Home Noticiário Internacional Começa a produção do primeiro VBTP-MR para o EB

Começa a produção do primeiro VBTP-MR para o EB

3720
65

Começou a fabricação do primeiro protótipo de blindados de transporte de pessoal, conhecido como VBTP-6X6 MR (Viatura Blindada de Transporte de Pessoal – Média sobre Rodas) e deverá ser entregue ao Exército Brasileiro no fim de 2009, de acordo com fontes da empresa italiana responsável, a IVECO Veículos.
A empresa disse que o protótipo vai passar por uma extensa e cuidadosa análise programada pelo EB, e se aprovado, os primeiros 16 veículos serão entregues durante 2011, segundo o Jane’s Defense Weekly.
O VBTP-MR é uma nova concepção, com base nas características da família IVECO Puma em serviço no Exército Italiano.
Este projeto, inicialmente denominado Urutu III, apresenta um blindado sobre rodas 6 × 6 e 8 × 8, em diferentes configurações.
O atual contrato entre o Exército Brasileiro e a Iveco termina em 2011, mas espera-se que seja seguido por outra produção em série, com entregas de até 50 veículos por ano.

6×6-MB VBTP

A versão básica do blindado de transporte de pessoal terá uma metralhadora 7,62 mm e 12,7 mm na parte externa. Na versão de infantaria, o veículo está equipado com uma torre Elbit estabilizada, com um canhão de 30 milímetros e metralhadora de 7,62 milímetros, controlada remotamente a partir do interior do veículo.
Estas versões estão previstas para serem transportados por avião Hercules C-130 e o maior e mais pesado, no futuro C-390 da Embraer.
O VBTP-MB deverá substituir o Urutu EE-11 e, posteriormente, o EE-9 Cascavel. Sua velocidade máxima é de 100 km/h terá uma autonomia de 600 km.

FONTE: Infodefensa.com / ARTE do alto: Akivrx / COLABOROU: Baschera

65
Deixe um comentário

avatar
65 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
44 Comment authors
carlosVan RelsingBAe System SEP 8×8 ThorEveraldo SantosNatyelle Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Vassili Zaitsev
Visitante
Vassili Zaitsev

Boa notícia. Espero que o projeto ande bem rápido. Só que eu prefiria que todas as versões fossem 8X8.

abraços.

Lucius Clay
Visitante
Lucius Clay

Excelente notícia! Espero que tenhamos encomendas firmes a partir de 2010, até substituirmos os velhos urutus e cascavéis.

Pedro Rocha
Visitante
Pedro Rocha

Olá senhores! Uma excelente noticia! Espero que o projeto por ser o mais recente, incorpore todas as lições aprendidas nos conflitos assimétricos do Iraque e principalmente no Haiti. Isso mesmo senhores conseguimos reunir uma grande expertise com operação de blindados no Haiti. Uma das lições foi que o posto de metralhadora externa não pode ficar sem proteção! Sou um defensor de torres remotas, estas são mais leves e não expõem o atirador! Também gostaria de blindagens compostas (aço, kevlar, cerâmica, etc.) em alguns pontos críticos! Porém a melhor blindagem será sensores no estado da arte (localizar antes de ser localizado)… Read more »

RL
Visitante
RL

Duas dúvidas.

Primeira.
Onde exatamente estes protótipos e as possíveis unidades de contrato estão ou serão fabricas?
Na IVECO do interior paulista ou nao Italia?

Segunda.
Quantas unidades o EB pretende adquirir?

Sugestão.
Agora uma pergunta aos amigos do blog.
Alguem ai teria uma sugestão do que fazer com as unidades de Urutu e Cascavel quando forem substituidas?

Abraços.

Matheus Borges
Visitante
Matheus Borges

Adeus Engesa =(

Adeus meu patriotismo… =(

Olá Industria Brasileira Militar falida… =(

lampião
Visitante
lampião

RL bom dia a todos amigos do blog, que tal nos vendermos esses blindados pra africa ,ou ate mesmo oferecer pra o paraguai,ou pra outros paises do sub mundo, ta ai minha opiniao abraços a todos

João Curitiba
Visitante
João Curitiba

Caro RL

Poderiam ser doadas ou vendidas a preço simbólico para nações amigas como forma de abrir novos mercados. Vide o exemplo da Namíbia.

