quinta-feira, fevereiro 25, 2021

Saab RBS 70NG

Haitianos querem fim da presença do Brasil

Destaques

Rússia e Arábia Saudita assinam acordo para implantação de fábrica de fuzis Kalashnikov

A Rússia assinou um acordo com a Arábia Saudita para implementar a primeira fase de produção conjunta de fuzis...

MBT Leopard 2 da Alemanha será equipado com o Trophy APS da Rafael

COLÔNIA, Alemanha – Os ministérios da defesa alemão e israelense assinaram um acordo para a compra do sistema de...

Tabela de salários dos militares das Forças Armadas para 2021

Sabe quanto ganha um Sargento, Capitão ou Cadete da Marinha, Exército e Aeronáutica? Veja a tabela de soldos dos...
Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Representantes de movimentos sociais haitianos criticaram ontem a presença de tropas brasileiras no Haiti, à frente de uma missão de paz da Organização das Nações Unidas (ONU). Em audiência pública promovida pela Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) do Senado, o haitiano Frantz Dupuche, da Plataforma Haitiana em Defesa de um Desenvolvimento Alternativo (Papda) afirmou que o desempenho da Missão da ONU para a Estabilização do Haiti é um “fracasso” por não cumprir sua meta de estabilizar o país.

FONTE: JB Online / COLABOROU: José Adriano

NOTA do BLOG: Na sua opinião, já passou da hora do Brasil sair do Haiti?

- Advertisement -

17 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
17 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Claudio
Claudio
11 anos atrás

Acredito que as forças militares deveriam voltar e fazer o que eles estão fazendo no Haiti aqui no Brasil.

Que tal começar furar poços no sertão nordestino?

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Taí uma pergunta complicada de responder…gostaria de ouvir o Cinquini e saber o que ele acha disso.

Ele tem acompanhado mais de perto o assunto Haiti do que eu e acho que ele teria uma opinião mais embasada.

De qualquer modo, não acho um “fracasso” a missão do Haiti. Precisamos refletir um pouco sobre o que se entende por “estabilizar” um país…Não podemos achar ou supor que os Capacetes Azuis devam assumir o papel de polícia, pois não cabe isso a eles. Mas enfim…

abraços a todos

adlermedrado
adlermedrado
11 anos atrás

Na hora de colocar ordem lá e limpar a merd@!#@$# deles a nossa presença era bem-vinda.

Bando de ingratos.

Claudio
Claudio
11 anos atrás

Bem lembrado Adlermedrado,

Vamos mandar eles devolverem todo a comida enviada para lá.
Outra pergunta a Plataforma Haitiana em Defesa de um Desenvolvimento Alternativo (Papda) representa a opinião pública do Haiti?

Alexandre Marlon
Alexandre Marlon
11 anos atrás

E depois de devolverem toda a comida enviada para lá os militares podiam ou/e deviam rearmar e libertar para eles os criminosos que foram presos … Não foi um fracasso a missão da ONU lá? Então que façam eles próprios (haitianos) o que acham que deva ser feito … Pelo que entendi, não representam não a opinião pública haitiana. Eles representam movimentos sociais, então devem ser ditas ONGs, e provavelmente representando interesses das pessoas das facções criminosas cujos membros foram presos pelos militares. Dúvido que representem a opinião pública. Esperemos pela opinião do Cinquini que pelo já citado acima, é… Read more »

fdccabral
fdccabral
11 anos atrás

Certamente o cara tem uma agenda que a presença do EB e dos Fusileiros Navais prejudica a implementação e por isso reivindica hipocritamente o fim da operação; agora convenhamos, o ordenamento jurídico que conhecemos no sul, partes do sudeste e centro oeste não alcança todo o Brasil geográfico. Em certos estados impera o fisiologosmo em detrimento da Constituição da República e da ordem jurídica, uma intervenção não seria má idéia.

Roberto CR
Roberto CR
11 anos atrás

fdccabral

Rapaz, não entendi o significado do que você escreveu. Poderia ser mais claro?

