terça-feira, outubro 19, 2021

Saab RBS 70NG

Nordeste: poucas armas e muita violência

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

A região brasileira com o menor número de armas legalizadas apresenta os maiores índices de violência

Na edição de 2010 dos Indicadores de Desenvolvimento Sustentável no Brasil, feito pelo IBGE, a Região Nordeste apresenta a maior taxa média de homicídios (2007): 29,6 homicídios por 100 mil habitantes. É também no Nordeste que se encontra o estado mais violento do Brasil. Alagoas apresenta a assustadora taxa de 59,5 homicídios por 100 mil habitantes.

O que causou espanto para alguns especialistas em segurança pública é que o Nordeste apresenta o que parece, à primeira vista, um enorme paradoxo, pois de acordo com dados da Polícia Federal a região possui a menor taxa de armas legais do Brasil. A taxa nordestina é de apenas 1,4 armas legalizadas para cada 100 mil habitantes.

O maior número de armas legais encontra-se na Região Sul, com a taxa de 26,55 armas legais para cada grupo de 100 mil habitantes, e é também nesta região que estão as menores taxas de homicídios de todo o Brasil, hoje em 21,4 homicídios para cada 100 mil habitantes. Também fica na Região Sul o estado menos violento, Santa Catarina, com a taxa de apenas 10,4 homicídios para 100 mil habitantes.

Para Bene Barbosa, especialista em segurança e presidente da ONG Movimento Viva Brasil, não há qualquer paradoxo nesses números, já que nenhuma pesquisa no mundo até hoje provou que há ligação direta entre a existência de armas legais em uma sociedade e o número de homicídios: “Algumas pessoas me criticam quando utilizo os EUA como parâmetro de não relação entre armas e crimes por ser o exemplo de um outro país, com outra realidade. Porém, agora isso ocorre dentro de nosso país, onde temos uma região com pouquíssimas armas e um número elevadíssimo de homicídios”, destaca. E acrescenta: “Isso prova que não é a arma legal, em posse do cidadão de bem, do trabalhador que está sendo utilizada para se cometer homicídios”.

Para Barbosa, a lei 10.826/03, apelidada de Estatuto do Desarmamento, fracassou indiscutivelmente uma vez que não impede e nunca impedirá que os criminosos tenham acesso às armas, enquanto coloca o cidadão em uma situação muito delicada perante os criminosos, por dificultar a posse legal de armas.

O estudo Homicídios por Armas de Fogo no Brasil – taxas e números de vítimas antes e depois da Lei do Desarmamento, da Confederação Nacional dos Municípios, traz conclusão parecida. “Tráfico de armas, acesso a armas ilegais, delinquência, impunidade, homicídios são alguns dos elementos que compõem essa teia do crime. O que se vê é que o tão aclamado Estatuto do Desarmamento foi mais uma lei inócua, que conseguiu tirar de circulação uma quantidade de armas legais, mas não passou perto ao menos da tentativa de lidar com o tráfico de armas ilegais”, diz um de seus trechos.

Voltando a Alagoas, podemos utilizar como exemplo a série histórica do uso de armas de fogo em homicídios de Maceió, que, em 1999, apresentava o uso de armas de fogo em apenas 23,4% dos homicídios e, em 2008, aponta a taxa de uso de 96,6%.

Parece que não resta dúvida que, durante anos, o foco em segurança pública ficou fixo em algo completamente ineficaz para se combater a criminalidade e os governos estaduais e, principalmente, o federal consigam fazer uma autocrítica, assumir o erro e implantar uma política que realmente proteja o cidadão, para que não se perca milhares de vidas todos os anos.

Íntegra dos estudos:

FONTE: Movimento Viva Brasil

- Advertisement -

26 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
26 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
André Lopes
André Lopes
10 anos atrás

Por isso que não abro mão do meu direito de ter uma arma longa em casa e duas curtas sempre comigo.

Colt
10 anos atrás

Depois que inventaram a pólvora acabaram os valentões.

