Para Feng Yujun, professor da Universidade de Pequim e umas das maiores autoridades sobre Rússia na China, a Rússia certamente perderá na Ucrânia. Suas opiniões sobre o conflito foram recentemente  publicadas numa matéria da revista The Economist.

As quatro razões pelas quais a Federação Russa perderá para a Ucrânia, segundo Feng Yujun  são as seguintes:

🔹 Nível de resistência e unidade nacional demonstrado pelos ucranianos, que até agora tem sido extraordinário.

🔹 Apoio internacional à Ucrânia, que, embora recentemente tenha ficado aquém das expectativas do país, continua amplo.

🔹 Natureza da guerra moderna, uma competição que envolve uma combinação de poder industrial e sistemas de comando, controlo, comunicações e inteligência. Uma das razões pelas quais a Rússia tem lutado nesta guerra é que ainda não se recuperou da dramática desindustrialização que sofreu após a desintegração da União Soviética.

🔹Informação. Quando se trata de tomada de decisões, Vladimir Putin está preso num casulo de informação, graças ao facto de estar no poder há tanto tempo. O presidente russo e a sua equipa de segurança nacional não têm acesso a informações precisas. O sistema que opera carece de um mecanismo eficiente para corrigir erros. Os seus homólogos ucranianos são mais flexíveis e eficazes.

Sua conclusão é a seguinte:

🔸 A Rússia será forçada a retirar-se de todos os territórios ucranianos ocupados, incluindo a Crimeia.

🔸 A capacidade nuclear da Rússia não é garantia de sucesso. Feng Yujun dá o exemplo dos Estados Unidos, que deixaram o Vietname, a Coreia e o Afeganistão com não menos potencial nuclear do que a Federação Russa tem hoje.

🔸 Kiev provou que Moscou não é invencível, portanto um cessar-fogo como no cenário “coreano” está descartado.

🔸 A guerra é um ponto de viragem para a Rússia. Consignou o regime de Putin a um amplo isolamento internacional. Teve também de lidar com difíceis tendências políticas internas, desde a rebelião dos mercenários do Grupo Wagner e outras bolsas militares — por exemplo, em Belgorod — às tensões étnicas em várias regiões russas e ao recente ataque terrorista em Moscovo. Estes mostram que o risco político na Rússia é muito elevado. Putin pode ter sido reeleito recentemente, mas enfrenta todos os tipos de possíveis eventos de cisne negro.

🔸 Depois da guerra, a Ucrânia terá a oportunidade de aderir à UE e à NATO, enquanto a Rússia perderá as suas antigas repúblicas soviéticas porque elas olham para a agressão de Putin como uma ameaça à sua soberania e integridade territorial.

De acordo com Feng Yujun, a guerra, entretantoA , fez a Europa acordar para a enorme ameaça que a agressão militar da Rússia representa para a segurança do continente e para a ordem internacional, pondo fim à distensão entre a UE e a Rússia no pós-guerra fria. Muitos países europeus desistiram das suas ilusões sobre a Rússia do Senhor Putin.

Subscribe
Notify of
guest

107 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rafael
Rafael
1 mês atrás

É sempre interessante ver essas previsões que revistas e jornais especializados em economia fazem a respeito de geopolítica e conflitos em andamento.
Alguns achavam que o petróleo hoje estaria acima de 100 dólares…Está até um pouco abaixo do valor de sexta-feira!
É fácil passar a metade do tempo fazendo previsões e a outra metade tentando explicar o motivo de não terem se concretizado as anteriores…

Richard Stallman
Richard Stallman
Reply to  Rafael
1 mês atrás

O petróleo esta subvalorizado por pressão dos EUA, para manter os obesos americanos andando de SUV, mas realmente é interessante, como por exemplo as expectativas de queda dos juros que a mídia fez por um anos e errando sempre, já que não existe fundamento para isso, não enquanto estiverem ocorrente três guerras, e os EUA precisarem drenar capital do planeta para financia-las.

Chris
Chris
Reply to  Richard Stallman
1 mês atrás

Os EUA não possuem interesse nenhum em manter o preço baixo.. Pois seus custos de extração são bem maiores do que o do oriente médio, onde vc acha petróleo ate com uma enxada !

E uma vez que é a economia mundial que se condiciona à americana… Eles não precisam drenar capital nenhum. Sua política financeira sempre foi baseada em índices internos.

Vitor
Vitor
Reply to  Rafael
1 mês atrás

Papel aceita tudo …A dupla Dilma com Mantega que o diga entendidos de economia .

Macgaren
Macgaren
Reply to  Rafael
1 mês atrás

E outras que a russia venceria em 1 semana

KarlBonfim
KarlBonfim
Reply to  Rafael
1 mês atrás

O valor de uma teoria se mede pelo número de previsões certas que ela produz.
Olavo de Carvalho

Dworkin
Dworkin
Reply to  KarlBonfim
1 mês atrás

Olavo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  KarlBonfim
1 mês atrás

Caro.

