quarta-feira, dezembro 1, 2021

Saab RBS 70NG

PM-RJ também terá ‘caveirões do ar’

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Medida será colocada em prática pelo Grupamento Aéreo e Marítimo (GAM) da Polícia Militar assim que a corporação adquirir a nova frota de 16 aeronaves e blindados

Por Rodrigo Rebechi 02/10/2010


O Grupamento Aéreo e Marítimo (GAM) da Polícia Militar vai disponibilizar um helicóptero para atuar somente nas cidades de Niterói e São Gonçalo. A medida será colocada em prática assim que a Polícia Militar adquirir a nova frota de 16 aeronaves e blindados que vão reforçar até 2016 o patrulhamento aéreo na capital e na Região Metropolitana do Rio.

“Estamos hoje com três aeronaves que fazem o patrulhamento tanto na Região Metropolitana, quanto na capital. Mas com as novas aquisições para os próximos anos, a região que abrange Niterói e São Gonçalo terá um helicóptero modelo Esquilo disponível para patrulhamento apenas nas duas cidades”, garantiu o major Rogério Cosendey, oficial do GAM.

Segundo o militar, o patrulhamento aéreo, atualmente, é direcionado de acordo com a demanda diária das cidades. “Normalmente, o GAM dá mais suporte à capital, por causa de sua maior demanda. Mas também atuamos em Niterói, caso haja alguma solicitação”, disse Cosendey, lembrando que um helicóptero participou de perseguição aos bandidos que roubaram uma financeira há duas semanas no Centro do município.

Além do helicóptero modelo esquilo, avaliado em R$ 4,4 milhões e capaz de transportar de dois a seis militares, também estão sendo adquiridas aeronaves blindadas do modelo Bell Huey 2, com custo aproximado de R$ 6,9 milhões cada. Uma delas, americana, já batizada pelos PMs de Sapão, chegará ao GAM em janeiro do ano que vem. O aparelho, com capacidade para transportar até 15 policiais, receberá blindagem em toda a sua estrutura.

Também foi escolhido o modelo Black Hawk, com blindagem para suportar tiros de fuzil 7.62. Mesmo atingido, o helicóptero consegue pousar sem riscos, já que possui duas turbinas. As duas aeronaves serão usadas tanto em ações de apoio ao Batalhão de Operações Especiais (Bope), quanto no resgate de vítimas de calamidades.

FONTE: www.ofluminense.com.br / COLABOROU: Sergio Cintra

- Advertisement -

50 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
50 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Lucas
Lucas
11 anos atrás

Também foi escolhido o modelo Black Hawk, com blindagem para suportar tiros de fuzil 7.62.

n é exagero isso ? ou está tenso a situação ?

Mauricio
Mauricio
11 anos atrás

Viva os jogos olímpicos e copa do mundo…
Nossos políticos “enfim” parecem que acordaram, pra guerra civil que o rio passa. Antes tarde que nunca.

A7X
A7X
11 anos atrás

Tomara que tudo isso se torne realidade. Aqui em São Gonçalo a segurança pública é simplismente ridícula.

Abs.

Diego
Diego
11 anos atrás

Não demora a PM-RJ vai estar comprando uns F35b 🙂

SCintra
SCintra
11 anos atrás

A7X

D q parte de “Sãogogo”?

Lucas

Com a politica das UPP’s na cidade do Rio, fizeram um “espalha m*” e a 2ª região mais populosa do Estado do Rio -abrange a antiga capital do extinto Estado da Guanabara, S.Gonçalo e Itaboraí formando uma area muito extensa e com uma população de +/- 1,7 milhões- começou a receber esses “dejetos”. Para cumprir as metas de “limpeza” para os eventos anunciados tem q investir. O q não é feito c/ saneamento “Básico”, Saude e Educação. Com governantes populistas,”punem-se os homens” é mais fácil do que educar e aparece mais.

Artur Paulo
Artur Paulo
11 anos atrás

O pior que o sapo barbudo doou uns UH1 para a Bolívia, mesmo sabendo que essas aeronaves já estão próximas do seu limita estrutural, não custava nada a reforma até a chegada de mais algumas aeronaves para as Polícias. Mas até que enfim acordaram, ou será que essa medida também será afetada, mesmo em âmbito estadual, pelas eleições.

