terça-feira, dezembro 7, 2021

Saab RBS 70NG

Notas Sul-Americanas

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

1. CHILE: A agência de classificação de risco “Standard & Poors” elevou a nota da dívida soberana do Chile em moeda estrangeira, de A+ para AA-. A classificação é a mais alta jamais obtida por um país latino-americano. A S&P também elevou a classificação da dívida chilena em moeda local de AA- para AA+.

2. PERU: O ex-Chanceler García Belaúnde afirmou que o litígio com o Chile perante a CIJ -o diferendo marítimo- mobilizará parte significativa das atenções da Chancelaria local em 2013 e a questão não se encerrará uma vez seja proferida a sentença. No seu entender, os governos e as sociedades peruana e chilena devem envidar esforços para que a decisão emanada da Haia seja um marco para a melhoria das relações bilaterais. Lançou dúvidas sobre o futuro da Comunidade Andina, diante da aproximação do Equador e da Bolívia ao MERCOSUL.
Assinalou a necessidade de que a Aliança do Pacífico desenvolva projetos ambiciosos, que possam trazer resultados concretos.

3. BOLÍVIA: O mais recente leilão de bloco de exploração realizado pela boliviana YPFB (30/dez) foi vencido pela Petrobras. A empresa parece ter demonstrado nível de agressividade na oferta compatível com a visão estratégica que hoje prevalece na matriz sobre o papel da Bolívia nos seus planos. Em momento em que a Petrobras vem desfazendo-se de seus ativos no exterior, a Bolívia apresenta-se como único mercado externo onde há aumento de investimentos. Tendo em vista a insegurança jurídica para os investimentos estrangeiros na Bolívia, essa atitude não pode deixar de ser preocupante, além de intrigante.

4. VENEZUELA: Embaixador Rubem Barbosa (ESP, 08) “Ainda está presente na memória recente a dura posição adotada pelo governo brasileiro no âmbito do Mercosul, com a suspensão do Paraguai do grupo em função do juízo político do presidente Lugo no Congresso, sob o argumento de que houve um golpe e que a constituição não foi cumprida. A Venezuela agora é membro pleno do Mercosul. Se Chaves não tomar posse no dia 10 e, na prática, o mandato presidencial for estendido contra o que dispõe a Constituição, a cláusula democrática poderá ser invocada e terá de ser apreciada. Nessas alturas, Brasília também já deve saber como vai se posicionar. Não vale parecer da Advocacia Geral da União, como ocorreu no caso do Paraguai…”

FONTE: Ex-Blog do Cesar Maia

- Advertisement -

3 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vader
Vader(@fbmenegazzo)
8 anos atrás

E aí PeTralhudos? Não vão denunciar a Venezuela por descumprimento da cláusula democrática do Mercosul, como fizeram com o Paraguai???

Mais uma vez se vê que pra essa canalha vale a máxima “dois pesos e duas medidas”.

rodrigo
rodrigo
8 anos atrás

A petralhada nao tem logica alguma. A unica logica que esses pseudos-socialistas seguem é a do dinheiro.

o autogolpe do Chavismos, que ridiculo.

Aldo Ghisolfi
8 anos atrás

A nossa chancelaria está primando pela falta de caráter. Por muito menos os bolivarianos venezuelanos e brasilianos explodiram com o Paraguai…

Últimas Notícias

SIPRI: Indústria global de armas floresce apesar da COVID

Um negócio de US $ 531 bilhões: O novo relatório do SIPRI mostra que os 100 maiores produtores de...
- Advertisement -
- Advertisement -