A frase está correta. É a base do método científico.

Aliás, é o método que eu uso para comentar muitas coisas aqui na trilogia. Comparo as minhas hipóteses e cenários com os fatos. A partir disso, vou validando ou descartando hipóteses.

Só precisa lembrar que isso é anterior ao Olavo. Ele apenas repetiu o que todo cientista sabe há mais de 100 anos.

Isso mostra o quão poderoso é o método científico. Inclusive, ganhou um joinha meu.

Last edited 1 mês atrás by Camargoer.
Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Aliás, é o método que eu uso para comentar muitas coisas aqui na trilogia. Comparo as minhas hipóteses e cenários com os fatos. A partir disso, vou validando ou descartando hipóteses.””” só não aplica isso na área econômica

Henrique
Henrique
Reply to  Carlos Campos
1 mês atrás

bem lembrado

ja tem muito suco de suco de achismo na area de economia e gente defendendo teses ultrapassadas e refutadas de estado largo e “motor da economia”

Last edited 1 mês atrás by Henrique
Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  KarlBonfim
1 mês atrás

Neste particular o Olavo está certo

leonidas
leonidas
Reply to  Rafael
1 mês atrás

Acho que ele cometeu um engano bem básico.
O Vietnã ficava longe dos EUA e nada tinha em relação a segurança do território norte Americano.
A Ucrânia para a Rússia tem uma relação mais ou menos como o Camboja para o Vietnã alias o Vietnã invadiu o Camboja para por fim a barbárie do Khemer Vermelho.
A Ucrânia é parte intrínseca do mundo eslavo e corredor de acesso para o coração de Moscou.
Só este ponto já basta para invalidar a argumentação do cidadão…

Chris
Chris
Reply to  Rafael
1 mês atrás

Ele so esquece que a Rússia tem uma capacidade de reposição de material e humana… Bem superior à Ucrânia (Que evidentemente não será eternamente financiada pelo ocidente, ja que dinheiro não nasce em árvores)… E apos 2 anos de guerra, isso começa a fazer diferença.

Felipe
Felipe
1 mês atrás

O sujeito me parece bem desatualizado com o andamento da guerra, só falou o que ele deve ter lido nos tabloides britânicos, forbes e CNN.

Carlos
Carlos
Reply to  Felipe
1 mês atrás

Bem atualizado, apenas lhe faltou dizer que a Rússia está 100% dependente da China, que a China compra combustível à Rússia com 40% de desconto em relação ao preço de mercado.

Jack
Jack
Reply to  Carlos
1 mês atrás

Boa sorte para China, caso queira se aventurar contra Taiwan. Analistas americanos estão prevendo que não será como os chineses imaginam.


Maurício.
Maurício.
Reply to  Jack
1 mês atrás

“Analistas americanos estão prevendo que não será como os chineses imaginam.”

O pentágono, cheio de analistas e especialistas, dizia que Cabul poderia cair em 3 meses, no final, caiu em 3 dias! 😂

Jack
Jack
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

Não deixa de ser uma verdade também, rssss…faz parte da propaganda de cada lado.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Jack
1 mês atrás

Sim, são previsões, as vezes dá certo, as vezes não.

Vitor
Vitor
Reply to  Carlos
1 mês atrás

Ué a França está comprando gás da Rússia ! … a preço de mercado … que mal tem… não é livre mercado ?

Felipe
Felipe
Reply to  Carlos
1 mês atrás

E EUA e UE batendo recorde de compras de titânio da…. Russia!

Marquês de São Vicente
Marquês de São Vicente
1 mês atrás

Discordo bastante dessa análise. Compara os conflitos norte-americanos no Iraque, Vietnam e Afeganistão com a operação russa na Ucrânia é um completo disparate. Os americanos não tinham nenhum vínculo histórico-cultural com os países atacados há milhares de quilômetros do seu território. Boa parte do povo que vive nas áreas ocupadas pela Rússia é de origem russa, falam russo e têm parentes na Rússia. O sujeito pega uma scooter em Donetsk e em menos de uma hora está na fronteira russa. O nível de resistência também não é lá essas coisas, muitos não querem lutar em uma guerra sem grande suporte… Read more »

Carlos
Carlos
Reply to  Marquês de São Vicente
1 mês atrás

Que raio de análise é esta? O comandante das Forças Armadas Ucranianas, General Oleksandr Syrsky nasceu na Rússia e defende a Ucrânia. O monumento à fraternidade entre os povos russos e ucranianos foi destruído, no tempo de Yulia Tymoshenko, mais de metade da população ucraniana era contra a entrada da Ucrânia na OTAN, entre outros itens, mudam-se os tempos mudam-se as vontades e quando se nega a um povo a sua própria identidade e se tenta aprisionar, queres que esse povo seja muito amigo dos ditadores e opressores? Tens que remodelar todos os conhecimentos que tens sobre a Rússia e a… Read more »

Bernardo
Bernardo
Reply to  Carlos
1 mês atrás

vc já sabe que tipo de análise é essa e de onde vem as informações que ele consome. tem gente que ganha por mensagem pra fazer propaganda da rússia, tem gente que é manipulado por isso e acaba fazendo até de graça.

