Home Ciência Brasil fará parte do maior laboratório de Física do mundo

Brasil fará parte do maior laboratório de Física do mundo

414
6

cern_large_hadron_collider_particle_accelerator_compact_muon_desktop_1600x1071_hd-wallpaper-785734

Jamil Chade, Correspondente / GENEBRA – O Estado de S.Paulo

O Brasil vai fazer parte do maior laboratório de Física do mundo. Ontem, depois de três anos de um processo que parecia não ter mais fim, o Conselho Executivo do Centro Europeu de Pesquisas Nucleares (Cern, na sigla em francês), deu a luz verde para que um tratado de adesão seja desenhado entre a entidade com sede em Genebra e Brasília, o que deve estar concluído em 2014. A iniciativa deve custar cerca de US$ 10 milhões por ano ao Brasil, mas abrirá as portas para licitações milionárias e formação de centenas de cientistas.

Há três anos, diplomatas brasileiros mediaram a assinatura de uma carta de intenções entre o Ministério da Ciência e Tecnologia e o Cern, entidade que entrou para a história com a criação da web há duas décadas e com o maior acelerador de partículas do mundo que, neste ano, garantiu a confirmação da existência do bóson de Higgs.

Em 2010, o evento com o Brasil foi comemorado como o primeiro passo para a entrada do País no centro. Mas, desde então, houve atrasos. O então ministro da Ciência, Aloizio Mercadante, chegou a visitar Genebra e prometeu acelerar o processo. Em 2012, o Cern enviou uma missão para avaliar a situação do País. Há três meses, o diretor da instituição, Rolf Heuer, ironizou diante de uma pergunta do Estado sobre o assunto. “Você sabe o que é um buraco negro? É incompreensível a demora do Brasil em apresentar a documentação.”

Nas últimas semanas, porém, o Brasil acelerou os trabalhos enviou a documentação exigida pelo Cern, o que envolvia um inventário da ciência no País e toda a capacidade de pesquisa existente. Ontem, o Conselho do Cern considerou que a documentação “atende aos critérios” para a adesão como membro associado. “O conselho chegou a um acordo de que o informe sobre o Brasil atende a todos os critérios”, explicou ao Estado o porta-voz do laboratório, Arnaud Marsollier. Resta a finalização e assinatura do acordo, que deve ser em 2014.

Com o acordo, as empresas nacionais poderão participar de processos de licitação de peças e serviços que prometem movimentar milhões de dólares. Para Sergio Bertolucci, diretor de pesquisas do Cern e a pessoa encarregada de avaliar o Brasil para sua adesão, o País “tem um enorme potencial”.

A adesão do Brasil foi aprovada pelo Cern como parte de um projeto de expansão da entidade para abrir suas portas aos países emergentes. Governos como o da Turquia e Coreia já foram convidados. Há dois meses, o Cern marcou a adesão oficial da Ucrânia e o governo russo decidiu retornar à entidade. Ontem, a entidade abriu suas portas oficialmente para Israel.

FONTE: O Estado de S. Paulo

6
Deixe um comentário

avatar
6 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
6 Comment authors
Colombelligiltigerjoseboscojrjoao.filhoOganza Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Marcos
Visitante
Member
Marcos

Ah, ah, ah, ah…

Depois de praticamente terem sido expulsos da Estação Espacial Internacional;

Depois de sérios questionamento quanto aos atrasos no maior radio telescópio do Mundo, localizado no Chile;

Agora isso.

Patético!!

Oganza
Visitante
Member
Oganza

“Com o acordo, as empresas nacionais poderão participar de processos de licitação de peças e serviços que prometem movimentar milhões de dólares.” – Vamos participar das licitações para reboco de parede. kkkk “Brasil “FARÁ PARTE” do maior laboratório de Física do mundo. Por que essa imprensazinha não fala a verdade… escrevam uma matéria descente, a começar por não “informar” errado, já que informar certo é algo que não existe na cabeça deles. O Brasil NÃO vai conduzir pesquisas CERN, o Brasil vai poder, a grosso modo, participar de grupos de trabalho já existentes, com pesquisas em andamento e com a… Read more »

joao.filho
Visitante
Member
joao.filho

Esperemos que 100% das verbas venham do exterior.

Sinto muito, mas o Brasil ja nao tem nenhuma credibilidade em area nenhuma.

Bosco Jr
Membro
Noble Member
Bosco Jr

Como diz o Baschera: isso me dá um soninho..Uuaaaaa….!!!!
Vou mimi!!!

giltiger
Visitante
giltiger

Realmente o povo Brasicano aqui é difícil de se contentar…

Uma baita iniciativa e o que se comenta é que não vai dar certo porque o Brasil é uma porcaria e governo não presta…

Era melhor segundo a vossa qualificada opinião nem começar e deixar esta coisa de lado para não envergonhar a elite brasileira…

Ah, tá bão…

Colombelli
Visitante
Active Member
Colombelli

Gil, eu entendo bastante de física, e conheço bem as pesquisas que são realizadas lá, especialmente no LHC. Sim, é uma vergonha o Brasil participar desta forma que irá. E não, não se trata de um problema de governo A ou B. A falta de gente qualificada e o descaso com ciência vem de anos. Mas o que os revolta e envergonha, e eu não sou elite brasileira, pois não ganho R$200.000,00 por palestra, empreiteiras não pagam minhas viagens e meu filho não ficou milionário em nenhuma gestão minha, é que, sim, este governo jogou fora mais de 27 bilhões… Read more »