Abraços

Vassili
Vassili
11 anos atrás

Sinceramente, apenas pelo nome da dita organização (Papda), sinto que são “da esquerda”, tipo não estão contente nunca com a “situação”. Pelo nome, fica uma leve ideia de comunismo barato, pois levam o nome de Alternativo no meio. Eu não creio que ja chegou a hora da tropa brasileira sair do Haiti, ainda há muito para ser feito naquele país. Críticas sempre surgem em uma situação como esta, mas devemos ter a paciência para discernir a crítica construtiva da pura e miserável crítica sem fundamento, onde esta não ajuda em nada nos esforços empregados no local. Deixem que falem, estamos… Read more »

Vassili
Vassili
11 anos atrás

No post anterior, fiz uma comparação com a nossa política brasileira, onde a classe governante recebe o nome de “situação”, e a oposição de “esquerda”.

abraços.

Ulisses
Ulisses
11 anos atrás

Meus Amigos

Apoio nossas tropas no Haiti(parece até um americano dizendo”apoio nossas tropas…”)

Eu não sei se o Haiti tem condições de se auto-governar e se tiver,poderá ser um governo “porco”(corrupção,fome,desemprego e etc…).

E ai quando isto acontecer,vamos ver Cuba II.

Abraços.

Marine
Marine
11 anos atrás

Acho interessante esse debate ai dentro do Brasil, me lembra de um outro que ocorre aqui…

Alexandre Marlon
Alexandre Marlon
11 anos atrás

Marine, aqui onde? Sobre a pergunta do Blog. Sou da opinião de o Brasil nem devia estar la. Os EUA que começaram, então que terminasse. Mas já que estão lá, e fazendo tudo o necessário e possível para colocar ordem na casa, então no momento em que todas os objetivos da missão forem cumpridos será a hora de partirem. Não é uma força de ocupação, é uma força de paz. Claro, se em algum momento a população desejar a saída da força de paz e a ONU tiver certeza de que esse desejo é legítimo e estiver sendo manifestado por… Read more »

sardo pc
sardo pc
11 anos atrás

Não sei a fundo a situação política do Haiti, espero aprender mais com os participantes deste espaço. Mas quando lí a presente notícia na imprensa, chamou-me a atenção que um dos patrocinadores da presença do dito haitiano no Brasil, foi o MST. Acho desnecessário maiores comentários.

giovani dos santos
giovani dos santos
11 anos atrás

Acho que sim, apesar de o brasil estar fazendo um excelente trabalho, quanto mais tempo passar mais ficará desgastada a imagem das nossas forças armadas lá, na verdade estão atribuindo aos brasileiros missões que não são de sua responsabilidade, estabilizaçao economica, restruturação da policia local e trabalhos de infreestrutura hurbana,esquecendo que a missão do brasil é apenas manutençaõ da ordem e evitar uma guerra civil.

Marine
Marine
11 anos atrás

Alexandre,

Quis dizer aqui nos EUA. Esse debate do papel do pais, quando sair de outro, se devemos nos envolver em reconstruir uma nacao, estrategia de saida e tudo mais e velho aqui, acho interessante ver como o Brasil e a opiniao publica lida com isso.

Abs!

Roberto CR
Roberto CR
11 anos atrás

Eu acho que esta hora já está chegando, mas não sei se poderemos. Porque deveríamos sair. A força de manutenção da paz no Haiti, sob o comando brasileiro, as vezes me parece como a última cereja do bolo. Tem representação de forças armadas de vários países que almejam um lugarzinho ao sol na política internacional, e quase nenhuma representação dos países tradicionais em forças da ONU, que participaram da intervenção inicial no Haiti. Acompanhando o andamento da missão desde o princípio, é possível ver que, se o comando brasileiro vacilar (chegou perto no caso do suicídio do General Bacelar) chineses,… Read more »

Adler Medrado
10 anos atrás

E agora? Pouco mais de um ano, um terremoto e uma epidemia de cólera, será que eles ainda querem a saída do Brasil de lá?

- Advertisement -

Guerras Modernas

Armênia, Azerbaijão e Rússia fecham um acordo para acabar com o conflito de Nagorno-Karabakh

YEREVAN/BAKU (ARMENIA/AZERBAIJÃO) — Armênia, Azerbaijão e Rússia disseram que assinaram um acordo para encerrar o conflito militar na região...
- Advertisement -
- Advertisement -