexandra, esposa de Nicolau II… Alexandra, esposa de Nicolau, era alemã e também é neta da Rainha Vitória, mãe de Guilherme V…. todos eles da mesma família e com fortes laços de amizade. Pelo bem e pelo mal, o Brasil e a Argentina são países vizinhos, com enorme… Read more »

Carlos I
Carlos I
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Vou guardar essa postagem da inflação inercial, terraplanismo econômico. Se não voltar a aumentar a base monetária em poucos meses a inflação estará debelada e lembrarei.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carlos I
1 mês atrás

Recomendo o recente livro do André Lara Resende “Camisa de força ideológica: A crise da macroeconomia”. Fica mais fácil vocẽ guardar o livro na estante do que meu comentário. Também pode ler o texto do Bresse Pereira “A TEORIA DA INFLAÇÃO INERCIAL REEXAMINADA” ou “A DESCOBERTA DA INFLAÇÃO INERCIAL”. Quando vocẽ diz que aumentar a base monetária reduz a inflação mostra que sua compreensão ainda está equivocada. De modo simples. A inflação é causada por relação ente demanda e oferta, incluindo variáveis como pleno emprego, capacidade ociosa, crise de oferta internacional… a expansão da base monetária é consequência da inflação.… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Camargoer.
Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Henrique
1 mês atrás

“existe a chance de pagar pela compra”

Tú aceita me vender sua casa e todos os seus bens com a “possibilidade que eu pague” pela compra, sem que eu te apresente qualquer documento que eu tenho condições de pagar e financiar?

Me fala ae….

Henrique
Henrique
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

“Tú aceita me vender sua casa e todos os seus bens com a “possibilidade que eu pague” pela compra”

literalmente 100% do mercado de financiamento

e outra, estamos falando de países… e da Argentina que ja deu calote +11 vezes ainda assim emprestaram pra ela no governo anterior.. então sim é bem capaz de dessa compra acontecer, mas agora vc tem a possibilidade que ela pode pagar pq o governo atual pra propondo as mudanças que vão dar a chance dela pagar

Last edited 1 mês atrás by Henrique
Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Henrique
1 mês atrás

“literalmente 100% do mercado de financiamento” Engraçado, eu poderia jurar que toda transação comercial, seja entre empresas, seja entre países, era pautada em contratos, salvaguardas, multas em caso de cancelamento e atraso, com todo um corpo jurídico por trás disso pra ajudar nas milhares de “letras miúdas”, e não apenas em “existe a chance de pagar pela compra”. Tenho que perguntar pro pessoal da FAB se, na hora de ir pra Suécia comprar Gripens, eles simplesmente foram lá e apertaram a mão do pessoal da SAAB, falaram “la garantia soy yo”, e a SAAB simplesmente aceitou com a promessa de… Read more »

Henrique
Henrique
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

ta jurando errado…

pode ter os salvaguardas e talz, mas quem tem zero garantia que vai receber, alias só tem a fé que a parte vai pagar (exceto se pedir adiantado o que quase nunca ser o caso)

se salvaguardas garantissem o pagamento não existia caloteiro…

por isso que eu to falando “existe a chance de pagar pela compra”. Não tem garanta que governo atual vai pagar, mas o que o governo atua ta fazendo indica que ele ao menos tem intenção de tentar pagar.

isso é o suficiente pra quem faz empréstimo de alto risco ir lá

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Henrique
1 mês atrás

A Holanda suspendeu o envio dos P-3 Orions que a Argentina comorou na mão deles, por atraso no pagame to das parcelas. E os argies ainda vão ter que pagar multa pelo atraso. Ué, porque os holandeses simplesmente não enviaram os Orions pra eles, com a “esperança” de que “um dia eles pagam”? “pode ter os salvaguardas e talz, mas quem tem zero garantia que vai receber, alias só tem a fé que a parte vai pagar (exceto se pedir adiantado o que quase nunca ser o caso)” Pergunta pra qualquer banco se eles simplesmente emprestam qualquer quantidade de grana… Read more »

Nativo
Nativo
Reply to  Henrique
1 mês atrás

A compra iria acontecer e o Brasil ser o 12° a levar um olé? Não obrigado.