Fernando
Fernando
Reply to  Bernardo
1 mês atrás

Assim como tem gente que ganha por mensagem pra fazer propaganda da otan.

Marquês de São Vicente
Marquês de São Vicente
Reply to  Carlos
1 mês atrás

Sim, da mesma forma que temos o Gen. Syrsky, russo de nascimento, temos o batalhão Pavel Sudoplatov basicamente formado por ucranianos em Donetsk a Brigada Vostok, a brigada Prizrak e tantos outros que lutam pelos russos.Esse é precisamente o ponto, a proximidade entre os povos é enorme, não tem nada a ver com os conflitos americanos.E digo mais, Quando se fala em “vontade popular” deve-se também considerar a vontade da população nos Oblasts de maioria étnica russa. Falemos da vontade popular na Crimeia, em Donetsky e Lugansk, por exemplo.Qual a vontade desse povo, qual sua identidade?Para finalizar, considere a influência… Read more »

Vitor
Vitor
Reply to  Marquês de São Vicente
1 mês atrás

Muito boa a explanação.

Jeferson
Jeferson
Reply to  Marquês de São Vicente
1 mês atrás

A situação do zelensky não tá ruim está mais pra desespero total, estão mandando mulheres para a guerra, amputados ainda tem que ajudar a combater mesmo que não retaguarda, e são obrigados a prender o próprio povo que não quer ir lutar no front de batalha tal desespero é tão grande que até a deportação de ucranianos foi levado em consideração pra tentar levantar a moral de quem está morrendo no front. O zelensky vive viajando de país em país pior que um mendingo implorando por ajuda e armamento o bobo da corte do zelensky incorporou certinho o papel de… Read more »

Jefferson B
Jefferson B
Reply to  Jeferson
1 mês atrás

A Rússia não vai perder, ela perdeu quando invadiu a Ucrânia no 1 dia.
O pior cenário para a Rússia é se ela vencer a Ucrânia e realmente anexar o solo de outro país, isso seria um tremendo erro estratégico.
A Rússia erra em várias frentes, um país extremamente perdido no cenário internacional.

NBS
NBS
Reply to  Jefferson B
1 mês atrás

A história é multifacetada e certamente há mais de um ponto de vista dos envolvidos em uma guerra. De concreto para aqueles que aqui estão, vendo o desenlace dos dramas existenciais do horror de um combate, de uma guerra. A Rússia está atropelando a Ucrânia. A Rússia enxerga na aproximação da Ucrânia ao Ocidente um perigo para sua existência e modo de ver o mundo. O Ocidente, influenciado pelos anos de guerra fria, encara a Rússia como uma ameaça. Quando a Rússia invadiu a Alemanha na Segunda Guerra Mundial, o fez em reação ao ataque nazista ao seu território.

Vitor
Vitor
Reply to  Jeferson
1 mês atrás

Esse vai ser lembrado como … maior carniceiro do povo Ucraniano … não escapa nada .

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
1 mês atrás

Bom, previsão por previsão, tem matérias publicadas aqui no Forte de 3 anos atrás, da Forbes, CNN e outros canais, falando que a Rússia só tinha munição pra mais 3 meses.
É como aquela anedota do Chicó e João Grilo: até lá, tudo pode acontecer´´.

Daqui a 2 anos a gente volta aqui e vê se ele estava certo ou não ( tô apostando que haverá mais 2 ou 3 anos de guerra, mas espero que eu esteja errado ).

Carlos
Carlos
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

A Trilogia acertou ao publicar esses temas porque o que a Rússia tem hoje são drones e misseis comprados ao Irã, e munições da era soviética comprados à Coreia do Norte ou já te esqueceste?

Fernando
Fernando
Reply to  Carlos
1 mês atrás

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Jeferson
Jeferson
Reply to  Carlos
1 mês atrás

Uai e porque a midia ocidental pró ucrania e OTAN agora vem dizer que a industria bélica da Rússia diz que ela produz 3 vezes mais munição que a Europa e os EUA, explica isso pra gente uma hora ela tá sem munição e do dia pra noite ela produz 3 vezes mais que os EUA e a Europa, poxa tem que ser uma ameba pra ficar dando credibilidade pra midia mainstream paga pelos EUA.
https://www.cnnbrasil.com.br/internacional/exclusivo-russia-produz-tres-vezes-mais-artilharia-do-que-eua-e-europa-produzem-para-a-ucrania/

Maurício.
Maurício.
1 mês atrás

Hoje em dia está tão fácil ser “especialista” em algo, basta ter uma opinião ou algum incentivo $$ para determinada opinião, e um meio de acessar a internet, se o sujeito tiver uma boa oratória e for “professor”, aí pronto, melhor ainda, seu alcance entre os incautos será ainda maior.
Aqui no Brasil também temos vários “especialistas” com a mesma opinião do Feng Yujun.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

Isso aí. Estudar não leva ninguém à ser bom em nada e cujas opiniões devem ser descartadas e ridicularizadas como absurdas imediatamente ao invés de pensadas e refutadas em caso de discordância.

