O presidente russo Vladimir V. Putin e o líder norte-coreano Kim Jong-un assinaram um acordo de defesa mútua, reavivando um pacto da era da Guerra Fria. O acordo, cujos detalhes não foram imediatamente divulgados, sugere a possibilidade de cooperação militar técnica entre os dois países.

Este pacto marca um passo significativo para a Rússia, que tem contado com mísseis balísticos e munições fornecidas pela Coreia do Norte para apoiar sua guerra na Ucrânia. Putin criticou a expansão militar dos EUA na região e defendeu o direito da Coreia do Norte de fortalecer suas capacidades de defesa. Kim elogiou a visão de Putin e chamou o acordo de “poderoso”.

A promessa de assistência mútua provavelmente alarmará Washington e seus aliados, pois pode apoiar a guerra da Rússia na Ucrânia e enfraquecer os esforços para controlar os programas nuclear e de mísseis da Coreia do Norte. Este novo acordo remete ao tratado de 1961 entre Pyongyang e Moscou, que obrigava assistência militar imediata em caso de guerra, mas esse pacto se tornou obsoleto após a dissolução da União Soviética.

O novo acordo reflete uma mudança nas relações internacionais, onde a Rússia busca parceiros que possam fornecer armas convencionais necessárias. Putin, em sua visita, destacou o papel da Rússia em apoiar a estabilidade estratégica global e elogiou as melhorias em Pyongyang sob a liderança de Kim. Kim, por sua vez, reforçou o apoio às operações russas na Ucrânia.

Putin recebeu mísseis e munições da Coreia do Norte para sustentar sua guerra prolongada na Ucrânia, apesar de ambos os países negarem tais transferências de armas. Kim busca ajuda russa para aliviar a escassez de petróleo e melhorar seus sistemas de armas.

A promessa de assistência mútua ameaça os esforços globais de não proliferação nuclear. A Rússia, que já impôs sanções da ONU contra a Coreia do Norte e o Irã, agora parece ter mudado de posição. Antes da visita de Putin, a Rússia usou seu poder de veto no Conselho de Segurança da ONU para desmantelar um painel de especialistas que ajudava a impor sanções à Coreia do Norte.

O fortalecimento das relações entre Rússia e Coreia do Norte foi descrito como um motor para a construção de um novo mundo multipolar, resistindo à pressão econômica e militar dos EUA. A visita de Putin demonstra que a segurança global está interconectada, conforme ressaltado pelo secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg.

A visita de Putin a Pyongyang evidencia a necessidade urgente da Rússia por munições convencionais na guerra de desgaste na Ucrânia, destacando a importância das antigas tecnologias militares da Coreia do Norte.

Quais armas a Coreia do Norte está fornecendo à Rússia?
Os Estados Unidos acusaram pela primeira vez a Coreia do Norte de vender artilharia para a Rússia em setembro de 2022, sete meses após o início da guerra. Na época, a Coreia do Norte negou as acusações. Em agosto, a Casa Branca alertou que Putin e Kim Jong-un estavam negociando armas, e em setembro, Kim visitou Putin na Rússia oriental. Semanas depois, autoridades dos EUA disseram que a Coreia do Norte enviou mais de 1.000 contêineres de armas para a Rússia usar na guerra na Ucrânia. Em março, autoridades disseram que a Coreia do Norte havia enviado cerca de 7.000 contêineres de armas para a Rússia.

Se preenchidos com projéteis de artilharia de 152 milímetros, os contêineres poderiam transportar até três milhões de munições, disse o ministro da defesa da Coreia do Sul. Ou, se preenchidos com foguetes de 122 milímetros, poderiam conter mais de meio milhão de munições. Eles também poderiam ter uma mistura de ambas as armas, ele disse. Em sua última estimativa, o ministro, Shin Won-sik, na semana passada, colocou o número de contêineres de remessa da Coreia do Norte para a Rússia em 10.000.

Além disso, a Casa Branca disse em janeiro que a Rússia havia começado a lançar mísseis balísticos produzidos na Coreia do Norte. Especialistas em controle de armas disseram que fragmentos do míssil balístico de curto alcance Hwasong-11A foram encontrados após ataques aéreos russos em cidades ucranianas por meses, incluindo em Kharkiv em fevereiro. A Coreia do Norte também pode estar fornecendo mísseis antitanque e mísseis portáteis superfície-ar, bem como fuzis, lançadores de foguetes, morteiros e projéteis, disseram oficiais militares sul-coreanos a jornalistas em novembro.

Moscou e Pyongyang negam o comércio de armas, o que é proibido pelas sanções das Nações Unidas impostas à Coreia do Norte.