KeplerK
KeplerK
10 anos atrás

E daí. Dá pra concluir também que se o Nordeste é um lugar tão violente com poucas armas seria ainda mais violente com mais armas.

Nada de arma na mão de paisano fanfarrão. Arma é coisa de milico. Quanto mais desarmamento civil melhor.

Luis
Luis
10 anos atrás

“E daí. Dá pra concluir também que se o Nordeste é um lugar tão violento com poucas armas seria ainda mais violento com mais armas.” Isso é o que você acha! Os EUA possuem 275 milhões de armas de fogo em poder da população e possui 5 vezes menos homicídios que o Brasil! A Suíça possui pelo menos 500.000 fuzis nas mãos da população e a taxa de homicídios é próxima de zero. Paraguai, Argentina, Uruguai, todos nossos vizinhos, possuem uma legislação que garante o acesso às armas de fogo e nenhum deles tem mais homicídios que o Brasil! Com… Read more »

Eduardo RA
Eduardo RA
10 anos atrás

Meu caro KeplerK, pelo seu conceito, o lugar certo das armas deve ser na mão das “otoridades” que saem por aí destratando e distribuindo tabefes em civis desarmados. Claro que é um exagero meu, mas uma generalização como a sua dá margem a este meu raciocínio. É uma questão de respeito à lei, de ter “medo” da lei. Nos países em que o cidadão sabe que tem muito a perder se não seguirem a lei (multas, penas alternativas e cadeia), os índices de criminalidades são mais baixos. Só no Brasil existe o conceito de “a lei não pegou”. Como “não… Read more »

Aldo Ghisolfi
10 anos atrás

O artigo e os posts deixam claro o direito inalienável do cidadão de bem de ter e portar a sua arma para legítima defesa própria e de sua família.

Bruno
Bruno
10 anos atrás

A Lei do desarmamento foi um absurdo e essa é uma das consequências.Deveria ser no mínimo revista.Com certeza alguém pensaria duas vezes antes de tentar roubar/matar/sequestrar (…) alguém sabendo que essa pessoa tem uma arma.Nos EUA tem-se um ditado:Um cidadão desarmado é um escravo.

Manock
Manock
10 anos atrás

Sociedade armada ou desarmada não tem nada a ver com violência, como bem demonstram os índices acima apresentados pelo Luis. Trata-se de civilidade.

Somos um país quase civilizado, e, infelizmente, o nordeste é a região menos civilizada deste país.

Barbárie e violência são sinônimos!

Precisamos de instituições democráticas realmente atuantes, leis aplicadas a todos, direitos fundamentais garantidos e exercidos pela população, enfim, precisamos construir um país que preste, não um pseudo gigante econômico, semianalfabeto, onde grupos e classes digladiam por interesses próprios.

Abraço,

Manock

Paulo
Paulo
10 anos atrás

O problema nunca foram as armas legais. O problema são as armas ilegais.
Em qualquer cidade, qualquer pessoa sabe ou pode ficar sabendo onde comprar drogas ou uma arma ilegal. Se um “pacato cidadão” pode ter esta informação, então porque a “poliça” nunca sabe?
Sempre me pergunto: por que os criminosos estão sempre bem protegidos e acobertados? Seria porque o anjo da guarda deles é mais forte? Bem, deixa pra lá….

mironga_110
mironga_110
10 anos atrás

O que esse povo do nordeste precisa ñ é de armas , e sim de investimento pesado em educação , saúde , habitação etc … Há de haver um dia o Brasil , que esse povo nordestino ficaram livres desses tais CORONÉ que infelizmente até hoje mandam e desmandam lá por aquelas bandas. Investimento em trabalho , educação , saude etc , isso sim pode mudar o quadro de abandono daquele povo . Povo nordestino quanto mais ignorantes melhor para aqueles políticos de lá. Lamentável .

claudio (R.J)
claudio (R.J)
10 anos atrás

KeplerK disse:
25 de outubro de 2010 às 23:50
E daí. Dá pra concluir também que se o Nordeste é um lugar tão violente com poucas armas seria ainda mais violente com mais armas.