Vai Brasil-sil-sil-sil!

Maurício.
Maurício.
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

Leandro, olha o que tu escreveu na matéria anterior:

“Enquanto o bate boca dos afetados estava no ápice aqui.”

Pelo visto tu se doeu pelo tal professor e “especialista” mas a pouco tempo atrás estava chamando de “afetados” quem tinha discordância da sua visão de mundo, tu por acaso tentou refutar esses tais afetados?

“Isso aí. Estudar não leva ninguém à ser bom em nada.”

Isso é um fato, aqui eu tenho que concordar, estudo por estudo, não significa que a pessoa saiba o que está estudando, quanto mais ser um “especialista”.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

Olha só, fazendo citação enquanto tira do contexto, que bonito. Vou te chamar de Michael Moore agora hehehehe. Os ‘afetados’ assim foram descritos não por discordarem da minha visão de Mundo, mas sim por estarem chegando à conclusões sobre algo que ainda nem havia acabado, baseados unicamente em sentimento de torcida. De fato, conclusões sobre algo que nem havia ainda ocorrido: Os resultados dos ataques Iranianos à Israel, inclusive repleto com números sobre danos, destruição, caos, defesas falhas, mísseis poderosos, cães e gatos dormindo juntos na sinagoga e tal. Colocando no contexto é mais fácil. E se olhar com cuidado,… Read more »

Maurício.
Maurício.
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

“Vou te chamar de Michael Moore agora hehehehe.” Olha só, tu lembrou do Michael Moore! Um sujeito que alugou um condomínio inteiro na cabeça de um pessoal por aí, e já faz anos…rsrsrs. “Os ‘afetados’ assim foram descritos não por discordarem da minha visão de Mundo, mas sim por estarem chegando à conclusões sobre algo que ainda nem havia acabado, baseados unicamente em sentimento de torcida.” Tá, mas a guerra na Ucrânia já acabou para esse especialista estar dando opiniões? Ele também seria um “afetado”?Aliás, as opiniões só podem ser dadas depois que algum evento acaba? E quem me garante… Read more »

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

Cara, se você não tem o discernimento para diferenciar uma ‘análise’ de os efeitos de um ataque (curto prazo, pontual), de uma guerra em si (longo prazo, envolve questões de grande estratégia), quem sou eu para tentar explicar? Eu larguei a vida acadêmica faz tempo e não me arrependo. No final das contas passa a idéia clara que, ao contrário do que você prega, quem tem que estudar é você. Ou isso ou você está sendo obtuso de propósito porque sabe que falou besteira (das grandes) e está com vergonha de admitir e está insistindo em bater na mesma tecla.… Read more »

Jose
Jose
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

Só precisa definir de qual “verdade está se referindo”, soa um tanto obtuso mesmo que propositalmente tais afirmações.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

Leandro, em vez de debater e perder tempo com você, já que temos visões de mundo bem diferentes, eu vou olhar um documentário do Michael Moore falando algumas verdades a respeito da guerra do Iraque…😉🤭

Luciano
Luciano
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

“Isso é um fato, aqui eu tenho que concordar, estudo por estudo, não significa que a pessoa saiba o que está estudando, quanto mais ser um “especialista””

Eu li isso…putz! Por favor, quando indicarem um especialista (seja no que for, ortodontia, direito tributário, mecânico de motores diesel, refrigeração, etc): NÃO CHAMEM! Confie no cara do bar ou da banca de revista da esquina que nao estudou, nao tem experiência e aprendeu tudo pelo whats….ou melhor, chame alguém que não aprendeu nada! Vai dar certo!

Heinz
Heinz
Reply to  Luciano
1 mês atrás

É porque o especialista não falou o que o Maurício queria ouvir, ai ele fico ofendido.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Heinz
1 mês atrás

Eu fiquei ofendido? Longe disso, eu só constatei um fato, que hoje em dia está muito fácil ser “especialista” em algo, ainda mais se o sujeito for “professor” e tiver uma boa oratória, o resto é mimimi de quem ficou mordido pelo “especialista” chinês.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Luciano
1 mês atrás

Um especialista pode opinar com maior conhecimento do que um ignorante. Isso não significa que o especialista atinge o nível de prever o futuro, nem que não cometa erros. Não existe apenas um especialista em Rússia na China e eu duvido que todos possuam a mesma opinião. O fato do sr. Feng ser um especialista em Rússia, lhe concede um maior status para ser ouvido, e ter sua opinião levada em conta, mas qualquer um pode discordar e também apresentar argumentos, mesmo não sendo considerados especialistas. Eu acho que o nível de ajuda para a Ucrânia, apesar de amplo como… Read more »

Paulo carneiro
Paulo carneiro
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

Estudar leva o ser humano a total transformação!!!