RtadeuR
RtadeuR
11 anos atrás

Eu não assisti ainda, mas parece que o filme Tropa de Elite 2 vai mostrar bem a utilidade de helicóteros mais robustos na segurança pública . Toda aquisição é boa, esta é ótima.

http://www.youtube.com/watch?v=gsZP9ZX3fsI

Luan
Luan
11 anos atrás

Os helicópteros são os olhos do policial em ocorrências de grande movimentação e operações perigosas em ambientes como favelas e morros onde geralmente mandados e buscas são feitos aos montes.Tendo um nem sempre é possivel contar com ele,em mais numero a vida fica mais fácil.

Agora o Black Hawk só está sendo adiquirido para as Olimpiadas e para a Copa do mundo de futebol,provavelmente,equipes anti-terrorismo irão operar com ele durante esses eventos,e depois no patrulhamento normalmente.Se não fosse por isso e talvez pela grande autonomia,um BH seria uma compra totalmente desnecessária no ponto de vista operacional.

[]’s
Jolly

Francisco Vieira de Bem
Francisco Vieira de Bem
11 anos atrás

Infelizmente a guerra civil do Rio é uma realidade, menos mal que agora a PM terá mais meios para combater os criminosos. Eu, como um leigo, fico assustado com tamanho poder de fogo necessário para fazer frente ao crime organizado, mas…

Da-lhe Black-Hawk na bandidagem. Agora só com RPG(que eles já devem ter) ou IGLA pra fazer frente…

Mauricio R.
11 anos atrás

Interessante que ainda estão insistindo em adquirir Esquilos, apesar de fáceis de abater.

Steen
Steen
11 anos atrás

Agora vou me sentir em Mogadisco! Esse ambiente Saigon já tava me cansando….

Freitowhisky
Freitowhisky
11 anos atrás

Os Esquilos B3 da Policia Civil, tem blindagem ceramica no chao e nas laterais das janelas, tanques de combustiveis auto-selantes , e eles somente voam com 50% do combustivel, usando manobras agressivas, porque la, eles realmente atiram com 7,62 nas aeronaves, mas veja que tambem o pessoal embarcado revida e tenta derrubar os “vagos”. Mas sim , sobrevivencia das aeronaves tambem e vista em cada decolagem.

Henrique
Henrique
11 anos atrás

Do jeito que a coisa anda daqui a pouco estarão adquirindo MI-35 ou Apaches pro ar e A-1, Leopards etc.. pra terra… para dar conta da segurança do Rio.
Abraços,

Rodrigo
Rodrigo
11 anos atrás

Ué…

Na hora de pegar algo para o combate mesmo, nada de Lixocopter…

Não tem jeito…;)

Fabio Maciel Rocha
Fabio Maciel Rocha
11 anos atrás

Ao Luan Luan, quase todas as forças policiais da europa possuem helicópteros de médio e grande porte. Lógico que para a função de patrulhamento, serviria um bem mais simples e leve, tal como um Robson, mas até que ouso dizer, que um motor-planados Ximango faz o mesmo tabalho por um valor muitíssimo mais baixo de aquisição e de operação, e em alguns outros casos, um VANT também poderia fazer este trabalho. Agora o porque de um helicóptero maior. Imagine lá no RJ, não raro se utiliza um helicóptero para desembarcar frações de policiais, e ai uma máquina do porte do… Read more »

claudio ( R. J)
claudio ( R. J)
11 anos atrás

UH-60 eu creio ser um “chute” do “jornalista”, mas UH-1H blindado (Huey II) ou 412 na versão Policial já deveria estar voando nas PM/PC do RJ, SP, RS/PR e MG há muito tempo, inclusive existe muitos em excelente estado no mercado de usados.

Silver_eagle
Silver_eagle
11 anos atrás

É o que percebo é que ha muitas pessoas que participam ( fazem comentarios) em sites, e que
muitas vezes nao tem o menor conhecimento em
relação ao ”assunto” em discussão e apenas dizem
”baboseiras”. Isso é muito triste pois mostra o desconhecimento da grande maioria. Tirando os comentarios do FABIO M ROCHA, do RtadeuR e pouco se aproveita dos demais comentarios.
Ah!! para quem nao sabe, a muito os UH1 são carinhosamente chamados de SAPÃO pelos pilotos da FAB.