Abraços

Robson Bandeira
Visitante
Robson Bandeira

Boa notícia, porém para fazer um veículo destes era realmente necessário a participação da Iveco, poís como comentou o Pedro com o expertise adquirido no Haiti e a experiência de ex-funcionários da Engesa esse contrato bem que poderia ficar na terrinha.

Pedro se não me falhe a memória este projeto é bem anterior ao END, e outra coisa, a reclamação dos generais é mais do que justa, poís são eles que vivem a realidade e o dia a dia da força, sem polêmica é claro.

Sds

Alexandre J.Augusto
Visitante
Alexandre J.Augusto

Se as forças Brasileiras ainda estiverem no Haiti em 2011, podemos mandar alguns para fazer o “test drive” lá.

Mineiro
Visitante
Mineiro

João Curitiba,

Não seria mais interessante, para o Brasil, transferir as urutus e cascaveis, usadas, para as polícias do Rio e/ou outras unidades policiais que precisem de viaturas blindadas?

Fica aí a pergunta – sugestão – de um leigo.

Cordialmente.

Almeida
Visitante
Almeida

Re: Mineiro em 02 abr, 2009 às 13:34 Amigo, a imprensa e opiniao publica ja detonam o uso do “Caveirao” pelo BOPE, imagine um Urutu! Eu, enquanto carioca e cidadao consciente, sei que nossa PM faria otimo uso de tais viaturas, especialmente no controle das guerras entre as facçoes criminosas que invadem, no sentido militar da palavra, morros controlados por facçoes rivais, como vimos semana passada na Ladeira Tabajara em Copacabana. Mas, se um micro onibus transformado em carro forte ja causa tamanho alvoroço em quem nao se importa com a situaçao de guerra civil e descontrole do Estado no… Read more »

lucas lasota
Visitante
lucas lasota

excelente noticia.

esperamos que o conograma nao seja atrapalhado pelas frenquentes contensoes de verbas.

quanto as unidades de cascaveis e urutus a serem desativadas compartilho da opiniao de serem repassadas para paises menores de forma a se estreitar lacos.

abs.

Tiao
Visitante
Tiao

Concordo com o mineiro poderiamos sim tranferir alguns para unidades policiais que necessitem de viauras blindadas, podemos tambem oferecer alguns a nações que ja utilizem o urutu/cascavel!!!

Jorge Lee
Visitante
Jorge Lee

Caro RL,

Os protótipos serão fabricados no Brasil na planta da IVECO em Sete Lagoas. MG

Em relação a quantidade produzida não se sabe, apenas os 16 do lote-piloto já contratados.

Entretanto, devido às várias versões planejadas e pelo fato de ter de substituir os EE-11 “Urutu” e EE-9 “Cascavel”, podemos prever mais de 600 veículos desse tipo…se forem liberados os recursos necessários, aí que reside todo o problema.

Mineiro
Visitante
Mineiro

Almeida em 02 abr, 2009 às 13:45, Prezado, entendo a sua frustação, e acredito que o emprego desse tipo de viatura, por forças policiais, daria um prato cheio para a imprensa sensacionalista e para os “grupos protetores dos direitos humanos”. Mais defendo, e acho que o atual governo carioca defende, que hoje deve haver uma política de enfrentamento, doa a quem doer e não acredito que o governo carioca, na atual situação, vai se deixar enfraquecer por críticas maldosas. Eu morei 11 anos no Rio, fui assaltado duas vezes por bandidos fortemente armados, na última quase fui morto pelos meliantes,… Read more »

Pedro Rocha
Visitante
Pedro Rocha

Olá senhores! Os nossos Urutu e Cascavel estão chegando ao final de carreira. Hoje no Arsenal de Guerra de São Paulo (AGSP) estão revitalizando somente os veículos mais novos e menos rodados! Certamente com a chegada dos novos veículos os Urutus e Cascáveis serão repassados para outras unidades sem dotações ou insuficiência de veículos! Particularmente gostaria de doar uns seis para a Bolívia (risos). Brincadeiras aparte repassar gratuitamente para nações amigas seria um ótimo cartão de visita da nossa nova indústria de defesa! Bem como seria interessante o repasse para as Policias Militares, porém os russos estão se instalando no… Read more »

Marcos T.
Visitante
Marcos T.

Alguem tem as especificações tecnicas do VBTP, tipo de blindagem, motorização, etc ?
Se tiver posta ai.