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Paulo carneiro
1 mês atrás

Entao…. existe uma relação inversa entre a auto avaliação de uma pessoa sobre uma habilidade com a sua efetiva habilidade. Aqueles que desenvolveram uma grande habilidade (em qualquer coisa, tocar violino, dirigir um carro, escrever um texto….) possuem uma senso crítico rigoroso, de tal modo que sua auto avaliação é baixa.

Aqueles que fazem uma aulo avaliação mais alta auto avaliação possuem baixa habilidade.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

No sentido contrário, não estudar leva necessariamente a ser muito ruim nas analise.

Carlos
Carlos
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

Estás a falar de quem? Dos pró russos que passam a vida a reproduzir a propaganda do Kremlin?

Maurício.
Maurício.
Reply to  Carlos
1 mês atrás

“Estás a falar de quem? Dos pró russos que passam a vida a reproduzir a propaganda do Kremlin?”

Pode ser desse pessoal, mas também pode ser do pessoal que fica fazendo propaganda e disseminando fake news pró-OTAN/EUA, aí tu escolhe.

Akhinos
Akhinos
1 mês atrás

Eu não acho que a Rússia irá vencer. Mas ela perder regiões de maioria étnica russa eu acho muito improvável. O que eu acho muito difícil é a Rússia avançar para além dos oblasts que comanda e da Criméia.

Carlos
Carlos
Reply to  Akhinos
1 mês atrás

O comandante das Forças Armadas Ucranianas, General Oleksandr Syrsky nasceu na Rússia, a maioria da população de Kharkov é russófona, o presidente da Ucrânia é russófono, isso é só misturar o que não se mistura. Arranja outros argumentos.

Zorann
Zorann
1 mês atrás

O chinês esta viajando. Até dizer que a Rússia não pode vencer a Ucrânia, da maneira que ela pretende, apesar de improvável é plausível.

Mas dizer que Rússia vai abandonar todos os territórios ocupados e ainda devolver a Criméia, aí forçou bastante.

Carlos
Carlos
Reply to  Zorann
1 mês atrás

O que faltou o chinês dizer é que a Rússia está 100% dependente da China e também faltou dizer que a maioria da população de Kharkov é russófona, o Comandante das Forças Armadas da Ucrânia, General Oleksandr Syrsky nasceu na Rússia, que Volodymyr Zelensky é russófono e que serão os russófonos que irão colocar a Rússia para correr da Ucrânia, porque para eles é abusivo terem utilizado o nome deles para justificar uma invasão que nunca pediram.

Fernando
Fernando
Reply to  Carlos
1 mês atrás

Ué… Mas a Ucrania nao está 100% dependente da Otan? Qual a diferença?

Jefferson B
Jefferson B
Reply to  Fernando
1 mês atrás

Dependente da Otan? A Ucrânia deseja ser Otan!
A relação russa-chinesa é o oposto. A China deseja ver a Rússia acabada em guerras, principalmente para comprar matéria-prima barata e no futuro roubar parte do solo russo no extremo oriente.

Fernando Rodrigues Martins
Fernando Rodrigues Martins
Reply to  Jefferson B
1 mês atrás

Exatamente o que estamos vendo, não é?

Mario Tommasini
Mario Tommasini
Reply to  Zorann
1 mês atrás

A Criméia de maneira nenhuma, é a única base naval (Sebastopol) que funciona no inverno, as outras congelam, mas por expansionista que é Putin gostaria de tomar tudo, do dia pra noite de preferência!

Kommander
Kommander
1 mês atrás

Falo nada, só observo.

Paulo carneiro
Paulo carneiro
Reply to  Kommander
1 mês atrás

Correto
A Ucrânia nada mais é do que um.laboratorio de análises do tio Sun!

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Paulo carneiro
1 mês atrás

É um tio Coreano?

Gladiston Vieira
Gladiston Vieira
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

Tio Sun, hihihi! Um coreano hahaha! Adorei essa crítica sarcástica. Putz

Gladiston Vieira
Gladiston Vieira
1 mês atrás

A Ucrânia está entrando em colapso!

Bispo
Bispo
1 mês atrás

Me lembrou Garrincha…”faltou combinar com os russos”.

Achar , todos podem, agora e os fatos , a realidade , nua e crua.

Ucrânia, a vídeo, está literalmente caçando seus cidadãos , colocando a força em veículos, para serem enviados ao front.

Há falta de tudo , armas, soldados e soldados realmente treinados, munições…nesse verão europeu teremos a confirmação de qual “especialista” está certo.

Carlos
Carlos
Reply to  Bispo
1 mês atrás

Está enganado porque viu-se essas ações quando do recrutamento de 300mil homens para o exército russo e ninguém sabe o que será quando for necessário recrutar 500mil homens para os novos exércitos russos.

A única ação na Ucrânia foi alterar a idade de 27 para 25 anos para o recrutamento e o recrutamento é para todos e não apenas para os que não têm dinheiro.

