Home Direitos Humanos Alto funcionário da inteligência saudita supervisionou o interrogatório de jornalista desaparecido, disseram...

Alto funcionário da inteligência saudita supervisionou o interrogatório de jornalista desaparecido, disseram fontes

3036
67
O jornalista Jamal Khashoggi chegando ao consulado saudita no dia 2 de outubro. Sua saída não foi registrada e ele está desaparecido
O jornalista Jamal Khashoggi chegando ao consulado saudita no dia 2 de outubro. Sua saída não foi registrada e ele está desaparecido

CNN — Uma missão da Arábia Saudita para interrogar e possivelmente raptar o jornalista Jamal Khashoggi em Istambul foi organizada por um oficial de alto escalão da Presidência Geral de Inteligência, principal serviço de inteligência da Arábia Saudita, disseram três fontes familiarizadas com o caso à CNN.

Uma dessas fontes descreve o oficial envolvido muito próximo do círculo interno do príncipe herdeiro Mohammed bin Salman.

Não está claro se o príncipe herdeiro autorizou um interrogatório ou seqüestro. A CNN informou anteriormente que várias autoridades dos EUA disseram que qualquer operação desse tipo não poderia ter acontecido sem o conhecimento direto do príncipe.

Uma segunda fonte disse que o oficial havia se reunido e enviou sua própria equipe para interrogar Khashoggi. Eles suspeitaram que Khashoggi tinha laços com o arquirrival do reino, o Catar, disse a fonte. Não houve evidência para substanciar que Khashoggi tinha tais laços.

Outra fonte disse à CNN que o organizador da missão não foi transparente sobre o que ele disse a Riad, explicando por que o governo não teve informações claras durante dias.

Não está claro se esses elementos serão incluídos no relatório ordenado pelas autoridades sauditas para o caso. Na terça-feira, o presidente Trump twittou que o príncipe herdeiro Mohammed havia dito em um telefonema que ele havia iniciado e iria expandir uma investigação completa sobre o assunto e que as respostas seriam divulgadas em breve.

O corpo de Khashoggi foi cortado em pedaços depois de ele ter sido morto há duas semanas no consulado saudita em Istambul, informou uma autoridade turca à CNN na terça-feira. A alegação, que foi feita inicialmente ao New York Times no início da investigação sobre o destino de Khashoggi, ocorre depois que autoridades turcas revistaram o consulado por nove horas na noite de segunda-feira. O funcionário turco não quis comentar sobre o método de disposição do corpo.

Passaportes sugerem que suposta equipe de assassinos tem ligações com o governo saudita

Autoridades turcas afirmaram em particular que Khashoggi foi morto no consulado em 2 de outubro depois que ele chegou para obter documentos que teriam permitido que ele se casasse com sua noiva turca, Hatice Cengiz. A Arábia Saudita já havia insistido que ele deixou o prédio vivo, mas Cengiz diz que ela nunca mais o viu.

Autoridades turcas acreditam que 15 homens sauditas que chegaram a Istambul em 2 de outubro estavam ligados ao desaparecimento – e possível assassinato – de Khashoggi no consulado saudita em Istambul em 2 de outubro.

Autoridades turcas forneceram à CNN uma cópia do passaporte de sete homens suspeitos de pertencerem à suposta equipe saudita. As cópias de passaporte foram tiradas no dia do desaparecimento de Khashoggi.

Uma das cópias de passaporte parece pertencer a Salah Muhammad al-Tubaiqi, listado como chefe de medicina forense no Ministério do Interior saudita. Outro membro do grupo identificado pela mídia oficial turca e aparecendo nos supostos passaportes é Muhammad Saad al-Zahrani, que apareceu na TV estatal saudita ao lado do príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman.

Sabah, um jornal privado pró-governo na Turquia, na semana passada listou 15 nomes ao lado de fotografias de homens que as autoridades acreditam terem sido levadas de avião para Istambul a partir de Riad. Oito dos 15 foram identificados pela agência estatal Anadolu.

Duas fontes familiarizadas com a investigação confirmaram à CNN que os 15 homens listados pelo Sabah tinham interesse na investigação criminal em curso lançada pelos promotores turcos.