FONTE: The New York Times

Subscribe
Notify of
guest

109 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Quirino
Quirino
1 mês atrás

Se a Rússia, que produz 3 milhões de munição de artilharia por ano, precisa de munição da Coreia do Norte, imagina o estado da Ucrania que recebe munição da OTAN que só produz 1,2 milhão de artilharia por ano. Sobre o acordo, os diplomatas ocidentais devem estar orgulhosos do próprio trabalho, há alguns anos a Rússia apoiou todas as iniciativas do ocidente contra a Coreia do Norte e Irã mas o trabalho dos diplomatas ocidentais foi tão brilhante que jogou a Rússia, uma nação com veto no conselho de segurança, no colo do Irã, Coreia do Norte e China, ou… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Quirino
fjuliano
fjuliano
Reply to  Quirino
1 mês atrás

Comentário absolutamente perfeito.

Sergio Machado
Sergio Machado
Reply to  Quirino
1 mês atrás

Exato, nem eles caprichando fariam uma c…….. tão bem feita.
Imagina-se consumado o que se avizinha: um pacto de apoio mútuo entre Rússia, CN, Irã e China em caso de agressão externa.
Tem que dar a taça a esse pessoal, em especial aos EUA.

Elintoor_--
Elintoor_--
Reply to  Sergio Machado
1 mês atrás

Outro dia tinha um bebum passando na porta do prédio, dizendo que a guerra na Ucrânia poderia ser resolvida numa mesa de bar…

Fernando
Fernando
Reply to  Elintoor_--
1 mês atrás

E não é que o bebum tava certo??

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Quirino
1 mês atrás

Então…

Sabem o Irã e CN, que atualmente estão décadas atrás do Ocidente em áreas como blindados, caças, EW e mísseis?

Em breve, não estarão mais.

Aquele problema da CN em miniaturizar nukes pra caber em mísseis balísticos?
Em breve, não será mais problema.

Aquele problema do Irã em enriquecer urânio pra fabricar nukes?
Também não será problema em breve.

Mesmo que a Rússia perca no campo de batalha, o estrago do “efeito borboleta” já foi feito, e é irremediável.

Se os EUA acham que Irã e CN são dor de cabeça hoje, esperem mais uma década….

Last edited 1 mês atrás by Willber Rodrigues
Quirino
Quirino
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

Não podemos nos esquecer em todo aprendizado que a Rússia adquiri-o no uso de drones e todo aprendizado que eles estão tendo ao combater as armas ocidentais, todo esse conhecimento vai para no colo de China, Irã e Coreia do Norte.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Quirino
1 mês atrás

Esquecí de falar:

O Irãn tendo acesso a essas tecnologias, por consequência, o Hesbollah e Houtis TAMBÉM irão.

Aquela era em que esses grupos eram compostos por um bando de fanáticos semi-analfabetos armados com AK e coletes bombas acabou.

Prepare-se pra era de grupos paramilitares com armas de fogo modernas, drones, EW, SIGINT, ATGM’s a dar com pau e altos níveis de sofisticação.

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

Quem perde é o mundo todo, não é só o Ocidente.
E a culpa não será do Ocidente.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Rui Mendes
1 mês atrás

A esmagadora maioria dos problemas que os EUA tem hoje, e terão amanhã, foram criados POR ELES ontem. A Rússia, por exemplo: Após o fim da URSS, os EUA perderam a chance de ouro de se aproximarem dos russos, de proporem paz e comércio com eles. Não os transformar em aliados, ou colocarem eles na OTAN, porque isso é impossível, mas de ter paz com eles, de mostrar que a rivalidade de dualidade ficou pra trás, e seguir ambos em frente em parceria. Com isso, a China e CN teriam um aliado de peso a menos, talvez a CN ainda… Read more »

Sergio Machado
Sergio Machado
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

Perfeito, mas apenas um adendo. O irã possui a maior e melhor força de mísseis do OM, e uma das melhores do mundo.
EUA e Israel que o digam.

Sergio
Sergio
Reply to  Sergio Machado
1 mês atrás

Claro! E a força de mísseis americanos, franceses, britânicos e israelense é risível e ficará na embalagem pra enfeitar o jardim em caso de ataque da melhor força de mísseis do mundo. Claro, claro…

Romão
Romão
Reply to  Sergio
1 mês atrás

Ele usou a sigla “OM” (oriente médio).
Não mentiu: o Irã realmente tem a maior força de mísseis balísticos do OM. Ponto final…

Joao
Joao
Reply to  Sergio
1 mês atrás

E os países do ocidente não estão aprendendo nada…
E nenhum deles está investindo em mais material bélico, com tropas q sabem guerrear, e não o q temos visto pelos russos e iranianos…
E o estado de prontidão das forças da OTAN não está aumentado pra caramba.