Nada de arma na mão de paisano fanfarrão. Arma é coisa de milico. Quanto mais desarmamento civil melhor.

No dia em que um vagabundo invadir sua casa e partir para cima de sua esposa/filha, você vai desejar estar no minimo com um fuzil com o carregador cheio até o talo.

Clóvis Henrique Arrué
Clóvis Henrique Arrué
10 anos atrás

Não abro mão do direito de defender a minha vida,a minha família e a minha propriedade… Sempre terei armas de fogo.Dentro da lei,se possível.Fora da lei,se necessário…

RtadeuR
RtadeuR
10 anos atrás

O crime de homicídio se analisa caso à caso, no Brasil , por enquanto. No méxico por exemplo seria analisado de forma diferente. Fato é que se alguém foi assassinado e se não foi por causa do crime organizado / drogas, motivos pessoais, a grande vilã pode ser , pasmem, a bebida alcoólica. Crimes cometidos de sexta -feira à domingo e nestes dias após às 18:00 Hs são co-relacionados no Brasil todo. Me lembro que na cidade de Diadema SP os crimes de homicídio caíram drasticamente após uma lei municipal determinar que os bares e botecos fossem fechados após 22:00… Read more »

Colt
10 anos atrás

KeplerK disse: 25 de outubro de 2010 às 23:50 Com todo respeito, discordo da sua conclusão. O que o gráfico mostra é uma curva em que Sudeste e Norte apresentam um nível semelhante na proporção armas/habitantes/homicídios, essa proporção não permite relacionar armas e homicídio, existem vários outros fatores associados. Por outro lado, a semelhança dos números do Sul e Centro-oeste mostra que embora a proporção de armas seja semelhante, o resultado em termos de homicídios é desfavorável ao Centro-oeste, mostrando novamente o envolvimento de outros fatores. O mais interessante mesmo são os extremos dessa curva, onde níveis opostos de armas… Read more »

Magnum44BR
Magnum44BR
10 anos atrás

“Ser um homem de armas não significa utilizá-las para subjulgar o próximo ou tripudiar do semelhante supostamente mais fraco…” – é como pensa aquele que vos escreve. Tenho 46 anos … sou do tempo em que se comprava munição em quitandas … em que bandidos corriam da polícia … e que o cidadão de bem não se curvava à marginalidade armada e que se sentia muito mais seguro em colaborar com as autoridades policiais … E que, nas interpretações das leis, os direitos dos delinquentes terminavam exatamente onde começavam os das pessoas de bem … Apesar dos politiqueiros hipócritas, demagogos,… Read more »

MA
MA
10 anos atrás

Caro KeplerK, Em meu estado a polícia, não poucas vezes, e alguns de seus integrantes vêm se mostrando tão ou mais irresponsáveis quanto o mais “fanfarrão” dos civis armados… Porque o “milico” pode ficar no portão da casa dele com um .44 na mão quando tem confusão na rua e eu tenho que correr o risco de ter meu domicílio invadido e minha família morta por alguma insensatez aleatória? Esses índices têm muito mais a ver com a total situação de descaso com a população nordestina que qualquer outra coisa… Com a miséria econômica e educacional que vive o povo… Read more »

Otávio Petita
Otávio Petita
10 anos atrás

O problema é que nosso povo em grande parte não presta.Está é a minha opinião,alguns cidadãos não valem estar vivo,e digo mais é grande parte deste país.
O porte aqui deveria ser de mais fácil acesso,calibres pequenos como .22 e .380 tinha que ser super simples de tirar.Agora armas maiores como 9mm,.40 e .45 poderiam até impor a legislação atual,porque antes uma .380 do que nada !

Brasil…….a terra que nada funciona !