Luan
Luan
11 anos atrás

Olá Fabio. Sei que nem precisamos ir muito longe pra descobrir que muitas forças policiais utilizam helos de maior porte,cito Argentina,Chile etc. Mas vamos por partes.Estava falando apenas do estado do RJ,sei que no rio não é incomum o desembarque de helicópteros em favelas e morros,mas a própria geografia e o ambiente cheio de casas praticamente grudadas,fica complicado o desembarque convencional,geralmente isso é feito atraz dessas localidades,em alguma clareira,em campos de futebol ou nas lajes das próprias casas. Só por isso ja começa a complicar um helo grande,se um esquilo no céu ja é um belo alvo,imagina um BH em… Read more »

Antonio Costa
Antonio Costa
11 anos atrás

Muito bom!! Segurança total para as tripulaçoes operarem com os blackhawk em zonas de conflito…primeira vez que vejo isso em grupamentos aereos.

Fabio Maciel Rocha
Fabio Maciel Rocha
11 anos atrás

O Luan, rebatendo. Aqui na serra gaúcha aconteceu caso com reféns que durou mais de 6 horas. Se for de carro, demoraria só em viagem, com sorte e sem transito, 2 ou 3 horas. Mas nunca sabemos se ia durar 5 minutos ou cinco horas. Resultado. O pessoal local foi resolver antes do GATE chegar e deu com resultado morte o final da ocorrência. Continuando… …grudadas,fica complicado o desembarque convencional,geralmente isso é … Na maioria das operações, até por ser mais ágil, se utiliza descida por cordas. E lembrando, sempre em desembarque há riscos, mas como vi que és muito… Read more »

Deivid
Deivid
11 anos atrás

BLACK HAWK!!!!! que isso jente calma ae né!,a força aérea do exercito esta adiquirindo esse helicoptero ainda!!,é muito esagero!! acho que os H1H dão conta sem prolema e são mais baratos tambem,e a PMRJ tem que se preocupar com o treino dos policiais em terra,renovar a frota de viaturas em fim…
Só espero ter orgulho do “RIO” um dia.

J.MessiaH
J.MessiaH
11 anos atrás

A mesma história de adquirir Falcões para PMRJ sabe no que isso vai dar? Assista “Falcão Negro em Perigo” e descobrirá… Grande e difícil de manobrar em Urban Warfare, quem teve essa idéia de gênio será?

J.MessiaH
J.MessiaH
11 anos atrás

O amigo Fabio Maciel ae disse q é grande, mais resistente e talz. Mas me diga onde vc pousaria um Falcão em plena favela, será q tem espaço? Só quem já viu um Falcão de perto sabe q sua envergadura num é nada parecido com os Esquilos ou Sapãos já operados pela PMRJ, e tipo desembarcar tropa em Urban Warfare num assim tão simples não, principalmente pq o Falcão é maior e bem menos manobravel nesse tipo de ambiente, no mais veja não só o exemplo americano na Somália, pq derrubar um “pássaro” daqueles é mais fácil do q se… Read more »

Rodrigo
Rodrigo
11 anos atrás

Endossando a intenção da PM-RJ de helis de porte intermediário..

Já existe um projeto da SSP, de adquirir quatro helicópteros maiores que o Esquilo..

Os principais concorrentes são o AW139 e o Bell 412…

jose
jose
11 anos atrás

nem os americanos tem uh-60 na policia o maximo que eles tem sao:
oh-58, bell-407, bell-206, md-50, r-44 e esquilo
e uma surpriendente aquisição ja que a situação deve estar critica!!!

dranuits
11 anos atrás

Muito boa a aquisiçãodo BH para o RJ, não só para atacar esses marginais, não estamos em uma guerra cívil aqui no Rio, cidade linda e maravilhosa, aqui no RJ também tem cidades com problemas gravíssimos em caso de chuvas fortes, como Petrópolis, Angra dos Reis, Paraty e várias outras, temos tb as plataformas de extração de petróleo. Enfim é um transporte como já falaram acima comum boa raio de ação, acredito que tb em termos de manutenção e o custo da hora de voo sejam tb bem compatíveis. Não precisamos, isto sim, de Apaches, MI35 e outros deste porte.… Read more »