E a Ucrânia deveria ter deixado os russos invadirem ela e a dominarem.
É aquele negócio, os EUA não podem fazer as lambanças q fazem, a Rússia pode.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Joao
1 mês atrás

A Rússia não teve alternativa,a guerra foi a última opção.

Caerthal
Caerthal
Reply to  Joao
1 mês atrás

Estão se preparando para o “Aquecimento Global”, fraudar eleições, xingar os conservadores, proteger pedófilos e promover mudança de sexo em menores. Tem tudo para dar certo.

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  Sergio
1 mês atrás

Sendo que o Irão não nada que se compare, com os mísseis balísticos intercontinentais, já para não dizer com as várias ogivas nucleares.

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  Sergio Machado
1 mês atrás

Em sonhos, só em sonhos.

Carlos
Carlos
Reply to  Sergio Machado
1 mês atrás

Em cem lançamentos, quantos misseis passaram pela cúpula de ferro israelense?

Carlos
Carlos
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

Será que estes países produzem riqueza para cobrir os gastos em defesa?
Não. Mas então como sobrevivem?
Através da escravização dos seus povos.
Mas ainda existem pessoas que se glorificam com as desgraças dos outros?
Parece que sim que muita gente sofre de uma doença que consome a gente por dentro e que se chama inveja.

wilhelm
wilhelm
Reply to  Carlos
1 mês atrás

Todo país do mundo cobre seus gastos de defesa usando dinheiro do contribuinte.

Um americano que vê seu dinheiro sendo torrado no complexo industrial-militar não é mais livre do que um iraniano ou norte-coreano que vê seu dinheiro sendo gasto na área de defesa de seus respectivos países.

Quem diz que o cidadão médio possui liberdade para apitar nesses temas é muito ingênuo ou tá ganhando algo em cima.

Mig25
Mig25
Reply to  Quirino
1 mês atrás

Meu caro, primeiramente, parabéns pelo comentário! Essas últimas gerações de Estadistas Ocidentais são um desastre na política internacional. Não conseguem ver um palmo a frente do nariz, não entendem nada de Realpolitik. Kissinger, Nixon, Kennan, Churchill, Richelieu (gostem-se deles ou não), estão se revirando no túmulo.

Yuri
Yuri
Reply to  Mig25
1 mês atrás

Colocar nixon e kissinger na mesma frase que Churchill deveria der crime.

Sergio
Sergio
Reply to  Quirino
1 mês atrás

Foi a Rússia que provocou isso invadindo um país soberano e que estava em paz!

Apenas porque o senhor putim não gosta dos dirigentes ucranianos que não lhe eram submissos!

Foi ele que deu o tiro no pé!

De muito admirado por muitos no ocidente – como eu – por ” combater” ,aparentemente, a cultura woke que está destruindo nossos países, conseguiu o feito de perder este valioso apoio com essa aventura militar esdrúxula!

Coreia e Irã? Meu amigo, se ultrapassarem a linha morreremos todos nós!

Romão
Romão
Reply to  Sergio
1 mês atrás

“Foi a Rússia que provocou isso invadindo um país soberano e que estava em paz!
Apenas porque o senhor putim não gosta dos dirigentes ucranianos que não lhe eram submissos!”
.
Esqueceu de falar que os novos dirigentes ucranianos estavam massacrando população russófona na região do Donbass, assim como Sadam Hussein estava massacrando a minoria étnica curda.

Henrique
Henrique
Reply to  Romão
1 mês atrás

“Esqueceu de falar que os novos dirigentes ucranianos estavam massacrando população russófona na região do Donbas”

esqueceu de falar que rusisa inventou essa fanfic de massacre

Caerthal
Caerthal
Reply to  Sergio
1 mês atrás

Ele mostrou que existiam limites e que não iria aceitar determinadas mudanças no “status quo”. Quando lidamos com potências nucleares que se sentem ameaçadas devemos observar os sinais. Biden aparentemente não tira nota 10 nessa coisa de observar os sinais.

Geovane
Geovane
Reply to  Quirino
1 mês atrás

EDITADO:
COMENTÁRIO BLOQUEADO DEVIDO AO USO DE MÚLTIPLOS NOMES DE USUÁRIO.

Caerthal
Caerthal
Reply to  Geovane
1 mês atrás

A escória do mundo já governa o Ocidente há muito tempo. Observe os valores, os discursos e as “esposas” de gente como B Obama, Biden, Micron…

André
André
Reply to  Caerthal
1 mês atrás

EDITADO

Fernando
Fernando
Reply to  Caerthal
1 mês atrás

EDITADO

Sávio Ricardo
Sávio Ricardo
Reply to  Caerthal
1 mês atrás

Observar a esposa??? Cara…que maluquice

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Caerthal
1 mês atrás

Eu disse aqui na trilogia. O ocidente tem atualmente a pior governança de todos os tempos. Jamais existiu governantes tão incompetentes, irresponsáveis e inconsequentes quanto esta safra de politicos ocidentais. Basta ver o resultado.