Jamal Khashoggi e sua noiva
Jamal Khashoggi e sua noiva

Autoridades vão fazer busca na residência do Cônsul Geral na quarta-feira

O presidente Recep Tayyip Erdogan disse na terça-feira que os investigadores turcos estavam investigando “tóxicos” e “pinturas sobre materiais” como parte de sua investigação.

“Minha esperança é que possamos chegar a conclusões que nos darão uma opinião razoável o mais rápido possível, porque a investigação está buscando muitas coisas, como materiais tóxicos e materiais removidos e pintados”, disse Erdogan a repórteres.

Imagens do CCTV, que serviram como ponto focal nas investigações, mostraram veículos saindo do prédio do consulado para a residência do cônsul saudita nas proximidades, em 2 de outubro. A CNN viu uma equipe de limpeza entrar no edifício principal do consulado na segunda-feira antes das autoridades turcas, incluindo uma equipe forense, que chegou para iniciar sua investigação.

Uma busca na residência do cônsul geral que deveria acontecer na terça-feira não ocorreu, de acordo com um policial próximo ao prédio que falou com a equipe da CNN em Istambul. Investigadores disseram que a busca ocorrerá na quarta-feira, segundo a emissora estatal TRT.

Enquanto isso, o próprio cônsul geral, Mohammed Otaibi, deixou a Turquia na terça-feira, informou a agência de notícias semioficial Anadolu.

Na sexta-feira, uma fonte familiarizada com a investigação em curso disse à CNN que as autoridades turcas têm evidências de áudio e vídeo que mostram que Khashoggi foi morto dentro do consulado saudita.

A evidência, que foi descrita à fonte por uma agência de inteligência ocidental, mostrou que houve um ataque e uma luta dentro do consulado. Há também evidências do momento em que Khashoggi foi morto, disse a fonte.

A Arábia Saudita está sob intensa pressão internacional para explicar a aparente morte de Khashoggi, que criou uma ruptura diplomática entre a Arábia Saudita e o Ocidente.

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, visitou a Arábia Saudita na terça-feira para conversar com o rei Salman, o príncipe herdeiro Mohammed bin Salman e o ministro das Relações Exteriores, al-Jubeir. A visita aconteceu quando fontes disseram à CNN que o reino estava se preparando para reconhecer que Khashoggi morreu no consulado de Istambul em um interrogatório que deu errado. As fontes disseram que o interrogatório deveria levar ao seu retorno forçado à Arábia Saudita.

“Minha avaliação dessas reuniões é que há um sério compromisso em determinar todos os fatos e garantir a responsabilidade, incluindo a responsabilidade pelos líderes seniores ou altos funcionários da Arábia Saudita”, disse Pompeo na terça-feira após a reunião.

Pompeo voará para Ancara, Turquia, na quarta-feira para se encontrar com o ministro das Relações Exteriores turco, Mevlut Cavusoglu, disse a porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert.

FONTE: CNN

67
Deixe um comentário

avatar
30 Comment threads
37 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
38 Comment authors
Mauro OliveiraAntonio PalharesRonaldo de souza gonçalvesWilson FrançaMaslow Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Bosco
Visitante
Bosco

Não entendo a relação que querem estabelecer entre o Trump e esse caso. O cara não era cidadão americano, o crime foi cometido na Turquia, numa embaixada da AS. Não foi o Trump que mandou matar e mesmo tendo sido o rei da AS quem mandou, o que o Trump tem a ver com isso? Vai romper as relações diplomáticas com a AS? Então o Brasil tem que fazer a mesma coisa Todo mundo reclama dos EUA posar de xerife do mundo mas é dos EUA que todo mundo espera alguma reação quando algo acontece. Ora! Pois que comecemos nós… Read more »

Marcos R.
Visitante
Marcos R.

Bosco, faço minhas suas palavras, não poderia ter colocado melhor!

jota ká
Visitante
jota ká

Porque a Arábia Saudita é o REINO DO MAL comandada por uma família tirana, e que só se mantém como tal com o apoio incondicional dos Estados Unidos.Não pega bem ao país que sempre diz que sua missão é espalhar e apoiar os valores da liberdade e da democracia apoiar um regime teocrático, totalitário e sanguinário como é o saudita!

Ricardo
Visitante
Ricardo

Fato é que a Arabia Saudita é um Reino de terror e para uma nação que se auto intitula guardia da democracia se aliar a este tipo de país soa muito hipócrita!