Last edited 1 mês atrás by Carlos
Bispo
Bispo
Reply to  Carlos
1 mês atrás

Grande parte dos “convocáveis” ucranianos não querem ir, não há sentimento de “combatente” , imagina o tipo de soldado que será sobre pressão…quero mamãe , rs.

Nada adianta armamento “Star Wars” se não há pessoal bem treinado e motivado.

Face à Rússia o cenário é diferente, em 2023 , 150.000 se alistaram voluntariamente, claro, depois que houve aumento substancial do soldo , rs…mais os russos não tiveram que ser pegos no laço..

Carlos
Carlos
1 mês atrás

Agradeço à Trilogia ter publicado este texto porque ainda ontem me esforçava a explicar que a Ucrânia ainda não tinha perdido a guerra apesar de estar a passar um mau bocado.

agora foi um professor da Universidade de Pequim a fazê-lo, explicando que a Rússia vai perder na Ucrânia

Kataguiri Opressor
Kataguiri Opressor
Reply to  Carlos
1 mês atrás

EDITADO:
COMENTARISTA BLOQUEADO.

Vitor
Vitor
Reply to  Carlos
1 mês atrás

Garotada morde a isca fácil.

IvanF
IvanF
1 mês atrás

Tá aí uma aposta que nunca veria meu pouco dinheiro… Só espero que essa tragédia não escale mais ainda.

Emmanuel
Emmanuel
1 mês atrás

Pelas minhas previsões, eu tenho dinheiro suficiente para viver como o Emir de Dubai pelo resto da minha vida.
Desde que eu viva até amanhã.

Carvalho2008
Carvalho2008
1 mês atrás

Sei não….é complicado….a Rússia está entre os países que mais cresceram economia no G20…..este é o problema….ela está conseguindo furar a bolha….e assim, manterá os recursos na guerra….ou seja, numa análise ampla distante, não se vê cenário dela arrefecer. Por outro lado, já o ocidente está enfrentando crises e com viés de piora… econômica ou estrategicamente, partindo do pressuposto que estão surgindo muitos pratinhos para se equilibrar….Iemen, Ira/Israel, Taiwan, Ucrânia….de repente, ainda surge Venezuela/Guiana….todo mundo colocando as garrinhas de fora….cobertor curto…algum prato vai cair…. O problema mesmo, é que a economia Russa entrou num ciclo bélico….indústria vivendo disto….muito complicado pois… Read more »

Jefferson B
Jefferson B
Reply to  Carvalho2008
1 mês atrás

Crescimento não tem nada a ver com desenvolvimento.
No pós-guerra teve pais crescendo 70% ao ano, sabe por que? Tudo estava destruído!
A Rússia cresce vendendo armas para as forças armadas e matéria-prima a preço de banana no mercado internacional, enquanto os jovens morrem na guerra.
Jamais olhe crescimento em detrimento de desenvolvimento.
Economicamente a Rússia afundou em todas as frente, é uma questão conceitual, não há como um país desenvolver a sociedade afundada em guerra e isolamento internacional comendo na mão de chinês.

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Jefferson B
1 mês atrás

Amigo Jeferson, sonoramente….não…

Inclusive, o recrudescimento imenso das sanções internacionais justamente reduziram as exportações bélicas russas…

Isto é fato,então, se está fração não alavancou,veja a pauta de exportações deles…continuam no campo da energia e insumos….apenas redirecionadas o mercado …na medida que redirecionadas as exportações para outros mercados, furaram o dólar como lastro internacional.

Brasil um exemplo entre diversos outros, que a título de descontos absorveram a produção Russa de diversos itens. O amigo irá argumentar que descontos reduziriam margens russas, mas aí é que está…o custo financeiro do dólar internacional aparentemente cobriu está fração….

Discorda??

sergio S.
sergio S.
1 mês atrás

Uma coisa é 100% certo………..essa analise vindo de um chines, deixou muita gente triste e incomodado aqui……rs

Luís Henrique
Luís Henrique
1 mês atrás

Especialista em Rússia pode significar muita coisa. Com certeza não significa que conhece tudo sobre a Rússia em todas as áreas do conhecimento, muito menos que terá condições de prever acontecimentos futuros com 100% de eficácia. Ele pode ser profundo conhecedor da economia russa, do sistema de governo e até das forças armadas, do poder bélico, etc. E ele possui uma opinião e a embasa com argumentos válidos, porém mesmo com tudo isso, ele não é vidente e não deveria colocar sua opinião tão taxativa como sendo uma certeza absoluta. Eu não sou especialista em Rússia e em nada, mas… Read more »

FERNANDO
FERNANDO
1 mês atrás

Pode ser até verdade num futuro próximo, mas,atualmente, tende mais para a Rússia.

soldado imperial
soldado imperial
1 mês atrás

Amigos,
Pronto saí do armário, sou a favor e torço pela vitória da Ucrânia. Porém não acredito em uma única palavra do que falou este chinês aí!!!. A Rússia só sai vitoriosa ou no mínimo com um verniz de vitória passado na cara!! Ao chegar no final deste conflito infelizmente os ucranianos vão ficar de sorriso amarelo!!! Infelizmente.
Tchau…

Ghostcoscs
Ghostcoscs
1 mês atrás

Beira a inocência imaginar que a Rússia devolverá os territórios ocupados, que dirá a Criméia.