ChinEs
ChinEs
Reply to  Quirino
1 mês atrás

Todo o Brasileiro que foi combater na Ucrânia veio reclamando da Artilharia Russa, não há nada igual, nem o BOPE nas Favelas do RJ consegue fazer tanto fogo, a Guerra da Ucrânia é a base de Artilharia e Drones, são taticas novas , bem diferente das favelas do RJ… Dizem que a Artilharia Russa bombardeia quase 24/24 horas , é insano…

LUIZ
LUIZ
Reply to  ChinEs
1 mês atrás

Só essa semana ums 10 mercenários colombianos vão voltar pra casa num invólucro de madeira.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Quirino
1 mês atrás

Ainda faltou falar dos europeus estarem comprando gás 3 vezes mais caro dos EUA . E ainda estão gastando bilhões de euros com a guerra da Ucrânia. E o Putin feliz da vida com a recepção norte coreana. Agora tá no Vietnã pra desespero dos EUA. Logo o Putin no futuro desembarca no Afeganistão e Irã pra o ocidente arrancar os cabelos.

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  Quirino
1 mês atrás

Sempre tiveram apoio, os ditadores defendem-se uns aos outros. A realidade é que um precisa de munições e mísseis, e tem toda a economia virada para a guerra, mesmo assim, quem os tem salvo de rutura de munições, são a Coreia do Norte e Irão. Quem não se lembra do início da guerra, soldados Russos a reclamar, de não chegar munições na frente??? O outro precisa de comida, para a maioria do país, que passa fome e também precisa da tecnologia, pois para os programas que querem, precisam de ajuda, pois não existe dinheiro para investir nessas capacidades e assim… Read more »

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Quirino
1 mês atrás

Mais que perfeito. Eu disse aqui em outra matéria que o ocidente tem o costume de impor ao invés de conversar. O resultado é esse . Fortalecer os inimigos.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Antonio Palhares
1 mês atrás

O inimigo do meu inimigo é meu amigo hoje, mas amanhã será meu inimigo tambpem

fjuliano
fjuliano
1 mês atrás

A chamada conferência de “paz” feita na Suíça esse final de semana era tão sobre a paz quanto uma reunião da Ku Klux Klan é sobre igualdade racial. Na cara dura acharam que iam conseguir atrair mais países a fechar o cerco contra os russos. Fracassaram novamente. Enquanto isso, reportagem recente da BBC https://www.youtube.com/watch?v=UjlJoLT1Df0 “o exército ucraniano procura desesperadamente novos recrutas”, “os homens de todas idades não saem mais na rua com medo do recrutamento forçado” e segue. A paz seria alcançada com os acordos de Minsk em 2015, mas o governo ucraniano pós maidan fez questão de passar por… Read more »

Quirino
Quirino
Reply to  fjuliano
1 mês atrás

Nossa, BBC mostrando essa realidade brutal na Ucrânia? estou chocado, deve estar faltando propaganda para eles falarem hahaha…

fjuliano
fjuliano
Reply to  Quirino
1 mês atrás

Pois é, aquela já velha história: se um veículo grande da mídia mainstream mundial, como é a BBC, está soltando essa “bombinha de São João” podemos concluir que a realidade é na verdade uma bomba FAB-3000.

E sim, está faltando propaganda para esse pessoal. Esse circo armado na Suíça esse final de semana, com o patético marketing de “conferência de paz”, pregou para convertidos e não conseguiu alinhar nenhum outro país de relevância. Até não interessados pelo assunto conseguem perceber que o objetivo nunca foi a paz.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  fjuliano
1 mês atrás

Olá F. No fim da I Guerra, as potências vendedoras se reuniram em Versalhes para escrever um tratado que redesenhava a Europa e definias as punições que seriam impostas à Alemanha. Dois países fundamentais para a estabilidade da Europa e diretamente envolvidos no resultado final do tratado, URSS e Alemanha, foram deixados de fora. A Alemanha foi obrigada a assinar o tratado e a URSS ficou de fora. Keynes fazia parte da deleção inglesa e a abandonou quanto discordou das punições que seriam aplicadas na Alemanha, inclusive escrevendo um livro denunciando o erro. O tratado só vigorou por 20 anos,… Read more »

fjuliano
fjuliano
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Não é plano de paz, é plano de poder cujo um dos objetivos é não só derrotar a Rússia como destruí-la.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  fjuliano
1 mês atrás

Então. meu ponto é isso. Um cessar fogo é uma decisão que será tomada entre a Rússia e a Ucrânia.