João Curitiba
Visitante
João Curitiba

Prezado Mineiro

Não tinha atentado para esta possibilidade. Acredito que muitas unidades ainda possam ser utilizadas por aqui, com pequenas reformas. Só fico com uma dúvida: eles nao são grades demis para atuarem em ruelas e becos? Caso das favelas no RJ. Mas isso não inviabiliza a idéia. Além de que, crime organizado não é só no RJ.

Também podem ser usados conforme o Pedro Rocha comentou.

Abraços

Edmar
Visitante
Edmar

Caros amigos.:
Pergunta de um leigo…

Ouvi dizer que iriam ser incorporados ao “Exército Brasileiro” mais ou menos 400 Blindados destes…, alguém pode confirmar?

Será mesmo esse número?

FERNANDO
Visitante
FERNANDO

vcs tem uma foto deste prototipo, ele é como está no desenho, parece inferior ao URUTU, sei lá o URUTU da ENGESA parece mais bonito, mais robusto.

João Curitiba
Visitante
João Curitiba

Infomações extraídas do Defesanet: Das nove versões estudadas pelo DCT, oito serão na versão 6×6, sendo estas: – Viatura Transporte de Pessoal: capaz de transportar o motorista, o atirador que opera a torre de controle remoto, o Comandante do carro e mais dez combatentes em assentos individuais, frente a frente; – Viatura Socorro: com facilidades como guindaste e guincho; – Viatura Oficina: transportando motorista, atirador, Comandante e mais três mecânicos; – Viatura Comunicações: com motorista e mais cinco operadores de comunicações; – Viatura Posto de Comando: transportando motorista, atirador, Comandante de Companhia ou de Batalhão e mais três auxiliares; –… Read more »

Mineiro
Visitante
Mineiro

João Curitiba em 02 abr, 2009 às 15:32, Prezado, No Rio de Janeiro existem vários tipos de favela; complexo de préidos: Vila do João, Fumacê, Cidade de Deus dentre outras. Morros Rocinha, Vidigal, Dona Marta dentros outros. Estes veículos poderiam ser usados, dependendo do caso concreto, para levar policiais com segurança, até determinados pontos da favela aonde haveria o desembarque e seriam realizadas operações de infiltração e retiradas desses policiais com mais segurança. Além do mais, acho que esses veículos tem maior capacidade de superar obstáculos e dirigibilidade do que os “caveirões”. Não sei ao certo qual é o nível… Read more »

gasp??
Visitante
gasp??

os “carros” em piores estados deveria servir para teste do nosso missil anti carro em desenvolvimento… podriamos aperfeicoar qq arma que venha a ser testadas nesses tanques antigos, fica ai uma sugestao…

seria interessante o Brasil adquirir blindados que utilizem rodas e lagartas ?? um veiculo misto ?? teria funcao no Brasil um veiculo com essas caracteristicas ??

gaspar
Visitante
gaspar

errei o meu nick

os “carros” em piores estados deveria servir para teste do nosso missil anti carro em desenvolvimento… podriamos aperfeicoar qq arma que venha a ser testadas nesses tanques antigos, fica ai uma sugestao…

seria interessante o Brasil adquirir blindados que utilizem rodas e lagartas ?? um veiculo misto ?? teria funcao no Brasil um veiculo com essas caracteristicas ??

RL
Visitante
RL

A principio meu pensamento foi exatamente este, o de transferir as unidades de Urutu e Cascaveis desativadas para paises amigos de tal forma que ainda vendessemos um pacote de “UP GRADE” para os mesmos.
Por exemplo Bolivia, Uruguai, Paraguai dentre outros que pagassem pela mordernização o que garantiria ainda mais postos de trabalho aqui no brasil.

Mas gostei da proposta de alguns que optaram por transferir algumas unidades as policias de alguns estados, apesar de que eu sou a favor de que deveriamos adotar veiculos mais ageis para esta função de policia, como o Guará da Avibras.

Abraços.