Max RS
Max RS
10 anos atrás

Na minha opinião, a princípio, o país precisa de um Código Penal mais forte e que seja temido. E, conseqüentemente, toda uma política que favoreça isso, como melhorias nos presídios existentes, novas vagas, etc. No entanto, em vez de se preocupar com o seu Código Penal, o Brasil adora leis de “encher lingüiça”. Tem várias: lei da cadeirinha para criança no carro, lei da película do carro, lei seca, lei do kit de primeiros socorros, etc. Sem falar que existem diversas mamatas que favorecem a defesa do meliante, como por exemplo, na lei seca, onde o bêbado tem o direito… Read more »

Sopa
Sopa
10 anos atrás

Essa lei foi feita por palhaços e votada por ignorantes.

Quero ver se tivéssemos o direito de portar uma .40 no coldre a mostra, quem teria coragem de te desrespeitar de humilhar. Tempo bom era o tempo do meu Pai do meu avô que andava com um 38 na cintura e ninguém se metia a besta, havia respeito e respeito começa com o medo !

To juntando $$ pra comprar minha anêmica .380 !!

Outro absurdo e pagar por uma espingarda de pressão ou Airsoft R$1.200 !!

Brasil um pais para tolos !

SdS

Sopa
Sopa
10 anos atrás

Max RS disse:
26 de outubro de 2010 às 18:19

Tchê não ponha tudo que é do Cerrado, na mesma panela, aquilo que fica no meio de cerrado é o deposito dos dejetos do Brasil.o “Resto” que não é resto, resto é lá, é bom, e muito bom !!

Báh!!!!

Leandro RQ
Leandro RQ
10 anos atrás

Esse Movimento Viva Brasil(MVB) merece respeito.

São nossa linha de defesa contra as ONGs de “meia tigela” que pregam o desarmamento.

E também contra os políticos “comunas” que não se conformam com o resultado do referendo, onde o povo brasileiro decidiu continuar com o direito de possuir uma arma de fogo.

Max RS
Max RS
10 anos atrás

Sopa,

Quando escrevi “resto” estava me referindo ao poder legislativo federal. Acredito que seria melhor para o país que os estados tivessem maior autonomia quanto a esses poderes (legislativo e judiciário). Mas essa é apenas a minha opinião.

Sopa
Sopa
10 anos atrás

Max RS disse:
26 de outubro de 2010 às 22:15

Tb partilho dessa opinião, cada estado tem suas nescessidades diferentes dos demais.

Deveríamos fazer um movimento “Armas Brasil” ou “Armas pra quem quer”

Bruno Rocha
Bruno Rocha
10 anos atrás

Meus caros, sem EDUCAÇÃO, não há nada que possamos fazer, é claro, somente uma “ditadurazinha”, mas isso é desculpa de “comuna” e ignorante-extremista-imediatista.

Quem um país de primeiro mundo?
De dinheiro para a educação e fiscalize.

Não falo mais sobre isso, pois é simples resolver este problema.

Que ver maluco no japão fazer isso.

Quer dizer, não faz, pois la teve educação!

Magnum44BR
Magnum44BR
10 anos atrás

“As leis nem sempre caminham ao lado dos justos … Mas, pior que leis nocivas ou inócuas, são as interpretações técnicas e maléficas dada as mesmas por indivíduos, que do alto do seus tronos e envoltos em seus mantos negros, tratam a questão da justiça como um mero jogo de vaidades ou de interesses escusos” … 🙁 Nelson de Azevedo Neto (Magnum.44BR) … enquanto isso a aprovação para estas eleições da “Lei da Ficha Limpa”, tão desejada pela sociedade de bem deste país, se arrasta STJ com direito à uma verdadeira encenação ciercence, protagonizada pelos nosso ministros juízes … E… Read more »

Últimas Notícias

Colin Powell, líder militar e primeiro secretário de Estado negro dos EUA, morre após complicações da Covid-19

(CNN) – Colin Powell, o primeiro secretário de estado negro dos EUA cuja liderança em várias administrações republicanas ajudou...
- Advertisement -
- Advertisement -