Bruno Rocha
Bruno Rocha
11 anos atrás

Certamente um negão barulhento desses deve dissuadir bastante nos morros do Rio com aquela bandidagem. Mas seria assustador para aqueles bandidos verem o cano enorme e grosso de uma metralhadora debaixo do “bixo”. É claro que não precisa se essa “arrasa chão”, mas convenhamos, como entusiastas militares sabemos o que uma dissuasão pode fazer! Confiram! Notem que o Heli do vídeo é esse da foto! http://www.youtube.com/watch?v=77n68YwqwH0 Sendo mais equilibrado com a mentalidade fraca da polícia e a sisma extraordinária do governo de cortar gastos à custa da desgraça da população, seria mais humilde ter pelo menos um “caninho que atira… Read more »

claudio/Itajaí-sc
11 anos atrás

O que me preocupa são os custos de manutenção e hora de voo.

fn
fn
11 anos atrás

Bom dia,muito bom se for verdade,mas acho que quanto a compra do Black Hawk é melhor esperarmos. O Bells é um bom Heli não é moderno mas põe medo em qualquer “vago” (vagabundo).Como disse o luan desembarque de tropa com estes Heli só em clareira ou campo de futebol,já imaginou um Bells largando a tropa em uma laje e destelhando as casas em volta,isto se uma telha não atingir o rotor e derrubar o heli.Tão duvidando olhem em CRASH HELI youtube,um apache derrubado por uma telha de zinco. Parabens a PMERJ pela compra “tomara que não de chabu no negógio”,sempre… Read more »

Wilson Figueiredo
Wilson Figueiredo
11 anos atrás

É claro que, a malha de proteção da sociedade precisa ou precisaria estar sempre na frente da bandidagem (organizada ou não). Mas, uma “corrida armamentista” com certeza não seria interessante. Com o advento da Copa do Mundo e Olimpíadas, estamos em uma rara oportunidade de discutirmos as mudanças necessárias em nosso Código Penal que, convenhamos, arcaico é. Principalmente, a certeza do cumprimento da pena justa. Aquelas famosas “saidinhas” no Natal, dia das mães, estudar “de repente”, a peneira (de dentro para fora) do sistema prisional e outras regalias (o trabalhador honesto não as tem). O crime é um negócio, e… Read more »

Jordan
Jordan
11 anos atrás

Bela aquisição da PMERJ, aeronave multi-funcional. Será muito bem vinda tanto no combate ao crime (com um destes a história seria bem diferente no caso do esquilo derrubado) , quanto em salvamentos até mesmo em plataformas de petróleo que estão se multiplicando pelo litoral do Rio. Quanto ao comentário: “nem os americanos tem uh-60 na policia o maximo que eles tem sao: oh-58, bell-407, bell-206, md-50, r-44 e esquilo e uma surpriendente aquisição ja que a situação deve estar critica!!!” Vale lembrar que a PMERJ é a única tropa urbana de polícia no mundo que usa uma .30 por exemplo,… Read more »

SCintra
SCintra
11 anos atrás

Lembram-se do mix “hi-low”, penso q estão seguindo para isso. Nesse ultimo fim de semana, passou uma operação acho q em “Zonas de Guerra”, dos combates na Colômbia, no qual partiram para destruir um acampamento dos narcotraficantes. A a cobertura aérea era dada pelos “sapões” e o transporte do efetivo pelo “BH”. Não era area não habitada. A vigilãncia e acompanhamento foram feitos por VAN. Adaptando-se aos locais aqui, poderia-se utilizar os “Esquilos” na função reconhecimento e o”sapão” para ações. O BH ficaria p/ transporte de efetivos e descida em rapel, tanto em zona conflitada, como em zona assolada. Realmente… Read more »

Yasser
Yasser
11 anos atrás

Pô… o Black Hawk pairando sobre uma favela vai fazer voar os barracos! Certa vez lembro na linha vermelha quando estava de carro e passou um Huey da Civil em cima do Complexo da Maré e as pás da helice faziam um barulho grande pra kct!