Roberto CR
Visitante
Roberto CR

Carros como o Urutu não resolvem problemas como, por exemplo, combate a criminalidade. Polícia inteligente é que faz isso. É aí que está o verdadeiro problema referente a criminalidade no país, porque não há inteligência e nem vontade de criar isto nas polícias estaduais. Na próxima eleição pensem nisso. É exemplar o caso que está ocorrendo neste momento no país em que o delegado que chefiou investigações de desvio de dinheiro agora é pintado como culpado. Absurdo. E temos que falar do judiciário também, porque não adianta prender e, de acordo com a interpretação do magistrado, liberar o sentenciado a… Read more »

virtualxi.phalanx
Visitante
virtualxi.phalanx

Os Urutu podem ser utilizados por um bom tempo ainda no exército, como por exemplo em missões de paz, a exemplo do que ocorre no Haiti. Ou então podem ser transformados em ambulâncias móveis, ou oque seria interessante, doados para polícias que necessitam de um blindado para adentrar em regiões onde a inteligência humana já não se faz presente. Espero que não sejam abandonados ou sirvam de alvo. Se forem leiloados, até eu vou querer um. Afinal off road com urutu deve ser muito interessante. Ao novo blindado, a única coisa que deve ficar clara é que não é e… Read more »

Raul
Visitante
Raul

virtualxi.phalanx O veículo é nacional sim e sua propriedade intelectual pertence ao Exército Brasileiro, haja vista que foi também desenvolvido por ele (através do Centro Tecnológico do Exército, o CTEx), ou seja, não é um projeto estrangeiro, apenas a empresa que o fabrica. Os engenheiros que trabalharam no projeto são brasileiros, que ganharam experiência ao projetar uma viatura blindada do início ao fim, estando aptos aos novos desafios, como os blindados sobre lagartas. As blindagens, armamento (torretas remotamente controladas 7,62 e 30mm) e subsistemas como a visão noturna foi todo desenvolvido pelo CTEx e fabricado por indústrias nacionais (Ares, Opto,… Read more »

J Roberto
Visitante
J Roberto

Acho que se o Jacubão desenhasse o projeto do Urutu III,ficaria melhor que esse heim?? rsrs!
Bem que poderia ser do estilo do Pátria ou do Piranha III.E os 8X8??

henrique
Visitante
henrique

Esses blindados devem equipar as principais unidades do EB primeiramente. Seria interessante que os Urutus fossem repassados as unidades que hoje usam apenas caminhões como meio de transporte.Um Urutu usado é bem melhor que um caminhão novinho sem blindagem alguma……rsss

henrique
Visitante
henrique

Ha, sim, seria interessante que todos os Urutus fossem revitalizados e repassados as unidades que hj usam apenas camionhões…

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

Que desenho mais feio! tenho certeza que o “real” será mais imponente…

Felipe Cps
Visitante
Felipe Cps

Boa notícia pessoal, se vier de primeira linha mesmo será um powta reforço pro EB. Mas (não sei se eu que sou chato demais) achei o perfil dele muito alto… será que vai ficar assim mesmo? Se sim, não sei não, mas vai ser um prato cheio pra alvo…

No mais, se vier mesmo um negócio de primeira linha, no estado da arte em termos de blindado, pode colocar todos os cascavéis, urutus, jararacas, corais e aquela bomba ambulante de M-113 e doar tudo pro Paraguai, Namíbia, Uruguai, Bolívia, Moçambique…

Direto do Centro da Terra
Visitante
Direto do Centro da Terra

A mensagem mais importante parece estar passando sem que percebam:

Estamos retomando algo que não faziamos há muito tempo.

Se ele é feio, alto, 6×6 e não 8×8 etc e tal, é o que menos importa, afinal, alguém aqui será o usuário final do produto????

Que eu saiba não. Portanto, se o blindado atender as especs do EB, que ele seja construído e uma vez aprovado, quem sabe até exportado.

Parem com esse negócio de feio ou bonito, pois na guerra nada é bonito e o que vale é a eficácia.

Meus 2 cents!

luper
Visitante
luper

mineiro.

,50=12,7mm = ½ polegada

Adler Medrado
Visitante

Pessoal, no post diz que ele substituirá no futuro os EE-9 Cascavel. É possível colocar aquele canhão nesse veículo?

[]s

Mário Meirelles
Visitante
Mário Meirelles

Sou da opinião que o Brasil deve vender suas armas na América do Sul e na Africa, que são nossos grandes compradores atuais. Paraguai, Bolívia, Equador, Suriname etc.
Se nós não vendermos armas para nossos vizinhos alguém de fora (EUA, Rússia, França etc.) vem aqui e vende !!!!
Portanto, se é para alguém vender armas na A.S. esses somos nós, afinal, não temos inimigos estratégicos no continente.