Isso significar interromper a guerra e abrir negociações entre os dois países, que até pode ser mediada por um ou mais países.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Esta ralé não gosta nem estuda história. Que sempre se repete. Ou como farsa ou como tragédia.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Antonio Palhares
1 mês atrás

Olha Palhares. Eu até acredito que os países envolvidos sabem que é preciso envolver a Rússia nas negociações para acabar com a guerra.. mas acho que eles não querem interromper a guerra

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Veja onde esta falta de conversa está levando a humanidade. Realmente não querem. Eles ingenuamente acreditam que a farsa da conferencia. Os levaria legitimar o enquadramento da Russia. E impor a esta, a paz segundo os padroes deles. E não vai ser assim. As coisas mudaram . Vão ter que negociar. E o boleto vai chegar para a Ucrania. Que vai vai perder tudo. Além do melhor da sua juventude que foi exterminada na sujeira desta guerra. Porque seus dirigentes concordaram travar uma guerra de procuração entre potências poderosas. O que sobrar vai ser dividido entre a malta da OTAN.

Carlos
Carlos
Reply to  fjuliano
1 mês atrás

És daquelas pessoas que pensam que foi uma bela atitude a de Neville Chamberlain quando voltou orgulhoso a Londres exibindo um papel com a assinatura de Hitler, porque cedendo os territórios tchecos conhecidos por sudetos iria haver paz entre a Alemanha de Hitler e a Tchecoslováquia. Essa paz durou uma semana. E Hitler e Putin só têm de diferente o bigode. Também não falaste na diminuição da idade para obrigar homens a ir para a guerra? Essa idade baixou de 27 para 25 anos. Também não falaste na conferência do filho de Peskov na qual um jornalista falou que tinha… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Carlos
fjuliano
fjuliano
Reply to  Carlos
1 mês atrás

Comparar Putin com Hitler é, na melhor das hipóteses, de uma ignorância que beira a infantilidade. Sinceramente minha opinião é que o sujeito não sendo ignorante é só canalha mesmo. Eu sei que os proctologistas devem estar faturando mais que o normal nesse ultimo ano vez que a realidade do campo de batalha e da economia russa tem ocasionado nessa torcida pró OTAN muita autoflagelação em regiões específicas do corpo. Descumprimento dos tratados de Minsk por parte do “governo” ucraniano em 2015 e adiante é algo que foi reconhecido até mesmo pela presidente alemã da época, Angela Merkel. Falar de… Read more »

Carlos
Carlos
Reply to  Carlos
1 mês atrás

Correção: Não são 500 russos, são 500 mil russos

Yuri
Yuri
Reply to  fjuliano
1 mês atrás

Você é um dos que preferia quando o povo ucraniano sofria quando o fantoche do putin tava no poder, né?

BraZil
BraZil
1 mês atrás

Parabéns para Biden e seus incendiários…já preparei minha mochila e estou cavando o abrigo no quintal, vai que…

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  BraZil
1 mês atrás

Biden não manda em nada, é apenas um fantoche lá dos progressistas mais extremistas democratas. Acha que alguém assim que não sabe nem mais aonde está é capaz de tomar alguma decisão importante para o país e o mundo?

https://www.youtube.com/watch?v=buUAznQ6NFA

Bruno
Bruno
1 mês atrás

E as peças continuam se alinhando para o jogo final!

Sergio
Sergio
Reply to  Bruno
1 mês atrás

E você celebrando sua própria desgraça e de seus compatriotas e familiares.

A não ser que creia o Brasil estará livre e saltitante pra pular o Carnaval sob a nuvem de radiação da hecatombe…

Andromeda1016
Andromeda1016
1 mês atrás

Putin está jogando xadrez e está tentando enfraquecer ainda mais o poderio global dos gringos mexendo com a península coreana. O grande sonho do russos é ressuscitar a rota de seda que ligue a Europa e o extremo oriente passando por seu território. Com a promessa de Trump de retirar as tropas gringas da península coreana os sul coreanos estão há tempos discutindo sobre o desenvolvimento de sua bomba nuclear e isso alarmou a China que foi reclamar com os gringos para que não saiam da península coreana, pois não querem a Coreia do sul atômica. Caso Trump vença as… Read more »

Caerthal
Caerthal
Reply to  Andromeda1016
1 mês atrás

Ter a Coreia do Norte como potência atômica dá a desculpa perfeita para que a Coreia do Sul tenha submarinos nucleares com mísseis atômicos. Muito útil para deixar o grande vizinho amarelo esperto.

Emmanuel
Emmanuel
1 mês atrás

Pink e Cérebro.
A diferença é que os planos desses dois aí estão dando certo.

