quarta-feira, julho 28, 2021

Saab RBS 70NG

Argentina apressa desmonte do Mercosul

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

É lamentável que, numa era de contração da economia mundial, a Argentina embarque numa guerra comercial com o Brasil, principal parceiro no Mercosul. Justo quando as duas maiores economias da América do Sul deveriam estar se energizando mutuamente, até para compensar parcialmente a queda da demanda externa, a Argentina ajuda a desmontar o Mercosul, que já vem há muito em trajetória descendente e nem pode mais ser chamado de bloco comercial, uma vez que caiu nas garras do protecionismo, principalmente argentino.

A questão são os estágios diferentes em que cada país se encontra. O Brasil conseguiu manter, nas últimas décadas, a continuidade de uma política econômica responsável, mesmo com alguns altos e baixos, e com bons fundamentos, capaz de inspirar confiança e de, por isto, atrair investimentos externos. Independentemente do partido no poder. Por sua vez, a economia argentina se mostra submissa à política, que é ciclotímica, mas no geral dominada pelo nacional-populismo de corte peronista. Na prática, isto se traduz numa economia pouco competitiva em que o único destaque vai para o agronegócio. Fica, portanto, na dependência do clima.

Os Kirchner, que tiraram (Néstor) o país do fundo do poço na virada do século, cristalizaram (Cristina) uma política ruinosa, com o país ainda fora do mercado financeiro internacional, como um pária, por conta da moratória selvagem de dezembro de 2001. O estilo dos Kirchner é o ativismo de confronto, que sempre encontra um bode expiatório para esconder os problemas internos. Pode ser um inimigo externo, como a Grã-Bretanha, na recente tentativa de Buenos Aires de reviver a questão das Malvinas. Na área econômica, o alvo pode ser empresas estrangeiras que estariam “explorando as riquezas nacionais”, como na também recente decisão de renacionalizar a petrolífera YPF, privatizada no governo Menem, quando foi comprada pela espanhola Repsol. Há ações também contra a Petrobras.

Com a entrada de capital e de investimentos à míngua diante de tantas incoerências, Buenos Aires foi buscar dólares no comércio com o Brasil, passando a adotar medidas protecionistas contra produtos brasileiros. A iniciativa já resultou numa queda de 54% do superávit comercial do Brasil com o vizinho nos quatro primeiros meses do ano.

O Brasil tem sido de uma paciência chinesa na relação bilateral na tentativa de salvar o Mercosul. Mas foi obrigado a reagir na mesma moeda por encontrar receptividade nula a suas gestões. Foi preciso um encontro de quatro horas dos dois chanceleres – Antonio Patriota e Héctor Timerman – para que uma trégua fosse anunciada, juntamente com a retomada das negociações. Mas não sem que o homem forte do governo Cristina Kirchner, o truculento Guillermo Moreno, tenha feito mais uma de suas desrespeitosas intervenções. Quando eram discutidas as quotas impostas pela Argentina à carne suína brasileira, ele disparou: “As duas delegações decidiram que o importante é incrementar o comércio argentino. À medida que isso se manifestar na redução do déficit da Argentina com o Brasil e nos permitir exportar ao Brasil mais medicamentos, uvas-passas, têxteis e cítricos, o problema da carne suína desaparece.” Esse tipo de declaração é inaceitável e em nada contribui para a melhora das relações.

FONTE: O Globo

- Advertisement -

11 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
carvalhomtts
carvalhomtts
9 anos atrás

Aos editores do blog, tem alguma nova formatação no blod forte,digo isto porque,tem um indice antes da pagina que eu custumo ver.espero que não seja virus .
abraço a todos.

Mauricio R.
Mauricio R.
9 anos atrás

Nem tomando na testa, o Brasil aprende.
E mais uma brilhante idéia do apedeuta, que o teste do tempo, se encarrega de desmontar.
Qnto ao Mercosul, hum, fala sério!!!
Só empatou nossa vida, desviando-nos daquele que seria o curso correto.
Acordos bilaterais de comércio c/ os EUA, a EU e os demais países da Ásia.
Para completar, só nos falta agora, a China(PRC) nos aprontar alguma presepada.

aldoghisolfi
aldoghisolfi
9 anos atrás

Verdade. Nada temos com a Argentina, a não ser uma fronteira que mais serve à ela do que a nós. Cada vez que a Argentina toma uma posição em relação a nós fico convencido de que NÃO SOMOS LATINO-AMERICANOS, NÃO SOMOS BOLIVARIANOS, O PARAGUAI NAO É NOSSO AMIGO, A VENEZUELA NÃO TEM NADA A VER CONOSCO, O PERU QUANDO PRECISA SE REALIZA NO ‘EXTERIOR’, A BOLIVIA É UMA BOLÍVIA, A ARGENTINA SÓ NOS USA E HUMILHA, QUE NADA TEMOS A VER COM ELES A COMEÇAR PELA LÍNGUA! O MERCOSUL foi um atraso para nós, que deveríamos seguir uma política econômica… Read more »

