Home Noticiário Internacional EAVS para novos militares em Tefé

EAVS para novos militares em Tefé

802
15

TEFE

Tefé (AM) – No mês de abril, foi realizado o Estágio de Adaptação à Vida na Selva (EAVS) para os militares recém-chegados à guarnição de Tefé. Durante o exercício, os militares receberam instruções sobre animais peçonhentos, tiro de caça, nado com equipamento, técnicas fluviais, obtenção de pescado, água e fogo, doenças tropicais, montagem de rede de selva, comunicações e sobre os alimentos de origem animal e vegetal existentes na região.

tefe 2

FONTE/FOTO: EB

Subscribe
Notify of
guest
15 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
gaspar
gaspar
11 anos atrás

na selva e com nois mesmo…
alguem saberia a % de aprovacao de um curso como esse ??
algum soldado gringo ja participou desse curso ?? pois toda hora ouvimos que uma delegacao de nao sei de onde visitou o CIGS…

Rafael Cristian
Rafael Cristian
11 anos atrás

A um tempo teve uma reportagem sobre o SIGS na globo, juntamente na época que um militar das forças especiais americano esteve aqui participando do treino.

Bem o Militar americano não conseguiu passar da segunda fase, desistindo por não agüentar mais. O que mais me deixou impressionado foi o porte físico do americano, se destacava pois os militares brasileiros eram bem mais franzinos do que ele.

Essa reportagem pode ser encontrada no youtube.

[]’s

Marcelo Tadeu
Marcelo Tadeu
11 anos atrás

O CIGS treina sempre algum estrangeiro, até porque é a melhor escola de guerra na selva do mundo!!

Só que nós não ensinamos o “pulo do gato”, né mermão!!

sds

Rafael Cristian
Rafael Cristian
11 anos atrás
Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

Senhores. A Missão do CIGS em seu Regulamento, é especializar oficiais, subtenentes e sargentos para o combate na selva. Missão feita através do COS, ou seja o Curso de operações na Selva: São diversas as categorias ministradas pelo CIGS. COS Categoria “A” – Duração aproximada de seis semanas; voltado para oficiais superiores de todos os Comandos Militares de Área. COS Categoria “B” – Duração de dez semanas; voltado para capitães e tenentes das Armas/Quadros/Serviços do Comando Militar da Amazônia, da Marinha, da Aeronáutica e das Nações Amigas. COS Categoria “C” – Duração de dez semanas; para subtenentes e sargentos das… Read more »

gaspar
gaspar
11 anos atrás

duvida mais que esclarecida…
so gostaria de saber a % de “desistencia”por parte estrangeira… todos os gringos que vem terminam o treinamento ??

Ivo
Ivo
11 anos atrás

Para matar a curiosidade!!

Vídeo de um mariner treinando no CIGS…..
Assistam ate o fim e veja no que deu.

http://www.youtube.com/watch?v=ON0PF_QxPgY&feature=related

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

gaspar. Sei que desde a sua fundação nos anos 50 menos de 4.000 militares tiraram o brevê de guerreiros de selva… O laboratório do CIGS. Na selva, a sensação de ter o metabolismo alterado é massacrante. Apesar de estar sempre molhado, seja pela chuva, pela travessia dos inúmeros cursos d?água (rios e paranás), lagos, igapós e igarapés, ou simplesmente pela transpiração, o combatente está sempre com sede. Os cuidados com a alimentação devem ser enormes, pois problemas intestinais que provocam diarréia agravam o quadro. A perda de oito, dez e até 20 quilos em operações prolongadas na selva é comum… Read more »

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

Mais uma…

“Hoje o treinamento é mais leve que naquela época”, afirmou o mateiro João Barroso, que trabalha no Cigs desde 1978. Ele aprendeu com o pai a se locomover na selva e tem passado seus ensinamentos a várias gerações de militares.

Técnicas de orientação na floresta ou de aproveitamento dos recursos da fauna e flora, aprendidas com ribeirinhos ou indígenas, foram reunidas no Compêndio do Guerreiro de Selva. O livro, com todos os segredos do combate e da sobrevivência na Amazônia, é guardado a sete chaves.

SELVA!

gaspar
gaspar
11 anos atrás

e ainda por cima carregando uns 30 Kg nas costas…
SELVA !!!!!!!!!!!!!

Tiago Jeronimo
Tiago Jeronimo
11 anos atrás

É nessas horas que eu não me arrependo de ter seguido a carreria militar, isso é praticamente “como sobreviver no inferno”.

Leigo - BR7
Leigo - BR7
11 anos atrás

Tem esse vídeo do CIGS … Mostra um marine americano no curso.

A reportagem diz que o americano desistiu …

http://www.youtube.com/watch?v=ON0PF_QxPgY

WAR
WAR
11 anos atrás

Também sou amazônida e, na minha juventude, gostava de andar no mato com minha 22 da CBC (me sentindo um guerreiro…), caçar e pescar. Por isto, minha simpatia por esses brasileiros. Nossos guerreiros de selva são respeitados no mundo todo e, com certeza, recebem todo o apoio de seus comandantes para se tornarem, a cada dia, melhores ainda. São nossa “tropa de elite de selva”. PS. Os gringos também são bons de selva. Lutaram contra o japoneses (que eram uns craques), contra os vietcongs (supercraques), etc. E a turma da Colômbia e Perú? Lá já houve e há, narcoguerrilha e… Read more »

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Gaspar e Zero Uno: Tive a honra de ter um instrutor, na época de aluno, que era Guerreiro de Selva (brevê do Jaguar). O que ele contava era que, no começo do curso básico (não o completo, que era mais longo e só era dado para brasileiros), tinha gringo de tudo quanto era lado. Tinha os ingleses, super bem preparados com coturnos forrados de pele de coelho (pra neve!). Tinha os americanos, a maioria Capitães (já meio velhuscos, porque só nessa altura pros caras receberem cursos no exterior), com aquelas mochilas enormes de 80 kgs (na selva, rs!). Tinha os… Read more »

gaspar
gaspar
11 anos atrás

Felipe Cps,

excelente explicacao…

posso estar enganado, mas acho que os “guerreiros de selva” sao os unicos a usarem BESTAS como arma padrao…