JPonte
Reply to  Henrique
1 mês atrás

A tendência na Argentina é que o congresso aprove todas os DNU propostos por Milei e encerre assim qualquer demanda jurídica , é uma tradição na política Argentina a aprovação destas DNU dos novos presidentes …….o peronimos continua vivo embora fraco mas o kichernerisno morreu

Makarov
Makarov
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Agora que a Argentina voltou para o feudalismo, receberiamos algumas toneladas de bananas ou maçãs por 400 Guaranis. Viva el feudalismo carajo kkkkkkkk

Jefferson B
Jefferson B
1 mês atrás

Espero que o Brasil não venda o blindado guarani para a Argentina.
Não parece inteligente trocar soberania por dinheiro.
E outra, deveríamos nacionalizar mais componentes cruciais do guarani no Brasil, a começar pelo motor.

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Jefferson B
1 mês atrás

Me diz uma industria nacional com capacidade, tecnologia, expertise para produzir, motor, transmissão de veículos pesados, civis ou militares, Eaton Zf são alemãs, motor perkins inglesa (acho), sisu foi comprada por Agco (usa) etc…no discurso é bonito mas tecnicamente é complicado.

Jefferson B
Jefferson B
Reply to  Rodrigo
1 mês atrás

Então, tudo tem um começou. A China em 1990 era nada, hoje dá aula de economia para americano.
Tudo tem um começo!
Eu jamais compraria um blindado com motor feito na Argentina, a iveco que crie vergonha na cara e invista no Brasil

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Jefferson B
1 mês atrás

Complexo, mas vamos lá, motores devem ser fabricados na Argentina devido a incentivo fiscal para exportar aonde serão montados…Ranger, Hilux, Frontier todas fabricadas lá e entregues aqui…mas componentes de transmissão e exiso são fabricados aqui e enviados para lá…e as vezes semi montado lá…tipo vai kit desmontado e lá monta…isso é para atender grau de nacionalização em ambos mercados e ter incentivos…então é complexo mesmo…

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
1 mês atrás

“Se selecionada, a venda seria um “golpe” efetivo no Brasil, que quase conseguiu uma venda de 156 unidades do Guarani 6×6 para a Argentina em 2023.” “Quase” conseguiu se…e apenas “se”….essa proposta do Guaraní pra eles não estivesse até hoje atolada em dúvidas sobre financiamento, já que nenhum banco quer pôs as mãos no fogo pra financiar isso, graças a “maravilhosa” economia argentina… Só pra refrescar a memória, final do ano passado a Noruega suspendeu a entrega de 4 P-3 Orions a Argentina, já que esse último atrasou as parcelas da compra… Se é pra vender pra alguem que ninguem… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Willber Rodrigues
Allan Lemos
Allan Lemos
1 mês atrás

Nāo seria golpe, dificilmente Milei compraria do Brasil.

Pelo menos nos livra do risco de calote.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

Olá Allan. Para o Brasil teria sido ótimo vender os Guarani, Há capacidade ociosa na fábrica da Iveco. Também seria bom para a Argentina, porque os Guarani usam muitos componentes argentinos. Seria um equívoco achar que as uvas estavam verdes. Seria bom sim. Por outro lado, eu tenho dúvidas se a Argentina tem condições neste momento de uma compra direta via FMS de material militar. Há poucos meses, a Argentina parece ter abandonado a compra dos P3 da Noruega, por cerca de US$ 67 milhões. Um Stryker novo deve custar entre US$ 5~7 milhões (novos). Esta compra custaria alto em… Read more »

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Se é pra estimular a própria economia deles, eles poderiam comprar centenas de Marruás, cujas peças tambem são fabricadas lá, ajudando sua própria economia rodar e, de quebra, ajudando a logística de suas FA’s.
Sobre sua dúvida dos Orions, a Noruega começou a liberar as aeronaves, após os argies terem pagando o que tava em atraso…
E esse precedente acima ( já hove vários casos semelhantes, estou me atendo apenas aos Orions ), mais o fato de que nenhum PR argentino em começo de mandato gastou grana comprando algo pras suas FA’s, me faz questionar se isso seria bom negócio…

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

Pois é, A questão dos Marruá é muito boa.

Sobre os P3, eu não vi mais notícias sobre eles, achei que estava tudo como antes na Argentina.. riso

JPonte
1 mês atrás

Caso Donald Trump vença as eleições , a Argentina não precisará pagar , os EUA irão transferir por razões de segurança nacional ou qualquer outra desculpa que seja conveniente , novas equipagens pra a Argentina dos estoques das 3 forças americanas , aos EUA interessará uma Argentina forte e aliada no hemisfério sul .

Diego
Diego
Reply to  JPonte
1 mês atrás

Quem quer saber de trump, hora de produzir o motor do guarani aqui. Deixa argentina pra lá.

