quarta-feira, agosto 4, 2021

Saab RBS 70NG

Como comprar o coturno certo?

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Coturno

Parte integrante do uniforme dos militares, o coturno é uma bota confeccionada em couro e lona impermeável. Para a fabricação desse tipo de calçado é necessária uma produção específica e, para quem não está acostumado com os coturnos, pode parecer uma peça bem incômoda. “Para quem está no início da carreira militar, por exemplo, é essencial que alguns pontos sejam considerados no momento de comprar um coturno”, comenta Maria Alice S. V. Ferreira, diretora da Price Calçados, especializada na fabricação desse tipo de produto.

O primeiro ponto para obter uma bota militar confortável é comprar uma peça do tamanho exato dos pés. Mas há outras instruções fundamentais, como medir os pés para descobrir o tamanho exato deles, do calcanhar ao dedão. Não pode se esquecer de medir a largura do pé no ponto mais largo; é importante calçar meias de espessura média para experimentar o coturno e verificar se o calçado ficou grande. Caso o coturno tenha ficado grande ou justo, amarre ou solte os cadarços; caso ainda fique grande, as palmilhas ou meias grossas podem auxiliar no ajuste. Se alguma área do pé estiver pressionada, pule os furos que ficam sobre essa área na hora de enfiar os cadarços. Normalmente, isso afrouxa o calçado no calcanhar, portanto, não se deve usar essa técnica se as botas já estiverem soltas nessa região. No caso dos coturnos muito justos, substitua a palmilha por uma mais fina. Os passos podem ficar mais desconfortáveis, pois haverá menos acolchoamento. Outra opção é usar meias mais finas.

“A procedência do coturno também é um fator importante. É por isso que a Price se preocupa com todos os detalhes na hora da confecção, pois o conforto e a durabilidade são os itens principais na hora de adquirir um coturno, afinal é um instrumento de trabalho fundamental para os militares”, finaliza Ferreira.

DIVULGAÇÃO: Sakey Comunicação

- Advertisement -

3 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Oganza
Oganza
7 anos atrás

Esse coturno ai eu não sei, mas o Magnum Siderwinder HPi com ion mask é o melhor coturno do mundo atualmente… O meu se recusa a se destruir e a tal da ion mask funciona como um escudo em nível molecular. Quem gosta de atividades ao ar livre, de pescar, traking, pratica airsoft ou é adepto de sobrevivencialismo eu recomendo… é caro, pode-se encontra-lo entre 200 e 300 dólares, mas vale cada centavo e o conforto que vem junto é insuperável. Sem falar que não precisa amaciar, é tirar da caixa e usar. Ele foi o vencedor para ser o… Read more »

Colombelli
Colombelli
7 anos atrás

Eu tenho um “cabeça de cobra” da subtenência que tem 20 anos. São pesados e não tem muito conforto. No campo, usava um atalaia extraleve, de selva, muito bonito, mas não muito resistente, embora tenha durado alguns anos.

Este modelo citado pelo oganza parece quase um “sapatênis” e tem aparência bem diferente, mas parece muito bom. Aqui a adoção esbarra no preço.

Já o tênis que era fornecido para TFM a sola parecia uma folha de papel. Era usar um mês e ir pra enfermaria.

Oganza
Oganza
7 anos atrás

Colombelli, O pior é que ninguém dá muito valor ao calçado, vejo um monte de gente indo fazer traking, acampamentos e fazendo escolhas de calçados completamente equivocadas que colocam até o grupo em perigo… …tenho uns primos mais novos aki no Pará que estão entrando na onda do sobrevivencialismo, e digo algumas coisas pra eles, pois aki na Amazônia a coisa é diferente. E essa onda de sobrevivencialismo é no Brasil todo… ta crescendo. Quando era moleque meu Pai vivia me levando pro mato para pescar e caçar, aprendi muita coisa com ele, mas esses meninos são todos de apartamento… Read more »

Últimas Notícias

Assessor de segurança nacional dos EUA viaja ao Brasil

Esta semana, o conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Jake Sullivan, viajará para o Brasil e Argentina, acompanhado...
- Advertisement -
- Advertisement -