Bosco
Visitante
Bosco

Comentário retido

Thiago
Visitante
Thiago

Quem sabe depois desse escândalo os EUA tomem vergonha na cara , só um pouco, o suficiente para parar de bajular aquele regime podre . O Trump, sua administração e especialmente seu genro não mostraram o mínimo de pudor em apoiar aquela corja . Ou pelo menos que sejam menos hipócritas e parem de usar dois pesos e duas medidas e começem agir como a China que de cara assume uma política de não ingerência nos assuntos internos e disinteresse total , não utiliza discursos moralistas de bom moço ou desculpas esfarrapadas como pretextos para atacar os adversários e rivais.… Read more »

Carlos Campos
Visitante

Tanto exemplo no Mundo vc colocar a CHINA? pqp, um país que tomar espaço dos outros, mata e tortura sua própria população, está ocupando o Tibet e etc

jota ká
Visitante
jota ká

Concordo Thiago.
Muitos neste forúm costumam demonizar o Irã, mas se comparado ao regime saudita, o regime dos aiatolás é um paraíso da democracia e da liberdade (onde o poder maior, apesar de não eleito, é distribuído, e há eleições periódicas para presidente e parlamento).
Antes que comece o mimimi dos americanófilos e judeófilos, que fique claro que a comparação é entre Irã e AS, não as nações ocidentais.

Thiago
Visitante
Thiago

Qualquer outro país teria sofrido ameaças, represálias,
três/quatros tomahawk de advertência, sanções embargos… Mas o regime não , eles não, casualidade bizarra.

Bosco
Visitante
Bosco

Thiago,
Lembra pra gente aí quais países os EUA atacou ou invadiu por conta exclusivamente de que lá não era uma democracia?
E aproveita e me aponta aí qual democracia ele atacou ou invadiu?

Thiago
Visitante
Thiago

Amigo, você pretende negar o óbvio ? a pergunta não foi bem formulada, seria mais fácil lembrar os países que sofreram sanções/embargos ou qualquer tipo de represália simplesmente por não ser alinhado. Democracia/liberdade/direitos humanos…etc são apenas pretextos. Não é difícil entender ,prezado Bosco. A Arábia Saudita já a anos atrás , por coerência, deveria ser alvo no mínimo de sanções como a Venezuela, Irã,Líbia, Síria, Cuba , Myanmar… Ou no mínimo sancionar os mais altos funcionários e autoridades como os EUA fazem em vários casos , veja o entourage do presidente da Bielorrussia e proprio Alexander Lukashenko. A família real… Read more »

Tiago Gimenes
Visitante
Tiago Gimenes

Meu xará esquece, vc nunca vai ver o AmericanBoy criticando os EUA, exatamente por isso a opinião dele é inútil, sempre baseada em apenas 1 lado, mesmo que as evidencias provem o contrário.

Bosco
Visitante
Bosco

Thiago, Primeiro, não tenho nenhum apreço à Arábia Saudita e pelos seus tiranos. Nenhum! Aliás, como não tinha pelo Assad, pela Kadaf ou pelo Sadan ou pelo Irã. Então, pouco se me dá se os americanos vão ou não lançar Tomahawks contra este país por conta do Iêmen, que pelo que os comentaristas da Trilogia contam está dando um pau na AS, ou desse caso do jornalista. Segundo, que Cuba, Venezuela e CN estão há anos torturado e matando e nem por isso alguém cobra dos EUA enviar Tomahawks a estes países. Terceiro, até o discurso de Satanás o coloca… Read more »

Maslow
Visitante

Parabéns Bosco!!

Antonio Palhares
Visitante
Antonio Palhares

O Pessoal da massagem extrapolou.

Cadu
Visitante
Cadu

Esqueci Bosco, ele não tem uma visão ampla do intrincado que é as relações no oriente médio e suas consequências.

Gabriel Nery
Visitante
Gabriel Nery

Esquece Bosco, ele não tem uma visão ampla do intrincado que é as relações no oriente médio e suas consequências. (2)

Marcos R.
Visitante
Marcos R.

Democracia como conhecida no Ocidente simplesmente não funciona no Oriente médio, todas as vezes quite tentaram implantar lá terminou mal, sempre uma vertente dissonante vai tentar derrubar qualquer regime que aparente fraqueza.

