Home Ciência Brasil fará parte do maior laboratório de Física do mundo

Brasil fará parte do maior laboratório de Física do mundo

449
6

cern_large_hadron_collider_particle_accelerator_compact_muon_desktop_1600x1071_hd-wallpaper-785734

Jamil Chade, Correspondente / GENEBRA – O Estado de S.Paulo

O Brasil vai fazer parte do maior laboratório de Física do mundo. Ontem, depois de três anos de um processo que parecia não ter mais fim, o Conselho Executivo do Centro Europeu de Pesquisas Nucleares (Cern, na sigla em francês), deu a luz verde para que um tratado de adesão seja desenhado entre a entidade com sede em Genebra e Brasília, o que deve estar concluído em 2014. A iniciativa deve custar cerca de US$ 10 milhões por ano ao Brasil, mas abrirá as portas para licitações milionárias e formação de centenas de cientistas.

Há três anos, diplomatas brasileiros mediaram a assinatura de uma carta de intenções entre o Ministério da Ciência e Tecnologia e o Cern, entidade que entrou para a história com a criação da web há duas décadas e com o maior acelerador de partículas do mundo que, neste ano, garantiu a confirmação da existência do bóson de Higgs.

Em 2010, o evento com o Brasil foi comemorado como o primeiro passo para a entrada do País no centro. Mas, desde então, houve atrasos. O então ministro da Ciência, Aloizio Mercadante, chegou a visitar Genebra e prometeu acelerar o processo. Em 2012, o Cern enviou uma missão para avaliar a situação do País. Há três meses, o diretor da instituição, Rolf Heuer, ironizou diante de uma pergunta do Estado sobre o assunto. “Você sabe o que é um buraco negro? É incompreensível a demora do Brasil em apresentar a documentação.”

Nas últimas semanas, porém, o Brasil acelerou os trabalhos enviou a documentação exigida pelo Cern, o que envolvia um inventário da ciência no País e toda a capacidade de pesquisa existente. Ontem, o Conselho do Cern considerou que a documentação “atende aos critérios” para a adesão como membro associado. “O conselho chegou a um acordo de que o informe sobre o Brasil atende a todos os critérios”, explicou ao Estado o porta-voz do laboratório, Arnaud Marsollier. Resta a finalização e assinatura do acordo, que deve ser em 2014.

Com o acordo, as empresas nacionais poderão participar de processos de licitação de peças e serviços que prometem movimentar milhões de dólares. Para Sergio Bertolucci, diretor de pesquisas do Cern e a pessoa encarregada de avaliar o Brasil para sua adesão, o País “tem um enorme potencial”.

A adesão do Brasil foi aprovada pelo Cern como parte de um projeto de expansão da entidade para abrir suas portas aos países emergentes. Governos como o da Turquia e Coreia já foram convidados. Há dois meses, o Cern marcou a adesão oficial da Ucrânia e o governo russo decidiu retornar à entidade. Ontem, a entidade abriu suas portas oficialmente para Israel.

FONTE: O Estado de S. Paulo

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos
Marcos
6 anos atrás

Ah, ah, ah, ah…

Depois de praticamente terem sido expulsos da Estação Espacial Internacional;

Depois de sérios questionamento quanto aos atrasos no maior radio telescópio do Mundo, localizado no Chile;

Agora isso.

Patético!!

Oganza
Oganza
6 anos atrás

“Com o acordo, as empresas nacionais poderão participar de processos de licitação de peças e serviços que prometem movimentar milhões de dólares.” – Vamos participar das licitações para reboco de parede. kkkk “Brasil “FARÁ PARTE” do maior laboratório de Física do mundo. Por que essa imprensazinha não fala a verdade… escrevam uma matéria descente, a começar por não “informar” errado, já que informar certo é algo que não existe na cabeça deles. O Brasil NÃO vai conduzir pesquisas CERN, o Brasil vai poder, a grosso modo, participar de grupos de trabalho já existentes, com pesquisas em andamento e com a… Read more »

joao.filho
joao.filho
6 anos atrás

Esperemos que 100% das verbas venham do exterior.

Sinto muito, mas o Brasil ja nao tem nenhuma credibilidade em area nenhuma.

Bosco Jr
Bosco Jr
6 anos atrás

Como diz o Baschera: isso me dá um soninho..Uuaaaaa….!!!!
Vou mimi!!!

giltiger
giltiger
6 anos atrás

Realmente o povo Brasicano aqui é difícil de se contentar…

Uma baita iniciativa e o que se comenta é que não vai dar certo porque o Brasil é uma porcaria e governo não presta…

Era melhor segundo a vossa qualificada opinião nem começar e deixar esta coisa de lado para não envergonhar a elite brasileira…

Ah, tá bão…

Colombelli
Colombelli
6 anos atrás

Gil, eu entendo bastante de física, e conheço bem as pesquisas que são realizadas lá, especialmente no LHC. Sim, é uma vergonha o Brasil participar desta forma que irá. E não, não se trata de um problema de governo A ou B. A falta de gente qualificada e o descaso com ciência vem de anos. Mas o que os revolta e envergonha, e eu não sou elite brasileira, pois não ganho R$200.000,00 por palestra, empreiteiras não pagam minhas viagens e meu filho não ficou milionário em nenhuma gestão minha, é que, sim, este governo jogou fora mais de 27 bilhões… Read more »