Vinícius
Vinícius
1 mês atrás

Português arcaico esse?

Jefferson B
Jefferson B
1 mês atrás

Eu falo o mesmo desde o início da invasão russa. A Rússia perdeu quando a “operação especial”, que era para ser algo rápido, virou uma verdadeira GUERRA. A Rússia diante de uma guerra perde automaticamente, principalmente se vencer pelos meios militares. Trata-se de um erro absurdo cometido pela Rússia, erro de cálculo. Putin jamais deveria ter dado continuidade à operação especial que virou guerra, deveria ter recuado e deixado o solo ucraniano. A Rússia com essa guerra perde em praticamente todos os cenários, desde a vida de russos mortos até na questão de abrangência global. O próprio fato da Rússia… Read more »

Paulo Sollo
Paulo Sollo
1 mês atrás

Enquanto os negacionistas deliram sobre a realidade, drones quadricopteros russos caçam livremente sobre a área urbana de Chasov Yar:
https://youtu.be/adjVoTQdmWY?si=BpABmcUF3DG3vHM8

Last edited 1 mês atrás by Paulo Sollo
Paulo Sollo
Paulo Sollo
Reply to  Paulo Sollo
1 mês atrás

Para quem ainda não sabe, a principal fábrica de munições de 155 mm dos eua, em Scranton, Pensilvânia, foi acometida por um grande incêndio ontem.
Esta fábrica era a principal produtora das munições de 155mm entregues à Ucrânia e ocupa posição de destaque nos investimentos bilionários que o Pentágono pretende fazer para modernizar e aumentar a capacidade de produção deste tipo de munição.

José de Oliveira Motta
José de Oliveira Motta
1 mês atrás

Esse cara que falou que a Rússia vai perder é despeito, a Rússia vem crescendo sua economia,e vai abrir um tribunal pra prender canalhas que viraram contra ela.

Patta
Patta
1 mês atrás

Tirou essas informações da onde? Esse ai não tá acompanhando a guerra nãokkkkk

Jose
Jose
Reply to  Patta
1 mês atrás

“Para Feng Yujun, professor da Universidade de Pequim e umas das maiores autoridades sobre Rússia na China…”

Tirou as informações do mundo de nárnia como muitos aqui. Ele não deve saber nada do que fala realmente.

Camargoer.
Camargoer.
1 mês atrás

O analista parte de pressupostos muito bons. Caso a ajuda externa seja mantida, a guerra irá continuar. Eu tenho colocado esta premissa de outra maneira. Caso a ajuda externa seja reduzida ou cortada, a vantagem russa se torna irreversível. O autor também coloca que existe um fator nacionalista na população ucraniana. Eu também tenho colocado este ponto, mas lembrando que as reservas da Rússia são maiores que as da Ucrânia. Isso lembra muito o contexto da I Guerra. A Alemanha capitulou no momento em que suas reservas se esgotaram e as reservas dos aliados foi reforçada pelas tropas dos EUA.… Read more »

JPonte
JPonte
1 mês atrás

Para alguém ser professor titular da Universodade de Pequim , ser convidado por esta revista a tratar da guerra da Ucrânia , o que ele fala não estará em desacordo com o que pensa o governo chinês . Se ele falou o que falou o ponto é qual a mensagem a Rússia a China está enviando ? Rússia e China são historicamente inimigas não amigas ; a Rússia tomou toda a região da Mongólia – e a tornou um país tampão entre ambos , a região de Vladivostok próximo a província de Heilojiag era chinesa até a 2ª GM e… Read more »

Jose
Jose
Reply to  JPonte
1 mês atrás

Comentário coerente e sensato. Compactuo da mesma idéia.

migs
migs
1 mês atrás

A Ucrânia vence, e depois vence novamente, e… ainda não consegue ganhar.

BraZil
BraZil
1 mês atrás

Parece aquelas provocações engraçadas de primeiro de abril…o rapaz também faz stand up?

Ivan
Ivan
1 mês atrás

Independente de concordar ou não com aos pontos levantados e/ou conclusões da matéria, entendo que é importante ter em mente que Feng Yujun é professor da Universidade de Pequim e umas das maiores autoridades sobre Rússia na China, portanto um intelectual / pensador autorizado pelo Partido Comunista e Exército de Libertação do Povo (PLA) da China continental.
.
Ele escreve o que muitas autoridades realmente poderosas na China estão pensando.
.
Podemos concordar ou discordar, mas devemos ler com atenção…
…muita atenção.
.
Atenciosamente,
Ivan, o Antigo.