Carlos Campos
Visitante

Poxa Galante, não acredito que vc acredita nessa história de retórica anti impressa do Trump. isso de associar os EUA e o presidente desse país ao que aconteceu na Turquia com um Cidadão da AS é de uma idiotice enorme, se eu fosse Trump mandava esses jornalistas fazerem matéria sobre gatinhos, ou ir lá na AS encher o saco da família real Saudita,,, quero saber pq de a Turquia ficar caguetando a AS, achava que as duas era amigas, sobre o Jornalista, acho horrível o que aconteceu, por mim a Turquia pode jogar a m. no ventilador, que a AS… Read more »

Joao Moita Jr
Visitante

O único que vou comentar aqui é que quando o regime déspota e sanguinário da família Al Saud vinher abaixo em uma revolução islâmica estilo Irã 1979, teremos um problema gigantesco, pois os entupimos com quantidades nunca antes vistas na região de armas modernas dos nossos arsenais.
E o Trump é simplesmente um oportunista descarado. Me parece muito inacreditável que, começando com o histórico e heróico General George Washington, chegamos hoje a ser liderados por essa piada de mal gosto.

jota ká
Visitante
jota ká

Para Trump, um businessman, é business em primeiro lugar.
Sempre.

Joao Moita Jr
Visitante

Carlos Campos, você achava que a Arábia Saudita e Turquia eram amigas??? Exatamente o oposto, meu amigo.

Bueno
Visitante
Bueno

Turquia e Catar estão amando tudo isto. Deve esta agradecendo pelo cadáver. O Mundo é Cruel.

Bruno w Basillio
Visitante

Só um exemplo interessante , na Síria forjam ataques químicos.. e Trump manda Tomahawk , no Iémen a AS bombardeia um ônibus escolar, com uma bomba de fabricação Americana , Trump rasga de elogios a este Reino…Se Iran ,Rússia ,Turquia ,Síria etc, sumir com um jornalista…meu Deus prepara as sanções por favor , são paises do mal….
Hipocrisia paga com dólares….

Alessandro
Visitante
Alessandro

Pq quando o Obama mantinha a mesma amizade com AS a imprensa americana ficava calada ? De repente agora tudo oq acontece é culpa do Trump rsrs… a verdade é o seguinte, ninguém vale nada, a imprensa paga uma de “insentona” mas tbm tem seus esqueletos escondidos no armário. Onde já se viu “jornalista” ligado com a inteligência saudita, vão me dizer que a imprensa americana não sabia disso ? Isso é moralmente correto ? Aqui no Brasil tbm temos os nossos ligados com a inteligência cubana, americana, ex-URSS e todo mundo finge que não sabe de nada, a maioria… Read more »

Gabriel Nery
Visitante
Gabriel Nery

rapaz…aí você tá colocando o dedo na ferida. Há muita história por trás disso tudo. Só discordo querer atribuir qualquer tipo de culpa a Thrump. Na verdade pelo que eu vejo a crítica está sendo em cima do fato dele ter dado aparente pouca atenção a isso. Eu acredito que ele não vá fazer nada por dois motivos:
1º não é americano.
2º por ser jornalista rsrsrs
Brincadeiras a parte o presidente dos EUA nunca vai tomar uma decisão de impor sanções somente por esse fato, mas ele sempre vai pensar nas consequências disso para a região que já é problemática demais.

Defensor da liberdade
Visitante
Defensor da liberdade

Ah claro, eles podiam, nós podemos fazer também…. Vejam a lógica dos destros…

FERNANDO
Visitante
FERNANDO

Será que mataram o coitado do jornalista?
Deus, que paizinho este a Arabia Saudita!