JPonte
Reply to  Diego
1 mês atrás

Ninguém por aqui quer saber de Trump .
Como o tema é a oferta de armamento americano , surgiu o tema …. falou 👍

Gabriel BR
Gabriel BR
1 mês atrás

Lembrando que o Stryker está numa categoria diferente do Guarani. Stryker= veiculo de combate de infantaria ; Guarani é um veiculo blindado de transporte.

Waldir
Waldir
1 mês atrás

Aprovar é uma coisa. Se an Argentina efetivar é outra coisa. Temos que esperar para ver.

Last edited 1 mês atrás by Waldir
Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Waldir
1 mês atrás

O Stryker é muito superior

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Gabriel BR
1 mês atrás

Você tá ciente de que Stryker é VCI e Guaraní é VBTP, né?
É tipo comparar Abrams com BMP-3.

RDX
RDX
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

Negativo. A principal versão do Stryker (M1126) é uma VBTP com metralhadora assim como o Guarani. O VCI do US Army sempre foi o Bradley.

Last edited 1 mês atrás by RDX
Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

Stryker é um VCI????

Sergio
Sergio
1 mês atrás

Milei não gosta, ou melhor, odeia o molusco e tudo que este representa. Ficou claro e cristalino já desde antes e durante a posse. A qual não compareceu nosso digníssimo presidente e aonde nosso anterior e inelegível – por enquanto – ex, foi recebido como se de fato tivesse sido reeleito . Não sei porque a surpresa caso isso se concretize.

Last edited 1 mês atrás by Sergio
Orivaldo
Orivaldo
1 mês atrás

Duro Golpe foi o veto das 400 unidades para Ucrânia

Digo
Digo
Reply to  Orivaldo
1 mês atrás

Essa venda nunca iria se concretizar.

Talisson
Talisson
Reply to  Orivaldo
1 mês atrás

O fato de Zelenski não ter ido atrás de nenhum equivalente para evacuação civil após o veto aos Guarani não prova que era uma arapuca?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Talisson
1 mês atrás

Olá. Esta é a minha leitura. Por isso acredito que foi um blefe de Zelensky para constranger o governo brasileiro

Maurício.
Maurício.
1 mês atrás

Pelo menos não é o Brasil que vai levar o calote! Rsrsrs.

Augusto José de Souza
Augusto José de Souza
1 mês atrás

Vai ser um enorme salto para as forças armadas da Argentina esses equipamentos norte americanos como os caças F-16 e agora esses blindados. Vamos ver se virão outros equipamentos como navios e MBTs.

Celso k
Celso k
1 mês atrás

Só esqueceram de dizer que o produto é melhor que o guarani… Ops….

Gustavo
Gustavo
Reply to  Celso k
1 mês atrás

Discordo,guarani para transporte de tropas, e consegue fazer muito bem sua função para que ele foi feito.
Barato, fácil manutenção, produzido localmente, gera emprego. Guarani e melhor.

Santamariense
Santamariense
Reply to  Gustavo
1 mês atrás

Não, o Guarani não é melhor. Ele atende ao que o EB precisa, é produzido aqui, gera empregos, receita, etc, mas não é melhor que o M1126.

Marcelo
Marcelo
1 mês atrás

O Milei pro americano discarado,você ainda tem dúvida que ele vai comprar o striker,o guarani e a empresas nacional argentina que se lasque.
O Mileu foi colocado lá para colocar o dólar como moeda nacional e beneficiar as empresas americanas em tudo e tirar a economia da argentina das mãos dos chineses.

Santamariense
Santamariense
1 mês atrás

Já que citaram outros modelos de blindados de infantaria, tenho uma dúvida: Segundo a Wikipedia, tanto o Guarani, como o M1126 e o M113 tem blindagem básica contra munição 7,62 mm. Então, por que o M113 é tão criticado como sendo um veículo com blindagem insuficiente?

Um Simples Brasileiro
Um Simples Brasileiro
1 mês atrás

Efeito afastamento da China.

Carlos Crispim
Carlos Crispim
1 mês atrás

M1126 Stryker é muito superior ao Guarani, nem dá pra comparar, infelizmente nunca quiseram fazer um Guarani 8X8, perderam o bonde,o Brasil não perde a oportunidade de perder uma oportunidade.

Carlos Campos
Carlos Campos
1 mês atrás

Não tem dinheiro para o Guarani vão comprar Stryker?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carlos Campos
1 mês atrás

Olá Carlos. Acho o mais complicado sustentar uma compra de material militar ao mesmo tempo que se corta gastos sociais e dispensa servidos públicos.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

claro, concordo, seria maluquice comprar esse veículos, aliás, daria para fazer um acordo que ele pagariam em Pesos, e usariam o Banco de Compensações dos dois países no caso Guarani. a questão do Banco que Trava Tudo.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carlos Campos
1 mês atrás

Você tem razão. O Brasil e a Argentina tem um acordo e uma cãmara de compensação que permite este tipo de contrato.