Macgaren
Macgaren
Reply to  Emmanuel
1 mês atrás

Estão sim, Russia tendo que pedir apoio de um país embargado kkkkk

Fernando
Fernando
Reply to  Macgaren
1 mês atrás

A Russia tambem é embargada, esqueceu??

Maurício.
Maurício.
1 mês atrás

“Os Estados Unidos acusaram pela primeira vez a Coreia do Norte de vender artilharia para a Rússia em setembro de 2022.”

O sujo, EUA, acusando o mal lavado, CN, hipócritas.

Quirino
Quirino
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

Estados Unidos é a nação mais hipócrita da terra, armam os aliados pelo mundo inteiro, invade outras nações soberanas, sugam nações mais fracas, pintam o sete no planeta incentivando golpes (o próprio Brasil foi vitima disso), espionam todo mundo, enfim, cagam no planeta inteiro com sua politica externa predatória e irresponsável mas quando outros fazem a mesma coisa eles fazem eles vem com o falso moralismo deles, tenho nojo dessa nação hipócrita e escrota.

Last edited 1 mês atrás by Quirino
Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

Pois é.. a diferença é que a Russia paga pela munição e a Ucrânia recebe de graça

JAC
JAC
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Camargoer, não existe almoço de graça, nem jantar, nem peças de artilharia. alguém esta pagando esta conta, a questão e até quando as pessoas dos países da Europa e EUA vão aceitar receber a conta. A Ucrânia também está pagando com sangue e vai ter que ceder muito recursos quando a guerra acabar.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  JAC
1 mês atrás

Então… quem está pagando pelo armamento ucraniano são os EUA e a Europa.. concordo com você.

Gilson Elano
Gilson Elano
1 mês atrás

E tome mais munição norte coreana, na invasão russa a Ucrânia.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Gilson Elano
1 mês atrás

Então.. se o padeiro faz pão e eu pago pelo pão, o pão é meu.

Se a Russia paga pela munição a munição é da Russia

Rodrigo Maçolla
Rodrigo Maçolla
1 mês atrás

O Nascimento do novo “Eixo do mau” ?

Quirino
Quirino
Reply to  Rodrigo Maçolla
1 mês atrás

Ja existe faz tempo e se chama OTAN.

Rodrigo Maçolla
Rodrigo Maçolla
Reply to  Quirino
1 mês atrás

Interessante, não estamos na OTAN, mais o Brasil é uma democracia e um país ocidental. se um dia a coisa “apertar” é com estes pares do Ocidente que devemos e vamos contar, mas para muitos aqui ao que parece acham que somos do Oriente e devemos ser mesmo parceiros de ditaduras e ditadores.

Last edited 1 mês atrás by Rodrigo Maçolla
Romão
Romão
Reply to  Rodrigo Maçolla
1 mês atrás

Você não quis dizer “eixo do maL” ?

Wagner
Wagner
Reply to  Romão
1 mês atrás

Pois é,como vamos alcançar a tecnologia hipersônica se não sabemos a diferença de Mau com U e Mal com L ?
” Sem saber português, o aluno está mau com as notas ”

” Isso e uma Maldade!”

Last edited 1 mês atrás by Wagner
Rodrigo Maçolla
Rodrigo Maçolla
Reply to  Wagner
1 mês atrás

Amigo eu quis escrever a palavra com “u” mesmo, essa foi a minha intenção, não esta errado. é só “da um google ai” Não sei se você sabe mais segue: “Antes de tudo, memorize o seguinte: a palavra mau, é escrita com a letra u significa o contrário de bom. Por outro lado, a palavra mal, escrita com a letra l significa o contrário de bem”. Quando digitei a palavra utilizando o u é porque tinha intenção de dizer que a Russia (Putin) e a Coreia do Norte (Kim Jong-un) são pessoas do mau, logo “Novo eixo do mau” porque entendo que… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Rodrigo Maçolla
Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Romão
1 mês atrás

Dos dois. Com L e com U

Rodrigo Maçolla
Rodrigo Maçolla
Reply to  Antonio Palhares
1 mês atrás

Sim depende da forma e o que se quer dizer as duas maneiras existem na lingua portuguesa e podem ser utilizadas.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Rodrigo Maçolla
1 mês atrás

Perfeitamente. O homem mau é do mal.

Rodrigo Maçolla
Rodrigo Maçolla
Reply to  Romão
1 mês atrás

Não eu quis dizer “eixo do mau” mesmo.