Sequim
Visitante
Sequim

Sempre me espanta a ideologia de alguns travestida de racionalidade. Quando a Rússia intervém na Síria, a pedido do governo sírio, é tratada como um país agressor, porém quando a Arábia Saudita intervém no Iêmen, é vista como uma potência regional que está tentando estabilizar o Oriente Médio. Quando a China é criticada por agressão aos direitos humanos (e dever ser mesmo), é esquecido que o EUA apoiaram (apóiam?) o ISIS, a ponto de promover um resgate de seus principais líderes na Síria quando o exército russo começou a retomar posições na Síria, mesmo diante das atrocidades que aqueles fanáticos… Read more »

SmokingSnake 🐍
Visitante
SmokingSnake 🐍

Está falando de si mesmo? Os rebeldes fundamentalistas Houthis no Iêmen tomaram áreas do governo legítimo e são aplaudidos, sendo que a coalisão árabe está no Iêmen a pedido do próprio governo do Iêmen, mas na cabeça de alguns só a Síria e a Rússia que podem fazer isso e qualquer rebelde querendo derrubar o Assad é terrorista enquanto qualquer rebelde querendo tomar o Iêmen é herói.

Sagaz
Visitante
Sagaz

A Rússia mata, ou tenta, envenenando opositores fora da Rússia. Imagina o que não faz na própria tirania que virou aquele país e em suas colônias ideológicas.

SmokingSnake 🐍
Visitante
SmokingSnake 🐍

Cortar laços com a Arábia Saudita seria um tiro no pé, certeza que a China e a Rússia não se importam com assassinatos de jornalistas e receberiam eles de braços abertos. E esse mesmo pessoal não apoiaria uma imposição dos EUA para mudar o regime e fariam um escândalo maior ainda, então é melhor ignorar essas coisas e deixar tudo como está. Além do mais isso talvez seja uma grande armação, não confio nem um pouco nessas fontes e na Turquia.

Sagaz
Visitante
Sagaz

Arábia saudita vai aprender com os russos, que jogam veneno na comida da família e deixam morrer longe da embaixada.

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

Sem querer apoiar e justificar com o ato de barbárie com o jornalista Jamal Khashoggi, mas esse serviço de inteligência saudita foi amador até para nós brasileiros. A certeza da impunidade foi tanta que fizeram o interrogatório sem ao menos revistar ele e dae dizem fontes turcas que tem gravados os gritos do jornalista gravados. Eles tem de aprender muito com os EUA, UK e Israel. Ia dizer tb a Rússia, mas depois da última trapalhada no Reino Unido eles se desqualificaram.

Delfim
Visitante
Delfim

Eu não acredito muito nesta história. 1 – Seria muito fácil ter um “aparelho” para interrogar e/ou sumir com Khashoggi, em vez de levá-lo para a própria embaixada. Muito batom na cueca. 2 – Diplomaticamente a intervenção americana não se sustenta. Foi uma ação fora de território americano contra um cidadão não-americano. 3 – Turquia e AS podem não se bicar, mas tem um inimigo comum que é o Irã. Não é interessante se estranharem. 4 – Como a Turquia tem provas do que aconteceu dentro do consulado saudita ? Tal configuraria quebra da soberania saudita. 5 – Vários países… Read more »

Delfim
Visitante
Delfim

7 – Khashoggi era sunita ou xiita ? Muitos xiitas habitam a AS e são malvistos.

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel

“4 – Como a Turquia tem provas do que aconteceu dentro do consulado saudita ? Tal configuraria quebra da soberania saudita.”.
.
Consulado não é Embaixada, pode ser invadido pela polícia turca e investigado.

Delfim
Visitante
Delfim

Trump: I’ve asked for the audio of Khashoggi’s killing — “if it exists” President Trump was just asked about Turkish claims that they have audio of Jamal Khashoggi’s purported murder. The President said he’s asked for the audio, but then hedged “if it exists.” Here’s how the exchange with reporters went down: Question: Mr. President, you asked for this audio/video intelligence — Trump: “We have asked for it, if it exists. We have asked.” Question: But you haven’t gotten it? Trump: “We asked for it, if it exists.” Question: Are you surprised they haven’t turned it over? Trump: “I’m not… Read more »

Sequim
Visitante
Sequim

Caro cobra fumante, lamento que minha postagem tenha lhe calado tão profundamente. E respondendo à sua pergunta, não, não estou falando de mim mesmo não. Vou dar um outro exemplo menos “bolivariano-comunista-esquerdista-blá-blá-blá”: muitos criticam a atuação dos EUA no Vietnã, mas esquecem que a URSS não foi nada santa na sua ocupação do Afeganistão, tendo sido particularmente cruel com a população civil. O que acho “engraçado” é que muitos fingem não ver os atos praticados pelo lado com o qual está ideologicamente vinculado, e tenta justificar isso com um verniz de “racionalidade”.