O FMS não. O governo importador tem que pagar em dolar diretamente ao governo dos EUA.

JOSÉ PEREIRA
JOSÉ PEREIRA
1 mês atrás

Para Argentina estava bom o blindados de rodas 4×4 COMMANDO Advanced APC.
Colômbia também comprou

JOSE PEREIRA
JOSE PEREIRA
Reply to  JOSÉ PEREIRA
1 mês atrás

comment image

JOSE PEREIRA
JOSE PEREIRA
Reply to  JOSE PEREIRA
1 mês atrás

comment image

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  JOSE PEREIRA
1 mês atrás

é bom?

JOSÉ PEREIRA
JOSÉ PEREIRA
Reply to  Carlos Campos
1 mês atrás

Pelo programa fms… Melhor opção

Dennis
Dennis
1 mês atrás

Este equipamento é projetado para dispensar aglomeração de pessoas, não é pra combate com outras forças bélicas…

Tutu
Tutu
Reply to  Dennis
1 mês atrás

????

Rodrigo Maçolla
Rodrigo Maçolla
1 mês atrás

EUA pode oferecer o que quiser… A Argentina não vai comprar nada, pelo menso nos 2 próximos anos, Não teria lógica nenhuma essa compra agora.

Carlos Góes
Carlos Góes
1 mês atrás

Ai eu pergunto, como esta o desenvolvimento de outras versões do Guarani? Pois ate o momento, só vi informações sobre transporte de tropas (se eu estiver enganado, me passem link por favor). Porque eu pergunto isso? simples, pois queremos competir contra outros meios que já possuem uma vasta gama de versões, que num possível processo de compra, facilita devido a padronização de meios (peças de reposição). Vejamos, hipoteticamente, se a Argentina comprar a versão de transporte, mais para frente, poderiam adquirir outras variantes correto? Qual é o mais vantajoso então, o nosso, de único emprego (obrigando a aquisição de outros… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carlos Góes
1 mês atrás

Olá Carlos. Creio que a ideia é desenvolver uma família de versĩes, incluindo o “Guariãncia”, o carro comando e até o lançador de morteiros.

Carlos Góes
Carlos Góes
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Exatamente, existe a ideia. Pelo que li existe a ideia de 17 versões, mas no final, quantas realmente temos já produzidas e entregues? Só vi ate o momento a de transporte, mais nada. Se vamos brigar no mercado, precisamos apresentar a solução completa, e não uma ideia que nem nos conseguimos garantir que irá sair do papel. Caso contrario, já saímos atras de todo o restante do mercado.

Cristiano Neves
Cristiano Neves
1 mês atrás

O problema é que os blindados seriam
Financiados pelo BNDS
Aí não dá né
Tomar calote dos ermanos

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Cristiano Neves
1 mês atrás

Caro. O BNDES tem várias linhas de financiamento. Por exemplo, tem aquela na qual o importador paga ao banco parcelas do financiamento, enquanto que o banco faz o aporte no exportador. Parecido ao financiamento que o Brasil assinou para a compra do F39.

Outro tipo é aquele no qual o exportador obtém o financiamento para ser pago ao banco em parcelas; O banco faz o aporte para o exportador e o importador pagam o exportador

Existem outras linhas de financiamento. Na época tentou-se um fórmula de financiamento sem sucesso.

Bispo
Bispo
1 mês atrás

A questão é , vão pagar como , Alfajor de maisena ou Medialunas ?

As reservas internacionais de lá estão negativadas em U$8 Bilhões.

Já foi considerada a Suíça da América Latina, hoje quase uma Venezuela II.

adriano Madureira
adriano Madureira
1 mês atrás

Se os “hermanos” querem ir de usadão do deserto, boa sorte para eles…

Em breve irão adquirir seus maravilhosos caças usados que entrarão na marca do penalti, assim como seus mísseis limitados, afinal a Inglaterra estará prestando atenção nessa aquisição.

Wilson
Wilson
1 mês atrás

Anúncio de venda de equipamentos bélicos para a Argentina. Quem é frequentador a mais tempo dos sites especializados sabe que a chance da intenção virar fato é, digamos, uma aposta arriscada e, se concretizada, pode ainda sofrer diversos reveses.