quarta-feira, julho 28, 2021

Saab RBS 70NG

Ospreys vão para o Afeganistão

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Osprey 1

O Secretário da Defesa Robert Gates aprovou o primeiro desdobramento das aeronaves tilt-rotor Osprey MV-22. O envio das aeronaves foi solicitado pelo comandante das forças dos EUA e da OTAN, general Stanley McChrystal.

O esquadrão Marine Medium Tiltrotor Squadron-261 do USMC vai se deslocar em novembro, para apoiar as forças terrestres aliadas.

O Osprey, fabricado pela Bell Helicopter e Boeing, decola e pousa como helicóptero e voa como velozmente como um avião, graças aos seus rotores basculantes.

Três esquadrões dos Marines foram empregados no Iraque, desde 2007, um de cada vez. Cerca de 200 Marines irão apoiar as aeronaves no desdobramento.

A Casa Branca ainda está decidindo se enviará mais soldados para o Afeganistão, acima dos 68.000 homens autorizados. O general McChrystal quer mais 40.000 homens.

Um relatório do GAO (Government Accountability Office) chegou à conclusão que a experiência do MV-22 Osprey no Iraque mostrou que a aeronave pode ser empregada em missões em áreas de baixa ameaça, por causa da sua velocidade e alcance. Entretanto, o GAO disse que dificilmente o Osprey conseguirá cumprir todo o repertório de missões dos helicópteros que ele pretende substituir.

Desde a década de 1980, o Osprey sofreu alguns acidentes graves e quase foi cancelado, mas os fabricantes aparentemente conseguiram solucionar os problemas da aeronave.

Osprey 2

Osprey 3

Previous articleComentário em destaque
Next articleEvolução?
- Advertisement -

23 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
23 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Pedro Henrique
Pedro Henrique
11 anos atrás

Eu entendo tanto de material militar quanto o Lula toca violino; curto só por curiosidade mesmo. Essa é a aeronave mais impressionante e inteligente que já vi, depois do Ecranoplano. Quanto a guerra no Afeganistão, acho que se os EUA quisessem mesmo, já teriam terminado essa guerra… creio que suas intenções são outras, e não propriamente combater o Talibã. Tow sem tempo de discutir isso agora, mas essa guerra me lembra uma expressão que vi num filme: “matemática da derrota”, quando a estratégia foi montada (calculada, no caso do filme) não visando a vitória sobre o inimigo, mas algo diferente.… Read more »

Marcelo Tadeu
Marcelo Tadeu
11 anos atrás

Pessoal, este Post não está no lugar errado? Não seria no Poder Aéreo? Mas tudo bem, vamos lá.

Acho esta aeronave espetacular, mas me dá um medo danado. Se eu sou Marine iria ficar cabrero de entrar num troço desses. Sei lá esses motores não ficam vulneráveis a mísseis de curto alcance? O Afeganistão será um bom teste, agor, se algum for derrubado vai dar um problema danado para a Bell/Boeing.

Com a palavra o Marine que deve ter voado neste troço!!!

Sds,

Marine
Marine
11 anos atrás

Marcelo Tadeu, Como citou o Galante no post os problemas anteriores com a aeronave estao sanados e hoje “ha fila” no USMC pra andar nele. A aeronave teve um tremendo sucesso no Iraque. Mas ha de se esperar tambem que um conceito de voo revolucionario como esse nao cairia do ceu de graca, fazem pouco mais do que 100 anos que o homem voou no primeiro aviao, menos de 50 que fomos a Lua e hoje acho o publico mal acostumado esperando qualquer tecnologia nova que seja introduzida sem qualquer problema. Com relacao ao uso da aeronave substituindo todas as… Read more »

Bosco
Bosco
11 anos atrás

Marcelo,
se eu entendi sua dúvida eu posso dizer que se um dos motores for atingido o outro consegue manter a aeronave no ar já que cada rotor é conectado aos dois motores e há uma reserva de potência susficiente que permite que apenas um motor consiga manter a aeronave voando na maioria absoluta das situações.
Vale salientar que a saida da exaustão tem supressor de emissão térmica e o Osprey possui um sistema de alerta de aproximação de mísseis, lançadores de chafs e flares e dois despistadores infravermelhos.
Um abraço.

Alfredo.Araujo
Alfredo.Araujo
11 anos atrás

Off topic…

Olha a imprensa especializada dizendo q o helicoptero da PM foi abatida por um tiro de AT-4 (ANTI TANQUE !!!) de raspão !!!

asdhuasudhuasdhu

Os caras nao tem a minima noção…

http://moraisvinna.blogspot.com/2009/10/fx-2-segundo-claudio-humberto-brasil.html

KeplerK
KeplerK
11 anos atrás

Sinceramente, não me impressiona. Quando comparado a um helicóptero equivalente, por exemplo, um Chinook, as únicas vantagens significativas são a maior autonomia e velocidade de cruzeiro (são o dobro). Fora isso, são muitas desvantagens, bebe muito, carrega a metade da carga e custa 7 vezes mais (mais caro do que um F/A-18 Hornet), sem falar no muito criticado problema de segurança.

José
José
11 anos atrás

Marine,

Sou recente no blog imagino q já deve ter sofrido essa pergunta várias vezes, mas qual é sua história? o que já passou? conhece in loco as FAs brasileiras? qual sua formação militar? onde já atuou?