Uitinã
Uitinã
9 anos atrás

Affss o Brasil sempre dando uma de bom moço, o Brasil sozinho podia afundar o resto da America do sul, pra acabarmos com a paranoia Argentina, Basta aumentar o imposto sobre a importação de carros da argentina e pronto as Fabricas em solo brasileiro, deixam de importar pelo preço mais alto e passam a produzir aqui, pronto acaba com a principal exportação argentina, e depois subsidia os agricultores brasileiros aos moldes dos EUA e UE, e prejudica de vez os Hermanos e os coloca no seu devido lugar.

Marcos
Marcos
9 anos atrás

O problema é que existe um acordo entre a cumpanherada bolivo/tupiniquim de um apoiar o outro, entedendo-se ai que o Brasil deve abrir as pernas para os vizinhos. Na época do apedeuta isso foi cumprido à risca. Já com a Wanda as coisas não andam no mesmo caminho.

Meu medo é na hora que a coisa começar a desandar por aqui, e vai porque não há país no Mundo que aguente incompetência e corrupção no grau que o Brasil está sendo submetido, e a cumpanherada apele para o populismo.

Marcos
Marcos
9 anos atrás

E o grande sonho na cumpanherada bolivo/tupiniquim é a criação da URSS – União das Republiquetas Socialistas Sulamericanas. A coisa até agora não andou por conta que cada cumpanhero é mais aloprado que o outro.

Marcos
Marcos
9 anos atrás

O que diz o PT: O PT se associa a esse objetivo por meio de nossas relações governamentais e partidárias na região, apoiando as iniciativas para impulsionar os fóruns de integração regional constituídos, tais como o Mercosul, a Unasul, a Celac, a Aliança Social Continental, o Foro de São Paulo, entre outros. Nesse sentido, registramos positivamente a posição do governo brasileiro e de outros governos latino-americanos na Cúpula de Chefes de Estado das Américas, que terminou inconclusa e poderá ter sido a última do gênero, caso o governo norte-americano insista em continuar excluindo Cuba do encontro. Condizente com esta posição,… Read more »

joubertfreire
joubertfreire
9 anos atrás

Amigos a cumpanherada é membro do foro de São Paulo o molusco/adepeuta assinou e sendo o profeta dos petralhas eles o seguirão, estamos entre o diabo e o coisa ruim, mas somos Brasileiros, totalmente diferente destes Gringos que saúdam o Simon Bolivar que para nós Brasileiros não diz nada, mas para eles Bolivarianos é o máximo, somos D. Pedro l , Duque de Caxias, Deodoro da Fonseca, Rui Barbosa, e não estes Gringos Idolatrados pelos Cumpanheros Petralhas, que o seu lider Molusco/Adepeuta assim o quer, como Chaves,Evo, Cristina,Rafael Correa, e outros cumpaneros os quer, que se dane estes gringos de… Read more »

giordani1974
giordani1974
9 anos atrás

Se os cumpañeros não forem retirados do poder, a coisa tende a ficar pior ainda…mas retirar para colocar quem ou o quê no seu lugar? A direita de pindorama já mostrou a que veio, só para promover o bem social…dos seus! Que se dane o resto! Que dilema vive pindorama. A noção de Direita ou Esquerda é somente a mão de quem rouba e os de centro são ambidestros…se correr o bicho pega, se ficar o bicho come…

Vader
9 anos atrás

A Argentina é um país que caminha a passos largos e seguros para a “venefavelização”.

Mauricio R.
Mauricio R.
9 anos atrás

Saiba por que você não deve visitar Buenos Aires “Agora, sim: vocês não imaginam como está Buenos Aires . Fiquei até deprimida no primeiro dia. Achei que estava em Cuba. Vocês acreditam que localizei prateleiras de farmácias que possuem apenas um frasco de remédio para disfarçar a falta ? E na Galeria Pacífico, então, não dá nem para comentar a falta de tudo. É realmente chocante e triste . Eles estão desesperados, porque a presidenta (“La Loca”, como a chamam aqui ) não deixa importar nada. Então, não tem nem corantes, por exemplo, para fazer as roupas (eu sou industrial… Read more »

Últimas Notícias

Taiwan testará mísseis Patriot III nos EUA

TAIPEI (Taiwan News) - Os militares de Taiwan em breve testarão mísseis Patriot III no White Sands Missile Range...
- Advertisement -
- Advertisement -