Cangaceiro
Visitante
Cangaceiro

Do ponto de vista tático, só posso pensar uma coisa: Que trapalhada!!!

Não entrando no mérito do assassinato de opositores ao seu regime no estilo Mossad, mas:
– Forma Certa: mata e faz parecer um acidente ou doença, tenha sempre uma negação plausível.
– Forma Errada: só mata
– Forma Tosca: mate na sua embaixada/consulado.

Wagner
Visitante
Wagner

Os sauditas são amadores,eles terão que aumentar produção de petróleo para acalmar o mundo,deram um tiro no pé.

Maurício.
Visitante
Maurício.

Ditadura é isso mesmo, o mais engraçado (ou trágico) é ver o pessoal tentando defender essa ou aquela ditadura com ar de “racionalidade” como o comentarista Sequim comentou.

Trump não pode passar a idéia de que não se importa com o que cada país faça com relação a imprensa, assim ele dá a entender que está lavando suas mãos em casos como esse, e no cargo atual dele isso se complica, mas no final das contas ele é um aliado de uma ditadura sanguinária como a AS, então da ‘Seis por Meia Dúzia’ no final das contas.

fabio jeffer
Visitante
fabio jeffer

Defender Trump é mais idiota do que as asneiras que Trump faz

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Bosco

Relaxa.

A Turquia está precisando de U$D 90 No, ou quebra e quebra feio.

Tendeu ?

Mão dupla.

Deveriam ter contratado o Mossad como consultor…..

Kkkkk ….

Continuam se matando entre eles…rs.

Delfim
Visitante
Delfim

Se um jornalista israeli conseguisse segredos militares, fugisse para o Irã e entregasse tais segredos, o Mossad o “resolveria” de forma exemplar e todos nós aqui, eu inclusive, bateríamos palminhas.
Cada país “resolve” seus traidores como lhe apetece.
.
E temos que aprender a não nos metermos com os problemas islâmicos. Pagamos com despesas e perdas militares, e atentados que ceifam inocentes.
.
Agora está sendo noticiado que foi esquartejado vivo. Daqui a pouco vão dizer que foi capado e colocaram o “bráulio” na sua boca.
.
Aqui no BR morrem centenas de policiais e nada. Morre um jornalista e tudo vem abaixo.

Bosco
Visitante
Bosco

Infelizmente esse jornalista veio a conhecer o que é realmente “retórica contra o jornalismo”, mas ele e seu jornal queriam o direito à livre expressão mas nunca respeitaram a livre expressão do eleitorado americano que votou no Trump de forma democrática e dentro das regras estabelecidas e tentavam minar qualquer possibilidade de sucesso ao governo do dito cujo e só não levou os EUA à uma desorganização institucional por conta das forças da legalidade que resistiram bravamente às forças partidárias e ideológicas. E por pior que o Trump seja, convenhamos, uma coisa é certa, em ele perdendo a próxima eleição… Read more »

Wilson França
Visitante
Wilson França

Legal esse comentário. Bem engraçado. Se a notícia é favorável, ok. Se é desfavorável, é conspiração. Pra deixar tudo mais divertido, anotem a profecia: Nos primeiros meses ou até anos do governo Bolsonaro vai ser o mesmo discurso. Tudo que sair na imprensa sobre as trapalhadas cometidas será lido pelos seus fiéis adoradores como conspiração, tentativa comunista de derrubar o deus mítico. Depois de um tempo, quando tudo estiver do mesmo jeito ou pior, a mesma violência, desemprego, ricos cada vez mais ricos as custas da população etc., virá a decepção. Esse será o momento crucial para a democracia no… Read more »

Delfim
Visitante
Delfim

Alguns dos que censuram Trump e a Casa Saud sabem o que acontece na Venefavela ?
Em 2017, 14 jornalistas presos, 106 agredidos e 69 mídias fechadas, de acordo com O Globo.
Aqui mesmo um cinegrafista foi morto pela turma da Sininho e nada.

Maurício.
Visitante
Maurício.