Carlos Campos
Carlos Campos
1 mês atrás

Olha do jeito que as coisas que estão a previsão dele tá muito errado, mas ainda não acabou, mas para o milagre acontecer a Ucrania teria que chamar todos os homens para o exército, e iniciar uma contra ofensiva de tudo ou nada, duvido que isso aconteça

Jose
Jose
1 mês atrás

Parece que o PCC chinês quis mandar algum recado via professor…

Erwin junior
Erwin junior
1 mês atrás

Taiwan vencerá facilmente a China e implantará um regime democrata no China continental. Sou professor da Universidade de Puiang e entendo de geopolítica e economia. Se vai dar certo, problema de quem acredita…kkkk

naval762
naval762
1 mês atrás

A Rússia já perdeu, só os torcedores não se deram conta disso. A única forma dos russos assegurarem uma saída menos ruim é se os países ocidentais se recusarem a continuar ajudando a Ucrânia, caso contrário, os russos serão derrotados e expulsos.

comenteiro
comenteiro
1 mês atrás

Se ele tivesse dito que a Rússia pode até ganhar, mas seria uma vitória de Pirro…

Junior Duraes
Junior Duraes
1 mês atrás

Um conflito longo e muito custoso a Rússia é o que o americanos mais querem, ver a Rússia se isolando cada vez mais, perdendo muito da sua influência mundo a fora etc é um baita presente que eles receberam…. Volto a dizer, essa foi a cagada do século, o impacto dessa infeliz decisão vai assombrar a Rússia por gerações…. Vamos lembrar que até 2014 mesmo a Alemanha vinha buscando se aproximar da Rússia, enquanto os americanos estavam atolados no Afeganistão a economia russa e sua influência pelo mundo só aumentava…..hoje estão sentados a mesa com a CN e o Irã… Read more »

ChinEs
ChinEs
1 mês atrás

Eu vou contrariar o meu conterraneo chinês, ele esta completamente enganado, a Rússia já ganhou a Guerra e já se rergeu de novo com mais poder do que nunca.

Carvalho2008
Carvalho2008
1 mês atrás

Não consegui visualizar análise e correlação já conhecida, da exaustão tributária euro ocidental no financiamento do apoio à Ucrânia, principalmente a “coincidencia” do aumento do custo com a crise do Iemen mar vermelho….o que poderia é pode ser multiplicado por 10,pela crise Ira/Israel….

Me parece que isto seria obrigatório e como não foi, acho superficial ao extremo, inclusive porque não aborda o crescimento do PIB Russo…como isto não foi abordado??? Nem pensem em relacionar que o aumento do PIB russo foi em exportação de armas, justamente porque não foi….então….???se cresceu…cresceu noutro campo e mercados….atenção especial nisto aí…

Scudafax
Scudafax
1 mês atrás

Interessante análise. Todo pensamento e decisão deve ser idealmente submetido à crítica e ao contraditório.

Obviamente, a definição de vitória ou derrota pode ser distinta. Mas há cenários onde uma vitória russa se resume a não sair dos territórios atuais, outro cenário seria sair do Donbass em troca do reconhecimento internacional da Crimea. Em termos líquidos, frente à 1991, a Rússia estaria ganhando territórios em ambos os casos. Dependendo da definição, isto poderia ser uma vitória.

Luiz
Luiz
1 mês atrás

KKK, Napoleão e Hitler não conseguiram, Zelenski vai conseguir. Sem munição, sem homens, etc….tem gente que gosta de jogar o nome no lixo……

Ordilei
Ordilei
1 mês atrás

maisqueinteressante@yahoo.com A Rússia já perdeu na verdade, pois não consolidará as terras conquistadas nem em dez anos depois. O povo deslocado vai voltar quando a poeira baixar e vai virar im bang bang com cidadãos russos morrendo. As sanções que segundo a mídia russa fracassaram…mas que deixaram todos os outros na miseria… só a Rússia é imune…é uma piada que a longo prazo perderá a graça….E se a guerra durar dois anos os soldados serão todos da OTAN… Se os F16 durarem apenas duas semanas…. Bom a Rússia demorará dez anos pra consertar o estrago que duas semanas poderá causar…A… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Ordilei
cipinha
cipinha
1 mês atrás

Muitos no ocidente já consideram o contrario, ainda mais que a Rússia tem demonstrado uma capacidade de se adaptar muito maior do que no inicio do conflito. Vemos um esgarçamento da ajuda ocidental, seja porque os custos estão ficando muito elevados seja pela desconfiança da capacidade da Ucrânia ganhar, até pelo tamanho populacional. Não vai ser rápido e nem indolor, mas lentamente a Rússia vai chegar aonde quer

Destro
Destro
1 mês atrás

Os EUA tiveram que se retirar destes países porque estavam distantes demais. A logística empregada era fenomenal.

Já Ucrânia é do lado da Rússia e mesmo assim veja que a Rússia sofreu muito.

Mas.peder os russos não aceitarão. Envolve dias fronteiras. É tudo ou nada.