Uncle
Uncle
11 anos atrás

Desculpem mas não consegui chegar ao final da leitura. É muita baboseira. 1 – Quem disse que em operações é necessário pousar a aeronave para desembarcar os operadores? O desembarrque pode ser feito por fast-hope ou em vôo librado próximo a um ponto favorável para que os operadores saltem. Retaliações ao desembarque podem e irão acontecer. Mas é preciso ter culhão pra meter a cara para atirar naquele “monstrão” que vai estar alí fazendo um tremendo esporro e uma ventania dos diabos. Sem contar que a aeronave não deve estar totalmente descoberta pois os atiradores com certeza estarão em seus… Read more »

Raptor
Raptor
11 anos atrás

Em um mundo normal, Grupos de Operações Especiais, são apenas para situações onde o próprio nome indica, ou seja, seriam ações extraordinárias e não ordinárias como indicado pelas últimas compras. Em territórios onde estes grupos são uma normalidade, indica a falência da ordem (objetivo máximo do próprio Estado e por tanto, de segurança pública) no tecido social. Apesar de necessária a compra (devido a quase anomia – compreendida pela perca da capacidade estatal de exercer sua ordem irrestrita em um determinado território sobre sua responsabilidade – em muitas regiões), apenas este enfoque, não resolve o problema de segurança pública, doutrina… Read more »

Andre Luis
Andre Luis
11 anos atrás

A compra do BH não vai à frente. Há alguns anos pensou-se na aquisição destes, considerando as missões hoje realizadas pelo Sapão da Civil. O valor da compra é demasiado alto, a manutenção idem, treinamento de tripulação, mesmo que seja feita em parceria com o EB, levaria muito tempo, e esse luxo a PMERJ e PCERJ não têm. Acredito na compra de mais Sapões e Esquilos, pois são mais fáceis de manuteir e treinar tripulação. Embora já tenham lembrado aqui do EW 139 deve-se reconhecer, mesmo que à contra gosto, a capacidade do EC 135 e EC 145(longe de mim… Read more »

Braziliano
Braziliano
11 anos atrás

Vamos por partes: 1. Revise-se a Constituição de 1988 e por tabela a legislação baseada na mesma, ex.: ECA; 2. Retorne-se à premissa da existência do criminoso irrecuperável como do recuperável; 3. Respeite-se a vontade popular do Referendo de 2005; 4. Parem de tratar o Brasil e nós Brasileiros como cobaias de teorias marxistas-socialistas-existencialistas-etc, que nunca vão dar certo e que só vem contaminando a nossa intelectualidade. É o caminho mais econômico e eficaz para combater a criminalidade. Façam uma Linha do Tempo com índices de criminalidade e o advento e posterior supremacia de certas ideologias na criação de leis… Read more »

Antonio Costa
Antonio Costa
11 anos atrás

Concordo com o UNCLE. Só pensam em mais barato, menor, comprar viatura… e quanto aos que TRIPULAM??? Nos que todo santo dia se expoem aos riscos inerentes do voo policial!!! Assim é facil!! Quanto mais recursos, digo,blindagem,motores,espaço para armamentos e para todos que embarcam no mesmo e operam, garanto que o empenho e sucesso das missoes vai triplicar.É a minha opiniao.

Abraco

The_mal_voltou
The_mal_voltou
11 anos atrás

Do jeito que anda, um Tucano seria bem vindo…

MA
MA
11 anos atrás

Eu não concordo com a compra de BH pela PMRJ… Por que? Existem cidades que serão sede dos eventos da Copa que possuem uma infra-estrutura MUITO mais deficitária que a do Rio e proporcionalmente possuem uma ala aerea policial deveras limitada. Então, corrigindo. Sou contra essa aquisição a não ser que houvesse semelhante compra por diversas outras cidades do país, cujo histórico de motins e violência é duas vezes superior ao do Rio…. Temos que pensar isso direito, um helicoptero caro como o BH e tão sofisticado não é tão necessário, sinceramente. Mais interessante seria se houvesse compra de helicopteros… Read more »

Mikhail Aleksandrovitch Bakunin
11 anos atrás

MA disse: 4 de outubro de 2010 às 18:50 Eu não concordo com a compra de BH pela PMRJ… Por que? Existem cidades que serão sede dos eventos da Copa que possuem uma infra-estrutura MUITO mais deficitária que a do Rio e proporcionalmente possuem uma ala aerea policial deveras limitada. Então, corrigindo. Sou contra essa aquisição a não ser que houvesse semelhante compra por diversas outras cidades do país, cujo histórico de motins e violência é duas vezes superior ao do Rio…. O argumento mais sem pé nem cabeça do post! Quer dizer que um estado não pode investir na… Read more »

MA
MA
11 anos atrás

Mikhail, se foi remanejamento de verba, tudo bem. Em outra matéria eu havia entendido que o governo federal estava promovendo essa reforma da polícia fluminense.