Obi-Wan
Obi-Wan
Reply to  Rodrigo Maçolla
1 mês atrás

Não e o novo eixo do mau, e sim mais atualização com novos parceiro e alianças. Alemanha, Japão, e Itália, conseguiu novos aliados depois quase 80 em guerra com seus inimigos, a diferença, é que eles estão muito mais fortes que antes!

profyler
profyler
1 mês atrás

Belo parceiro. Deve estar bem as coisas na gloriosa Rússia.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  profyler
1 mês atrás

Em termos de número de soldados, MBTs, blindados, artilharia e munições a Coreia do Norte está no topo do poder militar com cerca de 1,35 Milhões de soldados ativos, milhares de MBTs, milhares de blindados, milhares de sistemas de artilharia e munições aos milhões. Isso pode ser muito mais relevante que um punhado de caças de 5a geração. São cerca de 1 Milhão de homens no exército norte coreano + 200 MIL na divisão de operações especiais, totalizando cerca de 1,2 MILHÕES para combate terrestre, além de mais 60 mil na marinha, 110 mil na força aérea, sem falar as… Read more »

Profyler
Profyler
Reply to  Luís Henrique
1 mês atrás

Como estão os Migs 17 da Coreia?

Romão
Romão
Reply to  Profyler
1 mês atrás

Os norte-coreanos podem ser o que for mas são uma nação orgulhosa e determinada à soberania.
Os caras mantiveram os Mig-17 operativos (mesmo que minimamente) porque foram isolados por todos e mesmo os chineses e russos tem se recusado – até agora – a fornecer armamento mais sofisticado.

Macgaren
Macgaren
Reply to  Profyler
1 mês atrás

Putin deve estar pedindo emprestado.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Profyler
1 mês atrás

As últimas notícias que li indicam que a Coreia do Norte investiu em sensores, aviônicos, mísseis ar-ar de curto alcance e BVR de fabricação própria para modernizar sua frota de caças. Também li que os caças mais antigos como os MiG-17 e MiG-19 podem estar sendo convertidos em Drones Kamikaze. A Coreia do Norte possui cerca de 430 caças MiG e parte destes foram modernizados com sensores e mísseis locais de capacidades desconhecidas. A Coreia do Norte investiu bastante em sistemas antiaéreos e uma rede completa de radares. Sua frota de caças é antiga e ultrapassada e as modernizações e… Read more »

Senhor Maskarado
Senhor Maskarado
Reply to  Profyler
1 mês atrás

Com essas novas oportunidades uma hora vão modernizar sua força aérea com novos caças.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Luís Henrique
1 mês atrás

Imagina a China e a Rússia assinando um pacto militar?

Heinz
Heinz
Reply to  Luís Henrique
1 mês atrás

A Coreia do Norte não segura uma guerra com a Coreia do Sul não. Em poucas semanas a Coreia do Sul teria superioridade aérea. A Coreia do Norte faria muito estrago com seus mísseis e artilharia. Mas nos céus a Coreia do Sul não perde.

Caerthal
Caerthal
Reply to  Heinz
1 mês atrás

A Coréia do Sul teria estômago para pagar para ver?

Heinz
Heinz
Reply to  Caerthal
1 mês atrás

Não sei, creio que eles só iriam para uma guerra se o norte atacasse.
Ai eu apostaria fácil na Coreia do Sul.

JAC
JAC
Reply to  Heinz
1 mês atrás

Dominar os Céus é importante. Mas na Guerra do Vietnã, mesmo da Coréia, Iraque, Afeganistão, os EUA (que são os mestres da guerra áerea) perderam no solo. Então não é simples afirmar que a CS vai ganhar. Além disso, todas bases aéreas do CS provavelmente seriam alvos prioritários, inclusive de forças especiais. CS e CN se auto destruiriam. CS tem muito mais alvos e o povo está já acostumado a viver no padrão ocidental. CN o povo vive na pobreza e resignado. A guerra é muito mais complexa, a vontade de lutar, disposição e capacidade de aceitar sacrifícios pode sobrepor… Read more »

Heinz
Heinz
Reply to  JAC
1 mês atrás

Os EUA não perderam uma batalha sequer no solo para os nortes vietnamitas. Nem no Iraque, Afeganistão e etc. Você sabe muito bem que foram outros fatores que determinaram a “derrota” americana.
“Todas as bases da CS seriam alvos prioritários” de fato, mas o sul ficaria parado esperando né? Os F35, F15 não levantariam voo e destruiriam boa parte dos centros de lançamentos e dos velhos caças do sul, além de concentração de tropas.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Heinz
1 mês atrás

Heiz… os EUA fracassaram em seu objetivo de evitar a unificação do Vietnã sob um regime comunista…

Jacinto Fernandes
Jacinto Fernandes
Reply to  Heinz
1 mês atrás

Esta é a diferença entre uma vitória tática e uma vitória estratégica. A vitória tática você ganha n campo de batalha, a vitória estratégica avança os seus objetivos. A Ofensiva do TET, por exemplo, foi uma vitória tática dos EUA que expulsaram os invasores norte vietnamitas, mas foi uma derrota estratégica pelo custo que teve no apoio da população dos EUA à guerra.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Heinz
1 mês atrás

O poder aéreo muitas vezes é utilizado para dar suporte ao poder terrestre. O poder aéreo do inimigo pode ser atacado de diversas formas e não apenas em combates ar-ar.
Existem sistemas antiaéreos de curto, médio e longo alcance em abundância na Coreia do Norte. Eles também podem realizar missões de sabotagem, destruir aeronaves ainda no chão, etc.

