sábado, outubro 23, 2021

Saab RBS 70NG

Helicóptero Tigre HAD faz primeira apresentação em voo na Polônia

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Helicóptero Tigre HAD

Helicóptero Tigre HAD, Aeronave de combate e ataque da Airbus Helicopters segue para a Ucrânia para exibição na feira MSPO

A Airbus Helicopters realizou a primeira apresentação dinâmica do helicóptero Tigre HAD em Varsóvia, na Polônia, na última quinta-feira, 27. A aeronave demonstrou suas capacidades no país uma semana antes de pousar para exibição na 23ª edição da MSPO – Feira internacional da Indústria de Defesa, que acontece até 4 de setembro, na Ucrânia.

A unidade em demonstração é o moderno helicóptero de combate Tigre HAD do Exército Francês que comprovou, durante os voos, sua capacidade para combate. A aeronave traz alta tecnologia empregada com a primeira estrutura all-composite, ou seja, toda produzida em material composto, um dos mais recentes cockpits de vidro e uma gama completa de armamento que lhe permite cumprir com sucesso missões como ataque, escolta, apoio a fogo em solo, reconhecimento armado e combate.

Com seu design plano e estreito, o Tigre apresenta vantagens que incluem baixas chances de ser detectado, baixa vulnerabilidade, alta capacidade de sobrevivência, grande agilidade e manobrabilidade. Equipado com um canhão de 30 milímetros extremamente preciso e uma gama de mísseis e foguetes montados na asa em conjunto com um sistema de guerra eletrônica altamente eficiente dando-lhe versatilidade inigualável. Além disso, ele pode ser totalmente operado a partir do mar.

O Tigre também oferece uma ótima relação para operação – é fácil de manter, não requer infraestrutura pesada e apresenta ótimo nível de disponibilidade.

A Airbus Helicopters já entregou mais de 120 helicópteros Tigre para a França, Alemanha, Espanha e Austrália e as aeronaves já acumularam mais de 68.000 horas de vôo.

DIVULGAÇÃOConvergência Comunicação Estratégica

- Advertisement -

13 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
13 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Tamandaré
Tamandaré
6 anos atrás

Realmente belíssimo!! *___*

Aos entendedores de helicópteros de ataque; seria uma boa opção para nós??

Abraço

Blind Man's Bluff
Blind Man's Bluff
6 anos atrás

Muito caro. O chassis dele é inteiro feito em material composto. carissimo. O design dele visa a perfomance, leveza e agilidade. Por isso, ele possui pouca ou nenhuma blindagem.

Oganza
Oganza
6 anos atrás

Imaginem um leigo lendo esse texto e se deparando com trechos como esses: “um dos mais recentes cockpits de vidro” “Além disso, ele pode ser totalmente operado a partir do mar.” kkkkkkkk Essa tal de Convergência Comunicação Estratégica faz um desfavor a Airbus Helicopters… eita povozinho incompetente… nojo. Pelo a mor de Deus, contratem alguém que fale porcamente o inglês. Tamandaré, Não, isso ai é uma bomba… pesquise lá nos australianos. Veja os problemas de manutenção no Afeganistão onde a disponibilidade ficou abaixo que a de seus congeneres. Sem falar que é caaaaaro pra chuchu. Mas a foto ficou LINDONA.… Read more »

Wellington Góes
Wellington Góes
6 anos atrás

Não, obrigado!

Próximo!!!!

Bosco Jr
Bosco Jr
6 anos atrás

Oganza,
E as armas ficam nas… “asas”.

Oganza
Oganza
6 anos atrás

Bosco,

hahahahaha

nossa formou uma imagem muito bizarra na minha cabeça agora… tipo akeles arcades que jogava no fliperama perto de casa…

as hélices girando e disparando em 360º e munição eterna hahahaha

Grande Abraço.

Mauricio R.
Mauricio R.
6 anos atrás

Afasta de mim esse cálice, pai!!!
Outra tranqueira da Airbus, nem pensar!!!
Qualquer coisa entre o A-129 e o AH-1Z e estaremos mto bem servidos.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
6 anos atrás

Concordo com o Maurício R.

Mas acho que para as nossas FAs, o AH-6i, da Boeing, com Hellfire, estaria de bom tamanho (ainda que tenha várias limitações para função de ataque se comparados com os puro-sangue).

wwolf22
wwolf22
6 anos atrás

alguém sabe como ficou o processo de aquisição pelo EB dos helis de ataque e dos chinnok ??

Juarez
Juarez
6 anos atrás

Está travado por falta de din din, assim como a asa fixa do EB.

Grande abraço

wwolf22
wwolf22
6 anos atrás

grato Juarez

Colombelli
Colombelli
6 anos atrás

Comprar um helicóptero de 18 ou 20 milhões para ser derrubado por um míssil de 100.000 que até guerrilha tem?

Primeiro o feijão com arroz: cantil, fuzil, pá de sapa, uniforme que não desbota, canhões.

Últimas Notícias

Recife (PE) sediará a nova Escola de Formação de Sargentos do Exército

O CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DO EXÉRCITO INFORMA: Na 339ª Reunião do Alto Comando do Exército, realizada de 18 a...
- Advertisement -
- Advertisement -