Bem pergunto isso pq concordo com muita coisa que vc fala(principalmente seus comentários isentos de ufanismos) e discordo de muitas tambem( principalmente em relação as tropas especiais do Brasil) e gostaria de saber um pouco mais de suas experiencias como posso saber isso?

Marine
Marine
11 anos atrás

Jose, Sou brasileiro de Foz do Iguacu, minha familia se mudou aos EUA quando era adolescente. Hoje sirvo como Sargento de Infantaria, Squad Leader no US Marine Corps. Ja servi em cerca de 25 paises com duas tours no Iraque e uma na Colombia, ja treinei com o CFN na Unitas e diria que tenho um bom conhecimento das FAs brasileiras. No mais eu nao sou de ficar falando muito sobre mim mas se acompanhar meus comentarios e os posts que escrevo para o blog podera me conhecer melhor sem contar que estou sempre nos chats e e la que… Read more »

Walderson
Walderson
11 anos atrás

Marine,

uma pequena pergunta: esse bichão aí não é meio lento para um misto de helicóptero e avião? Na função de avião é meio devagar? Não?

Um abraço.

Marine
11 anos atrás

Walderson, Pelo contrario ele e uma revolucao na capacidade operacional do usuario! Imagine a maior facilidade de se executar varias operacoes historicas se essa aeronave estivesse presente como o resgate de americanos na embaixada no Ira? O inicio da invasao do Afeganistao em 2001 e ate a maior distancia de “stand-off” de um GT naval anfibio para desembarcar e efetuar operacoes anfibias, o maior leque de opcoes de que praia invadir o que requer maior tropa inimiga e tempo que o inimigo nao possui para defender tais cabecas de praia e isso so para citar alguns… Amigo essa aeronave e… Read more »

Bruno Rocha
Bruno Rocha
11 anos atrás

Walderson em 22 out, 2009 às 16:46

EEEEEEEEERRADDOOOO

Ele como modo “avião” é rapidississsimo, já que seu motor o sustenta no ar, imagine na horizontal, na força maxima, as helices iam de despedaças, mas ele é mais rapido que qualquer helicoptero por aí. A não ser que se coloque motores a jato potented nos heles, quem sabe a coisa muda.
Mas até lá, até inventarem um jato que faça isso (fora o F-35 e jumpjet) ele é melhor, em se tratando de velocidade para a sua função.

fullcrum
fullcrum
11 anos atrás

…o projeto dessa coisa teve uma gestação difícil pela forma inovadora, mas nós aqui quase tivemos um tilt-rotor, projetado nos anos 50, acho, creio que essa aeronave pode se dar bem no Afeganistão, hoje uma filial do inferno, pois tem motores potentes e o bicho lá tá pegando pros helis, sobretudo ah-64 e ch-47…

Jonas Rafael
Jonas Rafael
11 anos atrás

Marine, é meio fora do tópico, mas deixa eu te perguntar. Vc sabe porque o USMC preferiu o SuperCobra como Gunship ao invés de uma versão naval do Apache?

Marine
Marine
11 anos atrás

Jonas,

O porque nao sei te dizer mas nao duvidaria se nao for o custo.

Sds!

Walderson
Walderson
11 anos atrás

Marine,

obrigado pela resposta. Pensei que ele fosse meio lento – assim como um helicóptero.

Valeu tb Bruno Rocha.

Um abraço a todos.

Walderson
Walderson
11 anos atrás

Caro Marine,

não sei onde li, mas vi que o consideram sub armado. É verdade ou existe planos para armá-lo bem?

Um abraço.

Marine
11 anos atrás

Walderson,

Ultima vez que li sobre o assunto estavam estudando a possibilidade de arma-los na rampa traseira com uma metralhadora.

Sds!

Walderson
Walderson
11 anos atrás

Marine,

Valeu, camarada.

Obrigado pela resposta.

Marcelo Tadeu
Marcelo Tadeu
11 anos atrás

Bosco, obrigado pela informação, acho que agora estou convencido da excepcionalidade desta aeronave.

Marine,

Obrigadão pela informação e visão de que está dentro da operação. Vc sempre nos informando e aculturando o blog , apesar da minha posição contrária de que brasileiros sirvam em FFAA estrangeiras. Mesmo assim, vc não se vangloria e até evita ficar tocando no assunto por motivos diversos, mas não nos deixa em dúvida.

A proposito, qual o conceito que o USMC tem em relação aos nossos Fuzileiros,haja vista tantas operações conjuntas?

Abracós a todos

Marine
11 anos atrás

Marcelo Tadeu,

Apesar de deficiencias da ordem de falta de equipamento, municao e outros meios o CFN e visto como uma forca com excelente recurso humano.

Sds!

Bosco
Bosco
11 anos atrás

Marine,
há planos de armar o V-22 com uma metralhadora Gatling (7,62 ou 12,7 mm) de controle remoto embaixo da fuselagem ou mesmo no nariz.
Um abraço.

Marine
11 anos atrás

Bosco,

Voce esta absolutamente certo, havia me esquecido apesar de nao ler sobre o assunto faz um certo tempo ja. Obrigado!

Semper Fi!

Últimas Notícias

Taiwan testará mísseis Patriot III nos EUA

TAIPEI (Taiwan News) - Os militares de Taiwan em breve testarão mísseis Patriot III no White Sands Missile Range...
- Advertisement -
- Advertisement -