Saudações.

João Curitiba
Visitante
João Curitiba

Caro Adler Medrado

Segundo o Defesanet, que postei acima, o Cascavel será substituído pela versão 8 X 8 com canhão de 105 mm. O canhão do Cascavel é 90 mm.

Quanto à versão ambulância, 6 X 6, comporta duas macas contra quatro macas do Urutu. Nada a ver com sua pergunta, mas é um parâmetro para comparar os dois veículos.

Abraços

Don D
Visitante
Don D

Olá pessoal,
Esse é o desenho definitivo? Achei muito ultrapassado, perfil alto, muito planos em angulos desfavoráveis, não vai ter suspensão bumerangue? Alguém sabe dizer?

Zero Uno
Visitante
Zero Uno

Raul:

Está repleto de razão meu caro. Sempre penso no desenvolvimento tecnológico, na geração de empregos e na capacitação de mão de obra qualificada. Tudo o que puder ser projetado/fabricado no Brasil, deve assim ser feito. As pessoas acham que só devemos comprar de forA e não desenvolver o que puder ser desenvolvido aqui. Eu já concordo em gênero, número e grau com você.

Abraços.

Zero Uno
Visitante
Zero Uno

Quanto aos Urutus e Cascavel, na minha opnião alguns deles devem permanecer em unidades do EB para treinamento de novos tripulantes e recrutas. É feito assim com o M41 e poderá ser feito com esses CCSR também.

Abraços.

Flamenguista
Visitante
Flamenguista

Esses novos 8×8, se vierem mesmo, deverão ser parecidos com o Centauro italiano, creio eu.

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

Horrível, horroroso, etc…

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

“Com essa noticia fica bem claro que aqueles generais pijamas que criticaram que a Força Terrestre não estava sendo ouvida nas decisões da END, estavam extremamente equivocados ou mal informados! O Exercito foi atendido em…”

O contrato já até estava até assinado, qndo esse troço chamado END foi publicado.
O EB se mexeu mto antes do inutíl do MD sequer saber que fazia besteiras!!!

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

“Primeira.
Onde exatamente estes protótipos e as possíveis unidades de contrato estão ou serão fabricas?
Na IVECO do interior paulista ou nao Italia?”

Serve Lagoa Santa, MG, Brasil???

Zero Uno
Visitante
Zero Uno

Más finalmente não é mesmo? Vamos ter novos CCSR para o EB. Num futuro, se Deus quiser, teremos blindados sob lagartas com projeto nacional e fabricados aqui mesmo… Sei que demora más um dia teremos…

Marcelo Brandão
Visitante
Marcelo Brandão

Pensem no seguinte… teremos nosso VTBP-MR aproximadamente 600 unidades novas , podemos repassar após revitalização uns 100 a 130 Urutu e Cascável para outras unidades, principalmente de fronteira… Os Leopard 1A5 revitalizados no total de 220 unidades de combate e 19 unidades de oficina, escola, engenharia, etc, vão ser uma respeitável primeira linha de batalha na AL, e os Leopard A1, serão remanejados a outras unidades que estavam operando veiculos mais leves e vão ter uma padronização de cadeia logistica e de manutenção… Os M-60-A3 poderão ser concentrados em unidades de fronteira que não estavam operando nenhum CC e facilitar… Read more »

joao terba
Visitante
joao terba

Esses blindados serão deslogado para fronteira norte é isso? um abraço.

Marines1
Visitante
Marines1

Sera que vao ser equipados com visao noturna? sera q serao veiculos qualquer tempo?

Claudio
Visitante
Claudio

Tenho várias perguntas sobre o projeto, por exemplo, como será a blindagem dele, ele agüenta o que? Um tiro de .50 frontal e tiros de fuzis 7,62X51 mm nas laterais e na parte de cima. Bem, se for isso ele vai atender ao padrão mínimo para esse tipo de blindado, imagino que poderá receber blindagem adicional, o Piranha pode receber proteção adicional que agüenta até tiro de canhão de 40mm. Como será a sua proteção contra minas ou artefatos improvisados? Ele poderá receber uma proteção tipo Gaiola, para atuar em locais que haja RPG-7, o lança-foguetes mais disseminado no mundo.… Read more »