Abs

Nick
Nick
11 anos atrás

BlackHawks na PM do Rio e o Exército de EC725??? Que maravilha…. Não podem blindar esses EC-725?

Agora fico imaginando Blackhawks com 2 12.7mm + mais IR. Só estão faltando lança-foguetes.

E por fim, poderão Filmar BlackHawk Down part II aqui.

[]’s

Raptor
Raptor
11 anos atrás

A atividade do tráfico de drogas e armas é extremamente lucrativa…

Se nada for feito para evitar a entrada de ambos no estado (corrompidos e traficantes de armas e que não falta), vai ter idiota (outro elemento que por falta das mínimas condições sociais, tem em abundância) investindo em manpad, ai nem BH resolve…

O problema não é só policial… Se não for pensado em todas as frentes, é enxugar gelo… e olha que vai derreter cada vez mais rápido e a coisa vai ficar mais quente…

Abs.

Fabio Maciel Rocha
Fabio Maciel Rocha
11 anos atrás

O Brasil esta oscilando entre a 5ª e 8ª posição entre as maiores economias mundiais, mas ele nunca será primeiro mundo. Sabem por que? Porque esta cheio de “especialistas” e gente simplória que diz que é caro, que é muito sofisticado, que é difícil de operar, bla bla bla e outras babozeiras. Ai falam em mais viaturas como se parte aérea não fosse outra coisa bem diferente. Falam em comprar tal helicóptero, sendo que o mesmo nem mais é fabricado, e no mercado há apenas unidades usadas modernizadas, sem falar os que perdem tempo em escrever baboseiras do tipo: ”… Read more »

MA
MA
11 anos atrás

Fabio, façamos o seguinte então… Peguemos o total de helicopteros utilizados nos EUA, peguemos o número de UH-60 que eles usam. Dividamos para termos a percentagem de UH-60 no número total de aeronaves de asas rotativas deles. Depois façamos a mesma coisa com o Brasil. Vamos checar, por último então, o acrescimo percentual no custo de manutenção das aeronaves policiais no Brasil com a adição dos Black Hawks e a percentagem que os Black Hawks americanos representam para os custos operacionais de sua polícia. Depois, na mesma tabela, comperemos a verba destinada às forças de segurança, no total, para os… Read more »

Wellington Góes
11 anos atrás

Bem, da “Lixocopter”, não vai ter nada? E os Esquilos são de onde? Menos, bem menos!!! Os Bell Huey II não serão novos, todos sabemos que não são mais produzidos, só remanufaturados, a coisa é diferente com os Black Hawks (se é que eles realmente virão), que no máximo terão FLIR e alguma blindagem leve, mas duvido que serão novos, posso está errado, mas…. Serão um incremento e tanto para a SSP-RJ, são ótimos aparelhos, mas a questão é: e os caras que reclamam do processo de escolha dos EC-725? Por que não reclamam desse que não haverá licitação? Não… Read more »

Baschera
Baschera
11 anos atrás

Estes eventos, Copa e Olimpíadas, vão mesmo custar uma baba…. quero ver sustentarem estes helis depois.

Enquanto isto, a tropa do fusquinha, do dia-a-dia…. que tome bala. E o salário óóóóó….

Sds.

fn
fn
11 anos atrás

Wellington,eu não entendo muito de aeronaves,sei o normal que se lê em artigos de aviação e não leio muito,por este motivo peço que me informe o que é “lixocopter”,ou outro comentarista que o saiba por favor.

J. MessiaH
J. MessiaH
11 anos atrás

Não quis dizer em momento algum q o RPG é um armamento anti-aéreo, mas só tentei expor o seguinte, na hora do desespero oq importa é derrubar o bicho, e tem mais se não tem muitos RPG’s ou AT-4 nas favelas tenham certeza que meios para desafiar esses helis vão aparecer, não é só a polícia q evolui a bandidagem também e talvez até em proporções maiores q o próprio estado… E tem mais, na hora do desembarque o Heli vai ter de ficar inerte no ar e se tornar presa fácil.Enfim é questão de custo operacional e mobilidade…

Últimas Notícias

EDEX 2021: GIDS do Paquistão revela o SHAHPAR-II, drone armado de média altitude e longa duração

O conglomerado de defesa do Paquistão, Global Defense and Industrial Solutions (GIDS), revelou uma versão armada de seu drone...
- Advertisement -
- Advertisement -