O mais engraçado nesse caso é ver a política de dois pesos e duas medidas que Trump tem tomado nesse caso, e as medidas que Trump tomou no caso do envenenamento envolvendo a Rússia na Inglaterra.
Ontem Trump criticou quem está dizendo que a AS tem culpa no cartório, dizendo que tem que ter provas e todo aquele blá blá blá pra defender um aliado ditador, já no caso do envenenamento, Trump já saiu acusando a Rússia e “tacando” sanções econômicas.
Os dois casos foram iguais, ditaduras eliminando desafetos, já as consequências…segue a boa e velha hipocrisia dos governantes pelo mundo…

Bosco
Visitante
Bosco

Maurício,
Os EUA não adota a política de dois pesos e duas medidas. Ele sempre fica do lado que seja favorável aos seus interesses. Assim como todos os outros líderes mundiais. Aliás, o Putin é mestre nisso.

Sargento Pincel
Visitante

Os americanos nunca irão contra seu maior aliado no Oriente Médio (junto com Israel),esse estardalhaço que o governo americano está fazendo é só para “a mídia ver”, os sauditas depositaram na conta dos EUA cerca de 100 milhões de dólares hoje, dizendo que é para combater o ISIS e também vão compensar o governo turco por estar “ajudando” na investigação do assassinato desse jornalista; ou seja é só dar uma boa gorjeta que os corruptos ficam quieto. Quem morreu que vire defunto.

Maurício.
Visitante
Maurício.

Na minha opinião é sim dois pesos e duas medidas por mais que você discorde Bosco, basta ver os fatos e contra fatos não há argumentos, mas não quero convencer você disso já que todo mundo aqui no site sabe da sua posição em relação aos EUA e seus aliados, no mais quero que Putin e todos os ditadores sauditas se explodam. Bosco veja essa matéria: https://www.forte.jor.br/2018/03/15/reino-unido-acusa-russia-de-envenenar-ex-espiao-e-expulsa-diplomatas/ Nesse caso você foi um dos mais atuantes e sarcástico em acusar a Rússia e seu ditador Putin, já nesse caso da AS você tenta passar a ideia de não se importar com… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

Mauricio, No caso da Rússia no post que você indicou, meus comentários eram no sentido de contradizer alguns que defendiam a versão que a tentativa de assassinato foi obra dos britânicos para culpar os russos e aí, isentar os russos e fazê-los passar por vítimas. Em nenhum momento fiz juízo de valor de quem quer que seja, nem de russos, nem de americanos ou de britânicos. Não sou ingênuo e estou cansado de saber que países defendem primeiro, seus interesses. E não demonizo país nenhum tendo em vista a complexidade que são as relações internacionais principalmente a partir do início… Read more »

Maurício.
Visitante
Maurício.

Bosco eu tenho que concordar com você que muitas das suas colocações são na verdade pra argumentar o “outro” lado, na verdade eu até me espanto as vezes como você ainda “cai” em certos tipos de provocações, infelizmente eu acho que você dê uma maneira ou outra acaba descendo no nível de alguns trolls em certas ocasiões. Bosco, no caso da Arábia Saudita eu tenho um ranço com todo tipo de ditadura, eu sei que você é ateu, mas eu sou cristão, sou um Adventista do sétimo dia, eu guardo o sábado, não como carne de porco, e sigo muitas… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

Comentário retido.

Sequim
Visitante
Sequim

Bosco, permita-me fazer um comentário rápido em cima de seu comentário. É bem por aí. Tanto o marxismo cultural quanto o neoliberalismo são ideologias que alguns querem dar um ar de racionalidade científica. Nada contra, desde que o ideólogo deixe claro que o que está defendendo sua ideologia, e que a está defendendo sob o ponto de vista das idéias. O que me incomoda é ideologia tratada como um fato natural da vida, como se tão natural quanto o ar que se respira.

Ronaldo de souza gonçalves
Visitante
Ronaldo de souza gonçalves

Jornalista sempre foi uma profissão de risco,aliás principalmente aqueles investigativos é de guerra,acham que podem se meter em qualquer coisa que estão respaldados pela democracia é um lamentável engano,muitos pagam com a própria vida.Claro que alguém tem que ser responsabilizado,e cabe as forças de inteligência descobrir queem mandou ou foi responsável pelo desaparecimento.No ocidente,nas Republicas democráticas é mais fácil ser esclarecidas mas em ditaduras a coisa fica oculta até que o mundo esqueça ,é com o tempo o interesse diminui.