A Ucrânia está ai provando que um grande exército com milhares de blindados, mísseis, fuzis e defesas antiaéreas resiste muito bem, mesmo não tendo uma força aérea moderna e numerosa.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Heinz
1 mês atrás

A Coreia do Norte varreria a do Sul com suas nukes. Ou voce acha que o gordinho bisonho não faria isso ?

Caerthal
Caerthal
Reply to  Luís Henrique
1 mês atrás

Eu não me surpreenderia que eles cedessem soldados em troca divisas fortes e bens russos.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Luís Henrique
1 mês atrás

Basta ver os números. Acachapante.

LUIZ
LUIZ
Reply to  profyler
1 mês atrás

Na Rússia a qualidade de vida da maioria da população melhorou muito nos últimos 20 anos.

Rodrigo Maçolla
Rodrigo Maçolla
Reply to  profyler
1 mês atrás

São dois ditadores. E a Russia com esse acordo esta violando diretrizes e restrições da ONU outra hora aprovadas com o apoio dela mesma contra a Coreia do Norte. Como vemos diretrizes só servem pra isso mesmo e essa ONU já não serve pra mais nada, infelizmente

Allan Lemos
Allan Lemos
1 mês atrás

O tempo mostrou como a estratégia dos EUA em relaçāo à CN foi equivocada.

Last edited 1 mês atrás by Allan Lemos
Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

A partir do momento em que EUA, CN e ONU não conseguiram impedir que a CN tivesse suas nukes ( spoiler: eles TAMBÉM não impedirão o Irãn de ter suas nukes também ), já mostra o “poder” ( ou a falta dele ) ou capacidade de planejamento que esses órgãos acima tem….

Last edited 1 mês atrás by Willber Rodrigues
Bispo de Guerra
Bispo de Guerra
1 mês atrás

A cada dia que passa os acontecimentos que antecederam a II-W são replicados com uma roupagem nova.

Tic..tac 🙃

Maurício.
Maurício.
Reply to  Bispo de Guerra
1 mês atrás

Isso não vai dar em nada, dois fanfarrões, Kim e Putin, fazem essas “parcerias” porque sabem que ninguém vai ataca-los diretamente, já que possuem nukes, e a CN ainda tem o seu patrão, China, que é quem ajuda a sustentar o Kim no poder.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Bispo de Guerra
1 mês atrás

O atual momento é mais parecido ao que antecedeu a I Guerra. Não há semelhança com a II Guerra

Jacinto Fernandes
Jacinto Fernandes
Reply to  Bispo de Guerra
1 mês atrás

Um mundo multipolar é inerentemente mais perigoso.

Romão
Romão
1 mês atrás

Se o Kim for esperto ele vai aproveitar a janela de oportunidade, oferecer mão de obra barata e isenção fiscal para que a indústria russa se instale e oferece seus produtos Ásia Central e parte da Ásia menor que estão sob certa influência russa. . Se ele for esperto e sortudo, vai conseguir um empréstimo, tendo o petróleo russo como fiador, para um fábrica de semicondutores. Mas para isso eles vão precisar de muita diplomacia com a Turquia para operar com ouro desde o Qatar. Enfim, é bem complexo… Os norte-coreanos já dispõe da zona franca de Kaesong e, nesse… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Romão
Romão
Romão
Reply to  Romão
1 mês atrás

Por falar em zona de influência russa, não nos esqueçamos que os russos estão tirando a África ocidental da mão dos franceses e é por isso que o Macron está pistola.
https://www.bbc.com/portuguese/articles/c03050lmm6po

JPonte
JPonte
1 mês atrás

Se o Putin foi recebido pelo líder supremo coreano e por que conta com aval da China para tanto …… o coreano precisa da Rússia o que a China não lhe oferta , tecnologia moderna de combate , não há nenhum interesse chinês que tenham …. a Coreia do Norte almeja maior distância da China protegendo se na Rússia em troca de armamentos e munições … China , Coreia do Norte e Rússia bailam uma dança diabólica onde ninguém confia ninguém e esperam a oportunidade para se ver livre um do outro …. O que os une é o inimigo… Read more »